Archive for the ‘Social Systems’ Category

Uma mente individual se multiplicou como a primeira celula, e se auto-projeta como mente coletiva. Como?! E acontece o mesmo com a consciência?

Saturday, September 14th, 2019

xxxx

Ainda fe misterio nas Ciencias como uma celula unica inicial se multiplicou, se diferenciou e se constituiu num organismo. Considerando a formula da Matrix/DNA suspeitamos que isso foi obra dos mesmos fotons que vieram das galaxias e produziram a primeira celula. Mas muda o linguajar: pela Matrix dizemos que um sistema celular inicial se tornou num sistema-organismo. Auto-projecao de sistemas, que fe o que criou esta hierarquia dos sistemas. Agora nos deparamos com o fato que um humano inicial, que fe um sistema, se multiplicou, se diferenciou, e constituiu um sistema social. Nos dois casos de mesmo inicioe fim o processo tem que ser o mesmo. E` muito importante descobrir o processo porque, enquanto a celula ja fe um sistema estabelecido, finalizado, a sociedade humana ainda esta em formacao, toda desregulada, talvez um sistema faltando partes ainda. Descobrir as falhas e como dirigir a formacao para um sistema ideal seria de grande importancia.

Se conseguissemos desenhar numa folha o sistema social como esta hoje, com suas partes ( grupos, instituicoes, etc) com suas especificas funcoes sistemicas, e por essa folha lado a lado com a folha onde esta desenhado o modelo de sistema perfeito, realizariamos esse trabalho. Prevejo muita dificuldade em elaborar este desenho, deixarei isso para tempo melhor.

Mas descobrir o processo natural de como isso fe feito, fe igualmente importante, porque assim vamos encarnar o processo como agentes inteligentes acelerando e facilitando e garantindo o processo.

Nas origens da vida, ainda nao decidimos se os fotons/bits/onfotmacao, como genes nao-vivos, entraram separadamente nos eletrons dos atomos e condiziram estes as novas combinacoes, ou se estes bits se juntaram antes e vireram ja como ondas/sistemas. Estas ondas pairariam acima ou dentro de uma porcao de atomos fazendo-os compor uma figura que seria o sistema materializado e funcional no mesmo modelo que elas compoem. mais evidencias existem sugerindoque entraram um por um, ate formarem a primeira celula. Mas como fizeram a diferenciacao entre as celulas? Bem, cada celula reproduzida tinha que estar num diferente ponto do ciclo vital, portanto seria diferente de todas as outras. E o ciclo vital tem a capacidade de colocar cada parte no seu exato funcional local: porque ele coloca um corpo humano completando agora 3.344 minutos de vida justamente apos a quele corpo que teve 3.343 minutos e antes do que tera 3.345 mitnutos. E em cada ponto o corpo humano adquiriu uma forma nova que ninca teve e nunca mais tera. Diferenciacao celular… esta ai explicada. Mas quando o ciiclo vital vital fez todas as formas de um corpo, ele desenhou o corpo completo em toda sua vida. Por isso a massa de celulas reproduzidas e diferenciadas terminam por apresentar um sistema multicelular funcional.

Mas tentando transportar tudo isso para calcular como a consciencia de cada individuo, funcionando como um foton/bit, que ja esta diferenciada de todas as 8 bilhoes, vai se unir com as demais e compor a consciencia do sistema social.

Vamos comecar do nada, apenas jogando aqui aquilo que observar-mos no dia-a-dia que faz parte do processo e do sistema. Cada registro ou pensamento sera separado dos outros por XXXXX. Entao vamos la:

xXXXXXXXXXXXX

Fazem parte da mente ouconsciencia individual,a memoria, os neuronios. Entao de algumamaneira a natureza vaiconstruir umaferramenta – talvez abstrata – que representemestas coisas e inseria-las na mente social. O que sao essas coisas? Algumas dicas:

Ja descobri que um neuronio fe atemporal. Ele representa um F da formula. Cada F tem imput/output, esta ligado a outro pela linha do tempo onde corre o ciclo vital. Ou seja, na formula cada F tem um cilio embaixo e outro em cima. No neuronio estes cilios se tornaram dendrites e acxions. Entao seja qual for a informacao em uma sinpse ou circuito neuronial, ela esta sendo carregada pela dinamica do ciclo vital. isto significa que os dendritos de baixo se referem a parte vizinha  inferior, que esta no seu passado, fe sua forma no passado. Significa que a informacao esta tambem dentro do neuronio, como memoria, ou seja, ela esta no presente. mas a informacao tem garantida que estara existindo no futuro, disponivel.

ENTAO O NEURONIO E` ATEMPORAL, NAO E` AFETADO PELOS ESTADOS MOMENTANEOS DO TEMPO. ELE FE UMA INFORMACAO NO PASSADO, NO PRESENTE E NO FUTURO.

Como ficara isso no sistema consciente coletivo?!

Uma evidencia na figura abaixo:

Memoria evolucao do individual para o social

nao conheco este linguajar academico e suas exatas definicoes, mas devo procurar quem fez isto e o que significa tudo porque propriedades individuais se auto-projetam como propriedades coletivas. O perceptual do individual… nao rsta como perceptual do social? Provavelmente nao porque o coletivo ainda fe um feto, nao percebe o meio externo e outras partes do corpo da mae, ou seja, as inter-relacoes entre os humanos. A mente coletiva ainda nao tem as duas caracteristicas, explicita e implicita?

XXXXXXXXXXXX

Assim como tem lutas e guerras entre individuos humanos, deve ter lutas e guerras entre neuronios dentro de uma cabeca humana…

Hoje ja tenho demasiadas evidencias para suspeitar que no meio da materia existe um bichinho nao muito material. Alguns bichos ficam mexendo com a terra ou folhas e no final vemos que construiram uma toca, ou um ninho, reveland que nao estava remexendo a materia apenas por acaso mas sim, tinham um objetivo pre-planejado. Mas…, muitos destes bichos nem cerebro tem, apenas um sistema nervoso ainda difuso, como bacterias, amoebas e formigas… Entao a toca, o nimho, nao foi previamente mentalmente planejado por eles. Seus corpos nao estavam sendo controlados por um centro diretor. Entao como seus corpos se moveram dirigidos daquela maneira?!

Algo dirigiu seus corpos, suas patas, bocas, salivas, em movimentos certos. coordenados, para chegar a um modelo da materia ao redor que nao existia antes. Este algo esta dentro ou fora deles? O comando vem de dentro do corpo ou de fora do corpo?

Por incrivel que pareca, a resposta sera os dois ao mesmo tempo: o comandante esta dentro e fora. A nossa pobre e limitada percepcao sensorial nos faz reduzir as grandezas naturais, de maneira que vemos o pequeno e nao enxergamos, nem captamos o grande. Podemos adivinhar o que tem dentro do corpo da formiga, mas jamais consideramos o que tem fora, que fe do tamanho do Cosmos. Entao resulta que o “bichinho” que comanda aqueles movimentos esta dentro do corpo da formiga mas ao mesmo tempo o mesmo bichinho tem uma copia reproduzida do tamanho do Universo!

Pior ainda: o bichinho tem infinitas copias intermediarias entre o seu menor tamanho e seu maior tamanho…

Voce ja ouviu falar em “fractais”? Pois fe isso ai…

Dificil processar esta informacao, quase impossivel acreditar nela, mas todas as evidencias e calculos racionais apontam que esta fe a verdade. O segredo fe conhecer e enetender uma outra coisa que parece nada ter a ver com o bichinho: LUZ ! O que fe a luz, uma onda de luz? Vamos ter que dar uma volta longe do assunto do bichinho para falar da luz, senao nao vamos entender o que fe o bichinho.

Mas o que pode ter a luz com a coisa que coanda o corpo da formiga, a qual ja prevemos de antemao e ja conhecemos… fe o DNA, o codigo genetico? Esse cara esta derivando, luz nada tem a ver com isso…

O que tem a ver um invisivel software desenhado na mente do Bill Gates, neste momento entre voce, os comandos de seus deddos no teclado, e as coisas que vao aparecendo na tela do seu computador? Voce nem quer saber disso, voce quer ver os resultados de seus comandos, a maquina tem que trabalhar, nao interessa como ela trabalha, o que tem dentro dela… Mas voce veio aqui neste artigo para conhecer o interior da maquina e ver como o software corre dentro dela. Entao teras que ver sinalis de energia se movendo nas placas de circuitos, assim como os neurologistas aplicam o MRI no cerebro para ver quando move um dedo, quais neuronios cintilam e como formam redes de circuitos com moleculas eletroquimicas. Estas vendo a maquina hardware, estas vendo o software transformado em correntes eletricas, podes ver numa folha de papel fora da maquina o diagrama refletido destes circuitos ao qual se chama software, mas nao ves a mente da origem do software que esta muito distante da maquina. O nosso bichinho misteriosos fe a maquina herdware, dos sinais eletro-quimicos podes ver um diagrama na forma de luz que nao pertence ao bichinho mas esta dentro dele tambem. O diareama de luz esta dentro e esta fora, ele pode ser microscopico e macroscopico ao mesmo tempo. tem que entende-lo para entender a maquina, o bichinho. temos que falar da luz e para comecar vou trazer uma figura para ca:

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

Uma onda de luz natural fe algo muito mais complexo do que poderiamos imaginar. nada percebemos da sua complexidade porque ela fe gigantesca, abrange o Universo, e nos somos microscopicos situados em algum microscopico ponto dessa onda, estamos no meio dela, podemos ve-la passar sem nos dar conta que sua substancia eteea esta mudando perante nossos olhos.

Vamos recorrer a analogia com uma onda de luz de quinta categoria, muito diferente da luz natural original, a qual fe tao forte que nunca podemos ve-la, pois quando nossos olhos bate nela seu facho nos cega e no seu lugar vemos escuridao. Entao precisamos de outras fontes de luz para ver algo na escuridao, luzes que vem estacoes retransmissoras como estrelas como o Sol, mas sao ondas de segunda ou quarta geracao, pouco conservam da luz natural. A onda de quinta categoria fe a lampada acesa acima da sua cabeca. Seus olhos estao no meio da onda que comeca na lampada e termina no piso ou na parede. Voce esta vendo que esta onda tem diferencas em cada ponto dela? pense num lago de agua parada onde voce atira uma pedra. No ponto que a pedra toca a agua voce ve formar-se um circulo que se expande e em seguida se forma outro circulo e mais outro… Voce ve circulos porque esta vendo a coisa de cima e nao ve mais a pedra afundando. Se tivesse uma melhor visao e estivesse dentro da agua, ao lado da pedra afundando, veria saindo do seu local um fio de agua que iria se espiralizando na direcao da superficie da agua. na verdade aquelas ondas sao uma espiral e nao ondas concentricas como voce ve ela pipocar na superficie. Assim acontece com a luz que sai da lampada. Voce esta vendo a divisao entre circulos no meio do seu quarto? Mas como nao se cada circulo fe diferente dos outros, cada circulo tem uma frequencia, um comprimento de onda, uma temperatura, uma densidade, uma vibracao que fe sua particular, especificas, tudo diferentes dos outros circulos…?! Pois fe… nossa capacidade de percepcao fe muito limitada, e a luz nap parece ser algo tao material como o resto do mndo que captamos.

xxxxxxxxxxxxxxxxx

https://www.reddit.com/r/philosophy/comments/d1kxxc/the_idea_that_life_is_full_of_suffering_is_not_a/

Pure indoctrination from predators to keep the slave preys as hardworking and quiet. A big compilation of thoughts from philosophers from middle class seated at air conditioning. No one scientific materialist view point about suffering. No one thought from a slaved philosopher like me, carrying on stones in foundations works during the day and seeing molecules with a small microscope at night. From Epicurus to Nietzsche, only bullshits. I can break down every statement from all philosophers you have selected.

Is suffering inevitable since I am alive? Yes, it is surrounding me, but instead accepting it as threat, I take my gun and attack it with hate. Hate against this natural world that contains horrors and suffering, hate for any god or spiritual level that appreciates misleading arguments for imposing it to any living beings here. Accepting it as inevitable for getting knowledge or pure soul? To the hell with your talking.
Suffering exists here due biological systems containing deformations and not adapting well to the deformations of this external world. These deformations were produced by the state of chaos, this biosphere was produced by chaos, we are sons of chaos. But, chaos is 33% of Universal Nature, being a part of cycling circles which other 33% is the state of mechanical thermodynamic order, which rules our surrounding astronomic systems. From each phase of chaos must lift up the flow of order. That’s me, with a gun against chaos, suffering, and all humans predators that wish to enslave me with these stupid metaphysical doctrines. Predators like those Buddhists mongers, and I don’t agree with this nowadays effort to bring on the eastern doctrines to the western side because I am watching Asia with billions of peoples enslaved under misery as result of these doctrines.
Sorry, but yours philosophers should go carrying on stones at foundations work for learning something from the real world, or at least, talking something that we the philosophers from the low class could agree. Yours message is leading humans to be comfortable with suffering and this is a bad job, you are prejudicing our job applying the scientific method against any kind of terrorist suffering. 

Procure nos outros quais as suas tendencias/opiniões, e como elas se encaixam sequencialmente com suas diferenças na formula da Matrix/DNA

Saturday, August 24th, 2019

xxxx

(Um capitulo a ser inserido no manual de instruções para o cooperativismo) 

A fase em inglês abaixo, vista por acaso, me inspirou a uma nova descoberta:

“All progress occurs because people dare to be different”

Associação, sociedades, são exigências implacáveis das leis naturais para a sobrevivência e progresso de qualquer especie de sistema natural, tal como o ser humano. Dois opostos no caráter, intenção, direção de força, genótipo, mas ao mesmo tempo dois iguais na forma, especie, fenótipo, tem que se unirem totalmente – de corpo e alma, ou seja, físico e abstrato – ate se fundirem como num corpo só, de cujo evento surge o ponto de equilíbrio e o ponto de mutação, numa nova forma síntese das duas fundidas, mutada para melhor, e assim a especie de sistema supera sua forma débil e transcende para uma nova forma transcendente. Se as duas partes não conseguirem este ponto de fusão, as duas serão descartadas e extintas na Natureza. Esta a lei, que se aplicou a partículas, átomos, astros, células e claro, esta sendo aplicada a especie humana e vai finalmente decidir seu destino, como decidiu a de todos os sistemas naturais ancestrais.

Os humanos tem, afortunadamente, a tendencia inata, ou por condição da sobrevivência, de serem seres sociais, procuram viver com outros humanos e entre si fazerem trocas, portanto são sistemas abertos. ao contrario dos sistemas fechados em si mesmos. A maioria dos animais e aves também tem uma tendencia social, porem na maioria das vezes a única troca que fazem entre si acontece na dualidade referente ao sexual. Mesmo as trocas entre mães e filhos são derivadas do de atos do fenômeno sexual. Os humanos evoluíram para uma imensa maior quantidade de trocas, talvez este o segredo de seu sucesso ate aqui.

Mas ainda ha muito atraso e muitas mazelas, muitos prejuízos, ma especie humana, devido aos tipos de sistemas sociais que tem erigido ate agora. A herança genética dos ancestrais animais tem modelado a psique humana e conservado seus instintos animais que impediram a evolução social entre eles. Notadamente os três instintos na divisão do poder pela força bruta: o instinto para grande predador que gera o 1% dominante, o instinto de médio predador que gera a classe media, e o instinto de presa que gera a massa das classes apáticas.

Se a especie humana não superar este nível de socialização que interrompeu a evolução das outras especies de sistemas biológicos, não terá sua transcendência e não outro destino que não seja sua extinção. Assim determina a Natureza que nesse detalhe sempre foi cruelmente implacável. Todas as especies descartadas e em vias de extinção enfrentaram o inferno com choro e ranger de dentes o processo de sua extinção. Ate a forma que leões e gorilas estão agora sofrendo este processo através do fenômeno natural humano tem lhes sido doloroso, como desesperador deve ser estar prisioneiro numa jaula.

O que esta faltando ao humano mudar em si para se encaminhar a um processo indolor e suave de transformação ao invés de cair na fatalidade de sua extinção? Existem muitos assuntos de maior prioridade para os humanos agora, mas este tem que estar obrigatoriamente entre os mais prioritários, porque, se não realizar esta mudança interna, a nível psíquico, se não exorcizar sua psique destes três instintos, todas as outras providencias para melhorar a condição humana serão inúteis no final.

Num primeiro e breve golpe de vista sobre o problema, e no meu peculiar modo de raciocinar tendo por base a crença na formula da Matrix/DNA para todos os sistemas naturais, sou conduzido e comparar a forma dos sistemas sociais humanos com a forma do sistema social perfeito na formula. Se tenho o template do esquema perfeito, e tenho os esquemas imperfeitos ao lado, basta compara-los e ver nos imperfeitos onde estão os pontos da(s) diferença(s).

Não sera uma tarefa fácil porque temos que entender que o fluxo de energia/informações entre as partes do sistema apresentam milhões, bilhões de formas intermediarias entre as sete partes reveladas na formula, e o estado potencial de cada humano neste dado momento e lugar deve corresponder a um destes bilhões de pontos no circuito… impossível de se localizar. Mas facilita uma ideia probabilística aproximada saber que o fluxo no circuito determina as diferenças entre as partes pelo avançar do processo do ciclo vital, o qual conhecemos e nos ajuda a esboçar o template mais próximo do humano em questão.

O primeiro ponto de diferença que vejo, é para mim uma novidade que nunca havia pensado antes e a descoberta que tenho agido errado. Quando procuro associações com humanos, sociedades, e ate mesmo simples amizades, procuro quem pensa como eu. Se sou socialista, procuro me distanciar dos capitalistas burgueses e dos comunistas militantes, por exemplo. Mas “socialismo”, “capitalismo”, “comunismo” são produtos abstratos psíquicos, produzidos por caráteres, e a lei natural diz que estes opostos tem que se aproximarem e se fundirem. Ou isso ou a morte dolorosa para todos. Não tem senões aqui. Então como vamos resolver um problema que parece impraticável, insolúvel? Um severa questão a ser anotada de lado para ser tratada pela reflexão responsável.

Outra notável diferença que logo salta aos olhos entre o que eu e os demais humanos tem procurado, e a formula perfeita, esta em que na formula, todos os indivíduos interagentes tem que se serem diferentes entre si na função dentro do sistema, apesar de serem fisicamente iguais. Ora, mas como sempre procuramos os mais iguais possíveis ( com exceção do sexual), se montamos um sistema apenas com eles, todos terão o mesmo e único talento para a mesma função sistêmica… e assim não tem sistema, em absoluto. Novamente uma questão psíquica, de caráter, de genótipo. Outra questão a ser anotada.

Mas apesar da aparência desoladora de que não haveria solução para os humanos, na verdade, a Natureza tem a coisa toda desenhada com uma enorme porta aberta para nos. O segredo esta em que não se deve pensar em solução imediata, pela eventual súbita fusão entre extremos, pois as diferenças entre humanos são gradativas, ou seja, existem bilhões de formas intermediarias entre dois extremos. isto faz com, por exemplo, dois indivíduos sejam 80% iguais entre si e 20% diferentes apenas, e a possibilidade destes 20% de repulsão serem dominados pelos 80% de atração é plausível.

Não existe nem possibilidade de dialogo entre um capitalista burguês e um comunista ortodoxo, dois extremos. Indica a Natureza que ambos estão descartados, com seus dias contados. Costumamos errar quando damos atenção ‘a fala destes indivíduos, falas que não ameaçam nos afetar de imediato, na ilusão de que podemos muda-los através de argumentos racionais. Nestes momentos apenas nos estressamos, nada vamos conseguir. Tem que serem ignorados em absoluto em relação ao debate. Mas o mesmo tempo que lhes voltamos as costas, temos que falar aos outros ouvintes, apontando a irracionalidade da fala do extremista, pois existem muitos indivíduos ainda em situação de aprendizado, que podem ser incautamente doutrinados.

Outro detalhe que aprendemos nesta analise é que, se a busca suprema por associações com humanos é um imperativo de vida ou morte ao menos para nossos herdeiros e conservação de nossos patrimônios, e sabemos que vamos ter que nos associar, conviver, com outros humanos que possuem diferenças que aos nosso olhos são defeitos, temos que procurar aqueles cujos defeitos não sejam tantos a ponto de não serem suportáveis.

Em vista disso me ocorre agora a ideia de que, nesta busca por associacoes, eu deveria elaborar um estudado e cuidadoso questionário, a ser entregue na forma escrita para que os possíveis sócios os respondam, ou ser memorizado para vocalizar as questões quando num dialogo.

Portanto, deste artigo sobra as questões acima a serem trabalhadas, a afirmação de aspectos que já havíamos pensados sem esquematização, e o questionário a ser elaborado.

Povo Rural (F1 = fechado); Povo Urbano (F4 = dispersivo)

Monday, July 15th, 2019

xxxxx

Lendo um debate sobre diferenças politico-ideológicas entre povo rural e povo das grandes cidades fui despertado para o fato que ambos representam fielmente as propriedades e tendencias de duas funções sistêmicas da Matrix/DNA formula.

Isto é surpreendente e animador ao mesmo tempo. Surpreendente porque uma pequena diferença ou variação surgida pela forma como humanos se assentam em diferentes tipos de comunidades é a mesma diferença que existe na formula universal de todos os sistemas naturais. Animador porque assim se projeta a reflexão sobre o fenômeno social das diferenças entre rural e urbano a um novo nível, inédito, nunca pensado antes, que extrapola o humano, a sociedade, e cai na profundidade da natureza universal, descobrindo que esta esta’ na base da criação desse fenômeno social.

E muito importante. trata-se dos valores morais humanos. Sei que na formula, a função F1 revela varias tendencias, como ser conservativa, comunidade fechada tendendo a ser isolada, mentalidade reacionária e preguiçosa evitando mudanças e não buscando o progresso cientifico-tecnológico-evolucionário. O que se vê na formula, vê-se numa comunidade rural entre humanos. E sei que na formula a função F4 revela varias tendencias, como levar os valores tradicionais a sua dispersão no espaço até se desfazerem, tendente a aventuras no desconhecido buscando mudanças, etc. Isso descreve o cidadão urbano.

Agora quando nesta cidade grande que vivo, sou aproximado por imigrantes brasileiros que vieram de um pais mais ruralista e menos desenvolvido e ainda mais, vieram de pequenas localidades rurais, e logo começam a falar em Deus, mostrando que vivem a atmosfera das igrejas evangélicas e seus pastores na cidade grande, posso raciocinar e responder que: “Vocês estão trazendo para esta cidade grande, valores, crenças, religiões, de cidades rurais pequenas, e pensam que estão respeitando a atmosfera reinante no local que os esta’ hospedando, mas estão enganados, os urbanos aqui não vivem esta atmosfera religiosa e tem a tendencia de dispersarem no espaço os valores morais destas religiões até que se desintegrem. Mantenham sua religião para vocês quando reunidos dentro desta cidade, mas evitem pregarem estes valores quando estão no meio dos locais, se não querem viver como comunidade isolada aqui dentro e querem se adaptarem e se integrarem nessa sociedade”.

Interessante como até a localização e tendencia de modo de vida humana é ditada pela formula que esta’ na sua genética e modelando o ambiente astronômico em volta dela. E a formula pode fornecer sugestões jamais pensadas sobre como podar os extremismos das duas situações.

Mas cuidado la’ que existem senões a esta minha teoria. Por exemplo, o que postou um debatador: When I say that big cities are more diverse, that diversity includes both conservatives and liberals. About 1 in 3 New Yorkers is a conservative despite being considered a heavily liberal city.”

Isto lembra que a diferença não é como 8 ou 80, existem alguns F1 no meio de F4 e vice-versa, ao menos temporariamente.

E outro debatedor: ” There is a critical difference between a venue ( venue aqui significa o local onde as coisas acontecem, ou um ponto de encontro), and a city. A venue has a purpose. A city has no purpose. It emerges from a conflux of interests, convenience, desire, chance and circumstance. There are venues in cities that serve apolitical purposes and that facilitate people of different beliefs learning how to get along, but that’s not what a city is. Likewise, there are venues that do the same thing in rural areas, but that’s not what a rural area is.”

Este comentário tem material para uma profunda reflexão filosófica sobre a natureza dos fenômenos, mas um assunto muito difícil, complexo. Porque na formula um corpo de desenvolvendo pelo ciclo vital nasce com uma tendencia extremista e no percurso de seu desenvolvimento ate atingir a maturidade adulta ele mudou totalmente para a outra tendencia oposta extremista? Ou seja, mudou de sistema fechado para sistema aberto.  O comentador captou bem isso. Em F1 existe um proposito firme, conservador, egoísta, redutor. Em f4, ou o proposito mudou ou deixou de existir qualquer proposito em absoluto. Qual o oposto de proposito +1? Seria -1? Ou zero? Certamente seria -1. Seria como que em F4 houvesse a intenção de eliminar todas as características enraizadas no genótipo para estas mudanças criarem um novo fenótipo. Ondas da evolução, transformações das especies.

E meu post como resposta ao comentador acima:

MatrixDNA - post at 7/15/19
You said:

There is a critical difference between a venue and a city.

Excuse-me my two cents here. You mentioned a very pretty observation and I can not resist it. But my saying is strange for you based on another culture/method. I am analysing this issue from the perspective of a universal formula of natural systems, which is the natural template producing this ideological polarization, as everything else in this Universe.

You said that venue has a purpose and city has no purpose. Let’s say that venue’s purpose is +1. Which is the opposite of +1? Would be -1 ( an opposite purpose) or zero ( no purpose at all) ? Ok, the template is indicating that venue has the purpose to be a closed system and city has the purpose to be a opened system. The template suggests that venue and city are a unique body developing under the process of life’s cycles. Venue is the first enfant shape of this body, city is the adult shape. Ok, this is right with what we can see in real evolution: first there were rural venues, later came the cities. It is obligatory as natural imposition by Nature’s universal formula that when humans composes cities, they acts like opened systems ( we can see in the formula that the enfant body has spin-left and when it arrives at adulthood it changed for spin=right, but for seeing it you would need to see the formula ). Opened systems has the tendency to eliminate the ancient morals and behaviors that are rooted into genetics and psyche like changing the molecules of the genotype for these changes creating a new phenotype, a new species. Ok, now I understand what is happened, why this difference between purposes of venues and cities. it is the universal common way that evolution walks, by waves of evolution). Sorry, you are missing something: city has a purpose, just the opposite purpose of venues.

xxxx

O debate que inspirou esta descoberta esta no Reddit ( acho que fiz aqui um artigo sobre o assunto discutido – polarização politico-ideológica visível na modernidade atual).

Link: https://www.reddit.com/r/philosophy/comments/cbxxl8/what_polarization_does_to_us/

Ideological Polarization. The predator/prey phenomena as the cause of current global and nationals polarization

Friday, July 12th, 2019

xxxxx

Este artigo gerou uma muito importante discussão no Reddit, na qual participo e aprendi muita coisa, descobrindo novas informações na fórmula da Matrix/DNA. Apenas alguns dos meus posts foram copiados abaixo, portanto, voltar a ler o debate.

https://blogs.cardiff.ac.uk/openfordebate/2019/05/30/what-polarization-does-to-us/

What Polarization Does to Us