Archive for the ‘Sem Categoria’ Category

Mensagem da Matrix/DNA

quarta-feira, setembro 13th, 2017

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=omuLZK_HOXE#action=share

Louis Charles Morelli – 9/3/2017

My comment posted on Youtube – 9/13/27 and LiveScience

Lessons that I got watching this video:
1) This biosphere was produced in state of chaos, horrendous, there is no intelligent lovely design. It must change and humans can do it, we must be the flow of order that lift up from the chaos. We need a world were there are no predators neither preys;
2) The human body came from these animals, we can see similar scenes among humanity, which means we inherited the animals instincts. The fetus of consciousness I don’t know from where it came from, but the body and the R-Complex in the brain are obvious.
3) The cows are extremely selfish. Would be enough joining and attacking as group for to safe their fellow. Instead, they kept inertial, some of them even leaving the head down looking for food facing the scene of torture. This selfish gene still is the basics of our genetics. Humans of the low class watch their neighbors being explored by humans predators and do nothing. We need to self-exorcising these instincts out from us and trying to convince others to do the same.
4) In the jungle, the rules among animals cause the division into three class: the big predators ( lions, alligators), the middle predators (wolves, fox) and the preys ( cows, sheep). At humans, we see all social systems created till now – be it monarchy, communism, capitalism, etc. – mimicking the same rules of the jungle. Always is the same division of power: the 1% ( big predators), the middle class and the low class. So, humans need to create a social system that not mimics the animals.
5) This world, our world, is not a product of intelligent design, or from someone that would love life. This is a pork, bad design. No, the world is not this way, it must not be kept in this way. Lift up your eyes to the sky and see that there is another face of this world, the face of order and harmony. We need bring it here. No God that loves life as we understand it would be watching scenes like that without doing nothing. There are humans that loves life, they are able to design a better world. And we will be trying to do it. Ok,… but everybody is free to believe what one want, I would appreciate to know if you learned any lessons from this video, thanks.

Phi Number:As diferencas de Comprimento da Onda de Luz e’ a Divina Proporcao, ou Razao Aurea?

sábado, agosto 12th, 2017

xxxx

Explorando a recente ideia de que a divina proporcao, ou “ratio”, pode ser causada pelo aumento de tamanho em cada onda, que seria sempre 1,618 a mais que a anterior. Entao

__A____|_____B______   onde A + B = C e > B = 1,618

C

Esta razao entre as faixas da onda da’ origem a “root sequence”, ou seja, todas as seqencias matematicas, como a aritmetica sequencia, a Fibonacci sequence, geometry sequences, triangular sequences, etc. Quando essa linha nodular e’ encurvada, forma os aneis cada qual contend uma sequencia, porem, devido cada faixa ser mais que 1, ( sendo 1 para todas as faixas se elas fossem do mesmo tamanho), ou seja, e’ 1,618, ao inves de esferas concentricas, resulta numa espiral. Esta espiral e’ que da’ aquelas formas belas aos organismos, flores, etc. Entao, o desenho ou a montagem dos organismos e’ construido pela presenca de uma onda que cresce deixando sua marca espiralada. Em outras palavras – desde que a linha de onda e’ a formula da Matrix/DNA, cada desenho ou montage nesse estilo indica que foi criada pela Mattrix/DNA.

Mais exemplos do Phi:

Phi ou Fibonacci numbers nos bracos e maosNumero Phi nas formas de maos e bracos.

 

There are many examples of the Divine Proportion found throughout the design of the universe and everything in it, but let’s take a look at one of the most important things first: You!

Let’s start with something simple. Take your hand off your keyboard or mouse and look at the proportions of your index finger.
Hold your hand up to the screen. Don’t be shy!

Each section of your index finger, from the tip to the base of the wrist, is larger than the preceding one by about the Fibonacci ratio of 1.618, also fitting the Fibonacci numbers 2, 3, 5 and 8. By this scale, your fingernail is 1 unit in length.

Curiously enough, you also have 2 hands, each with 5 digits, and your 8 fingers are each comprised of 3 sections. All Fibonacci numbers!

The ratio of your forearm to hand is Phi. Your hand creates a golden section in relation to your arm, as the ratio of your forearm to your hand is also 1.618, the Divine Proportion.

xxxxx

Encontrado um website inteiramente e somente dedicado ao Phi Number

The Golden Ratio: Phi, 1.618

https://www.goldennumber.net/

E meu comentario postado neste site:

no artigo titulo: What is Phi? (The Basics of the Golden Ratio)

Louis Charles Morelli says

Your comment is awaiting moderation.

There is something deeper about Phi and pi, nobody told it yet. The number 1,618 is merely a point that points out a location in the universal formula for all natural systems, called Matrix/DNA. It happens that this location is just where the force that is responsible by replication, or reproduction of things in the system, begins to reproduce the left face of the spherical formula, building the right face. Since the reproduction results into two equal copies, it produces de bilateral symmetry. It happens for example, when the DNA separates into two strands and each one strand replicates itself, resulting two DNA’s.

For understanding it you need see the universal formula at http://theuniversalmatrix.com . This formula was found when I was making comparative anatomy between living and non-living system. Extracting the internal energy-circuity of all natural systems I observed that it was resulting all times the same pattern. Big surprise was when founding that the formula is the template behind the building blocks of galaxies and the DNA, the fundamental unit of information.

Now we will understand Phi. This formula built all natural systems and then, we found it encoded into the general light wave resulting from all seven radiations in the electromagnetic spectrum. Here I found why there is the Fibonacci sequence. When the light wave propagates creating the seven layers, each new layer is longer than the anterior, just 0,,618 longer. So, each next layer will be the size of the anterior, which is the unit 1, plus 0618. Since that each layer has its specific size, frequency and vibration, we can see how the natural forces applies different functions, dynamics, to organisms, like the different sizes and functions of the different fingers in a hand. I am discovering lots of other things now, about Phi, registering it as articles in my website. ( if you see the Matrix/DNA formula, Phi is over F5, the reproduction function.

xxxx

sprial everywhere

 

Asteroides são astros-babies: Indicado por descoberta de núcleo ferroso

sexta-feira, agosto 4th, 2017

xxxx

(Voltar ao artigo para ler e fazer artigo completo).

Entao agora fica:

Vortice nuclear>asteroide>lua>planeta>pulsar>estrela supernova>ana vermelha ou marrom>cadaver estelar>nebulosa de poeira+cometas>Vortice nuclear = aspecto astronomicop da formula da Matrix/DNA

http://www.jornalciencia.com/a-nasa-viabilizou-a-missao-de-explorar-um-asteroide-de-metal-que-vale-us-10-000-quatrilhoes/

A NASA viabilizou a missão de explorar um asteroide de metal que vale US$ 10.000 quatrilhões

Sociabilidade ou nao, depende dos genes tambem!

quarta-feira, agosto 2nd, 2017

xxxxx

Assim a coisa fica mais complicada para nos. Sempre pensamos que as tendencias dos humanos a serem mais ou menos sociaveis vinha do status economico, do nivel educacional dos pais, da educacao, ou seja, a fatores externos ao eu subjetivo. Porem agora descobrem que ao menos 50% destas tendencias sao produtos da genetica, ou seja, individuos ja nascem determinados a serem uma ou outra coisa. Mais um fator agucando a necessidade de guerra aos nossos genes egoistas.

Ver artigo: (nao copia link – voltar para copiar)

Neurosciencesnews.com

Genes Account

 

Mensagem da Matrix/DNA: O Supremo Sentido da Nossa Existencia

domingo, julho 9th, 2017

xxxx

Na briga entre os céticos e os crentes – sobre se existe algum sentido racional para a existência, ou não – ambos estão sendo ilógicos. Em primeiro lugar, um mundo feito totalmente pelo acaso, sem sentido, não poderia jamais produzir sistemas naturais – como são os átomos, as galaxias, células, corpos humanos, etc. São muitas forças e elementos rolando durante 13,8 bilhões de anos e acreditar que se esta cadeia de eventos estivesse rolando ao acaso criasse a um processo evolucionário e construindo algo funcional como são os sistemas naturais, é totalmente ilógico.  Então  a balança penderia já’ para os crentes.

Mas os crentes se dividem entre os que acreditam que os sistemas naturais foram criados diretamente pela intervenção magica de uma inteligencia superior, sobrenatural (um Inteligente Designer), e outros que desconfiam que foram produzidos naturalmente, mesmo desde antes das origens do Universo. Para decidir isto, a logica manda que procuremos conhecer o nascimento de ao menos um sistema natural, para ver se ele emerge naturalmente ou não. E para nossa felicidade nos temos sistemas naturais nascendo aqui sob nossos olhos a todo momento. Nunca podemos ver a formação de um átomo, uma galaxia, mas podemos ver as origens e formações dos sistemas biológicos. E’ o único fato real, cientifico, que temos para fundamentar uma teoria racional. E sistemas biológicos surgem previamente desenhados, mas não inteligentemente, e sim, pelo simples fluir da natureza. Mamãe girafa não aplica inteligencia para produzir uma nova girafinha. Então, a suprema logica formal não nos deixa outra alternativa: todos os sistemas naturais existentes dentro deste nosso universo foram previamente desenhados pelos sistemas anteriores, porem sem aplicação de inteligencia, e sim, naturalmente, geneticamente. Acontece que a unica teoria completa que explica a inteira historia da natureza universal, as origens de todos os tipos de sistemas, por esta via pre-desenhada sem inteligencia, é a cosmovisão da Matrix/DNA, a qual, para meu desespero, é conhecida de fato por um único homem neste planeta. Não da’ vontade de morrer? Com essa falta de logica racional da minha espécie? E assim vamos fazendo sistemas sociais tudo errado porque não entendem o que é de fato, um sistema natural. Outros desperdiçam a existência caindo em depressão niilista, quando, de fato, a natureza esta mostrando que existe um fantástico e racional sentido para a nossa existência: neste Universo esta’ ocorrendo um processo de reprodução genética de um sistema natural existente alem e desde antes o Universo. Portanto, este Universo veio do Big Bang e caminha para um evento final, o dia do Big Birth, quando um Filho nasce para um Pai… genética e naturalmente. Outros ajudam a fazer tudo errado aqui porque acreditam em deuses mágicos, quando eles próprios geram filhos sem aplicarem nenhuma magica.

(publicado no Facebook em 09/07/2017)

 

O Grande Erro dos Perfeccionistas

quinta-feira, junho 22nd, 2017

xxxx

(Artigo em construcao, pois falta correcao ortografica do teclado ingles, etc.)

Se alguem tivesse me ensinado isto na juventude, minha vida teria sido melhor. Portanto, se algum jovem com tendencia a perfeccionista ler e entender isto, estarei realizado.

Sempre quando me perguntaram como cumprimento normal, ” Como vai, tudo bem?”, eu sempre respondi: ” Nao, para mim esta tudo errado. Mas se para voces esta bem assim, que seja.”

Isto porque criei em minha mente imagens ou padroes de perfeicao para cada detalhe do mundo, e todos os detalhes estao fora destes padroes. Por exemplo, tenho uma imagem de um sistema social formado na minha mente onde todos os humanos seriam muito mais felizes do que em todos os sistemas sociais já produzidos pela humanidade. Então se alguém diz que para ele/ela esta’ tudo bem, penso comigo como essa pessoa pode ser tao insensível, tao desumana, se esquecendo que neste momento tem bilhões de humanos sendo torturados em suas existências absurdas, milhões de escravos chineses neste momento dentro das fabricas sem verem a luz do sol o dia todo… Ate a poucos anos atras sempre me viram e me definiram, ainda na escola, como “velho”, e muitas mulheres sussurraram “e’ muito serio, eu, hein…”. Quanto perdi da vida por isso!

A duras penas acabei descobrindo recentemente que a perfeição e’ proibida na Natureza e existe uma justificativa racional para isso.

Quando falam em capitalismo, democracia, comunismo, etc. – estas palavras que significam abstracoes que na realidade nunca existiram, pois no final todos estes sistemas são projecoes das regras dos animais na selvas – eu recordo minha imagem de perfeicao para um sistema social: ” Todos os problemas destes sistemas tem inicio na questao da divisao das terras. Deveria existir um estudo de quanto existente de terra agriculturavel, aguada, classificadas em nioveis A,B,C. Devia ser calculado qual o tamanho da terra de primeira categoria que um ser humano necessita para residir e  sobreviver trabalhando so’ com suas proprias maos. E um controle populacional de maneira que so poderia nascer um individuo se houvesse antes sua cota de terra garantida. terra nao poderia ser comercializada, doada, tomada. Em cada comunidade de terras deveria ter um pedaco calculado para os vizinhos fazerem sociedades e instalarem fabricas, servicos publicos, etc., tudo feito por eles. Apenas desta maneira o ser humano nasceria livre para escolher seu destino ( claro,dentro dos limites humanos), apenas assim ele poderia escolher se viveria apenas para si, se iria ser empregado de outro, etc..”

E ai’ me perguntaram: ” Ok, mas isso no mundo atual e’ impossivel. Entao o que voce sugere?”

Ao pensar nisto, mais uma vez a realidade bateu dura: ” De fato, a perfeição e’ impossivel. Comecamos tudo errado, avancamos demais errando, agora nao da’ mais para retornar e recomecar do certo. O que sugiro e’ que tenhamos esta imagem da perfeicao na mente e tentemos sempre intervir nas disputas sociais tentando aproximar o quadro atual do quadro perfeito, porem, adaptando-o ao presente imperfeito.”

Em outro exemplo, descobri a formula natural para se fazer um sistema natural perfeito, a formula da Matrix/DNA. Quem ve a formula e ve a descricao, percebe que nao existe defeito. Ela e’ uma maquina perfeita, eterna, e para a “mente do sistema”, o corpo do sistema ‘e exatamente como um paraiso do Eden. E’ o moto continuo, perpetuo.

Mas na verdade nao existe nenhum sistema natural configurado por esta formula. Por alguns anos pensei que existia – seria o building block das galaxias. pela primeira vez no Universo a materia teria alcancado seu sonho supremo – o de existir em perfeito equilibrio termodinamico, mantendo eternamente seu potencial inicial energetico portanto sem precisar se mover para nada, em estado orgamisco 24 horas por dia, ja que o sistema seria hermafrodita, curtindo a si mesmo eternamente. Neste estagio a formula mostrou as origens dos sete tipos de astros existentes, desde quasares a planetas a estrelas, etc. mas o sistema na verdade era a historia de um unico corpo se modificando e funcionando pela forsa do ciclo vital, todas as pescas do sistema era na verdade um so corpo, entao, o sistema apenas existe abstratamente, nao fisicamente. Neste estado a formula seria um sistema fechado em si mesmo, cortando relacoes com tudo o mais no mundo.

Bem, acontece que este sistema – ou melhor, este corpo girando como seu proprio sistema – caiu, devido a uma forsa universal medida pela entropia. E caiu na superficie de planetas como a Terra de onde se levantou como ” vida”, ou seja, sistemas biologicos. mas como sistemas vivos, a formula se abriu, por isso somos sistemas abertos em relacao com o mundo externo.

Entao o que importa nesta histopria e’ que mesmo no pico evolucionario da materia, nunca se atingiu o ponto da perfeicao.

Ao cair na Terra o sistema celeste se desmanchou caoticamente, criou esta bisofera em estado de caos, e deste caos vieram os humanos. Somos filhos, ou herdeiros, do caos. Claro, assim nunca poderiamos ter iniciado as civilizacoes da forma mais correta e perfeita possivel.

Mas quando percebemos que o ponto maximo da perfeicao torna-se um sitema fechado em si mesmo, e’ que tambem descobrimos que a proibicao natural `a perfeicao absoluta tem um proposito espetacularmente racional. Sistemas fechados encontram sua zona extrema de conforto maximo, se acomodam nela de maneira que interrompem sua propria evolucao. Por exemplo, se os macacos tivessem construido na Terra um sistema baseado nesta formula, o qual seria seu verdadeiro paraiso, a evolucao teria estagnado numa forma provisoria da evolucao, e sabemos disso hoje porque sabemos que o macaco tinha a oportunidade de se transcender tornando-se humano consciente. Se os macacos tivessem alcancado a perfeicao num modo de existencia, a humanidade jamais existiria.

Apenas aprendendo estas licoes ja muito tarde na vida, passei a relachar, a rir com os amigos quando riem dos defeitos e miseria dos outros, a levar o mundo com a barriga e estar preparado para qualquer tragedia possível no estado de caos.

Mas claro, sempre vou militar na direcao da busca de consertar estes erros absurdos que desta absurda condição de existência da maioria humana. O segredo esta em prever antes onde estara o ponto de perfeição, em que diraecao ele esta, para ir, ao mesmo tempo, buscando outra direcao onde haja visualizacoes de evolucao e transcendencia.

 

 

 

 

Origem da Vida: Desconhecimento das Condicoes Ambientais Iniciais da Terra x Sugestao Astronomica da Matrix DNA

domingo, junho 4th, 2017

xxxx

+Jorge Juarez – We have not reproduced life and proved abiogenesis because we do not know the exact conditions of early Earth. That is why we are unable to replicate it. That is the whole point; we are trying to find the conditions of early Earth. We have an idea, but its too long ago to know exactly. Thus, scientists are trying different methods and environments. We are slowly narrowing it down. The key is replicating the EXACT same conditions. Given that this was 4 BILLION YEARS AGO, I think a lot of credit is due to the fact we ALREADY have RNA forming in labs. This I think is your misunderstanding. We DO know how life formed. We DO know the process. What we don’t know is the environment.

Origem da Vida: Video e Debate com Matrix/DNA

sábado, junho 3rd, 2017

xxxx

Neste video ha um debate em que participo com muitos posts. Aqui farei o script dos posts e tentarei trazer os posts para ca…

https://www.youtube.com/watch?v=xyhZcEY5PCQ&lc=z12rtxmiipbfz1ake22vcfh4lymvcpskj.1496220005938083

 Post by Matt C – 6/3/2017
Louis Charles Morelli  – but there is no way to tell if there was an original propagation of light carrying genetic information, so the chances of you having discovered it I’d say are pretty slim. there are no astronomical bodies with the same configuration as a nucleotide. carbon atoms have not got the same configuration as any astronomical bodies, apart from solar systems in the fact that they both have a central round thing being orbited by several smaller presumably round things. I’ve looked on your website and it simply shows that you came up with your theory first and then looked for evidence for it which resulted in you making random slight parallels into evidence to fit your theory. your theory holds no logic, no credibility and no evidence.
xxxx
1) there is no way to tell if there was an original propagation of light carrying genetic information
Matt C – I will answer with several posts, ok?
1) there are no astronomical bodies with the same configuration as a nucleotide
Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 6/3/2017
Matt C – I will answer with several posts, ok?
1) there are no astronomical bodies with the same configuration as a nucleotide
Of course, not. I did not said that. Before explaining this in other words, Matt C, I need remember something. Sorry but our modern academic Sciences has a big hole in its method that is responsible for Science weakness today, as in the issue of diseases, etc. The big hole is about “natural systems”. For example, the Genoma Project was believing in ” one disease, one gene”. Venter discovered that it is not, each disease is due a network of spread genes in the DNA. But,… the DNA is a messy of millions systems, each one composed by a number of genes, so, the right is: “each disease, each genetic-system”. It happens that no Science field knows what is a real natural working system. If they knew it, they would be able to identificate and separating each genetic system, then, identifying the system producing each disease.
But, knowing what is a natural system is very easy, because Nature knows only one kind of system, which has been applied since the Big Bang for organizing matter/energy in a workable way, in architectures. This universal system is a formula, which we can translate it as a the must simplest diagram of software ( its appearance is simplest but its network hided all complexity we know in Nature. When you understand the whole thing, you learn to identifying what is hidden)).
It is like saying: ” All species of living things has in common, a biological formula, called DNA “. Then, you can say: ” All natural systems, be it electric-magnetic (atoms, etc.), mechanic (astronomic systems), biological ( living beings),… has in common, a universal DNA, a formula, called ( this is my chosen name, you can chose other), Matrix/DNA. What we know by a building block of DNA is merely the biological shape of a universal formula that is driving universal evolution since the Big Bang.) This formula makes the internal structure, the energetic circuit, the flow of informations, the systemic configuration, the parts and the nucleus of all known natural system.
Why the whole staff of academic and private Science did not get it ? Science began in the right way for humans, with the reductionist method, which is opposite, or complementary, to the systemic method. Our scientific instruments could grasp ( seeing the whole body) corpuscular structures, but not the network of connections among structures. There were some intuitions towards systems, like Margullis and its symbiotic theory, or Fritjof Capra, with “The Tao of Physics”. Then came Bertallanfy trying to do what Francis Bacon did with the reductionist method: a big initial theory of systems, a collection of everything that had some systemic appearance. But not knowing what is a system, how it is composed, how it works, where to grasp a synapse of connection between two parts, his big job stopped by century. Then, some Mathematicians and Physics, as Wiener, Rosemberg, etc, take the approach but thinking about systems as computational cybernetics. It is not this way that natural system works and is revealed. And nobody went back to Bertallanfy for resuscitating the systemic approach, the scientific knowledge is zero today. They are confusing systems with merely slices of processes inside a whole system.
I can’t say more in this post, but I have 30 years seeing the world, each natural phenomena, from this systemic perspective, always identifying the formula at each phenomena and getting a specific interpretation that fits very well in the big picture – from the Big Bang to consciousness. If you are interested in natural systems, you can tell here, we will continue in other posts.
So, you are right: there is no astronomical body with same configuration of nucleotide. I am saying that the system to which any astronomical body belongs has the configuration ( the same natural formula, or Matrix/DNA ) that has not a nucleotide, but a lateral base-pair of nucleotides with two sugars and four nitrogenous bases, which composition is a complete working system. But you need see over the table the model of an astronomical system, at the side of the Matrix/DNA formula, at the side of a nucleotide system, for understand it. Cheers…
( continuar respondendo os topicos abaixo)
3) carbon atoms have not got the same configuration as any astronomical bodies
4)you came up with your theory first and then looked for evidence for it which resulted in you making random slight parallels into evidence to fit your theory
5) your theory holds no logic, no credibility and no evidence.
xxxx

cq33xxcq33xx2 days ago

so how life started?

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 6/3/2017

Ok, you are in a good track. You are not convinced by people that think inside the box. They think that knows how life started and you know that they doesn’t know. Maybe you find the answer thinking outside the box. i did it and I find an answer that makes sense. Let’s go trying it? Your own life started with a Big Bang, when the membrane’s spermatozoon exploded inside an ovule. if you put over the table the shapes of the Universe from the Big Bang till galaxies ( where cosmological evolution became biological evolution at Earth), and at the side, you put the shapes of your body from that big bang to morulae, blastulae, you will see the same shapes. So, if your own life started and evolved same way of the Universe, it means that life did not started at Earth, but at the first moment of the Universe. There was no origins of life here. Lol… never nobody said that, this is thinking outside the box, really
xxxxx
Texto-resposta para Jay C ( postou a uma semana atras), que nao foi publicado pelo site fora do ar:
Jay C – My two cents here. Hm Grraarrpffrzz explained Materialistic Evolution (ME) in a brilliant way and his counter-arguments about the Christian God showed that this belief does not make sense, but still you can save something of God. Pay attention that ME’s hypothesis only postergate the problem of DNA information to another question: where the RNA information came from? And that DNA replication explains DNA formation does not explain the formation of the first DNA or RNA, or any biological molecule. Where were at the physical world before life’s origins something that was replicating itself? Nobody answered this question. But your assertion that information from chemicals to life was a kind of message or code and message only comes from intelligence is not true. There is no genetic code, no message in the DNA. For explaining it let’s apply another question: There are 8 billion humans. Each human has something different from all others, so, we can say that each human is a unique and specific information. Something he/she will do different from all others. Could we say that Humanity ( the sum of 8 billion humans) is a code, or a message? No. DNA is a pile of millions of different individuals, the fundamental unit of information: a lateral base-pair of nucleotides. It happens that each lateral base-pair of nucleotideos is a system in itself. It is just the universal formula of natural systems, where the two sugars at the strands are F1 and F4, and the four bases are F2,F3,F6 and F7. A fifth base, uracil , is responsible for these systems reproductions into new systems. All these millions of systems are derivation from a universal template, like all humans are derivations of a human species shape. Since this formula is the template of the – not only Earth environment, but the whole inter-galactic environment – and biological organization of matter is merely a process of reproduction of the whole galactic system, the environment produces new copies of DNA’s units for to develop this process. So, there is no genetic code, there is no message, there is no origins of life and there is no abiogenesis. There is a universal reproduction of a unique system coming from the Big Bang, being transformed into new shapes (atoms>galaxies>RNA/DNA’s building blocks>cells>monkeys>…). Ok, at monkeys, materialistic evolution opens the door to a ex-machine being and here maybe a kind of God is possible. I will explain: Each human baby’s brain expresses consciousness at 6 or 8 month of embryognesis. But, you know, it is not the baby’s brain creating consciousness first time in the Universe, it already was existing at human species, outside the little universe of the embryo. It happens that we are seeing this ” consciousness” existing as potentiality and under evolution since the Big bang as the identity of any ancestor system. Consciousness was sleeping at atoms, dreaming at galaxies, beginning to wake up at cells and now it is a fetus or embryo inside humans heads, an embryo that still has no opened its own eyes for to see its own body. If human babies takes 6 or 8 months for expressing consciousness from its parents, and humans are the shape of the universal system here and now, it means that the ex-machine system takes astronomical 13,8 billion years. What is the problem? It is relativistic to size, time, etc. So, this universe is merely an agglomerate of galaxies like the placenta is an agglomerate of cells and inside this universal placenta is occurring a natural process of genetic reproduction of the unknown ex-machine conscious natural system existing beyond the universe. So, something from God is safe… yet. But, please, not the absurd Bible’s God, a pregnant mother and the father does not make interference at the work of the genes building their baby. Be happy that you ( as part of all conscious beings working just now at millions of galaxies ) will be one baby that will born at the end of this universal placenta, at the day of the Big Birth. ( but, ok, I only suggested to you a new theory based on Naturalistic Ex-Machine Evolution. Cheers…

Na busca por Deus

sexta-feira, maio 19th, 2017

xxxx

Como um embrião que ainda se encontra no ambiente intrauterino começa a pensar, se não sabe nenhuma linguagem, nenhum idioma? Pois pensar e’ falar com o cérebro, só conhecemos pensamentos que se compõem de palavras. Tente pensar evitando palavras… eu tentei e não consegui. Tambem tem as imagens. Pensar depende de imagens que estão na memoria porque foram vistas antes. E um embrião nunca abriu seus olhos, nunca viu nenhuma imagem.

Então, como devem ser os primeiros momentos, dias, nas origens dos pensamentos em um novo cérebro?

Aos 6 ou 8 meses da embriogênese a auto-consciência começa a existir. Usamos esta palavra, este nome “auto-consciência” para um fenômeno que não vemos e quase nada sabemos, assim como usamos o nome ” força gravitacional”, ou “energia”, para coisas que não temos a menor ideia do que sejam na realidade. Mas nos sabemos que ela existe porque a sentimos e vemo-la movendo a matéria, ao menos a matéria do nosso corpo, então vemos os efeitos nas redondezas da auto-consciência, mas a fonte destes efeitos, não temos a menor ideia do que seja.

Mas nos podemos apostar que sabemos qual a causa da existência da nossa auto-consciência, individual, como e porque foi suas origens, apesar de que nada sabermos da causa e das origens da auto-consciência coletiva. A nossa auto-consciência individual não tem como causa a invenção dela pelo nosso cérebro individual, e sim porque ela já existia no mundo e foi inserida no genoma do embrião pelos genitores. Ela ficou escondida, hibernando, como potencial latente, durante 6 ou 8 meses e apenas despertou, apenas começou a engatinhar, quando o cérebro sendo formado alcançou um certo nível de complexidade.

Se sabemos que nosso cérebro individual não “criou” nossa auto-consciência, sera’ um desvio da Razão a crença daqueles renomados cientistas na vanguarda hoje da pesquisa neurobiológica de que o cérebro coletivo “criou” a auto-consciência. O que temos de fato conhecido aqui e agora é que nenhum dos cérebros existentes criou auto-consciência. Perante o fato que temos aqui e agora, consciência é transmitida e não criada. Então crer que cérebros antepassados e mais primitivos criaram consciência, é deixar a realidade conhecida da Natureza e dar ares `a imaginação.

Mesmo assim os materialistas vão insistir sempre repetindo uma palavra: evolução. mas vão proceder assim porque foram condicionados a pensar redutivamente, pelo meto reducionista. São incapazes de abrir a mente para o amplo horizonte. Evolução não começou na Terra e nem com sistemas biológicos, ditos “vivos”. Evolução começou com o Big Bang. E quando inserimos o fato também conhecido da evolução cosmológica no conceito geral de evolução, visualizamos rapidamente que ela deve ter sido transmitida.

Esta bem. Eu sei da atual teoria evolucionista de que não são indivíduos que fazem a evolução e transformação de uma especie em outra mas sim um grupo deles, a população. Então estes cientistas me responderiam (penso eu), que uma população de cérebros – o coletivo – pode criar auto-consciência, como uma nova novidade evolucionaria. Mas ainda assim me sinto inconfortável com essa possibilidade, pois não vejo como a matéria poderia dar este universal salto de ser uma mistura de rocha+água+gazes, antes, e hoje e essa simples mistura ter-se transformado em algo que tem consciência da própria existência. Vem a meu favor o fato de que ninguém provou que auto-consciência e’ composta de algum ou todos os estados da matéria conhecidos – solida, liquida, gasosa – ou ainda de um novo estado teórico – plasma. Eu posso entender que peixes acabem transformando barbatanas em asas e virando pássaros, pois o esforço de sobrevivência e adaptação poderia fazer isso. Mas não vejo nenhum motivo do porque o cérebro de macacos se esforçaram para inventar a auto-consciência. Por outro lado, sei que formas anteriores do cérebro humano de um baby eu de uma população de “beibies” não criaram a auto-consciência, apesar dela já estar previamente desenhada dentro deles, ela já existia em algum lugar fora deles. Então por isso vou apostar por enquanto que a auto-consciência não existia no sistema nervoso das bactérias e nem no cérebro do macaco – as formas anteriores do cérebro humano – mas já existia em algum lugar fora deles e estava escondida, existindo como potencial latente, dentro da genética das bactérias e dos macacos. Ela só não aflorou `a superfície porque o cérebro deles não tinha os equipamentos necessários para isso acontecer.

Então essa “teoria” inédita sobre auto-consciência, me poe a campo em busca dela. Ela deve estar permeando toda a matéria do Universo, como oceano em volta de uma ilha, `as vezes com suas águas invadindo a ilha. A teoria diz que ela existia antes do universo e existe ao menos alem dele. Se eu a encontrar, terei encontrado o que os religiosos procuram sob o nome de Deus, apesar que não posso usar este nome porque penso que vou encontrar um ser natural, apesar de supernatural pela sua grandeza.

Mas para chegar ao Supremo, tenho antes que ir resolvendo estas questões que apenas surgem na minha cabeça porque esta teoria me faz pensar diferente. Questões como a que surgiu aqui agora: como os embriões começam a pensar, se não tem linguagem nem imagens?! E também devido apenas eu fazer estes tipos de perguntas, apenas eu penso em fazer certas experiencias cientificas. Como a tentar inserir um celular na bolsa onde esta’ um embrião para ver se ele atende o telefone e me conta esse segredo…

E se Deus ler isto aqui, nessa hora Ele poe as mãos na cabeça e exclama: ” E eu vou deixar um louco destes me encontrar? Nunca!”

Integrated Information Theory (IIT): Moderna Teoria Sobre Auto-Consciencia

sexta-feira, maio 12th, 2017

xxxx

A Ciencia Moderna tem duas eleitas teorias sobre a consciência. Uma chama-se Espaco de Trabalho Global, desenvolvida pelo neurocientista Bernard Baars, do Instituto de Neurociências de La Jolla, Califórnia (EUA), sobre a qual escrevo outro artigo. A qui vamos tratar da outra teoria, a Teoria da Informação Integrada.

Phi, the symbol for integrated information.

Primeiro conhecimento da Teoria obtida no debate com vídeo  e participação do autor da teoria, Giulio Tononi, em:

Consciousness: Explored and Explained

http://www.worldsciencefestival.com/videos/consciousness-explored-and-explained/#volume

 

Consciousness: Explored and Explained

My 2 comments posted at the video/YouTube:

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 5/17/2017

Sir Giulio Tononi will advance his research if he learns about the universal formula discovered by matrix/DNA Theory for all natural systems, from atoms to galaxies to brains and probable, consciousness ( it must be a system also, and it must have a configuration that is the projection of the brain’s system). It is very hard dealing with systems without knowing what really is a system, why they exists and why they works the way they does. Nature has applied a formula for doing them and the formula explains everything. Integrated information, reducible mechanisms, everything are there, in the formula. How each part of a system is built by the same life’s cycle process, which are the specific universal function of each part, their locations and shapes, etc. For example, the identity of systems becomes very clear looking to the formula. But, just identity of systems is a good evidence that consciousness is an entity under evolution from systems to systems since the beginnings of time, before life’s origins.
Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 5/17/2017
Matter is able to become conscious of itself, alone? Every scientific work done about consciousness is like Integrated Information Theory. See the paper: it is hard work collecting natural phenomena related to what we think consciousness does, surrounding the phenomenon, but, as black holes, never reaching or touching or seeing it. No problem, this is the normal procedures in Science, it is the secret by which we had known invisible things. But, there is a belief driving the scientific investigation. That brains produces consciousness. Which means: matter can become conscious of itself. My question is: ” What if the belief is wrong? How much time, money, effort, we will loose? Which evidence or other natural parameter without the human brain we have for believing in this way? What if the knowledge of consciousness is only possible by a different scientific approach? At Matrix/DNA Theory, our theoretical models are suggesting that consciousness has nothing to do with the event of the Big Bang, but it was there, beyond and before the event. Like a human brain gets consciousness at 6 or 8 months at embryonary state but is no the brain creating consciousness first time in the world, it was existing before and beyond the little embryogenetic universe of the embryo, it was existing at potential state inside the genetics of the embryo, waiting the brain reaching the right level of complexity. So, it is we an our universe. Consciousness can flourish at any place where a natural system reaches such complexity, but, consciousness never will be explained while we are inside this universe. Which means that we must continuing these scientific efforts trying to know the effects of consciousness, not its explanation, origins, formation.

Wikipedia:

https://en.wikipedia.org/wiki/Integrated_information_theory#Central_Identity

Integrated information theory (IIT) attempts to explain what consciousness is and why it might be associated with certain physical systems. Given any such system, the theory predicts whether that system is conscious, to what degree it is conscious, and what particular experience it is having (see Central Identity). According to IIT, a system’s consciousness is determined by its causal properties and is therefore an intrinsic, fundamental property of any physical system.[1]

IIT was proposed by neuroscientist Giulio Tononi in 2004, and has been continuously developed over the past decade. The latest version of the theory, labeled IIT 3.0, was published in 2014 ( cont.)

  • ver lista de referencias de papers relacionados na Wikipedia

xxxx

Primeiro Paper do autor da teoria, Giulio Tononi, publicado em 2014, na PubMed, livre para leitura:

From the phenomenology to the mechanisms of consciousness: Integrated Information Theory 3.0. 

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24811198?dopt=Abstract&holding=npg

( Observar Funding Statement: This work was supported by a Paul G. Allen Family Foundation grant, by the McDonnell Foundation, and by the Templeton World Charities Foundation (Grant #TWCF 0067/AB41). )

xxxx

Artigo na Nature ( somente abstrato livre):

Integrated information theory: from consciousness to its physical substrate

http://www.nature.com/nrn/journal/v17/n7/full/nrn.2016.44.html

Ver lista de referencias na Nature sobre papers publicados e relacionados a IIT

xxxx

Copia de uma analise em português desta teoria:

http://hypescience.com/cientistas-se-aproximam-da-teoria-da-consciencia/

Informação Integrada

O neurocientista Giulio Tononi, da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA), desenvolveu uma das teorias mais promissoras para a consciência, conhecida como teoria da informação integrada, na qual Koch também trabalhou, em parceria com Tononi.

Entender como o cérebro produz o material de experiências subjetivas, tais como a cor verde ou o som das ondas do mar, é o que o filósofo australiano David Chalmers chama de “problema difícil” da consciência. Tradicionalmente, os cientistas têm tentado resolver este problema com uma abordagem que vai de baixo para cima, um tipo de processamento de informação baseado em dados vindos do meio ao qual o sistema pertence para formar uma percepção. “Você pega um pedaço do cérebro e tentar espremer o suco de consciência [dali]”, explica o diretor científico do Instituto Allen. “Mas isso é quase impossível”.

Em contraste, a teoria de informação integrada começa com a própria consciência e tenta trabalhar de marcha ré para entender os processos físicos que dão origem a este fenômeno. A ideia básica é que a experiência consciente representa a integração de uma grande variedade de informações e que esta experiência é irredutível. Isto significa que quando você abrir os olhos (supondo que você tenha uma visão normal), você não pode simplesmente optar por ver tudo em preto e branco, ou ver apenas o lado esquerdo de seu campo de visão.

Em vez disso, seu cérebro tece perfeitamente em conjunto uma rede complexa de informações dos sistemas sensoriais e processos cognitivos. Vários estudos têm mostrado que é possível medir o grau de integração utilizando técnicas de estimulação cerebral e de gravação.

A teoria da informação integrada atribui um valor numérico, “phi”, ao grau de irredutibilidade. Se o phi é zero, o sistema é redutível a suas partes individuais, mas se o phi é alto, o sistema é mais do que apenas a soma de suas partes. Este sistema explica como a consciência pode existir em diferentes graus nos seres humanos e em outros animais. A teoria incorpora alguns elementos do pampsiquismo, a filosofia de que a mente não está presente apenas em humanos, mas em todas as coisas.

Um corolário interessante da teoria da informação integrada é que nenhuma simulação de computador, não importa o quão fielmente replica uma mente humana, jamais poderia tornar-se consciente. Koch colocar desta forma: “Você pode simular o tempo em um computador, mas ele nunca vai ficar ‘molhado’”.