Archive for the ‘Sem Categoria’ Category

Medical imagens e videos

sábado, agosto 4th, 2018

xxxx

OsiriX, The world famous medical images viewer

para ver images, etc, tem que fazer uma subscrição “premium membership” de 9,00 dollars mensais

www.osirix-viewer.com/support/help-center/

 

devices-osirix

 

 

 

Computação Natural? Uma nova disciplina escolar?

sexta-feira, julho 27th, 2018

xxx

Iniciar pesquisa sobre este nome vendo os links aqui:

http://homepages.dcc.ufmg.br/~glpappa/compnatural.html

Disciplina de Computação Natural

xxxx

E-mail enviado na tentativa de contacto: 27/07/18

Prezada professora,

Todos os sistemas naturais – de átomos a galaxias a organismos – são formados por uma mesma e unica formula natural, assim como todos os seres vivos são formados pela formula natural denominada DNA. Acontece que o DNA biológico nada mais e’ que um produto evolucionário de uma formula que vem desde a evolução cosmológica, temos os cálculos sobre as origens e evolução desta formula, a qual chamo de Matrix/DNA. Tenho representado a formula na forma de um simples diagrama de software e por coincidência, pois quando a obtive não percebi a correlação com algoritmos por ser leigo em computação. A formula esta em meu website – http://theuniversalmatrix.com

A formula parece muito simples e algo infantil a quem não entende e não consegue de imediato vê-la funcionando e revelando em suas entrelinhas uma incrível complexidade natural.

Estou consultando-a aqui para ver se existe alguma possibilidade de fazeres uma analise da formula/algoritmo, dar uma opinião que seja, e se for o caso, envie-me um orçamento dos custos. Tambem existe a possibilidade de unirmos duas perspectivas vindas de direções tao diferentes e convergindo para o assunto “computação natural”, e dai desenvolver-mos algum trabalho em conjunto. Observe que tenho no site, setor “Artigos”, quase 3.000 artigos reunindo descobertas,previsões já acertadas, evidencias, etc., neste esfôrço de desenvolver esta nova ciência. No aguardo…. Louis C. Morelli

theuniversalmatrix.com
Website about The Universal Matrix of the Systems and Natural Cycles. Website sobre A Matriz Universal dos Sistemas e Ciclos Naturais

A motivacao racionalista contra a Matrix/DNA: respeite os valores subjetivos antes de apresentar fatos e evidencias

domingo, julho 8th, 2018

xxxx

https://universoracionalista.org/ciencia-de-porque-nos-nao-acreditamos-na-ciencia/?utm_medium=botao&utm_source=ur&utm_campaign=onesignal

A ciência de por que nós não acreditamos na ciência

Auto-analise para a desclasse social: Para não caírem nestas armadilhas

sexta-feira, junho 22nd, 2018

xxxx

” I think:  When you lose a lot, you either have no self-esteem and feel like you have no place in the world or you grow to have a massive ego and think that the world owes you something…”

Psicologia e pesquisa: Como, numa palestra dirigida a esta desclasse sugerir que todos os humanos tem um seu lugar neste mundo e ao mesmo tempo sugerir que os seus creditos pelos seus feitos – que foram maiores que seu consumo e maiores que os limiteis mentais da sua classe – nao se torne um massivo ego?

A Falacia da “Sociedade Livre” iniciada por Roger Williams

quinta-feira, maio 31st, 2018

xxxx

Fazer uma pesquisa sobre Roger Williams citado como pioneiro da ” American soul” e se nao me engano, do liberalismo.

Esta frase lembra – a quem ha’ muito tempo nao rele a Historia Antiga, qual era a crenca geral dentro das monarquias, e para minha tese em particular, e’ evidencia de que os instintos para predador e presa herdado pelos humanos na genetica dos animais irracionais, foi quem criou a cultura comum a todos os tipos de sistemas sociais, antigos e vigentes hoje. Obviamente o instinto predador nomeando os dominantes criou este falso elo entre reis e Deus, e o instinto para presa, vindo com o medo e respeito pelo poder invencivel do leao, tornou os suditos dos reis submissos a esta crenca:

“Williams would later take this foundation and build on it. He didn’t believe that the power of Kings truly came from God. Rather, political power derives from the people.”

Esta frase esta no link:

https://www.zerohedge.com/news/2018-05-31/how-roger-williams-started-free-society

How Roger Williams Started a Free Society )

Mas a frase seguinte ja mostra alguns defeitos no intelecto de Willians – segundo minha cosmovisao:

The point of government, to Williams, was to organize society for the best interests of individuals so they could pursue their own path, especially when it came to religion.

Os governos nao foram instituidos pelos individuos ( no sentido da populacao geral), mas sim por uma minoria de individuos dominantes, para manter e proteger seus territorios e controlar os seus capatazes-classe media, e a plebe. E a primeira mencao como efeito do governo apontada como sendo religiao esta’ errada, pois a primeira prioridade na analise social e’ a economia. Na dita “democracia” de hoje, os governos permitem a liberdade de religiao porque todas estao sob controle, nenhuma religiao tem sido a causa de revolucoes das presas, e alem disso, as religioes tem por dogma a crenca na obrigatoriedade de submissao `as ditas “autoridades”, que e’ a moda moderna derivada da antiga pregacao de que o poder dos reis sao delegados por Deus.

 

The point of government, to Williams, was to organize society for the best interests of individuals so they could pursue their own path, especially when it came to religion.

A Zona do Desconforto

quinta-feira, maio 24th, 2018

xxxxx

Estupidez mental por conveniência causada pela herança animal do instinto predador faz com que pessoas ricas e “direitistas” acreditem que “ser pobre e’ uma opção”, porque pobre se apega a uma “zona de conforto”. Dai a crença de que a missão do rico “direitista” e’ fazer algum esforço no sentido de aplicar seu capital para gerar emprego, que e’ o que pobre quer para se estabilizar na sua zona de conforto. Nada mais imbecil, porem, isto serve como inconsciente auto-justificação para continuar a ser o vampiro sugador da energia e posses das presas.

Um minimo de esforço para se auto-analisar em suas crenças, faria estas pessoas logo perceberem que:

  • ” Espera ai’… se sabemos que tudo neste mundo vem `as duplas, se existe o positivo tem que existir o negativo, então se existe a “zona de conforto” tem que existir a “zona de desconforto”. Isto implica que dentre os pobres esta tendo ao menos alguns que estão nesta zona de desconforto. Considerando os três efeitos desta lei natural da dualidade oposta, pode acontecer, ou 1) o equilíbrio total entre os dois opostos, onde exatamente dividida a população em duas partes uma estaria na zona de conforto e a outra metade na zona de desconforto; ou, 2) O polo da zona de conforto estaria dominante, significando que todos os pobres ou ao menos a maioria estaria na sua zona de conforto; ou, 3) O polo da zona de desconforto estaria dominante e todos os pobres ou ao menos a maioria estaria na zona de desconforto. Ora, se existe pobre na zona de desconforto, então pobreza não e’ uma opção para eles, devem estarem sendo torturados e dispostos inclusive a uma revolução ou ao ataque as minhas posses.

Bastaria este minimo lampejo da moral em uma consciencia cosmica para o individuo desinfetar de seus neuronios esta falacia pre-fabricada pela educacao cultural vinda dos pais e do curriculum escolar dos ricos, e nunca mais repetir esta asneira de que ‘ser pobre e’ uma opcao”, pois tem que existir o “pobre sem opcao”, e tem que procurar saber se este nao e’ o caso da mioria em tal momento historico. “Bastaria”, se a evolucao ja’ tiver distanciado bastante o humano do seu passado animalizado, porque os caninos abs

( a continuar)

Universos Paralelos existem! E sao como outros orgaos dentro de um corpo – o Multiverso – nos vivemos no figado do Multiverso, outros seres vivem no estomago… Entenda como e o que sao

sábado, maio 19th, 2018

xxxx

Voce sabe que o corpo humano e’ o universo, o sistema ecologico para milhares de especies de criaturas chamadas de bacterias? Mas nos nao temos como pensar, sequer imaginar, como sao e como vivem estas criaturas que sao nossas, nos nao sentimos nem mesmo se elas estiverem em guerra e estivessem explodindo seus canhoes dentro de nos. Talvez elas imaginassem que existe um Deus, que rezassem pedindo, implorando, que esse Deus lhes mandasse o tungstenio que nao vem a meses e o clima esta ficando insuportavel, estao a beira da morte, so por falta desta “vitamina”.

Mas voce, o Deus delas, nao tem o menor conhecimento de seus apelos e assim nao procuras os alimentos com tungstenio, mas se por acaso comesses um abacate com tungstenio, elas consideraria um milagre atendendo suas preces e faraim dancas em rituais como fazem os indios. pois voce teria salvado suas, vidas.

Nossa grande porem embrionaria consciencia e’ a consciencia cosmica daquelas criaturas que talvez tenham algum lampejo de particulas de consciencia. Mas nos nao nos falamos, nao nos comunicamos, e minha recusa em comer bananas pode ter destruido civilizacoes delas, justo aquelas que montaram uma rede de extracao de energia nas nossas milhoes de micro-usinas hidreletricas chamadas mitocondrias e que levam energia por exemplo, para mover os musculos da bexiga, e assim estamos com problemas ou deficiencias urinarias. A consciencia humana nao e’ a consciencia cosmica, e’ apenas o estado fetal o embrionario dela, nos somos quase cegos e tao insensiveis como um bebe recem-nascidos. O mundo total ‘e iluminado e revelado e vibratoriamente sentido por sete diferentes faixas da luz universal, e nossos rudes e limitados sensores dentro dos nossos minusculos cerebros so pode ver e sentir uma das sete dimensoes da materia, aquela iluminada e sentida atracves de apenas uma faixa, a que chamamos de luz visivel, que se divide em sete cores, etc. Nos somos as bacterias sem nocao do que e’ o universo-corpo humano em que elas existem. nao temos como imaginar o que ‘e o multiverso, cujas forssas e elementos naturais influenciam tanto no nosso universo como as funcoes do estomago influenciam e suportam a existencia do figado, e vice-versa.

Mas como estas criaturas devem ver seu mundo, seu universo, que para algumas, que vivem dentro do figado, e’ tudo e so’ o que existe do mundo? Ja imaginou se mostrassemos a elas uma foto de uma paisagem de arvores do nosso mundo, o que ia acontecer dentro de suas cabecas? Obviamente nao ia acontecer nada, sua inteligencia nao teria a menor capacidade de captar e processar as informacoes na foto, jamais aceitaria que aquilo possa existir, reagiriam como nos reagimos quando vemos um destes quadros com pintura abstrata sem pe’ nem cabeca feito pela imaginacao de alguem viajando no mundo das drogas. O universo delas e’ o unico e [ossivel mundo existente, mas nos que estamos vendo de fora sabemos que aquilo nao e’ o mundo, e’ apenas um figado, o mundo que conhecemos tem trilhoes de coisas diferentes a mais que figados. E o nosso Universo? Nao pode ser um mero pancreas?

Como estas criaturas deveriam ver – se tivessem binoculos, telescopios – as regioes mais distantes que estao em volta do ponto que elas existem, dentro do figado? Como e’ a visao e o entendimento de um figado visto de dentro por uma particula? Talvez seja como vemos regioes distantes do nosso Universo quando vemos estas recentes fotos da NASA. As criaturas do figado estariam vendo partes do pancreas ou do estomago justamente na forma de nuvens de gases com pontinhos brilhantes, como fotos da NASA. jamais acreditariam que aquela nebulosa constitui um orgao que executa uma funcao no Universo. Vamos trazer para ca algumas destas imagens:

  1. A Nebulosa da Aguia, ha’ 7.000 anos luz da Terra:

12 imágenes de las nebulosas mas bonitas y famosas.

Se uma bacteria do nosso figado tivesse um telescopio e o apontasse na direcao do pancreas, veria algo semelhante a essa imagem? O que faz esta coisa existir neste nosso universo?! Sera uma pessa de uma grande maquina? Um orgao de um grande organismo? Uma organela de uma grande celula? Uma superparticula dentro de um grande atomo? Uma formacao ao acaso dentro de um mundo que nao e’ um sistema, se o nosso Universo for apenas uma massa constituida de sistemas denominados galaxias? Bem, quase com certeza, seria esta a opcao preferida da bacteria ao ver o pancreas, esta seria sua conclusao que se tornaria sua crenca incontestavel, como e’ a crenca da nossa comunidade academica hoje quando ve estas imagens. Mas sera mesmo isso? Mas entao, sera que existem coisas alem do nosso Universo, as quais nao temos sentidos, sensores para captar e entender? Formando outros mundos que nao temos sequer condicoes de imaginar?

Mutacao genetica nao apenas causadas por acasos: RNA de virus interage apenas com DNA-lixo

quinta-feira, maio 17th, 2018

xxxxx

Genome Invading RNA Networks

https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fmicb.2018.00581/full

https://www.frontiersin.org/research-topics/5459/genome-invading-rna-networks

Varias informacoes e detalhes interessantes para a teoria das origens da vida da Matrix/DNA. Uma delas e’ que mutacoes nao vem apenas dos ultimos ancestrais mas pode de vir de virus, o que significa que as varias diferentes copias da formula da Matrix que veio da astronomia e estao espalhadas na biosfera pode afetar ainda a evolucao dos seres vivos! E isto me traz a pessima impressao de que pode continuar a existencia da convergencia das forssas da evolucao ou estagnacao da biosfera com as forssas internas dos seres vivos num mesmo ponto para garantir a reproducao do ancestral astronomico no final. Pessima possibilidade.

”  We have long accepted that new biological information is mostly derived from random‚ error-based’ events. But abundant empirical evidence establishes the crucial role of non-random genetic content operators (non-coding regulatory DNA) acting through the expression of RNA with its complex biology to create complex regulatory control. Along with the parallel comeback of regulatory RNA in virology, RNA is now at center stage in how we think about complex organisms. …”

isto e’ um chute no saco dos materialistas que defendem ideologicamente que as mutacoes sao todas por erros de transcricao, ou seja, por acaso.

” Additionally of interest is that infectious non-coding RNAs insert preferentially in non-coding DNA areas, whereas coding DNA usually is not the target (Bushman, 2003; Mitchell et al., 2004; Bartel, 2009). In this perspective the non-coding DNA is the preferred habitat to settle down by infectious RNAs, e.g., y-chromosome in human genomes (Shapiro, 2002; Villarreal, 2009; Lambowitz and Zimmerly, 2011). This may indicate that the preferred change in evolutionary processes occurs in regulatory sections and not in the information storage coding for proteins, the main source for “mutations” in previous theoretical concepts of evolution (Villarreal and Witzany, 2013).

O RNA de virus nao sao codificadores e nao visam como objetivo a regiao dos genes ativos codifivcantes do DNA, e sim a regiao do antigo “DNA-lixo”. Isto lembra em tudo a teoria da Matrix/DNA quando ela sugere que o nao-codificante DNA registra a historia da Matrix antes das origens da vida, ate o Big Bang, e ao mesmo sugerindo que virus sao formados por informacoes astronomicas chegadas `a atmosfera terretre relacionadas `a funcao 5. Seria obvio que estas informacoes astronomicas apenas se alinham ao respective registro do passado astronomico no DNA. 

” Viruses supply antiviral defense tools to cellular organisms.

Han?! Virus fornece ferramentas de defesa contra virus? Como o immune system ainda e’ uma incognita para a Matrix/DNA porque nao identificamos este mecanismo na formula, esta e’ uma pertubadora e valiosa informacao…

(continuar lendo e pesquisando)

Mais fatos contrários a Teoria Astronômica Academica

terça-feira, maio 15th, 2018

xxxx

http://www.astronomy.com/news/2017/07/rogue-binary-planets

These free-range planets rove around in a pair

fig11

Formação da Casta Dominante de Angola: Estudo dos Instintos e Sistemas Sociais

domingo, maio 6th, 2018

xxxx

Isabel dos Santos: Segredos do Poder e do Dinheiro

http://multimedia.fnac.pt/multimedia/PT/pdf/9789897412257.pdf

Angola e Formacao da Classe Dominante

Angola apresenta um paradoxo terrível e chocante: uma das maiores concentrações de recursos em África tem sido associada, não ao desenvolvimento e a alguma prosperidade, mas a anos de conflito, declínio económico e miséria humana. Poucos países apresentam um contraste tão acentuado entre o potencial económico e a situação do seu povo. É notável o conjunto de recursos de Angola: petróleo, diamantes, muitos outros minerais, terra em abundância e um clima geralmente favorável, além de enormes recursos hidroelétricos . Angola e o seu sistema político, por mais calamitoso que seja, é um problema dos angolanos, faz parte do drama do seu povo e só a ele diz respeito, ninguém tem o direito de interferir

Matrix/DNA: A chave desta misera condicao esta numa frase do PDF:

” Todos em Angola sabem que os irmãos se desprezam uns aos outros.»16

Esta frase se refere ao que acontece entre os filhos do presidente, mas ela revela o que acontece a nivel do pais, entre todos os irmaos de todas as familias. E’ um assunto deveras importante a ser detalhadamente estudado este elo tao forte entre a psique humana no estado de tribos primitivas ou de classes pobres nos paises modernos, e os instintos herdados do animal. pelo que observo, animais nao tem nocao de irmandade e ate mesmo se competem violentamente, talvez devido ao fato de que nao sabem do elo genetico entre eles e nao existe educacao familiar. pelas informacoes que tenho, os africanos raptavam e vendiam os proprios irmaos aos marinheiros europeus com seus barcos ancorados nas praias africanas oferecendo quinquilharias para trocas. Mantidos ate’ hoje no mesmo habitat dos ancestrais animais, e sabendo-se que a Africa foi o berco da humanidade, parece que nao existe algum mecanismo que os possa levar a dar o salto evolutivo para acessibilidade e exercicio da consciencia. O mecanismo que operou no cerebro humano de outros povos – europeus, asiaticos – e os conduziu a alguma consciente nocao de irmandade foi sua saida daquele habitat em grupos de cacadores, sem possibilidade de retorno, enfrentando novos desafios regionais para sobrevivencia, como o frio, predadores, etc. Assim chegamos a preocupante conclusao de que para o estimulo evolutivo e desenvolvimento da consciencia no povo africano seria necessario retira-los do seu ambiente para uma experienia de vida em outras regioes. Ainda assim continua a incognita do porque a consciencia de irmandade ainda e’ tao fraca entre os pobres nos paises modernos e tao diferente ou menor do que e’ dentre as classes dominantes. Apenas a diferenca entre os instintos para predadores e para presas pode lancar alguma luz nessa questao, levando-nos a concluir que seu instinto para presa deve ser combatido. Por desconfortavel que seja saber da existencia dessa miseria ao lado do desperdicio da riqueza, nao seria com a interferencia de exercitos armados ou dinheiro que resolveria o problema ( como alias provou o fracasso dos exercitos de esquerda ou de direita estrangeiros), pois nao existe mecanismo capaz de exorcizar de uma populacao, pela forssa, estes instintos animalescos. Apenas a suave mensagem oral pode ao longo de muito tempo influenciar contra essa resistencia, como tem provado a lenta e quase inoperante mensagem de Jesus Cristo.

Assim como nem Jesus Cristo deveria ter interferido mais do que apenas trazer uma mensagem fraca e humilde e espalha-la ao vento como uma semente para ver se brota e floresce, assim deve entender todo intelectual idealista a respeito dos povos pobres e de suas castas dominantes, ao menos aqueles que continuam  a habitarem solos ricos em recursos naturaisSeres humanos sao corpos animais selvagens, irracionais, com um cerebro-computacional que tem timido acesso `a network universal do software da auto-consciencia extra-universal. Dotado de livre-arbitrio no nivel ordeiro do software abstrato, porem fixo e predeterminado no nivel de hardware biologico e caotico animal, depende da resistencia desse hardware, o grau do dominio do hardare sobre o software, e sua disposicao `a acessibilidade do software, a sua conquista da forma transcendental onde software domina e se liberta do hardware. O software consciencioso nao tem como impor-se numa maquina rudimentar, a nao ser que ele se veja inserido de alguma maneira nos corpos de alguns individuos que se predisporam a essa acessibilidade, e use a energia destes corpos para tentar amolecer a resistencia animal nos outros corpos. Mesmo assim, sua atividade sera resumida apenas a amolecer a resistencia, pois como seria um erro improdutivo dar um diploma a quem nao frequentou sequer a escola, e seria motivo de pertubacao e desordem na dimensao em que seria admitido para exercer seu profissionalismo, assim nao se pode exorcizar `a forssa o corpo animal dos seus instintos animalescos. A demolicao da resistencia levaria ao desejo intimo de se auto-exorcizar, o unico caminho possivel `a transcendencia.

O foco na adolescência, fundamental para erradicação da miséria e evolução de um povo

No discurso e crenças dos predadores existem enormes distorções intencionais da realidade, assim existe no discurso e crença de Isabel dos Santos. Ela se acha justificada moralmente em se ter tornado proprietaria individual dos bens da coletividade angolana, ao mesmo tempo que acredita estar realizando uma funcao benefica ao povo ao “abrir novas oportunidades de empregos para o povo”, ainda crendo que ” em Angola quem hoje estiver disposto a trabalhar duro tera sucesso financeiro”. Sao tres mentiras, falseadoras da realidade, inventadas na psique do predador para auto-justificar-se em consciencia a sua existencia como tal. Mas justo as tres realidades que se opoem a estas teres mentiras lanca luz sobre a continuidade da pobreza dos pobres e como esse ciclo da miseria teria e pode ser cortado quando os adolescentes atingem os 14 anos, ou antes disso. Depois nao tem mais jeito, salvo raras excessoes. vejamos isso mais detalhadamente:

Como Isabel dos Santos disse ao Financial Times, «há muitas pessoas com ligações familiares, mas que hoje não são ninguém. Quem for trabalhador e determinado vai ter sucesso, e isso é o principal. Não acredito em caminhos fáceis»10.

Ela deve estar se referindo ao que assisti no Brasil. Numa cidade pequena do interior surgiu algumas centenas de grandes proprietários de fazendas, e 40 anos depois, a maioria de seus filhos estavam na pobreza, e o pior, viciados em drogas, muitos sendo pivots de acidentes no transito que perderam a vida cedo ou ficaram paralíticos. Ora, varias foram as causas principais: 1) a existencia de enorme contingente de deserdados das terras vendendo seu trabalho como mão de obra barata semi-escravos. Assim os pais não precisaram por e ensinar os filhos a trabalharem; 2) os pais ocupados em exercer e desfrutar de sua riqueza inesperada não tinham tempo para educar os filhos nem se informarem do que faziam seus filhos na rua; 3) Os inesperados movimentos da Natureza criando intempéries ou tempestades que arruinaram as plantações: 4) A aparição dessa riqueza aos olhos dos abutres capitalistas nacionais e internacionais com suas técnicas sofisticadas de extorsão desconhecidas pelos ruralistas e seus filhos desinformados na administração de seu capital, das tendências científicas e tecnológicas a curto prazo; 5) A crenca ruralista de que o envio dos filhos a universidades para serem doutores será apenas questão de seu dinheiro e de certeza em que outros humanos irao criar empregos ou situações favoráveis de mercado para seus doutores. 6) A crenca dos filhos de que nasceram e existem privilegiados apenas para gozarem os privilégios da vida.

Entao a afirmacao de que ” se quiserem trabalhar arduamente terao sucesso” e’ muito discutivel. Primeiro que existe um tipo de experiencia de vida desde o berco que jamais vai desenvolver capacidade fisica e estimulo mental que deflagre o “desejo de trabalhar arduamente”. Vejo estes “filhos”, a quem Isabel se refere como ” com facilidades familiares que se tornaram nunguem porque nao quiseram trabalhar”, mais como vitimas, traidos pelo sistema familiar e social onde nasceram, do que culpados a serem punidos. Ao inves de impor um sistema social como ela esta impondo pelo seu poder politico e financeiro, mantendo estes “ze’ ninguem” em situacao de miseria ate sua morte, ela deveria buscar e apoiar um sistema que tentasse reeducar estas pessoas. Claro, ela teve sucesso unicamente devido a suas ligacoes familiares, porem teve educacao de uma mae russa com outra visao de mundo e de um pai com a genetica portuguesa predatoria de aventuras no ataque para expoliar terras e recursos dos mais fracos nativos, cujos valores recebidos desde a genetica e o berco dirigiram seu comportamento por toda a vida. Entao sua primeira declaracao ‘e mentirosa.

( a continuar daqui)            

Por estratégia pessoal ou porque acredita mesmo no que diz, Isabel dos Santos invoca, como exemplo inspirador, a avó, Jacinta José Paulino: «O 14 FILIPE S. FERNANDES meu referencial seria alguém como a minha avó, uma mulher africana que vendia no mercado. Ela acordava extremamente cedo de manhã, garantia que os seus filhos estavam alimentados e que iam para a escola e só depois ia para o mercado vender fruta e vegetais para garantir que havia dinheiro para pagar os custos da sua casa. Como ela temos milhares, milhões delas em todo o continente. São uma força fantástica. São elas que realmente intervêm na nossa economia.»

xxxx

«Isabel dos Santos é a mulher de negócios com mais sucesso em Angola (devido em larga medida ao apoio do pai)», reza um telegrama da embaixada dos Estados Unidos em 2009. Para Rafael Marques, «os grandes negócios de Isabel dos Santos são forjados de duas formas: participando de uma empresa estrangeira que precisa de licenças para abrir caminho em Angola ou por meio de uma concessionária, criada pelo decreto real de seu pai»12. Este jornalista e ativista dos direitos humanos em Angola diz ainda que «foram vários os decretos presidenciais que permitiram o enriquecimento ilícito de Isabel dos Santos» e «em Angola sabemos que Isabel dos Santos é uma testa de ferro do seu pai, José Eduardo dos Santos»

xxxx

Por outro lado, numa «economia rendeira» como a angolana não é fácil a «transformação da mentalidade de renda numa cultura de lucro, de salário (como contrapartida de trabalho produtivo e útil) e de produtividade». Além disso, «a repartição política da renda petrolífera é que determina a participação dos agentes no processo produtivo e não os valores de trabalho, de empreendedorismo e de inovação. O acesso a essa renda não é democrático e os critérios são essencialmente políticos»

xxxxx

de um capitalismo de compadrio (crony capitalism), como

xxxx

justa) do rendimento nacional? A resposta era pessimista: «Certamente desfavoráveis em termos presentes: pobreza e fome, democracia limitada (apesar das liberdades garantidas pela Constituição da República), elevado desemprego (na vizinhança de 25% a respetiva taxa), regime internacionalmente considerado autoritário, elevados níveis de corrupção e de falta de transparência, do que resultam diferenças significativas no acesso às oportunidades (de estudar, de direito à habitação condigna, de criar riqueza, de inovar, de empreender) e na escala social entre quem tudo tem (várias vivendas e apartamentos, várias viaturas, várias contas bancárias) e que

ificativas no acesso às oportunidades (de estudar, de direito à habitação condigna, de criar riqueza, de inovar, de empre

xxxx