Archive for the ‘câncer’ Category

Cancêr: Exemplo de Como Uma Visão de Mundo Está Dominando e Dirigindo as Ciências Negativamente

terça-feira, janeiro 6th, 2015

xxxx

Bad luck to be blamed for two-thirds of cancers in adults: Study

http://www.wallstreethedge.com/bad-luck-to-be-blamed-for-two-thirds-of-cancers-in-adults-study/21345/

Índios e africanos não desenvolveram uma medicina técnica porque acreditam que as doenças são causadas por maus fluidos de espíritos, portanto, longe da capacidade humana de intervir. A alquimia era uma forma de ciência totalmente desviada que impedia o advento da química e outras disciplinas porque a sua visão mundo assim a dirigia.

Mas e agora, com tantas informações, a mentalidade humana finalmente se corrigiu destas más influencias de visões gerais equivocadas?

A visão de mundo pela Matrix/DNA teoria ( que não é a Ultima Verdade, porem pode ser a mais acertada entre todas que surgiram até agora) está sugerindo que não, que a Humanidade está interpretando os fenômenos naturais, a realidade do mundo, um pouco mais acertada que as anteriores, porem ainda muito equivocada. Esta moderna e ocidental visão de mundo é baseada numa idéia niilista em que todos os  fenômenos naturais seriam produtos do livre fluir de forças naturais por si mesmas, sem qualquer entidade ou agencia acima delas. Como resultado as ciências modernas apenas veem nos fenômenos naturais um pequena faixa visível em que cabe este real aspecto da Natureza, mas um aspecto muito reduzido do quadro total. E como consequência, todas as pesquisas e instrumentos científicos de busca, visualização e medição são produzidos para captar apenas esta faixa e assim ocorre um processo de retroalimentação,no qual as descobertas e cada nova informação captada vai reforçar a visão de mundo equivocada.

Por esta visão de mundo, os fatores sorte e azar são determinantes. Nada existiria ou teria existido impedindo a força maior e soberana do fluxo bruto natural. E aqui temos agora mais um exemplo: o câncer teria como causa maior os fatores azar ou sorte. ora, com isso se reduz em muito a busca de outras alternativas como causas, porque a causa principal já teria sido descoberta. No máximo agora a Ciência vai ser dirigida a procurar meios de controlar o processo na multiplicação e diferenciação celular a nível dos genes no período da embriogêneses. pois seriam erros ao acaso ocorridos na formação dos corpos a causa principal do câncer. Se a causa principal não for esta, não será enquanto dominar esta visão de mundo que ela será buscada e descoberta. Assim, equivocadas visões de mundo não apenas desviam as ciências do caminho certo mas funcionam tambem como “ciência-stopper”.

A sugestão de que existe uma entidade por trás desta aparente casualidade é rejeitada com vigor pelos condicionados pela cultura atual porque imediatamente eles pensam que se esta sugerindo uma ideia mistica, pois só  podem entender “entidades  invisiveis” como sendo fantasmas inexistentes. Erro crasso! A identidade da qual fala a Matrix/DNA é totalmente natural e real. É a identidade de um sistema natural qualquer.

Todo sistema natural no seu nascimento é formado por partes interconectadas, cada parte sendo um pacote único de informações, especifico, diferente dos outros “pacotes”. Ao se conectarem  e iniciarem-se como sistema, criam conexões de interações entre si, as quais geram novas informações que não  existiam em nenhum dos pacotes. Tambem a substancia espacial do sistema gera ou absorve novas informações que não existiam nas partes. Com isso, o sistema passa a ser a soma de todas as informações de todas as partes mais as novas informações destas conexões criadas dentro do sistema. Este conjunto total que supera e transcende as partes volta-se sobre o sistema como controle e assim influencia, altera o comportamento de cada parte e até mesmo das existentes conexões. Um exemplo seria a relação entre o sistema corpo-humano e a mente. A mente é a nova entidade do sistema, a qual é invisível, parece abstrata, mas ela tem uma forca real, natural, tanto assim que ela consegue emitir uma ordem que nos faz mover um dedo ou até nos suicidar.

Então ali na embriogênese pode existir uma entidade de sistema com poder de atuar nas leituras, transcrições e  reproduções de genes, causando mutações, para melhor ou pior. Se é a entidade do sistema-mãe, pai, ou os dois juntos, ou se é a entidade do sistema-embrião, ou ainda se é a entidade do sistema pai+mãe+ambiente externo+ embrião, ou ainda, se é uma identidade hereditária passando de sistemas a sistemas… não sabemos. Mas enquanto continuar esta visão de mundo no domínio das Ciências nunca vamos ficar sabendo porque esta possibilidade nunca será pesquisada.

Em todos os seus aspectos, modelos, lógica naturalista, a Matrix?DNA tem vindo a alertar: “Câncer é um produto relacionado a sistemas, cuja causa deve ser buscada pela abordagem sobre sistemas, e não pelo método reducionista das ciências modernas.”

Mistica é antropologizar a Natureza. É acreditar que a natureza seria governada pela vontade humana a qual aprecia suas criações, como a forma de medição denominada “estatísticas”. Estatística é um fantasma que a Natureza não conhece e não obedece, é criação humana. Mas todas visões de mundo construídas até agora pela Humanidade se tornaram fanatizadas e por isso nenhuma civilização construída por estas visões pode evitar que a natureza as destruísse como uma espécie de cirurgia corretora. E mais uma vez lá vamos nós, repetindo o mesmo insano roteiro… Enquanto isso os canceres vão continuar livres e soltos torturando e matando seres humanos. Porque também não investir na diferente abordagem e experimentos que uma diferente visão de mundo e cultura está sugerindo? Quê? Mas nem pensar…

 

 

 

Câncer: Uma Mutação Espontânea, Sem Herança Genética. O que Produz Esta Mutação?!

terça-feira, setembro 9th, 2014

xxxx

É o que deduzo do artigo:

Study of Jewish Women Shows Link to Cancer Without Family History

http://www.nytimes.com/2014/09/05/health/05cancer.html?mabReward=RI%3A8&action=click&contentCollection=Business%20Day&region=Footer&module=Recommendation&src=recg&pgtype=article

Obs: O titulo passa uma idéia errada. O leitor que não é judeu já tira o corpo fora. Este fato deve acontecer com todo mundo, acontece que apenas os judeus são ricos para pagar o teste.

Esta informação vem corroborar as suspeitas no estado atual da nossa pesquisa: cancer e doenças milenares mortais são causadas pior algum desvio comportamental do sistema como um todo, não é uma mutação por acaso.

 

Cancer: Isto é Real, Uma Epidemia Matando mais que o Ebola, Portando tens que Saber Disto Aqui

segunda-feira, agosto 25th, 2014

Esta doença é milenar e nossa “ciência” nunca conseguiu a eficiente “vacina” para elimina-la de uma vez por todas, nem mesmo sabe apontar a causa da doença. O que está acontecendo? Existe alguma força natural mas invisivel ou imperceptível aos nossos sentidos atuando aqui, debaixo dos nossos narizes, e pior, dentro dos nossos corpos, uma fôrça inimiga terrorista pior que o Al Kaeda? Se nossa ciência não tem sido a arma ideal para nossa defesa, temos que urgentemente procurar outras alternativas, o fato é que temos de contra-atacar aqui e agora, rápido, pois esta tragédia está a cada dia aumentando.

Procurando me informar sobre isto, me deparo com as informações de que existem varias pessoas atuando nesta batalha, procurando alternativos métodos de cura, nos quais acreditam. Se por aqui está o caminho da esperança, devemos gastar algum do nosso precioso tempo verificando estes grupos alternativos, comparando-os, analizando suas propostas, conhecendo suas “evidencias” e afirmados resultados, para ver se escolhemos um ou alguns e damos nosso suporte aqui e agora, pois este mal pode nos pegar tambem, ou a algum dos nossos entes mais queridos. Então, para facilitar a vida dos meus leitores, abro este capitulo tentando trazer para cá todas estas correntes alternativas e ao mesmo tempo apresentando para testes, a alternativa sugestão que vem da minha própria especifica visão da natureza, a chamada “Matrix/DNA Theory”. Então… vamos lá, primeiro com a lista:

1) A alternativa da Matrix/DNA Theory:

A causa do câncer é relacionada ao fenômeno natural chamado “sistema”. Ou seja, não existe uma causa localizada num ponto do corpo nem vinda de um agente externo, mas sim é resultado do corpo humano como “sistema”, o qual é definido brevemente como: a soma das informações de cada parte – cada órgão e cada substancia do corpo – mais as informações criadas pelas conexões e interações entre estas partes, cria uma identidade sistêmica total, invisível e imperceptível aos nossos sentidos. Essa identidade de sistema, baseada no fluxo de informações total que corre nos circuitos internos do sistema, de alguma maneira está sendo desregulada, atormentada, estressada, por alguma ou algumas fôrças, internas ou externas, de maneira que o normal funcionando do sistema é mudado, gerando locais de dispersão e degeneração. As nossas ciências tradicionais não tem detectado a causa fundamental justamente porque ela tem se baseado no método reducionista e ignorado totalmente a busca de conhecimento dos sistemas naturais. A Matrix/DNA Theory é por enquanto a unica alternativa que tem apresentado um modelo teórico de sistema natural, e uma das poucas atividades humana que continua pesquisando a perspectiva dos fenômenos naturais sob a visão de sistemas.  Desde que a entidade do sistema-corpo-humano é a mente humana, a qual é estudada pela psicologia, suspeitamos que na psicologia do ser humano se oculta a causa fundamental do câncer. Esta pode ser a força invisível que desce ao nível atômico do corpo, ao nível molecular, biológico, químico, celular, produzindo a anomalia. Infelizmente não temos tido tempo e recursos para desenvolver uma pesquisa baseada neste diferente novo método.

A visão de sistemas tem sugerido uma nova técnica para atacar estas doenças tradicionais. Por exemplo, veja na home page deste website a figura da causa do mal colesterol. O Alzheimer é visto como tendo suas placas formadas em volta de neurônios, desconectando-os dos outros, pelo simples processo da entropia de sistemas, o que sugere um tipo diferente de tratamento.

Alem das sugestões de tratamentos práticos, esta teoria sugere a remota possibilidade, quase metafisica, de que é possível um método de meditação que pode evitar ou até limpar o corpo destes tumores. Esta possibilidade não é ilógica, se lembrar-mos que a causa da doença é relacionada à entidade total do sistema, a qual, no ser humano é denominada de “mente” , e como sabemos que a mente, apesar de invisível, quase metafisica, tem na realidade uma força que atua na matéria ordinária – por exemplo o comando mental para mover uma mão – é possível que consigamos acionar esta força mental ao menos para atuar dentro do nosso corpo, até o nível de partículas atômicas. Mas para isso funcionar teríamos que conhecer o verdadeiro mapa resultante das conexões entre os fótons que estão dentro de cada elétron do nosso corpo. Este mapa seria uma espécie de “aura”. Tendo este mapa em mente, seria possível orientar a mente para atuar nele. Na Matrix/DNA Theory existe um mapa calculado disso tudo, o qual tem sido utilizado experimentalmente por este autor, na forma de técnica de meditação, mas como sempre falta o danado do tempo, tambem tenho falhado nesse desenvolvimento e pratica. O fato é que acerca de 30 anos, desde que elaborei este mapa e enquanto o pratiquei, nunca foi necessário tomar um comprimido sequer, nem mesmo tendo dores de cabeça, apesar de uma vida de alto risco onde não tenho tido oportunidade de respeitar as regras básicas de saúde.  Mera coincidência ou o método realmente funciona? Ainda não sei, mas, portanto, permanece esta pesquisa.

MERA HIPÓTESE ATUAL: 

Como diz um post na Internet, o corpo humano não necessita comer carne pois as mesmas proteínas e outros elementos são fornecidos em outros alimentos. Portanto, o nosso problema é que somos “viciados”, como quem é viciado em cigarros, ou em jogos, etc.  Talvez a Natureza nos forneça uma informação que pode se constituir na fôrça que precisamos para largar este vicio. Estou falando de uma suspeita que está nascendo dentro da Matrix/DNA Theory, a qual é o seguinte:

Doenças como o câncer estão se alastrando como uma epidemia na espécie humana enquanto nossas Ciências ainda não fazem a minima ideia de qual a causa e portanto não podem elimina-las. Mas como – pergunto –  não descobriram a causa se hoje nossas ciências conseguiram penetrar as mais profundas realidades físicas do corpo humano, ao nível das partículas dentro dos átomos? A primeira resposta que vem à mente já foi publicada pelo grande intelectual e presidente da Checoslovaquia, Vaclav Havel: “… todo nosso conhecimento do corpo humano foi obtido pelo método reducionista faltando ainda por completo aplicar o método que entenda o corpo como sistema…”.  Mas outra ideia que surge então é de que a causa não é puramente física, não pode ser detectada por nossos instrumentos científicos. Então a Matrix/DNA vem sugerindo que a causa está ao nível da identidade dos sistemas. Resumindo: todo sistema é formado por partes – o sistema corpo humano é formado por órgãos e outras substancias. A soma das informações de todos estes elementos, mais a soma das novas informações devido as conexões entre estes elementos, se torna uma “identidade dos sistema”, a qual paira num nível superior ao sistema, mas de onde o dirige e controla. Um exemplo é a mente humana em relação ao corpo humano. Mas sugere ainda a Matrix/DNA que esta identidade tem uma expressão física sutil, ao nível da luz original. Ela seria formada pelos fótons – partículas de luz – que penetram os átomos, penetram os elétrons dentro destes átomos, mas estabelecem conexões entre si no corpo todo, formando uma rede, um corpo sutil dentro do corpo físico. Pois bem…

Vamos repetir aqui o que sugere um leitor num post na Internet:  “…  Animal has their own thoughts when they are suffering they have anger, fear such negative emotions that will stay in their flesh and effect human body when you consume it “- Animais tem seus próprios pensamentos e quando eles estão sofrendo (como agora, enquanto vivem torturados nas modernas fazendas de criação e morrem torturados), eles sentem raiva, mêdo, e tais negativas emoções ficam nas suas carnes e afetam o corpo humano quando você consome ela”. “… The plant… entire planet is alive they all have energy and will reflect by yours.” Desde as plantas… o planeta inteiro é vivo e eles todos tem energia e será refletida por sua energia”.

É possível que toda essa energia negativa que estamos ingerindo ao comer tanta carne esteja destruindo as nossas redes energéticas internas, a nossa identidade de sistema pode perder o controle… é possível que isto seja a causa ou uma contribuição para a causa do câncer… Uma possível descoberta de algum fato que de repente reforce a teoria sobre a Matrix/DNA seria a informação correta fornecida pela Natureza para conhecer-mos a causa do câncer e até a técnica para elimina-lo.

Mas porque então o câncer pega umas pessoas e outras não? Porque tem pessoas cuja rede energética interna tem maior semelhança de configuração com a rede interna destes animais, o que daria numa super-posição de energias, um emparelhamento, mas como a energia do animal está transfigurada pelo estado negativo, e ela vem em maior constância e força que a energia interna de tais pessoas, esta seria facilmente deformada também. Lembra-te da “superposição”, observada nos fenômenos quânticos? ( Ver aqui o vídeo sobre as conexões entre eletrons no DNA, por ondas… que está em outro artigo em algum lugar neste website)

Mas isto por enquanto é uma HIPÓTESE, apenas. No entanto, esta hipótese se baseia em mais outras hipóteses sugeridas pela Matrix/DNA e preciso aqui mencionar mais uma. A existência de tumores malignos significa que a energia entrópica saiu fora do circuito energético em algum ponto do circuito na face direita da fórmula. Ora, os corpos humanos por serem sistemas, deveriam morrer imediatamente logo após o término do trabalho de todos seus genes, ou seja, pela idade dos 16 ou 18 anos. Pois até esta idade a energia está em crescente, formando a face esquerda da Matrix, e quando passa de F4, a energia despenca em entropia. Felizmente o corpo humano não morre neste ponto devido ser um sistema aberto, enquanto a fórmula retrata um sistema fechado. Por ser um sistema aberto, ele continua a absorver energia nova do ambiente, o que atenua a perda de energia estrutural para a entropia. Assim o corpo consegue se arrastar vivo por mais 40, 80 anos. Mas se houver a superposição ao nível quântico, de fótons, e a identidade do sistema perder o controle de pontos do circuito na face direita, abrindo válvulas de escape, a energia entrópica flui em maior quantidade e mais rapidamente por estes pontos, causando a nível físico, a morte das células em tais pontos e a profusão destas células…

Então, uma maneira de “segurar” ou interromper a proliferação dos tumores, seria reforçar a estrutura da rede energética interna, o que significa, restabelecer o poder de controle à identidade do sistema. Mas este reforço só poderia vir com os fótons, os quais nossas ciências não possuem o menor conhecimento de como manipula-los. Eles estão pululando em todos os lugares ao nosso redor, onde haja espaço penetrado pela energia solar e radiação cósmica. Estão divididos em sete espécies diferentes, ou seja, com frequências e vibrações ( portanto, informações) diferentes. Por outro lado, a nossa identidade de sistema é composta de fótons. Ela seria capaz de absorvê-los, seleciona-los, enviar cada qual para sua especifica região na sua rede. Mas no humano ela ainda está no estado de embrião, nem sequer abriu seus próprios olhos (a terceira visão), para ver seu próprio corpo. Mas tendo o mapa desta sua rede energética tal como elaboramos tendo por base a fórmula da Matrix, é possível que já,  em técnicas de meditação, consigamos um positivo efeito, um reforço dela. Como quando a mãe gravida ingere uma medicina ou um alimento para reforçar a saúde do embrião. Eu tenho praticado esta meditação ( muito complexa por sinal) e talvez isto seja a causa dos meus já 30 anos sem nunca ter sentido nem dor de cabeça. E isto explicaria alguns fatos que estão acontecendo comigo, os quais não devo revelar por enquanto.

Mas isto é apenas hipótese, por enquanto. Tentarei de alguma maneira arrumar tempo e  me dedicar mais a esta pesquisa… ( Ver em um artigo neste website sobre a glândula pineal)

Post publicado emhttp://www.collective-evolution.com/topic/hi-i-got-cancer-help/#post-62597

TheMatrixDNA – August, 27 – 2014

Hi… Purplekev ( sorry by my poor English):
There is a possibility that you could control the development of this disease. There is a new theory based on natural systems that is investigating cancer by new approach. The suggestion is: Cancer is not a local eruption, neither caused by external agents.It’s bad function of the human body’s identity as a whole system, and it happens – first – at the energetic template of any natural system. For understanding it is necessary to know the Matrix/DNA natural formula for all natural systems.It is very complex issue due you have not known this new world view, but, a little effort and you can understand it, and practicing it by yourself. Only for a quick look: All electrons of all atoms of yours body contains photons coming from sun and cosmic radiation and all these photons are connected composing the Matrix/DNA’s formula. Yours brain controls the whole body at the level of electrical impulses/muscles because it is structured over the same formula. But, the modern way of life is making that the human body is bombarded by bad copies of this formula, which are aligned side by side with the body’s template ( a kind of quantum super-position) and the result is that yours good original formula gets the errors of the invasors. Normally, the brain controls the entropic force but occurring this invasion it opens holes inside the systemic flow of energy and the entropic matter ( free radicals) falls into neighbours cells, killing them and spreading around. The bad copies are coming inside lots of things from this modern industrial environment, but, principally, from food.The meat you are eating is coming from animals that are tortured during all their life and are tortured when killed, which negative emotional state is projected into theirs energetic template, inserted into their DNA, and we are eating this DNA. Normally our brain could control it, but the modern stress and our modern emotional state weaks the brain’s control. The possibility for doing a treatment is that yours brain produces yours mind, and the mind is a new shape of natural system at the level of this photonic template. So, trying to apply yours mind for fixing the points of disfunction of the body’s template is very difficult, but maybe you can get it, because I suspect that I had the same problem 10 years ago and I got success doing it. I don’t know if it worked, or if was merely coincidence, so, someone else need repeating the experience.By the way, the Matrix/DNA world view is suggesting a new meaning for human existence that is very hopefully, which can avoid ours psychological negative emotional state due stress, etc., and only this advantage is good because devolves to yours brain the control of yours immune system.If you want know more, try goggling “The Universal Matrix/DNA for Natural Systems and Life’s Cycles Theory”

2) “Cell Forte with IP6″ 

From one post saw in Internet: Search “Cell Forte with IP6″ its a deep immune system booster and I have personally witnessed several miracles because of this. I could give you a very long list. But all one needs to do is read the many reviews out there and it speaks for itself. Best of luck with your illness.

3) The Hippocrates Institute (San Diego, CA) or the Gerson Institute (Tijuana, Mexico) 

From one post saw in Internet: I would try looking up and contacting the Hippocrates Institute (San Diego, CA) or the Gerson Institute (Tijuana, Mexico). They offer highly effective alternative therapies that aim to build up your immune system, detoxify and heal. Both focus on the importance of large amounts of fresh green juices in helping to regain health. You cannot be harmed by these treatments and most likely you will experience great benefit.

4) Photodynamic therapy & GcMAF

5)  Dr. Mark Sircus “Sodium Bicarbonate: Nature’s Unique First Aid Remedy”

Organic Bitter Apricot Kernel Capsules

Sodium Bicarbonate: Nature’s Unique First Aid Remedy
Sold by Amazon EU S.a.r.L.

Cancer is a Fungus Paperback – 1 Jan 2007

by T Simoncini (Author

http://www.medicalcannabis.com/ and http://www.collective-evolution.com/.

6) Dr Rosie Daniel in Bath UK – http://www.healthcreation.co.uk/drrosydaniel

7) Dr Patrick Kingsley UK – https://www.facebook.com/drpatrickkingsley

8) http://www.thenewmedicine.info/

9) http://www.thenewmedicine.info/index.php?option=com_content&view=article&id=107&Itemid=154

From one post saw in Internet: I highly recommend this book and following his protocols/advice/dietary etc:

10) http://www.youtube.com/watch?v=Qv8yxuv6e1w

From one post saw in Internet: for some reason it won’t let me put much info on here about Rick Simpson or his web address tried to put it on here for you kept deleting it, no idea why!…

11) http://www.endalldisease.com/cancer/

From one post saw in Internet: This is very helpful.There are fifteen cancer cures.Try this

12) Dr Otto Warburg

From one post saw in Internet: There are many alternative cures for cancer, and several posts by others point to some of them. For your edification and understanding I suggest googling “Dr Otto Warburg” and “hydrogen peroxide therapy”.

13) hydrogen peroxide therapy

Cancer: Entropia do Sistema?

quinta-feira, março 13th, 2014

Observe na figura abaixo dois fluxos correndo em paralelo e isso lembra os dois fluxos do circuito na face esquerda da fórmula da Matrix/DNA. Uma possibilidade é que o fluxo maligno acontece devido quando o fluxo benigno vem da esquerda, ao invés de se tornar F5 e ir para F1, segue adiante indo para F6 e face direita. Se for isso, a figura estaria se referindo a face direita, o que suscita suspeita que entropia esteja envolvida como causa cancerigena.

 

Unfortunately we are unable to provide accessible alternative text for this. If you require assistance to access this image, please contact help@nature.com or the author

(A) Hmga2 acts as a natural microRNA sponge for the let-7 family, which also targets Tgfbr3. An increase in Hmga2 transcript levels and hence ceRNA activity results in a concomitant increase in Tgfbr3 levels. (B) Hmga2 also regulates the expression of five other target genes via ceRNA crosstalk as well as through Tgfbr3/TGF-β-mediated transcriptional control.

Aberrant ceRNA activity drives lung cancer

Cell Research (2014) 24:259–260. doi:10.1038/cr.2014.21; published online 14 February 2014

http://www.nature.com/cr/journal/v24/n3/full/cr201421a.html

E a formula da Matrix/DNA:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Câncer: Pesquisa baseada na Diferente Cosmovisão da Matrix/DNA (2)

quinta-feira, janeiro 24th, 2013

Artigo sendo lido:

‘Quadruple helix’ DNA seen in human cells

http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-21091066

Texto Importante:

But researchers tell the journal Nature Chemistry that the “quadruple helix” is also present in our cells, and in ways that might possibly relate to cancer.


Cancer: Ultimos artigos (1)

quinta-feira, janeiro 24th, 2013

Wikipedia: Câncer (português brasileiro) é uma doença caracterizada por uma população de células que cresce e se divide sem respeitar os limites normais, invade e destrói tecidos adjacentes, e pode se espalhar para lugares distantes no corpo, através de um processo chamado metástase. Estas propriedades malignas do câncer o diferenciam dos tumores benignos, que são auto-limitados em seu crescimento e não invadem tecidos adjacentes (embora alguns tumores benignos sejam capazes de se tornarem malignos). O câncer pode afetar pessoas de todas as idades, mas o risco para a maioria dos tipos de câncer aumenta com o acréscimo da idade.[1] O câncer causa cerca de 13% de todas as mortes no mundo, sendo os cânceres de pulmão, estômago, fígado, cólon emama os que mais matam.

Lendo artigo:

Promising Prognostic Marker for Aggressive Breast Cancer

http://www.sciencedaily.com/releases/2013/01/130123195106.htm?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+sciencedaily%2Ftop_news+%28ScienceDaily%3A+Top+News%29&utm_content=FaceBook

Câncer: Bits-Informação denominados “Protooncogenes”, do DNA-lixo, Inativos, Retornam à Atividade.

terça-feira, janeiro 22nd, 2013
Combate ao Câncer
http://www.combateaocancer.com/o-que-e-o-cancer/
Como surge o câncer?

As células que constituem os animais são formadas por três partes: a membrana celular, que é a parte mais externa; o citoplasma (o corpo da célula); e o núcleo, que contêm os cromossomas, que, por sua vez, são compostos de genes. Os genes são arquivos que guardam e fornecem instruções para a organização das estruturas, formas e atividades das células no organismo. Toda a informação genética encontra-se inscrita nos genes, numa “memória química” – o ácido desoxirribonucleico (DNA). É através do DNA que os cromossomas passam as informações para o funcionamento da célula.

Uma célula normal pode sofrer alterações no DNA dos genes. É o que chamamos mutação genética. As células cujo material genético foi alterado passam a receber instruções erradas para as suas atividades. As alterações podem ocorrer em genes especiais, denominados protooncogenes, que a princípio são inativos em células normais. Quando ativados, os protooncogenes transformam-se em oncogenes, responsáveis pela malignização (cancerização) das células normais. Essas células diferentes são denominadas cancerosas.

Pesquisa:

Wikipedia (Portugues): Proto-oncogene

Um proto-oncogene é um gene normal que se torna um oncogene devido a uma mutação ou ao aumento de expressão gênica. As proteínas resultantes podem ser denominadas “oncoproteínas”.[1] Os proto-oncogenes codificam proteínas que ajudam a regular o crescimento e a diferenciação celular. Os proto-oncogenes também estão frequentemente envolvidos com a transdução de sinal e com a execução de sinais mitóticos, geralmente através de seus produtos proteicos. Com suaativação, um proto-oncogene (ou seu produto) se transforma em um agente indutor de tumores, um oncogene.[2] Exemplos de proto-oncogenes incluem RASWNTMYCERKTRK. A expressão de oncogenes pode ser regulada por microRNAs(miRNAs), pequenos RNAs com 21-25 nucleotídeos de comprimento que controlam a expressão por downregulation.[3] Mutações nesses microRNAs podem levar à ativação de oncogenes.[4] Os RNAs mensageiros antissenso podem, teoricamente, ser utilizados para bloquear os efeitos dos oncogenes

Oncogene

Oncogene é a denominação dada aos genes relacionados com o surgimento de tumores, sejam malignos ou benignos, bem como genes que quando deixam de funcionar normalmente, transformam uma célula normal numa célula cancerosa. As versões de função normal de oncogenes, os proto-oncogenes, são genes responsáveis pelo controle da divisão celular (mitose), da diferenciação celular e da tradução proteica. Após sofrer uma mutação génica somática, por exemplo, uma translocação, amplificação ou mutação pontual um proto-oncogene torna-se eventualmente um oncogene.

Muitos oncogenes já foram identificados, os principais dos quais relacionados ao surgimento do câncer de mama.

Formação de tumor a partir de oncogene

Durante a divisão celular, é usual ocorrer erros genéticos durante a replicação do DNA. Erros esses que são normalmente corrigidos pela maquinaria de reparo de DNA. Quando a maquinaria de reparo de DNA falha em consertar um erro na sequência de DNA que corresponde ao proto-oncogene, esse erro é mantido, ou seja, ocorre uma mutação. Duas situações poderiam ocorrer, considerando tal mutação:

  • O produto proteico de um proto-oncogene continua activo e funcional – como em uma mutação silenciosa, onde a troca da base azotada permite manter o mesmo aminoácido.
  • A mutação confere características oncogênicas às proteínas que antes controlavam a divisão celular. O produto proteico do que era um proto-oncogene passa a apresentar acção deficiente ou fica inactivado – por ex., por mutação que insere códon de parada ou altera a fase de leitura do RNAm – deixando de existir qualquer controlo da divisão celular. Quando isto ocorre diz-se que o oncogene foi ativado

Ingles: Wikipedia

Oncogene

Oncogene e Causa do Câncer: Mutação Causa Hiperatividade

Oncogene e Causa do Câncer: Mutação Causa Hiperatividade

An oncogene is a gene that has the potential to cause cancer. In tumor cells, they are often mutated or expressed at high levels.

Most normal cells undergo a programmed form of death (apoptosis). Activated oncogenes can cause those cells, that ought to die, to survive and proliferate instead. Most oncogenes require an additional step, such as mutations in another gene, or environmental factors, such as viral infection, to cause cancer. Since the 1970s, dozens of oncogenes have been identified in human cancer. Many cancer drugs target the proteins encoded by oncogenes

Oncogene Journal – Nature Publishing

http://www.nature.com/onc/index.html

Cancer: Capitulo Dedicado ao Estudo desta Doença pela Matrix/DNA

quarta-feira, janeiro 9th, 2013

THE GUARDIAN

http://www.ucsdguardian.org/news-and-features/features/item/26200-the-up-and-coming-papers#.UO25l2-_B8E

The Up and Coming Papers (sôbre cancer e Aids)

Written by 

08 January 2013

The Unfolded Protein Response

A team of UCSD researchers, led by Navin R. Mahadevan at the Moores Cancer Center, found that nearly all tumor cells increase production of proteins used in growth and division through a mechanism called the unfolded protein response (UPR).

WIKIPEDIA – ( VER MAIS GOOGLE SEARCH) : The unfolded protein response (UPR) is a cellular stress response related to the endoplasmic reticulum. It is a stress response that has been found to be conserved between all mammalian species, as well as yeast and worm organisms. This article focuses on the mammalian response.

WIKIPEDIA – Integrated Stress Response (ISR)[1] is a cellular stress response common to all eukaryotes. ISR can be caused by cellular stresses and is often triggered by the activation of an eIF-2 kinase.

EIF-2 kinase

From Wikipedia, the free encyclopedia

Regulation of translation initiation via phosphorylation of Ser51 in eIF2’s α-subunit.[1]

eIF-2 is a kinase enzyme that phosphorylates eIF-2.[2]

There are four forms in mammals:

These are all responsible for the phosphorylation of the alpha subunit of eIF-2 at serine 51, one of the best-characterized mechanisms for down-regulating protein synthesis in eukaryotes in response to various cellular stress response‘s.

WIKIPEDIA: Retículo Endoplasmatico ( Ver tambem: http://micro.magnet.fsu.edu/cells/endoplasmicreticulum/endoplasmicreticulum.html

Retículo Endoplasmatico para MatrixDNA

Retículo Endoplasmatico para MatrixDNA

– – – – – – – – — – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

In normal cells, proteins are folded, clumped together, and bent into different shapes in an intracellular structure called the endoplasmic reticulum (ER). When a cell is overworked, unfolded proteins pile up inside the ER and trigger a molecular signaling cascade that increases the overall activity of the cell, placing it in a stressed or “hyperactive” state.

Mahadevan and his colleagues found that nearly all cancer cells, which divide much more quickly than normal cells, use external signaling pathways to artificially trigger the UPR. Their work was published in the Nov. 18 issue of PLOS ONE, to little fanfare. However, on Jan. 4, a pharmaceutical company called Amicus Therapeutics announced that it had successfully tested a chaperonin-enzyme therapy for certain tumors. Chaperonin is one of the key proteins involved in the unfolded protein response, adding weight and importance to the UCSD team’s findings.

Enzymatic Explanations in Chronic Myeloid Leukemia

In early February 2012, a team of researchers headed by Michael Savona from UCSD found that a class of drugs called tyrosine kinase inhibitors (TKIs) was effective in treating chronic myeloid leukemia — cancer of the blood. Their findings were published in Volume 8 of Nature Reviews Cancer, and generated slight interest, having been cited six times in the following months.

However, this is likely to change in 2013. Tyrosine kinase inhibitors are a general class of compounds, and therefore can carry severe side effects. In a paper published in the Dec. 24 online edition of the Proceedings of the National Academy of Sciences, another team of UCSD researchers, led by Catriona Jamieson, M.D., Ph.D., reported that they had found the precise enzyme that is targeted by TKIs in chronic myeloid leukemia patients. This enzyme, an adenosine deaminase named ADAR1, is being characterized by the research team. More specific TKIs can be engineered to suit this enzyme, leading to more viable therapies for leukemia patients, a fact that has already begun to make these two research teams’ work more widely featured on the web.

As the specific ADAR1 inhibitors are developed in the coming year, the UCSD research teams’ work is likely to generate additional interest.

Keeping HIV in its Latent Phase

When a human being is infected with the human immunodeficiency virus, HIV, he or she can go for years without contracting acquired immunodeficiency syndrome — AIDS. There are a variety of reasons for this: the large number of white blood cells in the immune system and antiviral defense mechanisms in the bloodstream are both crucial. However, the most intriguing reason for the delay between HIV and AIDS may be the fact that for years, the HIV virus can replicate in the bloodstream in what is known as “latent phase” — a distinct structural form of the virus.

Last year, a team of researchers that included UCSD professor Leor Weinberger published a paper in the February issue of Cell Cycle outlining a possible mechanism for latency in HIV cells. These researchers found that BET bromodomain-targeting compounds, which are widely found in certain plants and microbes, are capable of activating transcription of DNA in HIV. At the time, however, their findings did not explain how and why HIV becomes activated in the human body and thus did not generate a particularly huge amount of interest.

However, the situation has now changed. A team of researchers at Hoffmann–La Roche, a pharmaceutical company, has found that BET bromodomain-targeting compounds are in fact secreted by mammals in small quantities in cells that have undergone a process known as acetylation in certain regions of their DNA.

Acetylation activates genes, and the La Roche researchers found that those that code for BET bromodomain-targeting compounds were found to be activated in certain fibroblasts, the tiny, often-overlooked cells that secrete the extracellular matrix, the glue that holds larger cells in a tissue together.

Given the new finding that BET bromodomain-targeting compounds are indeed secreted by human cells, the mechanism of HIV activation proposed by earlier by the UCSD research team now seems more likely. As such, the work is a good candidate to generate more buzz in 2013.

Câncer: Relações com Cromossomas

terça-feira, janeiro 8th, 2013

Multiple Regions Of Chromosome 8 Found To Be Associated With Different Cancers

http://www.sciencedaily.com/releases/2008/06/080625112310.htm

ScienceDaily

Ghoussaini et al. Multiple Loci With Different Cancer Specificities Within the 8q24 Gene Desert. JNCI Journal of the National Cancer Institute, 2008; DOI:

Cromossoma e Luz: Pesquisa da Matrix/DNA

terça-feira, janeiro 8th, 2013

A visão da Matrix/DNA me sugere  que cromossomas são modelados segundo as frequencias da luz. Cromossomas são dividios por regiões de genes chamadas “locus” (plural “loci”) em inglês e existe muita pesquisa sôbre os significados/funções destas regiões. Por exemplo no cromossoma 24 tem uma região desértica de genes que est;a sendo associada com cancer, o que é muito curioso.Devo retornar a este tema observando os vários cromossomas, tentando obter figuras de todos eles e analizar segundo o mapa da luz pela Matrix/DNA