Archive for the ‘sistema social’ Category

O Contrato Social, Direito Natural e Positivo(Estado), Esquerda e Direita, Hierarquia Natural

domingo, março 17th, 2019

xxxx

https://pt.wikipedia.org/wiki/Contrato_social

Contrato social (ou contratualismo) indica uma classe de teorias que tentam explicar os caminhos que levam as pessoas a formarem Estados e/ou manterem a ordem social. Essa noção de contrato traz implícito que as pessoas abrem mão de certos direitos para um governo ou outra autoridade a fim de obter as vantagens da ordem social. Nesse prisma, o contrato social seria um acordo entre os membros da sociedade, pelo qual reconhecem a autoridade, igualmente sobre todos, de um conjunto de regras, de um regime político ou de um governante.

Matrix/DNA: Nenhuma destas teorias retratam a realidade se não partirem do principio ou raiz do corpo humano que veio dos animais irracionais e mamíferos os quais vieram da biosfera em estado de caos, corpo sobre o qual emergiu o neocortex com algum principio da substancia de auto-consciência. Vindo os humanos destas condições concordamos com o filosofo que disse nestes princípios ser o humano unicamente o seu poder pessoal mais algo incipiente de consciência. E neste estado o poder pessoal, ou seja, o maior tamanho e força física foi fornecido pela mesma genética que produziu os grandes predadores do reino animal. Como estes predadores competem por territórios e presas evitando-se defrontarem e automaticamente dividindo a terra entre grupos, deduz-se que eles impuseram as primeiras regras e costumes em seus territórios a médios predadores e presas. Isto não era um contrato social, e sim uma ditadura imposta que prolongada por gerações se tornavam dinastias. Daqui nasceram os reis, os leões mais ferozes e maiores. A coroa na cabeça do rei foi uma inconsciente imitação da juba do leão perpetrada pela carga genética que tem como dominante o gene predador. 

xxxxx

Mas vamos pesquisar como esse assunto foi tratado pela humanidade…

Direito Natural

A Matrix/DNA sugere: “Porque sou contra a ideologia da direita… alem de ser contra a ideologia da esquerda”

No espectro político, a direita descreve uma visão ou posição específica que aceita a hierarquia social ou desigualdade social como inevitável, natural, normal ou desejável. Esta postura política geralmente justifica esta posição com base no direito natural e na tradição.

Se querem concluir sobre direitos naturais e sistema social baseados nas leis naturais que conhecemos deste mundo, é preciso abranger o mundo na sua totalidade, começando pelos seus níveis atômicos, astronômicos, antes de chegar no quadro biológico. E quando se refere a sistemas sociais com pretensão de obedecerem as leis dos sistemas naturais e preciso conhecer a formula natural universal de todos os sistemas naturais, pois dali são gerados todos os mecanismos, processos e significados tanto das partes como dos sistemas totais. 

Na formula para sistemas naturais, no seu estado de perfeição absoluta ou sistema fechado, não existe hierarquia entre as partes. Todas as partes executam funções diferentes porem todas são igualmente indispensáveis e importantes, pois se tirar uma só parte, o sistema inteiro desmorona. Então, se ocorre hierarquias nos sistemas biológicos, indicam que não são sistemas perfeitos. De fato, seres biológicos são produtos de uma biosfera que tem como origens o estado de caos da Natureza. Vemos nos reinos animais, dos insetos etc., que existe a hierarquia determinada pelo tamanho, força e agilidade de cada elemento, um sistema em cujo circuito corre a cadeia alimentar.

E no estado de ordem não absoluta, relativo ao Cosmos que antecedeu os sistemas biológicos, como vemos a presença ou não de hierarquia? No sistema estelar vemos uma aparente hierarquia com a estrela estando no topo das partes. Mas enquanto não desvendar-mos a verdadeira situação inclusive eletromagnética, gravitacional e como principio pré-vital dos sistemas estelares, não sabemos se existe ou não relações de trocas ou interações entre as partes. Se existir não se pode ainda afirmar que seja um protótipo da cadeia alimentar. O que deduzo por enquanto é que a aparência de topo da estrela, no centro nuclear do sistema, determina uma cadeia alimentar ao inverso, pois a estrela está sendo consumida e está alimentando os planetas com energia… ao mesmo tempo que não se vê nada que ela receba em troca. No sistema celular que sucedeu o sistema estelar também nos parece que o elemento central no núcleo, o DNA, mais dá ao sistema que recebe. Nas sociedades biológicas que sucederam o sistema celular – sociedades das formigas, abelhas, etc. – observa-se no centro e topo, uma rainha, a qual recebe dos súditos, porem também dá de si toda a população, gerando-a, todas as outras partes, ao mesmo tempo que ela mesma é escrava das regras que mantem a ela e ao sistema… Se ela fizer qualquer ato de livre arbítrio de seu desejo fora do mecanismo social ela perece junto com todo o sistema.  

Nos sistemas seguintes da evolução vemos se delinear a cadeia alimentar com uma hierarquia natural. Não diremos hierarquia social porque ali não existe nenhum contrato social entre predadores e presas. Porem tal hierarquia se estabelece pelo fenômeno da cadeia alimentar. Quando uma ideologia econômica ( dizer politica é enganar o ouvinte, desviando-o de seu logico alvo, a politica foi criada pelo predador para ocultar a economia, como o circo, a novela, o futebol, etc., pois na base de tudo está fundamentalmente o interesse econômico) acredita que tem o direito natural de se impor no topo da escala social, ela apenas pode estar talvez inconscientemente, mas sempre inconfessadamente, se mirando no exemplo do reino animal. Porem isso é absurdo porque o contrato social humano não é criado pela cadeia alimentar. Predadores humanos não comem presas humanas desde que a evolução nos afastou do auto-canibalismo. Obviamente se humanos obedecerem ‘a risca a lei da evolução natural buscando cada vez mais sua transformação física e instintiva dos ancestrais irracionais até que transcenda essa atual forma humana – que certamente é uma forma provisória, temporal, no processo da evolução universal – estes humanos cada vez mais se afastarão do instinto de auto-canibalismo.

O que essa ideologia econômica tenta justificar e tem feito, é “substituir o canibalismo pelo vampirismo”, da energia do trabalho e do tempo do humano menos dotado física, tecnológica e incapaz de se socializar numa classe social,  ao mesmo tempo que mantem a posse do grande território. Trocar o canibalismo pelo vampirismo não pode ser o destino da evolução natural, portanto é buscar sua própria extinção. Para aqueles que acreditam na evolução universal e na transformação e transcendência das formas, resta o trabalho de criticar todo sistema social humano – do capitalismo a monarquia ao comunismo – que instala a hierarquia social, visando exorcizar o instinto do canibalismo que se transformou em vampirismo.

xxxxx

Hierarquia Social

 

Porque os humanos deveriam ter que trabalhar duro para sobreviver neste mundo?

sábado, março 16th, 2019

xxxx

Esta pergunta foi feita no Yahoo-Answers e minha resposta em 16 marco 2019:

https://answers.yahoo.com/question/index?qid=20190313205722AAhEcZT&page=3

Why should people have to work “hard” in order to survive in this world?

TheUniversalMatrix Louis Morelli answered at 03/16/19

1) The land is not shared equally. Nobody could be owner of the land more than he/she can works alone and with his hands/tools;

2) Nothing falls from the sky by magics. So, everything we consumed is produced by humans. If we do not use our hands doing it, we are taking it from the producer. We are vampirizing others, like animal predators.

But, if everyone has enough land for his/her house and producing food, nobody needs work more than 3 months a year. If we work hard than this is because we are being robbed or giving our products to others, or selling them for getting something else.

The ideal society should be this kind of equal land for everybody and then, in the other 9 months, neighbors should creating cooperatives for consumed food and factories, industries, for producing from shoes to airplanes. And these 9 months would be a voluntary job.

Predatorismo (vulgo capitalismo) com informações, estatísticas e tendencias sociais

quinta-feira, março 7th, 2019

xxxx

Absurdo como a mente do homem moderno urbano esta alienada da realidade. Um longo artigo de um repórter coxinha entrevistando ricos pretensiosamente falando de um assunto a que dão um nome: capitalismo. Nenhum pronunciamento ou menção de 90 % da população mundial que se encontra na escassez e escravizada. Uma simples palavra tem a pretensão de resumir o complexo mundo dos sistemas sociais, das relações entre humanos e destes para com os objetos da Natureza. Longo texto totalmente inútil porque não fala de objetos reais, da matéria que constitui o mundo. A unica utilidade e` que fornece importantes números, como as porcentagens do povo que aprova ou não aprova o predatorismo – diga-se, capitalismo, comunismo, feudalismo, monarquia, etc.

https://www.forbes.com/sites/randalllane/2019/3/4/reimagining-capitalism-how-the-greatest-system-ever-conceivedand-its-billionairesneed-to-change/#5f2912f664c8

Reimagining Capitalism: How The Greatest System Ever Conceived (And Its Billionaires) Need To Change

“Just 56% of Americans say they have a positive image of capitalism, according to a Gallup poll last summer, compared with 37% who said the same thing about socialism. In a Fox News pollduring the same period, 36% of adults approved of a shift in the U.S. “away from capitalism and more toward socialism”—a huge increase from 2012, when just 20% said so.”

Os 2.000 mais ricos bilionários do mundo e seu efeito na especie humana

quarta-feira, março 6th, 2019

xxxxxx

https://www.forbes.com/billionaires/#309053f251c7

BILLIONAIRES

THE RICHEST PEOPLE IN THE WORLD
No planeta Terra tem cerca de 7 a 8 bilhões de cérebros portadores de partes do feto de auto-consciência, que estão com esta gestação ou interrompida ou sendo abortada prematuramente e morta. A primeira causa deste problema que ameaça a extinção da especie e desistência da Natureza descartando esta gestação, é a persistência na dominância da genética em manter os instintos animalescos, que domina a maioria, principalmente os instintos a grande predador (a classe vampiresca dominante), a médio predador (a classe média-capataz) e a presa ( a massa inerte e intelectualmente indolente).
A segunda grande causa é que dentre a classe das massas ocorrem mutações, surgem indivíduos despertados e motivados a evoluírem, porem a escassez da pobreza imposta pelo corrompido sistema social que permite estas concentrações da economia popular nas mãos de poucos, os impedem. Seria estes 8,5 trilhões de dólares em posse destes 2.000 humanos suficientes para libertar estes mutantes e dar uma chance ao resto? Se sim, quem ou como seria feita essa transferência, sem a interferência dos outros genes irmãos mais evoluídos espalhados no Universo? Como alcançar estes irmãos extraterrestres para informar o que está ocorrendo aqui? Isto a Matrix/DNA está pesquisando.

Controle da Natalidade: A Luta de duas mulheres pela pilula anticoncepcional contra a besta fera na Igreja Católica e na Justiça do Sistema

segunda-feira, fevereiro 25th, 2019

xxxxx

Pílula anticoncepcional: a inesperada amizade entre duas mulheres que levou ao nascimento do popular método contraceptivo

  • 24 fevereiro 2019

https://www.bbc.com/portuguese/curiosidades-47284077

Margaret Sanger e Katharine McCormick

Margaret Sanger e Katharine McCormick se uniram na luta pelo controle de natalidade e planejamento familiar

Eu tenho uma inquieta questao e apreciaria se alguem pudesse responde-la: como foi e esta sendo a historia do controle da natalidade e da pílula anticoncepcional na Asia, onde acho que mais se preciso disso?…

Deveria fundar-se o “Dia do Controle da Natalidade”, que seria mais um dos dias em que a Consciência Cósmica conseguiu mais um passo evolutivo na sua inserção no cérebro humano, contra o Deus-demônio dos predadores que reina nas igrejas. E estas duas mulheres deviam neste dia serem as mais lembradas, como grandes heroínas que foram. Obrigado por terem existido e cumprido heroicamente sua missão de consciência, Senhoras Margareth e Katharine.

Do artigo:

O arcebispo Hayes argumentou:

“Tirar a vida depois de seu início é um crime horrível, mas impedir a vida humana que o Criador está prestes a realizar é satânico.”

“No primeiro caso, o corpo é morto, enquanto a alma vive; no último, não apenas a um corpo, mas a uma alma imortal é negada a existência no tempo e na eternidade.”

A oposição da Igreja Católica levou muitos a acreditarem que o controle da natalidade era imoral, o que dificultou ainda mais a aprovação de leis que favorecessem a disseminação de informações e contraceptivos.”

Minha discutível opinião: Que bandido! Em suas palavras nenhuma conotação com a realidade do mundo natural em que vivemos. Apelos a inventados conceitos imaginários abstratos por uma mente doentia, fora da realidade, que balbucia palavras como “alma”, “Criador”, “satânico” ( aqueles que o possuem em si se auto-projetam vendo-o nos outros), “imortal”, “eternidade”… Por acaso ele poderia trazer sobre a mesa alguma destas coisas inventadas por ele para provar que existem de fato? Claro que não, são tudo suas mentiras criadas pelo instinto predador para escapar do trabalho duro e se apoderar das guloseimas e produtos dos trabalhos de seus fieis escravos. E baseado nestas mentiras ele mandou seus capatazes armados prenderem as heroínas, e condenou mandando `a tortura milhões de mulheres que sofreram com concepções indesejadas que poderiam terem sido evitadas. Existem almas e satãs? Na visão de mundo que extrai principalmente da natureza virgem da selva amazônica e de meus cálculos na observação do Cosmos, extrai evidencias de que existem algo conceitual nessa linha do pensamento ( os fótons como software no DNA vindos dos sistemas da evolução cosmológica nunca “morreram”, o que gera a suspeita de que podem ser imortais, e os bilhões de males horríveis que vemos na Natureza como produto de um terço das forças naturais constituindo o estado de caos, que pode ser interpretado como o estado do mal para os seres vivos). Mas eu não posso afirmar e abusar de autoridade para impor torturas a humanos baseado nisto que ainda e’ apenas minhas teorias. Teorias abstratas deve-se aguarda-las para si e apenas servem para serem confrontadas e discutidas perante as outras teorias do mesmo nível). Muito menos podem serem usadas para atender meus interesses pessoais egoístas, os quais, bem posso raciocinar, são prejudiciais ‘a Humanidade. Deveria-se agora pô-los a trabalharem no duro para engolirem a poluição causada pela super-população da qual foram responsáveis e sustentarem, não com esmolas fazendo caridade com o chapéu dos outros, os bilhões de filhos que hoje vivem na miséria ou sem os lares destruídos.

” Sanger foi considerada culpada por um juiz que afirmou que as mulheres “não tinham o direito de copular com uma sensação de segurança que não haveria nenhuma concepção resultante”.

Minha discutível opinião: Mas quem se julga ser este macho que não possui corpo de fêmea para decidir e impor `a força da mão armada o que um corpo de fêmea deve fazer de sui mesma?!

Sem duvida se eu tivesse poder e este crápula estivesse vivo eu o poria imediatamente atras das grades por crimes hediondos contra bilhões de mulheres.

Desconstruindo a Cultura Predatória: Psicanalista diz que é melhor não ter filhos

segunda-feira, fevereiro 25th, 2019

xxxxx

Dias atras fomos surpreendidos pela notícia de que tem filhos acionando pais na Justiça por terem obrigado-os a nascerem num mundo que não querem e um novo movimento, o “antinatalismo” (veja artigo no meu website). Agora vem esta outra surpresa do outro lado da mesma moeda…

Pela evolução, a verdade triunfa… Absurdo destruir o mundo em nome da criação de filhos para viver no mundo… Até Jesus Cristo e São Francisco de Assis acertaram nessa, pois essa família nuclear moderna nada tem a ver com a Sagrada Família Universal.

Eu sempre fui prejudicado por este modelo social imposto por predadores e uma das principais regras prejudiciais que se me despontou como causa deste meu prejuízo é a chamada “família nuclear”, praticamente obrigando humanos pobres a se casarem e gerarem filhos, como na selva os leões em seus territórios apreciam que as presas gerem novilhos. Assim não deixam ‘a menina pobre outra opção na vida e os homens pobres que se casam, morrem para a evolução mental e como soldados na luta pelas mudanças lhes trazendo maior liberdade e poder de posse dos recursos naturais. Em segundo lugar, crendo-se justificados pela meta final que é a de dar tudo do bom e melhor para seus filhos, os pais da família nuclear fazem o possível para vampirizar o trabalho dos pobres, muitas vezes pais também, que assim, não sendo pagos pelo seu trabalho, destituídos de terras, de recursos naturais,  e dos meios de produção como a maquinaria da tecnologia, mantem seus filhos na miséria para abastecerem o sistema escravagista com carne fresca. E’ tudo muita hipocrisia, daquele tipo condenada até por Jesus Cristo e São Francisco de Assis.

Na minha utópica sociedade ideal algo diferente seria implantado, como a instalação de um centro de criação das crianças cuidado por especialistas e sustentado pelos pais e mães “solteiros, vivendo juntos ou separados”. Algo do tipo já imaginado por Aldous Huxley em A Ilha.

Mas a verdade sempre triunfa, a evolução mental faz coisas incríveis, antes inimagináveis, acontecerem. Como esta agora de uma mulher revelar que foi seu erro ter gerado filhos e aconselhar outras mulheres (e homens) a não te-los… E se estou certo na minha interpretação das leis e tendencias da Natureza, esta descoberta tende a aumentar. Um livro que, se possível, deve ser lido. Artigos nos links:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-38258667

‘Tenho motivos para odiar crianças’: o polêmico testemunho de escritora francesa que se arrepende de ser mãe

https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/escritora-polemica-defende-que-filhos-nao-trazem-felicidade-os-meus-me-levaram-a-falencia/

Escritora polêmica defende que filhos não trazem felicidade: “Os meus me levaram à falência”
A FRANCESA CORINNE MAIER ESCREVOU UM LIVRO DANDO 40 BONS MOTIVOS PARA NÃO GERAR UMA CRIANÇA

Bystander effect (Efeito Espectador) – Sozinho és altruísta, com outros és egoísta. Social Psicologia

quinta-feira, janeiro 31st, 2019

xxxxx

Muita gente, no meios intelectuais, mencionam este nome. Bystander effect. O que e’ isso? E’ um tema importante para se estudar o comportamento das massas. No Wikipedia não existe nem o assunto em português. Vejamos…

https://en.wikipedia.org/wiki/Bystander_effect

 

Social psychology research

The bystander effect was first demonstrated and popularized in the laboratory by social psychologists John M. Darley and Bibb Latané in 1968 after they became interested in the topic following the murder of Kitty Genovese in 1964. These researchers launched a series of experiments that resulted in one of the strongest and most replicable effects in social psychology. In a typical experiment, the participant is either alone or among a group of other participants or confederates. An emergency situation is staged and researchers measure how long it takes the participants to intervene, if they intervene. These experiments have found that the presence of others inhibits helping, often by a large margin.[3] For example, Bibb Latané and Judith Rodin (1969) staged an experiment around a woman in distress. 70 percent of the people alone called out or went to help the woman after they believed she had fallen and was hurt, but when there were other people in the room only 40 percent offered help.

(Cont. a ler… e fazer a pesquisa)

E o que a formula da Matrix/DNA nos diz sobre isso? Qual a causa?

Quando existe um sistema fechado em si mesmo, a formula mostra que todas as partes perdem sua identidade própria, cedendo-a para a entidade que emerge do sistema. Ele se torna ativo apenas para realizar sua função automatizada, mas inativo para qualquer outra iniciativa. Neste sentido cada parte é altruísta em relação ao todo, ao sistema. Mas como o sistema é fechado, expressando o extremo egoismo, o sistema, a entidade do sistema é egoísta, em relação ao mundo externo. Sem interação com o mundo externo, não emerge nenhuma moral externa, principalmente social.

No caso de um individuo espectador no meio de outros espectadores, seria o grupo considerado como um sistema? Acho que senão tem um líder, não. O clima é mais de massa de sistemas. A não ser que a configuração do cérebro herdada do ancestral sistema fechado ainda interpreta qualquer agrupamento de semelhantes como um sistema.

Mas vejamos o caso do individuo sozinho.  Ele e um sistema aberto, tem que procurar interações com o mundo externo para poder sobreviver. Nestas interações ele vai aprendendo o que fazer, como se comportar, ao receber recompensa ou punição. Surge a moral, a aprendizagem de que fazer o bem a outra pessoa pode resultar em recompensa.

Talvez esteja ai uma causa, mas deve haver outras, neste mundo de cruzamentos e hierarquias entre sistemas. Uma das causas do individuo tomar a iniciativa de ajudar outro em dificuldade vem da emergência da empatia, que cresce ‘a medida que aumenta em seu ser a quantidade da substancia da auto-consciência. Existe casos em que o espectador sozinho, ao invés de ajudar uma pessoa em dificuldade, aproveita para saqueá-la. Isto sugere quase total de empatia, de substancia consciente.

E’ uma questão que só vamos responde-la por completo quando pudermos observar a mente de uma pessoa, ler os pensamentos.

A Direita, a Esquerda, e o DNA-Lixo: Como e porque cada um tem uma das três ideologias

domingo, novembro 18th, 2018

xxxx

Humanos se dividem por ideologias, ditas “direita” e “esquerda”. Cada qual acredita que está ao lado da Verdade Última. E sabemos que não sabemos qual e` a Verdade Última, ou se existe mesmo uma. Disso se deduz que ambos estão investindo suas vidas numa aposta, e no escuro. Uma roleta russa.

Sei que nessas alturas tanto os direita como esquerda estarão afirmando que não existe roleta russa, que eles estão no caminho certo porque eles sabem a Verdade. Não, não sabem. São mentes inferiorizadas porque não conseguem em seus raciocínios considerarem as imensidões desconhecidas deste mundo no tempo e no espaço.

Quanto aos não-direitistas (que inclue os ideólogos esquerdistas e a massa neutra), creio ser mais fácil detectar a causa do porque assim o são. Veem e sentem na ideologia direitista os fenômenos do parasitismo, do comensalismo ou predatismo, e da vitima. E` natural que todo humano sinta aversão ao parasitismo e predadorismo porque estes lhes causam as doenças e mortes. Mas tanto os direitistas quanto a grande massa do povo parecem não interessados em atuarem contra estes males que vem da Natureza bruta projetados nos seus sistemas sociais. Assim como muitos humanos aceitam passivamente as doenças, a existência de vírus e bactérias, e ate mesmo as suas tragédias perpetradas por grandes animais predadores – porque acreditam que nada se possa fazer contra elas – assim a grande massa aceita a existência de humanos parasitas e predadores. Conformam-se com o que acreditam que o mundo é e não poderia ser mudado. A falta de uma cosmovisão racional os impede de verem que na Natureza existem os estados de ordem e de caos, que constituem ciclos que se alternam, e que a biosfera deste planeta emergiu do estado de caos, e que e` possível que a inteligencia possa transformar o caos em ordem. Onde não exista parasitismo e predadores. O atraso na vinda dessa cosmovisão racional e` perpetrado pelos predadores da direita quando inventam as religiões sugerindo que o mundo dos humanos e` assim no estado de caos e sempre sera enquanto o estado de ordem vira apenas depois da morte, e as enfiam nos cérebros dessa grande massa.

Mas o que dizer dos esquerdistas militantes por sua ideologia? Vamos pular eles e falar primeiro dos direitistas. O que se passa na cabeça de um direitista quando ele vê os “pobres”? Na minha opinião, não se passa nada de racional. Apenas funciona neste momento a psique modelada por uma carga genética que foi herdada dos antepassados irracionais que fizeram o papel de predadores e nos quais a incipiente psique e conhecida como “instintos animais”. Mas vamos pula-los também por ora para analisar um fenômeno que vai influenciar nossa investigação e ser decisivo na conclusão final. Trata-se de definir antes o que é o DNA para sondar-mos o que não podemos conhecer ainda, ou seja o futuro da evolução desse DNA.

A Ciência teorizou, e creio já existir evidencias suficientes para demonstrar que essa teoria tem substancia real, que o DNA e constituído de uma pequena fracão de genes ativos e uma grande quantidade de material genético inativo. E nos tempos passados deram o nome a essa porcão inativa de DNA lixo.

Sabemos que na Natureza, o individual se projeta a si e suas propriedades, quando constrói o coletivo. Isso vem desde a Física quando átomos individuais se agregam e formam sistemas estelares quase a sua imagem e semelhança, e depois isto se repete no caso dos corais e arrecifes, e até mesmo na embriogênese quando uma célula inicial tem suas organelas imitadas como órgãos do organismo complexo. E no caso do DNA-lixo vemos este mecanismo se repetir em todos os tipos de sistema social que os indivíduos humanos tem construído até agora. No sistema social coletivo, os poucos genes ativos se tornam os ricos dominantes predadores e a grande porcão do DNA-lixo se torna a grande massa dos pobres.

Então creio que ainda é um produto do instinto natural o tipo de fenômeno que acontece na cabeça de um direitista quando vê um pobre. Ele não apenas repete a forma como o leão vê as suas presas – que ele tem que mata-las porque para isso foi feito com caninos, garra e maior força física, e tem o direito adquirido natural de devora-las se tiver fome. Ele não apenas repete esta fase evolutiva no passado mais recente, mas naturalmente, inconscientemente, se torna marionete da Natureza a enxergar o significado oculto na projeção do DNA-lixo sobre o sistema social.

Então creio que talvez inconscientemente, se o direitista tiver esta informação cientifica, imediatamente sua mente vai sugerir a ele que a evolução vai um dia eliminar, descartar totalmente, o DNA-lixo e vai deixar sobrar apenas a porcão elitista dos genes ativos. Somado este instinto inconsciente com o instinto herdado dos animais mais recentes, determina-se assim todo seu comportamento, suas atitudes em cada detalhe da vida, e suas crenças, inclusive mistica e ideológica.

Mas temos um grande problema aqui. Já se vão talvez três bilhões de anos que o DNA-lixo esta colado aos genes ativos e nunca foi eliminado. Então não é racional acreditar que sera’ eliminado. Pode ser e pode não ser, mas a aposta mais racional é que não sera’ eliminado porque por todo o tempo passado nunca foi.

E as mais recentes noticias que vem dos laboratórios de pesquisa é a crescente descoberta de que do DNA-lixo vem sinais, funções que atuam nos comportamentos dos genes ativos, talvez apenas suportando-os ou talvez,… controlando-os. Existe inclusive uma equipe de pesquisadores reunidos num projeto que esta’ se ocupando apenas de estudar o DNA-lixo, é desta equipe que esta vindo estas descobertas. Tanto são os acúmulos das descobertas que automaticamente a comunidade cientifica esta evitando falar em DNA-lixo, pois esta parecendo que não se trata de lixo.

A Matrix/DNA tem uma sugestão. Os grandes trechos do DNA-lixo são de letras repetitivas insinuando que nada significam. Então encontra-se trechos como AAAAAAATTTTTTTTTTT…. repetindo as bases a perder de vista. De onde veio isto, porque o DNA é assim? E` porque o DNA registra a evolução no seu tempo certo, ou seja, os eventos são ordenados na correta sucessão que ocorreram. E acontece que a evolução de uma certa característica forma uma sub-estrutura que sera alocada para um ponto, mas precisa que aquele ponto tenha outra estrutura já pronta. Se a outra demora mais, é preciso no código preencher o tempo de espera, e o DNA faz isso repetindo as bases, dando tempo ao tempo para chegar na hora certa. Um exemplo talvez infeliz que me ocorre agora seria  quando o DNA esta’ construindo o esqueleto ósseo, faz os maxilares e já devia fazer os dentes ósseos porem estes vão depender de raízes e partes molas carnosas, que apenas virão depois. Enquanto a operação do osso espera, tem que ser anotado o tempo no DNA senão ele reinicia com os ósseos em tempo errado. Creio que a repetição das bases para ficar fazendo hora é um grande truque.

Mas a Matrix/DNA tem outra sugestão que é de se ficar arrepiado: os trechos do DNA de longas cadeias repetitivas e que pouco atua nada tem de inútil ou lixo. São os registros de quando o DNA não existia como biológico mas sim era a Matrix eletromagnética ou mecânica astronômica construindo os nossos antepassados sistemas astronômicos. E ali o tempo na escala astronômica e onde as coisas são feitas mais separadas e depois superpostas, é preciso deixar no código estes tempos certos registrados. Como os nossos antepassados – átomos, estrelas, planetas – criaram a base para quando chegasse a vida e suportam a vida, assim é o DNA que parece inativo, as bases e o suporte para os genes ativos. Os sinais e atuações que se observa vindo deles são como as chuvas no planeta que ocorrem necessariamente, ou como a diferença entre o dia e a noite que ordena aos genes ativos quando devem descansar ou atuar. E’ uma sugestão fantástica mas que para mim, faz perfeito sentido. Não vejo como poderia ser de outra forma. Por isso a Natureza nunca o descartou!

Mas como as Ciências não conhecem a Matrix/DNA e jamais acreditaria nessa sugestão, a continuidade da crença em que o DNA tem lixo e` conveniente principalmente para os direitistas se justificarem nas suas ações predatórias contra a grande massa dos pobres.

A minha grande pergunta aqui é se a grande massa dos pobres serão eliminadas naturalmente ou serão dirigidas pela Natureza a romper a divisão entre ela e os ricos gerando um sistema final igualitário? Pois com certeza, o mundo biológico vai mudar do presente estado de caos para o próximo estado de ordem, e esta’ divisão ali não cabe, não se encaixa. No DNA os genes ativos aprenderão a resolver tudo sozinhos sem mais precisar do suporte e talvez controle do ex-DNA-lixo a ponto que a inatividade total dos componentes do ex-DNA-lixo seja finalmente descartada na transmissão hereditária?

Creio que uma inteligencia alienígena, vinda de fora do mundo biológico, não teria uma resposta a esta pergunta. Simplesmente ninguém pode ter certeza de futuro algum e esta inteligencia sairia de fininho lavando as mãos, como quem não tem nada a ver com isso. Mas nos humanos, estamos dentro do mundo biológico, e sabemos que nossas atitudes agora podem interferir no nosso destino, se para melhor ou pior, como esta sendo o presente caso do clima planetário. Me prece que não podemos simplesmente lavar as mãos, vamos ter que estudar esse problema mais a fundo para nos dirigir a uma decisão, a qual sera uma aposta, sujeita a sorte ao asar, que sera determinada pelo futuro. Vou apostar em que o ex-DNA-lixo e a grande massa dos pobres serão eliminados? Ou em que esta divisão entre genes mais ativos, e agora, esta carga genética menos ativa, sera eliminada? Quando entrar-mos no estado de ordem?

Cada um terá que escolher em qual dos 50% de possibilidades vai apostar. Alias, esta escolha já foi feita quando decidimos ser ou direitista, ou esquerdista, ou massa neutra. Os direitistas acreditam piamente que o que consideram ainda “lixo”, vai ser eliminado e com isso se convencem que tem de planejar as coisas para o mundo em que existirão apenas eles, enquanto os esquerdistas se convenceram que a divisão sera rompida e tem que planejar o mundo que sera igualitário, e nesse meio, a massa neutra esta convencida que não se deve quebrar a cabeça com essa questão porque o mundo e` assim e sera ele quem vai decidir contra qual decisão nada podemos fazer.

Existe agora os debates e as vezes confrontos mortais entre direitistas e esquerdistas porque cada qual acredita tanto em sua aposta que quer convencer os opositores a mudarem sua aposta. E como humano, eu não tenho como ficar de fora destas três tendencias, me parece que ninguém tem. A natureza sempre apresenta inicialmente dois extremos conflitantes entre si e uma terceira alternativa que e` o equilíbrio no sistema depois que os dois conflitantes se exauriram. Então a natureza estaria sugerindo que quem esta certo nessa briga e` a massa neutra? Ela vai herdar a Terra depois da guerra? Mas ela realmente representa a terceira alternativa, a do equilíbrio? Qual a terceira alternativa entre eliminar o ex-DNA-lixo, ou eliminar apenas os genes ativos porque são predadores? Seria a de eliminar ambos ou não eliminar nenhum?! Ou ainda, conservar apenas os considerados bons de cada parte, mantendo uma mistura final dos dois?

Não me apraz a ideia de que o DNA inteiro sera eliminado, isto seria a extinção total da vida biológica. Não me apraz a ideia de que não sera’ eliminado nenhum e mantido o estado atual, pois creio que esta’ vindo o estado de ordem que não admitiria essa divisão. Não me apraz a ideia de que os genes ativos seriam os eliminados, pois isto eliminaria a possibilidade de continuar a evolução. Não me apraz a ideia de que o ex-DNA-lixo sera’ eliminado, pois esta hipótese estaria querendo inserir arbitrariamente na Natureza um mecanismo que nunca aconteceu em 3,5 bilhões de anos da existência do DNA.

Apenas me apraz por ora, considerando meus parcos conhecimentos e limites cerebrais, que haverá a normal e comum transcendência de especies, pela qual uma especie atinge seus limites evolutivos sendo transformada numa nova especie mais complexa. E isto significaria que o atual DNA biológico deixara de ser biológico, sera’ transcendido para algo diferente mais complexo. O que, por tabela, implica que os sistemas sociais humanos deixarão de serem sistemas sociais, para serem algo diferente e mais complexo. E aqui minha preferencia é reforçada porque a possibilidade aqui é que não exista mais “sistema” no que se refere ao agrupamento entre humanos, e se não existe sistema, não existe núcleo e periferia, todos são iguais, o tal sistema igualitário final.

Epa… mas dissemos antes que sistema igualitário é a bandeira dos esquerdistas. Não, não é. Mas vamos pular isso agora e vamos trazer outro detalhe influente nesse assunto.

Outro item que esta’ influenciando minha escolha é o resultado final sugerido pela minha teoria cosmovisionária, a Matrix/DNA. Este resultado pode ser definido por:

” O significado universal da existência dos humanos aqui e agora é o de que os humanos executem a função de genes inconscientes de que são genes, e do que estão construindo. E outra auto-projeção do passado no futuro, onde o passado genético se torna presente dos organismos construído por aquela genética. Naquela existiam genes construindo algo sem saberem o que estavam construindo. Mas o que os humanos estão construindo como genes? Um cérebro capacitado a ser a placenta final ótima para gerar uma parte, ou uma característica, da nova forma do sistema universal, denominada de auto-consciência. Assim os humanos são unidos a milhões ou trilhões de outros genes inconscientes que existem espalhados neste Universo, cada qual construindo uma característica especifica do grande embrião final. Nesse sentido, cada humano como um gene, possui, alias ele é, uma informação unica e especifica da característica que todos estão construindo. cada humano é uma mensagem, uma informação pessoal, intima, unica, intransferível e… indestrutível. Porque o Universo esta’ tunelado para esse grande processo genético de reprodução do que o criou, e este tunelamento garante que não pode ser destruída uma informação genética.

Se isto for verdade, se os resultados sugeridos pela Matrix/DNA estiverem corretos de acordo com a realidade final, isto sugere que o futuro nos aguarda com a solução do igualitarismo. Porque todos os oito bilhões de humanos terão que serem livres, capacitados usufruindo dos mesmos recursos materiais, para poderem executar sua missão individual. E em todos os sistemas sociais criados até agora, a grande maioria dos humanos tem sido algemados, proibidos de desenvolverem o cérebro como se necessita. Os direitistas acreditam que o povo “não precisa estudar, pois tem que cavar buraco e apenas isto”. Mas a Natureza não esta’ de acordo, e até agora ela eliminou e continua eliminando todos os grandes predadores que tentam impor num território suas regras, se acomodaram num modelo de vida, se tornaram becos sem saída, fecharam as portas a sua evolução, e foram eliminados, seja por meteoros, por escassez, tragedias climáticas ou ataques viróticos… A Natureza é lenta, espera, porque ela atua na escala astronômica do tempo e não na escala humana, mas executa.

Mas existe um porem… sempre existem os porems…

Isto não explica 50% dos fatos que vemos neste Universo relativos aos fenômenos naturais do lado do mal em relação aos humanos. Na placenta na barriga da minha mãe não existia 50% de genes predadores causando carnificinas sobre outros genes e moléculas (bem… em relação a estas parece que sim, existia), nem 50% de forcas e elementos naturais tentando impedir o bom desenvolvimento do feto. Então a Matrix/DNA ainda não explicou a causa destes 50% do mal, o que é a metade do mundo. Um Universo tunelado para um processo embriogenético não poderia conter  nenhum mal. Apenas o bem.

Alem disso, existe outro processo natural que não casa bem com essa visão cosmovisionária. Me refiro ao fenômeno dos… “ovos botados fora com a prole abandonada a própria sorte”. Num Universo tunelado só deveria existir o processo dos… “ovos mantidos dentro até o nascimento e prosseguindo depois sendo mantidos protegidos ate ao menos sua maturidade”. Mas desde as primeiras bactérias ate os repteis, a evolução produziu os ovos botados fora, de maneira que inclusive algumas destas criaturas como geradoras devoravam os próprios filhotes ao emergirem de dentro dos ovos. De repente algum réptil ( segundo a Ciência teria sido o cinodonte) se condoeu de amores pelos ovos e seus rebentos que resolveu fazer o heroico e torturante, fatal e mortal muitas vezes, sacrifício de manter o máximo possível os ovos dentro, cuja evolução acabou produzindo os mamíferos. Estou trazendo a lembrança deste fenômeno aqui porque isso explicaria aos humanos o porque estão tão fragilizados sujeitos a tantas tragedias lhes ceifando a saúde a e vida, como predadores, parasitas, e tempestades geológicas ou climáticas. Isto esta sugerindo que a Natureza aplica esse mecanismo dividido em duas fases ( primeiro os ovos fora e em seguida, os ovos dentro), toda vez que vai produzir uma nova especie, ou forma de sistema natural. Alias, a Matrix/DNA, no seu modelo teórico astronômico, mostra que essa divisão entre ovos fora e dentro  já existia desde a formação dos sistemas galácticos, e na mesma sequencia, esta é uma lei universal. Se assim for, temos tudo para deduzir que este novo sistema sendo gerado aqui e dentro de nossas cabeças, encontra-se na primeira fase da evolução, somos como ovos botados fora sujeitos a todo tipo de tragedias. Assinando carta aberta para os 50% do mal atuar a vontade sobre nossas costas. Então novamente vem este estranho paradoxo. Mas…

A mesma Matrix/DNA, quando nos dirige na escrita narradora da Historia Natural Universal, relata um episodio em que quando estávamos na forma de um antepassado muito longínquo – mais exatamente na forma de sistema astronômico – cometemos um gravíssimo erro. O qual teria ou criado ou aberto as portas aos 50% do mal. Não vou copiar aqui este longo texto, apenas resumindo, nosso ancestral escolheu a opção proibida de ser um sistema fechado em si mesmo como um paraíso eterno para si, cortando relações com o resto do mundo e fechando as portas `a sua própria evolução,… e do qual herdamos o tal gene egoísta. isto explicaria tudo mas ai traz uma nova questão. Isto implicaria que os genes neste processo de construção possuem a faculdade do livre-arbítrio, ou seja, a capacidade de se desviarem do projeto universal para criarem um embrião diferente. As vezes numa embriogênese resulta algum tipo deformado, de monstro, mas não creio que foi por ação dos genes, e sim por alguma força alheia externa.

Estaria este Universo tunelado inclusive para suportar e conter as imprevisíveis possibilidades de criaturas com livre-arbítrio? este Universo teria sido tunelado para produzir apenas os 50% do bem, mas mantendo oculto como potencial latente, os 50% do mal, e adequado para suportar as investidas deste mal, adequado para suportar os desvios para mundos monstruosos criados pela imprecaução do livre-arbítrio, de maneira que no final estes 50% do mal ativados pelos erros do livre-arbítrio, desapareçam no resultado final em que o mundo final criado pelas criaturas seja exatamente a imagem e semelhança do criador?!!!

Seria uma versão da fabula do filho prodigo. Você esta’ livre para construir e experimentar todos os tipos de mundo que na sua mente acreditar que seja melhor do que o reino de seu pai, e as portas desta casa serão mantidas abertas porque com certeza iras procurar e não iras achar, porque eu procurei no mundo todo também e não achei outra coisa melhor, esta’ é a ultima possibilidade da extrema perfeição, e com certeza construirás um mundo igualzinho a este, onde pensaras que és o deus criador. E um dia sabendo que seus pais existem em outro mundo vai convida-los a sua casa, e sua mãe dirá ao seu pai: “Mas esta é exatamente a nossa casa!”…  E seu pai sorrindo respondera’ ” Deixe nosso filho acreditar que ele criou esta casa, se ele precisa sentir que é Deus e que é o Senhor aqui, nos não precisamos sentir isso, não lhe neguemos sua felicidade”.

Esta’ explicado o porque optei, depois de tantas considerações, a opção do sistema social humano igualitário necessário para que haja a transcendência? E porque temos tantos obstáculos nessa vida? Mas cuidado! Eu particularmente acredito que não tenho nenhuma ideologia, não sou partidário nem da direita, nem da esquerda, nem da base neutra, mas eu não acredito no que meu julgamento conclui sobre mim mesmo. Afinal fiz a escolha de uma aposta, que é diferente de todas as outras apostas existentes, mas é uma aposta e se lhe falo sobre minhas razoes, é porque mesmo inconscientemente eu estou tentando convence-lo a mudar sua aposta. Não o faça sem muito raciocinar antes, posso estar todo errado.

Falta ainda explicar o que se passa na cabeça da esquerda, do porque ela quer um mundo igualitário. Eu penso que não querem o mundo igualitário e vou explicar.

Todos os sistemas sociais humanos criados ate agora nada mais são que mera imitação do sistema ecológico desta biosfera. Tanto nas selvas, quanto nos áreas, quanto nas águas dos rios e oceanos, observamos a mesma divisão do poder por classes de animais. Existem os grandes predadores ( leões, dinossauros,anacondas, nos continentes, aguais nos ares, tubarões nas águas, etc.), os médios predadores (lobos, raposas,bagres, abutres), e existem as presas (ovelhas, coelhos, pombas,etc.).  Pois todos os sistemas sociais – seja o comunismo, a monarquia, o feudalismo, o Egito dos faraós, o capitalismo, etc.) apresentam as mesmas três classes na divisão do poder: a classe oligárquica, a classe media, e a massa dos pobres. Se a massa dos pobres é inerte, acomodada, mentalmente condicionada pela oligarquia, e a classe media é uma especie de capataz da oligarquia, de onde surgem os militantes esquerdistas contra a oligarquia e nisso, contra a classe media? A unica resposta que encontro são mutações genéticas. De dentre as três cargas genéticas ocorrem mutações criando lobos e raposas com tendencia a serem, na vida real, a oligarquia, destronando os leões. Ora, estes lobos não sonham com um sistema igualitário, sua investida é para manter o sistema dividido. Se apresentam um discurso a favor da redenção dos pobres é um esforço em substituir o condicionamento mental pela religião por outro tipo de condicionamento mental que lhes proporcionara’ o apoio das massas na sua luta de conquista.

Já expliquei porque não sou nem direitista nem da classe neutra e agora explico porque não sou também esquerdista. E acho que estas três posições derivam da herança dos instintos animalescos, e o homem sábio deve procurar sempre cada vez mais se distanciar dessa herança vergonhosa, que foi um período triste na evolução porque caímos devido ao erro no antepassado, procurando se auto-exorcizar destes três instintos, somente assim estaremos acessíveis as forças que nos trazem a transcendência dessa especie para algo mais ampliado ao nível cósmico. E uma escolha sofrível porque estimulamos inimigos nas três classes, tendemos a sermos isolados, não pense que é fácil, mas a esperança é que cresça o nosso numero para que possamos ter uma comunidade e alguma força para também participar nos nossos destinos com nossa opção.

 

O que é ética e moral. Como esse fenômeno existe na Natureza, em todos sistemas naturais, desde antes das origens da vida

sábado, novembro 3rd, 2018

xxxx

Post from Kaiser Basileus:

Ethics: What passes for wisdom for most people is compliance. What passes for common sense for most people is common compliance.

My answer:

Kaiser Basileus – I have seen people here very interested at ethics/moral issue. I am afraid that you will stop and not read from the point that I will say that ethics/morals are not invented by humans, because we can see them at Nature before life’s origins. Ethics/morals arises from each time a new natural system is organized. Non-living systems as atoms and galaxies has a force that produces homeostase, the internal equilibrium, and this force acts over each part with a unique control rules. So, each part has its own tendencies and if they have free will and there is no systemic force in control, there will be no organized system. Then, each part is obligated to obey the control rules but it has still place for some individual liberty. It happens that if a part acts full-filling this place it will prejudices the other parts, there are limits among parts to obey also. So, if a part does not want a violent reaction from other parties, it has to build a kind of its “moral”.

This force in control arises from the sum of informations of all parts plus the informations from the connections and interactions of all parts plus the interactions of each part with external world. So, this force is bigger than all parts, it is invisible and seems to be abstract, like the mind in a brain, but it is real and we call it “the entity of a system”. Then, at primitive non-living systems like atoms and galaxies – which are our ancestors – this social system entity comes what at social system’s human level we call “ethics” and the kind of each part behavior in relation to other parties we call “moral”.

Things would be more easy to understand if you see the Matrix/DNA formula for all natural systems, where you see by yourself the obligation to have this entity and how the parts must behavior. Amplifying the approach to ethics/moral in this way, becoming it a universal phenomena, have been for me, useful at understanding the evolution of humans societies ethics and morals because we knows the Nature that built human beings since the tribal beginning, I don’t know if will be useful for you. Cheers…

Harvard University, essencialmente e’ Liberal

sábado, setembro 29th, 2018

xxxxx

https://features.thecrimson.com/2018/freshman-survey/lifestyle/

Liberais – 64 %

Conservadores – 12 %