Archive for the ‘Evidências da Matrix/DNA’ Category

Planeta 9? Evidencia para Modelo Astronômico da Matrix/DNA?

quinta-feira, abril 27th, 2017

xxxx

Certos disturbios nas fronteiras do sistema solar – no cinturao Belt – estao indicando haver ali um planeta, e ja’ lhe deram um nome: Planeta 9. Enquanto continua a corrida para ver quem chega primeiro ao planeta que ainda nao se sabe se existe, a teoria sugere ainda que este planeta nao foi formado dentro do sistema solar, mas sim que teria vindo de fora e capturado na orbita de nossa estrela. Então isso lembra os meus modelos astronômicos que preveem este tipo de origens para sistemas estelares inteiros. Fica registrado o artigo aqui e abaixo uma copia de meu comentário postado no artigo…

http://www.space.com/35277-planet-nine-captured-rogue-exoplanet.html

Louis Charles Morelli · – 4/27/2017

Or maybe all planets are rogue…maybe our current theoretical model about stars systems origins is wrong. Matrix/DNA Theory cauculates evolution in reverse time, starting now with biological systems and going back to the past. This method produces new models of system like galaxies and atoms, for to fit as ancestors and producers of biological systems.So, there is a model of the evolutionary link between cosmological and biological evolution. And this model is suggesting there are two process of galaxies formation, like cells system had two process of formation: the first is symbiosis and the second, the cell made by symbiosis leartned how to reproduce itself. Was the biological systems that created two process or this is coming from ancestors systems? If this is the answer, there are two process for galaxies and the first one, all planets has formation outside a star system, only after that they are captured by some star’s orbit. We still has no calculated how the first process evolved to the second, so, we do not know how modern stars systems are produced

Eckhart Tolle: Impressionante evento psiquico, lider espiritual americano

terça-feira, abril 18th, 2017

xxxxx

http://www.eckharttolle.com/article/The-Power-Of-Now-Spirituality-And-The-End-Of-Suffering

For two years, a small man sits quietly on a park bench. People walk by, lost in their thoughts. One day someone asks him a question. In the weeks that follow there are more people and more questions. Word spreads that the man is a “mystic,” and has discovered something that brings peace and meaning into our lives. It sounds like fiction, but today that man, Eckhart Tolle, is known worldwide for his teachings on spiritual enlightenment through the power of the present moment. His first book, The Power of Now, is an international bestseller, and has been translated into 17 languages. More than 20 years have passed since Eckhart Tolle answered his first question on that park bench. While his audience has grown, his message remains the same: that it is possible to stop struggling in your life, and find joy and fulfillment in this moment, and no other.

Says Eckhart:

“For most people, spiritual awakening is a gradual process. Rarely does it happen all at once. When it does, though, it is usually brought about by intense suffering. That was certainly true in my case. For years my life alternated between depression and acute anxiety. One night I woke up in a state of dread and intense fear, more intense than I had ever experienced before. Life seemed meaningless, barren, hostile. It became so unbearable that suddenly the thought came into my mind, “I cannot live with myself any longer.” The thought kept repeating itself several times. Suddenly, I stepped back from the thought, and looked at it, as it were, and I became aware of the strangeness of that thought: “If I cannot live with myself, there must be two of me – the I and the self that I cannot live with.” And the question arose, “Who is the ‘I’ and who is the self that I cannot live with?” There was no answer to that question, and all thinking stopped. For a moment, there was complete inner silence. Suddenly I felt myself drawn into a whirlpool or a vortex of energy. I was gripped by an intense fear, and my body started to shake. I heard the words, “Resist nothing,” as if spoken inside my chest. I could feel myself being sucked into a void. Suddenly, all fear disappeared, and I let myself fall into that void. I have no recollection of what happened after that.

The next morning I awoke as if I had just been born into this world. Everything seemed fresh and pristine and intensely alive. A vibrant stillness filled my entire being. As I walked around the city that day, the world looked as if it had just come into existence, completely devoid of the past. I was in a state of amazement at the peace I felt within and the beauty I saw without, even in the midst of the traffic. I was no longer labeling and interpreting my sense perceptions – an almost complete absence of mental commentary. To this day, I perceive and interact with the world in this way: through stillness, not through mental noise. The peace that I felt that day, more than 20 years ago, has never left me, although it has varying degrees of intensity.

At the time, I had no conceptual framework to help me understand what had happened to me. Years later, I realized that the acute suffering I felt that night must have forced my consciousness to withdraw from identification with the unhappy self, the suffering “little me,” which is ultimately a fiction of the mind. This withdrawal must have been so complete that the suffering self collapsed as if the plug had been pulled out of an inflatable toy. What was left was my true nature as the ever present “I AM”: consciousness in its pure state prior to identification with form. You may also call it pure awareness or presence.

xxxx

Pelo pouco que sei de Tolle, ele teve sorte de cair no momento exato: nao sei porque mas nos anos de 2.000, o publico estava procurando e consumindo muitos livros de auto-ajuda, pensamento positivo, etc. E ele tinha uma mensagem prometedora, era afinal um exemplar vivo bem suscedido no que todos buscavam.

Mas como todos os outros livros e seus autores, o conselho de Tolle era impraticavel, por isso seu ensinamento, nao compreendido, caiu na inutilidade, nos tempos de hoje. Pois o que Tolle pode fazer e fez, ninguem na vida moderna consegue fazer. Apos o evento psiquico, ao conseguir a sublimacao mental, ele caiu na rua como um sem-casa, mendigo. Parou de estudar, de trabalhar e ficou dois anos sentado em bancos de praca. E nunca mais iria voltar a uma vida profissional, nao fosse algumas pessoas se acercando dele e fazendo perguntas. Ele foi arrancado da sarjeta pelo publico. Como copiei logo abaixo um texto do Wickipedia, sua familia aguentou-o nestes dois anos com casa e comida, mas o repreendia dizendo que tornara-se irreesponsavel e insano.

Quem consegue repetir isto na vida moderna? Ou melhor, quem vai querer conhecer o Nirvana, alcancar a sublimacao mental, a tal preco? Ninguem. Por isso a tecnica que ele ensina para se obter o que ele obteve nao funcionou para mais ninguem. E poucos tem uma familia que os suportariam como paria.

Alem disso, mesmo que alguem conseguisse faze-lo, mas que nao fosse rico para se auto-sustentar, e tivesse que voltar ao trabalho professional, `a rotina do dia a dia dentro de uma fabrica, um escritorio, etc., quem iria conseguir ” contemplar e se admirar do presente… e para o resto da vida ficar neste estado? Ora o ambiente obrigatyorio para 90% ou mais da populacao mundial e’ o incomodo ambiente rotineiro do trabalho na repetitive e enfadonha producao em serie. Que mundo bonito existe para quem esta dentro de uma fabrica na maior parte do seu dia?

Portanto, se todos conseguissem a transcendencia para o estado de consciencia cosmica, a economia do planeta parava e todos morreriam rapido. A conclusao inevitavel e’ que Tolle esta’ sendo um professor do mal. O relato de sua experiencia unica e’ de grande ajuda para a busca do entendimento do que somos, como funciona o cerebro, que existiria uma divisao entre mente e consciencia, etc. Isto ao menos para minhas pesquisas e os paralelos que vejo entre esta experiencia e o que estao sugerindo meus modelos teoricos, tem inestimavel valor, poiss me ajudara a desenvolver mais minha busca.

Entao a diferenca entre a pregacao do Tolle e a minha esta nisso. Tambem ninguem vai largar tudo para se isolar na selva por sete anos, ou ninguem vai ter a sorte que tive em tropecar com Serra Pelada, conseguir por sorte a propriedade de um estabelecimento commercial que me pagou as despesas de manutencao na selva e me permitia retornar ao contacto com humanos em alguns meses por ano. Mas eu nao estou ensinando como conseguir um evento psiquico de transformacao de nivel mental evolutivo. Estou pregando uma promessa para se obter fatos concretos baseados num metodo de busca que lida apenas com fatos concretos, que sao do conhecimento publico. A visao de mundo onde somos 8 bilhoes de genes construindo a nos mesmos em um pode gerar uma comportamento humano coletivo que ao pouco vai mudando o Sistema, a economia baseada na auto-sustentabilidade da formula liberando a humanidade do trabalho rotineiro, e assim com o ambiente mudado e adequado para receber o que Tolle se tornou, este e’ um caminho palpavel e racional. Porem nao e’ o caminho do milagre facil e rapido de Tolle, e’ um caminho arduo e demorado.

https://en.wikipedia.org/wiki/Eckhart_Tolle

Tolle stopped studying for his doctorate, and for a period of about two years after this he spent much of his time sitting, “in a state of deep bliss,” on park benches in Russell Square, Central London, “watching the world go by.” He stayed with friends, in a Buddhist monastery, or otherwise slept rough on Hampstead Heath. His family thought him “irresponsible, even insane.”

Pesquisa da Matrix:

Tolle me fez notar algo que nao havia pensado. O Sistema-formula tem uma entidade abstrata que suplanta e governa seu interior, suas partes. Seria o software do hardware. No caso de Tolle, o nivel psiquico dos pensamentos mais o Sistema nervosa simpatico seria a sub-entidade de cada parte, enquanto o Eu separado dos pensamentos, a consciencia normal de Tolle e dos humanos normais seria a entidade superior das partes. Ou seja, cada parte teria uma fracao da entidade total do Sistema. Quando Tolle perde a sub-entidade individual – a cosnciencia da parte do Sistema – ele suplanta-se como Sistema e cai na esfera da hierarquia dos sistemas, ou seja, cai num Sistema superior ao humano, o qual ele interpreta como cosnciencia universal, do cosmos. Entao ele era – e todos humanos normais sao – e em yermos de software da formula, um fractal menor dentro desse mesmo fractal, porem maior.

Termodinamica: A Segunda Lei Obedecida Pela Matrix/DNA Formula

quarta-feira, março 15th, 2017

xxxx

Muito se debate a respeito da questão de que seres vivos não obedecem a segunda lei da termodinâmica.

A Segunda lei da Termodinâmica estabelece que, num sistema fechado, nenhum processo ocorre que aumente a rede de organização ( ou diminui a rede de entropia) do sistema.

A minha formula de sistema total, completo, funcional, isolado, fechado em si mesmo, apresenta a mesma lei. Vejamos:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Para que aumente o nível de organização de um sistema – o que implicaria em aumento de complexidade, evolução – é necessário nova informação, no sentido de que informação seja qualquer novo elemento com forma e função inexistentes antes. Como nada cria informação do nada, e o sistema e’ fechado, não realizando trocas de nenhuma especie com o mundo externo, nenhuma nova informação ira’ surgir dentro deste sistema.

Também a entropia, uma vez iniciada, não teria mais como o sistema estanca-la. No sistema fechado da Matrix/DNA a entropia tem inicio quando partículas saem fora do circuito de informação/energia, indo para o interior em direcao ao núcleo. Isto significa que na próxima rodada do circuito o sistema não mais sera’ de tanta perfeição como nas rodadas anteriores, e o aumento destas partículas desviadas acaba desmanchando o sistema.

A Ciência Academica Oficial não tem a formula natural universal para sistemas naturais, por isso faz grande confusão entre sistemas, processos e partes ativas ou desativadas despregadas de sistemas. Por exemplo, vejamos um texto onde essa falha produz erros conceituais:

” Devido a segunda lei da termodinâmica, o Universo tomado como um todo esta inevitavelmente movendo-se na direcao do estado de completo caos e acaso, sem qualquer ordem, padrão, ou beleza. Este destino foi popularizado no seculo 19 como a “morte quente” do Universo”.

Ora, não existe nenhuma prova de que o Universo constitua um sistema. Onde esta’ o núcleo? Quais são as partes funcionais e como funcionam? Como estão conectadas?

Conforme a Matrix/DNA o Universo deve ser uma massa de sistemas – as galaxias, ou conglomerados de aglomerados de galaxias – mas não um sistema, mesmo porque, sua função como reprodutor genético lhe da’ mais a forma disforme e função de placenta. Mas sem a formula da Matrix/DNA realmente muito se confunde sobre o que realmente são sistemas naturais.

Então o falho conhecimento sobre sistemas causa esse tipo de desentendimento, por exemplo, entre a vida e a teoria termodinâmica, ou mais exatamente entre os conceitos biológicos e as rígidas leis da Física. Vejamos:

Quando a entropia teve inicio num sistema astronomico, mais preferivelmente um sistema galáctico, ela se inicia na periferia e seus produzidos radicais livres são colapsados para o interior, já que do sistema fechado nada escapa. Estes bits-informação podem se encontrarem na superfície de um planeta na mesma época e causarem o caos entre si pois bits distantes uns dos outros no sistema não se reconhecem e não possuem a tendencia para se conectarem. Disputam espaço, energia, etc. Mas quando bits que foram vizinhos no circuito do sistema se encontram, se reconhecem e se reagrupam tentando reconstruir o sistema para o qual foram modelados. Tudo acontece normalmente como meteoritos no espaço são atraídos para astros e não para gazes.

Este caos inicial produz a continuidade do aumento da entropia, já que o sistema esta’ se enfraquecendo e mais partículas se desviam do circuito. Eu diria mesmo – e isto me ocorreu apenas agora – que, desde que o Sol esta sob entropia, perdendo sua energia, o sistema solar tende a desaparecer pela entropia. ( mas se a formação do sistema se deu pelo primeiro método original, os planetas ainda ativados vão sair antes do sistema, na forma de estrelas, ou novos sois).

O sistema esta’ morrendo, a operação automática de auto-reciclagem vai parar de funcionar, mas na verdade ele não esta’ desaparecendo, e sim, se transformando. Pois os bits reagrupados vão re-ergue-lo, dentro de seu próprio corpo, porem, devidos as abruptas mutações devido a gênese diferente de sistema fechado para sistema aberto, o sistema se transforma de astronômico em biológico. Então a entropia produz o caos, mas no caos ocorre a mutação, transformação e reordenação do estado de ordem. Este é outro detalhe que a Ciência Oficial e a teoria da termodinâmica não alcançaram ainda.

Como e porque humanos conceituam a beleza da face e qual o segredo destas faces? Ver Video.

sábado, março 11th, 2017

xxxx

Jill Helms faz uma palestra sobre as diferenças entre faces bonitas e com defeitos. Porem devido seu pouco conhecimento ela não desce `a profundidade requerida para se entender o fenômeno em sua totalidade. Apenas o conhecimento da cosmovisão da Matrix/DNA nos revela informações sobre o tema jamais imaginadas antes. Então leia meus dois comentários copiados abaixo que foram postados no vídeo do Youtube e no meu Facebook, depois veja abaixo uma interessante descoberta baseada na formula da Matrix/DNA e depois clique no link para assistir a palestra Procure as legendas e transcript do texto em português no TED)

https://www.youtube.com/watch?v=qIDuFyXjcA0&index=6&list=PLsRNoUx8w3rPvhx_lImJfT7aiQ5tEbxoj

Reconsidering beauty | Jill Helms | TEDxStanford

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – Mar/3/11/2017

Why the genes has wired us to determine which are beautiful faces? Because it is their goal to rewards health ovules and spermatozoons. They wish the best environment for doing their job.

Beautiful faces has exactly symmetry and balance because its DNA has the same symmetry and balance. Symmetry is produced by the systemic function number 5 of Matrix/DNA universal formula for systems. Any natural system begins to be built from the bottom running to the left. Then the left face is reproduced as the right face by F5. At the RNA-world was the uracil base doing this function and it copied a strand of RNA as the right strand, creating the DNA. From here, the genes build animals faces once time entirely, but repeats the copied result of one’s DNA.
So, the golden ratio is anything else than the active act of the reproductive systemic function and measuring its point at the formula we get 1,618… the phi number.
So, the environmental/nutritional conditions inside the ovule at the moment of fecundation determines the symmetry and the balance of DNA which will be repeated at face’s formation.
A non-health ovule’s environment produces diseases and since the face is a kind of mirror of the DNA, the face will show the disease. And remember: perturbations at ovule’s environment mimics the perturbations of the external environment. That’s why rich and evolved people usually has more beautiful faces than poor people at poor regions. (If you are interested in this issue and want to see the systemic formula and understanding this issue, see the formula at my website and its explanations.)
xxxxxx
Facebook de Mar/03-12-2017
Louis Charles Morelli 

Em que estou a pensar agora? Na minha fantastica descoberta desta semana.

Os humanos criaram um preconceito baseado numa abstração da imaginação que diz: ” Existem faces bonitas e faces feias”. Este preconceito e’ muito influente na vida toda das pessoas, praticamente o principal determinador da sociedade humana para qual qualidade de vida o individuo terá. Um absurdo irracional?

Não sei se os outros animais, como cachorros e macacos, também possuem este preconceito entre eles e se criaram algum valor para determinar o que e’ face bonita ou feia. Mas assim como para nos humanos não existe diferença de faces entre macacos e todos nos parecem feios, assim também alguma inteligencia superior extraterrestre com outro tipo de corpo, com certeza nos vera’ a todos como tendo faces iguais e sendo feios.

Nesta semana assisti um vídeo do TED-Talk com uma palestra sobre este tema ( o link esta no meu artigo). A autora apresenta curiosos detalhes e informações inclusive históricos que nunca havíamos pensado. Mas como ela não conhece a base deste mundo e quem constrói faces – a formula da Matrix/DNA – ela trata o tema com seu conhecimento supérfluo e passando valores errados. No meu website nesta semana escrevi um artigo lidando com o assunto mais profundamente e descobrindo coisas que eu nunca havia pensado antes.

Porque a natureza produz faces ditas “bonitas”, onde as partes são bem balanceadas com tamanhos bem encaixados e as duas meias-faces apresentam perfeita simetria, enquanto produz outras faces – a maioria – sem estas perfeições?

A resposta esta nas diferenças do trabalho realizado pelo DNA com seus genes. Tudo e’ determinado a partir do momento que um espermatozoide alcança o centro de um ovulo e depois nos nove meses seguintes. A qualidade dos ambientes interiores do ovulo e da bolsa embrionaria mais o estado evolutivo dos genes herdados dos genitores determinam o modelo da face a ser construída.

Então, pessoas que vivem na pobreza, com um ambiente externo cheio de obstáculos, perturbações, e muita escassez de nutrimentos e acomodação do organismo, tem estas situações projetadas para dentro do ovulo e saco embrionário. Pessoas mais afortunadas que nascem em berços ricos e ambiente externo pacifico, controlado pelos humanos, com boa nutrição, projetam isto para o interior e processamento da gestação. Para ver isto basta comparar o físico de alemães com indígenas nativos, ou o povo desafortunado de Bangladesh.

O que me deixa atônito e’ como estes conhecimentos tao básicos não são a base de áreas como psicossociologia, economia,etc. A suprema missão do ser humano seria lutar para melhorar a qualidade de vida e manter a evolução mental da humanidade. Senão, para que fazer filhos e deixar novas gerações? E um dos mais urgentes assuntos a resolver e’ a pobreza que afeta a maioria dos humanos, a qual dentre outras mazelas, produz os organismos imperfeitos.

Existe detalhes mais profundos a conhecer neste assunto das faces, para entende-lo na sua totalidade. Como este que citei no artigo:

A simetria ou assimetria são a primeira causa do que aos nossos olhos parece bonito ou feio. Uma face ‘e dividida ao meio exato vertical, com a linha fronteiriça passando desde a testa, para o meio dos olhos, das duas narinas, da boca, do queixo, das mãos e pernas. Se ano existisse esta forca natural e seu mecanismo especifico denominado simetria, nada impediria que organismos tivessem um, três, ou cinco olhos, mãos, narizes, etc. Queríamos ter mais mãos, varias bocas – uma para comer ao mesmo tempo que outra para beber, outra para falar, etc. Mas a simetria impede que nossos esforços se realizam na forma física.

O fenômeno da simetria vem sendo observado e estudado desde a Grécia antiga, onde os filósofos descobriram a “golden ratio”, ou a razão dourada, ou ainda a geometria sagrada. E a representaram matematicamente com um numero, 1,618,… chamado numero “phi” porque mediram esta simetria nas espirais das plantas, flores e outros fenômenos naturais, como os lábios humanos, e sempre resulta no mesmo numero. Então se acredita num desenho supernatural inteligente.

Mas com a formula da Matrix/DNA eu descobri de onde vem este mecanismo e porque este numero. Esta explicado no artigo do meu website e na formula. Os DNA’s masculino e feminino são divididos ao meio vertical e repetem o que aconteceu nas origens da vida, no RNA-world – quando uma haste de RNA tem seu circuito energético continuado nas pontas para repetir a figura e propriedades da haste ou face esquerda na forma da haste ou face direita. Porem, este conhecimento imediatamente nos leva a perceber como é importante o estado ou qualidade do ambiente interno do organismo produzido pelo ambiente externo nos meses da gestação. E assim surgem as sugestões do que devemos fazer para na humanidade todos as pessoas nasçam com um organismo mais perfeito. E isso é de uma importância imensurável..

Veja na formula na formula da Matrix/DNA o que é o principio da simetria:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

A função dos sistemas responsável pelo fenômeno da simetria é a função numero 5 – a função da reprodução do sistema ( funções sistêmicas são diferentes forças naturais que surgiram das sete frequências/vibrações das ondas de luz, mas isto é uma outra historia mais complicada. Costumo pensar que funções são os obreiros construtores universais). Esta função se materializa nos sistemas criando um corpo físico para se expressar, de acordo com o tipo de sistema, os materiais disponíveis, o meio ambiente, etc. Então para atuar nos sistemas astronômicos ela produziu os cometas, nos sistemas vivos ela produziu o espermatozoide ou pólen, na genética ela produziu a base nitrogenada chamada uracila, no sistema celular ela produziu os tipos de RNA que se movem dentro da célula.

Todos os sistemas naturais são evoluções de sistemas anteriores. Os novos sistemas surgem com mais complexidade e novas formas. Existem dois métodos aplicados pela Natureza para produzir sistemas. O primeiro e’ feito criando inicialmente um tipo de corpo e em seguida aplicando nele a força do ciclo vital, a qual o transforma em varias formas com diferentes funções. Depois por simbiose a Natureza conecta estas diferentes formas sempre seguindo a sequencia do ciclo vital, e as formas se tornam as partes do sistema. Depois de assim gerado uma nova forma do sistema universal, a Natureza aplica o segundo método, que e’ simplesmente a auto-reprodução do original.

Então vejamos como foi montado o sistema DNA a partir da entropia do sistema astronomico que criou o DNA. Primeiro surge a forma de um corpo biológico que sera o núcleo do DNA. Esta foi a molécula atrelada na haste, que chamamos de açúcar desoxirribose. Em seguida o principio vital transformou ou produziu esta molécula em outras formas consecutivas, e assim surgiram as 5 bases nitrogenadas. Agora precisava conectar todas estas formas num só sistema. Então a conexão começa com um circuito de energia/informação a partir do corpo inicial, que na formula e’ F1. O circuito vai subindo no sentido horário `a esquerda, captando F2, F3 e F4. Aqui o circuito se bifurca em duas metades: uma vai continuar a forma esférica para gerar a maturidade e envelhecimento, a outra vai retornar a F! como energia crescente para realimentar F1 e produzir novo ciclo apos a morte da parte esférica. Isto é reprodução do sistema.

Então notamos que primeiro a Natureza produziu a meia-face esquerda do DNA, com uma so haste, três moléculas penduradas nela, o que se chamou RNA. Em seguida a F5 toma a meia-face esquerda como modelo e a repete como a meia-face direita. Assim a direita sera simétrica `a primeira.

Claro, existem outras coisas a considerar aqui, por exemplo, a diferença de que na meia-face esquerda a energia do sistema esta crescendo até atingir o pico em F4 e a partir dai começa a entropia do sistema e a meia-face direita terá a energia em queda, o que produz a degeneração e envelhecimento do sistema. O nosso cérebro é outro bom exemplo, e esta descoberta nos leva a entender porque estamos usando mais o hemisfério esquerdo e porque o hemisfério direito tem propriedades tao estranhas ao nosso raciocínio logico.

Mas a formação da face humana pelos genes já ocorre pelo segundo método, onde uma figura intermediaria entre os modelos de faces do pai e da mãe é gerada e reproduzida por inteiro. E não são os genes que determinam o modelo, mas sim a identidade de sistemas, no caso, o sistema DNA. E como fora do organismo, existe a biosfera, a qual contem o DNA vindo do sistema astronomico e dividido em fótons solares e terrestres, existe uma relacao de conflito no processo da gestação humana, entre o DNA humano que procura o estado harmônico da ordem e o DNA astronomico que aqui chega no estado de caos. Depende do estado evolutivo e saúde do DNA humano, se ele vai se impor ao DNA cósmico ao modelar a face ou se ele ainda esta’ fraco e o DNA cósmico vai dominar o processo. Assim surge a face bonita ou a face imperfeita.

Mas tudo o que eu digo aqui nada mais a forma como estou interpretando a formula. Outras mentes com diferentes experiencias podem descobrir detalhes mais importantes na formula. Por enquanto apenas escrevo minhas teorias… e não sou nada petante a Verdade, com este meu cérebro débil e super-limitado para conhecer a Verdade. Como eu ano acredito sem fazer os testes experimentais científicos, não acredite no que minha interpretação esta sugerindo. Você vale mais para minha missão se tiver sua mente aberta e independente para me ajudar a progredir mentalmente. Que a força física da Matrix perfeita e a sabedoria da consciência universal esteja contigo…

Cérebro, Memoria: Hipótese da Consolidação dos Sistemas – Mais Uma Previsão Acertada da Matrix/DNA

terça-feira, fevereiro 14th, 2017

xxxx

Uma nova experiência laboratorial está exigindo uma mudança no paradigma da Neurologia e gerou a Hipótese da Consolidação dos Sistemas: memorias de curto-prazo envolve o hipocampo, mas memórias de longo prazo é de algum modo desconhecido transferida para outras áreas, como o córtex.

Os cientistas dizem que o mecanismo é desconhecido, mas tendo a formula que montou o cérebro humano, posso ver claramente qual é e como funciona o mecanismo.

A evidência é que numa experiência recente, no laboratorio alguém tentou ativar a memória através de neurônios do córtex um mês mais tarde, e de fato a memoria foi reativada. ( ver a fonte desta notícia no link abaixo e nos próximos dias farei novo artigo sobre os “papers” oficiais publicados)

Isto é importante porque como os cientistas, eu sempre pensei que a memória existisse no hipocampo, ou na região central do cérebro, mas com esta informação ela pode estar em muitas regiões, parecendo que é espalhada.

Mas então apenas agora me lembro que a formula da Matrix/DNA (mostrada na figura abaixo) sugere isso claramente, ou seja, eu já sabia disso, sem saber que sabia, porque nunca raciocinei a formula em relacao a memoria. O cérebro é um sistema em si mesmo, vendo-o separado do resto do corpo. Ele tem núcleo (a região central onde está o hipocampo), tem partes ( as diversas glândulas, regiões cerebrais, etc.), tudo interconectado, funcionando. O cérebro é mais uma cópia da formula da Matrix/DNA, ou seja, esta formula monta todos os sistemas naturais `a sua imagem e semelhança, na medida que permite o ambiente e os materiais do ambiente, o estágio evolutivo, etc. Podes ver que o cérebro tem hemisférios direito e esquerdo como a formula tem suas faces esquerda e direita dividida pelo circuito F5, que no cérebro se torna o corpus callosum. E a formula monta cada sistema a partir de um objeto inicial, um corpo, aplicando nele o ciclo vital que o faz se diferenciar em várias formas/funções e depois conecta estas diferentes formas como suas partes. Assim se formou o cérebro desde os primeiros rompantes de sistema nervoso nos seres primitivos como as bactérias.

Na formula está claro que o sistema-cérebro possui memória em F1, onde começa o circuito do sistema, ou seja, mais um ciclo vital. O circuito nada mais é que o fluxo de informações avançando, ou seja, um corpo crescendo em idade, como o corpo humano faz após nascer. Em F1 ocorre a gestação de novos sistemas, como o corpo humano, onde F1 é representado pela mulher grávida. Ora, um novo ser começa a ser formado com informações memorizadas que vieram de seus genitores. Por isso a memória já está em F1.

Então quando o fluxo sai de F1 e vai para F2, ele está sendo a informação do corpo inteiro, está levando o corpo inteiro, e com isso, claro, vai a memória do corpo. A nossa memória quando estamos na forma de adulto ( que na formula e’ F4), veio da memória na nossa forma como adolescente (F3), com mais alguns acréscimos.

Então quando transportamos a formula para o sistema “cérebro” e vemos F1 representada pelo hipocampo, notamos que o circuito sobe pelo hemisfério esquerdo em direcao ao córtex, e com isso ele está levando a memoria. Quando o circuito perfaz-se totalmente, a memoria está presente em todo lugar que ele passou, e se fixou. Assim conhecemos o mecanismo que transporta a memória pelo cérebro.

Mas estamos aqui pensando na formula quando ela desenvolve e estrutura a forma do cérebro, e se torna o template do cérebro. Outra coisa é mais tarde na evolução biológica chegando ao ser humano quando a formula retorna para criar os pensamentos, igualmente a sua imagem e semelhança.

Cada pensamento nasce vive e morre pela mesma configuração da formula, porém, os pensamentos são muitos, ocorrem em sequências, nunca dois ao mesmo tempo, e tem duração de vida brevíssima, muito menor que a do cérebro. Além disso, pensamentos não se fixam nem se auto-reciclam idênticos. Pensamentos são micro-ciclos abstratos ( softwares) de e dentro de um macrociclo concreto (o hardware) que é o cérebro. Isto significa que em relacao a pensamento, a memória está sempre em movimento, pulando de região para região, é impossível fixá-la em algum ponto, e depois que ela passa por uma região, desaparece daquela região. E as partes da memória carregadas por cada pensamento morrem com os pensamentos, ou, quando o pensamento for importante, quando ele foi contaminado por informação nova que não existia antes, ele chega ao córtex e perfaz a trajetória de F5, retornando diretamente do córtex (F4) para o hipocampo e registrando-se ali definitivamente como mais um acréscimo da memória estrutural.

Então existe a memória estrutural e a memória abstrata mental, ou memória dos pensamentos, segundo a Teoria da Matrix/DNA.

Muito simples entender isto quando se tem a formula, concorda? Porém, o maior absurdo disto e’ que os cientistas não conhecem e nem entenderiam a formula. para explicar de onde ela veio eu teria que montar um curso universitário de alguns anos e isso me e’ impossível. Então, infelizmente, vão continuar gastando bilhões e dólares para descobrir coisas por acaso quando uma teoria dirigindo as experiências ficaria muito barato e com melhores resultados.

Vamos trazer a formula para ver isso melhor:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

 

Fonte da informação sobre a experiencia cientifica:

Think you’ve got a terrible memory? You don’t know the half of it

http://ideas.ted.com/think-youve-got-a-terrible-memory-you-dont-know-the-half-of-it/?utm_campaign=social&utm_medium=referral&utm_source=facebook.com&utm_content=ideas-blog&utm_term=social-science

Observe no artigo que o entrevistador pergunta aos neurologistas porque a memória é tão maleável?

Eu vou ter que procurar porque eles pensam que a memória é maleável, ou seja, maleável em que sentido, em relacao a que? A formula está sugerindo claramente que a memória é tão maleável como um corpo humano, mudando ou desenvolvendo-se em diferentes formas, etc. Mas as respostas dos cientistas foram muito nebulosas e acho que não responderam a pergunta. Um deles citou o fato de que tendemos a esquecer um evento de extrema agonia e para explicar isso ele diz que nosso cérebro faz isso para nos poupar de dolorosas recordações inúteis, etc. Ora, o cérebro por si só não tem propósitos, não pode saber que mentalmente sofremos ao recordar, ele não faz nada disso, e como “o cérebro é eu” e “eu sou o cérebro”, ele estaria apagando, extraindo uma parte de si mesmo, o que penso ser impossível. Combatem o dualismo de Descartes em corpo e alma porém criam o dualismo cérebro e o eu como se fossem duas coisas distintas? O que acontece – segundo a minha cosmovisão – em relacao aos “pânicos esquecidos, apagados da memória” é o mesmo que acontece quando nosso corpo é ferido ou uma perna quebrada. A ferida se cura, cicatriza e desaparece, a perna volta ao normal, etc. Falta de entender que a memoria em si é um sistema, um sub-sistema do cérebro, e como tal deve ser vista como um organismo, com mesmas propriedades. A  seguir copia do trecho desta pergunta:

Entrevistador: “A question for the group: Why is human memory so malleable?”

Elizabeth Loftus: Whatever your theory is, why would Darwin or God or whoever have made us with memories that are so malleable? That must serve some sort of function, and one of the functions that malleable memories can serve is to be able to correct errors that creep in. You can update your memory with accurate information, and that is certainly a benefit. ( obs.: sim, porém neste caso, quem “update” ou corrige erradas informações na memória são nossas experiências afrontando a realidade do mundo externo, o qual atua como um medico, e as corretas informações inseridas são como os remédios ou cirurgias ministrados pelo medico-realidade).

Nosso cerebro morre e ressuscita a cada vez que dormimos.

sábado, fevereiro 11th, 2017

xxxx

Como e porque a Natureza inventou este negocio de um objeto material dormir e acordar?! De onde ela tirou esta ideia?

Foi começando com este método de questionar cada detalhe visto no mundo natural que construí a cosmovisão da Matrix/DNA. E as respostas sempre me surpreenderam porque elas jamais foram imaginadas. Fica difícil em poucas palavras aqui explicar a resposta para quem não conhece esta cosmovisão, mas vou tentar.

O corpo humano é um sistema natural. Sistema é todo aquele objeto material que tem partes diferentes inter-conectadas por um único circuito de substancia ou energia. Um dos principais aspectos de um sistema é que ele tem uma entidade invisível produzida por ele mesmo que o controla. Cada parte tem uma quantidade de informações, e quando as partes se interagem geram mais informações, mas o sistema na sua totalidade pode ser definido o conjunto de todas estas informações voltando-se e atuando sobre cada parte. Como não existe um centro material onde esteja localizado este conjunto, digamos que é a entidade invisível do sistema, a mente, o software, a alma, do sistema. E até um átomo, que é um sistema, tem sua identidade.

Existem poucos grupos de sistemas naturais conhecidos, podemos conta-los nos dedos: o sistema atômico, o astronomico ( dividido em estelar e galático), o celular, o ser vivo multicelular, e agora parece que nos humanos existem mais dois sistemas: o cerebral e o mental. Acontece que todos estes sistemas são apenas diferentes formas de um único sistema universal sob evolução. E assim como todos os seres vivos tem uma formula em comum – o DNA – todos os sistemas naturais tem um formula em comum – a Matrix/DNA. Então vendo esta formula, (que também esta sob evolução, que acompanhou a evolução dos sistemas se evoluindo junto), no ancestral gerador do sistema biológico vivo, nos imediatamente descobrimos porque a Natureza nos faz dormir. de onde ela tirou essa ideia, e porque. Vamos trazer a formula para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Assim estava o estagio evolucionário desta formula quando ela era ( e ainda é) o “DNA” do sistema astronomico que nos criou, na sua tentativa de se auto-reproduzir. Observemos o trecho entre F7 e F1. Apos uma volta inteira do circuito de informações – que é um ciclo de vida do sistema – ele chega em F7 quando se desfaz, “morrendo”. Esta ” morte” começa desde F6 porem o processo torna-se formado em F7 e prolonga-se até F1. Em F7 o corpo tornado cadáver se fragmenta e seus fragmentos vão produzir F1. Em F1 ocorre a reciclagem do sistema, o que, nos seres vivos, corresponde a fase da embriogênese. F2 é quando o embrião nasceu. Então podemos dizer que no meio deste trecho entre F6 até F1 o sistema morre e torna-se cadáver, para ressuscitar realmente em F2.

O sistema celular foi feito por eta formula neste estagio evolucionário, porem, como esta transição demorou milhões ou bilhões de anos ( pois foi um evento na escala de tempo astronômica, período este que a ciência acadêmica oficial intitulou de abiogênese mas que na verdade nada mais foi que uma embriogênese), e esta transição ocorreu num meio-ambiente muito diferente daquele em que havia ocorrido a formação do nosso ancestral astronomico, ambiente que teve o acréscimo do novo estado da matéria chamado de liquido o qual produziu a química orgânica, tudo isso contribuiu para que houvesse uma enorme mutação. Ao invés de uma galaxia em miniatura, a filha se saiu como uma célula biológica.

Mas nossa ancestral era um sistema termo-dinâmico semi-mecânico/semi-biológico, que se reproduzia auto-reciclando-se, automaticamente. Porque era um sistema fechado em si mesmo. Quando sua cria se saiu como um sistema aberto e biológico, como iria este sistema se auto-reciclar? Impossível para sistemas abertos. Da célula se formaram os organismos multicelulares, os quais são estruturados pela mesma formula. Para o corpo destes organismos, esta morte temporária da formula foi transformada na respiração. Cada vez que exalamos, nosso corpo morre e cada vez que inspiramos, nosso corpo renasce. O cérebro veio como novo sistema emergindo mais complexo deste corpo e em certa fase da evolução, ele passou também a influenciar na evolução do corpo. Mas o cérebro por si só não tem os apetrechos para a respiração, então, este lapso de tempo da morte da formula se torna o lapso de tempo que que dormimos. O cérebro cai, se desliga. Tanto é assim que na formula este período entre morte e renascimento se constitui de um terço do circuito total da formula. Pois nos dormimos por 8 horas que e’ um terço de cada dia. Mas como o cérebro se regula seu tempo de morte pelo mesmo tempo do movimento do astro perfazendo um dia se o cérebro esta isolado dentro de uma caixa de osso e não pode ver, nem tem noção de que um dia, um movimento de rotação do planeta, tem tal tempo que dividido por três da’ o tempo que ele dorme?!

Ora, não é ele que decide isso. E’ a formula, que esta dentro so sistema astronomico e dentro do cérebro. E tem mais. Se na formula o trecho entre morte e renascimento do sistema abrange 3 funções, tem uma função, a do meio, em que o processo da morte é mais real, mais profundo. Este detalhe da formula também funciona quando dormimos. Se dormimos por 8 horas, tem uma fase no meio deste dormir em que acontece o sonho. Neste período a morte do sistema é total, ele esta totalmente desligado, seus fragmentos estão na forma de nebulosa, espalhados e entrechocando-se caoticamente. Por isso nossos sonhos são esquisitos, nos estamos mortos para o mundo racional, nossa imaginação esta totalmente livre vivendo em outras dimensões talvez criadas por ela mesma. Por isso tenho medo. Se eu tiver sonhando que estou em outro planeta e correndo de monstros, e na minha casa o teto cair matando meu meu cérebro, minha imaginação não tem mais para onde voltar, e vou ter que ver eternamente correndo dos monstros no outro planeta…. Mas seja como for,.. a explicação da Matrix/DNA respondendo de onde a natureza tirou essa ideia de inventar esta coisa estranha, me botando para dormir por um terço de cada dia, valeu a pena. Segundo a teoria da Matrix/DNA e sua formula, podemos deduzir que a auto reciclagem de um sistema termodinâmico consiste num processo de retração e impulsão. Pois para que foi isso que os cientistas descobriram no artigo com link abaixo, onde dizem que durante o sono, as sinapses do cérebro retraem.

Sleep research high-resolution images show how the brain resets during sleep

Sleep research high-resolution images show how the brain resets during sleep

Evidencia para a Hipótese de que Configuração Neuronal Adquirida Pode ser Mutada

domingo, fevereiro 5th, 2017

xxxx

Mais uma evidencia de que – por exemplo, os instintos para predador e presa – não são predeterminados de forma imutável. Tenho sugerido que devido nosso ancestral símio ter sido carnívoro e herbívoro, portanto portador das duas tendencias, os humanos tem liberdade de escolha se tendera para um instinto e inclusive se se tornara neutro a todos estes instintos. Isto dependera’ do lar em que nasce, sua situação econômica, sua doutrinação cultural, a educação escolar, etc.

No artigo deste link:

https://bbrfoundation.org/brain-matters-discoveries/mouse-study-reveals-how-critical-connections-are-built-in-early-brain

Mouse Study Reveals How Critical Connections Are Built in Early Brain

Lemos este paragrafo:

Although GABA is typically considered an inhibitory neurotransmitter in the adult brain, the study by Drs. Kwon and Castillo and their colleagues suggests the chemical messenger plays an excitatory role in the developing mouse brain. By selectively releasing chemically “caged” doses of GABA in mouse cortical neurons, the researchers discovered that GABA stimulates the development of both excitatory and inhibitory synapses in brain cells as they are “wiring up.”  This may mean that neuron-to-neuron connections are not always made at a predetermined place, the scientists write, but rather their formation can at times be spurred by an individual’s experience – learning, for example: processes during which GABA is released in the developing brain.

Aprendendo a Entender e Detectar a Formula da Matrix/DNA

domingo, fevereiro 5th, 2017

xxxx

Photo

https://lh3.googleusercontent.com/

Borboletas e o Artista Misterioso

Uma pergunta:
Claro que não existe nada dentro da borboleta fazendo este desenho na superfície da borboleta, muito menos com algum proposito. Genes são desenhistas porem, cegos, obedecendo as forças envolvidas e não podem olhar a borboleta de fora para verem seus desenhos. Então como a natureza produz esta obra?!

Quando vejo estas linhas retas vermelhas, como que dirigindo-se a triângulos também vermelhos, rodeados de manchas negras, o que me lembra o horizonte de evento, logo me vem a mente a formula da Matrix/DNA, a qual produziu os genes. Todas estas formas e nestas posições estão naquela formula.

Parece que inconscientemente os genes, ou melhor, as forças brutas dominadas pela formula, estão projetando a formula na superfície da borboleta. Esta hipótese parece um pouco forçada, mas e’ a unica que me aparece, por isso vou continuar nesta linha de interpretação, testando-a.

Origens da Água na Terra: Novas Descobertas Sao mais Evidencias para a Teoria da Matrix/DNA

domingo, janeiro 29th, 2017

xxxx

 

Os caras estão mais perdidos que cego em tiroteio, e como nos, da Matrix/DNA, continuamos acertando todas nossas previsões, estaríamos rindo de segurar a barriga, porém, estamos furiosos por estarem prejudicando a evolução mental da humanidade.

Para entender-mos a nossa existência neste planeta precisamos entender a existência do planeta, seu lugar no contexto do Cosmos. Mas para este entendimento precisamos de informações, e informações sobre coisas tao distantes dos nossos limitados cinco sensores cerebrais, são difíceis, exigem muita investigação, cientifica.Enquanto não acha soluções para fenômenos e eventos naturais distantes da nossa percepção, os humanos inventam misticas, fantasias, pois a humanidade esta’ na sua infância coletiva a qual imita a infância imaginativa e magica individual, de toda criança. Assim surgem as invenções de deuses… e de gerações espontâneas, ao acaso, de fenômenos sólidos concretos, como é o nosso planeta.

Infelizmente esta infância mental inventa suas fantasias e elas dominam a educação escolar até nossas universidades modernas. Ali é ensinado que nosso planeta se formou quando uma nebulosa de gás e poeira formou o Sol e da sobra desse material surgiu a Terra… tudo muitíssimo simples, espontâneo, ao acaso. Por outro lado, nos, da Matrix/DNA tivemos que trabalhar dia e noite arduamente por 30 anos investigando as origens e formação deste planeta, e chegamos a uma teoria totalmente diferente e muito, muitíssimo complexa. Ora, o principal motivo nesta brutal diferença dos resultados finais, é que eles começaram seus cálculos a partir de outra teoria nas origens do Universo – o Big Bang – e continuando a calcular os passos evolucionários seguintes desta ” grande explosão”, chegaram a tal nebulosa de gaz e poeira e com ela tiveram que calcular como nela surgiria um planeta. Enquanto por nosso lado, primeiro observamos o planeta aqui e agora, tudo o que ele produziu, inclusive e principalmente a vida biológica, e juntando todas as forças e elementos da vida mais o que se sabe de fato concreto do Cosmos, descemos do futuro em relacao ao passado para chegar ao estado do mundo que produziu este planeta. Nos começamos do presente e não do passado remoto porque apenas sabemos com alguma certeza o que existe no presente. A incrível complexidade dos produtos deste planeta não poderia deixar ninguém, em sã consciência e racionalidade, acreditar que o mundo que o fez e o método com que o fez tenham sido de tanta simplicidade.

Bem,… a bom tempo, desde que se começou a fabricar instrumentos que funcionam como extensões dos nossos sentidos para perceber os invisíveis micro e macrocosmos, eles vem levando cacetadas atras de cacetadas, a cada dia que um Hubble da vida passeando nas fronteiras do nosso sistema manda uma imagem do Cosmos. As imagens não batem com seu modelo teórico, mas apesar de tantas cacetadas, ao invés de recalcularem o modelo e procurar outro, ficam remendando-o fazendo da teoria uma colcha de retalhos já impossível de sustentar-se. Enquanto isso, a nossa voz miúda que não alcança as universidades, continua anunciando como cada imagem esta batendo com nosso modelo. Ate quando imagens começarem a negar nosso modelo, mas ai não teremos problema nenhum em abandona-lo ou reforma-lo a luz das novas informações.

Um dos maiores problemas que se apresentou a teoria acadêmica trata da existência da água neste planeta. Se ele foi formada como sobra do Sol, no meio de uma nuvem de gaz e poeira, como surgiu esta imensa quantidade de água que é maior que o volume de todos os continentes juntos?! Apenas isso seria fato suficiente para desacreditar-mos de nosso modelo e partir para buscar onde erramos. Mas não. O ego, o presente status social, as privilegiadas condições sociais em que acomodaram suas vidas, jamais os permitira sequer pensar que teriam de chegar aos estudantes e mandarem esquecer tudo o que ensinaram, jogar os textos do curriculum escolar no lixo, e terem que reaprender tudo de novo, depois de terem atingido a meia-idade… Imagine se Platão chegasse um dia a seus discípulos e dissesse que descobriu que seus ensinamentos sobre geração espontânea da vida estava toda errada… Ele cairia no descredito imediatamente, estaria morto e hoje ninguém ouviria seu nome.

E quando nos debates pergunto a um especialista… ” E a água?” ele fica irritado e responde algo que poderia ser traduzido assim: ” Eu gosto, só como farofa, não suporto comer mingau. Então não venha botar água na minha farofa transformando-a em mingau que eu prefiro morrer do que comer mingau.” E se agarra a sua farofa protegendo-a com unhas e dentes. Mas… e a água?

O nosso modelo de formação da Terra não tem nenhum problema com a água, alias, obrigatoriamente ela tem que existir, segundo o modelo. Por que os nossos planetas não foram formados como sobra de estrelas – ao contrario, eles carregam o germe de uma estrela em seus núcleos. Não foi formada numa nebulosa de gaz e poeira apenas, havia muitos outros elementos e forças. E ele veio de longe, tao longe que atravessou nebulosas de poeira congelada, a qual se agregou a sua superficie, e quando caiu na orbita de uma estrela quente, o gelo simplesmente derreteu, formando os oceanos que quase cobrem toda a superficie. A água esta do nosso lado, como mais uma evidencia arrolada a favor do nosso modelo.

Mas,… se qualquer extraterrestre racional iria ficar horrorizado ao ouvir falar que gás e poeira ao redor de uma estrela quente gera água, os nossos acadêmicos, e gerações mais gerações de estudantes, engole a absurda proposta sem qualquer raciocínio. Não é de se surpreender, se estes mesmos acadêmicos e estudantes elegeram a pouco como best-seller um livro que chama-se ” O Tudo Veio do Nada”. Esta na moda, é a onda do momento, o que faz os que o pronunciam nas rodas de botequim como um intelectual respeitado. Porem, existem as exceções que ainda de alguma maneira conseguem manter um pouco de controle sobre suas propriedades mentais, e estes não engoliram tao fácil o absurdo. Sentiram-se incomodados, suspeitaram da “verdade cientifica”. Porem, como também estes estão com os seus neurônios compactamente configurados pela visão de mundo explosivo com seu Big Bang ao acaso, não puderam atinar com algo mais racional e remendaram a teoria com outro absurdo: a água no planeta veio de colisões com cometas que eram ricos em água… Meu Deus, tenha a santa paciência! E’ a onda do momento, quem repete isso é expert, a nata da intelectualidade mais moderna!

Acontece que,… se o cérebro humano é produto natural de matéria mole e de uma  biosfera que teve origens caóticas, portanto ainda apresentando muitos defeitos, este mesmo cérebro tentou se reproduzir tecnologicamente com matéria mais dura, na forma de computadores. Estes cérebros eletromecânicos – apesar de também serem milhões de anos-luz fora da realidade natural – não conseguem fazer tanta besteira como faz a matéria mole. E então nesta semana alguns tecnólogos produziram uma simulação computacional de como seria as origens do planeta, e, a água apareceu! La’ nos primeiros momentos da formação do planeta! Raios… mas então não existiu bombardeio pesado de cometas aguados!

Aconteceu o seguinte. Em 2014, pesquisadores japoneses testaram algumas reações químicas baseadas em hidrogênio liquido e quartzo, que é o mais comum e estável forma de sílica nesta parte do planeta, sob altas pressões e temperatura. Depois, uma equipe da University of Saskatchewan no Canada raciocinou que se estas reações ocorrem com sílica e ela esta no interior do planeta, no manto, então porque não fazer uma simulação computacional desta reação acontecendo justamente naquele lugar? Fizeram isso e descobriram surpresos que no manto a reação produz… água! Claro, é apenas simulação computacional, o mapa nunca é real como o território, mas as vezes a simulação pode se aproximar bastante do evento real.

Este material nestas temperaturas e pressão existe entre 40 a 400 quilômetros de profundidade. Então imediatamente perceberam que o nosso planeta não é apenas azul quando visto do espaço, mas é azul também de dentro para fora…

O resultado da simulação ganha mais força quando lembramos que estudos realizados nos últimos anos encontraram evidencias da existência de vários oceanos plenos de água comprimidos em rochas tao profundas quanto os 1000 quilômetros. E então o responsável pela equipe diz que “esta pesquisa sugere que a água do planeta veio de dentro,… apesar de que ninguém de nos sabe ainda exatamente como isso aconteceu”.

Bem, segundo sugere o nosso modelo de formação da Terra, o seu núcleo esférico era pequeno quando começou a crescer devido ser agregado por detritos e poeira congelada a mediada que atravessava a zona de eventos logo apos o vórtice nuclear e portanto, este gelo pode ter milhares de quilômetros de profundidade. Mas o gelo também estava na superfície quando o planeta se aproximou do Sol e seu calor começou a descongela-lo na forma de rochas e água, portanto, a água veio de dentro e de fora também.

Fica registrado o artigo ( link para o paper que originou este artigo, abaixo), como mais uma evidência a favor da Matrix/DNA Theory. E lembrando mais uma vez que não vamos entender nossa existência aqui senão entender-mos o planeta e a galaxia que nos fez dentro dela. Mas para isso a Humanidade precisa amadurecer para deixar de ter sua mente povoada de fantasias como as mentes de nossas crianças. Por isso gasto meu tempo com estes assuntos astronômicos, que não era meu proposito no inicio da minha investigação.

Apenas mais um adendo:

O artigo diz que: “Water formed in the mantle can reach the surface via multiple ways, for example, carried by magma in the form of volcanic activities.”

Sim, e chego até mesmo a suspeitar de algo estarrecedor. Essa água no interior do manto e tao próximo do núcleo efervescente, recebendo aquele imenso calor, pode estar se evaporando no inteiro do planeta e chegando na superfície, e dai para a atmosfera no estado de vapor e… não estaria ai a principal causa do famigerado efeito estufa?!

NEWScientist

27 January 2017

Planet Earth makes its own water from scratch deep in the mantle

https://www.newscientist.com/article/2119475-planet-earth-makes-its-own-water-from-scratch-deep-in-the-mantle

xxxx

paper:

http://Journal reference: Earth and Planetary Science Letters, DOI: 10.1016/j.epsl.2016.12.031

xxxx

paper dos pesquisadores japoneses:

Restricted access

Formation of SiH4 and H2O by the dissolution of quartz in H2 fluid under high pressure and temperature

http://ammin.geoscienceworld.org/content/99/7/1265

These results indicate that the chemical reaction between dissolved SiO2components and H2 fluid caused the formation of H2O and SiH4, which was contrastive to that observed in SiO2–H2O fluid. Results imply that a part of H2 is oxidized to form H2O when SiO2 components of mantle minerals dissolve in H2 fluid, even in an iron-free system.

xxxxx

meus comentarios publicados na midia:

https://www.reddit.com/r/science/comments/5qjvyv/planet_earth_makes_its_own_water_from_scratch/

Planet Earth makes its own water from scratch deep in the mantle from science

TheMatrixDNA  – 1/29/2017

Ok. The existence of water in this planet has been a puzzle only because the theory of planet formation is wrong. My astronomic model – The Matrix/DNA Theory – suggests a different process for planet’s formation and in this process, water was present at the formation as in the whole interstellar space, and still can come from within. And it does not need these elevated pressures and atmosphere

xxxx

Louis C. Morelli, New York, United States, 1/29/2017

Read more: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-4165242/Earth-makes-water-deep-mantle.html#ixzz4X8sjUojw

Energia na Base dos Instintos para Predadores e Presas – Ben Davidson – ThumderboltsProject

segunda-feira, janeiro 23rd, 2017

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=rJ08nS32KrI

xxxxx

Meu comentario postado no Youtube sobre este video:

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – jan-01/23/2017

Congratulations. The EU is developing in parallel with other world view, The Matrix/DNA Theory, which suggests the existence of a unique universal system containing different shapes of DNA, evolving since the Big Bang to us today. We suggest a universal formula for systems that suggests a lots about how energy works. The common points are:
1) New natural systems (as atoms, galaxies, biological cells), are composed when Nature applies the force of vital cycle upon a body resulting as mass of a prior less evolved system. The body change shapes like our body goes from the shape of fetus to kids to adults due this force. These new shapes becomes the working parts of a new complex system. A nebulae of atom becomes a galaxy, a mass of unicellular becomes a multicellular organism. But, where Nature gets the force of life’s cycles? From the universal light wave composed by all seven kinds of electromagnetic radiations. The exactly sequence of different frequencies/vibrations of this light wave is seeing as the exactly sequence that yours body is transformed into new shapes. So, we have found that when a light wave emitted by a source like the Big Bang and propagates through dark matter, it creates a system (atom) that evolves to galaxies, cells, human brains. But light does not creates it directly. When light propagates it causes friction at dark matter and the results is energy, electricity. So, the Electric universe is the link between the code for systems ( and life) imprinted into a light wave and the spatial substance, which can be called dark matter, aether, etc. It is important to know the destructive effect of electricity that occurs in chaotic environment like the Earth biosphere and the constructive effect created by energy at ordered state environments.
2) One of the biggest puzzle and mission of Matrix/DNA world view is exorcising the instincts for predator/preys from the human psyche and genetic charge inherited from animals, and yours video has contributed a lot for it. All social systems created till now ( feudalism, monarchy, communism, capitalism) are merely mimicking the rules of the jungle among animals, so, the big predators are at the high class, the medium predators composes the medium class and the mass of poors, the preys of the lower class. Our question was from what dimension of the non-biological world this mechanism came from. We can see the functions of predators and preys easy and clear at the galactic systemic model, we know where the ancestral of these instincts were at our ancestral and creator galaxy. But, where the galaxy got it? The image of DC showing how works the two sides sources of the electric current solved this problem. At Matrix/DNA formula, the stronger side is F1 and the weak side is F7, and mow we have a big understand about what is going on in this black box. You can see and analysing the inter-relations between the two sides and everything equal the relations between predators and preys. Now I will search what is the two magnetic sources at a human body, why they produces DC and not AC, end how to fix it. This will meaning the exorcism of these instincts, which leads all other species to their extinction and is the cause of the nowadays torture of 90 % percent of global population. If you see the universal formula for natural systems at my website, you can improve the EU knowledge. Google: ” The Universal Matrix of All Natural Systems and Life’s Cycles”. Cheers..

xxxxx

A Base Elétrica da Materia Mostrando os Princípios dos Instintos para Predador e Presa: Sensacional!

O que revela as imagens no vídeo, quando a corrente alternada e corrente continua são acionadas:

AC – Alternating current: os dois lados são iguais, a corrente vem dos dois lados, a descarga e’ igual nos dois lados, a imagem ‘e muito simples, forma-se um raio curvo e simples, completo, igual, dentro de toda a câmara.

DC : um lado e’ muito mais ativo que o outro. O anodo esta no lado onde o raio esta empurrando-se para longe dele e invadindo o outro lado. Quando se liga os emissores de DC, na câmara que estava apresentando o raio igual do AC, o raio inteiro e’ puxado apenas para um lado, o qual se apresenta como o mais forte e mais ativo.

Ok. Para mim, particularmente, da Matrix/DNA, a visão destas imagens imediatamente me lembra um dos maiores assuntos que estou pesquisando agora. Trata-se de buscar entender a presença dos instintos animalescos com tendência a predador e presa que estão encravados na genética e na psique humana. Entendo que exorcizar a alma humana destes instintos e’ a condição primeira exigida para eliminar este escravagismo de um lado e a luxuria com seu consumismo supérfluo dos recursos naturais, do outro, esta carnificina e tortura praticada por um dos lados, ou seja, mudar totalmente o estado da humanidade, e dirigir a humanidade a desviar-se do destino da auto-extinção. Acho que não existe outro objetivo mais supremo no momento para a humanidade… exorcizar estes instintos.

Mas de onde os animais receberam estes mecanismos, processos, forças? Na formula da Matrix/DNA para o estado de sistema astronomico se vê claramente ali estes instintos, quando a peça anterior no circuito sempre se transforma na peça seguinte, ao mesmo tempo que pode se interpretar ao reverso, onde a pesa seguinte sempre devora a anterior. Isto faz parte inevitável do ciclo vital. Que as moléculas orgânicas, e depois as bactérias, repteis, leões, e humanos apresentem este fenômeno, já era de se esperar.

Mas porque a formula tinha que ser assim? Ela vem de um onda de luz, e nesta vemos que toda frequência se transforma numa frequência seguinte. Tambem continua isto acontecendo na formula quando ela montou os sistemas astronômicos. Que a forma seguinte engole a forma anterior e’ apenas uma questão relativa do ponto de observação. Vendo-se por outro ponto o que se vê e’ a forma anterior transformando-se na forma seguinte. Porem quando se formaram os sistemas biológicos, a linha evolucionaria que carrega a transformação funcionou mas ao mesmo tempo, se dividiu e funcionou também pela outra perspectiva, aquela onde realmente a forma seguinte – que e’ a maior, mais forte – devora, se sobrepõe, escraviza, parasita, a forma anterior – que e’ a menor, mais fraca. A linha da transformação funcionou transformando bactérias em repteis e repteis em mamíferos. Mas surgiu em paralelo a linha da cadeia alimentar, dividida entre predadores e presas. Este surgimento e’ o grande mistério e o qual precisa ser eliminado da face da Terra. Sabemos que ele surgiu quando a Natureza apresentava como dominante a sua face do caos, mas ainda não resolvi se o caos produz a carnificina primeiro, ou se o cais foi produzido pela carnificina primeiro. Este fenômeno, estava presente na onda luz original? Sim, mas apenas a linha das transformações de sequencias. A luz nunca se colapsa fazendo o caminho inverso. A ano ser que uma outra nossa teoria tenha consistência: a de que a onda de luz original de fragmenta em fótons e estes reencetam o caminho inverso através da matéria, reproduzindo a onda de luz, dirigindo-se de volta a fonte inicial. mas isso envoveria

Ora, as imagens de DC (   ….  ) do que ocorre na dimensão evolucionaria anterior `a existência de sistemas astronômicos e biológicos, revelam que esta dicotomia conflitante já existia desde quando o avançar da luz criou a energia. Então a causa primeira destes instintos esta no Universo Elétrico?! Entao estes instintos fazem parte de um significado cosmico muito distante do nosso conhecimento? Entao seria impossivel exorcizar estes instintos da psique humana, pois toda vez que o cortassemos fora, a base energetica da carga genetica o traria de volta?

Sinto que acabamos de dar um grande passo na busca do entendimento destes insintos, porem, caimos numa dimensao muito distante e complexa, e nela teremos que esmiucar e buscar explicacoes.

Sera um efeito da diferenca entre sistema fechado e sistema aberto? Porque essa diferenca entre os efeitos da AC e da DC? Ok,… de subito nos surge a verdade de que nao avancaremos aqui senao voltarmos ao tempo da escola e pesquisar tudo o que define AC e DC.

( hipotese em desenvolvimento)

xxxx

The Fibonacci Spirals no Sol

Não apenas Ben Davidson e seu pessoal da Teoria do Universo Elétrico defende essa ideia, mas também a NOAH, do governo Americano desenharam a espiral de Fibonacci sendo vista no Sol. Ben diz que essa espiral e’ vista em todo lugar no Sol.

Isto une duas predições feitas a 30 anos atras tendo como base a formula da Matrix/DNA:

  1. Na origem dos sistemas biológicos entraram informações carregadas por fótons vindos de dois lugares principalmente: do Sol e do núcleo da Terra onde jaz um germe estelar. O processo que determinou estas duas vindas e’ o mesmo processo sexual mostrado pela formula, onde a energia da Terra seria feminina e a energia do Sol, masculina. Sendo assim, a energia do Sol opera com base na F5, que e’ a carga genética masculina emitida para fecundar a carga feminina na Terra. Ora,…
  2. A espiral de Fibonacci esta relacionada com o numero Phi, responsável pela simetria dos corpos que da ordem e beleza aos corpos. Mas a formula da Matrix/DNA mostra que no circuito sistêmico onde cai o numero de Phi (1,618…) e’ justamente a posição ocupada por F5. Sendo responsável pela função da reprodução, deduzimos que a simetria ocorre porque F5 copia ou reproduz a face esquerda dos sistemas e a situa a sua direita, para se tornar a face direita. Portanto a formula já havia previsto que o Sol produz F5, o qual e’ Phi, através da espiral de Fibonacci.

Grande evidencia para a teoria da Matrix e ótima informação fornecida por Ben Davidson, novamente.

xxxx

Teoria da Mente tendo como substância, um plasma:

Num frasco-câmara passa a corrente eletro-magnética gerada por dois magnetos. O ambiente dentro da câmara pode ser mudado, do vácuo total para atmosfera. Cada ambiente muda e produz um estado específico da corrente. Num ambiente ela se apresenta como plasma (no vácuo total), no outro se apresenta como linhas ou raios vibrantes de eletricidade ( quando a câmara e’ enchida com ar).

Dai me leva a suspeitar e elaborar os princípios de uma nova hipótese, quando junto isso com a formula da Matrix/DNA. Sabemos que as imagens das sinapses se assemelham ‘a imagem da energia na forma de raios, aleatórios. Isto acontece no ambiente da massa de neuronios. Mas dessa massa e destas sinapses, se produz a mente, os pensamentos, e mais exatamente em outro local, o neocortex. Então podemos suspeitar que no neocortex o ambiente e~diferente, e produz o outro estado desta energia, uma espécie de plasma.

A primeira questão aqui seria: se na câmara podemos ver o estado de plasma, porque o MRI que vê as sinapses não pode ver o plasma da mente?

( teoria a desenvolver ) 

xxxx

Elegant Simplicity

Ben defende que a teoria do Universo Elétrico e’ construída sobre argumentos que são elegantemente simples. O que define esta expressão? penso que se trata do seguinte: pega-se fenômenos naturais simples e conhecidos e interpreta-se de maneira diferente do que foi interpretado ate agora, mas de maneira que na imagem do simples se adivinha encriptado complexos significados, processos e mecanismos. Se for isso, isso e’ justamente o que e’ a Teoria da Matrix/DNA, principalmente ‘e o que sente ao ver a formula da Matrix.

Mas porque a Teoria do Universo Elétrico impregna estes fenômenos simples com elegância? Baseando-me na Teoria da Matrix/DNA, realmente deve existir um mundo elétrico como template, como substancia de fundo, do universo material que nossos sensores captam. Isto porque tudo tem inicio quando a onda de luz universal composta dos sete tipos de radiações eletromagneiticas, se expande infiltrando-se na substancia do espaço – que deve ser a dark matter – ela produz friccao neste contacto. O produto desta friccao e’ o que denominamos de energia, ou pode ser o mesmo que eletricidade. Então como essa luz contem em si o código para ciclo vital que e’ o que monta os sistemas naturais, ela passa esse código para a energia. Esta existindo no meio da dark matter, separa-a em porcões de acordo com cada tipo de sua vibração e assim cria as partes para montar os sistemas. Então, a energia ‘e o elo entre a dark matter – que fornece a massa para o hardware – e a luz, que e’ o software. Se realmente for assim, então e’ claro, a energia esta na base, como pano de fundo, de todas as coisas materiais desse Universo. Não se esta errando ao chamar isto de Universo Elétrico e realmente os modelos teóricos desta teoria são elegantemente simples – porque na verdade revelam uma complexidade estonteante e bonita.

xxxx

Teoria da Gravidade versus Teoria da Atracão da Eletricidade:

Mostrando como um lado e’ mais forte e puxa o mais fraco, Grahan sugere que esta eletricidade e’ o que mantem astros e galaxias unidos e não a hipotética força chamada de gravidade.

xxxx

Jatos cosmicos de luz dos buracos negros sugere a emissão de um circuito sistêmico vital pelo núcleo galáctico segundo a Matrix/DNA

A imagem de um jato emitido por uma região do espaço sideral ( onde, como Ben diz, o mainstream diz existir um buraco negro, mas ele não concorda com esse nome e teoria, e espera que se ache um nome melhor, justamente como nos da Matrix/DNA não concordamos e esperamos esse nome melhor) mostra o jato dividido em segmentos que são “equidistantes `a parte”, quer dizer, o jato e’ dividido em segmentos de tamanhos iguais e têm distâncias iguais entre si. Isto bate com o que sugeriu a Teoria da Matrix, 30 anos atras. Este emissor deste jato seria um astro executando a função número 1 da formula (F1) e ele deveria emitir o template do circuito por onde a semente ou germe de um novo astro vai percorrer tocado pelo processo do ciclo vital. Como este processo vem de energia produzida por uma onda de luz – e a onda de luz contem a formula para este processo vital – cada segmento antecipa uma das formas que o astro vai apresentar em determinada idade. Em outras palavras, se a Matrix/DNA estiver acertando aqui, este jato cósmico deve ser dividido em sete segmentos, cada qual composto pelo estado vibratório da frequência eletromagnética que ele representa. Muito boa previsão da Matrix e ótima informação do Grahan.

xxxx

Efeito Placebo: Efeito de ondas magnéticas emitidas pelo cérebro sobre a química do corpo…?

Estas possibilidades sugeridas pelo Universo Elétrico leva Ben Davidson a citar o The Global Consciousness Project

xxxx

Pesquisa:

Procurar no website de Ben e outros lugares, imagens dos dois magnetos lado a lado da câmara produzindo a visão da eletricidade, para por no site e fazer cartaz para palestra.