Archive for the ‘Divulgação’ Category

Como fazer raps, blues, com temas cientificos ou anti-religiosos

quarta-feira, junho 29th, 2011

New Orleans Club Social

(Artigo traduzido do endereço abaixo. Obs: Tradução automática pelo Google, sem correção,mas se alguém precisar, deixe comentário que conserto o texto)

http://www.npr.org/blogs/13.7/

http://www.npr.org/blogs/13.7/2011/06/29/137472680/skeptics-deniers-and-how-to-tell-the-difference-part-i-blues-jam

Title: Skeptics, Deniers And How To Tell The Difference. Part I: Blues Jam

Céticos, negadores e como dizer a diferença. Parte I: Jam Blues

A ciência é muito parecido com o blues. Na verdade, é muito parecido com um congestionamento de blues. É tudo sobre chamada e resposta.

Ouvir uma boa banda de blues (isso acontece no jazz também) e você vai ver muitas vezes os jogadores jogam entre si. O cara com golpes de harpa e um riff de guitarra envia de volta com uma variação. A harpa tem essa variação, modifica-lo um pouco e guitarra, mais uma vez, responde. frente e para trás vai, construção e levantando-se e construir para o deleite da platéia e os músicos.

Eu já joguei harpa azuis durante anos e preso com muita gente. Mas era o meu cunhado- Hendrik Helmer – (um mestre da guitarra profissional em NYC) – que me ensinou um realmente bom músico ouve profundamente para o que está acontecendo na banda. E é aí que a ligação entre a música, a ciência, o ceticismo e negação ocorre.

Ceticismo científico verdade, ao contrário, como uma negação agressiva e arraigados, é toda sobre a escuta. Acima de tudo todos os seus cerca de curiosidade. Se você é verdadeiramente um cético científico, então você está realmente curioso sobre o que vem a seguir na chamada e resposta.

É assim que funciona.

Eu escrevo um papel com uma nova descrição para alguns fenômenos. Será poderia ser sobre reconstrução de um registro de temperatura ou clima, por causa dos argumentos, poderia ser sobre como estrelas se formam a partir de nuvens de gás em colapso . Você acha que eu estou errado e por isso você escrever um documento em resposta mostrando como a minha análise dos dados ou o meu tratamento matemático da idéia de colapso da nuvem se extraviaram. Eu li o seu papel e, em seguida, mostrar como a sua análise da minha análise é falho.

Mostro, por exemplo, como as suposições que você usou na criação de suas equações diferentes das que usei no meu artigo original (essas suposições podem estar relacionadas à forma como a nuvem em colapso foi formada em primeiro lugar). Eu, então, mostrar como suas suposições não correspondem aos dados, mas o meu fazer. Assim, eu afirmo, sua crítica de toda a minha ideia é errada. Você responde escrevendo um novo artigo sobre a condições adequadas inicial para a análise a abertura de uma nova direção inteira do argumento.

Frente e para trás esta chamada e resposta vai. Se o assunto é interessante para a comunidade em geral, em seguida, outros pesquisadores vão aderir à “jam” e um monte de trabalhos será a voar com idéias diferentes e diferentes tratamentos dos dados e das equações.

Enquanto tudo isso está acontecendo, eu posso reclamar atrás de suas costas sobre o que um idiota você é. Eu posso pensar que você é rude e tem gosto ruim em seus métodos de análise. Posso até pensar suas críticas estão ficando tipo de estúpido. Isso é bom. Mas enquanto você está jogando pelas regras científicas (submeter a periódicos editados, respondendo a peer review, etc), sou obrigado a responder às suas críticas.

Mais importante, como um verdadeiro cético científica (como todos os cientistas deveriam ser), estou interessado no que você tem a dizer no sentido científico. Eu quero saber como você vai responder a minha resposta. Estou curioso sobre a chamada e resposta. Mais importante, se você tem me mostrado que eu estava errado em papel 3 do nosso back-e-vem, então eu não posso continuar referindo-se a esse trabalho como se nunca o seu número de papel 4 ocorreram.

Que é o ceticismo verdade. Que é como a ciência floresce.

A negação é quando eu ignorar o fato de que o seu número de papel 4 respondido ao meu reivindicações em número de papel 3 e continuar como se eu posso continuar a fazer essas reivindicações. A negação é, quando há 50 artigos respondendo às reivindicações o meu número de papel 3 e mostram a todos como eu estava errado, mas eu ainda agem como se essas afirmações são válidas.

Negação, em suma, é quando você parar de ouvir. É uma falta de curiosidade. Esse estado muito perigoso parece ser o que está acontecendo com a ciência do clima e não augura nada de bom para uma sociedade tecnológica que deve ter um meio independente de avaliação técnico / científico reivindicações.

Há muito espaço para o ceticismo em estudos climáticos, ou de qualquer ciência. Mas uma vez que você parar de ouvir a chamada e resposta, porque sua mente é composta sobre a natureza, você tem virado as costas para a música que define a grandeza do processo científico.

(Para a Matriz: Fazer pesquisa sôbre essa banda e seu método)

Manual para Comunicação entre Estudantes e Cientistas, em Inglês

sexta-feira, maio 27th, 2011

Para estudantes e mesmo cientistas brasileiros, principalmente para participarem dos foruns e postar comentários em Inglês, aqui vai uma boa dica.

Bem… apesar de eu não ser cientista e êste trabalho não tem pretensão de ser cientifico de acôrdo com a ciência oficial acadêmica, estou tendo que dialogar com êles por escrito em Inglês, por isso vem bem acalhar um ebook online e gratuíto ensinando  tudo. Fica aqui registrado para estuda-lo quando tiver tempo: 

SCITABLE

by Nature Education

English Communication for Scientists

http://www.nature.com/scitable/ebooks/english-communication-for-scientists-14053993

Cientistas tem nova Poderosa Ferramenta para Pesquisas

segunda-feira, fevereiro 28th, 2011

Seja quando se quer entender um objeto natural, sua causa, seus mecanismos, porque o fenômeno está causando algum problema, ou porque se deseja uma melhoria tecnológica, existe uma única e simples fórmula natural. não tem como evitar isto; existe um molde, uma fôrma geral em que tudo o que a Natureza produziu, se encaixa. A Natureza tem aplicado esta fórmula para conduzir a matéria informe e caótica a ser ordenada e organizada em corpos, objetos, sistemas, desde as partículas elementares aos sistemas atômicos, astronômicos, celulares, até os corpos-sistemas dos seres vivos e, inclusive, a está aplicando agora para sedimentar a estrutura física da “network” de sinapses que se constitue a mente humana. Conhecer esta fórmula é dar um salto gigantesco na evolução da inteligência para o domínio e manipulação da totalidade da Natureza no seu aspecto físico material.

Como surgiu cada uma das organelas e as exatas para constituir um sistema celular? Como elas se interconectaram num sistema que funciona? Como os átomos da primordial nebulosa de átomos de hidrogênio a 13 bilhões de anos atrás foram conduzidos a formarem os diferentes tipos de astros e conecta-los num sistema que viria a produzir átomos mais complexos que foram conduzidos a formarem moléculas, sistemas biológicos e daí a chegarem à extraordinária engenharia do  código genético? Como alguns destes sistemas se tornam problemas disfuncionais?… Prejudicando nossa qualidade de vida? E porque alguns de seus objetos ou peças apresentam disfunções tais como as doenças, catástrofes climáticas, criminosos na sociedade, ou mesmo um jovem psicopata dentro de um sistema familiar normal?

. A porção da matéria mais evoluída hoje chegou ao incrivel estado de criar o código genético porque este é um comando de instruções na forma de um simples diagrama do tipo software embutido no meio da matéria, a qual no seu aspecto de energia move-a levando-a a formar um circuito operacional que fixa-se estruturalmente modelando a massa como seus pontos de apoio e retro-alimentação. Evidências? Já reuní centenas delas e a que melhor explica êste fenômeno: a partir do momento que nasce um novo bebê temos certeza que aquêle corpo material se conduzirá com a tendência inexorável de se transformar na forma de uma criança, a qual será o porto estrutural de onde surgirá a forma de um jovem, e nada no mundo poderá impedir a tendência daquele corpo a seguir um caminho pré-determinado, um processo universal, que resulta no destino de ser a forma e funcionalide denominada de “adulto”, e ainda, nada poderá impedir que aqui entre em cena a forma energética da entropia para desfazer tal corpo. Porque é que a porção de matéria limitada nos contornos dêste corpo físico apresenta esta tendência? A qual quando completada e traduzida em nosso entendimento denominamos de “ciclo”ou mais exatamente nêste caso, de “ciclo vital”?  Porque a matéria se apresenta nos seus dois aspectos de massa e energia sendo a forma de energia constituída quando a matéria se move como uma onda e a forma de massa quando a matéria se estabiliza como uma partícula. Ora, lidamos mais com a matéria em movimento porque enquanto seres humanos somos agentes dinamicos em movimento e precisamos estabelecer uma sincronidade com os movimentos do mundo externo aos nossos corpos. Mas todos os movimentos do mundo tem como origem as sete formas que esta energia apresenta num ciclo de sua existência, passando pelas formas de raio gama, raio X, etc, onde adquire as diferentes cores como o infra-vermelho, o ultra-violeta, etc. Ao mudar sua forma de onda, desde as maiores frequências e períodos do seu nascimento, em novas formas de cada vez menores frequências e períodos, a energia lança as bases do ciclo vital que produz desde as diferentes formas de astros no espaço sideral, as diferentes formas das bases nitrogenadas nos nucleotídeos, as bases que mais tarde produziriam as diferentes formas de um mesmo e unico corpo humano, e com isso movimenta o Universo. Mas existe uma maneira de representar graficamente numa fórmula sintetizada êsse completo circuito sistêmico de um ciclo, e nisto consite a fórmula fundamental, e ela mesmo é a essência a qual demos o nome de “Natureza” e todos os conceitos que dessa essência são derivados.  

Assim aconteceu com qualquer nova formação de um fluxo de energia que nasceu de uma situação inicial altamente caótica e vibrante na forma da alta frequência dos raios gama,  como as origens da vida na superficie terrestre acionada pela radiação solar, e como as origens do Universo acionada pelas radiações do Big Bang. Mas que já se pode determinar de ante-mão que essa radiação, esse fluxo de energia  irá se tornar infra-vermelho, ultravioleta, até se desfazer no vácuo, apresentando o mesmo ciclo de vida de um bebê humano. As diferentes formas de frequência e período de onda que vemos num gráfico de um fluxo de energia são as bases estruturais que retro-alimentam as formas das frequencias seguintes e se houver massa no caminho dêste fluxo ela será modelada nas mesmas funções que correspondem às funções que um corpo humano apresenta enquanto bebê, criança, adulto, e continuará a partir daqui a construir sistemas mais complexos, como quando reunimos as diferentes formas de um unico corpo humano para produzir os sistemas familiar e social. Compreender que as manifestações das diferentes intensidades, côres, temperaturas, formas, de qualquer objeto não-morto são diferentes fases de um ciclo vital é fundamental para se entender a matéria, a Natureza e a totalidade de tudo que existe no Universo físico. E esta compreensão é automática, inevitável quando se tem na memória um simples desenho retratando o circuito do movimento da matéria num simples sistema. A esta simples fórmula, pela sua importância e supremo significado, vamos aqui denominar de “Matriz/DNA Universal”. E a seguir apontamos a figura da fórmula

Forma da Matriz/DNA como Sistema Fechado Perfeito

Forma da Matriz/DNA como Sistema fechado Perfeito

Com esta simples fórmula podemos chegar a um planeta onde a evolução seja igual ou mais complexa que na Terra e em pouco tempo teremos identificado todos os objetos, mecanismos e processos da matéria de maneira que teremos na mente o quadro geral de suas origens, história, efeitos finais, e conhecendo tudo isso, teremos pleno contrôle de tôda situação. Então está em tempo de conhecê-la e aplica-la para sanar as disfunções nos diversos sub-sistemas da biosfera terrestre, inclusive nas disfunções do sistema-corpo humano, melhorando a qualidade da vida humana.

A História da Evolução de qualquer sistema natural é regida por sete fôrças naturais que atuam como se fôssem obreiros universais, como artistas compondo um quadro vivo, onde cada qual constrói uma ferramenta, um corpo material no qual se aloja, se encarna, por assim dizer, para desempenhar sua função. Por isso se pode identificar qualquer objeto, pois cada artista tem seu estilo próprio e inconfundível, o qual se revela na forma do objeto. Por exemplo, a Função 5 é a responsável por replicar ou reciclar um novo sistema por várias gerações e ela faz isso aplicando um mecanismo unico específico dela. A matéria do ambiente será modelada por ela na melhor forma que êsse mecanismo funcione, portanto existe uma forma padrão. Assim ela construiu os cometas no sistema astronomico, o RNAm nos sistemas celulares, a base uracila no sistema nucleotideo, a partícula píon no nucleo atômico, o espermatozóide no sistema reprodutor sexual, e todos estes objetos são identificados pelo seu tipo de locomoção e pela forma sempre mais ou menos parecida. Os 13,7 bilhões de anos dêste Universo é a História de um unico sistema natural que começou a ser formado no Big Bang, êste sistema têve as formas de átomo, estrelar, galactico, celular e agora de corpo humano mas são formas derivadas das transformações de um unico corpo sob um ciclo vital, e hoje nosso corpo repete estas formas como célula inicial, mórula, blastula, feto, etc. No meio da matéria funcionou a Matriz assim como no meio da placenta e liquido amniótico funciona o DNA, aliás, o DNA é apenas a forma evolutiva biológica desse código universal denominado Matriz. Observe na figura que o circuito forma objetos que ocupam os quadrados e êstes estão conectados por setas: as setas representam o tempo que é invisivel na forma de onda e os diagramas representam estas ondas quando se condensam em partículas, objetos e assim dão consist6encia ao que denominaos de espaço. A fórmula dêsse mótuo perpétuo não existe na realidade assim como a fórmula do mercado perfeito não existe na realidade e pelo mesmo motivo que não tem como materializar todas as formas e tôda a história de 70 anos de um corpo humano num unico momento. Enfim, à medida que vamos observando e nos aprofundando nos segrêdos da fórmula percebemos que a coisa vai se tornando cada vez mais complexa e principalmente seu entendimento exigirá que façamos um trabalho que há muito a comunidade cientifica deveria ter feito: uma teoria geral sôbre sistemas naturais. É preciso reiniciar de onde a atitude pioneira de Bertallanfy criando a Teoria Geral dos Sistemas se desviou do estudo da Natureza devido a cibernética e a Matemática ter se apoderado desta disciplina. A fórmula acima é a primeira e unica existente representando um sistema real fechado de onde se pode extrair tôdas as leis naturais, mecanismos e processos relacionados à matéria constituindo um sistema e isto vai trazer algumas mudanças em tôdos os modêlos teóricos atuais, sejam os modêlos de atômicos, cosmológicos, assim como os axiomas da teoria termo-dinâmica, até à teoria da evolução na forma que está de “a grande síntese”.         

É inacreditavel como uma fórmula de aparência tão simples é o instrumento de maior poder no Universo, mas é preciso entender que tinha de ser assim pois ela vem desde o passado simples, ela têve que descer e atuar a partir da extrema simplicidade nas origens do Universo e depois da vida. Uma forma tão complexa como seria a nossa exigência no nosso atual estágio evoluído da Física e da Matemáticanada teria conseguido numa simples sôpa primordial com tão poucos e simples elementos. A simplicidade da fórmula é apenas aparente e nos conduz a não ver e mesmo não acreditar no seu significado e complexidade nela embutida, mas tudo se explica pelo fato de que a simplicidade que desponta à primeira vista foi o estado evolucionario da forma necessário para atuar na extrema simplicidade e singularidade das fases primordiais do Universo. Acontece que a aparência de simplicidade vai se desfazendo à medida que se observa os elementos que estão ocultos à primeira vista, quando então a observação mais detalhada vai revelando complexidades tão excepcionais que excedem nossas mais modernas engenharias tecnológicas, a qual foi capaz de produzir seres vivos, mensagens em códigos, e agora, algo tão complexo como a auto-consciência. Está tudo embutido nas entrelinhas do circuito descrito nêste simples quadro!

Esta fórmula foi obtida após longa e meticulosa observação da biosfera, atmosfera e extratosfera da Natureza ainda bruta e intocada da selva amazônica, onde cada elemento foi isolado e identificado em suas exteriores conexões com o mundo externo para assim se identificar o sistema a que pertencem e que o produzem, investigação esta que acabou por apresentar um padrão constante, geral, repititivo e obrigatório, o qual pôde ser resumido no simples diagrama acima. Estás vendo no quadro como funcionam e porque existem objetos materiais formados de um estado inicial caótico na Função 1? Porque a matéria é movida apresentando processos? Mecanismos? Como um unico corpo conduzido pela mesma força que se conduz um raio energético em suas variações de ondas, se transforma em diferentes formas, funcões, compondo um ciclo vital e por fim, ao ter conectado as duas pontas desse circuíto surge um sistema natural? Estás vendo aí a base e constituição material de qualquer unidade de informação ativa que se torna uma  fôrça atuante na Natureza? Como um molde produz um sistema reprodutor sexualizado, um metabolismo digestivo, uma corrente sanguinea, um ciclo de oxigênio na atmosfera, um buraco negro no espaço sideral, um limite à atração gravitacional, um principio de entropia, uma fatalidade como a morte de um sistema ou a sua reciclagem replicativa de um sistema fechado em si mesmo?  Como o RNA primordial do “RNA-World” é a cópia exata da meia-face à esquerda e como o aavanço inexorável do circuíto iria conduzir o RNA a construir sua meia-face à direita e assim constituir o DNA? Ou qual o segr6edo que está embutido nos cromossomas sexuais de maneira que terminaram por produzir dois corpos auto-complementares? Basta uma simples descrição do circuito e todo entendimento será obtido em questões de minutos. Mais tempo levará o nosso torpor, o nosso assombramento, o nosso maravilhamento pela revelação dêste novo aspecto da natureza nunca percebido antes, como aconteceu comigo quando na selva a transposição de seus fenômenos e movimentos para uma simples fôlha de papel começou a revelar esta coisa fantástica.

Porque existe e porque a fórmula hoje se encontra nesta configuração? Para tentar construir uma sociedade humana melhor através de um sistema economico funcional os economistas projetam a fórmula de um mercado utópico funcionando sob o que se entende por concorrência perfeita. Observando todos os indevidos efeitos da caoticidade ambiental e da competição impulsiva dos agentes econômicos, os economistas tentam encontrar mecanismos que aproximem a imperfeição atual à sua fórmula perfeita. Assim também tem agido a Natureza desde antes do Big Bang. Existe o projeto do Universo como paraíso perfeito para os dois estados da matéria, a amassa e a energia, e por isso êstes aspectos de massa e energia têm uma tendência, a qual é a responsavel pelos movimentos da matéria, e essa tendencia tem por meta final a modelação da matéria segundo esta fórmula de perfeito sistema fechado em si mesmo. A fórmula acima é o esquema utópico do que seria um perfeito moto perpétuo. A cada novo salto da Evolução o estado do mundo tem mais se aproximado desta fórmula, de maneira que a ultima forma obtida é o sistema astronômico mec6anico-Nwetoniano que serve de infra-estrutura, de plataforma, para lançar as bases dos sistemas vivos biológicos. O sistema solar foi a forma mais próxima da matéria de um perfeito moto perpétuo, assim como talvez o sistema economico dos países escandinavos sejam hoje a forma mais perto da fórmula de mercado perfeito dos economistas. Tendo esta fórmula natural podemos imediatamente identificar e separar do seu mundo externo um objeto ou um evento que se apresenta perante nós e que seja percebido por nosso complexo sensorial, pelas sua manifestações e efeitos ao seu derredor podemos identificar sua função como parte do sistema que o produziu e assim sua influência no contexto geral, apenas localizando o seu ponto no circuito processual desta fórmula. Se quisermos elimina-lo, ou mudar seu estado e efeitos, seja porque está causando alguma indevida disfuncionalidade, ou seja porque queremos um util produto tecnológico, basta remodelá-lo e reintroduzi-lo no circuito de seu sistema, e daqui, no contexto geral. Por exemplo, a substancia denominada colesterol, é útil e inevitavelmente necessária à funcionalidade do sistema-organismo humano. Mas por algum motivo desconhecido a mesma substância benéfica pode se tornar disfuncional e perturbar todo o sistema. Esta substancia apresenta um circuito que é um ciclo de existência, no qual ela vai se transformando em moléculas mais complexas e se misturando com outras substâncias. Quando representamos no papel (agora, na tela do computador), o ciclo que ela está perfazendo e tem sua traçada sua história, desde o local onde se origina seus primeiros elementos, acompanhando passo a passo seus proximos caminhos e vendo suas transformações em moléculas cada vez mais complexas e registrando, desenhando esse caminho na forma de um diagrama, obtemos um desenho final “quase” idêntico á fórmula da Matriz/DNA Universal na sua forma de sistema fechado perfeito. Ora, basta comparar o desenho de sistema perfeito com o desenho do sistema perturbado e disfuncional para se deduzir a causa, o efeito, e a solução para remodelar a substancia no estágio que ela se desvia do circuito perfeito. E assim é com tudo o mais, desde o aparecimento do buraco na camada de ozônio a uma interferencia na emissão de sinais de um satélite.

A fórmula foi detectada numa situação de extrema precariedade de recursos e no contexto desumano da caoticidade selvagem. Ali naquelas precárias e pressionantes condições ela foi representada graficamente com os unicos recursos primitivos disponiveis. A primeira tentativa de transcrição do quadro geral natural numa simples fôlha de papel resultou no seguinte quadro:

Fórmula da Matriz/DNA nas Origens dos Sistemas Naturais

Fórmula da Matriz/DNA nas Origens dos Sistemas Naturais

Esta diferente maneira de se representar a mesma fórmula da Matriz/DNA indica como ela está embutida na produção e evolução de dois sistemas naturais – um astronomico e um celular biológico  –  e por extensão como está enbutida na forma do movimento da energia, mas não como ela se apresenta se desenvolvendo num grafico de ondas e sim no modêlo simples de alimentação elétrica doméstica. Mas poderíamos tambem ter identificado cada uma das sete peças acima constituindo as partes de uma unidade fundamental de informação do DNA, um par de bases de nucleotideos. Assim desta forma precária e precipitada sem os recursos existentes na longínqua moderna civilização, o quadro todo parece ininteligivel, mas o leitor deve entender que rapidamente no nosso primeiro retorno estaremos elaborando quadros mais eficientes.  

As precariedades de condições atuais me limitam inclusive na capacidade de eficiencia da informação transmitida neste artigo pois o texto já se faz longo demasiado no contexto em que será publicado, e tenho de interrompê-lo aqui. Portanto esta introdução terá continuidade sendo dirigida pela comunidade de leitores e suas primeiras questões. Quais as primeiras questões que este texto e figuras despertam em sua mente? Alguma informação adiantada e temporária pode ser encontrada no website em atual construção relativo à “A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”, onde existe espaço para se registrar suas questões  e o qual tem o carater de não-comercializável, não-lucrativo, apenas no interêsse da evolução do nosso  conhecimento. Atenciosamente… Louis Morelli. 

 

Modêlos de Apresentação da Matrix/DNA para inscrições em Websites

terça-feira, janeiro 11th, 2011
Este modêlo foi postado em
 Answers.com
http://www.answers.com/
I am the author of “The Universal Matrix/DNA of Systems and Life’s Cycles Theory”. My native language is Portuguese, but trying to learning English and any correction/contribution will be welcome. The “Matrix/DNA” is a formula used by the universal nature for to move and organizing matter (mass and energy) into systems. The formula is presented as a diagram/software of the most perfect/ideal natural system.

This formula was developed when I was about 6 to 7 years working in Amazon Jungle and trying to understand the chaotical network among chains of systems. Then, I notice that there is a common pattern to all systems, like a kind of fractal, and calculating it I got the Matrix/DNA.

The Matrix/DNA is a kind of universal DNA, that is coming under evolution since the first quantum vortex at the Big Bang ( any kind of vortex is a simple sample of the Matrix), built the atom, the astronomic systems, the organic matter, the nucleotide that is the fundamental unit of information of all living beings. Then the formula fits inside a cell system, any organism, the brain and now we thinking that the mind is being built over the same formula.

The formula is useful for understanding Nature, since that everything “not-death” is part of its system. Like in economics we have the formula of a perfect market for to see the imperfections of any topic, the Matrix software is used for to fix wrong systems and to build new systems.

At my website I am posting everyday the evidences and controversies, trying to test this theory against real natural facts, because if it is real, will be a formidable knowledge for improve human life. Any contributions/participations will be welcome. Cheers… Louis Morelli.

                                                               xxxxxxx

E o tipo de mensagem:

TheMatrixDNA

“The Universal Matrix/DNA is a natural formula/template behind every system in this Universe. It is suggesting that the universal history began with the Big Bang and is going to a Big Birth, when, every minded lifeform is a kind of gene that is building a unique universal baby – our own common body – which will be born at the day of Big Birth.

So, it is the most perfect calling for humankind for love, contribution and peace among its members.”

Read more: http://wiki.answers.com/Q/User:TheMatrixDNA#ixzz1Dd2fYVQe

Divulgação:Escrever o Livro

terça-feira, janeiro 4th, 2011
http://www.ciencia-ficcion.com/bienvenida.html
¿Autoeditarse?
por Francisco José Súñer Iglesias

La autoedición siempre ha sido el último recurso del autor deseoso de verse en blanco sobre negro. Cuando las editoriales han rechazado repetidamente el manuscrito, y el hecho de verlo convertido en ese oscuro objeto del deseo bibliográfico es más fuerte que la necesaria prudencia, el autor se embarca en la aventura de convertirse en su propio editor.

No hablo de esas pequeñas tiradas que se hacen para «consumo interno» entre un reducido círculo de amigos y familiares. Quedan simpáticas y normalmente el autor ya es consciente de que la novela nunca pasará del aplauso de las abuelas y esos amigos que parecen ilustrados, pero no. Tampoco me refiero a los autores que se deciden por la difusión electrónica y gratuita de sus escritos. Ahí, además del grupo ya mencionado, entran quienes la consideran como una interesante práctica promocional. Hablo de la autoedición como opción comercial.

Particularmente no me parece el camino más adecuado. Si nadie entre los expertos consultados ha considerado adecuado publicar el manuscrito ¿de verdad cree el autor que va a conseguir algo por su cuenta? No se le puede negar el cariño que siente por su obra, ni la fe acumulada en ella al cabo de largas horas de trabajo, pero por lo pronto debería ser sintomático el hecho de que profesionales con experiencia lo hayan rechazado una y otra vez.

Las editoriales imponen un filtro. Puede que injusto, pero necesario porque la mayoría de los textos que se reciben son, directamente, ilegibles. Y eso lo digo con pleno conocimiento de causa, si bien no paso de fan-editor, y sin muchas ínfulas, también tengo que bregar con mi correspondiente parte del «pastel»

Si el pensamiento general es que se publica mucha basura, solo imaginar lo que se queda en el camino pone los pelos de punta. Hay una corriente de pensamiento que prácticamente exige que TODO esté disponible en las mismas condiciones que los textos trabajados por un equipo de profesionales (autor, editor, corrector) Eso no tiene sentido ni justificación, ni siquiera de cara al lector, que con mucho prefiere que alguien se haya encargado por él de hacer la criba. La cantidad de «exploradores» literarios está muy, muy, por debajo de las estimaciones de los autoeditores, y un simple examen de conciencia basta para comprobarlo. Hazte estas preguntas: ¿cuántas obras literarias sin «presentación» previa lees en proporción a las «presentadas»? ¿cuánta gente conoces que prefiera lanzarse a la aventura de lo desconocido antes que guiarse por lo oído y leído a terceros? El mero hecho de que estés leyendo este artículo, en esta web, casi responde la primera pregunta.

Una vez pasado el filtro, la relación entre el editor y el autor es muchísimo más enriquecedora de lo que se puede creer. Cualquier autor que haya tenido la suerte de caer en manos de un editor mínimamente competente sabe que, dejando el ego bien encerrado en el cajón de las novelas malas, su obra ganará en calidad. No hay mas que leer LA DANZA DE LA MUERTE y su versión sin cortes, APOCALIPSIS, de Stephen King, para comprobar cómo el editor llevaba razón cuando impuso recortes a la novela. Un editor puede enseñar muchísimo a un autor, hasta (sobre todo) en el tan fundamental como descuidado aspecto de la corrección ortotipográfica y de estilo. Pero para ello es esencial que el autor se olvide del orgullo, y que considere como condición esencial que alguien más allá de su círculo de fieles opine, y no necesariamente para alabarla hasta el empalago, de «su» novela.

Hasta ahí la parte creativa, pero eso es solo la primera fase. El editor es el profesional de cómo vender un libro. La contracultura al uso nos dice que un empresario ha de ser malvado por naturaleza. Si un editor hace negocio con los libros es que no puede ser bueno. ¿Por qué? El autor no tiene por qué saber nada del tema. El editor sabe a qué ferias y eventos (Frankfurt, Madrid, Guadalajara de México…) debe llevar el libro y CÓMO llevarlo para que alcance la mayor difusión. El editor sabe qué formato es el adecuado para el libro, qué tipo de papel y encuadernación ha de usarse (o su equivalente electrónico). El autor normalmente no tiene ni idea. Raramente su oficio tiene que ver con la imprenta, la distribución o la venta. Es bastante probable que fracase en cualquiera de esas tareas, si no en todas.

Descontando los escasos casos de éxito, que no por exitosos dejan de ser anecdóticos, triunfar en la aventura de la autoedición solo podría estar al alcance de autores con un cierto recorrido, que han demostrado su valía, y con una «marca» llamativa que ya inspira confianza. ¿Pero un desconocido? Si su obra no ha interesado a los expertos y profesionales del ramo, ¿por qué cree que va a conseguir el reconocimiento de los lectores?

Divulgação:material enviado – 1

terça-feira, janeiro 4th, 2011

Nikolas Kozloff é um jornalista sobre Amazonia e Brazil, que deve ser visto. 

http://www.nikolaskozloff.com/blog.htm

How could you think that the salvage espirit of Amazon Jungle leads us to a world vision that suggests never before thinkable models about cosmology,cellular systems,physics of atoms,the DNA as having ancestors being the matrix of astronomic systems, atoms systems, etc.? A world vision that now arribved to the conclusion that Light is the creator of Life and Universes, showing that a wave of light carries on the DNA code and the dynamics of life cycle?

The inspirations comes from some kind of salvage natural spirit,or from non-rational animals ways for perceiving nature, or from allunations produced by Amazon roots and herbs?

This world vision is being registered at a website called “The Universal Matrix/DNA of Natural Systems and Life’s Cycle” (theuniversalmatrix.com) by a Brazillian and American resident naturalist phylosopher that has lived seven years in the jungle.

If you are interested in this issue ( an unknown aspect of South American culture)after seeing the website (atualizad in Portuguese only, click “Artigos”) maybe writing an article about, my e-mail is austriak727@hotmail.com , Newark, New Jersey, and my only interest is that you could help me to divulgate this issue. Cheers…Louis Morelli

PARTICIPE DESTA SUPREMA CAUSA DA HUMANIDADE

sexta-feira, fevereiro 6th, 2009

A nova visao do mundo que emana da descoberta do DNA/Matriz Universal e’ uma declaracao de amor da Natureza `a Humanidade, responde `a mais intrigante pergunta de Einstein ao afirmar que sim, o Universo nos aceita e nos e’ amistoso, e como oferenda vem a cedencia e delegacao de mais poderes e responsabilidades ao ser humano. O conhecimento desta fantastica dimensao com sua surpreendente ordem dos fenomenos naturais e’ uma forca para transformar-mos o nosso gene egoista em gene social e por isso e’ um alento `a nossa uniao, um manancial de inspiracao e motivacao revelando formulas para um conhecimento profundo da Natureza, um entendimento jamais imaginado antes por povo algum sobre o sentido e significado da nossa existencia e do mundo,  alem de ser a fonte para novas descobertas e tecnologias que podem enriquecer e melhorar as condicoes de vida de todos os seres humanos. Tendo a formula do sistema ideal perfeito para comparar com todos os sub-sistemas do nosso corpo, detetaremos todos os defeitos que causam doencas e nos fazem sofrer, um passo valioso no avanco das pesquisas medicas, ao mesmo tempo que a formula da maquina natural perfeita e auto-reciclavel nos ensinara a instalar na Terra o aparato necessario e suficiente para nos suprir em todas nossas necessidades materiais e libertar-nos do trabalho rotineiro indesejado.  Se alguem tem alguma duvida sobre isso, por favor, me diga a causa, pois se eu de leve desconfiar que ela em alguma coisa possa prejudicar qualquer ser humano, retiro-a do ar e baseado nos direitos autorais proibo qualquer mencao a ela.

Mas carregar essa missao nos ombros e’ um trabalho gigantesco apenas possivel se muitos participarem, nao como discipulos ou empregados, mas como socios, irmaos de Causa. Pensei que estava sozinho nisto, que ninguem perderia tempo para ouvir um semi-macaco recem-saido das selvas o qual, quando muito, seria motivo apenas para anedotas. Pensei que ninguem teria ainda visto meu website, que e’ a unica forma usada ainda para divulga-la. Mas descobri que existe uma maneira de se acompanhar as estatiscas e visitas ao site, e quando as olhei fiquei abobalhado, sem saber se ria ou se chorava de alegria. O site esta’ sendo visitado todos os dias, e por gente do mundo todo! Pouca gente, mas considerando-se que nunca foi divulgado, este pouco e’ uma vitoria total. Por qual motivo esta gente esta vindo, nao faco a minima ideia, a nao ser que seja algo tambem profetizado pelos modelos da Matriz: o  despertar e a auto-identificacao dos despertados ocorrera’ porque pela primeira vez o DNA que esta’ no centro dos neuronios vera’ nos modelos da Matriz suas proprias imagens ao longo da Historia, aumentando seu nivel de auto-consciencia,  assim como ocorre qualquer mutacao genetica evolucionaria. Foi um contexto social que produziu o darwinismo, a descoberta da evolucao não foi algo que saiu só da cabeça de Darwin; assim tambem se explica esta auto-identificacao entre pessoas do mundo todo, pois em todos os lugares mentes humanas estao se aproximando de uma nova onda da evolucao, a intuicao de que tem de existir uma especie de um programa genetico permeando o Universo inteiro tal como um software operador esta’ permeando nossos computadores, nao foi algo que saiu so’ de uma cabeca que sofreu uma lavagem cerebral no inferno da selva virgem, limpando-a de todas as crencas culturais acumuladas pela Humanidade em seus 15.000 anos de existencia cultural, fazendo-a regredir aos estagios primordiais dos primatas da especie para faze-la reerquer-se como a Phoenix que levanta-se das proprias cinzas, firmada em novas crencas mais proximas da verdade e assim visualizar novos caminhos mais promissores. Mas o processo evolutivo da’-se a nivel planetario.

Entao e’ a esta gente que visita o site que me dirijo. A Humanidade esta’ precisando do nosso, do seu  trabalho. Os modelos da Matriz dizem que teremos, como seres compostos de hardware e software, que se retroalimentam infinitamente, uma existencia muito mais longa do que imaginamos, mas o nosso futuro, a nossa felicidade ou infelicidade no futuro, dependera’ dos caminhos escolhidos pela Humanidade. Por isso temos que participar na escolha destes caminhos senao outros o farao por nos, e talvez suas intencoes nao sejam tao boas para nos como as nossas sao para eles.

Uma das maiores urgencias neste momento e’ evitar que a mente humana seja conduzida como o corpo humano, pelas simples leis naturais dos estados de caos na superficie deste planeta. Como seres vivos somos descendentes de um ancestral que cometeu um erro gravisimo ao extrapolar-se no super-egoismo e tornar-se um sistema fechado em si mesmo, uma especie de maquina newtoniana, cortando relacoes com o mundo e talvez ate com o gerador ex-machine – se ele de fato ainda existir. Toda a Historia Biologica nesta Terra tem sido mero processo embriogenetico de reproducao do ancestral. Isto significa que na Terra esteja naturalmente sendo implantada uma copia reprodutiva de uma maquina, onde nos seremos meras pecas. Um Admiravel Mundo Novo sob a ditadura do Grande Irmao. Fisicamente ricos e felizes, porem mentalmente nulos, escravisados. Para nos intelectuais, pelo menos, isto seria pior que o inferno. Nao quero e nao posso deixar isso acontecer com nossas futuras geracoes… onde nos estaremos tambem embutidos.

Mas todo processo genetico natural de reproducao e’ passivel de mutacao. A Teoria da Matriz parece ser – ao menos por enquanto para mim – uma forca suficiente para produzir a mutacao no produto final reproduzido, onde o corpo humano estara assentado num paraiso automatizado, mas a mente humana estara’ autonoma, consciente e livre para empreender sua aventura cosmica. Pois os modelos da Matriz revelam a face, a anatomia do ancestral, portanto eles desmascaram a mascara, nos passamos a conhecer de antemao a entidade que esta por tras do gene egoista que herdamos e que tem conduzido nossos caminhos. Nos estamos sendo avisados sobre o que nos espera na proxima esquina. Conhecer o inimigo e’ tudo que precisamos para vence-lo. Esta’ em nossa maos, agora, o destino dos nossos jovens e proximas geracoes, pois eles ja estarao em adiantado estado de robotizacao, incapazes de reverter o processo. Note-se  a notavel facilidade de assimilacao que as criancas da geracao mais recente possuem na operacao e assimilacao da tecnologia, ao mesmo tempo que se afastam cada vez mais da reflexao inquiridora existencial e filosofica. E’ a sutil e sorrateira forca robotizante do carater de LUCA (the Last Universal Common Ancestral) entranhada em nosos genes, que esta’ em acao.    

Esta nova visao do mundo e’ a do observador cuja inteligencia desenvolveu-se a ponto de capacita-lo mentalmente a situar-se acima da nossa imediata biosfera e alem do curto tempo da existencia humana. E’ uma visao de “sistemas”, uma macro-visao dos conjuntos invisiveis a olho nu, das conexoes entre os objetos, corpos e substancias compostos de massa e energia constituindo sistemas naturais. A maior causa das nossas dificuldades atuais advem do pouco conhecimento que temos da Natureza, pois o nosso metodo reducionista de estudar apenas objetos, partes,  e  ainda isolados do sistema invisivel a que pertencem nao nos possibilita domina-los porque todos os objetos naturais estao embebidos em sistemas maiores cujas forcas sobre eles atuam e modificam seus comportamentos. Bem sabemos, a duras penas, como um homem, cuja principal atividade e’ lutar pela vida e sobrevivencia, de repente nos surpreende se explodindo com uma bomba, contrariando tudo o que nossas Ciencias podia prever baseada no seu conhecimento atual das leis naturais, e isto porque, tal homem nao pertencia apenas ao sub-sistema familiar mas estava embebido num sistema maior, invisivel, denominado “religiao”, cuja forca penetra-o e modifica seu comportamento. Assim tambem simples atomos terrestres numa paisagem fria e desolada a 3,5 bilhoes de anos atras foram sujeitos a acao e forcas de um sistema maior que o planeta, um sistema astronomico cujos bits-informacao  treinados em uma organizacao sistemica mais complexa que a organizacao dos sistemas atomicos, inseridos em fotons de luz e irradiados desde o nucleo terrestre e desde as estrelas, bombardearam os atomos na superficie da Terra, os quais  tiveram seus comportamentos mudados passando a se combinarem de maneira a se constituirem em materia organica, em moleculas, e por fim, seres humanos! A descoberta de como a Natureza investiu 10 bilhoes de anos de arduo trabalho (cujo metodo parece ter sido programado por um inteligencia suprema que criaria universos atraves da elaboracao de softwares vivos!) para finalmente chegar ao primeiro sistema real natural, a primeira celula viva, nos leva `a descoberta que a essencia e significado da existencia do mundo se refere a SISTEMAS, que o que vem evoluindo desde os primordios nao sao individuos, especies, mas sim o que flui sorrateiramente por dentro delas, um unico sistema que tal como nos, seres humanos, adquirimos varias formas diferentes em nosso ciclo vital, esse sistema universal tambem tem derivado em varias formas diferentes, desde atomos a galaxias a seres humanos! E’ uma visao fantastica que faz nossa inteligencia dar mais um salto evolutivo espetacular, que passa a ver as coisas de cima e `a distancia no tempo e no espaco, tudo o que pensavamos saber tera que ser revisto pois tudo estava sobre a influencia de outras forcas desconhecidas a nos nesta universal danca nas hierarquias dos sistemas naturais.   

Voce que visitar este site, por favor, arrisque um pouco mais de seu tempo procurando saber sobre o que estamos tentando transmitir, tente analizar com alguma atencao os modelos e ler algo dos textos. O site esta todo errado, tudo mal feito, o texto nao diz nada do que eu preciso dizer e penso ter descoberto, porque foi feito tudo nas pressas e em precarias condicoes, e ainda sob pressoes de sugestoes equivocadas. Tenho que mudar tudo para explicar realmente e detalhadamente cada fenomeno abordado, mas estou incapaz de acelerar isso. No entanto algo sera’ fisgado da ideia geral e tenho certeza, os proximos acontecimentos, principalmente as novas descobertas cientificas vao fazerem voce cada vez mais se lembrar e se interessar por isto, como aconteceu comigo nos ultimos trinta anos.

Esta Suprema Causa esta’ precisando de voce, certamente em alguma coisa poderas colaborar. Se voce entender e conhecer esta nova cosmovisao como eu penso ter entendido-a, o que ocorreu comigo devera acontecer contigo, uma incrivel revolucao revisionaria de tudo o que voce aprendeu ate agora tera’ efeito, voce caminhara’ mais leve e tolerante pois esta e’ uma consequencia do novo significado para sua existencia, e se sintonizara automaticamente com os fluxos e ritmos das forcas naturais, o que funciona como uma fonte de motivacao, de protecao a saude e de vigor fisico e intelectual. E muito importante para mim e mais ainda para a Suprema Causa sera’ a existencia de outra cabeca pensante conhecedora desta nova dimensao, que ajudara a corrigir os meus erros nas interpretacoes dos mapas, somara’ suas informacoes sobre os fenomenos da Natureza para ajudar nesta infindavel labuta de testes dos modelos-base da cosmovisao que ja’ venho fazendo a trinta anos,  enriquecera os modelos e formulas, surgira com muitas novas descobertas que ninguem ainda viu, e multiplicara’ em muito as ideias que vamos somar em prol da Causa.    

Existem dezenas de temas a serem incluidos neste website ou num outro que voce crie ou tenha, a cada dia que leio os papers registrados nas instituicoes de divulgacao cientificas vejo a necessidade de correr a por a visao desta perspectiva para otimizar as descobertas, precisa-se de tradutores para todos os idiomas, precisa-se de voluntarios para fazer-mos os varios projetos ja idealizados, como o aquario contendo uma galaxia que ao mesmo tempo e uma celula viva funcionando, a sala cosmica da Matriz, onde os alunos vao caminhar dentro de uma galaxia que ao mesmo tempo e uma celula, etc, etc., e assim a causa sera divulgada. Ate mesmo ajudando com o minimo conhecimento na operacao de um computador, pois ja tenho muitas ideias de como fazer imagens de novos modelos, como melhor comunicar os temas, mas, pombas, eu sai da selva ainda ontem, nada entendo desta geringonca, nem mesmo inserir uma imagem no site eu sei. Nao consigo copiar e inserir um artigo do Word, nao tenho tempo para aprender isto agora, escrever, corrigir os textos e muito menos para traduzi-los.

E quanto as novas ideias de tecnologias e recursos para alavancar nossas ciencias baseados nesta formidavel fonte reveladora de tantos novos mecanismos e processos naturais? Precisamos montar desde simples oficinas mecanicas a laboratorios… enfim a muito que fazer. Se um dia bater aquele segundo passo deste despertar irresistivel que esta ocorrendo contigo e com muita gente… voce procurara se manifestar e encontrara seu lugar nesta imensa missao de todos nos. Por enquanto, a Causa ja esta a dever-lhe algo e tem que agradecer: obrigado pelo seu clique. Obrigado pelo beneficio que estas fazendo a ti. Meu futuro apenas sera bom se voce estiver bem porque voce escolheu o caminho certo para todos nos.