Archive for the ‘biologia’ Category

Biólogos e a grande falha no seu pensamento científico moderno: corpos vivos não são sistemas.

sexta-feira, novembro 9th, 2018

xxxx

Your question can’t be answered until you define what you mean by “system.” In all my years of experience as a biologist I have never heard “all living being” described as a system.
Bulldog Drummond· 12 hours ago
xxxxx
Minha pergunta a Bulldog:

Great, Buildog! I am waiting some biologists saying that all my life. There are systems, mass of systems, and merely, processes among parts inside a system. If living bodies are not systems in itself, what are they? Please, I need this answer.
xxxx

5 meses de nossas vidas passamos no útero de nossa avo…

segunda-feira, novembro 5th, 2018

xxxx

A imagem pode conter: texto

Mais um remendo na teoria acadêmica e reforço para a Teoria da Matrix/DNA: Astronomia

quarta-feira, junho 20th, 2018

xxxx

https://hypescience.com/gigantesca-estrela-descoberta-pode-nos-obrigar-a-rever-toda-a-historia-do-universo/comment-page-1/#comment-309702

Gigantesca estrela descoberta pode nos obrigar a rever toda a história do universo

Meu comentário enviado ao HypeScience em 20/06/18:

Diz o artigo: “Nossas descobertas nos fazem questionar nosso entendimento da história cósmica.”

Ainda não captei qual a causa do bloqueio mental no mindset acadêmico que os impedem de entender a “historia cósmica”.

Essa mania e teimosia em separar a historia cósmica, com sua evolução cosmológica, da historia da vida na Terra, ou a evolução biológica, e’ irracional. Porque eu estou sendo o único humano a gritar contra esse erro crasso, a ponto de ter desenvolvido modelos teóricos racionais que mostram essa incongruência?

Astrônomo tem que ser biólogo e biólogo tem que ser astrônomo, se querem entender este mundo e nossa existência nele, porque galaxias estão encriptadas nas unidades de informação da vida e as propriedades da vida estão ocultas mas atuantes nas galaxias, como estão sugeridos em meus modelos e cálculos. As diferenças entre galaxias decorrem das diversidades possibilitadas pela plasticidade e flexibilidade da formula universal para sistemas – a formula Matrix/DNA que sugiro em meu website – e antropologizar projetando nossa realidade e nosso sistema como obrigatório em todas as galaxias e’ ignorar o nosso relativismo como observadores num ponto limitado do espaço/tempo.

Dai, todos os dias a cada novo dado vindo do Hubble essa gritaria de que precisa rever o modelo teórico, o qual não mais aguenta remendos, e’ preciso ser refeito. Separar a Historia Universal em dois blocos – a cosmológica regida pela Física e Matemática – e a Biológica – regida pela Biologia e Química – seria o mesmo que separar o corpo humano entre carne e esqueleto ósseo: o sistema total não se suporta. E criando estes dois blocos sem nenhum elo evolutivo ( veja em meu site a figura proposta como esse elo, que esta no meu avatar ao lado) e’ criar um abismo inexistente na evolução universal, e para preencher este abismo tem-se que recorrer ao imaginário mistico, criando deuses mágicos, seja o Allah ou o acaso absoluto. Eu vou lutar contra isso nem que seja sozinho ate’ meu ultimo suspiro, pois não consigo entender este bloqueio, a não ser o razoável argumento de que o cérebro humano ainda esteja configurado pela herança animal que se focaliza no imediato incapaz de levantar os olhos para cima e buscar entender a conjuntura que tem de ser unica, unificada. Alguém aqui discorda? Porque?

Sistemas inteligentes e conscientes nao baseados em carbono

segunda-feira, junho 4th, 2018

xxxxx

Debate com a Matrix/DNA num forum na Internet:

Pergunta ao grupo em geral: “Tem alguma possibilidade de que exista outra forma de vida nao baseada no carbono?”

Resposta da Matrix/DNA:

Bem, Segundo a ciencia oficial, o carbono possibilitou este tipo de vida que temos neste planeta porque o carbono era o melhor atomo em construir longas cadeias com outros atomos interligados, alem da formidavel capacidade de realizar loops, etc. E a mesma ciencia oficial afirma ter descoberto que ao menos um outro atomo, o silicio, tem identicas ou quase identicas propriedades. Agora, teorizando um pouco baseado nestas informacoes e lembrando que nos temos construido computadores onde as partes mais sensiveis sao feitas de silicio e que estamos na direcao de inserir Inteligencia Artificial nestes computadores, Podemos imaginar que pode exitir no future aqui na Terra uma forma de vida inteligente baseado no silicio sendo que a vida baseado em carbono tenha sido a muito tempo extinta. Entao o que diriam os silicianos ao descobriram fosseis de vivos baeados em carbono?

– ” Oh, nos pri0mordios existiu uma forma de vida muita primitiva e formada de carbono, que esteve na base das nossas origens… coitadas daquelas quase bacterias de carbono… nao existem mais…”

Agora saindo do terreno da ciencia oficial mas mantendo ainda os fatos reais conhecidos pela ciencia oficial, vamos ao reino da Matrix/DNA. Esta sugere que podemos falar como os silicianos: ” oh,… nos primordios, mesmo antes das estrelas produzirem atomos acima de 5 particulas, como e’ o carbono 6, existia vida que esteve na base de nossas origens, entao em que era baseado esta vida?

Para responder esta pergunta e’ preciso antes trocar a palavra “vida” pelo nome “sistema funcional”, e mais ainda, segundo a Matrix/DNA, pelo nome de “o sistema funcional universal, unico neste Universo”, captado pelos nossos cinco sentidos e atuais instrumentos de medicao cientificos. A palavra vida separa coisas dentro deste Universo. Quando um dos sistemas do Universo diz que e’ vivo, e os outros nao, ele esta tentando subir e se sentar num trono que nao existe, ele esta se separando do Universo que nao admite a separacao de todas suas coisas interconectadas porque ele em si e’ um so e mesmo Universo, como poderia algo ser separados e dentro dele? Por isso, por se separar do Universo a vida nao consegue encontrar suas origens. (aplausos)…

O nome sistema resolve o problema porque a ciencia oficial sabe que os vivos sao sistemas em si e sabe que tanto os atomos como as galaxias tambem sao sistemas. Da mesma forma que uma especie futura mais inteligente como os silicianos nao tiveram problema algum em ver que a vida baseada em silicio foi antecedida por uma ancestral vida baseada em carbono, nos deveriamos ter hoje essa inteligencia para entender e admitir que a nossa vida baseada em carbono foi antecedida por ancestrais vivos nao baseados em carbono… (esfusiantes aplausos).

Parece-me que a comunidade cientifica academica – ou ao menos aqueles que me criticaram nos foruns quando mencionei esta ideia – esta repetindo o mesmo pecado dos religiosos que nao aceitam e acham uma ofensa dizer que os humanos vieram de primatas, quando essa mesma comunidade nem sequer admitiu pensar que nos, os carbonados, viemos de ancestrais primitivos nao carbonados. Que nos, os biologicos, viemos de ancestrais primitivos nao-biologicos. Porque a resistencia, qual a ofensa nisso? Estariam tao melindrados quanto os que creem que sao descendentes de Adao e Eva?(aplausos)

Um dos outros elementos em que se baseou uma destas formas primitvas de vida, talvez a mais primitiva de todas, temos quase certeza que foi o foton. Mas ainda tem outra coisa. Os silicianos podem descobrir que possuam um padrao de codigo formados nao apenas pelos atomos mas tambem que pode nao ser necessariamente genetico, nem o DNA, porem ao descobriram o DNA biologico nos fosseis da vida antiga extinta podem acabar descobrindo que o seu atual codigo esta montado e ainda contem o sutil codigo em forma de DNA como template do codigo siciliano. Em outras palavras o DNA biologico pode nao existir mais na forma biologica porem ele existe numa forma talvez energetica, o que vale dizer que ele ainda existe. Da mesma forma, na Matrix/DNA nos suspeitamos que o codigo fotonico subjaz o codigo na forma de DNA. Ou seja, O DNA seria como um cerebro onde a operacao fundamental sao as sinapses, e no caso do DNA exista uma forma precursora das sinapses que seria uma network de fotons. Infelizmente nossos cinco sentidos e nossos instrumentos cientificos ainda nao captam estas sinapses no DNA o que e’ explicavel quando nos lembramos que nossos instrumentos cientificos apenas muito recentemente captou as sinapses no cerebro humano as quais sao milhares ou milhoes de vezes mais visiveis e maiores que as sinapses no DNA. Sim, e’ possivel, e provavel que exista outras formas de vida baseadas em outros elementos que nao sejam o carbono. Inclusive que tenham existido tais formas de vida que hoje nao existem mais ou existem como quasi-fosseis, como sao nossos ancestrais atomos e galaxias.

Vale ainda lembrar que a ciencia oficial descobriu ( e aqui me desculpem que me falha a memoria em que artigo cientifico eu li isso, mas sei que era confiavel e revelador porque ao ler aquilo eu corri a estudar a tabela periodica com novo olhar), a ciencia descobriu que a cada 7 ( ou oito?) elementos da tabela periodica, o proxima elemento repete as mesmas propriedades de um atomo localizado antes na tabela. Eu calculei que entao existe um ciclo vital na formacao dos elementos, o qual se repete a cada sete geracoes, ou seja, ate a evolucao dos elementos basilares do universo obedece ao mesmo processo da evolucao universal. Se isso for verdade, ou seja, se a ciencia oficial descobrir que o processo do ciclo vital esta inserido na formacao dos elementos, confirmando minha previsao, isto significa que a  cada 7 atomos ou cada sete diferentes numeros atomicos depois do carbono existe outro atomo que pode ser a base da vida ( desculpem, a base de sistemas funcionais) de uma forma de vida/sistema bastante diferente da nossa baseado em carbono. Se existem arredondando, 180 elementos na tabela, deveriamos divider 180 por sete que vai dar cerca 26 atomos que podem ser a base de 26 formas de vida diferentes da nossa. E cada uma sera uma estontante surpresa abrindo um leque para milhoes de coisas que ainda desconhecemos. Imaginem cada uma dessa colossal surpresa multiplicada por 26… e dentro deste nosso Universo…

 

Para a Biologia, para que existem o sexo e os sexos ainda e’ um misterio, que ja foi elucidado pela Matrix/DNA a 30 anos!

sexta-feira, maio 11th, 2018

xxxxx

www.bbc.com/portuguese/geral-43927968

Para que existem o sexo e os sexos? Um dos maiores e mais complicados mistérios da biologia

E desesperador ver as mais destacadas inteligencias dentre humanos dando voltas `as cegas em torno de um fenomeno central que desejam entender, quando a resposta esta’ nas suas costas, para alem da roda e no sentido oposto do objeto. tentam entender o fenomeno da “origem” do sexo, e porque o sexo e’ como e’, buscando as respostas na materia bruta e estupida deste pequeno planeta em que giram dentro do espaco sideral, onde estao as respostas. Se dentro da cosmovisao da Matrix/DNA descobrimos que inclusive astros se reproduzem por mecanismo identico ao sexual, obviamente a resposta nao pode estar aqui (Neste site, na categoria “sexo” tem varios artigos explicativos).

No entanto, registramos o artigo para nos inteirar-mos em que nivel esta’ a obcecada busca… de explicacoes que para nos a 30 anos deixou de ser misterio. E e’ bom lembrar aqui uma das nossas formulas:

Clique na imagem para ampliar

Circuíto Sistêmico ou "Software" extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

Circuíto Sistêmico ou “Software” extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

 

 

A Biologia produz a Fisica, e nao vice-versa

terça-feira, maio 8th, 2018

xxxx

Sobre as origens das coisas, a unica origem de uma coisa natural real, que temos comprovado cientificamente porque podemos ver, assistir, e’ a origem de um novo ser vivo. Sobre as origens da vida, do universo, da formacao das estrelas, etc., apenas temos teorias, por mais que alguns cientificistas fundamentalistas insistam no contrario. E quando vemos a origem de um novo ser vivo, percebemos sem sobra de duvida, que e’ a parte mole do corpo, feita de carne, liquidos, gorduras, nos animais, e as folhas e sementes, nos vegetais, que produz o esqueleto osseo, a parte dura, mecanica, que serve de base estrutural ao corpo. primeiro surge a parte mole, na forma do genoma, da celula inicial, da morula, blastula e so depois comecam a surgirem os ossos. Primeiro os frutos, as sementes, e so’ depois o tronco mecanico estrutural, os galhos.

E este unico fato conhecido a respeito de origens mostra que e’ a organizacao biologica da materia que da origem `a organizacao esturtural mecanica que e’ area da Fisica, da Matematica.

Mas os fisicos e matematicos ( e mesmo a maioria dos biologos e quimicos, pois acho que nem nunca pensaram nisso da forma como abordo o assunto) refutam esta conclusao logica, crendo mesmo como artigo de fe’, que o contrario e’ a verdade, porque se baseiam na versao da Historia Natural que conseguem abordar e dela tirar suas conclusoes. E nesta versao, realmente, nao existe como negar a patente impressao de que foi a Fisica que deu origem `a Biologia, pois a estrutura fisica do Cosmos, reino mecanico estudando pela Fisica e Matematica, existia antes das origens da vida, a parte biologica nesta regiao do Universo. Ninguem em sa consciencia que tenha o minimo de acompamhamento do conhecimento cientifico refutaria esta conclusao.

Mas sera’ que ela e’ mesmo correta? Pode ela ser afirmada como verdade cientifica?

Nao. Nos nao assistimos, nao estivemos la nas origens da vida nem do mundo astronomico. Nos nao conseguimos assistir estas origens em nenhum outro lugar e tempo, e nos nao conseguimos reproduzir estas origens Segundo estas teorias, em laboratorio. Portanto nao pode ser um postulado, um “statement” cientifico. Mas e’ uma boa e logica teoria cientifica.

Nos nao sabemos como foi a origem do sistema astronomico, o que havia antes dele que o produziu, e nem poderiamos cientificamente afirmar que nao havia nada. Portanto, resta a alternativa naturalisticamente logica de que antes das origens do sistema astronomico existia um sistema biologico que o produziu. Porque e’ isso que a Natureza esta fazendo aqui perante os nossos olhos, e Ela nao fez nada perante nossos olhos ainda que embase outras teorias.

Eu nao sei como e’ que funciona o raciocinio logico de outras pessoas, mas o meu funciona assim e vejo coerencia nele. Porem existe um outro detalhe, uma outra logica hipotese que os fisicos e matematicos desconhecem. Trata-se do resultado obtido pela investigacao pelo metodo aplicado na cosmovisao da Matrix/DNA. Este resultado sugere que mesmo o “esqueleto osseo” que existia antes das origens da vida dentro do Universo, ja continha uma cobertura de organizacao biologica da materia. E mais: ela estava muito tempo antes ja presente nos sistemas atomicos. E ainda mais: a biologia esteve presente no evento do Big Bang.

O que reforca a tese de que ela possa ter existido antes das origens deste Universo. E assim produzido a Fisica.

Mas como eu nao posso ultrapassar as fronteiras deste Universo, nem mesmo retroceder aos tempos antes de suas origens, tambem nao posso afirmar que a “possivel” biologia extra-universal nao venha, por sua vez, de um outro mundo ainda mais distante e mais antigo formado de estrutura mecanica, ou seja, de Fisica…

Em qualquer caso, por enquanto, ao menos para mim, o que vale e’: “A biologia produz a Fisica… e sempre onde teve Fisica, a Biologia tambem estava la’…”

Epigenetica: Como as experiencias da infancia sao escritas no DNA

terça-feira, janeiro 23rd, 2018

xxxx

Palestra no TED, meus comentarios na discussao:

Epigenetics: How Early Life Experience is Written into DNA

https://www.ted.com/talks/moshe_szyf_how_early_life_experience_is_written_into_dna

And my comments published in TED:

Louis Morelli – 01/23/2018

From the Matrix/DNA world view we have some different theories about epigenetics:

1) First of all, epigenetics is the evolutionary development of the primitive force that search systemic’s internal thermodynamic equilibrium, survival and good functioning. When the system is born, earlier problems with the environment obligates the system to internal rearrangements, (expressing unusual genes at unusual time), which makes it weak and this weakness increases with time.

Nature has one unique template/formula that has built all natural systems since the Big Bang – from atoms to galaxies to cells and now human bodies (see the Matrix/DNA formula). So, the same formula creates the bigger system, the environment, and the microscopic system, the creature. So, there is a common final point of convergence for environment and creature. The secret for to fix the creatures individual expression of genes is also to fix the problems of immediate environment (like slavery of monkey four by monkey one, bring on the real mother, etc.)

Post n. 2

2) Epigenetics is a kind of abstract force, like softwares throught hardwares, or the mind acting upon the body’s physical matter. At the ancestors non-biological systems it has been called “the identity of systems”, which arises as the total set of information of each part plus the new information from the internal interaction among parts plus external changes. Its evolution goes towards to be consciousness.

This force acts also trying to avoid impulses or instincts from each part, which is prejudice to the whole system. It is everything natural, no intelligence here, like the flow of forces. Human beings has a bad instinct encrypted into the DNA code and inherited from animals, which is the tendency to big predator, or medium predator, or prey. But, this trait is coming from the bigger systems environment in state of chaos, which created our biosphere. This explains why automatically monkeys 1,2,3.4 are self-arranged into a hierarchy.

Our biggest challenge is to lead each human being to self-exorcizing from these instincts. All diseases from epigenetics are caused by non-optimal human evolution in synchrony with the changes in the environment, which is going towards the ordered state. Our social systems mimics the rules of wild jungle in state of chaos, and humans predators of humans as human preys are conservative of this chaotic state. The insistence in this behavior results like in the jungle, everybody goes to extinction, as reaction from the forces of the environment’s biggest system.

Post n. 3

3) DNA is not a code, like 8 billons different human beings does not compose humanity as a code. DNA’s building blocks are two parallels nucleotides working as a system and in same configuration of the universal natural formula for systems, Matrix/DNA. So, each building block is a copy of that perfect formula with some unique individual little difference, like each human being has something that no other has.

So, the DNA can be two ways: 1) one a fixed pile of inherited copies arranged into a fixed configuration; 2) second, an emergent set of those copies performing new configuration, as a second layer, produced volatile by the momentum. If the earlier configuration of the external stimulus are changed, what happens with the second layer? I think it will change only if the entity of the system imposes the change. Because is the entity that has made the first change.  Since that the older stimulus will be always weaker than the first infant stimulus, the identity will take time or never will perceive the external change. I think this is a job more for psychology than geneticists, because psychology acts upon the entity. But, the psychologists need to know the changes in the genes.

Quimica da Vida: Pesquisar Hormonios

quarta-feira, novembro 29th, 2017

xxxx

Ainda nao localizei como e onde os hormonios estao previstos na formula da Matrix/DNA. Aqui esta’ mais uma dica:

Foto de BIO+.

Origem da Vida: Cientista produz enzima sintetica em 2017 e suspeita que ela criou a vida a 4 bilhões de anos atrás!!!

segunda-feira, novembro 13th, 2017

xxxx

Então fui eu que tendo nascido neste século matei o Mar Morto a 2 bilhoes de anos atras… O artigo está no link abaixo e a seguir estao as copias de meus comentarios no debate do artigo.

Chemists May Have Found the ‘Missing Link’ to the First Life on Earth

https://www.livescience.com/60907-missing-link-first-life-on-earth.html?utm_source=notification

Louis Charles Morelli · Fritador de batatas fritas at Self employed – 12:56 PM – 11/13/2017
To the authors:
You said: ” … A subset of chemists have devoted their careers to puzzling…”
I think it is clear that a new kind of information from a more complex natural system were among the matter of that water slime. I can’t understand these chemists that are working with the effects and not searching the cause, because if they want to solve the puzzle, the rational way is going after the cause.DAP – if it ever existed naturally – is an effect, containing the entire or part of the cause, not the cause. We are watching everyday how a new life emerges from water slime produced not by the slime, but by a bunch of information coming from outside the womb’s water, so, why for the first life would be different? Why scientists are mimicking mysticals that need never seen before phenomens? Our method at Matrix/DNA Theory found a possible natural force/element that could be the source of these outside informations for first life. Chemists need know the models and looking inside DAP and the other primordial elements for this “invisible” genome. We are losing time and money.
xxxxx

Chris Sievert · Columbia (Missouri)

@Phillip Czekala –  I’m going to guess you’ve never actually witnessed the Birth of a Baby? If you had you would know how Ignorant your claim not to have started your life in “a bucket of shit water slime” because yours and everyone elses actually did start that way.You may or may not have started in shit, not all babies crap in Uetero, but you certainly started in “a bucket of piss water slime”. All Mammals do.
Louis Charles Morelli · Fritador de batatas fritas at Self employed – 12:56 PM – 11/13/2017

xxxx

Edward Guest · FSU College of Law

The ability to produce intelligent beings, well somewhat intelligent, through this process if true could likely occur in millions, maybe even billions, of star systems in our Universe. Maybe we will be surprised in a few billion Earth years how many species we find that are a lot like us.

Louis Charles Morelli · Fritador de batatas fritas at Self employed

Edward Guest – There is a curious option, maybe you don’t know it. Life is like agriculture, so, if a seed falls in an environment with good conditions, it will flourish. The seeds are splitted everywhere in space/time. But, what is this “seed” and from where it comes from? At Matrix/DNA Theory we discovered that a new theoretical model of galaxies fits exactly the configurations for a source of these seeds. The astronomical building blocks is the face and configuration of DNA building blocks. When I got these models, it was suggesting a new version of “universal history” from the Big Bang to nowadays. And the final history suggests that – as you said – initially must have diversification among aliens but all them will be fine tunelled to a unique final shape… which is the unknown shape of the natural intelligent system that triguered the Big Bang and must be existing beyond this Universe. Curious, isn’t it?
xxxxx

Philip Czekala

Total BULLSHIT.
It’s publish or perish in college land and this clown professor Ramanarayanan Krishnamurthy will make up and write ANYTHING to keep his job. Maybe his life started out in a bucket of shit water slime but mine didn’t. Just think about how many gullible assholes believe this crap too. We are DOOMED.

Louis Charles Morelli · Fritador de batatas fritas at Self employed

Philip – You are right, Our life began in water slime also but the womb’s water slime can do nothing without the insertion of an almost invisible genetic code from something existing above and beyond the womb ( it means also beyond Earth as the womb for first living thing). Why the modern academic mindset is separating cosmological evolution from biologiccal evolution?! The effects of this absurd faith is causing this blindness? Do you have any explanation for human behavior?
xxxx
Fred Wood You have a good point. There is a theoretical “universal natural formula for organizing matter into systems” and applying the formula for to calculate “life’s origins” the results of this calculations says exactly what you said about the role played by the Moon. New shapes of systems ( like the biological ones built at the abiogenesis period) begins by the Function 1 of the formula, which is “agitation for fragmentation and mixture of the elements of the environment”. We have not found other element able to do that function necessary for biological systems organization here. Then comes the F2, which takes the “baby” created by F1 and begins the agregration of nutrients. This formula explains how the first lighter gazeous starand the later stellar systems were made from an atomic nebulae, how galactic’s nuclei are created by central vortex, etc. If you are curious about the formula, search ” The Universal Matrix for All Natural Systems and Life’s Cycles”. Congratulations by the right insight.
xxxx

Jerry Bunker · Purdue University

Professing themselves wise they traded the truth for a lie. This garbage that once upon a time is sheer nonsense. Genesis chapter 1 verse 1 states that in the beginning God created the heaven and the earth. It takes much more faith to believe in these fairytales than to believe in the creator God

Louis Charles Morelli ·Fritador de batatas fritas at Self employed

Jerry: ” Genesis chapter 1 verse 1 states”
A book written by foreign ancient people states nothing to our people of our country and to people of XXI century, why are you coming at a Science issue and Western World telling that?! Don’t worry: if God has something to say to our country and to people of this time, He will say it directly to us, we does not accept humans intermediaries between us and God. 
Here you comes professing yourself wise. So, bring on to the table the proofs how life started and get the Nobel prize. Or are you trading the truth for a lie?
xxxx
Fred Wood – None

Something folks seem to miss in their Synthesis of supposed early biology is the intense stiring caused by the Moon tides which were a hundred or more times stronger than they are now. Not only 100-200 foot ocean tides, tides expressed in the ground around the sea and, more importantly, beneath the sea too, stiring up the lighter and heaver elements, separating the stone from the metal, breaking the shell of the Earth into mud and sand, even as it tries to harden, heating things up in a band beneath the Moon’s early orbit. Remember, the Moon, containing much of it’s present mass was only a few thousand miles above the Earth at that time, having been formed by a collision between the Earth and a stoney body about the size of Mars. It slowly escaped Earth’s gravity until now it’s effects on land is negiligable though the seas still rise and fall by tens of feet now, rather than by hundreds. THERE is your crucible!
Like · Reply · 1 · 4 hrs
Fred Wood –None

It occures to me that the occasion of the birth of our Moon might be quite rare in water planets. There might be fewer examples of life because of it, if the Moon tides really were a part of the equasion. The local sudden heating and cooling of subsurfice muds by those large tides might also have played a part, again making life as we know it even more rare.
 
Fred Wood You have a good point. There is a theoretical “universal natural formula for organizing matter into systems” and applying the formula for to calculate “life’s origins” the results of this calculations says exactly what you said about the role played by the Moon. New shapes of systems ( like the biological ones built at the abiogenesis period) begins by the Function 1 of the formula, which is “agitation for fragmentation and mixture of the elements of the environment”. We have not found other element able to do that function necessary for biological systems organization here. Then comes the F2, which takes the “baby” created by F1 and begins the aggregation of nutrients. This formula explains how the first lighter gaseous star and the later stellar systems were made from an atomic nebulae, how galactic’s nuclei are created by central vortex, etc. If you are curious about the formula, search ” The Universal Matrix for All Natural Systems and Life’s Cycles”. Congratulations by the right insight.

Origens da Vida: Teoria do RNA World

domingo, novembro 12th, 2017

xxxx

Paper: Origin of Life: Transitioning to DNA genomes in an RNA world

https://elifesciences.org/articles/32330

Abstract

The unexpected ability of an RNA polymerase ribozyme to copy RNA into DNA has ramifications for understanding how DNA genomes evolved

Matrix/DNA: ‘Ok. De repente descobriram que o RNA tem uma polymerase ribozyme que copia o RNA e como resultado aparece o DNA ! Por isso surgiu a nova teoria do RNA-world. E com isso eles creem que vao obter o entendimento de como o genoma do DNA evoluiu. Nos percebemos a 30 anos atras quando elaboramos o modelo teorico da formula, que esta pode ser dividida em duas metades, uma face esquerda e outra direita. Observando-se a formula, percebe-se que a funcao 5 que ‘e intermitente, quando emerge e atua, ja’ divide a formula nas duas faces. Se o fluxo de informacoes que vem desde F1 no sentido horario, pela face esquerda, ultrapassar F4, ele constroi F6 e continua agora em queda entropica ate completar o circuito esferico. Isto significa que a formula determina que toda estrutura material elaborada por ela tenha a face direita como uma especie de copia da esquerda. Quando comparamos a formula com um building block do DNA percebemos que as duas sao a mesma configuracao e funcionamento, o que indica que o DNA pode ser dividido pela formula entre haste esquerda e direita. E qualquer uma das faces depois da divisao tambem representa a anatomia geral do RNA. Mais tarde descobrimos que F5 e’ o phi number, responsavel pela bi-lateral simetria. Ora, replicar o DNA, abrindo o zipper, separando os nucleotideos em duas hastes com suas bases, e’ produzir bi-lateral simetria.

Entao tinhamos a forte suspeita de que o RNA tivesse surgido primeiro que o DNA, e este apenas se formou quando a molecula de RNA foi capturando bits-informacao ralacionados `a face direita. nao nos surpreendeu quando depois surgiu a teoria do RNA-world. Porem aparentemente temos dois problemas entre as duas teorias.

  1. Enquanto existia apenas RNA – Segundo a teoria da Matrix – este era incapaz de replicar-se… ou nao? Vejamos. Quando o circuito chegou a F4, ele teria diretamente formado F6 ou F5? Se formou primeiro F5, a funcao replicadora, nao vejo como esta poderia funcionar sem o circuito esferico completo, na forma do DNA. Parece-me que F4 apenas seja estimulado a produzir F5 se a entidade do Sistema estiver instavel e buscar a estabilidade termodinamica. Alem disso, sabendo-se que RNA nao possui o acucar desoribose – que e’ F1 – ele deve ser constituido apenas de F2, F3 e F4. mas como F5 e’ uracila, que e’ uma base presente apenas no RNA, ele teria o orgao reprodutor porem nao teria a carga genetica completa para produzir DNA. Para ter ela complete precisaria ter F1. Entao o RNA nao podia se auto-replica. Ora, acredito que para o projeto de criar o primeiro DNA, a partir do RNA teria que existir muitos exemplares de RNA, apenas um nao teria tempo para executar tudo. O que significa que teriamos de considerer a hipotese de que nao houve um unico primordial RNA, mas sim, que essa molecula surgiu varias vezes separadas entre si. Mas se, formado o RNA, ao inves de partir para elaborar F5. o fluxo tivesse entrado a fazer a face direita fazendo ja F6, entao a direita construiu F1, o que permitiu ao Sistema iniciar sua replicacao.

Mas sabemos que o RNA tem a capacidade de se replicar. Como ele o faz, sem F1. Parece impossivel, a nao ser que F2 tenha em si mais da metade das informacoes de F1, o que tambem nao ‘e uma ideia confortavel. Entao surge aqui uma ideia e uma pergunta aos quimicos: Onde e como o RNA se auto-replica? Porque a Matrix sugere apenas uma possibilidade: que ele atue como virus, ou seja, ele precise penetrar no nucleo da celula e utilizer a F1 do DNA para se replicar.

Esta  questao preciso consultar os quimicos ou a biologia molecular.

2. O Segundo problema e’  que no DNA, os dois fluxos de informacoes – da haste esquerda e da direita – tem sentidos e significados opostos entre si. Na primeira a energia e’ crescente, fase de desenvolvimento e construcao; na segunda a energia e’ entropica, decrescente, fase de degeneracao, auto-aniquilamento. Entao para que o RNA produzisse DNA, quando seu fluxo chegasse a F4, e ao sair dessa funcao, teria que ter em si agregada a funcao da entropia. Vinda de onde, e como? A entropia nada constroi a nao ser caos, nao iria construir F6. E se o RNA adquirisse a entropia a partir de F4, ele nunca se auto-replicaria.

Este problema nos leva a suspeitar que o RNA surgiu, originalmente, em duas formas, opostas entre si. Digamos, uma spin right e a outra, spin left. Alias, parece-me que tudo na natureza tem que surgir nestes dois pares opostos. O problema e’ que, tendo-se duas fitas de aparencias iguais, e nas duas correm um fluxo de energia de uma ponta a outra, e sendo as duas aparentemente no sentido horario, como se vai detectar que numa o fluxo vai da ponta A para a B e a outra vai de B para A? Se as 4 pontas parecem iguais, quem determina qual seja A ou B?

Olhem…, sabe de uma coisa? Para mim nao vejo vantage nenhuma em ficar titrando a poeira de cima dos registros historicos para saber quem veio primeiro ou depois. O importante e’ saber que tanto RNA como DNA estao contidos na formula da Matrix que veio do ceu. O que ela fez aqui primeiro ou depois nao me interessa a ponto de ficar quebrando a cabeca com esse enignma complicado. certo que sempre e’ util elaborar um esquema destas especulacoes, um raciocinio metodico e escrito como fiz acima, pois destes raciocinios muitas vezes surgem importantes insights para outros problemas. Como foi a cima a repentina questao ou hipotese de que o RNA primordial funcionou como virus. Mas eu vou parar esse assunto por aqui.

  • ” Ok, senhor Louis, podes parar e descansar a cabeca. Mas antes voce me permite apenas mais uma perguntinha, que nao tem a ver com RNA, DNA…?”
  • “Pois nao…”
  • ” Quem surgiu primeiro, o ovo, ou a galinha”? ( e o perguntador vai se afastando e saindo correndo…)
  • – ” Arrrrghhh…. vem aqui, moleque, ah, se eu te pego…”

z