Archive for the ‘Cosmovisão da Matrix/DNA’ Category

Controversia Entre Bíblicos e Ateus e a Cosmovisão da Matrix/DNA

quarta-feira, março 22nd, 2017

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=7WaWhkzRE8M

Criacionistas Piram com Cosmos de Neil DeGrasse Tyson – LEGENDADO

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 3/22/2017 (Publicado no Youtube)
Não podemos fazer um universo e criar a vida na frente de um crente na Bíblia e nem trazer o Nada na frente de um ateu para ele não ver nenhuma criacao. E a Ciência é uma constatação de fenômenos naturais e nada mais alem disso. Portanto a Ciência é indiferente as teorias humanas sobre coisas que a Ciência não constatou. Enquanto a Ciência não transformar um macaco real em um humano consciente ela nada sabe sobre humanos vindo de macacos, por maior numero de evidencias que humanos arrolem para sua teoria.  Combater a cosmovisão improvável da Bíblia tendo como base uma ausência de cosmovisão comprovada não é logico nem honesto.
Eu construí uma nova cosmovisão teórica que não tem inicio e não é infinita porque começa por um ponto e retorna ao mesmo ponto, dentro de algo que deve estar dentro de algo e isso pode continuar ao infinito ou não. Porem, todos os passos sequenciais desta cosmovisão são alicerçados em fatos constatados pela Ciência. Nesta cosmovisão todas as teorias ditas “cientificas” estão erradas ou incompletas, principalmente as que dizem respeito as origens do Universo e da vida e a evolução. Portanto a minha teoria tem mais evidencias concretas, factuais que as teorias atuais cientificas. A origem do Universo foi um processo genético semelhante ao que da origem a um corpo humano. Não houve origens da vida dentro deste Universo pois os sistemas biológicos vieram de sistemas igualmente animados. A evolução biológica tratada por Darwin e melhorada na Moderna Síntese não funciona sem os mecanismos que vem da evolução cosmológica. E assim por diante, minha cosmovisão sugere estar tudo errado ou incompleto. Porem, jamais serei louco de acreditar que a minha cosmovisão que não foi ainda comprovada é a real e com isso não posso refutar a teoria não comprovada dita cientifica, ou acadêmica moderna. Então vem o conselho acima: arrolar evidencias a meu favor e mostrar como elas estão contra as teorias acadêmica e a  religiosa. Façam o mesmo se querem exorcizar as religiões da mente humana. Mas estejam avisados que a sua cosmovisão também terá que ser mudada.

A Diferenca nas Transformacoes Mentais Entre Hindus e Matrixianos

segunda-feira, março 20th, 2017

xxxx

Interessante e diferente do comum o que se ouve neste vídeo. Nao cabe a mim julgar se o orador realmente conhece algo a mais ou nao, porem, e’ fato que de qualquer maneira ele mostra problemas comuns por angulos que nao tinhamos pensado. Se voce apreciou este video, sugiro que veja outro onde ele narra a historia de sua aprendizagem na India, o quual e’ mais interessante ( link: https://www.youtube.com/watch?v=Umr61UnQvuE – Isso Existe – um filme sobre Sri Prem Baba – Versão em português )

Abaixo vai a analise da Matrix/DNA num comentário publicado no Youtube.

https://www.youtube.com/watch?v=RpARf15IctI

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – Mar/03/20/2017

Existem vários caminhos para transformações do estado mental, inclusive os mais impróprios, como o percorrido pelo escravo que foge da senzala para tentar sobreviver solitário no meio da selva bruta. Eu fiz este caminho, então obviamente a minha transformação foi para algo diferente desta ocorrida com Sri Baba. Suspeito que as formas em que somos transformados por diferentes caminhos são fracões de uma forma final, a transformação definitiva para o transcendental. As imperfeições e soluções auferidas na minha transformação são diferentes das de Sri Baba. Mas se eu acreditar que a minha alcançada nova cosmovisão é a correta, e as outras são meros paliativos, as minhas soluções tornam-se impraticáveis e inúteis. Portanto, creio que urge – antes de tentar atuar no mundo externo – uma confrontação entre as novas cosmovisões e suas sugestões.

O que ambos percebemos e nos aflige, é a concordância de que a consciência alojada nos cérebros humanos corre risco de extermínio antes de amadurecer e aflorar livre. E ambos ficamos angustiados pela nossa debilidade em produzir as mudanças necessárias para evitar este terrível destino. Tenho razoes para crer que já existe considerável numero de meio-transformados, e nos mais diversos caminhos, e para suspeitar que o nosso encontro e debate poderia ao menos diminuir esta debilidade de cada um, de cada linhagem transformativa como esta da Índia. O guru deveria se lembrar que nem a milenar linhagem hindu conseguiu algum sucesso de mudança em seu próprio pais, onde a miséria e a superpopulação explodem.

Na selva o buscador pode chegar aos chakras, `a luz pertinente ao hemisfério direito cerebral. Mas percebe-mo-la por outro angulo e sob diferente estado físico/emocional. E’ a soma das observações relativísticas de cada observador no seu ponto do espaço/tempo que pode dar uma compreensão sobre a totalidade do fenômeno. E somente assim teríamos uma chance de descobrir o que realmente aconteceu de errado e continua acontecendo com a bolha de consciência universal e a especie em que ela encarna na Terra.

Sem conhecer de fato a causa, nunca atinaremos com sua solução. O guru fala num código divino. Tem ele percebido e entendido de fato este código fluindo nesta Natureza? A minha privada transformação mostrou o código na onda de luz invisível aos olhos humanos ( só veem um sétimo dela, a faixa da onda denominada branca ou “visível”) e nela o código encriptado. E alem disso, nos forneceu elementos para tentar montar sua Historia, desde as origens deste Universo. Nesta Historia se percebe claramente onde e porque se iniciou a distorção que ora nos ameaça, ainda tempos antes das origens da vida neste planeta. A linhagem transformista dos autores da Bíblia perceberam flashes deste evento e interpretaram-nos `a sua forma, na fabula da queda do paraíso. Pela maneira como eles distorceram os eventos tais quais eu os percebo, aprendi que nos é impossível deixar de projetar nossa condição humana e psique nestas interpretações, levando a resultados improdutivos e inclusive debilitando a capacidade de autocura humana.

Eu sei que a Bíblia começa com uma verdade fantasticamente superior `a capacidade de imaginação humana, mas depois deste começo ela erra quase tudo. Porem também sei que não estou exorcizado desta falha de projeção humana em eventos com leis e ambientes que nada tem a ver com existência humana, portanto, sei que minha cosmovisão deve conter erros. Porem, também sei que na do guru existem erros de suas interpretações. Por isso repito que precisamos encontrar um canal para expor na mesa nossas visões e estuda-las com um olhar somado impessoal, senão, não conseguiremos evitar a tragedia. (qualquer curiosidade veja meu trabalho digitando ” A Matriz Universal dos Sistemas Naturais e Ciclos Vitais”.

Doutores Alertam que na America o vicio das drogas esta devastador e fora de controle

domingo, março 12th, 2017

xxxx

A falta de uma visao de mundo forte e convincente com uma grande missao a realizar deixa estes jovens a merce das drogas. Num estado que era exemplar como um santuario de disciplina, como New Hampshire, leva doutores a alertarem que apesar de ja terem trabalhado contra varias epidemias no mundo, nunca viram algo tao devastador e fora de controle como o vicio das drogas no estado. A divulgacao da cosmovisao da Matrix/DNA teria dado Resistencia e desviado muitos destes jovens deste tragico destino, como ela fez comigo.

New Hampshire’s opioid crisis getting out of control

Submitted by Emma Tiller on Sat, 01/21/2017 – 09:38

http://nashuavoice.us/content/57792-new-hampshire-s-opioid-crisis-getting-out-control

Algumas das Nebulosas Influencias que Minha Teoria esta Exercendo no Mundo Hoje

domingo, março 12th, 2017

xxxx

Do meu post publicado no meu Facebook em Mar/03-12-2017

 Louis Charles Morelli – Mar/03-12-2017

 

 

 

Minha teoria sendo usada num projeto de 100 milhoes de dolares!

Fiquei sabendo por acaso, surfando na Internet. Procurei pela sigla “Matrix/DNA” no Google, porque so eu uso esta sigla e descobri-a mencionada num jornal Americano de New Hampshire. Ali esta a copia de um comentario que postei num jornal e de um artigo que escrevi no meu website. Inclusive com todos meus erros de ingles, o trecho foi copiado fielmente, em ingles.

A unica e primeira pessoa no mundo que disse que os astros como a Terra tem uma existencia que imita o ciclo vital humano, fui eu, como resultado de meus calculos e modelos na selva amazonica, estudando os sistemas que compoem aquela biosfera – e cujas questoes me remeteram a questionar algo que eu nunca pensei que faria: o Cosmos! Porque e’ impossivel entender a cria (a nossa biosfera terrestre), sem entender o criador – o Cosmos. E o trecho no jornal fala desta minha teoria.

Um milionario excentrico fez uma doacao de 100 milhoes de dolares para uns cientistas que tem um projeto para procurar vida fora da Terra. Minha teoria da Matrix/DNA faz algumas sugestoes nao pensadas pelos cientistas, e ate’ agora ainda nao descobri como acharam minha teoria e porque esta mencionada no jornal. E infelizmente, sozinho e sem as necessarias condicoes para tocar meu projeto com eficiencia, tenho que ficar calado. Mas meus amigos do Facebook sao testemunhas. Clique no link abaixo e veja este meu texto que esta ali copiado.

Ha 5 anos atras um famoso radialista e evangelico dos USA criou um website para criar um novo movimento baseado na … (segundo suas palavras)… “fantastica descoberta da formula de Deus para criar o mundo, por um autor desconhecido…” Os ateus dos USA e Inglaterra deram em cima, combateram, ameacaram-no de plagio usando meu nome, e ele teve que parar seu website. E eu tive que ficar assistindo, calado!

“The study proposed a model Matrix/DNA model which the researchers think could tell how to look for aliens in space.
“It suggests that planets are developed by the life’s cycle process, suggests the ideal age and conditions a planet must have to harbor biological life, and suggests the ideal slice of electromagnetic radiation frequency/variation that could permitting planets to self-communicating”, said a researcher, René Heller. Various spacecraft and telescopes captured many images and data on Cosmos that do not hint life could be there. It suggests that the current models that astronomers are using are wrong.”

Study proposes Novel Method to Hunt for Aliens Looking at Us

Submitted by Jeanne Rife on Wed, 03/02/2016 – 15:21

http://nhv.us/content/16034673-study-proposes-novel-method-hunt-aliens-looking-us

Study proposes Novel Method to Hunt for Aliens Looking at Us

 

Energia na Base dos Instintos para Predadores e Presas – Ben Davidson – ThumderboltsProject

segunda-feira, janeiro 23rd, 2017

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=rJ08nS32KrI

xxxxx

Meu comentario postado no Youtube sobre este video:

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – jan-01/23/2017

Congratulations. The EU is developing in parallel with other world view, The Matrix/DNA Theory, which suggests the existence of a unique universal system containing different shapes of DNA, evolving since the Big Bang to us today. We suggest a universal formula for systems that suggests a lots about how energy works. The common points are:
1) New natural systems (as atoms, galaxies, biological cells), are composed when Nature applies the force of vital cycle upon a body resulting as mass of a prior less evolved system. The body change shapes like our body goes from the shape of fetus to kids to adults due this force. These new shapes becomes the working parts of a new complex system. A nebulae of atom becomes a galaxy, a mass of unicellular becomes a multicellular organism. But, where Nature gets the force of life’s cycles? From the universal light wave composed by all seven kinds of electromagnetic radiations. The exactly sequence of different frequencies/vibrations of this light wave is seeing as the exactly sequence that yours body is transformed into new shapes. So, we have found that when a light wave emitted by a source like the Big Bang and propagates through dark matter, it creates a system (atom) that evolves to galaxies, cells, human brains. But light does not creates it directly. When light propagates it causes friction at dark matter and the results is energy, electricity. So, the Electric universe is the link between the code for systems ( and life) imprinted into a light wave and the spatial substance, which can be called dark matter, aether, etc. It is important to know the destructive effect of electricity that occurs in chaotic environment like the Earth biosphere and the constructive effect created by energy at ordered state environments.
2) One of the biggest puzzle and mission of Matrix/DNA world view is exorcising the instincts for predator/preys from the human psyche and genetic charge inherited from animals, and yours video has contributed a lot for it. All social systems created till now ( feudalism, monarchy, communism, capitalism) are merely mimicking the rules of the jungle among animals, so, the big predators are at the high class, the medium predators composes the medium class and the mass of poors, the preys of the lower class. Our question was from what dimension of the non-biological world this mechanism came from. We can see the functions of predators and preys easy and clear at the galactic systemic model, we know where the ancestral of these instincts were at our ancestral and creator galaxy. But, where the galaxy got it? The image of DC showing how works the two sides sources of the electric current solved this problem. At Matrix/DNA formula, the stronger side is F1 and the weak side is F7, and mow we have a big understand about what is going on in this black box. You can see and analysing the inter-relations between the two sides and everything equal the relations between predators and preys. Now I will search what is the two magnetic sources at a human body, why they produces DC and not AC, end how to fix it. This will meaning the exorcism of these instincts, which leads all other species to their extinction and is the cause of the nowadays torture of 90 % percent of global population. If you see the universal formula for natural systems at my website, you can improve the EU knowledge. Google: ” The Universal Matrix of All Natural Systems and Life’s Cycles”. Cheers..

xxxxx

A Base Elétrica da Materia Mostrando os Princípios dos Instintos para Predador e Presa: Sensacional!

O que revela as imagens no vídeo, quando a corrente alternada e corrente continua são acionadas:

AC – Alternating current: os dois lados são iguais, a corrente vem dos dois lados, a descarga e’ igual nos dois lados, a imagem ‘e muito simples, forma-se um raio curvo e simples, completo, igual, dentro de toda a câmara.

DC : um lado e’ muito mais ativo que o outro. O anodo esta no lado onde o raio esta empurrando-se para longe dele e invadindo o outro lado. Quando se liga os emissores de DC, na câmara que estava apresentando o raio igual do AC, o raio inteiro e’ puxado apenas para um lado, o qual se apresenta como o mais forte e mais ativo.

Ok. Para mim, particularmente, da Matrix/DNA, a visão destas imagens imediatamente me lembra um dos maiores assuntos que estou pesquisando agora. Trata-se de buscar entender a presença dos instintos animalescos com tendência a predador e presa que estão encravados na genética e na psique humana. Entendo que exorcizar a alma humana destes instintos e’ a condição primeira exigida para eliminar este escravagismo de um lado e a luxuria com seu consumismo supérfluo dos recursos naturais, do outro, esta carnificina e tortura praticada por um dos lados, ou seja, mudar totalmente o estado da humanidade, e dirigir a humanidade a desviar-se do destino da auto-extinção. Acho que não existe outro objetivo mais supremo no momento para a humanidade… exorcizar estes instintos.

Mas de onde os animais receberam estes mecanismos, processos, forças? Na formula da Matrix/DNA para o estado de sistema astronomico se vê claramente ali estes instintos, quando a peça anterior no circuito sempre se transforma na peça seguinte, ao mesmo tempo que pode se interpretar ao reverso, onde a pesa seguinte sempre devora a anterior. Isto faz parte inevitável do ciclo vital. Que as moléculas orgânicas, e depois as bactérias, repteis, leões, e humanos apresentem este fenômeno, já era de se esperar.

Mas porque a formula tinha que ser assim? Ela vem de um onda de luz, e nesta vemos que toda frequência se transforma numa frequência seguinte. Tambem continua isto acontecendo na formula quando ela montou os sistemas astronômicos. Que a forma seguinte engole a forma anterior e’ apenas uma questão relativa do ponto de observação. Vendo-se por outro ponto o que se vê e’ a forma anterior transformando-se na forma seguinte. Porem quando se formaram os sistemas biológicos, a linha evolucionaria que carrega a transformação funcionou mas ao mesmo tempo, se dividiu e funcionou também pela outra perspectiva, aquela onde realmente a forma seguinte – que e’ a maior, mais forte – devora, se sobrepõe, escraviza, parasita, a forma anterior – que e’ a menor, mais fraca. A linha da transformação funcionou transformando bactérias em repteis e repteis em mamíferos. Mas surgiu em paralelo a linha da cadeia alimentar, dividida entre predadores e presas. Este surgimento e’ o grande mistério e o qual precisa ser eliminado da face da Terra. Sabemos que ele surgiu quando a Natureza apresentava como dominante a sua face do caos, mas ainda não resolvi se o caos produz a carnificina primeiro, ou se o cais foi produzido pela carnificina primeiro. Este fenômeno, estava presente na onda luz original? Sim, mas apenas a linha das transformações de sequencias. A luz nunca se colapsa fazendo o caminho inverso. A ano ser que uma outra nossa teoria tenha consistência: a de que a onda de luz original de fragmenta em fótons e estes reencetam o caminho inverso através da matéria, reproduzindo a onda de luz, dirigindo-se de volta a fonte inicial. mas isso envoveria

Ora, as imagens de DC (   ….  ) do que ocorre na dimensão evolucionaria anterior `a existência de sistemas astronômicos e biológicos, revelam que esta dicotomia conflitante já existia desde quando o avançar da luz criou a energia. Então a causa primeira destes instintos esta no Universo Elétrico?! Entao estes instintos fazem parte de um significado cosmico muito distante do nosso conhecimento? Entao seria impossivel exorcizar estes instintos da psique humana, pois toda vez que o cortassemos fora, a base energetica da carga genetica o traria de volta?

Sinto que acabamos de dar um grande passo na busca do entendimento destes insintos, porem, caimos numa dimensao muito distante e complexa, e nela teremos que esmiucar e buscar explicacoes.

Sera um efeito da diferenca entre sistema fechado e sistema aberto? Porque essa diferenca entre os efeitos da AC e da DC? Ok,… de subito nos surge a verdade de que nao avancaremos aqui senao voltarmos ao tempo da escola e pesquisar tudo o que define AC e DC.

( hipotese em desenvolvimento)

xxxx

The Fibonacci Spirals no Sol

Não apenas Ben Davidson e seu pessoal da Teoria do Universo Elétrico defende essa ideia, mas também a NOAH, do governo Americano desenharam a espiral de Fibonacci sendo vista no Sol. Ben diz que essa espiral e’ vista em todo lugar no Sol.

Isto une duas predições feitas a 30 anos atras tendo como base a formula da Matrix/DNA:

  1. Na origem dos sistemas biológicos entraram informações carregadas por fótons vindos de dois lugares principalmente: do Sol e do núcleo da Terra onde jaz um germe estelar. O processo que determinou estas duas vindas e’ o mesmo processo sexual mostrado pela formula, onde a energia da Terra seria feminina e a energia do Sol, masculina. Sendo assim, a energia do Sol opera com base na F5, que e’ a carga genética masculina emitida para fecundar a carga feminina na Terra. Ora,…
  2. A espiral de Fibonacci esta relacionada com o numero Phi, responsável pela simetria dos corpos que da ordem e beleza aos corpos. Mas a formula da Matrix/DNA mostra que no circuito sistêmico onde cai o numero de Phi (1,618…) e’ justamente a posição ocupada por F5. Sendo responsável pela função da reprodução, deduzimos que a simetria ocorre porque F5 copia ou reproduz a face esquerda dos sistemas e a situa a sua direita, para se tornar a face direita. Portanto a formula já havia previsto que o Sol produz F5, o qual e’ Phi, através da espiral de Fibonacci.

Grande evidencia para a teoria da Matrix e ótima informação fornecida por Ben Davidson, novamente.

xxxx

Teoria da Mente tendo como substância, um plasma:

Num frasco-câmara passa a corrente eletro-magnética gerada por dois magnetos. O ambiente dentro da câmara pode ser mudado, do vácuo total para atmosfera. Cada ambiente muda e produz um estado específico da corrente. Num ambiente ela se apresenta como plasma (no vácuo total), no outro se apresenta como linhas ou raios vibrantes de eletricidade ( quando a câmara e’ enchida com ar).

Dai me leva a suspeitar e elaborar os princípios de uma nova hipótese, quando junto isso com a formula da Matrix/DNA. Sabemos que as imagens das sinapses se assemelham ‘a imagem da energia na forma de raios, aleatórios. Isto acontece no ambiente da massa de neuronios. Mas dessa massa e destas sinapses, se produz a mente, os pensamentos, e mais exatamente em outro local, o neocortex. Então podemos suspeitar que no neocortex o ambiente e~diferente, e produz o outro estado desta energia, uma espécie de plasma.

A primeira questão aqui seria: se na câmara podemos ver o estado de plasma, porque o MRI que vê as sinapses não pode ver o plasma da mente?

( teoria a desenvolver ) 

xxxx

Elegant Simplicity

Ben defende que a teoria do Universo Elétrico e’ construída sobre argumentos que são elegantemente simples. O que define esta expressão? penso que se trata do seguinte: pega-se fenômenos naturais simples e conhecidos e interpreta-se de maneira diferente do que foi interpretado ate agora, mas de maneira que na imagem do simples se adivinha encriptado complexos significados, processos e mecanismos. Se for isso, isso e’ justamente o que e’ a Teoria da Matrix/DNA, principalmente ‘e o que sente ao ver a formula da Matrix.

Mas porque a Teoria do Universo Elétrico impregna estes fenômenos simples com elegância? Baseando-me na Teoria da Matrix/DNA, realmente deve existir um mundo elétrico como template, como substancia de fundo, do universo material que nossos sensores captam. Isto porque tudo tem inicio quando a onda de luz universal composta dos sete tipos de radiações eletromagneiticas, se expande infiltrando-se na substancia do espaço – que deve ser a dark matter – ela produz friccao neste contacto. O produto desta friccao e’ o que denominamos de energia, ou pode ser o mesmo que eletricidade. Então como essa luz contem em si o código para ciclo vital que e’ o que monta os sistemas naturais, ela passa esse código para a energia. Esta existindo no meio da dark matter, separa-a em porcões de acordo com cada tipo de sua vibração e assim cria as partes para montar os sistemas. Então, a energia ‘e o elo entre a dark matter – que fornece a massa para o hardware – e a luz, que e’ o software. Se realmente for assim, então e’ claro, a energia esta na base, como pano de fundo, de todas as coisas materiais desse Universo. Não se esta errando ao chamar isto de Universo Elétrico e realmente os modelos teóricos desta teoria são elegantemente simples – porque na verdade revelam uma complexidade estonteante e bonita.

xxxx

Teoria da Gravidade versus Teoria da Atracão da Eletricidade:

Mostrando como um lado e’ mais forte e puxa o mais fraco, Grahan sugere que esta eletricidade e’ o que mantem astros e galaxias unidos e não a hipotética força chamada de gravidade.

xxxx

Jatos cosmicos de luz dos buracos negros sugere a emissão de um circuito sistêmico vital pelo núcleo galáctico segundo a Matrix/DNA

A imagem de um jato emitido por uma região do espaço sideral ( onde, como Ben diz, o mainstream diz existir um buraco negro, mas ele não concorda com esse nome e teoria, e espera que se ache um nome melhor, justamente como nos da Matrix/DNA não concordamos e esperamos esse nome melhor) mostra o jato dividido em segmentos que são “equidistantes `a parte”, quer dizer, o jato e’ dividido em segmentos de tamanhos iguais e têm distâncias iguais entre si. Isto bate com o que sugeriu a Teoria da Matrix, 30 anos atras. Este emissor deste jato seria um astro executando a função número 1 da formula (F1) e ele deveria emitir o template do circuito por onde a semente ou germe de um novo astro vai percorrer tocado pelo processo do ciclo vital. Como este processo vem de energia produzida por uma onda de luz – e a onda de luz contem a formula para este processo vital – cada segmento antecipa uma das formas que o astro vai apresentar em determinada idade. Em outras palavras, se a Matrix/DNA estiver acertando aqui, este jato cósmico deve ser dividido em sete segmentos, cada qual composto pelo estado vibratório da frequência eletromagnética que ele representa. Muito boa previsão da Matrix e ótima informação do Grahan.

xxxx

Efeito Placebo: Efeito de ondas magnéticas emitidas pelo cérebro sobre a química do corpo…?

Estas possibilidades sugeridas pelo Universo Elétrico leva Ben Davidson a citar o The Global Consciousness Project

xxxx

Pesquisa:

Procurar no website de Ben e outros lugares, imagens dos dois magnetos lado a lado da câmara produzindo a visão da eletricidade, para por no site e fazer cartaz para palestra.

Um átomo gigante para capturar partículas de universos paralelos?!

quarta-feira, janeiro 11th, 2017

xxxxx

Humanos são quase cegos e insensíveis. So’ vemos uma das sete faixas reveladas pela luz universal, sentimos apenas os objetos que vemos, o que significa que aqui onde estamos existem mais seis universos, cada qual um mundo próprio igual ao nosso. Dizem que 95% do universo é composto de dark matter e dark energia… mero engano. E’ dark, é escuro, porque nada vemos. Mas não existe dark matter, existem sim, mais seis tipos diferentes de substâncias, digamos materiais, ocupando estes 95%. Mas como no final, depois de percebido que as ultimas partículas do nosso Universo são coisas também vazias, todos estes sete universos no final são vazios… o que restam são forças.

Claro, nos temos que nos esforçar-mos para tentar captar estes outros universos, ao menos por enquanto, os dois vizinhos nossos. Para isso tenos que desenvolver mais os nossos atuais cinco sensores e adquirir sensores novos. E temos que desenvolver estes instrumentos que são extensões dos nossos sentidos.

Mas agora um grupo de cientistas vieram com uma ideia nova, nunca pensada antes: construir um átomo gigante que seja capaz de absorver partículas de outros universos. Trata-se do átomo de Rydberg, chegando a ser 4.000 vezes maior que o átomo comum! Sera’ mesmo? Na cosmovisão deles – em que os 95% estão ocupados por dark matter – estão atras de capturar partículas de dark matter.

Vamos ver a noticia e registra-la aqui para posterior pesquisa:

How Giant Atoms Can Help Unlock Secrets of Dark Matter

http://www.msn.com/en-us/news/technology/how-giant-atoms-can-help-unlock-secrets-of-dark-matter/ar-BBy2Sda?ocid=wispr

Pesquisa:

espectro-eletromagnetico

 

Rydberg atoms –

http://www.phys.uconn.edu/~rcote/Projects/Rydberg/Rydberg.html

Motor perpetuo: O desejo Humano Inconsciente Que Vem desta Ancestral Via Lactea mas Proibido Pelo Universo

segunda-feira, janeiro 9th, 2017

xxxxx

Inspirado no artigo:

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

http://misteriosdomundo.org/10-tentativas-fascinantes-de-criar-movimento-perpetuo/

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

E’ o sonho inconsciente de muitos humanos existir num estado de movimento perpetuo, alias, este era o estado eterno na fábula do paraíso de Adão e Eva. Esta tendência humana vem do instinto herdado dos animais grandes predadores ( o paraíso do leão seria um inalterável grande território com as ovelhas pacíficas, em ordem eterna). Mas não foram os animais que inventaram esta tendência, ela vem de muito antes das origens da vida. Está na essência da matéria (massa mais energia) buscar ao infinito um estado de equilíbrio perpetuo eterno, cujo outro nome seria ” sistema fechado em si mesmo”.
E a matéria quase conseguiu isso quando se formaram os sistemas astronômicos. Pode-se ver na formula natural para todos os sistemas naturais e ciclos vitais ( acho que tem apenas no meu website) como funciona um sistema fechado, um motor quase perpetuo, pois funciona no mínimo 10 bilhões de anos, e e’ justamente o building block das galáxias. Ocorre que o Universo ( ou seja la quem o tenha criado) não admite nenhum sistema fechado eterno, então acima das galaxias veio a Lei de Clausius, a termodinâmica da entropia, pela qual partículas se desviam do circuito sistêmico deteriorando o sistema.
O segredo daquele motor perpetuo montado pela Natureza esta em que o fluxo de energia que carrega o movimento de repente se divide em dois sendo que sua energia-metade retorna a fonte do movimento para se encontrar com a massa degradada e reiniciar o ciclo. Alias o corpo humano faz isso quando em sua meia-idade destina uma cópia de si para recria-lo, perpetuando a especie.
Esta formula devera ser a base para instalar-mos um sistema de produção automático, perpetuo, livrando-nos do trabalho rotineiro escravo. Sua fonte será retroalimentada pela energia solar mais a reciclagem do lixo resultante da produção. Então implantaremos na Terra o paraíso do Éden que na verdade foi o estado de existência desta nossa ancestral que e’ a Via Láctea. Este sistema produtivo robotizado foi profetizado por Huxley no ” Admirável Mundo Novo” e Orwell com seu ” O Grande Irmão”. O problema, o risco que corremos, e’ não nos acomodar-mos como quer a matéria do nosso corpo e do corpo desta galáxia, em termos mentais, pois assim seríamos apenas mais uma peça robotizada do sistema com pretensão de gozar a vida eternamente nesta forma precária e incompleta que nos encontramos.

Evidencia de Influencia de Universos Paralelos Sobre Nosso Universo

sábado, janeiro 7th, 2017

xxxx

Humanos são quase cegos e insensíveis. Qualquer objeto natural neste nosso mundo – seja uma pedra, a lua, um corpo humano – contem em si as substancias de sete universos paralelos, porem nos apenas captamos nestes objetos uma dimensão, um universo. Para entender isso sera’ melhor observar a figura do espectro eletromagnético abaixo.

Nos vemos apenas o que uma faixa de onda da radiação cósmica (a qual denominamos de luz e produz sete tipos diferentes de energia) nos revela, e sentimos apenas esta faixa dos objetos quando os pegamos com nossas mãos. Não é difícil entender isto se lembrar-mos que a Física descobriu que no minimo 95% do nosso sistema solar é vazio, apenas 5% e’ matéria tal como a captamos. Estes 95% de espaço vazio esta’ sendo suspeito de conter massa e energia escura ( segundo nossa perspectiva de quase cegos). Mas o sistema solar é uma especie de edifício que tem como tijolinhos fundamentais os átomos. Novamente quando se observa um átomo, ele aparece no minimo 95% vazio, sendo apenas cinco por cento constituído de matéria na forma de partículas. Acontece que quando vemos mais a fundo estas partículas (prótons, elétrons, neutrons) novamente volta o nosso pesadelo: elas são apenas 5% constituídas de partículas menores, os quarks, fermions, léptons. E quando vamos ver estas…

Enfim, o nosso mundo se resume, se reduz ao vazio. Parece que a matéria que percebemos de fato não existe, ela seria criacao da nossa visão e nossos outros sentidos sensoriais. Isto porque nossa visão e nossos sentidos são feitos com esse mesmo tipo de matéria. Então também nossa visão e nossos sentidos não existiria, … sobrando então apenas a mente, ou alma, como queiram chamar isso. Todas estas sete dimensões, ou universos, seriam construídos pelos fótons que resultam no final da propagação de uma onda (observe na figura abaixo a faixa F7, na extrema margem `a esquerda, quando o espectro da onda se decompõem em fótons), cujos fótons caem dispersos na substancia espacial e tentam desesperadamente retornarem a se comporem como uma unica onda e assim fazem o caminho reverso da onda, começando por construir o universo de F6, depois o de F5, etc, até chegar a fonte, que deve ser extra-universal, antes e alem do nosso Big Bang. Nesta situação estes fótons seriam escuros e negativos, contrastando com os luminosos e positivos que vinham na onda. Voltando a fonte significa que o filho prodigo perdido e vivendo no chiqueiro faz o caminho de retorno `a casa de seus pais… metaforicamente falando.

Eu descobri esta analogia com o mito cristão ( e as religiões orientais dizem mais ou menos a mesma coisa) quando botei os dois baloes de Yukawa nas origens do nosso Universo a rolarem num gráfico cartesiano ao sabor do tempo e do espaço mas dirigidos pelo mecanismo da evolução cosmológica. Os baloes se tornaram átomos, depois galaxias, etc., ate chegarem a forma de autoconsciência, mas neste ponto, o final da historia chega ao mesmo ponto de sua partida, mostrando que foi uma historia vazia, como e’ o nosso universo ( o gráfico chama-se ” Do Big bang ao Big Birth” foi feito na selva a 30 anos atras e não me lembro se o trouxe para este website ou se ainda esta no fundo de alguma gaveta esquecido. Ou se foi perdido na selva naquela vez que estava atravessando um igarapé quando notamos que tinha aqueles jacarés gigantes na água – o jacaré-acanga – e tive que jogar longe na água a pesada mochila para poder correr e me salvar. Perdi muitos desenhos e cálculos para conhecer o mundo em nome de salvar minha vida, uai! … Eu nunca concordei com a ideia de ter vindo ao mundo para ser apenas um almoço de jacaré).

No final o gráfico mostrou que a forma do nosso universo é a forma do DNA. Então percebi que meus neurônios – que foram realmente quem estava fazendo a experiencia – se auto-projetaram na pesquisa e assim, antropomorficamente, viram o universo a sua imagem e semelhança. Guiado por outra cosmovisão, Einstein morreu acreditando que o universo teria a forma cilíndrica. Bem, cilíndrico é a aparência de um filamento do DNA visto a distancia, então, de alguma forma, Einstein também não conseguiu evitar o danado do antropomorfismo, projetando a realidade humana, o próprio umbigo, como sendo a fonte de onde se projetaria a realidade do mundo. Dando prosseguimento ao vicio dos autores da Bíblia que se viram na face de seu criador. Então cheguei a conclusão que o Universo é relativo, ou seja, ele pode ter mil faces diferentes, cada uma para satisfazer o gosto de um observador. Ele se veste de acordo com o sabor do fregues que o observa. No gráfico vemos sete possibilidades de sete formas diferentes e isso veio mais tarde bater quando aprendi sobre o espectro eletromagnético com suas sete faixas visionarias. No fim, todas estas faces relativísticas que são reais nos seus pontos do tempo e espaço, formam um oitava face final… a face do nosso real criador, ou da fonte primeira destes sete universos.

Na minha cosmovisão da Matrix/DNA, este nosso mundo nada mais é que as coisas fabricadas por fótons misturados `a substancia do espaço – que pode ser essa dark matter e energia – fótons estes que escapam (devido a entropia da luz) das ondas de luz ( ou radiação cósmica), natural, e escapam do trecho da onda que chamamos de luz visível. Então nosso universo exprime ou expressa esta faixa com sua especifica frequência/vibração. Não temos ideia de onde vem essa separação por frequências/vibrações e porque é assim, pois isso vem de antes do Big Bang, do alem do nosso universo.

Mas cada uma das outras seis faixas da luz cria um universo especifico. E seus tijolinhos fundamentais não devem ser átomos como os nossos, são coisas que não conseguimos imaginar. Assim se levantam edifícios ate mesmo ocupando o mesmo espaço onde estamos, sem que tenhamos a menor percepção de sua existência. Eles devem serem constituídos também de apenas 5% de sua substancia fundamental e no fim devem serem vazios também. Mas não são os 5% que ocupamos e sim outros 5%. Então quando pegamos uma pedra, ela pode ter uma aureola de “matéria” deste outro universo, a qual atravessa nossas mãos, ou nossas mãos a atravessa, sem que a percebemos e sem que a vemos.

Mas não creio que estamos fadados eternamente a essa cegueira e insensibilidade. Na figura do espectro vemos que não existe faixa isolada, cada uma depende de todas as outras para existir, e elas se interagem, se conectam. Creio que com a evolução vamos desenvolver mais estes sensores limitados que temos no cérebro e inclusive desenvolver novos tipos de sensores que ainda nem conseguimos imaginar o que sejam. E esta evolução continuara’ a ser movida pelo feed-back entre luz e dark matter, melhorando nossos hardwares os quais por sua vez vão facilitando o retorno de nossos fótons que compõem nosso software/consciência. Com melhores hardwares nos impulsionamos o desenvolvimento da nossa consciência a qual parece ser a substancia fonte da luz natural. A nossa consciência ainda esta’ no estado embrionário ou de baby recém-nascido, pois ela nem sequer abriu os seus próprios olhos, para ver a forma de seu corpo e a substancia de que é feita. Tendo em vista nossa teoria, vamos agora ao artigo que como sempre, são as descobertas e avanços científicos e tecnológicos que estão nos proporcionando elementos para cada vez mais desenvolver-mos nossa cosmovisão. E este artigo apresenta novidades as quais já estariam previstas pelas bases da nossa cosmovisão, portanto, seria mais uma previsão acertada previamente, ou no minimo, mais uma evidencia arrolada para reforçar nossa cosmovisão. ( Não se desanime pelo artigo em inglês não ter sido ainda traduzido mas observe que no meio do inglês tem as nossas analises em português):

https://www.newscientist.com/article/2112537-smallest-sliver-of-time-yet-measured-sees-electrons-fleeing-atom/

Smallest sliver of time yet measured sees electrons fleeing atom

(traduzir)

It’s like catching light in action.

Matrix/DNA: Comecou bem. O que faz diferentes universos são as sete diferentes frequências/vibrações da onda de luz.

For the first time, physicists have measured changes in an atom to the level of zeptoseconds, or trillionths of a billionth of a second – the smallest division of time yet observed.

Matrix/DNA: Hummm… isto quase elimina o tempo do nosso Universo, ou seja, a linha que conecta varias formas diferentes de um único ciclo vital – em outras palavras, isto e’ isolamento e separação dos eventos, ou movimentos. Isto tornaria mais fácil para forças de um universo paralelo entrar no nosso universo através das brechas criadas por esta separação. Mais explicitamente dizendo, seria fótons escapados de uma frequência vizinha invadindo nosso espaço e ao penetrar nossos elétrons, ajuda-os a escaparem também.

In this case, the speed demon was an electron escaping the bonds of its parent atom. When light strikes electrons, they get excited and can break free from their atoms. The photon’s energy is either entirely consumed by one electron or divided among several. This electron ejection is known as the photoelectric effect, and was described by Albert Einstein in 1905.

Previous experiments studying this effect could only measure what happened after the electron was kicked out of an atom, says Martin Schultze at the Max Planck Institute of Quantum Optics in Garching, Germany.

 Now, he and his colleagues have seen the other end of the process. They measured the entire ejection of electrons from a helium atom from start to finish with zeptosecond precision (10-21 seconds), marking the smallest time slot ever measured.

Quick getaway

In a series of experiments, the team fired an unspeakably brief, extremely ultraviolet laser pulse at a helium atom to start exciting its pair of electrons. This pulse lasted just 100 to 200 attoseconds, or 10-18 seconds. But by making many readings and calculating their statistical spread, they were able to measure events at a rate of 850 zeptoseconds.

They also fired a near-infrared laser pulse, lasting just four femtoseconds (1 femtosecond is 10-15 seconds). This pulse was able to detect an escaping electron as soon as it was freed from the helium atom. Depending on the electromagnetic field of the laser pulse, the electron either accelerated or decelerated.

Matrix/DNA: Ok, então eles teriam feito dois universos paralelos (um formado por infravermelho e outro por ultravioleta) emitirem seus fótons e invadirem nosso universo. Cabe-nos agora puxar para cá o espectro e analisar a posição destes universos em relacao ao nosso.

 

Light - The Electro-Magnetic Spectrum as The Code for Systems and Vital Cycles

Light – The Electro-Magnetic Spectrum as The Code for Systems and Vital Cycles

Matrix/DNA: EXATAMENTE! Este tipo de satisfação nos propicia quando nossa visão de mundo acerta nossas previsões com os fatos reais! Temos o infravermelho como nosso primeiro vizinho universo paralelo `a nossa esquerda, e o ultravioleta como nosso primeiro vizinho `a direita. Pelo que deduzo da figura, o ultravioleta (onda mais curta, tempo mais acelerado) tende a acelerar o elétron, enquanto o infravermelho tende a desacelera-lo, e tornaria nosso mundo mais lento. 

“Using this information, we can measure the time it takes the electron to change its quantum state from the very constricted, bound state around the atom to the free state,” says Marcus Ossiander at the Max Planck Institute.

Matrix/DNA: Quando alcançamos o quantum state estamos atingindo o limite microscópico do nosso universo, o que significa que estamos nas fronteiras entre nosso universo e nossos dois vizinhos, `a esquerda ou `a direita. E’ compreensível que nesta fronteira, os fótons aprisionados em nossos elétrons tentem escapar para o lado de la da fronteira e montar o tipo de matéria que existe la’ ( que não deve ser uma matéria baseada em átomos como seus tijolinhos fundamentais).

The ejections took between 7 and 20 attoseconds, according to Schultze, depending on how the electron interacted with the nucleus and the other electron.

“We only need to know the time centre of the pulses very precisely, and our technique allows us to measure this to very high precision,” Ossiander says. “An even shorter pulse would give better time resolution, but the resolution can far exceed the pulse duration. We can confirm this by doing statistics for a lot of measurements and calculate the statistical standard error of the mean, which in our case is 850 zeptoseconds.”

The researchers were also able to measure how the electrons divided up the laser’s energy, taking an even or uneven share. In some cases, one of the two electrons grabbed all of the energy. Several factors influenced this energy split, from the quantum correlation between the electrons to the electromagnetic state of the laser field, Schultze says.

Two’s company

One reason for choosing helium is because it has just two electrons, allowing direct measurement of their quantum mechanical behaviour. For an atom with more electrons, some assumptions would be needed about how the energy was divided and the time taken for ejection.

The results are an important window into the quantum behaviour of atoms, especially how their electrons work, Schultze says. Understanding that could lead to insights into phenomena like superconductivity or quantum computing.

“There is always more than one electron. They always interact. They will always feel each other, even at great distances,” he says. “Many things are rooted in the interactions of individual electrons, but we handle them as a collective thing. If you really want to develop a microscopic understanding of atoms, on the most basic level, you need to understand how electrons deal with each other.”

Matrix/DNA: Porque um humano interage com outro humano? Não por causa de seus corpos brutos, materiais, os quais são insensíveis e cegos perante a presença de outros corpos. Nós interagimos devido ao software que temos em nossos corpos, aos quais chamamos de mente. Este software, seja no seu estado primitivo totalmente inconsciente ou no estado mais evoluído com um embrião de consciência como e’ o caso humano, e’ constituído de luz e o que interage são as suas diferentes frequências, de preferência na sequência de seu ciclo vital, como esta demonstrado na figura. Elétrons são os corpos-objetos cegos e insensíveis, não são eles que se interagem, mas sim os fótons de luz que estão dentro deles.

Visualisation of electron leaving atom

An electron makes its escape Schultze/Ossiander

Pesquisa:

extremely ultraviolet laser pulse

Vide: Cheap lasers could capture electrons in motion

https://www.newscientist.com/article/dn19255-cheap-lasers-could-capture-electrons-in-motion/

 

O Novo Modelo Teorico Atomico Sugerido pela Matrix/DNA Theory

sexta-feira, dezembro 30th, 2016

xxxx

Em outra parte deste website, explico como a Matrix/DNA ve o atomo, bastante diferente de todos os modelos conhecidos. Enquanto o átomo nos modelos conhecidos (ditos científicos, como o de Rosemberg,de Bohr, ou o modelo quântico) sao inanimados, sem vida, o modelo da Matrix/DNA e’ um sistema natural construido pela formula da Matrix, e se nos chamamos um ser humano de “sistema vivo” então temos que dizer o mesmo do átomo, apesar de que este apresenta um tipo de vida muito primitivo, rudimentar.

Agora me deparo com uma pergunta no YahooAnswers que me fez pensar mais no modelo e perceber coisas que nao havia percebido. Estas coisas estão na minha resposta àquela pergunta, copiada a seguir:

Why does an electron inside an atom not fall into the nucleus?

category: Science & Mathematics Physics

Some Atom’s orbitals

TheUniversalMatrix  TheUniversalMatrix · 12/30/2016

Why our heart does not fall into the stomach? Why Earth does not fall into the Sun? Why the eyes does not fall into the brain? Answer: because the space between them is not empty. The space can be fulfilled with meat, fat,blood, or with non-visible gravitational force, or electromagnetic force… be sure the space inside atoms are fulfilled by some force.

But, my Matrix/DNA Theory would ask you: ” Why a human at adult shape can not fall into its own teenager shape? What separates the adult from the teenager is only time, and time is not a substance filling space. The answer is that atom is a system. And systems are built by the process of life’s cycles. If you could fix the seven shapes of a human body during its lifetime, you would get a new system, the familiar system. Systems are formed by those seven different shapes fixed at the same momentum, keeping the dynamic link of time among them. See my avatar, showing how the building block of galaxies are formed by same life cycle of human beings. of course: galaxies are our ancestrals, like reptiles and bacteria…
So, the atom has a nucleus and seven orbitals. Each orbital is a shape of the system during its lifetime. Electrons are merely the energy that express an orbital. That’s why we didn’t know if electron is particle or wave. It is the energy of the orbital.
So, atom is our ancestral system, but, so primitive that it does not express all organs, all parts at same time. When you see an atom with two electrons/two orbitals is like you see walking in the street only a stomach and a heart of a human body. The others parts of a human body system are not expressed. Atoms are our ancestrals, they are alive, in their primitive way. But… remember that Matrix/DNA Theory is a new world view being tested against facts (http://theuniversalmatrix.com)

Your human actual shape is your self momentum/vibrational state. It is different of yours past baby systemic state, teenager state, etc. That’s why in the first answer above the commenter told that the reason is that the electron vibrates in different scale.

xxxx

E por ser importante ( toca no tema “vibração dos corpos”), copio outra resposta aqui:

ElizabethElizabeth · 17 hours ago

Let’s imagine that you have a guitar and when you pluck one of the strings, you hear a particular note. If you do it again, guess what? You hear the same note. The point I’m making is that the guitar string cannot vibrate in any old way. It can only vibrate in a set pattern determined by its physical properties. If you shorten the string length it’ll produce a higher note. If you lengthen it, it’ll produce a lower note. If you apply more tension to it, it’ll produce a higher note. And so on …

An electron behaves in a similar way to a string. It is not a particle like a little sphere but a fuzzy object described by probabilities. And those probabilities are described by a wave equation. So what happens in an atom is that you have an electron described by a probability wave. Because of the dimensions of the atom, the forces acting on the electron from other electrons and from the nucleus itself, the electron probability wave can’t vibrate in any old way. Like the guitar string it can only vibrate in certain ways.

So let’s imagine an electron as a wave. To be in the nucleus the wave would have to be smaller than the nucleus. It would have to be unchanging so the electron probability of being inside the nucleus would be 100%. And what you find is that this would mean that the electron wave has to vibrate in a way that isn’t allowed by the physical system, in a similar way to you tightening a guitar string and finding the note gets much lower … that’s not allowed!

And if you do the maths very carefully and look at the ways in which electron waves ARE allowed to vibrate then you find you get interesting 3D shapes. Some are shaped like spheres (the probability of finding the electron on that sphere is high), some are shaped like dumbbells, some are close to the nucleus, some are further away … these are the electron orbitals of an atom that allow chemical bonds (s-orbitals, p-orbitals, etc).

So, the reason electrons don’t fall into the nucleus is because they act like waves and can only ‘vibrate’ in particular ways, none of which allow them to be inside the nucleus!

A Crença dos Acadêmicos Nao Bate com as Evidências na Natureza

sábado, dezembro 24th, 2016

xxxx

É sempre pouco a pouco. Foi pouco a pouco que você foi formado, cresceu, aprendeu e suas formas físicas mudaram. E’ pouco a pouco que a natureza cria novos universos, semeia a vida em novos planetas. Não existem origens súbitas, espontâneas, nem de mundos nem da vida. É pouco a pouco que você encontra o seu propósito. E’ pouco a pouco que o propósito do universo e da vida se revela. É pouco a pouco que você pode se perder completamente. É pouco a pouco que está se formando nosso embrião de auto-consciência, rumo a se tornar cósmica. É pouco a pouco que você constrói um relacionamento. É pouco a pouco que se forma bons e maus hábitos. É no pouco que o grande é forjado. Não existe atalho para a excelência.

Os filósofos gregos quebraram a cara quando acreditaram na geração espontânea da vida. Bastaria deixar um trapo sujo num canto e a vida aparecia. Mas agora os acadêmicos modernos estão crendo em geracao espontanea e súbita de universos, atraves de explosivos Big Bangs, e crendo em origens da vida por acaso! Pior, creem que a evolução ocorre por um erro de transcrição do DNA, ocorrendo uma mutação ao acaso, transformando répteis em mamíferos!

Voce nao saiu da forma de baby para a forma de crianca num relampago! Foi pouco a pouco. Tanto que não e’ possível se estabelecer uma data  fixa para esta mudança.

Este e mais uma motivo, mais uma evidência, para eu preferir apostar na teoria evolutiva da Matrix/DNA. Ela sugere que todas as arquiteturas naturais foram construidas e transformadas pouco a pouco, e explica como.