Archive for the ‘vibração’ Category

Ciclo Vital das Células: Oscilação do Núcleo

segunda-feira, setembro 11th, 2017

xxxx

http://www.alphr.com/science/1006968/internal-clock-is-discovered-in-a-living-human-cell

Internal clock is discovered in a living human cell

Sugestao da Matrix/DNA = Ele é produzido pelo circular de informação no circuito. Tal como acontece com uma onda de luz (a qual é a primeira ocorrência deste fenômeno no universo e desde o qual o fenômeno é repetido em todos os sistemas naturais), a vibração ou intensidade dos flashes cintilantes começa forte, na maior intensidade do circuito, e continua forte em crescente ate a F4, quando começa a decair porque começa a entropia.)

Matrix/DNA suggestion – It is produced by the flux of information in the circuit. As it happens with a light wave (which is the first occurrence of this phenomena in the Universe and from which the phenomena is repeated at natural systems), the vibration or intensity of the scintillating flashes starts strong at the highest intensity of the circuit and continues strong in increasing to the F4, when it begins to decay because entropy begins.)

The discovery may give insights into how and when diseases start – 11 Sep 2017

Cells dramatically change their shape and size during a lifetime. But this is the first time the changes have been seen over short time periods.

O ritmo da  cintilacao num  precise point of a cell in its life cycle…. During the lifetime of the cell, the amount the cell changes in shape during these ‘flickers’ also gets smaller. This means measuring the fluctuations can give away the age of the cell.

“However, with this discovery, which shows that the nucleus exhibits rapid fluctuations that decrease during the life cycle of the cell, we can enhance our knowledge of both healthy and diseased human cells.”

the nucleus of the living cells, and saw a part of it, known as the nuclear envelope, flickering over a period of a few seconds. 

(Este mecanismo de oscilacao do nucleo das celululas foi projetado nos organismos? De que forma os corpos de organismos sinalizariam estas pulsacoes?)

“This process can serve as an internal clock of the cell, telling you at what stage in the cell cycle the cell is,”

“We know that structural and functional errors of the nuclear envelope lead to a large number of developmental and inherited disorders, such as cardiomyopathy, muscular dystrophy, and cancer,” she said. “Illuminating the mechanics of nuclear shape fluctuations might contribute to efforts to understand the nuclear envelope in health and disease.”

xxxx

A proposito, eu postei esta resposta num debate:

God of War – Q1. what are the type of mathematical equations that describe the growth of organisms?

Matrix/DNA : – Lol, good! I am just coming back from reading the best scientific news today, it is related to “grow of organisms”, which is related to life’s cycles and here you have a little idea how the knowledge of Matrix/DNA models and formula works in parallel with official science and offers different interpretation for natural phenomena. The news is in the link:
http://www.alphr.com/science/1006968/internal-clock-is-discovered-in-a-living-human-cell
Please, read the article and come back to this post….
I never knew that cells’ nucleus are flickering. But, missing this knowledge was my fault, because my formula predicted it 30 years ago. My fault is due no enough time for analyzing all predictions from the formula, which must be millions. So, look what Matrix/DNA says now:
” This internal clock is produced by the flux of information in the systemic circuit. As it happens with a light wave (which is the first occurrence of this phenomena in the Universe and from which the phenomena is repeated at natural systems like cells), the vibration or intensity of the scintillating flashes starts strong at the highest intensity of the circuit and continues strong in increasing to the F4, when it begins to decay because entropy begins. It is merely the life’s cycle pathway.”
Since you don’t know how to analyzing the formula, I think you will not understand this says from Matrix/DNA, but my long time doing it ( 30 years), I am very practical doing it.
Where and when the researchers would have this interpretation, linking a reductive detail of a phenomena to the whole Cosmos, linking it with the first waves of light emitted at the Big Bang? When they will linking thermodynamics like entropy to this phenomena for having new glimpses how to control it and finding ways for avoiding the diseases they are looking for? That’s why I am here alerting that the current scientific method and scientists world view must be amplified for inserting the systemic method upon the reductive method, and how is the new kind of lab we are in needs just now.
Organisms grow and decay are very well represented by Matrix/DNA formula, which is not showed as mathematical equation but by software’s diagram because the dynamics of life are based on codes, genetics codes, and computational codes are not writing with mathematical equations. Now I will take my beer in commemoration of more one victory of my theory… Cheers…

A Cega que no Carnaval do Rio Revelou um dos Mais Profundos Segrêdos da Natureza: A Causa Natural das Diferenças entre Humanos de Diferentes Etnias

segunda-feira, março 3rd, 2014

Porque na cabeça da maioria do povo brasileiro não tem jeito de despertar o gôsto pelas ciencias e tecnologias? O que explica o fato dos pobres favelados do Rio de Janeiro conseguirem se unirem de corpo e alma em torno das fantasias do carnaval e não conseguirem se unirem em nada para promoverem seu próprio progresso economico? Porque os macacos que eu trouxe da selva e os coloquei sentados em frente a computadores com Internet livre se levantaram correndo e foram trepar nas árvores? Porque ao invés de eu seguir os macacos trepando nas árvores fiquei sózinho sentado me ocupando com a Internet?

Para todas estas questões existe uma unica e é a mesma resposta: o nivel vibratório ótimo para os corpos e mentes em determinado estágio evolutivo.

É uma resposta metafisica, já que não consigo prová-la cientificamente. Portanto ainda é uma teoria. Mas é bem fundamentada em uma outra teoria minha sôbre as ondas de luz natural e a fórmula da Matrix/DNA. Antes de prosseguir deixa-me trazer para cá o gráfico que explica a teoria das ondas de luz e as consequencias de suas diferenciadas vibrações:

Light - The Electric-Magnetic Spectrum by Matrix/DNA

Não queira transformar um jovem comum da periferia pobre ou um jovem comum da zona rural em um filósofo pensador ou um cientista, ou ainda um criador de novas tecnologias eletronicas. Se você tiver uma cultura européia original, das pessoas louras com olhos verdes, não leve um jovem mulato componente das turmas de bairros de São Paulo tentando educa-lo a ser um gentleman europeu – segundo como os europeus entendem o que deve ser um gentleman – pois ele vai incomodar o sistema em sua casa, sua cidade. Isto não é racismo, é argumento baseado na fôrça de evid6encias do cotidiano, Eu mesmo, nascido no Brasil, de descendencia européia, naturalizado norte-americano, enfrento todos os dias os problemas causados por brasileiros vindos dos estados do centro, norte e nordeste do Brasil contra o sistemas social implantado nas ruas dos USA, enquanto os brasileiros vindos dos três estados do sul não causam problemas algum. Isto é prova, fato, contra o qual não adianta argumerntar.

E isto é muito triste, ao menos para mim, pois esta constatação, geralmente esquecida no dia a dia, derruba todas minhas utopias tendo em vista a transformação desta para uma Humanidade diferente. Não existe uma maneira técnica, prática, para transformar estas pessoas de forma rápida. Tem-se que aceitar que este fato (estes comportamentos e estados evolutivos de seres humanos), vão continuar existindo mesmo depois de minha morte. O que talvez possamos fazer é acelerar muito lentamente esta transformação através de um trabalho muito árduo e constante sempre batendo na mesma tecla, sempre aproveitando qualquer minima oportunidade para chamar atenção para atitudes ilógicas e critica-las veementemente. E torcer para que a super-população e exaustão dos recursos naturais do planeta não aconteçam de eliminar a Humanidade antes que ocorra esta transformação.

Não tem como colocar uma criança comum da escola primaria dentro de uma classe universitaria, assim como se levar-mos uma criança para um clube inglês de adultos a criança ficará isolada e paralisada querendo de toda maneira escapulir dali e retornar ao seu mundo das crianças. O contrário tambem é verdade, não faria sentido tirar um aluno universitario e leva-lo a sentar-se num banco de escola primaria, ou viver num parque infantil. A razão tem raízes profundas em dimensões invisiveis da Natureza, mostradas no grafico acima, onde descobrí que qualquer onda de luz natural se propaga numa sequencia de vibrações que se transformam pelo mesmo processo que os ciclos vitais transformam as formas dos nossos corpos à medida que nossa idade avança no tempo.

Entender isto é fundamental para se eliminar muitos dos nossos comportamentos irados e contrários a comportamentos de diferentes grupos étnicos. Eu mesmo terei que fazer muita fôrça no trabalho do dia a dia nas ruas para estar atento e não cair nestes êrros. Nações, govêrnos, religiões, etc., deveriam tambem manter isto em mente quando se relacionam com outras facções.

Mas existe outra facêta do problema. Sei que muitos ao lerem este artigo, imediatamente sorririam e pensariam: “este cara está reinventando a roda, pois eu sei disso a muito tempo”. Não, ninguem sabia disso assim, neste nivel de profundidade, pois ninguem publicou nenhum trabalho revelando este aspecto da luz natural, o qual nos leva a questões como macro-evolução universal, a luz emitida no Big Bang, etc., e faz entender o problema de uma maneira nova e diferente. A maioria dos ricos tradicionais pensam que sabem disso e por isso tratam as classes médias e baixas da maneira como tratam, mas por desconhecerem esta profundidade da questão, estão errados na sua maneira de tratar estas classes. Para ilustrar, aproveitemos a onda do momento que é o filme “12 Anos de Escravidão”que ainda ontem foi o vencedor do festival. Como justificar e entender a crença dos americanos sulistas evangélicos de que os negros não seriam humanos e portanto deveriam ser tratados como qualquer outro animal escravo?” É porque a ideologia que emerge de sua visão de mundo interpretado pela sua fantasia religiosa sugere coisas equivocadas que são oportunisticamente e ladinamente aproveitadas para se auto-justificarem em seus comportamentos imitando os animais predadores.

Sem a ideologia que emerge da visão de mundo da Teoria da Matrix/DNA, humanos não assimilam a sua sugestão sôbre as origens e evolução da auto-consciência no Universo. Não carregam em sua memória alguns fatos e evidencias selecionadas na Natureza pela Matrix/DNA que produzem a idéia de que a auto-consciencia é mais uma nova forma do sistema natural universal que veio desde alem do Big Bang e do Universo e que está sujeita ao mesmo processo de evolução aplicado às demais formas deste sistema. Enfim, não possuem motivos para acreditarem que sua principal missão como seres humanos é fazer tudo voltado para ajudar a acelerar essa evolução da auto-consciencia, antes que ela seja irremediavelmente abortada prematuramente e morta, se a Humanidade se auto-destruir.

Esta crença dos adeptos da cosmovisão da Matrix/DNA os conduzem a terem uma diferente atitude dos americanos sulistas evangélicos perante os negros, e em qualquer outro relacionamento com etnias diferentes menos desenvolvidas intelectualmente. Ao invés de montar sistemas onde as classes intelectuais menos evoluidas têm seus cérebros entorpecidos pela rotina do trabalho mecanico, nós tentamos, primeiro, divulgar o nivel intelectual seguinte na sequencia evolutiva, e feito isto, montar um sistema onde estes cérebros estejam com mais tempo livre para, motivados pelo nosso estimulo, empregarem este tempo ocioso na busca de sua auto-educação. Escravizar é atrapalhar e interromper o processo, o propósito, da evolução natural, enquanto que facilitar o caminho para a evolução da auto-consciencia é trabalhar em sintonia com a Natureza Universal. Tenho hoje uma lágrima incontida em agradecimento aquela senhora de 50 anos que é cega desde os 12 anos, cujo sonho era vestir uma fantasia e participar de um desfile carnavalesco no sambródomo, pois ela disse uma frase que me fêz acender mais uma luzinha lá dentro do meu cocuruto a qual me levou correndo a escrever para organizar meus pensamentos confusos e equivocados sôbre este incomodo fenomeno da diferença de comportamentos entre diferentes etnias. A frase que ela disse foi a seguinte: “É muita energia! Estou sentindo uma energia incrivel aqui, estou feliz!” Uma cega tem habilidades de percepção que eu não tenho, precisei dela para resolver mais um dos meus grandes problemas existenciais. Eu não posso entender a psicologia dos carnavalescos cariocas, como podem se dedicarem tanto a algo em que não vejo utilidade, resultado benéfico nenhum. Mas aquela senhora cega me ensinou que não devo procurar entendê-la neste seu aspecto de apaixonada por carnaval: ela está na sua onda de vibração, que é diferente da minha.

éia

Física: “O Problema da Medição” Explicado pela Matrix/DNA

sábado, fevereiro 2nd, 2013

Se você quiser ver um Físico incomodado, pergunte-lhe sua explicação do “problema da medição”. Primeiro se descobriu que eletrons não tem espaço, tamanho definido, parece uma onda se expandindo ao infinito. Mas no ato da tentativa de medir o tamanho de um átomo, de repente o eletron se encolhe como particula, um atomo se forma e pode ser medido. Isto significa que a vontade de medir faz com que o atomo exista e numa forma que nossa percepção pode entender. Enquanto não estamos medindo, não sabemos como o mundo está sendo composto.

Estudando os mapas, os modêlos da Matrix/DNA, encontrei uma explicação tão lógica e tão simples que é desconcertante. Vou descrevê-la rapidamente e a seguir registrar as informações/definições que vierem surgindo no mundo acadêmico sôbre êsse assunto e desenvolver nossa pesquisa:

EXPLICAÇÃO DA MATRIX/DNA.

Átomo é um sistema natural. Como sistema é uma das formas evolucionarias do sistema universal que apareceu com o Big Bang e vem evoluindo, se transformando em novas mais complexas formas. Mas sendo um sistema natural significa que atomos são algo “vivo” desde que estão tambem sujeitos a um roteiro de existencia: nascimento, crescimento, maturidade, fdegeração, morte, fragmentação… Pode se dizer que isto é uma história existencial comum a todos os sistemas naturais. Existe outra maneira de ver êste roteiro, à qual se tem chamado de “ciclo vital”.

Ora, sistemas estão mudando de forma a cada segundo. Nosso corpo como sistema, por exemplo, a cada segundo tem uma célula morrendo e a maioria sendo substituida por uma cópia, porem nem sempre, ou nunca, a cópia é exatamente igual ao original. Portanto, mesmo que mude apenas o mais insignificante detalhe na mais oculta célula de um corpo, o sistema mudou sua forma, já não é mais o estado da forma a um segundo atrás. Guarde na memória essa idéia de estado da forma porque na Ciência acadêmica muito  se fala nela com outro nome: estado quantico do sistema. E ã mudança de uma forma à outra chama-se “colapso de função de onda”.

Como filósofo atrapalhado que sou, muitas vêzes sentado numa pedra ou no alto de uma arvore na selva amazônica eu olhava ao redor e me perguntava:

“Antes êste planeta era totalmente diferente. Só se via as águas de rios e oceanos,o solo era limpo, àrido, desertico, formado de rocha, terra e muita areia. Alem de terra e água, apenas o vento. Basta lembrar da imagem da superficie da Lua, de Marte. Os corpos existentes, pedras,eram imóveis e não mudavam de forma. iriam atravessar uma quase eternidade na mesma forma que surgiram. Mas de repente tudo mudou. Hoje os corpos mudam de forma, se movem… Porque esse mundo fêz essa mudança, para que isto? Qual ou quais as forças estavam aqui naquele planeta deserto que fizeram essa mudança?!”

Bem, 30 anos quebrando os miolos com estas questôes, a elaboração da teoria da Matrix/DNA, e ultimamente a teoria tem levado a modêlos tais que estas forças são explicadas, ao menos teóricamente.

Um dêstes mais importantes modêlos – relacionado com esta questão –  é o da figura abaixo:

Light - The Electric-Magnetic Spectrum by Matrix/DNAObserve que a Matrix/DNA está sugerindo que uma onda de luz apresenta o mesmo fenômeno do ciclo vital.A partir da direita, quando a viração mis intensa significa que a energia é mais forte, acontece a fecundação, depois a viração ultravioleta é a forma de bebê da onda, depois entre infra-vermelho e microondas está a forma de adulto, etc. Sugerindo que o Big Bang emitiu uma onda de luz que não parou de avançar, e todas as estrelas continuam a repetir essa emissão ininterruptamente, a matrix/DNA está sugerindo que a luz é o código que imprime vida à matéria, ao sujeitar a matéria a se modelar segundo suas vibrações, e por isso corpos materiais mudam de forma. Isto significa ( se a teoria estiver correta, nunca me canso de repetir isto) que em cada momento de sua existencia, um sistema natural, ou um corpo material na forma de sistema, está expressando um ponto naquela linha de vibração. Nossos corpos, dependendo da nossa idade, da forma em que estão aqui e agora, está expressando uma intensidade especifica, unica, de vibração. Êste é o estado “quantico” do nosso corpo… segundo a minha teoria.

Mas o átomo tambem. Em qualquer dado momento ele estará expressando o nivel de vibração concernente à sua forma, à sua idade, naquele momento. Como a vida de átomos devem ser medidas em escalas de tempo microscópicas, êle deve viver muito pouco, para nós como observadores. Dizem que o tempo de existencia de uma particula é cerca de 17 milionésimos de segundos. Não consigo imaginar o que significa isso, só sei que durante uma piscadela minha, nasceram e morreram muitas gerações de particulas. Não sei qual o tempo de existencia de átomos. Mas deve ser tão rapido para nós que ao ohar para um atomo jamais poderiamos ver uma forma.  Ele se transforma tão rapido que veremos um vulto parado em alta velocidade interna, como se tivesse rodopiando. Tambem um hipotético gigante habitante de Jupiter não conseguiria ver uma forma humana, pois quando batesse o olho e tivesse a impressão de ter visto um bebê, já estará vendo um velho curvado de muletas.

Essa incrivel velocidade devida às  relativisticas posições de observadores é o que faz aquela estranha e incompreensivel imagem do eletron, se expandindo como nuvem, como onda, sabe-se lá o que…

Bem, se isso for verdade seria impossivel medir um atomo, uma particula. O principio da Incerteza de Heisenberg é assim explicado pela Matrix/DNA: o caso acontece porque particulas estão sujeitas ao ciclo vital. Mas segundo o que os cientistas estão dizendo, uma aproximação humana ou de certos instrumentos, fazem um atomo surgir às suas vistas, com forma e tudo. Segundo a Matrix/DNA, a explicação para isso é que o corpo humano, e tambem a mente humana ( a qual tambem é um sistema natural e apresenta dada vibração em dado momento de sua idade) impõe a sua vibração ao átomo e o resultado é o que o atomo pára, fica como hipnotizado, justamente na forma correspondente à mesma faizxa de vibração que lhe está sendo imposta. Aqui estaria as origens, os principios de todos os fenomenos posteriores na evolução, relacionados à escravagismo, comando, submissão, etc.  O poder de uma fonte de vibração maior é tão forte que anula todas as vibrações de uma fonte menor, o átomo deixaria de ser transformado pelo seu ciclo vital e ficaria ali naquela forma enquanto seu corpo estiver tomado pela vibração do homem que o estiver medindo. Em outras palavras, uma onda de luz maior, ou em estado vibratório mais intenso, pode anular ondas menores, ou com vibrações mais fracas.

Explicação simples que chega a ser decepcionante, e acho que é por isso que os cientistas não aceitariam essa explicação se dela tomassem conhecimento. Eles querem algo mais complexo, à altura da inteligencia dêles, como eu tambem queria que a explicação me levasse a lidar com algum grande novo mistério. Mas infelizmente não sou eu que faço o Universo, não tenho culpa disso.

XXXXXX

Pesquisa da Matrix/DNA sôbre: O Problema da Medição

Wikipedia:

O problema da medição em mecânica quântica, é um problema não resolvido de como acontece o colapso da função de onda. A incapacidade de observar esse processo diretamente deu origem as diversas interpretações da mecânica quântica, e possuiu um conjunto chave de questões que cada interpretação devem responder. A função de onda, na mecânica quântica, envoluem de acordo com a equação de Schrödinger em uma superposição linear de diferentes estados, mas a medida real sempre encontra o sistema físico em um estado definitivo. Qualquer evolução futura é baseada no estado do sistema que foi descoberto ao se realizar a medição, significando que a medição “fez alguma coisa” sobre o processo em questão. ( Colapso da função de onda =  no geral, sistemas quânticos existem como a superposição de estados fundamentais, e evoluem no tempo segundo a equação de Schrödinger, que é um dos dois processos mencionados no começo deste artigo – um processo incluído em todas as interpretações. A contribuição de cada estado fundamental para toda função de onda é chamada de amplitude. Contudo, quando a função de onda colapsa, da perspectiva de um observador o estado parece “pular” para um dos estados fundamentais e unicamente adquirir o valor das propriedades medidas que são associadas com aquele estado fundamental em particular.)…( Em Física, a Equação de Schrödinger, proposta pelo físico austríaco Erwin Schrödinger em 1925, descreve a evolução temporal do estado quântico de um sistema físico. Essa equação tem uma importância capital na teoria da mecânica quântica, e seu papel é similar ao da segunda Lei de Newton na Mecânica Clássica.)

Sistemas quânticos podem ser descritos por uma função de estado que evolui de maneira linear e determinística, segundo a Equação de Schrödinger. Uma outra maneira de o sistema evoluir é passar instantaneamente, durante o processo de medição, de uma superposição de auto-estados para um auto-estado específico. A primeira forma de evolução não traz problema algum, sendo compatível com o eletromagnetismo de Maxwell e também com a física newtoniana. Para a segunda forma, cria-se um problema ainda não resolvido pela teoria quântica (TQ): como acontece o colapso da função de onda, onde a superposição colapsa num auto-estado? Este problema é conhecido como “O Problema da Medição”. “As raízes do problema se encontram nos primórdios da física quântica”, discutido pelos fundadores da teoria, como Niels BohrAlbert EinsteinErwin Schrödinger, entre outros.

Matrix/DNA: Como vimos acima, esta questão está resolvida para a Matrix/DNA. A intensa velocidade de transformações de formas nos parece com uma superposição de formas num unico momento, mas a nossa vibração paraliza essa velocidade e o átomo cai numa forma unica, talvez aquela forma cuja vibração corresponda à nossa vibração naquele momento.

Fantástico! Matrix/DNA Explica Porque Batidas de Antena da Abelha Rainha Produz Mais Rainhas ou Escravos

segunda-feira, abril 30th, 2012
A Rainha Vibra Antena Para as Câmaras do Favo

A Rainha Vibra Antena Para as Câmaras do Favo

Um mistério parece que foi resolvido. É sabido que tôdas as abelhas de uma colonia nascem das desovas da rainha. E que todos os ovos são exatamente iguais. Porem quando começam a nascer, os filhotes aparecem divididos em dois grupos diferentes: um grupo constituirá a casta das “operárias” ( que constroem os ninhos e cuidam dos jovens, possuem pouca reserva de energia e gordura, não reproduzem ovos,  e morrem fácil por não resisitir ao frio dos invernos), e a casta das pré-rainhas ( possuem grande estoque de gordura e outros nutrientes que as faz resisitirem aos invernos, reproduzem ovos e podem tornarem-se rainhas).

Mas como, se os ovos são exatamente iguais?! O que de invisivel dentro do ovo decide se um embrião vai ser um escravo ou um rei?

Durante milhares de anos os criadores de abelhas acreditaram que a diferença se explicaria pela qualidade nutricional do alimento dado à larva sob desenvolvimento: futuras rainhas receberiam ( segundo a teoria) o rico nutriente “geléia-real”, enquanto futuras operárias receberiam apenas polen e nectar. Todavia, cientificamente nunca se encontrou evidências que a rainha alimenta suas jovens operárias e pré-rainhas diferente.

Por outro lado tem outro mistério na colméia que tem intrigado cientistas e seres humanos por muito tempo… (espera aí… isto escreví errado… por acaso cientistas não são seres humanos?… Ahhh…você entendeu, né?).

Acontece que a rainha, enquanto está alimentando uma colonia de larvas, periódicamente bate suas antenas num padrão ritmico contra as cãmaras do ninho, um comportamento conhecido como “bateria antenada”. O comportamento baterístico é claramente audível para humanos e tem sido observado por décadas, provocando inumeras hipóteses a respeito de seu propósito, como relata Robert Jeanne, um emérito professor de entomologia da Universidade de Wisconsin-Madison. Muitos estudiosos tem proposto que a bateria serve como um sinal de comunicação entre a rainha e a larva dentro do ovo. Será? O que ela estaria comunicando? Talvez algo como: “Façam xixi no pinico…” ?

Agora cientistas (parece) que resolveram os dois mistérios como uma só solução, matando dois coelhos com uma só cajadada! Como está exposto no artigo do “link” abaixo, seria o bater da antena produzindo vibrações que invadem os ovos que determinariam se um feto vai ser operário ou rainha. Como?!

Os pesquisadores, Jeanne e Surynarayanan, trouxeram colonias para o laboratório e fizeram experimentos com aparelhos pizoelétricos que imitam as vibrações das antenas e comunicaram suas conclusões. Os resultados sugerem que abelhas usam a bateria antenada para dirigir as larvas em desenvolvimento para uma casta social ou outra. “Nós pensamos que a bateria antenada inicia uma cascata de eventos de sinalizações bioquimicas. Larvas que recebem esta bateria de vibrações podem expressar um conjunto de genes que são diferentes de larvas que não recebem, genes para proteínas relacionadas com casta social”. – diz Jeanne – “Algumas possibilidades podem incluir hormonios, neurotransmissores, ou outras moléculas menores biológicamente ativas” – Jeanne acrescenta.

Ok, você pode ler o “cientifico paper” e tirar suas conclusões. Mas cá entre nós… chegue mais perto… e pense comigo…

A solução encontrada pelos cientistas está sugerindo que abelhas entende mais de genética que nossa Ciência. Elas sabem tudo sôbre a existência de genes, DNA, etc., e para falar a verdade, foram elas que cochicharam êsse segrêdo nos ouvidos do Mendell lá naquela horta do mosteiro onde êle cruzava ervilhas verdes com rugosas e disse que começou a descobrir a genética. E elas sabem que vibrações produzem ondas sonoras que espalhadas no espaço e adentrando ovos vão mexer com certos genes lá dentro. Para que bisturi, então? Mas abêlhas tambem – e não vá contar essa para mais ninguem, hein? – são mais sábias em ciências politicas e divisão em classes sociais que o Karl Max. O regime ideal é a monarquia – ensinam elas – e uma sociedade perpétua só pode existir se tiver escravos e reis. Com prazer elas condenam metade de seus próprios filhos e filhas a serem escravos e eunucos, nunca terão direito a darem à luz a rebentos. E tudo isso se pode conseguir divertindo-se, usando as antenas como as varetas e tocando bateria ao ritmo de samba…

Você acredita mesmo nisso?!

Uma abelha nem mesmo o que se pode chamar de cérebro tem. O bicho de vez em quando vai no favo onde estão seus ovos e começa a vibrar sua antena. Depois de alguns minutos fazendo isso, pára, e vai cuidar da vida. Passa um certo tempo e ela volta, faz a mesma coisa, e se afasta. Para quê?!

Parece que alguem aí ficou biruta;  ou a rainha das abelhas ou os cientistas Jeanne e  Suru… (ou Suryn… ah… é o nome dificil do cara aí em cima…) ?!A rainha ficou biruta, é?

Ultimamente eu tenho ficado embasbacado quanto mais “papers” cientificos leio, principalmente de biologia. Parece que tudo começou com o papa dos ateus, Richard Dawkins, quando êle escreveu o livro “O Gene Egoísta”. Estão emprestando a personalidade emotiva e  inteligente humana a genes, um monticulo de átomos! Agora às abelhas tambem!

Mas o problema é que os cientistas não têm outra alternativa. Êles estão observando fatos e fazendo experimentos testando a veracidade dos fatos. Em seguida se limitam a descrever os resultados. As vibrações produzem sinais bioquimicos que fazem genes se expressarem ou inibirem-se… Êste é o fato, incontestável. Quando pegamos o fato em si, apenas o processo e os objetos envolvidos no evento – genes e antenas – é uma coisa. Descreve-se o que se vê e pronto. Mas agora, quando subimos ao nivel mais amplo do fato, ao nível das ondas vibratórias, de abelhas, de classes sociais – aos quais pertencem aqueles objetos, e os quais determinam o significado existencial do fato… é outra coisa. Êles aqui saem correndo, lavam as mãos como Pilatos e não tentam explicar nada! Não querem nem pensar no assunto. Se perguntar êles respondem resmungando: “Estou fora do laboratório, não misturo lazer com trabalho, aqui não falo do trabalho!”

O sistema social de insetos como abelhas e formigas é muito mais engenhoso e eficiente que qualquer dos sistemas sociais já inventados pelos humanos, pois a civilização dêles baseada no seu sistema de divisão de castas e organização já dura mais de 600 milhões de anos enquanto que tôdas as civilizações que criamos caíram e rápido. Está provado que os melhores administraores de sociedades são os que não tem cérebro. Portanto, o melhor politico é aquêle que não tiver cérebro! Devíamos mesmo extrair fora o cérebro de todos os politicos, ou então enfiar em suas cabeças o pequenino cérebro de formigas,  nossa vida ia ser melhor. Não sou eu quem diz isso, são as abelhas e as formigas.

Mas eu e você não fugimos de uma boa briga. Nós vamos ficar aqui e botar a cabeça para solucionar isso. Diz a lógica pura que a abelha rainha não pode saber ligar o evento do bater da antena com o futuro evento do produto que são abelhas divididas em operárias e pré-rainhas. Mas agora sabe-se que o evento do bater da antena produz o futuro evento da divisão social. E que esta divisão social do trabalho e privilégios produz um novo sistema natural funcional – o sistema social dos insetos. O qual é uma produção de outro sistema natural: o corpo da abelha. Portanto, vibrações = sistema social natural. É preciso muita explicação para se explicar que a origem e organização de um sistema natural se dá por ação de ondas vibratórias? As quais certamente são sinais em código que carregam um comando de instruções? De um sistema existente se reproduzindo com algum grau a a mais de complexidade? A ligação entre o evento do bater da antena e o evento da larva operária ou pré-rainha é feita por um agente que passa por dentro de genes, de antenas, de abelhas, de formigas, e nem genes, nem abelhas, nem formigas sabem bulhufas sôbre isso, muito menos tomariam iniciativas para qualquer comportamento relacionado à atividade dêsse agente. Claro! O comando que produz êsse fenômeno natural é um agente natural que está dentro e por fora de abelhas e da colmeia inteira. Assim como girafas produzem girafinhas sem saber porque e como. DNA, my friend, DNA! Aí moram os deuses! Transmissão genética de sistema a sistema, desde átomos a girafas a sistemas sociais naturais.

Vamos explicar a explicação da qual os cientistas fogem como do capêta. Para tanto, primeiro é preciso observar a fígura abaixo ( clique na figura para ver ampliada):

MatrixDNA e os Ancestrais dos Cromossomas Sexuais

MatrixDNA e os Ancestrais dos Cromossomas Sexuais

Não posso me estender aqui para explicar o que já tem sido explicado no meu website. Já tenho explicado aqui em outro artigo como a organização da sociedade dos insetos é uma exata reprodução da fórmula da Matrix/DNA. Em outro artigo descobrimos que o fato dos machos das abelhas subirem 6 metros para formarem fila, fecundarem a rainha e cairem mortos é exatamente o mesmo mecanismo da fórmula quando o macho “pulsar” se distancia da base onde foi gerado, subindo, emite cometas que fecundam o nucleo galáctico, e morrem ao se transformarem em supernovas. Em outro artigo ainda revelamos a descoberta que as diferentes frequências de um raio de luz original compõem os sete estágios de um ciclo vital e produzem as vibrações com as quais a luz original imprime vida à matéria inerte ( http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=1298 ). Todos êstes processos que ocorrem nas profundezas da Natureza são expressados nos sistemas sociais dos insetos porque êstes estão mais próximos evolutivamente daqueles principios naturais que os complexos humanos e suas complexas sociedades.

Vamos então direto à explicação do porque o bater da antena causa a diferença nas larvas dentro dos ovos. O fluxo de informações de um sistema natural tem inicio no turbilhão rotativo da F1 avança normalmente até F4 onde se divide em dois fluxos: um vai constituir F5 e outro continua o circuito esférico para F6, F7, F1, etc. Portanto a esfera pode ser dividida em duas metades, duas meias-faces, sendo uma F1+F2+F3+F4+F1. e a outra, F1+F2+F3+F4+F6+F7+F1, etc. F4 é o elemento “macho” do sistema e F1 é o elemento feminino. O circuito menor contem informações num total a que damos o nome de “Y” e o circuito maior o nome de “X”. O cromossoma X feminino contem e expressa 100% das informações do sistema, enquanto a meia-face Y contem 100% mas expressa apenas 50%, mais fortemente o elemento macho.

Está sub-entendido na fórmula que a face inteira necessita, para se expressar, de 100% das rotações do turbilhão central, enquanto a meia-face apenas 50%. Cada rotação é uma unidade vibratória. Cem rotações produz um cromossoma X, 50 vibrações produz um cromossoma Y. Assim… o mecanismo que diferencia os sexos no sistema biológico é o mesmo mecanismo usado pela Natureza que diferencia abelhas em operárias e pré-rainhas. Elementar… meu caro Watson.

100 batidas de uma antena de abelha produz 100 vibrações que atingem os primeiros 50% de ovos. Suas larvas são estimuladas a prosseguirem até o final de seu desenvolvimento saindo-se como uma pré-rainha, assim como o fluxo de informações na linha de cor azul da fórmula da Matrix/DNA é levado a completar o circuito sistêmico inteiro. A metade das batidas da mesma antena ( ou batida nenhuma, penso eu, porque as ondas vibratórias não devem chegar aos ovos mais distantes, deixando apenas o natural processo que produz duas metades sexuais iguais em qualquer população atuar normalmente), não excita a larva a continuar a se desenvolver mais alem do que já é estrutura suficiente para ela existir, saindo-se pobremente como uma mera operária.

O DNA é a penas a forma evolucionaria provisória da Matrix Universal a qual vem desde os sistemas atômicos se transferindo para organizar nova matéria em sistemas cada vez mais complexos. Já vimos em outros artigos como ela se transfere, como ela se insere nos corpos do sistema e como dirige estes sistemas através das fôrças do meio-ambiente o qual nada mais é que outra forma dela mesma. Eis o agente invisivel que entende de genes, de divisão de funções sistêmicas sociais, de abelhas e de cientistas como o Dr. Jeanne. Em outras palavras, as abelhas obedecem um comportamento instintivo quando batem suas antenas nos favos porque são manipuladas como marionetes pelas fôrças naturais que constituem êsse nosso mundo.

É preciso dizer mais?

Link para o artigo (aconselho a ler, pois é mais uma obra formidável da nossa Ciência com alto teor informativo).

PhysOrg.Com

Rhythmic vibrations guide caste development in social wasps

http://phys.org/news/2011-01-rhythmic-vibrations-social-wasps.html

Obs: Gyne: is the primary reproductive female caste of social insects (especially antswasps, and bees of order Hymenoptera). Gynes are those destined to become queens, whereas female workers are typically sterile and cannot become queens. (Wikipedia)