Archive for the ‘Intelligent Designer’ Category

Teoria da Abiogenese Descrita como Desinformada por Um Químico Famoso em Síntese Quimica

quinta-feira, setembro 28th, 2017

xxxx

Texto original em inglês para ser usado em comentários com defensores da teoria:

Professor and Chemical Synthesis scientist, James Tour:

” We have no idea how the molecules that composes living systems could have been devised such that they would work in concert to fulfill biological’s functions. We have no idea how the basic set of molecules, carbohydrates, nucleic acids, lipids and proteins, were made and how they could have coupled in proper sequences, and then transformed into the ordered assemblies until there was the construction of a complex biological system, and eventually to that first cell. Nobody has any idea on how this was done when using our commonly understood mechanisms of chemical science. Those that say that they understand are generally wholly uninformed regarding chemical synthesis.”

Traducao:

Professor e cientista em Química Sintética, James Tour:

” Nos não temos ideia de como as moléculas que compõem sistemas vivos teriam previsto de tal maneira que elas iriam trabalhar em concerto para executar funções biológicas.  Nos não temos ideia como o conjunto básico de moléculas – carboidratos, ácidos nucleicos, lipídios e proteínas, foram feitos, e como elas poderiam ter se conectado nas apropriadas sequencias, e então se transformadas em montagens ordenadas ate que haveria a construção de um sistema biológico complexo, e eventualmente, chegar `a primeira célula. Ninguém tem nenhuma ideia sobre como isto foi feito quando usamos nossos comuns e entendidos mecanismos da Ciência Química. Aqueles que dizem que eles entendem são geralmente totalmente desinformados a respeito de síntese química.”

Matrix/DNA: ” Isto acontece ainda porque a humanidade não conhece a formula da Matrix/DNA, não desenvolveu capacidades para percebê-la nos fótons que vagam na atmosfera e superfície sólida terrestre, e não podem identificar e coordenar a exata sequencia destes fótons dentro dos elétrons que estão dentro dos átomos que estão dentro destas moléculas.

Como cada separado grupo de operários dentro de uma fabrica fazendo separadas e especificas pecas sabem que suas peças serão unidas a outras peças sendo feitas em outros lugares por outros grupos sabem que estarão fabricando no final um carro? Como vão modelar sua peça para que ela se encaixe perfeitamente no seu lugar entre as outras peças que eles podem nem fazer ideia que estão sendo feitas? Resposta: não precisam saber, eles não fazem as peças criadas por eles e dirigidos por eles mesmos, são meros autômatos obedecendo um comando que vem do alem de suas secções na fabrica. Assim aconteceu na montagem das primeiras moléculas como as proteínas, o RNA, etc. , e depois na montagem da primeira célula viva. Poderiam alegar que não foi necessária nenhuma coordenação ou operação dirigida para um objetivo, que simplesmente as moléculas possuiriam forças que se tornam tendencias e em milhões de repetições destas tendencias no meio dos mais variados ingredientes por acaso se lhes agregaram novos ingredientes que resultou em melhor operacionalidade da molécula e com isso foi selecionada naturalmente. Soma-se milhões ou bilhões destes progressos enquanto o conjunto vai se tornando cada vez mais complexo e no final se tem uma célula viva. Eu não tenho a capacidade para provar ou desaprovar esta hipótese, mas ela se torna eleita como correta quando penso que também no caso dos carros, a principio o homem usou as rodas que havia na Natureza, depois fez a carroça, depois atrelou o cavalo, depois imitou o corpo do cavalo de maneira mecânica e aperfeiçoou a carroça até chegar ao carro moderno, sendo que antes da roda ninguém tinha na mente o plano de fazer carros e nada invisível comandou os humanos nesta bem sucedida operação. E porque não teria ocorrido o mesmo com os elementos da Natureza irracional por eles mesmos? Temos um forte e convincente parâmetro de base para esta hipótese, um parâmetro que é um provado fato natural: a historia da construção dos carros por humanos. Mas… também temos um outro forte e convincente parâmetro para outra hipótese que a mim me parece ainda mais convincente. Nenhum ingrediente isolado dentro de um ovulo recém-fecundado inicia por si só a operar com um objetivo final em vista, porem no final eles terminam produzindo um sistema vivo muito complexo. E neste caso sabemos que existe um comando invisível dirigindo a operação, o qual veio de uma fonte externa ao ovulo, que é a especie humana. Isto existe comprovada num processo que denominamos “genética”. Ora, sendo a genética um resultado puramente natural, produzido pelo mero movimento da Natureza, porque iriamos racionalmente eliminar a hipótese de que aquelas operações das primeiras moléculas teriam sido dirigidas por um processo genético já existente na Natureza, em escala de tempo e espaço maiores, o que poderíamos chamar de “macro-genética”? A meu ver, racionalmente não podemos eliminar esta hipótese e não conheço nenhum fato comprovado que desaconselhe esta hipótese. Estamos com o problema então de ter duas hipóteses com dois parâmetros corretos e comprovados ambos candidatos com 50% de chance cada um de se tornar a verdade do que de fato ocorreu naquelas eras longínquas e com aqueles punhados de átomos iniciais. Dividem-se os humanos em dois grupos em relacao a preferencia intuitiva sobre as duas hipóteses. Desde que a verdade interessa igualmente aos dois grupos, e ambos racionalmente sabem da força do grupo concorrente, não deveria haver confrontos e competições, mas sim, e ate mesmo ajudas mutuas de um grupo para o andamento do outro grupo. No meu caso particular eu tenho preferencia intuitiva por uma das hipóteses, mas estou de mãos oferecidas para ajudar o outro grupo no que for possível, pois sei que eles podem estar no caminho certo e eu no errado.

A minha preferencia pela hipótese da macro-genética se deve ao fato que eu investi alguns anos iniciais na investigação da outra hipótese quando ninguém sequer conhecia ou havia se despertado pela hipótese da macro-genética, e nessa investigação por casualidade na selva amazônica encontrei fortes indícios de que a teoria da abiogêneses por acaso tinha algo de muito errado, pois ela ignorava os padrões naturais repetitivos que eu ia descobrindo dia a dia na selva. Ora se existe repetição de algo isto é o comum, é a lei, e não acaso. O acaso só pode ocorrer uma vez numa historia de um Universo, senão não é acaso. Ter-se -ia que observar outro universo em que por acaso as condições gerais que produziram o aventado acaso aqui também produziu o aventado acaso acola’. Se a teoria havia ignorado os padrões era minha obrigação inseri-los, pois continuar omitindo-os seria desonestidade, já que a Natureza esta mostrando-os e portanto avisando que eles devem terem atuado também nos tempos remotos. Ao inseri-los, um novo surpreendente mecanismo do mundo começou a se insinuar, criou corpo solido e racional, e assim nasceu em mim a hipótese da macro-genética, que depois trouxe a bombordo a novidade da hipótese da macro-evolução universal. Desta forma, o sistema natural maior em que esta’ inserido este planeta que funcionou como uma especie de ovulo incubador da vida biológica se insinuou possuidor de um comando de instruções externo que teria se inserido nos átomos terrestres e dirigidos `as conexões iniciais para formarem as moléculas, e com estas a primeira célula viva, a qual já estava por ele prevista, apesar dos erros das mutações que ocorreram devido a rudeza do ambiente terrestre. Apenas por estas experiencias pessoais eu me inclino a apostar na hipótese macro-genética, a qual continuarei a testar enquanto não aprova-la ou desaprova-la ou até o dia da minha morte, se o grupo que vem pelo outro lado e pelo qual igualmente estou torcendo não chegar primeiro `a solução pelo seu método.”   

 

https://www.youtube.com/watch?v=_zQXgJ-dXM4

About Professor James Tour: http://www.jmtour.com/
(Video nao permite comentarios)
xxxx
A proposito, vindo de outra fonte, o seguinte dialogo esta na mesma linha de pensamento:

Kennith Young –

How could a Primordial soup baby survive the harsh environment…?

Mike Klass – 

It couldn’t. In fact studies done clearly show molecules are broken up at a far faster rate than they are formed (unless the so called scientists place a condensing trap in their experiment). When they do form it’s tiny bits of protiens that are quickly blasted apart by the water and heat and could never become long enough to actually do anything. Evolutionists tell us the very simplest self replicating life form would need about four hundred genes along with all the coding molecular machines to read, translate and build the thousands of other molecular machines that work a enzyems, filters, motor protiens, scaffolding, etc. etc. etc.. Then there’s DNA that are the codes for all these machines and it’s all prpelled by ATP, an energy molecule that’s produced by a very tiny revolving motor that runs on protons (at 100% effeciency) instead of electrons like human motors, It spins at 10,000 RPM. The DNA holds the coding for the 30-40 protiens that assemble into this machine so one machine marks where the translators need to star splitting the DNA followed by others that assemble the protiens, transfer them to another area where they are folded then taken elsewhere to be assembled into machine. Hmmm, huge chicken and egg problem.
xxxx

Lista de absurdos escritos na Biblia

quinta-feira, agosto 10th, 2017

xxxx

1. So tell me what species of animals are the fire breathing sea monsters that are found in the BuyBull. or the dragons, unicorns or leviathans with bones made of bronze. 2. How you get snakes and donkeys to talk like they do in your book of fairy tales? Smells of bullshit and fairy tales. Then maybe you can answer some other questions i have like. 3. How did Noah get all those millions of species onto one little boat? (yes millions) 4. How did all those species get there? sloths aren’t great swimmers and south america is thousands of miles away. 5. Why did they all go back? 6. Where did Noah get the food for all the animals for a year? where did he store it? Elephants eat a fuck ton of food and they were suck on the boat for a long long time. 7. where did he get all the specific foods animals need to survive? Kuala’s only eat eucalyptus and its only found in Australia. Pandas are pick fucking eaters too…. and bamboo doesn’t grow in the middle east. 8. how did 8 people care for millions of species and yet it takes hundreds to care for a Zoo? 9 How Did all the animals not kill each other…. Hippos are assholes. 10. Why didn’t all the fish die? Freshwater fish can’t live in saltwater and vice versa….. WTF 11. what did all the herbivores eat? after the flood? all the plants would of been dead. 12. What did all the carnivores eat? every meal would of been an extinction level event for years to come. 13. Where did the waters come from? Where did it go? 14. Where did you find enough trees in the Middle East? Other questions I have are 15. How can somebody live in the belly of a whale for days? no air, and filled with acid… 16.If your god is so morally right why did he send bears to kill 42 children for teasing a bald man? your gods sound kind of like a douche bag 17. If you’re made in gods image does he have an appendix too? and why have a vestigial organ that does nothing but kill you? 18. Why would this god of cancer and dead babies…. tolerate evil…. much less create it. 19. This Satan you hate so much; has killed zero people without god’s permission yet the god you worship murders and commits genocide over and over again by the thousands if not millions. why would you worship that? 20. Why would christians support rapists and forced to marry their victims? 21. Why does your BuyBull condone and support slavery? 22. what would a being that can create the universe need with worship from something as insignificant as you?? 23. How does a being create 99.99999-% of the universe in a split second need a full week to make earth? 24. Can you make a moral judgment against rape or slavery using only scripture? Can you even find the Passage that specifically says it is even wrong? Yet the bible condones it. 25. How is it acceptable to cherry pick the bible and only follow the parts you agree with? *Why do christians lie so much*?

Naturalismo,… não existe? (Vídeo criacionista)

sábado, agosto 5th, 2017

xxxxx

Ver video:

http://www.ianramseycentre.info/why-there-is-no-such-thing-as-naturalism.html

“Why there is no such thing as Naturalism” – HOWARD ROBINSON

Controversia Evolucao x Inteligente Designer: Uniao Mackenzie/Sao Paulo e Discovery Institute

quarta-feira, julho 5th, 2017

xxxx

Excelente cientifica palestra por Michael Behe ( fundador do ID e autor do “Darwin BlackBox) e  por Douglas Axe (autor do livro Undeniable…… A seguir ao vídeo esta o meu comentário postado e depois uma analise critica das palestras.

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=sOz4vuge0bY&index=1&list=PLWXawW7HUYicD6ncf1lfJpzj7oFFSXXND

Tanto a crença em desenho inteligente quanto a crença em absoluto acaso são erros como duas estradas paralelas nos lados de uma grande avenida no meio, que é o caminho do acerto, descoberto pela Matrix/DNA cosmovisão. Os deístas rebaixam um Criador de inimagináveis imensos universos e portanto de incomensurável inteligencia ao nível de um Deus nas dimensões humanas que precisaria entrar em seus universos fazendo magicas para criar detalhes violando suas próprias leis.

Quando o homem na sua pequinês já está se habilitando a produzir robots movidos a softwares que podem se auto-reproduzirem na superfície de Marte e ali plantar os inícios da vida, e tudo isto feito `a distancia, bastaria a um Deus de universos criar um código criador de universos e vida numa onda de luz e lançá-la no espaço, para que estivéssemos hoje tal como estamos, e passando por um processo aparentemente evolucionário, porem, que no fim, se revelaria um processo de reprodução Dele mesmo, na forma de Seu Filho. E foi isto que a Matrix/DNA descobriu quando, primeiro encontrou o elo evolucionário entre a evolução cosmológica e a evolução biológica, cujo elo remeteu-nos a fundo no passado até chegar nas origens do Universo e descobrir que numa onda de luz natural esta impresso o código para criar vida na matéria.

Assim os ateus realmente não veem o dedo de Deus na Historia Universal, como não veriam os pais atuando dentro do útero onde se gera e evolui um embrião  pelo desenho prévio lançado por eles desde alem do pequeno universo onde existe o embrião. A Matrix/DNA realmente constatou que muitas complexidades não são redutíveis a nada existente na Terra, porem são redutíveis ao ancestral direto da primeira célula viva, o qual não existe na Terra porque ela faz parte dele, já que se trata desta inteira galaxia. Não antropomorfize e não diminua seu Deus para teres a capacidade de realmente captares as obras ao nível de sua inteligencia e grandiosidade.

Palestra por ….  Behe

24:o8 – Behe: “Existe um problema. De onde veio a mancha sensível a luz? (light sensitive spot)?

Matrix/DNA: Os animais não surgiram com o cloroplasto como as plantas. Mas as plantas, sem terem uma mancha sensitiva, são sensíveis a luz inclusive captando a direcao da luz. Isto porque o cloroplasto esta para as plantas assim como uma estrela esta para um sistema astronomico, como podemos ver na formula da Matrix/DNA. Existe um elo, uma conexão direta entre a planta e a estrela, pela luz. No animal, parte das funções do cloroplasto (função universal F6) são executadas pela mitocôndria e/ou lisossomo (F7), e então a função aderente a F6 relacionada `a sensibilidade para com a luz da estrela desenvolveu uma nova ferramente orgânica, que iniciou na forma da mancha sensitiva e depois evoluiu para a visão.

29:12 – Behe cita como exemplo artificial de complexidade irredutível, a ratoeira (mousetrap).

Matrix/DNA – De fato, existem arquiteturas naturais complexas que não podem serem resumidas reversalmente na evolução e pela teoria Darwinista, a um inicial ancestral comum, como sendo um único objeto ou corpo. Alem dos exemplos do flagelo e motor molecular, outro exemplo evidente foi a formação da membrana que envolve uma célula. Mas pelos mecanismos e processos sugeridos como existentes pela formula da Matrix/DNA, todos os sistemas complexos são resumidos a ancestrais nos saltos entre os níveis ou estados operatórios dos sistemas, ou seja, sistemas biológicos são resumidos a um sistema astronomico mecânico, este pode ser resumido a um sistema atômico eletromagnético, etc. até chegarmos ao limite ultimo, um ancestral que vem de fora do Universo, que é uma onda de luz natural. Mas quais são estes mecanismos?

Primeiro, o método da fragmentação entropica de um sistema. Enquanto na reprodução dentro dos sistemas biológicos os novos seres vivos que nascem proveem de um único pacote de informações encerrado dentro de um envoltório, como no genoma o DNA contendo o código inteiro do gerador, na reprodução do sistema universal, quando acontece as transformações de níveis, as informacoes se separam e sao transmitidas separadas no tempo e espaco, assim como certos seres marinhos desovam no oceano. Estas informacoes comecam a se desligarem do circuito sistemico pela periferia e dai se dirigindo internamente rumo ao centro nuclear. Entao na passagem de sistema galactico para o primeiro sistema biologico as informacoes se deparam com a superficie de planetas como a Terra e ai’ interrompem sua derrocada penetrando na forma de fotons os eletrons dos atomos do planeta. Fotons dentro de um atomo percebem fotons dentro de outros atomos vizinhos assim como as plantas percebem e se curvam na direcao da luz do Sol. Ao se conectarem fotons localizados em diferentes atomos tendem a criar uma network de sinapses assim como os neuronios fazem no cerebro. Porem, as conexoes serao fracas se um foton contem uma informacao de um trecho do circuito sistemico distante do outro trecho do qual o outro foton tem sua informacao. Mas se dois fotons que eram vizinhos no circuito sistemico se conectam, estabelece uma forte e duradoura sinapse. A seguir estes dois fotons encontram um terceiro que era seu vizinho, e a sinapse se expande para tres fotons, Assim por diante ate’ que formam ao menos uma funcao universal e com isso adquirem uma meia-vida propria. Agora, ao inves de unidades de informacoes separadas entre si, formam pequenos pacotes de informacoes, de maneira que se os seis pacotes se conectarem, o sistema ancestral e’ reproduzido nas novas circunstancias do novo ambiente, cujo diferente material provoca a super-mutacao, o salto evolutivo de um sistema mecanico para um sistema biologico.

O segundo mecanismo a considerar e’ que esta auto-montagem de sistemas naturais, ou auto-organizacao, coloca cada parte ou pessa do sistema na mesma sequencia do ciclo vital, porque esta e’ a sequencia das partes na formula matricial. Entao estes diferentes pequenos pacotes separados no ambiente tendem a se juntarem novamente na ordem em que eram vizinhos e quando completam-se com todas as partes, o novo sistema esta’ pronto. Ora, isto faz com que partes de um sistema complexo, como a ratoeira, convergem para um mesmo ponto no tempo e no espaco e geram a identidade do sistema ( o software e’ remontado), e quando pronta com todas as pessas no lugar, esta identidade “liga” energcticamente o sistema fazendo pessas que foram feitas separadas funcionarem ao mesmo tempo. E’ como ligar o hardware do computador na tomada de eletricidade, sendo que aqui a tomada de eletricidade ‘e o software feito com fótons, que esta energizado e esta inserido dentro do computador.

46;40 – Behe mostra a maquina molecular do flagelo e menciona que os darwinistas ainda não explicaram a evolução dessa maquina pelo processo darwiniano, nem eu expliquei ainda pela Matrix ( ou sera outro exemplo do que expliquei na maquina da produção da energia mitocondrial?)

Mas então Behe traz outro forte argumento que e’ a presença de gears (rodas dentadas, engrenagens) em insetos. Isto posso explicar pela formula. Quando o circuito vai de F1 a F4, a energia esta crescente. Quando o circuito entre na face direita, em F6 e vai a F1 a energia esta decrescente. Se separarmos as duas meias-faces, temos uma haste com energia em direcao oposta a da outra haste. Ora, estando separadas e lado a lado ( como são as hastes do DNA), e depois juntar as duas hastes numa só haste, forçosamente as F se fixarão intercaladas, na sequencia F2>F7>F3>F6…

Então já temos os dentes, as duas rodas dentadas lado a lado encaixadas. Porem, a engrenagem não se moveria pois os dentes F2,F3 puxariam na direcao A>B e F7,F6 na direcao oposta, B>A. Para a engrenagem funcionar basta que uma haste, ou roda, esteja sendo alimentada por energia externa numa direcao enquanto  a outra roda inicie parada, sem energia. Então talvez a solução seja referente ao aspecto dominância/recessividade, onde a recessiva se anula, ou referente a questão da entropia. O fato e’ que a formula da Matrix/DNA possui o mecanismo da engrenagem em estado latente potencial podendo ser usado por qualquer sistema que o necessite.

 

Contra-Inteligente Designer: Exemplos tecnicos de mal designer

quarta-feira, junho 14th, 2017

xxxx

Extrai isso de um comentario visto na Internet e nesta forma escrita em ingles pode ajudar num debate:

If there is a Creator god, he made a pretty shit job of designing humans. Our bodies are not examples of a perfect, holy design by a Creator. They are examples of bad design. For example,
1) the danger of placing the oesophagus next to the larynx, which is a stupid idea that kills many.
2) The problem we have with our backs is because we haven’t long evolved from tree-dwelling animals, who did not walk upright.
3) The area at the back of the eyeball, which receives the most light, the fovea, is not light-sensitive because that’s where the optic nerve enters the eyeball – a very silly idea which means we don’t see as well as we could.
And so on and so on. The human body is riddled with examples not of design, but of evolution doing what it does as a gradual process of change. If God did design us, he’s a crap designer who obviously wasn’t paying much attention in class. It’s a stupid and childish idea that we are not products of evolution. Your God is a joke.

Evidencias para Ausencia de Inteligente Designer, Video por Neil deGrasse Tyson

segunda-feira, novembro 21st, 2016

xxxx

(legendado) Stupid Design – Design Estúpido

E meu comentario postado no Youtube:

Louis Charles Morelli  Louis Charles Morelli – 11/21/2016

Existem duas explicações para esse estupido design sob a perspectiva humana:
1) Toda vez que o sistema universal mudou de forma ( de sistema atômico para sistema estelar e galáctico para sistema celular,etc.), a nova forma passou por duas fases evolucionarias. Primeiro a fase dos ovos botados fora onde a prole esta sujeita a todos os males e, segunda, quando os ovos são mantidos dentro, ate quando a prole pode se auto-sustentar. O sistema universal esta agora mais uma vez mudando de forma aqui na Terra. De sistema biológico para sistema consciente, e como esta ainda ‘e um embrião de consciência universal estamos na fase dos ovos fora, por isso sujeitos a rodas estas tragedias.
2) O sistema universal tem duas alternativas opostas a seguir: ser sistema aberto ou fechado em si mesmo. Quando ele adquiriu a forma de galaxia, essa nossa ancestral se tornou um sistema fechado em si mesmo, cortando relações com o resto do Universo e fechando suas portas a sua evolução ( veja o modelo cosmológico da Matrix/DNA Theory). Em sistemas fechados a morte ocorre quando a entropia fragmenta o sistema em suas unidades de informação (radicais livres) e ao invés destas partículas se exteriorizarem elas se dirigem internamente ao centro do sistema, onde geram o caos. Se elas se encontram numa plataforma ao mesmo tempo, ( como na superfície de um planeta favorável) elas tentam reconstruir geneticamente o sistema de onde vieram e por isso surgiram os sistemas biológicos na Terra.
Portanto somos filhos do caos pelo erro de um nosso ancestral. O fato e’ que a existência de regularidade formando estruturas complexas neste Universo refuta a eternidade do acaso, mas a falta de cuidados mínimos a estas estruturas organizadas refuta a existência de algum observador inteligente caindo de amores por humanos. Apenas se realmente surgir inteligencia humana na Terra ( a união de todos eliminando os conflitos internos, a sadia convivência sincronizada com as leis naturais do planeta), teremos chance de superar essa fase dos ovos fora abandonados a própria sorte e aguentar a nossa vida ate que este embrião de consciência nasce e assim obteríamos nossa transcendência para uma forma superior que não poderá ser afetada por todos estes males e perigos sabiamente apontados por Tyson

O maior Debate da Historia da Internet já conta com 489.925 Posts !!! – Bill Nye

quinta-feira, março 31st, 2016

xxxxx

O video publicado em Aug 23, 2012, e já rendeu 7,153,340 visitantes, mas não e’ isto que impressiona. O que impressiona e’ a militância aguerrida destes visitantes, expressada no turbilhão de discussões acaloradas que se segue no Youtube:

xxxxxx
… there is no other logical explanation for the diversity of species and all the other alternative ideas are very weak in comparison.

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 03/30/2016

+Sahil Kumar – Of course, there is another logical explanation that makes the natural process of evolution more acceptable. It is MatrixLight/DNA: ” Diversity, in universal macro-evolution happens because the genome of a prior natural system is not transmitted as a whole package inside an envelope, like occurs at micro-biological evolution. The genes/information are spread in time and space, by all galaxies, and if they meet at some place at the same time, they joining trying to reproduce the system from where they came from. It happens that these ” smallers and diversified packages” can have a life of their own, if they gets the central nuclear informations. Transformation of species can occurs if it is accessible to new information entering their DNA.” – By the way,… LUCA was in the sky, and diversification here, at least at the microscopic world, were created one by one… by a non-magician natural system.

xxxxx

I’m just wondering, if DNA is so complex, how does evolution play a role in it? How was it created by something so accidental like the “Big Bang”?
Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 03/30/2016

+TheStichedHuman Hummm… Let’s go to think about the same scene of Big Bang and the following complexity happening here and now? The “explosion” of a spermatozoon’s membrane inside an ovule. It is an event by chance because it could not happen. Then, inside the ovule begins the morula, which becomes more complex as blástula, etc. I elaborated the MatrixLight/DNA world view asking straight on to Nature – in the real Amazon jungle were still exists the witness of life’s origins – all my questions. And Nature always answered questions about the longest times and spaces, pointing out a sample here and now. Why? Nature does not plays dice with its creatures. This Universal Nature is not magician, so, it can not creates new information from nothing. If it produces a new natural system here, called human body, it will apply the method itself was created. That’s why yours fist moment of existence happened with a big bang inside an ovule. That’s why a morila mimics a atom nebulae, the blastula mimics the sky full of galaxies, and so on… yours personal history is the history of this Universe. Why are you wasting time, spending a lot of energy, elaborating complex theories like ” a Omnipotent God” or ” Everything came from Nothing”… if all answers are just here, facing yours eyes? Go to see my website and wander how yours natural origins is divine.

Atheism is stupid as it is so obviously false on every level. God reigns supreme in the temple of heaven. He clearly created all things, but atheists say that didn’t happen, not realizing that evolution is fantasy. So answer me now, why are atheists so stupid?

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 03/30/2016

+Navin Smith Atheism is stupidity because it is the other side of the coin which has as one side, creationism. it is ” The coin of the Absurd”. The unique rational state for human beings is agnosticism: ” I don’t know anything about metaphysics”
2 words for Louis C Morelli: agnostic atheism .

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli1 second ago

+ergonomover – Nope… The danger of atheism is that it leads you to believe in something, at least, in the world. But, you knows that if you clean all empty space from galaxies and stellar systems, and after that, cleaning the empty space inside the atoms and particles, this whole Universe’s matter could fit in a tea spoon. Maybe resting only a black liquid substance and a microscopic point of light. So,… This world does not exists, really, man!
We can’t explaining how and why but the true is: “IT DOES NOT EXIST” If you believe that science can to solve this mystery alone, your are being driven to beliefs like Lawrence Krauss ” From Nothing came Everything”, which is such absurd like creationism. There is a point in space /time when all our known natural laws are reversed to its opposite. Only this way there is a logical explanation for this world. Our little brain can not process a image of a world that had a beginning from Nothing, neither a world that had no beginning. There is no third alternative. Yes I am agnostic, not atheist, because after that point in space/time, all impossibles can b possible… till… magical gods…. which does not know that we exists here.

A História da Evolução do Universo por Deus ou Não, Resumida em Poucas Palavras

sábado, março 26th, 2016

xxxx

https://answers.yahoo.com/question/index?qid=20160322140600AAXSD3y

Is the theory of evolution correct?

 Is it proven correct?

Or was Adam and Eve real?

Which one is true?

 

TheUniversalMatrix
TheUniversalMatrix – posted 3/25/2016
The two alternatives are true.The Darwinian Theory of Evolution and its modern version, the Modern Synthesis are right but not completed, and Adam and Eve existed but were not living beings. If you want detailed explanation see the source below..

Evolution is a universal natural process that has worked from the first elementary particles, atoms, galaxies to consciousness. It is a process containing seven variables or mechanisms, and Darwin’s theory knows only three: VSI = Variation, Selection,Inheritance. The other four mechanisms were more expressed during cosmological evolution, they are about systems thermodynamics, like entropy of living and non-living systems, chaos and order producing new states of matter, etc.They affects biological evolution at the point of transformations of species. The gaps that evolutionary theory can not explain is due the missing knowledge of these variables from universal macro evolution.

Adam and Eve is the translation of a natural event occurred with our ancestors and memorized into our DNA and at certain altered states of mind these memory are expressed, as happened with some Bible’s author. But, since that the event occurred in a different world than where the authors of Genesis was living, they had to change the elements involved in that event by symbols that human could comprehend the causes and final meaning of that event.

We, humans are product of evolution of a natural system called first cell system. The cell system was evolution from this galactic system, so, this galaxy is our ancestor, like atoms are too. The first cell was hermaphrodite because the the original galactic system was hermaphrodite as you can see its model at Matrix/DNA Theory.

There were two elements developing the sexual reproductive apparatus in mechanical/astronomical fashion. The female was a quasar containing a black hole and the male was a pulsar containing giant volcanoes emitting comets towards the female quasar for fecundation and producing new stars. This state of the universal systems which are we just now, is registered into a universal Matrix which has as biological shape called DNA. The Bible’s authors had flashes of memory with fast visions of that event, and since they did not know anything about biology and astronomy, they imagined and translated it with human known symbols.

The ancient Easterns also had same visions but they interpreted it different, as chacras, kundalines ( which are the exactly picture of DNA) and the I Ching symbol, where Adam becomes a black circle and Eve a white circle. Everything is explained now with real facts and processes compiled by the scientific method and known by any student, in Matrix/DNA world view..

Observing the electromagnetic spectrum of radiations and the resultant waves of light we discovered that natural original light has a sequence of frequency/vibrations identical to the sequence of shapes of a human body. So, light has the life’s cycle., So a wave of light has the code for all natural systems which are all living systems. But the waves of light emitted at the Big Bang only could getting energy and mass if expanding and interacting with dark matter. So, in the beginning was light and darkness, and… the code for life. As says Genesis and…the in a certain way, the scientific Standard Theory.

Your own body began at the moment that the spermatozoon`s membrane exploded at the center of an ovule, giving freedom to the code for life. Yours history mimics the 13,7 billions years of this universal evolution. But, before that spermatozoon and ovule there were yours parents. So, this Universe is merely a kind of cosmic egg or placenta composed by galaxies that are the fossils of our ancestors, where is occurring a genetic process of reproduction of the ” thing” that was before the Big Bang.

At Matrix/DNA Theory we went till the last frontier of the Universe, but we can not go beyond it. So, we doesn’t know which ” thing” is the parent of this universal system under evolution and which will finish at the day of its Big Birth. If you feels good calling it ” God” we have no real facts for saying that you are wrong. Be happy with it. CHEERS…

Informação e a Origem da Vida: Video com Tese do Intelligent Designer

segunda-feira, dezembro 28th, 2015

xxxx

Information Enigma

https://youtu.be/aA-FcnLsF1g

Informativo video, mas como foi feito com uma previa intenção e baseada no julgamento humano, não sendo portanto a voz da Ciência pura, certamente o video distorce as sequencias dos fatos reais naturais.

De acordo com o que penso ter descoberto na selva, os autores do video tem razão em acreditar que era necessário a pre’-existência de informações existindo fora da matéria bruta terrestre para que esta matéria pudesse gerar a vida. E com isso eles cantam sua crença: Intelligent Designer (ID). Mas então seus oponentes materialistas sugerem que as informações armazenadas pela vida surgiram por acaso, devido a infinitas tentativas em tempos tao longos como bilhões de anos.

A resposta do ID foram os cálculos matemáticos das probabilidades, mostrando que o numero de possibilidades para que a Natureza encontrasse o numero correspondente a ” sistema celular vivo” são infinitas, impossível de ter sido identificado no tempo da origem da vida. Os materialistas voltaram a carga com a teoria de que a natureza não procurou o numero certo para sistema celular vivo, mas sim simplesmente as forças em movimento poderia ter produzido qualquer outra coisa, mesmo outro tipo de sistema vivo; aconteceu ser este, por acaso.

Os ID insistem que todos os eventos por caso apenas destroem ou deterioram qualquer sistema complexo, não tendo nunca os materialistas demonstrado algum evento por acaso que tivesse construído algo novo e melhor do que os elemento existentes no momento do acidente.

Antes de ir para a selva eu suspeitava que os ID estavam corretos na hipótese de que teve de haver informações previas, mas não tinha fé que estas informações tenham vindo de alguma inteligencia e ainda mais, supernatural. E na selva so vi caos e péssimo designer, o que afastou de vez a ideia de inteligente projeto. Suspeitava que um evento por acaso possa resultar em uma nova mistura que sobreviva e se adapte melhor ao ambiente que os elementos misturados. Mas a vida para chegar aonde chegou teria exigido milhões de eventos por acaso dando resultados melhores, e ai não podia concordar, pois isso não seria mais acaso, seria a regra. E se havia uma regra, tinha que haver o legislador.

A solução que encontrei foi elaborar um modelo do estado atômico e astronomico do mundo antes da origem da vida que serve perfeitamente como o conjunto das informações previas que fizeram o primeiro sistema celular vivo, ou antes, o primeiro building block do DNA. Isto resolve os problemas dos dois lados. O que tenho a fazer agora e’ esperar que seja comprovado que o átomo e a galaxia seja tal como os meus modelo teóricos ainda, e não tal como os modelos teóricos acadêmicos em que os dois grupos estão acreditando, Se minha teoria estiver correta, a evolução utilizou mutações por acaso, se a seleção natural os tenha aprovado, mas, isto seria uma raridade, porem possível. E se a minha teoria estiver correta ainda, as previas informações que existiam para formar o primeiro ser vivo, Já existiam antes das galaxias e dos átomos. Portanto se houve alguma inteligencia como fonte destas informações, deste programa genético computacional que esta na essência da vida, esta inteligencia teria atuado antes e alem da origem do Universo. Por enquanto dentro deste universo observável e captável pela nossa inteligencia, todas estas informações estão limitadas dentro do Universo e todas tem origem natural. Então vamos ter que esperar o dia que possamos sair do Universo para ter a resposta certa.

O problema que vejo nos dois grupos e’ que assim estão desviando o caminho da Ciência e mesmo da Razão Pura Natural, do único caminho em que existe de fato Ciência. Pois uma teoria preconcebida e fixada na mente do cientista so’ vai lhe iluminar para fazer experiencias e criar novos instrumentos de pesquisas que venham a detectar fatos reais que somem `a sua teoria. Com isso seleciona-se alguns dos fatos ainda desconhecidos e ignora-se todos os demais desconhecidos. Se o caminho da Ciência pura vai de Norte para Sul, um grupo esta indo de Norte para Oeste e outro, de Norte para Leste. E se a minha teoria e’ o caminho que vai de Norte para Sol, vou ter que esperar terminar estas duas jornadas errantes, esperar que a Ciência se levante de seus escombros e reencete seu verdadeiro caminho. Se ao menos eu tivesse uma alma, que depois de morto pudesse sentar no sofa ao lado do Inteligente Designer assistindo esta briga na televisão… Não, não,… não iria querer isso, porque estaria assistindo todas as torturas de humanos que ainda vão decorrer devido esta brutal perda de tempo e conflito idiota. Ninguem provou que a galaxia seja igual seu modelo teórico, que um quasar ou uma estrela nasça de acordo com sua teoria, que o imenso espaço vazio dentro de um átomo não contenha forças e elementos ainda desconhecidos, que a teoria das Cordas esteja errada quando sugere que existem 11 dimensões, etc. e etc., então como e’ que podem ter fé’ numa hipótese sobre de onde vieram estas informações?!! Por favor, deixem as mentes dos jovens alunos abertas para escolherem seus caminhos, e deixem a Ciência livre para caminhar seu caminho!

Dembsky em “Being as Communion”: Informacionismo e não materialismo

segunda-feira, dezembro 7th, 2015

xxxxx

William Dembsky, teólogo, matemático, autor de vários livros e co-fundador do Discovery e Intelligent Designer, publicou seu novo livro ” Being as Communion”. A principal ideia do livro se resume nesta sua frase:

” The fundamental stuff of the universe is not matter and energy, but information.” ( A principal substancia do universe nao e’ materia nem energia, e sim, informação) 

Sem ainda ler o livro li um artigo/resenha do livro, cujo titulo e’:

Probabilistic Programming and Conservation of Information

http://www.evolutionnews.org/2015/05/probabilistic_p096031.html

E como primeira opinião sobre este livro, eu diria que: 

Dembski: ” The fundamental stuff of the universe is not matter and energy, but information.” Dembsky is right, but he is wrong believing that the information for Nature getting complex systems like living beings, comes from an Intelligent Designer. There is another alternative: 1) For getting an embryo of a human being, the information inserted into an ovule is pure genetics – the DNA; 2) For getting universal consciousness, the information inserted into the Universe at the Big Bang, was pure genetics – the Matrix/DNA I agree that every natural system comes from a previous design, which is another natural system. If the previous system was less evolved, we have a jump in evolution. If the previous system is equal the new one, we have merely a reproductive process. So, if we now have here a new complex system that works as consciousness, it must be or an evolutionary step from another conscious system, or merely, reproduction of a system, which was before the Big Bang. But, the genetic process does not need intelligence, it is natural. Mother giraffe did not use intelligence for building the extraordinary engineer that is the baby giraffe. So, there are at least, two possible rational alternatives. Believing in one, discardingthe other, is not rational. Sorry, Mr. Dembsky.

xxxx

Sobre o livro:

http://beingascommunion.com/about/

 

Being as Communion

Traduzir isto:

About the Book

In Being as Communion: A Metaphysics of Information, noted mathematician and philosopher William Dembski challenges the oft-made claim that mind is a myth and that everything about us—including our thoughts, our ethics, and our decisions—are ultimately the products of unguided material processes. Dembski provocatively argues that the opposite is true: In light of modern information theory, it is materialism, not mind that is the “myth.” The capstone of a trilogy that includes The Design Inference and No Free LunchBeing as Communion is already being hailed as “staggeringly original,” “brilliant,” and “a tour de force.” Topics addressed by the book include:

  • how information, not matter, is turning out to be the primary “stuff” of the world.
  • how information can help us understand what it means to have free will.
  • how information can help us understand the existence of the soul.
  • how information can be measured.
  • how information poses a fundamental challenge to Darwinian evolution.
  • how information gives fresh meaning to the ideas of Plato and Aristotle.
  • how information lends support to the modern theory of intelligent design.

Along the way, Dembski rebuts several common misconceptions about the theory of intelligent design, and he explores common ground with non-theistic critics of materialism such as New York University philosopher Thomas Nagel, author of Mind and CosmosWhy the Materialist Neo-Darwinian Conception of Nature is Almost Certainly False (2012).

Calling Dembski “one of the most original and rigorous thinkers of his generation,” University of Texas philosopher Robert Koons writes that “Philosophical and theological critics of the ‘intelligent design’ (ID) movement need to read this book, since here Dembski definitively smashes the common caricatures and misrepresentations of the movement… Dembski argues persuasively that information cannot be simply identical with its physical manifestations, and that the concepts of information and teleology are indispensable tools for the contemporary metaphysician.” Similar praise comes from neurosurgeon Michael Egnor at Stony Brook University Medical Center, who callsBeing as Communion “brilliant and.. a desperately needed antidote to materialist tropes that have crippled modern science and philosophy.”

Dembski’s new book will be of interest to students, scholars, scientists, philosophers, theologians, and anyone with a desire to think deeply about the nature of reality and the meaning of human life in the cosmos.

Table of Contents

Preface 1. The Challenge of a Material World 2. Free Will: The Power of No 3. Information as Ruling Out Possibilities 4. Possible Worlds 5. Matrices of Possibility 6. Measuring Information 7. Information Theory 8. Intelligence vs. Nature? 9. Natural Teleological Laws 10. Getting Matter from Information 11. The Medium and the Message 12. Embodiment and Transposition 13. Energy 14. An Informationally Porous Universe 15. Determinism 16. Contingency and Chance 17. Search 18. Conservation of Information 19. Natural Selection 20. The Creation of Information 21. A World in Communion Index

Praise for Being as Communion: A Metaphysics of Information

Being as Communion is a masterpiece. Dembski’s treatment of information is deep, rich and staggeringly original, gathering together many different threads from theology, philosophy and science. In an intellectual world that prizes outrageous proposals, Dembski modestly seeks to turn the world upside down by making the case that information is more fundamental than matter or energy. He thereby illuminates the primacy of mind in the cosmos. This book is a fresh and significant threat to materialist imperialism.” —Mark Fitzmaurice, General Medical Practitioner, Sydney, Australia

“William Dembski is one of the most original and rigorous thinkers of his generation, and his new book, Being as Communion, pulls together in a satisfying way the many threads in the theory of design and information that he has developed over the last 15 years. Philosophical and theological critics of the ‘intelligent design’ (ID) movement need to read this book, since here Dembski definitively smashes the common caricatures and misrepresentations of the movement, including the notion that ID is committed to a metaphysics that is mechanist, dualist, interventionist, or occasionalist. Dembski argues persuasively that information cannot be simply identical with its physical manifestations, and that the concepts of information and teleology are indispensable tools for the contemporary metaphysician.” —Robert C. Koons, Professor of Philosophy, University of Texas, Austin

“The first Scientific Revolution was the recognition that the book of nature was written in mathematics. The second Scientific Revolution—that the chapter on biology is written in information theory—is taking place in our lifetime. Biology is replete with information, from the genetic code and intricate intracellular nanotechnology to the obvious teleology of evolution. How can we make philosophical and theological sense of biological information? Bill Dembski, a pioneer in Intelligent Design science and a mathematician, philosopher and theologian, is uniquely situated to draw together the metaphysical implications of the information revolution in biology. Dembski succeeds astonishingly well. He asks the salient question: what if the fundamental stuff of the world is not matter but information? This rekindling of Platonic and Aristotelian insight is brilliant and is a desperately needed antidote to materialist tropes that have crippled modern science and philosophy. Dembski’s remarkable insight—that information in nature is communion—is metaphysical and theological sagacity of a high order. A magnificent achievement.” —Michael Egnor, Professor, Department of Neurological Surgery, Stony Brook University Medical Center

“Dembski has become widely known for his quest to elucidate the role of information in our understanding of science and scientific processes. In this book he clarifies and develops some of the major themes of intelligent design, particularly reflecting on the ‘nature of nature itself.’ Materialism sees matter as basic: Information is merely a form of matter. Dembski argues emphatically that the boot is on the other foot: matter is really a form of information. Building on the ideas of John Wheeler and von Baeyer, this is a tour de force of analytical writing, and another serious wound to the hegemony of materialism in modern science and culture.” —Colin Reeves, Emeritus Professor of Operational Research, Coventry University

“This is a clear, fresh, stimulating, and provocative book. I enjoyed reading it, and recommend it to anyone who would like to think more deeply about information, evolution and creativity.” —Rupert Sheldrake, author of The Science Delusion and a past Research Fellow of the Royal Society in biochemistry at Cambridge University.