Archive for the ‘Mãos e a Formula da Matrix/DNA’ Category

Mãos: Imagem do espaço captada pela NASA

terça-feira, novembro 1st, 2016

xxxx

Poderia este fenômeno ser mais uma evidencia para minha teoria sobre a formação das mãos (ver artigos neste website na categoria “mãos humanas”? A formula da Matrix/DNA tem a mesma imagem da mão humana, ela produz uma tendencia natural da matéria a se conformar na imagem de mão. Pensar nisso… ( meu comentário postado no artigo, copiado abaixo)

 

NASA encontra “a mão de Deus” no espaço

Louis Charles Morelli · 10/31/2016

Agora, falando serio. Aos montes se juntam imagens de figuras bizarras obtidas em outras galaxias, e a maioria são interpretadas como meras nebulosas. Mas se pensar-mos em micróbios inteligentes como o Lula vivendo dentro de um ribossomo de uma célula e apontando um telescópio para o espaço exterior, ele veria o figado como uma nebulosa, o umbigo como um buraco negro, etc. Inimaginável seria sua surpresa se eles soubessem o que realmente são as imagens e que eles estão dentro de um corpo… E porque isso não poderia ocorrer conosco hoje?

Formacao das Maos Humanas: Descoberta Cientifica Revela Espetacular Previsao da Matrix/DNA Theory?

terça-feira, outubro 18th, 2016

xxxxx

Existe aqui neste website varios artigos sobre as maos humanas porque a minha teoria sugeriu uma surpreendente revelacao a respeito delas: 1) as maos humanas sao o fato mais proximo da visao humana revelando a formula universal da Matrix/DNA; 2) a forma da mao, o numero de dedos e as formas dos dedos revelam que eles imitam as cinco principais formas do corpo humano, as quais sao produzidas pelo ciclo vital, e isto porque a formula dos sistemas naturais foi construida por uma unica “pessa” que se derivou nas outras devido estar sob o processo do ciclo vital.

E agora, a ciencia academica parece ter dado um cheque-mate nesta teoria. Primeiro, tinham a teoria de que os membros dos mamiferos se desenvolveram das barbatanas de um peixe, um nosso ancestral aquatico. Porem, as primeiras especies vindas daquele ancestral tinham mais que cinco dedos. Agora descobriu-se que o motivo do porque nos humanos ocorreu essa diferenca – para cinco dedos – e’ porque necies com mais de cinco os dois genes responsaveis por fazerem dedos se expressavam juntos, ao mesmo tempo. E nos humanos, os dois genes se separam, expressando-se cada um num tempo diferente do outro.

E porque isto estava previsto na Teoria da Matrix/DNA?

Simples. Nas origens e primeiras evolucoes da vida, as unidades de informacao para sistemas vivos chegavam na forma de fotons vindo de estrelas e radiacao cosmica, alem do nucleo terrestre. Chegavam sem um controle cronologico e por isso muitas vezes se superpunham atuando ao mesmo tempo, ao inves de obedecerem a ordem cronologica como foi feito o corpo ancestral, que e’ esta galaxia. Por isso produziram formas animais monstruosas. Com o avancar da evolucao estas informacoes foram se enfileirando em ordem cronologica como deve estar na formula universal e assim os corpos foram se tornando mais coordenados, mais semelhantes a formula. Neste tempo de evolucao mais avancada, aquelas unidades fotonicas se tornaram os genes, os quais, inicialmente se superpunham e tambem depois entraram na mesma ordem. Entao, desde o inicio da origem da vida estava determinado que haveria maos e com cinco dedos e os dedos na forma produzida pelo ciclo vital. E justamente isto esta descoberta cientifica confirma.

Abaixo vai o link para o artigo cientifico e copiado aqui para ser traduzido:

How evolution has equipped our hands with five fingers

https://www.sciencedaily.com/releases/2016/10/161005132654.htm

Date: October 5, 2016

Source:Université de Montréal

Summary:Have you ever wondered why our hands have exactly five fingers? Scientists have uncovered a part of this mystery, and their remarkable discovery is outlined in a new report.

Have you ever wondered why our hands have exactly five fingers? Dr. Marie Kmita’s team certainly has. The researchers at the Institut de recherches cliniques de Montréal and Université de Montréal have uncovered a part of this mystery, and their remarkable discovery has just been published in the journal Nature.

A matter of evolution

We have known for several years that the limbs of vertebrates, including our arms and legs, stem from fish fins. The evolution that led to the appearance of limbs, and in particular the emergence of fingers in vertebrates, reflects a change in the body plan associated with a change of habitat, the transition from an aquatic environment to a terrestrial environment. How this evolution occurred is a fascinating question that goes all the way back to the work of Charles Darwin.

This August, researchers in Chicago, Dr. Neil Shubin and his team, demonstrated that two genes — hoxa13 and hoxd13 — are responsible for the formation of fin rays and our fingers. “This result is very exciting, because it clearly establishes a molecular link between fin rays and fingers,” said Yacine Kherdjemil, a doctoral student in Marie Kmita’s laboratory and first author of the article published in Nature.

However, the transition from fin to limb was not accomplished overnight. The fossil record indicates that our ancestors were polydactyl, meaning that they had more than five fingers, which raises another key question. Through what mechanism did evolution favor pentadactyly (five fingers) among current species?

One observation in particular caught the attention of Dr. Kmita’s team: “During development, in mice and humans, the hoxa11 and hoxa13 genes are activated in separate domains of the limb bud, while in fish, these genes are activated in overlapping domains of the developing fin,” said Marie Kmita, Director of the Institut de recherches cliniques de Montréal’S Genetics and Development research unit and Associate Research Professor in the Department of Medicine at the Université de Montréal.

In trying to understand the significance of this difference, Yacine Kherdjemil demonstrated that by reproducing the fish-type regulation for the hoxa11 gene, mice develop up to seven digits per paw, i.e., a return to ancestral status. Dr. Marie Kmita’s team also discovered the sequence of DNA responsible for the transition between fish- and mouse-type regulation for the hoxa11 gene. “It suggests that this major morphological change did not occur through the acquisition of new genes but by simply modifying their activities,” added Dr. Marie Kmita.

From a clinical point of view, this discovery reinforces the notion that malformations during fetal development are not only due to mutations in the genes and may come from mutations in sequences of DNA known as regulatory sequences. “At present, technical constraints do not allow for identifying this type of mutation directly in patients, hence the importance of basic research using animal models,” said Marie Kmita.

Story Source:

Materials provided by Université de Montréal. Note: Content may be edited for style and length.


Journal Reference:

  1. Yacine Kherdjemil, Robert L. Lalonde, Rushikesh Sheth, Annie Dumouchel, Gemma de Martino, Kyriel M. Pineault, Deneen M. Wellik, H. Scott Stadler, Marie-Andrée Akimenko, Marie Kmita. Evolution of Hoxa11 regulation in vertebrates is linked to the pentadactyl state. Nature, 2016; DOI: 10.1038/nature19813

Maos Humanas: Tunel do Carpo e sua Sindrome

domingo, maio 15th, 2016

xxxxx

xxxx

Descobrimos que as mãos humanas são uma copia quase perfeita da formula universal para sistemas naturais ( e seus acessórios, pois enquanto o corpo e’ um sistema, os membros, mãos, etc., são os acessórios). Isto nos levou a ver e entender os significados existenciais de cada detalhe das mãos, de uma forma inédita nunca vista antes. Por exemplo, assim como a formula universal e’ composta de uma peça rolando no tempo ao sabor da força do ciclo vital, assim a palma e os cinco dedos estão alinhados como esta peça fixada em seis pontos dessa linha trajetória do ciclo vital. E agora, com o tema do titulo acima, certificamo-nos que a formula que parte do DNA e/ou do sistema nervoso, e’ carregada ate’ o ponto onde constrói o acessório, por um nervos, ou alguma substancia dentro dos nervos. Notar que ela não e’ carregada inteira pelo nervo mediano, se projetando através dele, e sim que ela se separa nas suas partes logo no ponto de partida destes nervos, o qual ainda preciso pesquisar.

Na palma da mao tem-se o carpo, e no meio dele uma espécie de túnel dentro do qual passa um nervo, chamado nervo mediano. Muitas pessoas sofrem as vezes dores intensas e estados de formigamento das mãos incômodos, e esse problema e’ conhecido na medicina como Sindrome do Tunel do Carpo.

Durante a historia humana a curiosidade popular encontrou várias substancias ou métodos físicos que tavez tenha sido útil aos pacientes ( um link abaixo explica estes métodos). Com o avanço da medicina oficial chegou-se a tratamentos prévios para ver se resolvem, ou em ultimo caso, cirurgia das mãos, a qual parece ser cura definitiva (ver link abaixo).

Para mim, filosofo ( apesar de ser também um paciente, pois as vezes os nervos da parte esquerda da mao se contraem violentamente, fico com a mao torta com medo que nunca volte ao normal, e doi pra’ caramba. Mas agora que vi o desenho da anatomia do túnel do carpo, vou tentar enviar comandos cerebrais a’ mao baseado na formula da Matrix/DNA, quando estou fazendo a meditação de 10 minutos antes de dormir), pois para um filosofo, também interessa entender a questão existencial destes detalhes naturais, como esse tal túnel. Entao mais abaixo, depois dos links, trago  imagens  da anatomia das mãos e a formula da Matrix para refletir sobre isto tudo.

Segundo os dois tipos de medicina, esta espécie de câimbra das mãos tem por causa principal o movimento muito repetitivo dos dedos e tendões das mãos, o que inflamaria o nervo mediano comprimindo-o dentro do túnel. Faz sentido.

Mas por base na formula na Matrix/DNA, surge a sugestão de que movimentos repetitivos dos dedos exigem muita energia gasta pelo cérebro ( que afinal e’ quem comanda os movimentos sincronizados dos dedos, todos movendo-se ao mesmo tempo), e este cérebro que e’ o órgão maior consumidor de energia do corpo, se cansa de enviar energia apenas para as mãos e torna-se esgotado de energia naquela região interrompendo seu envio para o nervo mediano. Então a solução definitiva não seria nada aplicado a mão e alguma substancia milagrosa  ingerida, o tratamento seria a nível de cérebro e a única forma seria suprir de mais energia a região cerebral que lida com estes comandos. mas este caso relacionado a energia seria o responsável para as ocorrências da câimbra a noite quando se dorme ou nas horas de descanso, quando o cérebro tenta recompor o equilíbrio da totalidade de energia em suas diversas regiões. Quando a ocorrência se da’ na hora do trabalho com as mãos, a Matrix/DNA sugere que a continua aplicação de forte força no nervo mediano chega a um ponto que essa força enviada se acumula demasiadamente naquela área compressa do túnel, a força não tem por onde escapar, e com isso inflama o nervo. O que fazem na cirurgia, penso eu, e’ alargar o túnel do carpo.

                                                                        Carpal Tunnel Syndrome Operation

xxxx  Links uteis:

Cura natural para a síndrome do túnel do carpo (medicina alternativa sugerindo tratamentos caseiros)

http://www.bolsademulher.com/medicina-alternativa/796/cura-natural-para-a-sindrome-do-tunel-do-carpo

xxxx

Pesquisa

Wikipedia: Pathophysiology – Main article: Carpal tunnel

The carpal tunnel is an anatomical compartment located at the base of the palm. Nine flexor tendons and the median nerve pass through the carpal tunnel that is surrounded on three sides by the carpal bones that form an arch. The median nerve provides feeling or sensation to the thumb, index finger, long finger, and half of the ring finger. At the level of the wrist, the median nerve supplies the muscles at the base of the thumb that allow it to abduct, move away from the other four fingers, as well as move out of the plane of the palm. The carpal tunnel is located at the middle third of the base of the palm, bounded by the bony prominence of the scaphoid tubercle and trapezium at the base of the thumb, and the hamate hook that can be palpated along the axis of the ring finger. From the anatomical position, the carpal tunnel is bordered on the anterior surface by the transverse carpal ligament, also known as the flexor retinaculum. The flexor retinaculum is a strong, fibrous band that attaches to the pisiform and the hamulus of the hamate. The proximal boundary is the distal wrist skin crease, and the distal boundary is approximated by a line known as Kaplan’s cardinal line.[53] This line uses surface landmarks, and is drawn between the apex of the skin fold between the thumb and index finger to the palpated hamate hook.[54] The median nerve can be compressed by a decrease in the size of the canal, an increase in the size of the contents (such as the swelling of lubrication tissue around the flexor tendons), or both.[55] Since the carpal tunnel is bordered by carpal bones on one side and a ligament on the other, when the pressure builds up inside the tunnel, there is nowhere for it to escape and thus it ends up pressing up against and damaging the median nerve. Simply flexing the wrist to 90 degrees will decrease the size of the canal.

Compression of the median nerve as it runs deep to the transverse carpal ligament (TCL) causes atrophy of the thenar eminence, weakness of the flexor pollicis brevis, opponens pollicis, abductor pollicis brevis, as well as sensory loss in the digits supplied by the median nerve. The superficial sensory branch of the median nerve, which provides sensation to the base of the palm, branches proximal to the TCL and travels superficial to it. Thus, this branch spared in carpal tunnel syndrome, and there is no loss of palmar sensation

Obs: A figura abaixo e’ o corte transversal do punho quando chega na palma da mão e ano da mão

Carpal-Tunnel.svg

Transverse section of wrist

xxxxx

A mesma patofisiologia acima, agora em português e PDF:

PDF Scielo-br

http://www.scielo.br/pdf/rbort/v49n5/pt_0102-3616-rbort-49-05-0429.pdf

(Ver aqui o que efeito na cirurgia)

 

Mãos Humanas Formadas no Estagio Embrionario

terça-feira, abril 26th, 2016

xxxx

Copiado para traduzir e pesquisar

http://www.nytimes.com/2009/04/07/science/07limb.html?_r=1

From Developing Limbs, Insights That May Explain Much Else

For its first four weeks, a human embryo looks like a crumpled tube. But around its twenty-seventh day of development, four buds bulge from its sides. Over the next few days, the buds grow like tulips, stretching out into flattened stalks and blooming into crowns of fingers and toes. Inside these developing limbs, bones condense. Muscle cells, tendons, blood vessels and nerves all find their respective places. The embryo now has hands with thumbs to suck, legs ready to deliver a kick.

For developmental biologists, the development of limbs captures all that is marvelous about embryos: how a few cells can give rise to complicated anatomy. In fact, biologists understand the development of the limb much better than any other part of the body.

They have been experimenting on developing limbs for almost a century, and today they are figuring out how limb-building genes are organized into a network that almost always manages to build the same structures with the same shape.

In studying limb development, biologists are learning how the diversity of limbs — from bird wings to whale flippers — evolved. They are also getting clues that may someday make it possible to regenerate tendons or even entire limbs. But for many experts on limb development, their most important discoveries are how the rules for limb-building also apply to other parts of the embryo.

“The lessons learned in the limb give you insights into how you build a face, or how you build a heart,” said Clifford Tabin, a developmental biologist at Harvard Medical School.

For centuries doctors and naturalists observed how embryos developed, but it was not until the early 1900s that developmental biologists ran experiments to understand the forces at work.

“This was an era of slice and dice,” wrote Neil Shubin, a University of Chicago biologist, in his 2008 book “Your Inner Fish.” Developmental biologists would snip out pieces of embryos or graft parts together and watch how the development of the embryo was altered.

Limbs proved to be the easiest part of an embryo to study. “The limb is totally external, it’s easy to work with, and it’s totally expendable,” Dr. Tabin said. “No matter what you do to it, the embryo is going to be fine. Having a heart matters a lot to an embryo. But having a limb doesn’t.”

Chickens became a favorite animal for developmental biologists who studied limbs. “You actually break the eggshell and make a window, and you can cover it with tape afterwards,” said Cheryll Tickle of the University of Bath. “The embryo will continue to develop, and you can find out what happens later on.”

In the 1940s, a Johns Hopkins University biologist, John Saunders, discovered through some slicing and dicing that there were two parts of the limb bud that had mysterious powers over the entire limb’s fate.

One of those parts was a translucent ridge that formed along the outer edge, where the fingers eventually form. If Dr. Saunders clipped off the ridge, the entire limb stopped developing. If he grafted a second ridge onto a limb bud, it grew into two arms.

That patch of tissue was called the apical ectoderm ridge.

Dr. Saunders also discovered a zone on the lower edge of the limb bud, around the place where the pinky would later develop. It somehow sent signals across the limb bud, telling the cells where they were along the pinky-to-thumb axis of the hand and thus which digit to become, and it became known as the zone of polarizing activity.

When Dr. Saunders grafted an extra zone to the thumb side of a limb bud, he produced a second set of digits, arranged in a mirror image to the normal ones.

Five decades later, biologists began to pinpoint the signals that these special parts of the limb bud send out.

In 1993, for example, Dr. Tickle and her colleagues discovered that the ridge produces a growth-stimulating molecule called, descriptively, fibroblast growth factor. A limb bud could still grow without its ridge, they found, if they implanted in it a microscopic bead soaked with this growth factor.

In 1993, Dr. Tabin and his colleagues discovered another signaling chemical of major importance in the limb. Geneticists had a little more fun naming the protein, calling it sonic hedgehog, after a video game character.

Over the past 16 years, Dr. Tabin, Dr. Tickle and other researchers have identified more of the crucial limb-building proteins and the genes that carry the instructions to make them.

“We know most of the genes now, so it’s really a system where we can look at more complex things,” said Rolf Zeller of the University of Basel in Switzerland. “We’re trying to understand how these different genes work together.”

Continue reading the main story

RELATED COVERAGE

graphic
Rules for Limb Building SEPT. 25, 2011
FROM OUR ADVERTISERS
Limb development researchers have found that the first steps take place while an embryo is still a crumpled tube. Along the length of an embryo’s flanks, a series of segments forms. Each segment produces chemical signals. And at the places where the shoulders and the hips will be, the signals tell the outer cells to grow rapidly and form little pockets, into which other cells stream.

As the pocket grows, it forms the necessary ridge, which sends out other signals telling the cells just underneath it to multiply. As the limb bud grows, the ridge moves away from the cells at its base, which receive fewer growth factors. Without that stimulation, the cells grow more slowly and begin to develop into cells that produce cartilage. They form clumps that will eventually turn into limb bones.

Meanwhile, cells near what will become the pinky start making sonic hedgehog. That molecule spreads across about half the limb bud, to where the middle finger will later form.

Cells that produce sonic hedgehog are exposed to the protein the longest. The neighboring cells become separated as the limb bud grows, and so they are only briefly bathed in it.

Some experiments suggest that being exposed for a long time turns limb bud cells into pinkies. No time exposed to sonic hedgehog turns them into thumbs.

Each part of the limb knows what it should develop into thanks to sets of genes, each laying down the coordinates in one of three dimensions, and all working together. It turns out, for example, that the cells in the ridge can function only if the limb bud can make sonic hedgehog. Dr. Zeller and his colleagues have discovered why: sonic hedgehog switches on a gene in nearby cells called gremlin. Gremlin, in turn, inhibits a protein called BMP4 (for bone morphogenetic protein). At high enough levels, BMP4, can shut down the production of the growth factor in the ridge. So by keeping BMP4 levels low, sonic hedgehog lets the ridge continue to function.

Once the limb has reached the right proportions, it must quickly stop growing. Experiments carried out by Dr. Tabin and his colleagues point to the brake on limb development. The limb bud gets so big that the gremlin-producing cells drift farther and farther away from the cells that make sonic hedgehog. As their supply of sonic hedgehog drops, the cells cannot make gremlin proteins. The level of BMP4 rises , and it shuts down the ridge. Without the ridge’s help, the limb bud can no longer make sonic hedgehog. In other words, all the crucial genes for the development of the limb shut one another off.

Today, researchers still have much left to learn about the development of limbs. “Your knuckle and your humerus are the same size when they first form,” Dr. Tabin said. “Why does the humerus grow so much bigger than the knuckle? We don’t know.”

Dr. Tickle and other researchers are screening all the genes that are active in limb bud cells to find those that are essential for the development of limbs. She is optimistic that before long scientists will chart the entire path by which limb buds develop into fully formed limbs. “It’s just a question of having enough people plugging away at it,” she said.

Dr. Tabin shares that optimism. “It’s definitely clear that we’re going to get there,” he said. “We’re going to understand it from beginning to end.”

But Dr. Tabin argues that long before scientists find the complete pattern of limb growth, they will discover many important insights. It is now clear, for example, that genes involved in making limbs (like BMP4) are important for building other parts of the body as well.

“Within an embryo the same molecules are used over and over again,” Dr. Tabin said. “No one would have expected there would have been so few signals used to form an embryo. If you have a signal that says make a heart, you wouldn’t expect it to make a limb. But that’s exactly what you find.”

Deciphering the development of limbs may also lead to treatments for injuries and birth defects. In the near term, scientists are searching for the signals that cause tendons to develop and attach to bones. The signals might be able to cause cells in a dish to form extra tendon tissue, as well, which could be surgically implanted in arms or legs.

Eventually, it may even be possible to apply the right signals that can turn stem cells into limb buds and, ultimately, full-blown arms and legs.

“I’m optimistic it’s going to happen,” Dr. Tabin said. “If you can get the initial conditions right and the cells know what they’re supposed to do, you can turn them loose. It’s a self-organizing system. You don’t have to come back in and say you’ve got to split the muscle in two here. That will happen by itself.”

Mãos Humanas: Controvérsia do Paper Mencionando um “Criador”

sábado, março 19th, 2016

xxxx

Deu o maior “fuzuê” internacional um paper cientifico (tese) revisado e publicado por uma revista cientifica que menciona um Criador como autor do elo ainda desconhecido e não explicado cientificamente entre a anatomia arquitetônica das mãos humanas e sua impressionante coordenação de movimentos sincronizados. Um biólogo – provavelmente ateu – começou o alvoroço ao publicar a menção ao criador e logo um exercito de patrulheiros ideológicos engrossaram fileiras numa batalha para anular o paper. E conseguiram. Porem, o assunto e` bem mais complicado do que parece principalmente para mim que – conduzido pela formula da MatrixLight/DNA – descobri muitos aspectos que ainda são ignorados, inclusive o que e’ e de onde vem esse elo, das mãos humanas. E como não poderia deixar de ser, me envolvi nos debates.

(  teoria das mãos humanas aqui no link: http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=8633 )

Planejamento para meus comentários. O que eu preciso dizer:

A menção a um criador indefinido e` prejudicial ao meu interesse porque sugere a interrupção da pesquisa sobre o como e o porque da existência quando meu interesse e` que a pesquisa continue porque ela vai levar a confirmação da minha teoria. Mas acima dos meus interesses esta a minha consciência de justiça, a qual sugere que os autores não devem serem punidos quando não definiram o que eles entendem por criador.


– Let me start by clearing a stupid misconception that you probably have. I’m not a Christian. I don’t believe Jesus is the son of god. I don’t believe in a god. I don’t believe in an afterlife. However, I do understand science, and I do understand religion. Let me further point out that this was a Chinese paper, and as such, it’s very likely that the “god” to which the author was referring, was not the Christian god, but of course your bigoted and ignorant position focuses on Christianity.xxxxxxxxxxxxxxxx

Artigos Relacionados a Controversia:
Science Journal Publishes Creationist Paper, Science Community Flips Out
Correcting errors is now anti-religious bigotry?
http://scienceblogs.com/pharyngula/2016/03/04/correcting-errors-is-now-anti-religious-bigotry/#comment-845352( Um PDF Cientifico sobre a evolução das mãos) The Evolutionary history of the hominin hand since the last common ancestor of Pan and Homo (PDF)

http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1469-7580.2008.00865.x/epdf

onde diz : ” This evidence sugests that these derived fatures evolved prior to the intensificaion of stone tool-related hominin behaviors begining around 2,5 million years.”

En declaraciones a la revista Nature, Cai-Hua Xiong, uno de los autores, explicó que la polémica se había desatado debido a una falta de entendimiento cultural. Al no ser hablantes nativos de inglés, los científicos habían traducido por “Creador” un término chino que se refiere a la“naturaleza guiada por procesos naturales como la selección. Es decir, un concepto que no podría estar más alejado del creacionismo.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxComentarios uteis nos artigos:

Luis Barillas ·

Works at Ninguna
Nadie a hecho la mano por parte del creador, simplemente a traves de años a evolucionado y eso se debe al cerebro, por eso se dice que las manos es el segundo cerebro; la mano seguira afinandose y posiblemente perdamos dos dedos que casi no usamos; los pricipales que se usan son el dedo gordo que es el principal y los dos que le siguen.-Vease en los monos casi al hagarrar usan toda la mano conjuntamente con el dedo gordo.-

BT47 to vasshu – 3/03/16 4:23pm

The conclusion of a paper is the place where you illustrate the conclusions of the study being described. Did the study conclusively prove that hands are the result of a creator’s intent? No; then you don’t get to write about it in the fucking conclusion.

vasshuaec007
3/03/16 4:40pm

Actually, scientific papers can indeed include opinion, so long as it’s separate from the scientific investigation itself, and a conclusion is a perfectly sound place to put your own opinion on the topic.

Science cannot prove anything. It can only falsify. However, when it comes to religion, of course science cannot falsify it. Science is the realm of the empirically falsifiable, while religion specifically involves that which has no known method of empirical investigation.

dave1827vasshu
3/03/16 4:44pm

Agreed. The paper was about the mechanics of the hand, not how it came to be that way.

 
Gerrymmvasshu
3/03/16 4:46pmStorm in a teapot.

There are two throwaway references to the Creator in an otherwise boring but scientifically valid paper. It is clear reading this that the author’s first language is not English and there may have been cultural reasons why this was included.

This is not the thin edge of the wedge people – y’all need to calm the hell down.

 
vasshuGerrymm
3/03/16 4:50pmI feel like a lot of people in the academic community are religious negativists. They default to a belief in nonexistence, whenever there is no evidence for existence.This is actually just as religious as a belief in existence (any belief, which lacks a known method of empirical investigation, is religious), and so the comment actually clashes with their own religious beliefs.
And no; I’m not saying atheism is a religion. Atheism is a lack of belief in gods. Religious negativism is a belief that there are no gods, afterlives, etc.

BT47vasshu
3/03/16 4:55pmMy point, in reference to your hand example, is that the ability to adapt to doing different jobs with our hands has exactly zilch to do with intelligent design.

vasshuSipowitz
3/03/16 4:57pmActually, I should say that it should go in the discussion section.

> The discussion section is the authors’ opportunity to give you their opinions. It is where they draw conclusions about the results. They may choose to put their results in the context of previous findings and offer theories or new hypotheses that explain the sum body of knowledge in the field. Or the authors may comment on new questions and avenues of exploration that their results give rise to. The purpose of discussion sections in papers is to allow the exchange of ideas between scientists. As such, it is critical to remember that the discussions are the authors’ interpretations and not necessarily facts. However, this section is often a good place to get ideas about what kind of research questions are still unanswered in the field and thus, what types of questions you might want your own research project to tackle.

aec007vasshu
3/03/16 5:03pm

Opinions can be placed in a scientific paper only when after a research yields no definite proof or results are inconclusive. Opinions do not need to be justified or even accurate. They are just that, opinions.

o·pin·ion

əˈpinyən/

noun
a view or judgment formed about something, not necessarily based on fact or knowledge.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Extratos do paper:

– Hand coordination should indicate the mystery of the Creator’s invention

– the complex biomechanical architecture

– Although many researchers have noted the effect of the biomechanical constraints on hand coordination [1,3,7,10], few have found a clear link between the biomechanical architecture and hand coordination. In this paper, we will explore such a functional link.We tried to find clear corresponding evidence of coordinated relationships from the biomechanical characteristics of muscular-articular connective architecture and to establish the functional link between the biomechanical architecture and the characteristics of hand coordination

The link is a formula. Pense numa celula redonda que deforma sua membrana para desenvolver varias invaginacoes e ex-vaginacoes para mover-se ou absorver,agarrar alimento. Agora pense nessa celula encima de uma ostra microscopica,  Ela precisa se infiltar na casca da ostra e retirar o alimento. Ela vai criar extensoes membranosas para ssa tarefa. Qual o link entre a arquitetura bioquimica da celula e a coordenacao com que suas extensoes atuam? Em primeiro lugar sao as informacoes que ela tem sobre a ostra, informacoe que viri pelos outros sentidos, como cheiro, tato, e se tivesse, visao. Essas informacoes iriam dirigir a forma e movimento de suas extencsoes. E tudo isto esaria limitado pelos constraints, ou seja, o que ela nao poe fazer de extensoes. Agora vamos para o cerebro. Ele ja nao precisa se fixar em cima de uma ostra maior para tirar-lhe o alimento porque ele fez as maos para isto. Mas ele depende das informacoes do s seus sentidos, que estao localizados em sua arquitetura, cada qual numa regiao. Entao digamos que ele tem que puzxar o alimento para fora porque o cheiro diz que e` bom alimento. se o proprio cerebro nao tivesse maos e nem dedos e tivesse que fazer isso, ele desenvolveria uma extensao na regiao da funcao que melhor puxa as coisas do mundo externo, e esta funcao pode ser a F6, porque essa e a unica funcao na formula que o fez que puxa coisas de dentro do proprio sistema explusando-a para fora.Esta funcao faz o figado no corpo humano, e faz o lisossomo na celula, faz o cadaver estelar ou ana vermelha na galaxia. No cerebro o local dessa funcao seia no seu topo dsuperior direito. Ora, quando a formula vai para a mao, esta funcao esta na posicao do dedo indicador. este realmente e` o mais forte e dextro e habil para puxar coisas com um unico dedo. S ele nao puder fazer a tarega porque e` muito grosso e nao entra no buraco, ou porque esta distante do buraco, entao sera usaode um dedo mais fino ou mais proximo. Qual o link que a equipe esta procurando? nao existe um link aterialixzado visivel. Pois o link e` a formula quese reproduziu como cerebro e o cerebro se reproduziu como uma mao, mas e` laro, a mao que e ilha do cerebro sera neta da formula, todos os tres elementos pertencem amesma linhagem evolucionaria, portanto temm a mesma imagem e funcionalidade.

– the human hand adopts a distinctive coordinated control strategy for each task
Porque? Porque a mao humana ‘e uma arquitetura igual a arquitetura funcional do cerebro. E o cerebro trabalha controlando automaticamente milhares ou milhoes de tarefas no corpo simultaneamente, sem que nossa consciencia participe desse trabalho. Essa habilidade do cerebro em mover musculos rapida e simultaneamente se deve a que rodos estes musculos pettencem a sub-sositemas que sao copias do sitema do cerebro. Entao quando o cerebro comanda uma acao das maos para uma tarefa que varios dedos, palma, precisam pegar, afastar, puxar agarrar objetos, e` o cerebro presente nas maos usando-a como extensoes de suas regioes operacionais.

para entender isso vamos lembrar como a celula primordial redonda criou o primeiro cilio que viria mais tarde sr um rabo,um tentaculo, ou um membro para transporte, ou para agarrar cominda. Esta celula que estava afixada em algum lugar sentia sinais de algo comestivl proximo, digamos, a sua esquerda.  SUA FOME E SEU DESEJO DE ALCANCAR ESTE ALIMENTO COLOCOU TODA SUA FORCA NO SEU LADO ESQUERDO e assim a membrana naquela area foi se alongando.

O cerebro tambem esferico e ao realizar qualquer tarefa manual, sente o desejo de extender- na direcao de um objeto, desloca forca para a palma da mao que ele construiu para imita-lo como extencsao e quando alcanca o objeto, desloca forcas para as varias regioes necessarias para a tarefa que ele quer fazer. Estas forcas deslocadas dentro do cerebro sao imitadas nos musculos das plamas das maos, mas como com a evolucao o cerebro ja criou od s dedos e nao precisa deformar a palma da mao para cada tarefa, as forcas partem para os dedos atraves dos musculos. Para quem conhece a formula da Matrix/DNA que e` a formula da arquitetura do cerebro e igualmente a forma da arquitetura das maos, entendem todo o processo mentalmente e rapido.

– the versatile ability to complete various tasks is a crucial advantage of the human hand
Nao. A habilidade versatil para completar varias tarefas nao e` das maos e sim do cerebro

`- it is necessary to understand the basic characteristics of coordinated movement needed when various tasks are performed.
os movimentos da palma da mao e de seus dedos sao os mesmos movimentos produzidos pelas seis funcoes sistemicas da formula para sistemas naturais. Quando a formula atua apenas para manter seus movimentos internos automaticos de sobrevivencia, os movimentos se iniciam por F1 ( a palama) deopois move o dedo minimo, depois o dedo proximo (F2) e assim ate mover por ultimo o polegar (F7). mas quando a formula se torna sistema aberto para relcionar-se com o mundo exterior, entra em acao a funcao requerida sem uma ordem fixa. Ao inves do circuito de movimentos ser esferico, ele acende funcoes( aplica forca nos dedos) esporadicamente conforme requer a acao sendo executada.

– cluster analysis was used to determine a network and detailed coordinated relationship among joints.

a network nao vai revelar a formula da mao justamente pelo motivo do paragrafo anterior, nao sera um movimento sistemico de sistema fechado mas sim pontuacoes aleatorias de funcoes que resulta numa network desenhada pela fuzzy logics.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Meus comentarios postados em:

Pharyngula

http://scienceblogs.com/pharyngula/2016/03/04/correcting-errors-is-now-anti-religious-bigotry/#comment-845352

The link between biochemical architecture and hand coordination was explained and its Inventor is the inventor of the Creator. So what?

The brain is the inventor of the hand and God. As the brain does not remember how it did the hands, he does not know why and how invented God. So, the problem is a mystery about an invention of the creator, or in another words, himself. The authors are right.

The human hands has the same phenotype and genotypic functionality of a unit of the building blocks of the DNA, which is a lateral pair of nucleotides. We have demonstrated it putting side by side the two elements, but this demonstration is not known by scientific community, yet. You can see a designed model at  http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=8633

The human brain, after the development of the superior cortex, also has the same architecture of DNA`s building block and human hands. The reason is very clear: the three elements were made by the same creator, which is the universal formula that Nature has used for organizing inertial matter into functional systems.This formula can be seen at the same website and is called Matrix/DNA.

As says the paper, “It is not understood which biomechanical characteristics are responsible for hand coordination and what specific effect each biomechanical characteristic has”. it means that Human Sciences has not solved a phenomenon and this fault is prejudicing human kind by a non-working medicine and avoiding the construction of better robotics for improving automatic production. This problem has been solved by human intelligence and now we have a team of valuable engineers doing a good work advancing our knowledge. So, who is prejudicing human kind?

The paper has all scientific value obeying the scientific method. Due some unfortunate three words related to ultimate causes not related to the engineering process, words that express the state of the minds of the human beings doing the job, the entire paper is retracted, as the whole job should go to the garbage.Such is the minor importance of that words that another real scientific workers – the team of PLOS peer review – did not care about. Who retracted the paper was an ideology coming inside the human scientific enterprise. And due this ideology, lovable workers and the whole human kind is prejudiced. Please, remember that outside the las there are 8 billion brothers of us being tortured in this stupid condition of human existence and waiting for the unique hope of salvation we have, that is Human Science.A scientific experiment can not be interrupted or influenced by far away disturbances of human noises doing the job, noises like words not related to the experiment in itself

The link between  the biomechanical architecture and hand coordination is the way that works the internal coordination of the brain after receiving information from its sensors, which goes stored at the medulla oblongata
which has another storage of information from the internal body. Since that hands are made upon the same template that brains were made, and the two are interconnected, the wishes of the brain activates regions or specific functions of the brain that are located at same regions or functions of the hands. What holds an object is the brain, who moves or pulls the object is the brain touching and holding the object, through its extension that its own design.

its is very ease to understanding the whole thing when you know the formula that operates the genetic stuff which was self-projected as human brain after million years of evolution and self-projected itself as human hands.If you knows the grandparents, the parents, of course, you will understand the anatomy and functionality of the son.

Nobody has noticed that the human hands mimics exactly the shapes that a human body shows in its lifelong. The palm of the hands is the pregnant mother, the smallest finger mimics the shape, the size, the inactive ability of the baby, The next finger mimics the aspects of the teenager, till the thumb mimicking the senior. Why? Merely coincidences? No, the variations and functionality of a human body is dictated by genetics, whose building blocks are systems where each molecule performs functions in the same sequence of a life’s cycle. There are lots of details we are now grasping about human hands, due that formula. I never pretended that the Science Academy recognizes this formula as I would never pretend that it recognizes God.although the formula is scientifically falsifiable while God is not. The engineers are doing a research trying to solve a natural phenomena. Science is working in the lab.What matters which is the ultimate cause theorized in the mind of the workers, if the process is running by the scientific method?! They have a physical profitable goal doing the job. In a second plan, they are testing their preferred theories. If the advocates of other theory want to destroy their theory, what better chance than this testing their theory? The hopes and happiness of 8 billion humans brothers will wait till that three words be expelled from their way. It is insane. I didn’t like that mention to a creator also, I know that was not a magical creator that did it. But my offended ideology or theories can not prejudicing the walking of Science. Science, the Universe and 8 billion human beings does not care about what I like or not. They want walking ahead,and those lovable workers are doing that, it matters..Congratulations to the heroic procedures of the peer-review team, which did not stopped Science due something did not tasted well to their rationality also.

Respostas:

http://scienceblogs.com/pharyngula/2016/03/04/correcting-errors-is-now-anti-religious-bigotry/#comment-845352

dean

United States

March 16, 2016

The link between biochemical architecture and hand coordination was explained and its Inventor is the inventor of the Creator. So what?

You really aren’t that bright or honest are you? You did see that the authors said nothing in their paper was meant to support creationism?

Minha Resposta to dean:

Louis Morelli

New York – USA

March 17, 2016

I can’t understand yours post or you did not understood mine. The paper talks about a creator. But it does not give a name or does not makes definition of that creator. And we need remembering that they are Chinese, nurtured under the Taoism philosophy, where creator has different meanings than creationism. But, be it what it can be, any phylosophy (or religion or gods) are created, invented by the human brain. Since that my theory suggests that the hands were also made, developed, invented, by human brains, so, the brain is the Creator. And since that the brains that developed the humans was ancestrals, our modern brain does not knows, or does not remember how the hands was made. This is the mistery, which the authors mentioned in the article. Of course, that seems not to be their intentions, they seems to be thinking about a different inventor. But it can not be proved, since they did not defined it. The literally meaning of the text is correctly. We does not know how the creator of the hands did it, since that is not possible to mimic it technologically, doing robots’ hands, which is the goal of the authors. We know that the way the authors wrote those half dozen words is not morally honest. But it is not against any law, because the meaning is correctly. Only under established law we could retract the paper. Am I wrong?

Comentarios no PLOS abaixo do paper:

http://journals.plos.org/plosone/article/comment?id=info:doi/10.1371/annotation/10a580a2-8b5c-465f-a3e8-e4f4871425f2

Post by Beagle:

Scientific editing (at last) not censorship
Beagle replied to Kanbei85 on 16 Mar 2016 at 22:29 GMT

Hi Kanbei85,

Could you please elaborate on your words: “the evidence has an annoying habit of not conforming to Darwinian expectations” ?
Expectations are hypotheses. When a hypothesis is proved wrong, only the hypothesis was wrong, not the theory that had inspired it. Consistent failure to prove any hypothesis of a theory indicates that the theory is useless, possibly because it is invalid. In my experience, the theory of natural selection offers a so far unbeated frame to look forward an explanation and find it. Refering to a Creator has never been something like necessary.
Now, the trouble with the “Creator” hypothesis is that it is beyond the reach of any controled experiment we may set-up. All that we have is the world as it is. Whether someone feels that the world is a miracle is beyond the scope of science. Such a feeling is better shared with another community. Pretending that some piece of the world, or that the whole system is a miracle is an opinion (i.e. personal theory) that cannot be proved wrong. Therefore it is not a scientific theory and does not belong to a scientific paper. But it has been written in books.

Minha resposta para Beagle:

RE: Scientific editing (at last) not censorship

TheMatrixDNA replied to Beagle on 17 Mar 2016 at 09:38 GMT

Hi Beagle,
The article says that ” It is not understood which biomechanical characteristics are responsible for hand coordination and what specific effect each biomechanical characteristic has”. Another paper about human hands evolution says that ” ” This evidence suggests that these derived fatures evolved prior to the intensification of stone tool-related hominin behaviors beginning around 2,5 million years.”
And the final goal of the article is: ” drawing a clear functional link between biomechanical architecture and hand coordination”.
Now, my conclusion: ” While everybody ” not-creationist ” was believing that the effort for building stone tools triggered the development of human hands, we found that the opposite is thru. The mechanisms of Darwinian theory of evolution ( which is not wrong, but it is not complete for explaining the real natural process of evolution), has not worked here. The final effect ( modern hands coordination) is not due prior actions of natural selection which are unknown. Of course, Darwinists will always saying that the cause was a random mutation like creationists will say that it was intervention of God. Neither Darwinists, nor creationist will supply the authors with the mechanism they need for building robotic hands.
The mechanisms of my own theory of evolution explains very well this link, its origins and development. I think that my theory can supply what the authors need. But, I was a lost man in Amazon jungle which has no PHD and can not apply the scientific method in my researches about natural phenomena, so, I developed another method, but, so, I can not send a paper for peer-review, so, the authors does not know this theoretical version of this mechanism. My hopes is that the research continues because the mechanism exists and one day the scientific method will meet it.
If a paper suggests that the unknown mechanisms was created by a magical creator, it is working as a science-stopper, at least for Western mindset ( not for Taoist Eastern mindset). But, if a paper suggests that the unknown mechanism was produced by Darwinian theory of evolution, it also is working as a Science-stopper because their method will never meet the solution ( my theoretical solution)..
So, I think that this paper need an advice from the authors that the creator was not defined in the paper, and it could be the human brain and its ancestors. The mystery is about what the ancestor` brain did and our modern brain does not remember. In another hands, I think that the retraction of the paper by believers in Darwinian theory of evolution is wrong if it is based upon the world view that emerges from this theory.
Las manos humanas são una grande oportunidade para los científicos entenderem a evolução e os criacionistas entenderem a seu Deus. Com seus dedos e sua palma, as mãos repetem as seis formas do seu corpo durante sua vida, repetem a formula dos building blocks do DNA e imitam a configuração do cérebro como sistema. Isto tudo porque todas estas coisas – as mãos, o cerebra, o DNA – são sistemas feitos por uma unica formula natural, chamada MatrixLight/DNA, que pode ser vista no meu website. Esta formula nos leva a entender este mundo desde aqui ate o momento do Big Bang, quando então a limitada capacidade do nosso cérebro não pode ir alem. E neste alem, os criacionistas podem ver a formula sendo criada por seu Deus e os cientistas verem a formula surgindo por um processo natural, dependendo da preferencia de cada ser humano.
xx
Las manos humanas son una gran oportunidad para los científicos comprender la evolución y los creacionistas entienderen su Dios. Con los dedos y la palma, las manos repiten las seis formas de su cuerpo durante su vida, repitiendo la fórmula de los bloques de construcción de ADN e imitan el cerebro como una configuración de sistema. Todo esto porque todas estas cosas – las manos, el cerebro, el ADN – son sistemas formados por una única fórmula natural, llamada MatrixLight / ADN, que se puede ver en mi página web. Esta fórmula nos lleva a entender este mundo de aquí hasta el momento del Big Bang, cuando entonces la limitada capacidad de nuestro cerebro no puede ir más allá. Y allá, los creacionistas pueden ver la fórmula siendo creado por su Dios, y los científicos ver la fórmula apareciendo como un proceso natural, dependiendo de la preferencia de cada ser humano.
xxxxxxxxxxxxxx

the design of a multifunctional robotic hand should be able to better imitate such basic architecture

Nature has developed human hands from an initial spherical architecture. But these origins is not about the 6 or 8 million years ago at the hominide ancestors, and it you does not go beyond this time, you ill never undesrtand the whole process of creation.

This spherical arquitecture was the almost spherical primordial cell. The cell produced membrane invaginations or extensions called cylios. These dformations of the membrane were not aleatory. An extension emerged just in the location that a cell organelle, internally, was in need of something from the external world. So, if 4 or 6 kind of organelles were surrounding the membrane, internally, the cell must have produced 4or 6 units of exensions ( cilias) and/or invaginations.

For advancing what we are talking about, you need already designing the whole thing in yours mind: the primordial cell, at that time in that shape, was like an octopus, or a human hand. The cylias developed to modern fingers and the body of the cell is represented by the palm.

It happens that each cilia must have its molecular motor. But each motor needs to be a little bit different from the others. Because each finger has its own weight, size and habilits. So, how to build this motors and first, how to make those differences in that motors?

We need go back in the origins of the anatomy of the cell. If till now I was describing a theory, now it is not theory animore, we will entering in a simple hypothesis… that suggests how to do the motors. The hypothesis can go beyond the cell, till the creators of the cell, from where came the anatomy.

The organelles of the cell were built like the margullis simbiontic theory describes it. But how were there such micro-organisms that were able to fit so perfectly that its sum produced a new complex system called cell? It is due a mechanisms spread by the whole universe, carried on by natural light waves, like those emitted by the sun and Earths radioactive nucleus, or magnetic field. I will not explain this hypothesis here that comprehends 13, 7 billion years of evolution from those waves invading the inertial space substance and organizing matter into natural systems. I will jump to the conclusion of this evolution that is resumed to a formula, the Matrix/DNA. 

So, the Margulli theory suggests that were existing certain types of micro-organisms and they got connected. Matrix/DNA suggests why those micro-organisms had their shapes and why they got connected. You need know it for knowing what kind of the motors` differences you will need and how to do the different robotic fingers and the palm.

The micro-organisms had the right shapes, the right evolutionary states, and the right tendency to connections because they came from a unique micro-organisms under the life’s cycle process. This process is the essence of this formula. Look here, please ( explaining the formula)

So, the spherical cell was modeled, built by this spherical formula-template.
So, each different systemic function built an organelle. When each organelle builds its cilia, the cilia is an extension of its function. If the organelles are separated by shapes related to the ags of a unique body, and the cilia is modelled by an organelle, each cilia will be different from the other, because each organelle will project something of itself upon the cilia. That`a why the cilias must mimics the shapes produced by a life’s cycle process. In fact, please let’s go to verify this hypotheses just know facing the fact of our hands.( Here is the pregnant mother, or the source, the starting point, here is the baby, the teenager, the young becoming sexualy mature and adult, the adult, and the senior…curvado e desajeitado como um velhinho. 

 But, while there is an internal spherical circuit connecting the organeles, there is no circuit connecting the cilias. But, I think its possible to get the different tunctionsof each cilia, or ieach finger, if we broke the spherical circuti into separatedlines and link each unit to the palm. But the palm needs to be designed mimiching the brain, because each task, each object, will be manuased by the brain that has multiple functions. it happens that the formula that made the cell and the fingers, the hand, the palm of the hand, is the same formula that made the brain. 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Como captar os sinais da Matrix ate’ num show do The X Factor

domingo, novembro 15th, 2015

xxxxx

Por acaso trombei deste vídeo que me pegou de surpresa! Jamais imaginaria que ate nisso podemos encontrar evidencias para esta cosmovisão: o elo que liga tudo em sistemas esta potencialmente oculto entre irmãos de sangue!

Veja o video, e leia nossa explicação abaixo:

4th Power raise the roof with Jessie J hit | Auditions Week 1 | The X Factor UK 2015

 Impressionante!!! Assisti isto 10 vezes e… mais! A força do código da vida que esta encriptada nas ondas de luz e une corpos na sequencia exata do ciclo vital mostra-se aqui em seu esplendor na sequencia coordenada dos nascimentos de quatro irmas. E assim a mais idosa complementa a caçula preenchendo exatamente onde esta chega a seu limite, para a força caminhar adiante! Um hino de esperança de que a Vida vencera a morte e tudo o mais! Ahhhh… se todos os irmãos que se conflitam, ao invés, descobrissem que sua simplicidade ( como a destas meninas) faria aflorar este potencial que jaz latente entre eles…

Obrigado povo asiático e principalmente a Filipinas por este alento no dia de hoje reacendendo a chama na esperança da vida e da humanidade quando estávamos com esta esperança abalada pelos acontecimentos em Paris…. Obrigado mesmo!

Para quem não entende o que e’ essa força do ciclo vital porque não conhece a visão da Matrix/DNA,, o melhor exemplo são suas mãos: cada dedo num tamanho, forma e força especifica, assim cada um dos cincos dedos são talhados para uma habilidade, por uma função especifica, e o conjunto dos cinco complementa a grande perfeição e eficiência que são suas mãos. Pela mesma razão estas irmãs se sintonizam, se completam e soma-se a isso a ingenuidade e ausência de malicia e mesquinhes das almas, o resultado e’ a maravilha da perfeição.

Observe que uma diz: ” Estou tao orgulhosa das minhas irmãs…” Ela se esquece que ela e’ uma das estrelas, Por isso ela pode ver o brilho das estrelas das irmãs, sem que a vaidade do seu brilho as ofusque. Com essa mentalidade, dentre as quatro nenhuma se acha para se impor `as outras, e assim, esta selada a paz e a harmonia que se revela nos seus movimentos. Lindo!

Sentindo Emocoes Atraves das Maos… e a Explicacao da Matrix/DNA

segunda-feira, maio 25th, 2015

xxxx

Shutterstock_161584997_cropped

Fonte: http://angularjs.org

No artigo com link abaixo, uma cientista esta investigando como podemos sentir emocoes que estao no ar, atraves das palmas das nossas maos…! Parece coisa de louco mas desde a antiguidade muita gente ja percebeu isso e os instrumentos cientificos e experiencias de laboratorio usados pela cientista nao mentem. Esta noticia caiu em cheio sobre  nossa teoria da Matrix/DNA que tambem esta investigando as maos humanas desde que descobrimos que as formas, tamanhos e posicoes dos nossos 5 dedos revelam a historia da vida de um corpo humano ao imitarem exatamente as formas, tamanhos e posicoes no tempo da faixa etaria que sao produzidas pelo ciclo vital. Tambem descobrimos que duas maos emparelhadas formam exatamente a imagem de uma seccao inteira do DNA. E devido a isso tudo descobrimos que as maos humanas foram modeladas pela mesma formula universal que modelou todos os sub-sistemas e acessorios dos nossos corpos. E agora com esta noticia descubro mais uma evidencia para minha teoria, pois ela ja previu a muito tempo antes que as maos podem expresser propriedades do cerebro porque ambos sao feitos pela mesma formula. Arre…!!!

A seguir copio aqui meus comentarios postos no artigo que ajudam o leitor a melhor entender o que estou dizendo:

Air Burst Bracelet Transmits Human Emotion from Afar

http://bigthink.com/ideafeed/air-can-transfer-human-emotions-to-the-palm-of-your-hand

Avatar

The explanation is that a hand and a brain are both like fractals based on the same systemic formula with same properties ( you can see the formula called Matrix/DNA in the image below). The thumb, index finger, and middle part of the palm is the hand’s region of this fractal that is the right hemisphere and the superior cortex brain’s region. Dr. Marianna is doing a good job but limited to the effects, she need to know the deep causes of this phenomenon. Evolutionary theory believes that human hands are merely and unique product of natural selection plus the needs and efforts for survival of creatures. This idea is partially right because the real factor is that when creatures need to develop a new organ or accessory, their body produces first of all a universal formula for systems and it will be the limitations and adaptations that will shape the final forma of this formula. So, every organ or accessory like brains and hands are diversified copies of the same fractal formula. Specialization of each structure due the type of job it was made for makes strong expression of some functions while other functions are not used, but the disposition for to be expressed lays in it forever. Samples that are evidences:
1) beginning from the minor finger and going towards the thumb each finger mimics the exactly shape and energetic state that our whole body develops from the initial minor size ( baby) to the final older shape. In another words, our hand tell the history of a living being life’s cycle. The palm represents the womb from where the initial finger arises. That’s happens because the universal natural formula for perfect functional system has an energetic circuit which is also the force behind all life’s cycles ( see at my avatar above how this life’s cycles force applies to humans and astronomical bodies).

2) Put yours hands facing yours eyes. Leave the right hand with the palm towards yours face and the left hand in the opposite way. Now approximates the two hands in the way that four fingers are joined, leaving the two thumbs free. What did you get? Just the shape of a building block of information of the DNA – two lateral pair of nucleotides and the thumbs represents the lateral streams. Why? Is it merely coincidence? Nope. The explanation is that, again, the building block of the DNA was made by the same fractal universal formula. Like were made the cell system, the building block of galactic systems and so on.

It means that if we could training our hands for repeating the brain’s functions, after some million years we would make the cells of hands working like neurons and we would have a brain inside our hand…

Desde as primordiais ondas de luz no Big Bang, passando pelas galaxias e pelos animais, tudo foi feito pela formula universal da Matrix/DNA

 

Desde as primordiais ondas de luz no Big Bang, passando pelas galaxias e pelos animais e chegando ate as maos humanas, tudo foi feito pela formula universal da Matrix/DNA, a qual reproduzo na figura abaixo. Agora ponha sua mao esquerda sobre esta formula de maneira que a palma fique sobre o cone, o dedo mindinho fique sobre F2, o outro sobre f3, ate o polegar ficar sobre f7… e entenda melhor o que estou tentando explicar. E fique ainda mais surpreso com a incrivel maravilha secreta nesta Natureza ao saber que esta formula mostra simplesmente o que resulta quando um corpo vivo qualquer rola no tempo e espaco ao sabor da forca do ciclo vital, assim como seu corpo comeca sendo gerado em F1, nasce em F2 e chega moribundo a velhice em F7 como e’ o jeitao desengoncado do seu polegar que tambem esta em F7. A seguir a Natureza pegou as duas pontas deste circuito ( aonta inicial de F1 mais a ponta final de F7, uniu as duas fazendo uma roda, e assim surgiu o primeiro sistema natural e funcional neste mundo! A coisa e’ tao espetacular que chego a desconfiar que tenha uma inteligencia suprema por tras desta formula…

 

The MatrixDNA as Astronomic Closed System

The MatrixDNA as Astronomic Closed System

 

Desde as Mãos Humanas às Ondas de Luz por Uma Unica Simples Formula

segunda-feira, fevereiro 9th, 2015

 

xxxx

This unique formula in shape of a diagram…

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

 

…explain the origins of everything in the Universe, from the Big Bang to the palms and fingers of yours hands…

Para entender as origens e significado existencial de suas mãos, faça estas duas experiencias agora:

 1) Coloque sua mão esquerda sobre a fórmula de maneira que a palma fique encima do vortex na F1, o dedo mindinho fique em cima da F2… até o polegar ficar em cima de F7 ( se precisar, clique na formula para amplia-la). Porque a fórmula é à imagem e semelhança da sua mão?! Porque essa é a fórmula que a natureza tem usado desde o Big Bang para organizar a matéria inerte em sistemas naturais funcionais. Todos os sistemas naturais cabem como a sua mão, encima dela, porque ela está dentro da estrutura de todos os sistemas naturais. Então sempre que um sistema natural – como o corpo de um animal – tem a necessidade de desenvolver um apêndice, ou mudar seu corpo, para sobreviver melhor, um comando chega ao DNA, (o qual é uma pilha cujos building blocks, os nucleotídeos, são pura e simplesmente esta mesma fórmula) para mais uma vez produzir uma cópia da fórmula a qual sera adicionada ao corpo como apêndice ou acessório, e será deformada, mutada, de acordo com a função que dela se exige. Se o corpo precisa de um apêndice para segurar objetos, modelar objetos, penetrar cavidades, etc., o que era casco de mamífero vai sendo modelado, transformado, até chegar a forma da mão humana, e não se sabe se vai parar aí. 

2) Agora, preste atenção nesta advertência:

Nucleotideos e a Fórmula da Matrix/DNA

Nucleotideos e a Fórmula da Matrix/DNA

Isto significa que a cada três pares laterais de nucleotídeos ( veja figura abaixo), temos uma unidade fundamental de informação do DNA, o “tijolinho” ou “building block” de todo o complexo edifício que é o DNA.

 

Nucleotideos e a Fórmula da MatrixDNA 2

Nucleotídeos e a Fórmula da Matrix/DNA

Bem… se um trio lateral de nucleotídeos é o building block, a fórmula, do DNA, e ao mesmo tempo, a fórmula da Matrix Universal é o building block para todos os sistemas e arquiteturas e ciclos naturais, isto significa que a fórmula da Matrix tem que estar inserida como building block do DNA. Em outras palavras: o trio de nucleotídeos deve ser a cópia biológica, ao nível da vida terrestre, da Matrix Universal. E isto se comprova facilmente: observa a figura acima dos nucleotídeos e imagine a sobreposição da figura da fórmula da Matrix sobre ela, de maneira que F1 seja uma pentose de um lado, F4 seja a pentose do outro lado. Porque F1 e F4 como pentoses? Ora, porque são as duas funções que representam o casal masculino/feminino e que armazenam e emitem a memória. Imagine que os intermediários F2, F3, F6 e F7, sejam as quatro bases nitrogenadas. Falta a quinta base, que é a uracila, só presente no RNA, e como já vimos antes, é a função que conecta o casal e duplica o sistema todo, ou seja, cria uma cópia do ultimo trio de nucleotídeos, coloca-a acima deles, e assim cresce o DNA ao longo da evolução. Pois a uracila é F5, veja na fórmula.

Assim vemos como a unidade fundamental de informação do DNA é  a própria Matrix Universal, na sua forma biológica, ou como dizem os humanos: “viva”.

E o que tem a ver a Matrix, o trio lateral de nucleotídeos, e as mãos humanas? Ora… tudo!

Se não houver uma fórmula viva, funcional, dinâmica, no meio de qualquer massa material, até mesmo a nossa carne, essa matéria nunca se move, nunca deixa de ser uma massa inerte e sem forma. Essa fórmula, a chamei de Matrix/DNA e com sua permissão continuará a ter esse nome, a não ser que não o aprecies e tens uma sugestão melhor, e aí, de bom grado, vamos mudar esse nome, pois o que quero não é satisfazer minhas preferencias particulares e sim, sacrifica-las em nome da busca da perfeição, pois isto significa melhores condições de existência para a Humanidade. A fórmula da Matrix já estava na carne dos nossos ancestrais mamíferos que tinham quatro patas, modelando sua carne num sistema complexo, funcional, que era seu corpo. Mas as péssimas condições de existência dos mamíferos que eram prêsas fáceis dos grandes predadores e passavam fome por dificuldades de obter alimentos, os fêz clamar por redenção, por evolução de características físicas que os salvassem daquele terror.

E quando uma alma clama o Universo inteiro se move para socorrê-la, enviando sua obreira-mór, a fórmula da Matrix, cuja primeira forma no Universo foi… como vemos em outro capitulo aqui… uma onda de luz pura, natural. E a fórmula é como qualquer artista, sempre tem o mesmo e eterno estilo de fazer suas obras. Ponha a palma de sua mão sobre sua boca, com os dedos para cima. O dedo médio ficará encima do nariz, não é? Os dois dedos ao lado apontarão para os dois olhos, enquanto os dois restantes menores- o mindinho e o polegar -estarão apontando para suas duas orelhas. Pronto! A sua face está desenhada em suas mãos… e vice-versa! Porque? Porque o mesmo artista fêz as duas obras. Se Picasso tivesse andado na selva onde andei, e  tivesse feito gravuras nas paredes de uma caverna, eu reconheceria seus traços  até debaixo d’água!

Então, os primatas que tinham aquelas garras enormes como mãos ( o que sugere que  viemos dos predadores e não das prêsas  – mas a causa disso está explicada em outro artigo aqui), e ainda eram quadrupedes, portanto fracos como  os pequenos macacos, clamaram por ajuda. A vontade subconsciente do cérebro parece funcionar como um sinal, um estimulo para convocar a Matrix à ação. Ela entrou nas nos quatro membros dos quadrupedes e foi forçando se instalar da melhor maneira possível. Como ela é extremamente plastica, versátil, ela foi modelando a carne, os ossos, os nervos, da maneira que ia exigindo as necessidades do organismo. Para mais agilidade ao escapar dos predadores, para agarrar o alimento com mais destreza, para atender os lampejos criativos do cérebro  que foi desenvolvendo utensílios, ferramentas. No final, deu no que deu: aí  tens suas mãos!

Então vamos terminar esta segunda experiencia:

Observe a figura do trio lateral de nucleotídeos, onde a Matrix estava alojada quando alguns seres vivos a acionaram para criar mais um eficiente acessório em seu organismo. Imagine colocando a palma da mão esquerda encima das três pentoses na haste esquerda do DNA. Então a pentose será a palma da mão. Imagine colocando a palma da mão direita encima das pentoses da haste direita. De maneira que seus três dedos médios esquerdos fiquem voltados para os  três dedos médios direitos. Ponha mesmo os dedos da esquerda bem em cima de cada dedo correspondente da direita. Agora ponha os dedos mindinhos encima do fosfato, que fazem as hastes pra cima. Ponha os dedos polegares encima do fosfato que fazem as hastes para baixo… Observe e reflita… como o ser cósmico que és… quase divina inteligencia… que começa a entender os segredos mais secretos deste incrível mundo!

Estás pela primeira vez tocando a Matrix! Nas palmas das suas mãos! E suponha que possa ser verídica a sugestão da fórmula de que a Matrix veio de uma onda de luz pura, original, emitida com o Big Bang, a 13,7 bilhões de anos atrás. Então… aquelas ondas de luz podem ser as braços e mãos de Deus… se você quer acreditar assim. Ou aquelas ondas de luz era o genoma de um sistema natural que existiria antes do Big Bang e que anda por aí, a criar universos, para se reproduzir… se você quer acreditar nisso. De qualquer maneira, se sua inteligencia está começando a perceber que existe um Criador para alem do nosso Universo – assim como quando o feto forma o cérebro e como embrião começa a suspeitar que alem da bolsa-pequeno universo que ele está parece existir um corpo maior muito ligado a ele ( o corpo de sua mãe) – e que você é como um gene dentro de um grande processo de reprodução – isto significa que você está se aproximando do momento de seu verdadeiro nascimento… como algo superior a tudo que que possamos imaginar. Somos genes, temos a mesma função cósmica, estamos no mesmo barco, my brother, my sister…

Aliás, não fui apenas eu que tive a intuição para perceber a relação entre nossas mãos e nosso DNA. A intuição já está se manifestando até entre os artistas, como é o caso da figura abaixo:

Mãos e a Formula dos Nucleotideos

Mãos e a Formula dos Nucleotideos – Fonte:

http://www.cosmeticproof.com/2012/06/molecular-nailsnucleotide-skittles.html

A artista, , tem um blog sobre cosméticos e a idéia debotar as bases dos nucleotideos nas unhas foi dela. Eu  tentaria fazer aqui duas coisas diferentes:

1) Observe meu Avatar:

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

O ciclo interno indica o ciclo vital dos astros, e o externo, o ciclo vital do corpo humano. E como este ciclo vital está representado nas formas e funções dos dedos humanos, nada mais lógico que pintar cada forma respectiva do corpo na unha de seu correspondente dedo. Assim, a figura do baby iria na unha do mindinho. Eu não saberia como entender alguem que não consegue ver o mindinho como um peralta baby. A figura da criança iria no dedo seguinte, e assim até o idoso ir em cima do polegar, esse dedo curvado e desajeitadamente sôfrego como são os nossos idosos.

2) Eu pintaria as unhas colocando tambem as bases nelas, mas antes faria como aconselhei na experiencia que mostra a relação das mãos com o trio de nucleotideos. Desenhe numa folha de papel a figura do DNA acima, coloque as mãos naquela posição em cima, e beja em baixo qual base corresponde a qual dedo, lembrando-se que os mindinhos são as hastes em espiral e para cima, enquanto os polegares são as hastes em espiral e para baixo. E depois divirta-se com amigos ao mesmo tempo que os ensina esta descoberta surpreendente, mostrando as mãos na “posição DNA”…

 

As suas mãos tem a mesma forma da unidade fundamental de informação do seu DNA, o mesmo modelo da fórmula da Matrix Universal, inclusive a forma e funções de seus dedos contam a História de sua Vida, onde todas suas formas, do bebê ao idoso, estão ali na frente de seus olhos 24 horas por dia, para que despertes para o grande e sublime significado de sua existência. As mãos humanas que  vieram desde os primeiros cílios das primeiras células, passaram pelas patas e garras dos animais, não chegaram a essa forma que estão hoje simplesmente porque os nossos ancestrais foram se desenvolvendo no sentido de se adaptarem ao ambiente e produzirem ferramentas, com o polegar servindo de eixo para melhor agarrar e imprimir força. Se fosse só isso, penso que, considerando a grande vontade comum nos cérebros de todos os humanos hoje, iriamos apelar e usar a evolução para transformar nossa mão esquerda num troço para fabricar dinheiro…

As suas mãos tem a forma e funcionalidade que têm porque as necessidades as pediram… mas a entidade acionada só sabe fazer suas arquiteturas com um único e eterno estilo. O criacionista diria aqui que é porque só existe um Supremo Artista…

Basta pensar em outra situação:… Uma das maiores dificuldades de sobrevivência dos nossos antepassados animais foi obter água para beber. Muitas vezes não se pode enfiar o foucinho na água de um lago, rio, para beber. E os bichos na água ainda podem atacar foucinhos. Mas a forma de nossas mãos não permite agarrar a água em razoável quantidade para matar a sede, até a boca. Então teria sido muito mais lógico e racional que a evolução tivesse desenvolvido membranas entre os dedos, aumentando a área de captação das mãos. E as mãos hoje seriam redondas. Mas não adiantou aqui milhões de anos de pedidos insistentes feitos perlas criaturas. Porque? Basta olhar a fórmula da Matrix. Ela pode ser “redonda” mas o circuito periférico é formado de ondas e partículas, onde as partículas, que são as funções “F”, são objetos materializados, enquanto as ondas, no lugar das setas intermediarias, e que deveriam produzir as membranas entre os dedos, não fizeram,porque ondas não são materializadas. Elas são a força do tempo, uma coisa abstrata,  e não do espaço, uma coisa que tem uma substancia materializada. A fórmula da Matrix apenas construiu e fortaleceu os cinco músculos e ossos para os dedos, e não músculos para uma membrana. É claro que mesmo assim a fórmula ainda pode fazer as membranas intermediarias, mas primeiro, o artista pinta o esboço de todas as suas obras aplicando o seu próprio estilo habitual. Apenas deriva o estilo se houver extremo estimulo.

Finalizando: de hoje em diante, daremos maior valor e amaremos mais nossas mãos. O Grande Artista tambem jaz nelas! E nos nucleotídeos, na face humana, nas galáxias… Everywhere!

Observe novamente suas mãos. Daqui para a frente, mais cuidado com elas. Elas são preciosas! O Universo – e o que está acima dêle – demoraram 13,7 bilhões de anos para construí-las, na perfeição em que elas estão hoje. Um trabalho que nem todo o dinheiro do mundo poderia pagar seus salários. E foram lhe entregues de graça! Já vistes alguma fábrica humana dando de graça todos seus produtos?  E dêste trabalho muita “gente” participou, como nossas ancestrais estrêlas, nossa mãe Terra… e até nossas ancestrais lagartixas!

E continuando esta tese:

This whole Universal Natural History can be synthesized into a unique picture having the Matrix/DNA formula as generator. Please click on the formula for reading the words: ( caution:this picture is under construction, the sequence of evolution is not in the real order)

Maos Pela Formula da MatrixDNA

 

a) At the Center,the system “human hands”, built by Matrix/DNA formula

1) Blue Sphere:  Atoms

2) Yellow: Nucleotide lateral base pair

3) Green: Light Wave

4) Blue: Cell System

5) Black: Astronomical Systems’ building block

6) Red: Human Ideal Perfect Familiar System built by A Unique Human Body rolling under the process of Life Cycle

 

Explicação:

1) Ciclo Vital é a história da vida ou existência de um corpo ou sistema criado tendo por base a fórmula da Matrix/DNA ( figura acima). É um processo natural que conduz o corpo a se transformar continuamente. O corpo humano, por exemplo, se transforma a cada segundo quando uma célula morre e outra é produzida para ocupar seu lugar, pois a nova célula nunca será exatamente igual à anterior. Portanto, as formas de um corpo humano ao longo de sua existência são quase infinitas. Mas para facilitar resumimos todas as diferentes formas em seis formas principais. Por exemplo, o corpo humano se resumira às seguintes formas:  bebê, criança, jovem, adulto jovem, adulto idoso, e cadáver. Tambem a formula da Matriz em seu circuito esférico representa o cilo vital, onde as seis formas se tornam as seis funções sistêmicas universais.

2) Temos uma esfera dividia em 6 partes ( linhas pretas transversais) cujo centro é a palma da mão.

3) Os 5 dedos da mão, mais a palma, representam tambem as formas de um ciclo vital porque a mão é um apendice, um acessório natural, que como tudo o mais, foi desenvolvido tendo como molde a fórmula da Matriz. Assim, comparando-se por exemplo, a mão humana com o corpo humano temos as seguintes relações: a) o dedo mindinho é a F2, ou o bebê; b) o dedo seguinte é a criança, F3; o dedo médio é o jovem adulto, F4; o dedo indicador é o adulto maduro, F6; o polegar é o idoso, tendendo a cadaver, ou F7; a palma da mão representa o elemento criador, gerador dos dedos, é a forma da mulher gravida, F1. Observe todos os seus dedos, mova-os, sinta suas funções, entenda como representam fielmente as funções da formula e as funções de cada forma do corpo humano.

 

4) O circuitos esféricos…

 ( pagina em construção, a continuar)

xxxx

Definiton of “formula”:

a : a recipe or prescription giving method and proportions of ingredients for the preparation of natural systems ( http://www.merriam-webster.com/dictionary/formula )
First there is the “picture” of Matrix/DNA formula. Following, there is second picture. Click on it for seeing it better. For understanding the initial things here, you need know that:
The agglomerate of galaxies that we call Universe is like an egg ( it is not an egg but I can’t explain here and now), where inside is occurring the evolution of a universal system. This evolution obeys the process of life’s cycles, which changes the shape of this system through time.  These shapes are the spheres, each one with lines in a specific color. So, we have about six spheres, from the first shape of this system that was a light wave till the shape “Human Familiar System”. But, notice that each system has its parts formed by the same process of life’s cycle. So, the parts of these systems are arranged in the sequence that they were formed, like embryo>baby>child>teenager. Now a briefly help foor you:

a) At the Center,the system “human hands”, built by Matrix/DNA formula

1) Blue Sphere:  Atoms

2) Yellow: Nucleotide lateral base pair

3) Green: Light Wave

4) Blue: Cell System

5) Black: Astronomical Systems’ building block

6) Red: Human Ideal Perfect Familiar System built by A Unique Human Body rolling under the process of Life Cycle

This is the whole Universal natural History in a single picture. It is possible because this History was written by an unique author – the Matrix/DNA formula, which is also under evolution and began as a simple light wave. If you see something wrong, some element out of the time/space of the scientific academic theoretical history of this Universe, please tell me.

 

Como as mãos evoluíram? (Mãos e a Fórmula da Matrix/DNA)

segunda-feira, fevereiro 9th, 2015

xxx

Baseado no  artigo da Fôlha de São Paulo:

Como as mãos evoluíram?

http://darwinedeus.blogfolha.uol.com.br/2015/02/01/como-as-maos-evoluiram/

A nossa explicação para esta pergunta, com figuras e modelos, está em:

http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=8633

Meu comentario publicado no artigo da Folha, em Fev., 09, às 21:o0hs.

 

Louis Charles Morelli –

Desculpe mas a explicação para as mãos é muito mais complexa do que imagina seu amigo Matt. Ela pode ser vista no site da A Matriz Universal dos Sistemas Naturais, com figuras, modelos e ampla abordagem.

As mãos tiveram seus primeiros lampejos no nível biológico terrestre com os cílios dos unicelulares, bactérias, etc. Mas antes da biologia na terra elas já tinham seu template existente nas galaxias, escrito nas estrelas, na forma da fórmula para todos os sistemas naturais e seus acessórios, a Matrix/DNA. Quando a evolução chegou aos mamíferos quadrupedes, cujos predadores tinham garras e presas tinham cascos, as necessidades dos organismos estimularam mais uma vez a aplicação da fórmula, da qual a mão  humana é uma reprodução fiel. Apenas alguns detalhes:

1) Você nunca observou que justapondo suas duas mãos encima de uma figura de uma unidade fundamental do DNA, que é o trio lateral de nucleotídeos, a sua palma se fixa na posição do açúcar pentose, os seus 3 dedos médios se tornam as 4 bases nitrogenadas, e tanto mindinho como polegar se tornam as duas hastes de fosfato do DNA? Veja lá a explicação.

2) Olhe para suas mãos. Porque os dedos são como são? Perceba como cada dedo tem a exata forma e função de uma das formas que seu corpo inteiro adquire durante uma vida! Isto é porque a sua mão conta a História do seu Ciclo Vital em 80 anos! E isto porque o artista que criou os ciclos vitais, que criou seu corpo, e suas mãos, é o mesmo, o qual tem apenas um único e mesmo estilo. As explicações estão lá… na Matrix/DNA;

3) Coloque a palma de sua mão esquerda sobre sua boca. O dedo médio estará sobre o nariz, os dois laterais  estarão apontando para os dois olhos, e mindinho e polegar estarão apontando as duas orelhas. Porque? Ora… de novo, o mesmo artista que fêz sua face fêz sua mão… A explicação está lá… No Matrix/DNA website, que foi descoberto no meio da selva amazônica onde passei muito tempo comparando macacos com humanos.

xxxx

E no mesmo blog o autor continua este assunto em outro artigo sob titulo:

Xô, Lamarck!

http://darwinedeus.blogfolha.uol.com.br/2015/02/04/xo-lamarck/#comments

No qual enviei o seguinte comentario am 10/Fev,  ( aguardando moderação)

Louis Charles Morelli –

Lamarck e Darwin, ambos, estão 50% certos e 50% errados (segundo a teoria da Matrix/DNA). O fato é que o único e inevitável caso de evolução que podemos assistir aqui e agora é o que ocorre na embriogênese de cada animal. Um corpo vai se transformando, de mórula para blástula, feto, embrião, onde ocorre a seleção da forma de maneira inexorável e ex-machine, exercida pela espécie que produziu o embrião, e ocorre as mutações genéticas no sentido que genes são ativados e outros desativados à medida que o corpo desenvolve novas formas. Lamarck está certo quando justificava os incrementos na complexidade morfológica de uma estrutura atribuindo-a à “instauração gradual de um plano de organização disposto pela própria natureza”, sendo esse plano elaborado pela especie dos “pais”, e Darwin apenas estava errado nas causas das mutações genéticas selecionadas, que não são por acaso. Neste Universo está tambem ocorrendo um processo de reprodução genética

Quando o DNA vai contra a Natureza e mata o Corpo Inteiro: O Segrêdo oculto nas Mãos e nos Chifres dos Mamiferos

sábado, fevereiro 15th, 2014

What killed the woolly mamoto? New clues.

http://earthsky.org/earth/what-killed-the-woolly-mammoth-new-clues

Most images of Woolly Mammoth depict them in grasslands, such as this illustration. New evidence indicates that Ice Age flora was mostly herbaceous flowering plants. Image credit: Mauricio Antón via Wikimedia Commons.

Most images of Woolly Mammoth depict them in grasslands, such as this illustration. New evidence indicates that Ice Age flora was mostly herbaceous flowering plants. Image credit: Mauricio Antón via Wikimedia Commons.

Observe as prêsas esquisitas dos mamutes. Para que, porque o corpo desenvolveu esse apêndice mal-formado sem utilidade alguma e, ao contrario, um traste incomodo a ser carregado, uma arma a favor dos predadores pois dificulta a auto-defesa do mamute…?!  Presas de marfim encurvadas, que podiam atingir cinco metros de comprimento! A fórmula da Matrix/DNA sugere uma explicação do porque esse traste se desenvolveu assim e porque ele contribuiu decisivamente para a eterna extinção dos mamutes. Para entender, primeiro observe a fórmula:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Agora coloque sua mão esquerda sobre a fórmula de maneira que a palma fique encima do vortex na F1, o dedo mindinho fique em cima da F2… até o polegar ficar em cima de F7 ( se precisar, clique na formula para amplia-la). Porque a fórmula é à imagem e semelhança da sua mão?! Porque essa é a fórmula que a natureza tem usado desde o Big Bang para organizar a matéria inerte em sistemas naturais funcionais. Todos os sistemas naturais cabem como a sua mão, encima dela, porque ela está dentro da estrutura de todos os sistemas naturais. Então sempre que um sistema natural – como o corpo de um animal – tem a necessidade de desenvolver um apêndice, ou mudar seu corpo, para sobreviver melhor, um comando chega ao DNA, (o qual é uma pilha cujos building blocks, os nucleotídeos, são pura e simplesmente esta mesma fórmula) para mais uma vez produzir uma cópia da fórmula a qual sera adicionada ao corpo como apêndice ou acessório, e será deformada, mutada, de acordo com a função que dela se exige. Se o corpo precisa de um apêndice para segurar objetos, modelar objetos, penetrar cavidades, etc., o que era casco de mamífero vai sendo modelado, transformado, a té chegar a forma da mão humana, e não se sabe se vai parar aí.

Agora você tem novo assunto interessante em que pensar. Você passou sua vida tôda olhando suas mãos, mexendo seus dedos, e nunca havia percebido que as formas e as funções da palma e dos dedos obedecem exatamente as formas e funções de qualquer corpo sob um ciclo vital! O mindinho é o baby, desajeitado, o dedo médio é o jovem adulto, a forma mais forte, imponente, o indicador é o adulto formado, indicando sempre as ordens à família e ao sistema social, o polegar, coitado, mais desajeitado ainda e quase inerte, é o adulto se tornando cadáver… e a palma é o útero, o centro gerador de babies e dedos… Bem vindo, finalmente, ao conhecimento de suas mãos!

Então, em certa época no passado, a evolução dos animais acionou o DNA para produzir um apêndice para auto-defesa contra predadores e/ou melhorar a captura de alimentos, que eram os unicórnios, depois os chifres, geralmente surgidos no alto da testa, e, por alguma razão, em outros animais, a pressão imposta ao crescimento dos chifres mudou para pressão imposta ao crescimento de dentes afiados de carnívoros, surgindo na boca e  frente baixa da face como nos elegantes, rinocerontes, etc., o que se chama de “prêsas”.

Mas estes animais floresceram numa época de grande fartura de alimentos, e acomodados apenas em comer e dormir foram crescendo e tornando-se obesos. P mamute do rio Songhua, podia alcançar de 4.70 até 5,00 metros de altura e pesar entre 15 e 20 toneladas. No mamute a fórmula da Matrix/DNA continuou a desenvolver-se sem contrôle nas prêsas,  porque o animal não fazia nenhum esforço físico que enviasse um comando nervoso ao DNA para avisá-lo que aquilo já estava ameaçando sua existência. Observe como prêsas do mamute foi adquirindo a forma da fórmula, (lembre-se que no diagrama acima a fórmula está desenhada em duas dimensões, mas na verdade ela é uma espiral), chegando quase a encontrarem-se as duas pontas, fechando-se finalmente como circuito esférico.

Ora, o planeta muda, mudando climas e condições de existência, e os seres vivos devem serem flexíveis o suficiente para acompanharem estas mudanças, ou serão extintos. Muitos animais se tornaram rígidos, imutáveis, tentando manterem à fôrça os privilégios adquiridos num estado de clima, acomodando-se assim e tornando-se um sistema fechado em si mesmo, fechando suas portas à evolução. Ao invés de evoluírem qualitativamente, apenas cresceram em tamanho, obesidade e assim se tornaram um ramo lateral da arvore da vida evolutiva, um ramo condenado a se secar e se extinguir. A própria Humanidade, se continuar assim seguindo e se atolando cada vez mais no caminho do mecanicismo, está se tornando uma espécie acomodada, um sistema fechado, e se não acordar e mudar-se, não terá destino diferente do que levou os ancestrais à extinção. Por isso luto e apelo a todos que aprendam e compartilhem da cosmovisão da Matrix/DNA, pois ela é a unica possibilidade que estou vendo que poderá nos levar a desejar e obter esta mudança salvadora.

Então aconteceu o que os cientistas do artigo com link acima descobriram agora. As mudanças climáticas derrubaram a vegetação alta onde se alimentavam os grandes animais terrestres, a girafa teve que abaixar o pescoço, o mamute começou a arrastar seu penduricalho no solo para obter as plantas baixas. Mas as plantas continuaram diminuindo de tamanho ao ponto de a paisagem ser dominada pelas gramíneas… E como a boca do mamute iria alcançar a grama, se seus chifres o impedia? Cada vez mais passando fome, num lento processo que deve ter sido uma tortura, não tiveram outro destino senão sua extinção para sempre. Sei que mamutes também tinham pequenas trompas, menores que as dos elefantes, mas imagine a dificuldade em arrancar gramas com trompas! No final de sua existência, as trompas estavam desenvolvendo duas extensões separadas na ponta delas, que estavam se assemelhando a dois dedos. Isto sugere que a formula da Matrix que desenvolveu os dedos nas mãos de outros mamíferos foi ali também acionada, mas tarde demais. Esta teoria é fato evidente ocorrido com elefantes, como se pode ver na observação da Wikipedia abaixo.  Outra evidencia para a dificuldade do alimento e diminuição dele está no caso do mamute anão, também conhecido como Mamute da Ilha Wrangel na Rússia e Mamute da Ilha São Paulo no Alaska,  (Mammuthus primigenius vrangeliensis) , o qual não é uma espécie, é na verdade uma subespécie do mamute-lanoso que sofreu nanismo insular. Nessas ilhas esses Mamutes pequenos viveram bem mais do que a versão normal, do continente, que foi extinta há 10.000 anos. A variedade do Alaska viveu até 3750 anos atrás, enquanto que os da Ilha Wrangel, estima-se terem vivido a até 1700 anos atrás.

Resume-se o artigo cientifico, na seguinte frase: “Scientists suggest that the less nutritious grasses could not sustain the large mammals, resulting in their extinction about 10,000 years ago. These findings, by an international team of scientists, were published on February 05, 2014, in the journal Nature.” Ok, os cientistas focalizam  a causa externa, vinda do meio-ambiente, como unica causa da extinção – a mudança climática transformando plantas maiores e mais nutritivas em grama, menor e menos nutritiva. Sou o único a sempre pensar que a causa da extinção é sempre dividida em metade da culpa a fatores externos e metade da culpa a fatores internos da própria criatura, porque a fórmula da Matrix/DNA sugere assim. Parece irônico que os cientistas olhem para a foto dos mamutes e se esqueçam de ver as prêsas desviando o olhar imediatamente para a pequena grama embaixo. Como deixar de notar e raciocinar sobre aquelas prêsas?!

Bem, essas as sugestões da cosmovisão da Matrix/DNA. Me parece que não teria sido apenas os chifres a causa decisiva da extinção, outros fatores devem ter colaborado (Descobertas mostram também que o ser humano teve papel fundamental sobre a extinção dos Mamutes. A descoberta mostra que o ser humano da Idade da Pedra caçava mamutes para comida, vestimentas, ossos e couro para fabricação de casas), mas tambem me parece óbvio que estes trastes inúteis de chifre prejudicaram tanto a alimentação como se sentiriam prejudicados humanos nativos com dentes podres e muitas falhas tendo apenas duras raízes com que se alimentar. Obviamente o texto cientifico acima em nada vai mencionar minhas sugestões, pois os cientistas desconhecem completamente esta teoria, e como sempre aviso que ela pode conter muitos erros  (apesar das milhares de evidencias que tenho encontrado nestes 30 anos, como por exemplo a interessante semelhança entre as mãos e a fórmula), também volto a insistir que leiam as explicações dos cientistas e as considere.

Esqueleto de um Mamute-columbiano.

Esqueleto de um Mamute-columbiano.

Informação adicional como evidencia da minha sugestão acima: 

1) Wikipedia (elefante)

Ao contrário da maior parte dos mamíferos, que desenvolvem dentes de leite e depois os substituem pelos dentes adultos permanentes, os elefantes têm ciclos de rotação de dentes durante a vida toda. Passado um ano as presas são permanentes, mas os molares são substituídos seis vezes durante a vida média de um elefante.3 Os dentes não irrompem dos maxilares verticalmente como os dentes humanos. Em vez disso, eles têm uma progressão horizontal, como um tapete rolante. Os novos dentes crescem na parte de trás da boca, empurrando dentes mais velhos para a frente, onde eles se gastam com o uso e os restos caem. Quando um elefante se torna velho, os últimos dentes ficam gastos, e o elefante tem de comer apenas comida muito macia. Elefantes muito velhos frequentemente passam os últimos anos exclusivamente em zonas pantanosas onde conseguem encontrar folhas de relva molhada e macia. Por fim, quando os últimos dentes caem, os elefantes não conseguem comer e morrem de fome. Se não fosse pelo desgaste dos dentes, o metabolismo dos elefantes permitir-lhes-ia viver muito mais tempo. Como cada vez mais habitat é destruído, o território dos elefantes torna-se cada vez mais pequeno; os mais velhos já não têm a oportunidade de procurar comida mais apropriada e, por isso, morrem de fome mais novos.

2) prêsas em Inglês: long, curved tusks

xxxxx

Comentários postados no artigo:

Avatar
TheMatrixDNA  16, Fev., 2014

The interpretation of mammoth extinction by Matrix/DNA Theory suggests an additional cause: the long, curved tusks. The factor pointed out by Professor Dale is a force outside>in, but, every case of extinction is half due a factor inside>out too.

These animals made the big mistakes of speciation leaving to become inertial closed systems, triggering the expression of a genetic function which produced the grown of those tusks without control. If you look to the Matrix/DNA formula you will understand it. Those tusks became a very prejudice for getting smaller plants like grasses for eating. If you want to know how and which genetic function worked here go to …

Avatar
El Tee Steve Andrews • 4 hours ago

Correlation is Not causation.. The Earth is a Biosphere.. a LIVING Entity composed of many Parts.. but the Whole Earth is Greater than the sum of the parts.. ‘IT’ adapts to re-establish Equilibrium.. recycles to Balance .. the Four Seasons .. One complete Circle … LIFE is a symbiotic relationship … all parts are equally important .. and Essential .. All Life a re-occurring Circle ..a Circle within a Circle surrounded by a CIRCLE .. Humankind’s existence is inconsequential and Meaningless except to other human beings.. The Whole Earth is but a Pearl in the Oyster of the solar system .. The Sun & the Moon & All the other Planets could care less … what we think ! They determine what Life is like on

Resposta da Matrix/DNA:

Avatar
TheMatrixDNA  El Tee Steve Andrews

You wrote everything pretty right till “circle surrounded by a circle”, but then, you falls away off the beam. While this biosphere was obeying only the rules of its creator – the planet as part of the Milk Way – and it reached the top of its limits in the shape of monkeys, you described everything well. But the creator has no consciousness, which means that something above the Milk Way is also sending informations, something that has consciousness. Human kind is not desirable by the planet and Milk Way, it is a kind of malignos virus, but it is desirable for something biggest than the Milk Way. So…correlation can be causation.