Archive for the ‘Corpo Humano Sistema’ Category

Tipos de atomos e quantidades no corpo humano

quinta-feira, fevereiro 28th, 2019

xxxxx

http://centralsaber.blogspot.com/2015/10/quantos-atomos-possui-o-corpo-humano.html

7.000.000.000.000.000.000.000.000.000 (são 27 zeros à direita) que compõem cerca de 10 trilhões de moleculas. Os átomos que compõem o corpo humano são:

Elemento # de Átomos
hidrogênio 4.22 x 1027
oxigenio 1.61 x 1027
carbono 8.03 x 1026
nitrogenio 3.9 x 1025
cálcio 1.6 x 1025
fósforo 9.6 x 1024
enxofre 2.6 x 1024
sódio 2.5 x 1024
potássio 2.2 x 1024
cloro 1.6 x 1024
magnésio 4.7 x 1023
silício 3.9 x 1023
fluor 8.3 x 1022
iron 4.5 x 1022
zinco 2.1 x 1022
rubídio 2.2 x 1021
estrôncio 2.2 x 1021
bromo 2 x 1021
alumínio 1 x 1021
cobre 7 x 1020
chumbo 3 x 1020
cádmio 3 x 1020
boro 2 x 1020
mangésio 1 x 1020
níquel 1 x 1020
lítio 1 x 1020
bário 8 x 1019
iodo 5 x 1019
estanho 4 x 1019
ouro 2 x 1019
zircônio 2 x 1019
cobalto 2 x 1019
césio 7 x 1018
mercúrio 6 x 1018
arsênio 6 x 1018
crômio 6 x 1018
molibdênio 3 x 1018
selênio 3 x 1018
berílio 3 x 1018
vanádio 8 x 1017
urânio 2 x 1017
rádio 8 x 1010

Como contei os átomos do corpo humano (um oitilhão), do planeta, e do Universo!

quarta-feira, fevereiro 27th, 2019

xxxxx

Numero de atomos no corpo humano no planeta e no Universo

(clique na imagem para ver aumentada)

Numero de átomos num corpo humano = 10/27 (10 elevado a 27, ou 10 mais 27 zeros)

Numero de átomos no planeta Terra = 10/50

Numero de átomos no Universo = 10/80

Então:

Numero de átomos no planeta (10 mais 50 zeros):

10.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.     000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000

Numero de átomos no meu corpo: 10/27…

Isto quer dizer que só sobra 10/23 átomos para o resto do planeta…!!!…???

( Sim, pois 10/50 menos 10/27 é igual a 10/23, certo?…)

E se somar eu mais você vai dar 10/54…???

Ou seja, se o planeta tem um total de 10/50 átomos, e só nós dois temos 10/54, o planeta vai precisar pedir emprestados `a Lua ou a Júpiter, mais 10/04 átomos apenas para dar conta dos nossos corpos?!

Não pode ser. Tem coisa errada ai. Foi o autor do quadro acima quem disse que é 10 vezes 50 zeros, ou 10 vezes 27 zeros… Não pode ser. Vamos tirar a prova dos nove, na base do feijão com arroz…

Acho que isso é assim:

10/27 =

10/1 – 10

10/2 – 100

10/3 – 1.000 (um mil)

10/4 – 10.000

10/5 – 100.000

10/6 – 1.000.000 (um milhão)

10/7 – 10.000.000

10/8 – 100.000.000

10/9 – 1.000.000.000 (um bilhão)

10/10 – 10.000.000.000

10/11 – 100.000.000.000

10/12 – 1.000.000.000.000 ( um trilhão)

10/13 – 10.000.000.000.000

10/14 – 100.000.000.000.000

10/15 – 1.000.000.000.000.000  (um quatrilhão)

10/16 – 10.000.000.000.000.000

10/17 – 100.000.000.000.000.000

10/18 – 1.000.000.000.000.000.000 (um quinquilhão)

10/19 – 10.000.000.000.000.000.000

10/20 – 100.000.000.000.000.000.000

10/21 – 1.000.000.000.000.000.000.000 ( um sextilhão)

Raios… espera ai… se 10/21 é 1 mais 21 zeros… então 10/27 vai ser 1 mais 27 zeros. O autor está certo, eu que errei acima pondo 3 zeros em cada uma de 27 casas…

Então, consertando o meu erro, vai ser:

1.000.000.000.000.000.000.000.000.000 … é o numero de átomos num corpo humano.

Eu to magro, mas ainda assim acho que posso vender 1 milhão de átomos a R$ 1,00 cada um. Quem compra? Bem são átomos velhos… acho que interessaria as pessoas idosas e magras comprarem átomos novos, de jovens…

Mas um milhão de átomos velhos dá para fazer uns cinco sabões…

Não to valendo nada! Ou melhor… estou valendo uns 200 sabonetes…

E como se lê este numero? Vejamos:

1.000.000.000.000.000.000.000 = 1 sextilhão

1.000.000.000.000.000.000.000.000 ( 1 setilhão… ?) (10/24)

1.000.000.000.000.000.000.000.000.000 (1 oitilhão…ou oitivilhão, ou oitavilhão? Fui procurar no dicionario mas ele só sabe contar até o setilhão. Pararam de fazer novos dicionários quando o ultimo tinha memoria curta de apenas 1 gigabyte…)

10/27 átomos = 1 oitilhão átomos!

Um oitilhão! Será esse nome mesmo? Então você tem um oitilhão de átomos no seu corpo. Quer vender… tudo?

  • ” Ahhh… ai não sobra nem unzinho prá mim? Vou virar fumaça… desaparecer?”

Guarde esse numero na memoria por que pode cair no exame do Enem elaborado pelo Bolsonaro.

Fiz uma conta separada, multiplicando um oitilhao por 8 bilhões de humanos e cheguei ao numero oito onzetilhão, este é o numero de todos os átomos em todo os corpos humanos.

8 vezes onze, ou 8 mais 36 zeros! A humanidade inteira vale 8 onzetilhões átomos.

Se o Cunha ficar sabendo disso ele vai tentar vender todos estes átomos aos marcianos. Menos os 1 oitilhão dele, claro. Os átomos do corpo da mãe dele acho que vende também, em se tratando do Cunha. Mas avisem ele para explicar que não são átomos inorgânicos de pedras, são átomos biológicos, trabalhados e lapidados por 3,5 bilhões de anos de evolução, portanto, mais caros.

Dos 1 oitilhão de átomos no meu corpo, acho que só o figado tem uns…. E o estomago tem uns… O piu-piu deve ter uns… Acho que vou calcular o numero de átomos por cada órgão… Ai posso vender um figado ou o coração pelo numero de átomos vezes um real… iac…iac… tão pensando que sou trouxa, éh?

Mas…nem pensar que vou calcular tudo isso!

Não vou te dar estes numero de graça porque não adianta. Se a minha orelha é maior que a sua, você vai ter que contar a sua…

E tem outra. Não conte quando você estiver excitado nem quanto tiver deszescitado. Pois o maior tem mais que o menor. E’ o tamanho médio que vale.  Você tem que alancar o meio-termo e parar ai, aguentar firme, desse jeito, até terminar de contar, entendeu?

Brincadeira. Tornar-se maior não significa que se criou mais átomos, do nada…

Agora vamos calcular quais os nomes dos números de átomos do planeta Terra (10/50) e depois do Universo (10/80). Ou seja, 10 mais 80 zeros…

Vamos lá?

10/1 – 10

10/2 – 100

….

Tu tá  pensando mesmo que vou fazer isso? Tu tá louco?!

Podes chamar do que quiser, até de “10 trumpilhões”, ou ” 80 cunhões”… eu que não vou tirar a prova verificando se estás certo.

Agora você me dá licença que vou fazer outro calculo, mas este vai ficar em segredo só para mim, porque se abrir a boca, cai o preço…

Sabendo-se que cada mitocôndria é uma mini, completa e funcional hidrelétrica ( que serve ate para gerar carga infinita para celular), e que em cada célula tem cerca de 922 mitocôndrias, e no corpo humano tem cerca de 3,453 trilhões de células, vou calcular na base de R$ 50,00 cada usina hidrelétrica que tenho, para ver meu capital atual imobilizado e vou ver se vendo um lote dessas baterias hidrelétricas para a Samsung…

xxxxx

 

 

O corpo e sistemas naturais com hardware biologico e software transcendente

segunda-feira, novembro 5th, 2018

xxxxx

Everything works in Waves . There are no ladders or Grids the marketplace of 20th century was built on. Like numbers , time , years these things are made from the Mind.. Do not exist . Working with the real forces of energy happening is how a company becomes a ” Disruptor” to lead their industry marketplace.

I am a pioneer in biophysics medicine.. How the human system really works. There is the biological functioning system ( hardware ) . Then there is the operating system ( software ) . When you die.. your functioning system the biology the hardware stays on Earth.

The Soft ware operating this biology referred to as YOU transcends some place else when you die while this biology of functions the body stays on Earth. These are 2 separate systems that are made to work brilliantly with each other.. if the connections , the impute is being done correctly.

The impute in 20th century was not correct at all as it was done via power and control with the objective attractor being the $$. This created a deceive is to believe society.. People being tricked into wanting something rather then they being attracted to it.. $$ is a thing. $ is only the result of attractors that allow natural flourishing thriving.. $$ is not the focus nor the objective. Rising human lives to be healthy and good is what will build a healthier more abundant world for all. (read more…

De Cassandra Rose
Founder & Executive Director · Los Angeles

A forma final de um organismo não esta apenas programada na célula-ovo inicial? Entao onde mais?!

quinta-feira, julho 5th, 2018

xxxxx

https://evolutionnews.org/2018/05/out-of-one-cell-many-tissues-but-how/

Out of One Cell, Many Tissues — But How?

Este e’ um dos maiores misterios da vida, que tantas implicacoes tem nas doencas e no siginificado da nossa existencia neste mundo, mas para entende-lo precisamos imaginar uma analogia. Vamos comparar o que era voce quando tinha um minuto de idade com um hipotetico personagem.

Imagine um rapaz herdeiro de uma fabrica robotizada de automoveis, que nasceu dentro do escritorio da fabrica, e seu pai, o dono, obrigou-o a aprender o trabalho mas nunca o deixou sair do grande escritorio que tem tudo como uma casa, mantendo-o com o pe’ acorrentado a um pilar, e nem mesmo explica que aquilo e’ uma fabrica e que produz automoveis. Quando o rapaz completa 18 anos, o pai leva-o a outro escritorio exatamente tudo igual, o predio da fabrica igual,porem sem robots e maquinas. Mas o herdeiro que nem sabe que automoveis existem, assume a administracao e faz tudo o que viu o pai fazer dentro do escritorio, inclusive quando o pai construiu os robots e as maquinas. Na primeira vez que um detalhe novo, inedito, nunca ocorrido com o pai, acontece, qual atitude do rapaz? Ora, ninguem pode escolher nada, tomar decisao nenhuma, se nao sabe qual o objetivo final. Por exemplo, se alguem por brincadeira vier a noite e trocar uma maquina que faz parafusos por uma que faz macarrao, a linha de producao vai continuar ate o momento que o macarrao nao faz a funcao do parafuso e o proximo passo se roena impossivel. A fabrica toda para e o dono para tambem, sem esbocar qualquer reacao. Se tudo funcionasse como sempre e eternamente, herdeiros depois de herdeiros continuariam a ser administradores de uma fabrica, mas se um minimo detalhe mudar, acaba-se tudo.

Agora voltemos `a realidade e ao grande misterio. Um minuto apos a fecundacao de um ovulo por um espermatozoide surge uma celula, a qual chamamos de a celula ovo, inicial. Esta celula inicial funciona igual aos herdeiros da nossa analogia. Ela vai montar a fabrica, vai nao apenas administra a fabrica para produzir um organismo completo, como toda celula inicial tem que ……..

Mamifero irracional + auto-consciencia: bifurcacao dentro de uma realidade ou fusao de duas realidades separadas?

sexta-feira, abril 27th, 2018

xxxx

Questao para a Matrix/DNA investigar:

Os sistemas biologicos que alcancaram o estagio evolucionario de “mamiferos, irracionais”, e depois o ramo que se desenvolveu como homo sapiens, de repente apresentaram uma bifurcacao no fluxo herdado dos puros instintos animais, uma bifurcacao produzindo um ramo lateral na nova psique que surgiu com o fenomeno da “mistica imaginaria”, a auto-imaginacao gerando imagens, simbolos,lendas, roteiros, de um mundo nao existente e nunca visto ou detectado antes desta bifurcacao. De onde vem esta nova propriedade natural? Aparentemente nao foram ainda localizados nenhuma forssa, elemento material, existente no estado do mundo antes desta bifurcacao que teria sido o mecanismo/processo suporte dessa nova propriedade. Uma ardua questao, um real fenomeno natural a ser investigado. Parece que este fenomeno esta intrinsecamente ligado a outro fenomeno surgido tambem sobre a psique humana que “parece” nao ter vindo do longo fluxo de causas e efeitos naturais iniciado com o Big Bang: a auto-consciencia.

Surge portanto a possibilidade de que – o que estamos pensando ter sido uma bifurcacao vista pela nossa perspectiva humana – pode ter sido o oposto, uma fusao, de duas realidades separadas porem paralelas: a realidade do nosso mundo captavel pelos nossos sentidos e a realidade dessa misteriosa nao captada hipotese de auto-consciencia.

A busca da Matrix/DNA na sua forma de campo áurico sistemico fotonico ou força vital no corpo humano

domingo, maio 7th, 2017

xxxx

A maior causa da grande tragedia humana é a nossa fraqueza tecnológica que nos impede de alcançar as áreas a que chegam nossas conquistas mentais, ou seja, nossas teorias naturalistas. A Natureza nos proíbe o conhecimento a partir de um limite que ela determina através das limitações dos nosso complexo sensorial e aparato tecnológico. Eu vejo sabedoria nisso: mesmo eu, descobrindo forças poderosas na Natureza, não as revelaria a esta humanidade, enquanto ela estiver neste estagio mental infantil e dominada pelos grandes predadores de humanos, os quais sempre se apossam dos poderes científicos e tecnológicos para reforçarem seu domínio escravagista sobre as presas humanas. E talvez alguém ja’ tenha agido assim, alguém que tenha compreendido isto, alguém como Tesla. E talvez alguém como Einstein, Fermi, etc., tenha ha’ muito suspeitado e teorizado as forças destrutivas dentro dos átomos, mas tenha se contido em publicar, só, fazendo-o num caso de extrema urgência quando não havia mais outra alternativa. Se Hitler vencesse, Einstein como judeu teria sua vida e a da humanidade prejudicada. Eu aprendi na própria pele que quando alguém tem seu horizonte mental ampliado pelo esforço na grande busca, ele se torna também responsável consciente pelo estado de vida da humanidade, e recebe com isso a obrigação de zelar por ela.

A cosmovisão da Matrix/DNA nos leva a suspeitar fortemente que o maior segredo da vida esta oculto a nos, porem a um passo de nossas mãos. Não teria outra alternativa logica natural para o processo de como a ultima forma evoluída da evolução universal a 4 bilhões de anos atras – as galaxias – terem se transmitido hereditária e geneticamente para a forma da primeira célula viva – senão através de fótons na função de genes, ou bits-informação. A reunião em qualquer ponto no espaço tempo que reúna certas condições “agriculturáveis”, de todos os fótons vizinhos irradiados por astros de um sistema galáctico torna-se a semente da vida e podem proliferar na forma dos materiais dominantes no tal espaço/tempo. Estes fótons penetram átomos, e dentro de átomos penetram suas partículas – ao menos seus elétrons – e como vírus passam a dominar a maquinaria dos átomos conduzindo-os a novas combinações, recompondo a rede de conexões e reproduzindo as partes do sistema galáctico de onde vieram. Por isso a unidade fundamental de informação do DNA biológico tem a mesma exata configuração e suas partes tem as mesmas funções do sistema galáctico. E esta configuração depois se amplia projetando-se na mesma forma como sistema celular biológico, ou seja, o primeiro ser realmente vivo, completo e funcional. E numa fase posterior essa mesma forma se amplia projetando-se como organismos.

Isto significa que os organismos estejam montados em cima de um mapa, um template, um esquema, que é essa rede de fótons. E quando dos organismos emergiu os cérebros – outra manifestação da mesma formula -, também estes tem suas partes e substancias montadas em cima desta formula. Se pudéssemos “ver”, “sentir”, ou capturar sua imagem e funcionalidade, mesmo que fosse com aparatos tecnológicos, nossos conhecimentos e poder se multiplicaria por mil. Para começar poderíamos eliminar todas as doenças mortais tradicionais e hereditárias. Poderíamos montar sistemas de produção de bens consumíveis libertando totalmente o ser humano dos trabalhos rotineiros escravagistas ( claro, isto se exorcizássemos antes os instintos animalescos da psique da aristocracia dominante hoje). Mas qual a dificuldade nos impedindo de alcançar estes campos fotônicos?

Dias atras, uma fantastica descoberta pelos astrônomos, pode bem servir de analogia para explicar isto. Na varredura que nossos potentes telescópios fazem pelo universo, aparecia uma pequena área totalmente negra, escura, como se ali não existisse nada, o que levou `a suspeita de que estariam vendo uma forte presença da teorizada matéria escura. Grande esforço tecnológico foi feito para reunir todas as lentes e ampliar suas diversas faixas de tomadas de fotos, etc, sobre essa área. Quando as fotos apareceram, uma estranha surpresa: aquela pequena região negra era na verdade como uma janela fechada encobrindo milhares ou milhões de galaxias luminosas!

Isto pode significar que aquelas galaxias estão muito mais distantes das que normalmente aparecem nas lentes, ou seja, são galaxias mais antigas, das origens do universo.

Isto me lembra quando viajando na selva tivemos o carro atolado na lama, desligado,e depois quando conseguimos desatola-lo e liga-lo novamente já na noite escura, eu estava na frente dos faróis e ao se acenderem, o negro tomou conta da minha visão. Luz forte demasiada nos cega, vemos o ilusório negro.

Então, quando hoje tento em meditação, ver o interior do meu cérebro, em regiões cada vez mais microscópicas, o negro toma conta conta da minha ilusória visão. E assim acontece com todos os instrumentos e experiencias cientificas que foram feitas buscando aclarar essa historia narrada por videntes sobre uma possível aura luminosa dentro e fora do corpo humano. Nos teremos que aprimorar nossos instrumentos para que atravessem ou contornem essa mancha escura saindo pelo outro lado, ou por baixo, e ai se nos revelara’ o esplendor da Matrix.

Abriremos uma janela escura para ver e admirar um mundo la’ fora num dia ensolarado…

O campo fotônico não é eletricidade nem magnetismo. Isto esta sendo evidenciado ( não confirmado definitivamente ) pelas buscas de autores relatados no artigo com link abaixo. Dentro da cosmovisão da Matrix/DNA, ela sugere que existe uma forma de luz natural muito forte que nos cega os olhos e nossos instrumentos, que ela é composta de sete partes ou frequências/vibrações diferentes entre si, e isto esta mais ou menos sugerido na nossa figura do espectro eletromagnético neste website. Que possivelmente exista uma luz muito forte como fundo do mundo material também foi narrado pelos meus pesquisados leigos e nativos em estados mentais alterados. Ela sugere que esta onda de luz é “semi-viva”, que foi a primeira forma surgida dentro deste universo de um sistema natural. Que ela é emitida continuamente por uma fonte pulsante e por isso as ondas emitidas se justapõem, e assim a veríamos num plano horizontal, mas se a olhar-mos num plano vertical a veríamos pulsando como espirais na forma como vemos o DNA. E isto, ela sugere, alem de ser o template de todos os sistemas naturais do universo, é a aura humana ainda invisível a nos.

Eu não admito que a possível existência de uma super-consciência cósmica esteja a nos vigiar e nos negue este conhecimento, permitindo continuar esta horrível carnificina na Terra em estado de caos. Eu não admito que uma mente sensível dotada de nossas emoções e com poder total permitisse que seja um animal, quanto mais um ser humano, sendo torturado na cama até a morte por uma doença como o câncer, etc. Não existe justificativa racional para isso, a não ser que tal super-consciência seja insensível ou não esteja ciente do que esteja ocorrendo aqui. A usurpação de tal conhecimento pela classe dominante para usar tal conhecimento apenas em seu beneficio e escravizando ainda mais o resto dos humanos não seria justificativa, pois se me dessem o poder deste conhecimento bastaria me dar junto o poder para consertar este sistema social e eliminar qualquer possibilidade de divisão social e dominação.

Então nos sobra a realidade: a natureza nos esconde um conhecimento seria maligno para nos agora mas ao mesmo tempo seria um grande beneficio no combate ao que nos tortura agora. Conclusão: não existe inteligencia conduzindo o desenvolvimento do nosso conhecimento, o que existe é o simples desenvolvimento da evolução, cada conhecimento ocorre naturalmente `a medida que o cérebro se aprimora e se torna devidamente aparelhado para apresentar tal conhecimento.

O meu maior lamento hoje é não ter as condições necessárias para montar meu laboratorio, como comecei a montar um na selva amazônica, oculto da civilização, justamente porque se eu descobrisse algo para aumentar o poder da humanidade eu não o entregaria `as águias de rapina. O meu foco central seriam muitos, como as buscas para elucidar o sistema oculto no cérebro humano, nas células, e focalizaria principalmente as energias radiadas pelo sol e núcleo terrestre em busca dos tais fótons e suas redes de conexões.

Enquanto o laboratorio permanecer apenas nos sonhos que serão sonhados enquanto eu estiver vivo, vou tentando ampliar as teorias, e por isso tenho que conhecer tudo o que outros autores que andaram resvalando no grande segredo, descobriram ou ao menos teorizaram. O artigo com link abaixo, do Dr. Buryl Payne, é um bom começo, já que e’ um autor que tem apresentado inventos práticos, com a mente bem firme no solo, e parece fornecer uma boa relacao de outros pesquisadores. Quando o Dr Payne diz que a substancia do “biofield” não parece ser nem energia nem magnetismo e sim algo ainda desconhecido ele bate com a nossa cosmovisão que sugere ser a substancia de luz primordial:

The Discovery of Biofield

A Different Type of magnetism?

http://www.buryl.com/biofield.htm

 

Duas diferentes cosmovisões debatem: Quais as diferenças entre o computador hardware/software e o humano corpo/mente?

quinta-feira, abril 6th, 2017

xxxxx

Minha questao postada no Quora e acompanhamento do debate:

https://www.quora.com/Whats-the-difference-between-computer-software-hardware-and-human-body-mind

What’s the difference between computer software/hardware and human body/mind?

Jonathan DayJonathan Day, 4/6/2017
Ultimately, none.

Alan Turing created an imaginary computer, the Turing Machine, that could perform a few basic functions, moving around a tape or set of tapes. He proved that all systems based on logic MUST be equivalent or inferior to a Turing Machine. No exceptions.

We now know that there are no quantum effects in the brain and that the sorts of quantum effects that you could get in regular cells can all be reduced to systems based on logic.

A human being, therefore, is a highly complex machine (the brain has 85 billion neurons and a neuron can have up to 3,000 synapses, so you’re dealing with 255 trillion connections that can amplify/suppress signals – we’re getting into serious numbers here). A machine so complex that attempting to reproduce it with modern technology would result in a computer around ten blocks square and two or three storeys high.

So, human brains are smaller for now. That’s kinda cheating because it’s not an intrinsic difference, merely a technological one.

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – 4/6/2017

Very helpful, Jonathan. Thanks. But… I think that with yours world view we will not make progress towards quantum computation and knowledge of human mind and consciousness. Yours perspective is totally mechanistic, based on Physics and Math, as the modern scholar mindset. Maybe you are right, but is is not what my personal research and world view is suggesting.

First of all, Turing did not know what a natural system is. So he did not know the logic running in these systems. If you are interested go to my website to see the formula for all natural systems.

Second there is no quantum effects in the human mind as software because quantum effects are related to an inferior level of organization of matter: it fills the boundary between Newtonian mechanics and biological organization, the frontier between the hard and bone skeleton _ studied by the fields of Physics and Math – and the beginning of the soft meat ( where begins biological organization. The human psyche organization is a superior level).

Third, we can not build a computer reproducing the human brain with this actual technology, neither hundred blocks square: complexity has a limit at any evolutionary lineage. When reaching that limit, occurs an evolutionary jump, a transformation. As happened to human brain, the jump to consciousness. It means that we need to proceed a transformation of our actual technology. Not based on binary digits and so, based on seven variables, like the DNA code. By the way, I think it is good talking between different world views. Thanks.

 

Sistema Imunológico: Como a Natureza o Inseriu nos Sistemas Biológicos?

sexta-feira, março 17th, 2017

xxxxx

Vídeo da batalha entre vírus e anticorpos. Mas antes de assistir…

A humanidade esta’ pagando um preço muito caro por ainda não ter entendido a Natureza. Milhões, bilhões de humanos continuam sendo barbaramente torturados por doenças absurdas sem que a nossa Ciência nada consiga fazer para salva-los. Mas a Ciência não tem culpa disso, ela oferece a visão e os instrumentos suficientes para esse entendimento da Natureza. A culpa esta sendo dos humanos, cuja racionalismo esta empacado pela mistica. Soma-se `a esta imaginação infantil criadora de fantasias que impede a humanidade sair de sua infância e entrar na fase adulta, os interesses mesquinhos materiais e a arrogância dos humanos que se apoderaram da Ciência. A Natureza se abre como um livro para o estudante humilde e bem intencionado, mas para entende-la é preciso uma razão muito naturalista e concentrada no esforço de aprender com admiração, pois nas suas profundezas a Natureza universal, que produziu átomos, galaxias, elefantes e humanos, é muito, mas muito complexa…

Um exemplo é a moda cientifica atual de procurar e delegar as doenças a genes, um pequeno amontoado de átomos. genes teriam propósitos, como o de dirigir organismos complexos a se reproduzirem, sendo que genes não possuem o menor resquício sequer de algum principio de sistema nervos, quanto mais inteligência para ter propósitos para o futuro…Assim nunca vão erradicar as doenças mortais que a milênios estão ai’, torturando e matando humanos. Enquanto isso, esta’ visível que os genes pertencem a um sistema – o DNA – e que agem por comandos deste sistema. Mas a inteligencia humana se desviou do foco em sistemas naturais a seculos, e sem conhecer algo de sistemas naturais não se vai nunca descobrir a causa destas doenças.

Temos aqui outro exemplo, um vídeo tecnicamente muito bem feito, porem, revelando um conhecimento superficial que jamais resolvera’ o mal que ele relata.

Não faça como todo mundo, tal como se estivessem assistindo uma batalha mas sem saber quais países estão guerreando, quais armas e meios de comunicação estão sendo aplicados, sem conhecer os generais e presidentes dos países, porque estão guerreando, etc… No final, você viu uma batalha, viu o território onde foi realizada, mas saiu sem saber mais nada. E você ouviu um narrador contando a batalha, sem explicar nada.

Lembre-se que células e vírus nem sistema nervoso possuem, quanto mais um cérebro, o qual seria necessário para explicar as operações complexas nesta batalha. No filme, uma simples célula, sai de um rio de sangue, sobre nas margens, atravessa um longo território, passa por milhares de outras células, e vai diretamente sobre uma célula, adentra-a e la dentro encontra o que saiu a buscar: vírus. Ora, nem macacos com cérebros conseguiriam fazer isso, talvez nem humanos sem aparelhos técnicos. Mas para ela se decidir a sair do rio, recebeu antes a visita de uma outra célula que lhe trouxe uma ordem de comando para fazer aquilo. Ora, células não poderiam se comunicarem desta maneira.

Então qual a causa desta batalha que se torna tao complexa apenas imitada por humanos inteligentes? A resposta é simples, porem desconhecida de todos os envolvidos nestas observações. Acontece que cada célula possui átomos e estes, elétrons. Estes elétrons são invadidos por partículas de luz, chamadas fótons, como estas que vem do sol. Estes fótons vieram de um sistema completo e funcional, muito simples (abaixo mostrarei a face deste sistema). O sistema de onde vieram foi fragmentado em seus bits-informação, registrados nestes fótons, cada fóton é uma informação que continua ativa, e quando se encontram em qualquer outro lugar, tendem a se enfileirarem numa sequencia ordenada que é a mesma sequencia de posições que estavam no sistema desfeito. E assim tentam reconstruir materialmente o hardware, a arquitetura física, do sistema de onde vieram. Se o sistema reconstruído é uma célula, ela vai contem uma rede de network formada por estes fótons dentro dos elétrons de suas organelas e demais substancias. Depois de construírem as células, estes fótons usam-nas para construir organismos, pois buscam repetir a incrível perfeição do sistema de onde vieram.

Você vai assistir uma batalha dentro de um organismo, entre células e vírus. Os vírus também não sabem o que fazem, eles jamais teriam a capacidade para sair de um meio formado de células para entrarem num rio de sangue e irem pescar diretamente apenas um tipo único exclusivo de peixe, chamado de célula CD4.

Tanto células como vírus estão aqui movendo-se sob o comando de uma entidade de um sistema, na forma de uma maquina quase perfeita. Cada tipo de célula ou vírus representa uma peça dessa maquina, e peças funcionam sem intenções, percepções, inteligencia. Elas não se movem por si mesmas, são movidas pela engrenagem, e determinadas a fazerem um tipo de movimento. Depois do vídeo vou apresentar o sistema de onde vieram as informações que compõem o quadro onde se realiza a batalha. Você vera que neste sistema, e a bilhões de anos atras, muito antes das origens de células e vírus, a peça representada pelos vírus são movidas de uma posição e dirigidas para um único local exato. Então a célula alvo dos vírus, representa naquele sistema, a peça que esta naquele local naquele momento.

Apenas conhecendo-se a formula dos sistemas naturais, a formação de sua identidade e capacidade de controle do todo interno, mais seu aspecto hardware/software, realmente se entende e conhece este processo complexo. A unica outra alternativa racional seria a de uma montagem inteligente, porem, tendo-se conhecimento da formula não se necessita desta alternativa… a não ser que a formula – que surgiu no meio desta Natureza impressa em ondas de luz desde o Big Bang – tenha sido criada com inteligencia alem deste Universo.

Bem, aqui esta a “alma” do sistema que criou vírus, células e organismos.

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Já foi detectado que os vírus são os representantes biológicos da função 5, ou F5. Produzidos em F4, se dirigem a F1. Então a célula alvo na corrente sanguínea esta’ representando F1. Os vários tipos de células que formam o sistema de defesa são peças formadas na sequencia desta formula pelo processo do ciclo vital. Então temos que identificar qual é F2, F3, e assim por diante. Quando o vídeo diz que a célula tal se dirige a outra célula tal e lhe passa uma informação é preciso entender que são representantes de duas funções vizinhas no circuito da formula. Uma célula, digamos, F2, se dirige apenas a F3, sem possibilidades de errar, pelo mesmo motivo que o ciclo vital faz com que a forma criança de um humano se dirija a forma de adolescente e esta a forma de adulto, pois não teria como um adolescente errar e ir para outra forma senão a de adulto.

Uma questão ainda não respondida pela Matrix/DNA. O nosso ancestral sistema astronomico, na sua forma de sistema fechado, não realizava qualquer troca com o mundo externo, portanto, devia ter um mecanismo impedindo invasores. Mas provavelmente se tratava apenas de um campo magnético, assim como o planeta Terra se defende. Existiria outro mais eficaz?

Porque senão existia, o sistema de imunidade biológica foi um salto demasiado grande na evolução… não vejo a base solida para dar esse salto. E como não vejo uma função sistêmica capaz de exercer esta função de defesa, suspeito que isto seja produto da entidade do sistema.

Observando o vídeo:

  1. A corrente sanguínea imita o circuito esférico da formula para sistemas. Enquanto no circuito trafega energia e fótons na forma de informação, na corrente sanguínea trafegam muitos elementos, como nutrientes, células, etc.
  2. A entrada de vírus na corrente seria como a entrada de meteoritos ou qualquer outro invasor dentro do circuito astronomico. Desde que o circuito é um corpo rolando no espaço/tempo, estes invasores também no sistema astronomico adentram o corpo do sistema.
  3. Porque os vírus atacam o Linfócito CD4 (pesquisar), e não os outros elementos? Porque atacam diretamente os policias, os soldados do organismo? O que os informa, ou como eles sabem que são os soldados e não os civis, os primeiros a serem eliminados? Porque vírus e linfócitos são opostos entre si? Ou seria uma relacao predador/presa? Tera’ o linfócito, e apenas ele, um tipo de nutriente preferido pelos vírus? ( Ver a composição atômica e molecular dos dois).
  4. Com a morte dos linfócitos, macrófagos são atraídos pelos vírus. O que produz os macrófagos e como sabem que tem vírus? Pesquisar ou rememorar o que são macrófagos. Morreu a infantaria, agora vem a policia montada.
  5. Macrófagos passam uma informação aos linfócitos CD4, os quais se ativam. Ora isto é uma network! Coisa da entidade do sistema. Mas o que significa passar informação e o que significa ficar ativado, a nível molecular?
  6. Linfócito CD4 informa linfócito B e CD8 para ficarem ativados… ( eles não possuem radio ou telefone, tem que ter mensageiro levando as mensagens em mãos). Isto esta’ parecendo mais uma repetição do ciclo vital. Seriam as varias formas de linfócitos produzidas na sequencia do ciclo vital?
  7. Linfócitos CD8 saem da circulação sanguínea… Sera’ que vão combater os vírus no local que entram para invadir?
  8. Hummm… vão para as células infectadas pelos vírus. Apenas quando os vírus entraram na corrente sanguínea alertaram o sistema de defesa. Quer dizer que este Sistema não capta quando as células são invadidas?
  9. Os CD8 matam as células infectadas com vírus! Bons médicos…
  10. Linfócito B vai ao gânglio para produzir anticorpos… O que são gânglios? Como eles se encaixam na formula da Matrix/DNA? Como esse linfócito sabe que tem de ir la? E os linfócitos já não são, em si mesmos, anticorpos?
  11. Linfócito B sai dos gânglios carregado de anticorpos… e volta para a corrente sanguínea. Hummm… fazendo o papel de RNA-mensageiro e RNA-transportador?
  12. Então foram ativados dois tipos de linfócitos: um tipo para matar as células infectadas, e outro para produzir anticorpos e atacarem os virus dentro da corrente sanguínea… Mas os anticorpos não matam os virus, apenas os cercam, neutralizando-os. Entao vem os macrofagos que comem os virus na corrente. FIM

Raios! O que significa “inteligencia”? Senão um método complexo de apresentar resultados? E não acabamos de assistir um método complexo apresentando resultados? Eximias estrategias militares. Qual a diferença entre o método destas pequenas criaturas e o método dos humanos? Então existe inteligencia no mundo microcósmico? E antes das origens do homem?  Seriam estas pequenas criaturas, células, vírus, inteligentes?

Tem algo desconhecido ai’. Tem uma inteligencia dentro deste meio ou atuando neste meio desde fora. Se estiver dentro do meio, significa que a Natureza é e sempre foi inteligente, mesmo antes das origens do homem. Então… o que é “Natureza”? Mas se tiver fora… Seria a tao sugerida face software que a Matrix/DNA esta’ sugerindo existir em todo hardware-sistema? Tambem natural, porem imperceptível aos nossos sentidos?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Pesquisa: (ver linfócitos,macrófitos,gânglios)

  1. Linfocito CD4:

 

Linfócito é um tipo de leucócito (glóbulo branco) presente no sangue. São produzidos pela medula óssea vermelha, através das células-tronco linfoides…

Obs: Bem,… então antes temos que ver o que é leucócito.

Os leucócitos, também conhecidos por glóbulos brancos, são um grupo de células diferenciadas a partir de células-tronco pluripotenciais oriundas da medula óssea e presentes no sangue.

Obs 1: medula óssea, base da produção do sistema imunológico, seria o campo do campo magnético?

Obs 2: as células troncos não devem serem diferenciadas, seriam as primeiras células formadas na fecundação. A partir delas começa a diferenciação celular mas veja no quadro seguinte algo bem interessante:

xxxx

Obs: As primeiras células não são diferenciadas entre si, portanto iguais – e que devem formar a morula – se diferenciam em apenas dois tipos de células, as quais são ainda indiferenciadas. Um tipo, a mieloide, é que vai se desdobrar nas muitas células diferenciadas que vão compor a estrutura sistêmica e funcional do organismo. Mas o outro tipo é o grande mistério. Ele parece surgir como um ramo lateral vindo de algo estranho `a estrutura. E’ a célula indiferenciada linfoide. A partir dela vai surgir vários tipos de células diferenciadas, mas todas tem como unica função a defesa do sistema. Isto parece uma nova invenção no Universo, o mecanismo de auto-defesa ( porem a Matrix diz que isto não pode acontecer, este Universo não pode produzir nova informação do nada). A não ser que…

Isto me lembra o planeta Terra. Ele foi formado por material visível – poeira gazes – formando uma mistura indiferenciada e esta vai produzir a estrutura do planeta, vai se diferenciar em rochas, água, etc. Afora isso, e depois de estruturado surge um segundo elemento, invisivel, que parece vir de fora da linhagem hereditaria solida dos astros: o campo magnetico. E este exerce a funcao de defesa do planeta.

Isto sugere que … A CELULA TRONCO TENHA UM CAMPO MAGNETICO…!!!

Ou uma substancia biologica que imite ou represente os campos magneticos?

Não gosto disso. Parece que estou descambando para a metafisica. Mas busco a verdade, esta esta’ com o Universo, e o Universo esta’ pouco se lixando para o que eu gosto ou não…

Bem,… em varias outras situações a formula tem sugerido que todos os sistemas naturais tem como contrapartida um campo magnético, inclusive sistemas vivos. O qual – e aqui avançando muito na especulação – poderia ser a “identidade do sistema”.

Devo continuar este estudo. Parei na Wikipedia vendo leucócitos e linfócitos… 

O Coração da Galáxia se Reproduziu como o Coração Humano!

domingo, dezembro 11th, 2016

xxxx

#Sístole #Diástole

Vendo esta imagem, alguem postou:

Hilda Assumpçao: Fantástica a obra de Deus!!

E eu respondi:

Louis Charles Morelli – 12/11/2016

Se for obra de Deus ele fez um programa computacional antes do Universo prevendo acontecer isso 13,8 bilhões de anos depois. Porque estes movimentos e esta arquitetura inteira já existe e funcionando igual no céu a bilhões de anos: o núcleo pulsátil das galáxias. Esta e’ a atual forma biológica evolucionária vinda daquele ancestral astronomico. As quais, de fato, fizeram nos, sob plano divino ou não…

Obs: a diferença e’ que, na galaxia, ou mais exatamente no núcleo desta galaxia, não existe mais uma arquitetura pulsantes assim. Este ” pulsar” consta nos building blocks das galaxias, e refere-se ao ritmo em que o sistema “morre” e “renasce” continuamente. Então a pulsação astronômica seria mais um pulso de luz, que se acende e se apaga intermitentemente.

A maior utilidade desta figura e minha teoria e’ que observando a figura, – ou seja, o mecanismo funcionando aqui e agora – podemos calcular como e’ os movimentos da força centrípeta e centrifuga no sistema galáctico. Notar que quando o “bicho” abre sua bocarra, ele abre também o olho esquerdo, e quando a fecha, ele fecha o esquerdo e abre o direito. Na formula dos building blocks isto significaria que quando inicia a força centrifuga se expressa a face esquerda e quando atua a forca centrípeta, apenas a face direita se expressa. E isto e’ profundo… Veja estas figuras e tente ver o mecanismo O coração esta no lugar de F1):

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

 

Origem e Evolução dos Órgãos Sensoriais

quarta-feira, novembro 23rd, 2016

xxxx

Sea nettles.jpg

Medusas Cnidarias – Primeiro sensor?

De onde a Natureza tirou a ideia de criar órgãos sensoriais em certos corpos para perceberem o mundo a sua volta?! Talvez a pergunta esteja mal formulada. Como e porque num corpo natural – e pela primeira vez nos 13,8 bilhões de anos do Universo – a Natureza se moveu na direcao de fazer este corpo perceber o mundo a sua volta?! Quais forças e elementos naturais abriram este caminho, e porque?

As outras formas de vida alienígenas, que tipos de sensores terão? Os nossos sensores vão evoluir? Por exemplo, a visão, evoluirá para enxergar as outras faixas do espectro eletromagnético? Nos desenvolveremos outros sensores ainda nem sequer imaginados?

Como sera para sempre proibido ter certeza do que ocorreu exatamente nos primórdios dos órgãos sensoriais ( a não ser que exista um espelho do tempo onde esteja filmada toda a historia passada), todo mundo terá apenas teoria. E talvez uma destas teorias acerte exatamente com as respostas.

Na minha teoria cosmovisionária – a Teoria da Matrix/DNA – os órgãos sensoriais “biológicos” se explica a partir da intuição de que o que criou os sistemas biológicos foram os sistemas astronômicos. E os criou por um processo primitivo similar ao processo genético biológico. Ou seja – sistemas biológicos são meras evoluções dos sistemas astronômicos.

O estado de sistema em que estava este sistema galáctico denominado Via Láctea era o de sistema fechado em si mesmo, oposto ao sistema aberto. Ao menos e’ isso que se conclui ao se observar o meu modelo cosmológico. E um sistema fechado em si mesmo jamais vai criar órgãos sensoriais voltados ao exterior, pois ele se encontra isolado do mundo externo e não teria qualquer motivo para realizar o esforço dessa criacao.

Porem, a cria dos sistemas astronômicos na superfície terrestres sofreram uma mutação devido ao aparecimento do estado liquido da matéria, e esta mutação os fez como sistemas abertos. E os sistemas abertos dependem mortalmente das interações com o mundo externo para sobreviver. Então os órgãos sensoriais biológicos foram criados aqui, pela matéria orgânica e seus sistemas. Porem, como a natureza nunca pode criar informação do nada, deduz-se que os órgãos sensoriais biológicos foi mais uma evolução mutada de sensores existentes nos sistemas ancestrais – astronômicos e atômicos. Teremos que incluir na pauta de nossas pesquisas a busca do que eram e como estavam estes ancestrais dos sensores biológicos nos sistemas não-biológicos. Por exemplo, se uma partícula interage com outra a distancia, ou mesmo uma estrela se conecta a um planeta, e’ porque possuem sensores para perceberem o que alem delas, mesmo que não tenham consciência que o percebem.

Alem de suscitar uma grande indagação filosófica existencial, o conhecimento total da historia das origens no Big Bang e sua evolução ate chegar aos nossos sensores atuais – e nos que ficaram perdidos em outras especies inferiores – nos devera ajudar sobremaneira a desenvolver nossa tecnologia.

Portanto, abre-se mais este capitulo de pesquisa. Iniciaremos por registrar um paper cientifico para posterior leitura, tradução, e pesquisa:

Evolution of sensory structures in basal metazoa

http://icb.oxfordjournals.org/content/47/5/712.full

Abstract

Cnidaria have traditionally been viewed as the most basal animals with complex, organ-like multicellular structures dedicated to sensory perception. However, sponges also have a surprising range of the genes required for sensory and neural functions in Bilateria.

Family tree of Cnidaria and the origins of animals ( ver melhor em https://en.wikipedia.org/wiki/Cnidaria:

Metazoa
Glass sponges
Demosponges
Calcareous sponges
Eumetazoa
Ctenophora (comb jellies)
Planulozoa
Cnidaria
Anthozoa
(sea anemones and corals)
Medusozoa
Hydrozoa
(Hydra, siphonophores, etc.)
Cubozoa
(box jellies)
Staurozoa
Scyphozoa
(jellyfish, excluding
Staurozoa)
Placozoa
Bilateria
Myxozoa
Other Bilateria
(more complex)