Archive for the ‘Corpo Humano Sistema’ Category

Sistema Imunológico: Como a Natureza o Inseriu nos Sistemas Biológicos?

sexta-feira, março 17th, 2017

xxxxx

Vídeo da batalha entre vírus e anticorpos. Mas antes de assistir…

A humanidade esta’ pagando um preço muito caro por ainda não ter entendido a Natureza. Milhões, bilhões de humanos continuam sendo barbaramente torturados por doenças absurdas sem que a nossa Ciência nada consiga fazer para salva-los. Mas a Ciência não tem culpa disso, ela oferece a visão e os instrumentos suficientes para esse entendimento da Natureza. A culpa esta sendo dos humanos, cuja racionalismo esta empacado pela mistica. Soma-se `a esta imaginação infantil criadora de fantasias que impede a humanidade sair de sua infância e entrar na fase adulta, os interesses mesquinhos materiais e a arrogância dos humanos que se apoderaram da Ciência. A Natureza se abre como um livro para o estudante humilde e bem intencionado, mas para entende-la é preciso uma razão muito naturalista e concentrada no esforço de aprender com admiração, pois nas suas profundezas a Natureza universal, que produziu átomos, galaxias, elefantes e humanos, é muito, mas muito complexa…

Um exemplo é a moda cientifica atual de procurar e delegar as doenças a genes, um pequeno amontoado de átomos. genes teriam propósitos, como o de dirigir organismos complexos a se reproduzirem, sendo que genes não possuem o menor resquício sequer de algum principio de sistema nervos, quanto mais inteligência para ter propósitos para o futuro…Assim nunca vão erradicar as doenças mortais que a milênios estão ai’, torturando e matando humanos. Enquanto isso, esta’ visível que os genes pertencem a um sistema – o DNA – e que agem por comandos deste sistema. Mas a inteligencia humana se desviou do foco em sistemas naturais a seculos, e sem conhecer algo de sistemas naturais não se vai nunca descobrir a causa destas doenças.

Temos aqui outro exemplo, um vídeo tecnicamente muito bem feito, porem, revelando um conhecimento superficial que jamais resolvera’ o mal que ele relata.

Não faça como todo mundo, tal como se estivessem assistindo uma batalha mas sem saber quais países estão guerreando, quais armas e meios de comunicação estão sendo aplicados, sem conhecer os generais e presidentes dos países, porque estão guerreando, etc… No final, você viu uma batalha, viu o território onde foi realizada, mas saiu sem saber mais nada. E você ouviu um narrador contando a batalha, sem explicar nada.

Lembre-se que células e vírus nem sistema nervoso possuem, quanto mais um cérebro, o qual seria necessário para explicar as operações complexas nesta batalha. No filme, uma simples célula, sai de um rio de sangue, sobre nas margens, atravessa um longo território, passa por milhares de outras células, e vai diretamente sobre uma célula, adentra-a e la dentro encontra o que saiu a buscar: vírus. Ora, nem macacos com cérebros conseguiriam fazer isso, talvez nem humanos sem aparelhos técnicos. Mas para ela se decidir a sair do rio, recebeu antes a visita de uma outra célula que lhe trouxe uma ordem de comando para fazer aquilo. Ora, células não poderiam se comunicarem desta maneira.

Então qual a causa desta batalha que se torna tao complexa apenas imitada por humanos inteligentes? A resposta é simples, porem desconhecida de todos os envolvidos nestas observações. Acontece que cada célula possui átomos e estes, elétrons. Estes elétrons são invadidos por partículas de luz, chamadas fótons, como estas que vem do sol. Estes fótons vieram de um sistema completo e funcional, muito simples (abaixo mostrarei a face deste sistema). O sistema de onde vieram foi fragmentado em seus bits-informação, registrados nestes fótons, cada fóton é uma informação que continua ativa, e quando se encontram em qualquer outro lugar, tendem a se enfileirarem numa sequencia ordenada que é a mesma sequencia de posições que estavam no sistema desfeito. E assim tentam reconstruir materialmente o hardware, a arquitetura física, do sistema de onde vieram. Se o sistema reconstruído é uma célula, ela vai contem uma rede de network formada por estes fótons dentro dos elétrons de suas organelas e demais substancias. Depois de construírem as células, estes fótons usam-nas para construir organismos, pois buscam repetir a incrível perfeição do sistema de onde vieram.

Você vai assistir uma batalha dentro de um organismo, entre células e vírus. Os vírus também não sabem o que fazem, eles jamais teriam a capacidade para sair de um meio formado de células para entrarem num rio de sangue e irem pescar diretamente apenas um tipo único exclusivo de peixe, chamado de célula CD4.

Tanto células como vírus estão aqui movendo-se sob o comando de uma entidade de um sistema, na forma de uma maquina quase perfeita. Cada tipo de célula ou vírus representa uma peça dessa maquina, e peças funcionam sem intenções, percepções, inteligencia. Elas não se movem por si mesmas, são movidas pela engrenagem, e determinadas a fazerem um tipo de movimento. Depois do vídeo vou apresentar o sistema de onde vieram as informações que compõem o quadro onde se realiza a batalha. Você vera que neste sistema, e a bilhões de anos atras, muito antes das origens de células e vírus, a peça representada pelos vírus são movidas de uma posição e dirigidas para um único local exato. Então a célula alvo dos vírus, representa naquele sistema, a peça que esta naquele local naquele momento.

Apenas conhecendo-se a formula dos sistemas naturais, a formação de sua identidade e capacidade de controle do todo interno, mais seu aspecto hardware/software, realmente se entende e conhece este processo complexo. A unica outra alternativa racional seria a de uma montagem inteligente, porem, tendo-se conhecimento da formula não se necessita desta alternativa… a não ser que a formula – que surgiu no meio desta Natureza impressa em ondas de luz desde o Big Bang – tenha sido criada com inteligencia alem deste Universo.

Bem, aqui esta a “alma” do sistema que criou vírus, células e organismos.

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Já foi detectado que os vírus são os representantes biológicos da função 5, ou F5. Produzidos em F4, se dirigem a F1. Então a célula alvo na corrente sanguínea esta’ representando F1. Os vários tipos de células que formam o sistema de defesa são peças formadas na sequencia desta formula pelo processo do ciclo vital. Então temos que identificar qual é F2, F3, e assim por diante. Quando o vídeo diz que a célula tal se dirige a outra célula tal e lhe passa uma informação é preciso entender que são representantes de duas funções vizinhas no circuito da formula. Uma célula, digamos, F2, se dirige apenas a F3, sem possibilidades de errar, pelo mesmo motivo que o ciclo vital faz com que a forma criança de um humano se dirija a forma de adolescente e esta a forma de adulto, pois não teria como um adolescente errar e ir para outra forma senão a de adulto.

Uma questão ainda não respondida pela Matrix/DNA. O nosso ancestral sistema astronomico, na sua forma de sistema fechado, não realizava qualquer troca com o mundo externo, portanto, devia ter um mecanismo impedindo invasores. Mas provavelmente se tratava apenas de um campo magnético, assim como o planeta Terra se defende. Existiria outro mais eficaz?

Porque senão existia, o sistema de imunidade biológica foi um salto demasiado grande na evolução… não vejo a base solida para dar esse salto. E como não vejo uma função sistêmica capaz de exercer esta função de defesa, suspeito que isto seja produto da entidade do sistema.

Observando o vídeo:

  1. A corrente sanguínea imita o circuito esférico da formula para sistemas. Enquanto no circuito trafega energia e fótons na forma de informação, na corrente sanguínea trafegam muitos elementos, como nutrientes, células, etc.
  2. A entrada de vírus na corrente seria como a entrada de meteoritos ou qualquer outro invasor dentro do circuito astronomico. Desde que o circuito é um corpo rolando no espaço/tempo, estes invasores também no sistema astronomico adentram o corpo do sistema.
  3. Porque os vírus atacam o Linfócito CD4 (pesquisar), e não os outros elementos? Porque atacam diretamente os policias, os soldados do organismo? O que os informa, ou como eles sabem que são os soldados e não os civis, os primeiros a serem eliminados? Porque vírus e linfócitos são opostos entre si? Ou seria uma relacao predador/presa? Tera’ o linfócito, e apenas ele, um tipo de nutriente preferido pelos vírus? ( Ver a composição atômica e molecular dos dois).
  4. Com a morte dos linfócitos, macrófagos são atraídos pelos vírus. O que produz os macrófagos e como sabem que tem vírus? Pesquisar ou rememorar o que são macrófagos. Morreu a infantaria, agora vem a policia montada.
  5. Macrófagos passam uma informação aos linfócitos CD4, os quais se ativam. Ora isto é uma network! Coisa da entidade do sistema. Mas o que significa passar informação e o que significa ficar ativado, a nível molecular?
  6. Linfócito CD4 informa linfócito B e CD8 para ficarem ativados… ( eles não possuem radio ou telefone, tem que ter mensageiro levando as mensagens em mãos). Isto esta’ parecendo mais uma repetição do ciclo vital. Seriam as varias formas de linfócitos produzidas na sequencia do ciclo vital?
  7. Linfócitos CD8 saem da circulação sanguínea… Sera’ que vão combater os vírus no local que entram para invadir?
  8. Hummm… vão para as células infectadas pelos vírus. Apenas quando os vírus entraram na corrente sanguínea alertaram o sistema de defesa. Quer dizer que este Sistema não capta quando as células são invadidas?
  9. Os CD8 matam as células infectadas com vírus! Bons médicos…
  10. Linfócito B vai ao gânglio para produzir anticorpos… O que são gânglios? Como eles se encaixam na formula da Matrix/DNA? Como esse linfócito sabe que tem de ir la? E os linfócitos já não são, em si mesmos, anticorpos?
  11. Linfócito B sai dos gânglios carregado de anticorpos… e volta para a corrente sanguínea. Hummm… fazendo o papel de RNA-mensageiro e RNA-transportador?
  12. Então foram ativados dois tipos de linfócitos: um tipo para matar as células infectadas, e outro para produzir anticorpos e atacarem os virus dentro da corrente sanguínea… Mas os anticorpos não matam os virus, apenas os cercam, neutralizando-os. Entao vem os macrofagos que comem os virus na corrente. FIM

Raios! O que significa “inteligencia”? Senão um método complexo de apresentar resultados? E não acabamos de assistir um método complexo apresentando resultados? Eximias estrategias militares. Qual a diferença entre o método destas pequenas criaturas e o método dos humanos? Então existe inteligencia no mundo microcósmico? E antes das origens do homem?  Seriam estas pequenas criaturas, células, vírus, inteligentes?

Tem algo desconhecido ai’. Tem uma inteligencia dentro deste meio ou atuando neste meio desde fora. Se estiver dentro do meio, significa que a Natureza é e sempre foi inteligente, mesmo antes das origens do homem. Então… o que é “Natureza”? Mas se tiver fora… Seria a tao sugerida face software que a Matrix/DNA esta’ sugerindo existir em todo hardware-sistema? Tambem natural, porem imperceptível aos nossos sentidos?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Pesquisa: (ver linfócitos,macrófitos,gânglios)

  1. Linfocito CD4:

 

Linfócito é um tipo de leucócito (glóbulo branco) presente no sangue. São produzidos pela medula óssea vermelha, através das células-tronco linfoides…

Obs: Bem,… então antes temos que ver o que é leucócito.

Os leucócitos, também conhecidos por glóbulos brancos, são um grupo de células diferenciadas a partir de células-tronco pluripotenciais oriundas da medula óssea e presentes no sangue.

Obs 1: medula óssea, base da produção do sistema imunológico, seria o campo do campo magnético?

Obs 2: as células troncos não devem serem diferenciadas, seriam as primeiras células formadas na fecundação. A partir delas começa a diferenciação celular mas veja no quadro seguinte algo bem interessante:

xxxx

Obs: As primeiras células não são diferenciadas entre si, portanto iguais – e que devem formar a morula – se diferenciam em apenas dois tipos de células, as quais são ainda indiferenciadas. Um tipo, a mieloide, é que vai se desdobrar nas muitas células diferenciadas que vão compor a estrutura sistêmica e funcional do organismo. Mas o outro tipo é o grande mistério. Ele parece surgir como um ramo lateral vindo de algo estranho `a estrutura. E’ a célula indiferenciada linfoide. A partir dela vai surgir vários tipos de células diferenciadas, mas todas tem como unica função a defesa do sistema. Isto parece uma nova invenção no Universo, o mecanismo de auto-defesa ( porem a Matrix diz que isto não pode acontecer, este Universo não pode produzir nova informação do nada). A não ser que…

Isto me lembra o planeta Terra. Ele foi formado por material visível – poeira gazes – formando uma mistura indiferenciada e esta vai produzir a estrutura do planeta, vai se diferenciar em rochas, água, etc. Afora isso, e depois de estruturado surge um segundo elemento, invisivel, que parece vir de fora da linhagem hereditaria solida dos astros: o campo magnetico. E este exerce a funcao de defesa do planeta.

Isto sugere que … A CELULA TRONCO TENHA UM CAMPO MAGNETICO…!!!

Ou uma substancia biologica que imite ou represente os campos magneticos?

Não gosto disso. Parece que estou descambando para a metafisica. Mas busco a verdade, esta esta’ com o Universo, e o Universo esta’ pouco se lixando para o que eu gosto ou não…

Bem,… em varias outras situações a formula tem sugerido que todos os sistemas naturais tem como contrapartida um campo magnético, inclusive sistemas vivos. O qual – e aqui avançando muito na especulação – poderia ser a “identidade do sistema”.

Devo continuar este estudo. Parei na Wikipedia vendo leucócitos e linfócitos… 

O Coração da Galáxia se Reproduziu como o Coração Humano!

domingo, dezembro 11th, 2016

xxxx

#Sístole #Diástole

Vendo esta imagem, alguem postou:

Hilda Assumpçao: Fantástica a obra de Deus!!

E eu respondi:

Louis Charles Morelli – 12/11/2016

Se for obra de Deus ele fez um programa computacional antes do Universo prevendo acontecer isso 13,8 bilhões de anos depois. Porque estes movimentos e esta arquitetura inteira já existe e funcionando igual no céu a bilhões de anos: o núcleo pulsátil das galáxias. Esta e’ a atual forma biológica evolucionária vinda daquele ancestral astronomico. As quais, de fato, fizeram nos, sob plano divino ou não…

Obs: a diferença e’ que, na galaxia, ou mais exatamente no núcleo desta galaxia, não existe mais uma arquitetura pulsantes assim. Este ” pulsar” consta nos building blocks das galaxias, e refere-se ao ritmo em que o sistema “morre” e “renasce” continuamente. Então a pulsação astronômica seria mais um pulso de luz, que se acende e se apaga intermitentemente.

A maior utilidade desta figura e minha teoria e’ que observando a figura, – ou seja, o mecanismo funcionando aqui e agora – podemos calcular como e’ os movimentos da força centrípeta e centrifuga no sistema galáctico. Notar que quando o “bicho” abre sua bocarra, ele abre também o olho esquerdo, e quando a fecha, ele fecha o esquerdo e abre o direito. Na formula dos building blocks isto significaria que quando inicia a força centrifuga se expressa a face esquerda e quando atua a forca centrípeta, apenas a face direita se expressa. E isto e’ profundo… Veja estas figuras e tente ver o mecanismo O coração esta no lugar de F1):

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

 

Origem e Evolução dos Órgãos Sensoriais

quarta-feira, novembro 23rd, 2016

xxxx

Sea nettles.jpg

Medusas Cnidarias – Primeiro sensor?

De onde a Natureza tirou a ideia de criar órgãos sensoriais em certos corpos para perceberem o mundo a sua volta?! Talvez a pergunta esteja mal formulada. Como e porque num corpo natural – e pela primeira vez nos 13,8 bilhões de anos do Universo – a Natureza se moveu na direcao de fazer este corpo perceber o mundo a sua volta?! Quais forças e elementos naturais abriram este caminho, e porque?

As outras formas de vida alienígenas, que tipos de sensores terão? Os nossos sensores vão evoluir? Por exemplo, a visão, evoluirá para enxergar as outras faixas do espectro eletromagnético? Nos desenvolveremos outros sensores ainda nem sequer imaginados?

Como sera para sempre proibido ter certeza do que ocorreu exatamente nos primórdios dos órgãos sensoriais ( a não ser que exista um espelho do tempo onde esteja filmada toda a historia passada), todo mundo terá apenas teoria. E talvez uma destas teorias acerte exatamente com as respostas.

Na minha teoria cosmovisionária – a Teoria da Matrix/DNA – os órgãos sensoriais “biológicos” se explica a partir da intuição de que o que criou os sistemas biológicos foram os sistemas astronômicos. E os criou por um processo primitivo similar ao processo genético biológico. Ou seja – sistemas biológicos são meras evoluções dos sistemas astronômicos.

O estado de sistema em que estava este sistema galáctico denominado Via Láctea era o de sistema fechado em si mesmo, oposto ao sistema aberto. Ao menos e’ isso que se conclui ao se observar o meu modelo cosmológico. E um sistema fechado em si mesmo jamais vai criar órgãos sensoriais voltados ao exterior, pois ele se encontra isolado do mundo externo e não teria qualquer motivo para realizar o esforço dessa criacao.

Porem, a cria dos sistemas astronômicos na superfície terrestres sofreram uma mutação devido ao aparecimento do estado liquido da matéria, e esta mutação os fez como sistemas abertos. E os sistemas abertos dependem mortalmente das interações com o mundo externo para sobreviver. Então os órgãos sensoriais biológicos foram criados aqui, pela matéria orgânica e seus sistemas. Porem, como a natureza nunca pode criar informação do nada, deduz-se que os órgãos sensoriais biológicos foi mais uma evolução mutada de sensores existentes nos sistemas ancestrais – astronômicos e atômicos. Teremos que incluir na pauta de nossas pesquisas a busca do que eram e como estavam estes ancestrais dos sensores biológicos nos sistemas não-biológicos. Por exemplo, se uma partícula interage com outra a distancia, ou mesmo uma estrela se conecta a um planeta, e’ porque possuem sensores para perceberem o que alem delas, mesmo que não tenham consciência que o percebem.

Alem de suscitar uma grande indagação filosófica existencial, o conhecimento total da historia das origens no Big Bang e sua evolução ate chegar aos nossos sensores atuais – e nos que ficaram perdidos em outras especies inferiores – nos devera ajudar sobremaneira a desenvolver nossa tecnologia.

Portanto, abre-se mais este capitulo de pesquisa. Iniciaremos por registrar um paper cientifico para posterior leitura, tradução, e pesquisa:

Evolution of sensory structures in basal metazoa

http://icb.oxfordjournals.org/content/47/5/712.full

Abstract

Cnidaria have traditionally been viewed as the most basal animals with complex, organ-like multicellular structures dedicated to sensory perception. However, sponges also have a surprising range of the genes required for sensory and neural functions in Bilateria.

Family tree of Cnidaria and the origins of animals ( ver melhor em https://en.wikipedia.org/wiki/Cnidaria:

Metazoa
Glass sponges
Demosponges
Calcareous sponges
Eumetazoa
Ctenophora (comb jellies)
Planulozoa
Cnidaria
Anthozoa
(sea anemones and corals)
Medusozoa
Hydrozoa
(Hydra, siphonophores, etc.)
Cubozoa
(box jellies)
Staurozoa
Scyphozoa
(jellyfish, excluding
Staurozoa)
Placozoa
Bilateria
Myxozoa
Other Bilateria
(more complex)

 

The Photonic Field: O Que Decide Quem Sera’ Rico ou Pobre

quinta-feira, outubro 20th, 2016

xxxx

Uma nova tese dentro da Matrix/DNA Theory: The Photonic Field

( E mais abaixo veja como funciona ou nao a intuicao que leva a espetaculares descobertas no relato do sonho que tive ao dormir pensando nesta tese)

Eu tenho certeza que existe um fator alem do nosso observavel e conhecido natural que mantem uma pessoa pobre e outra, leva-a a ser sempre rica. Isto pelas ocorrencias reais que tenho visto nesta vida. Acreditei nisso na quarta vez que estive para por a mão no pote de ouro, aconteceu algo absurdo, inesperado, vindo do mundo externo, escorreguei e cai no zero onde nasci.

Para um filosofo naturalista, que aplicou o mais extremado materialism racionalista na sua investigação sobre a existência, esta afirmação e’ totalmente for a de contexto. Mas o que e’ tem que ser, não depende se gostamos ou não, e isto e’ fato, e já havia desistido de solucionar este mistério, pois em termos de metafisica, não tenho o menor acesso – se e’ que ela existe e que este seja um fenomeno metafisico.

Mas e’ impensavel qualquer outra solução. Esta pressão para baixo, para manter o humano no nivel baixo das condições de vida, ou esta força que empurra outros sempre para mais acima, para mais fortunas e sorte na vida, existe. Mas pelo mundo que conheço, não ha lugar para esta força, por isso, pensei ser algo metafisico. E por isso, depois da quarta vez, deixei de tentar. Contra algo invisivel e tao determinado, tao poderoso, não tenho como lutar.

Porem, hoje me ocorreu uma ideia, que pode mudar o significado desta força. Pode ser que ela não seja metafisica. Pode ser que ela seja feita de substancia conhecida, porem ainda pratica,mente intocavel e invisivel. Os fotons. A luz.

Primeiro descobri que apenas os fotons podem explicar como esta galaxia se reproduziu na forma de sistema celular, de ser vivo. Eles formariam entre si uma rede, uma network reproduzindo o sistema  ” building block astronomico”, em tamanho miniaturizado, microscopico.

Mas e se eles formam redes tambem nos tamanhos de planetas? Digo, uma aureola em volta da superficie do planeta, em que eles se infiltram na crosta de terra e na atmosfera. Assim, eles estariam conectados com suas copias microscópicas, as quais estão dentro dos corpos humanos., e todos os outros seres vivos.

Esta rede terrestre teria as sete faixas de frequencias/vibrações da luz, e cada corpo tem uma sua vibração, assim se daria a conexão. Acontece que uma faixa existe embaixo, subalterna a outras, e esta faixa, conectada e imposta a mesma vibração do corpo humano, o manteria embaixo, subalterno a outras pessoas com faixas de vibrações mais altas.

Tenho pensado muito ultimamente no instinto a predador e presa que esta’ na carga genética humana, herdada dos animais, e algumas vezes, surge soluções apenas se alem de ser uma força interna ao humano, ela for tambem externa, atuando a nivel social.

Isto me lembra outras teses relacionadas, como a camada terrestre do inconsciente coletivo da humanidade de Teilhard du Chardin, e a minha tese já ensaiada em outros artigos aqui, sobre o super-organismo de Gaia.

Estaria relacionado a isto, tambem, os assuntos ou teses especulativas sobre um campo magnético do corpo humano, e teses sobre a aura.

Bem,… por enquanto isto vai seguir o curso normal das teses, vou deixar a ideia solta no ar e burilando na cabeca. Esta tese esta for a do escopo da Matrix/DNA ( ao menos, me parece), não faz parte do feitio desta cosmovisao, mas sao demasiados fatos, demasiadas evidencias, então não posso ignora-la. Voltarei neste artigo sempre que algum avanco ou assunto relacionado houver.

xxxx

O Sonho Motivado pela Reflexao na Tese “The Photonic Field”

Inacreditavel,… mas parece que tam a ver.

Deitei pensando nesta tese, imaginei como seriam as imagens desta rede ao redor da Terra, peguei no sono e, de manha me lembrei de ter tido um sonho estranho.

Apareceu na minha frente um conhecido que não vejo a uns 30 anos, o qual me ofereceu um emprego e uma casinha abandonada num terreno longínquo para morar. O Nilo era um turco filho de um meio-rico e que ficou muito rico. Me lembro dele com certa repugnância e revolta pois era um tendente a grande predador e com isso esfolava o que podia das presas em que punha suas garras. Bruto e estupido, decidi pela demissão numa discussão, mas continuei morando no casebre enquanto ele não me expulsasse e eu ano arrumasse outro emprego.

Então no sonho o turco apareceu na frente do casebre e veio entrando. Mas logo na porta ele olhou para o teto e surpreso perguntou o que era aquilo. Olhei tambem e fiquei sem palavras. O teto estava todo coberto por aquela planta que sobe nas paredes,  e’ erva daninha, no Brasil chamam-na de trepadeira. Tinha muitas folhas, verdes, grandes, e o resto era cipo. Olhei para fora e notei que todo o quintal e os terrenos vizinhos estavam cobertos pela planta. Admirei como eu não havia visto aquilo, principalmente estando pendurado n teto, caindo sobre moveis. Mas na minha vida isso não tem sido novidade pois como filosofo quando estou no lugar da morada estou pensando muito longe e alem disso, devia estar atarefado procurando trabalho e enfrentando as dificuldades alem de que devia estar pronto para sair dali.

Eu respondi que, se ele quisesse, eu riria cortar tudo e inclusive as ramas que vinham dos terrenos vizinhos para impedir que retornasse. Ele balbuciou algo como ” não adianta pois nesta altura as sementes estão espalhadas por todo lugar. E fazendo um ar de maroto esperto ele disse:

” A solução aqui e’ “devolução”. Mandar de volta para onde veio.”

E acordei por aqui, acho que apenas isto lembro do sonho. Agora vamos a minha interpretação.

A planta de ramagem de cipo e folhas representa a rede fotônica. Ela esta na atmosfera terrestre em volta do planeta, por isso a vi no teto da casa e por volta da casa. O turco representa o grande predador que faz parte dos três instintos humanos herdados dos animais da selva no tocante a divisão de poder. O predador apareceu no sonho porque foi este assunto que no dia anterior comecei a pensar buscando uma solução de como exorcizar estes três instintos dos humanos.  E no desenrolar destes pensamentos me lembrei de outra tese onde ” o comando invisivel do DNA não esta dentro dos genes, mas sim fora deles, no mundo externo a eles. E me parece que a força que faz presas continuarem sendo presas mesmo quando elas tem tanta ou maior força do que os predadores, elas não se unem para usa-la. Parece que são dominadas mentalmente, ficam abobalhadas. reclamam que sofrem sob o jugo dos predadores, mas parece que gostam disso, nada fazem para mudar a situação. A não ser quando aparece um lider ou ocorre alguma catástrofe natural, mas estas tambem são forças externas as presas. Então, buscando como seria e onde estaria esta força externa, me lembrando da invasão de fotons nas origens da vida, no inconsciente coletivo, etc., me surgiu a ideia da network fotonica. Esta seria a força invisivel mantendo a humanidade imitando as regras selvagens dos animais na forma de seus sistemas sociais.

A imagem que me veio a mente durante o dia anterior ao sonho foi a de uma rede fotonica semelhante a rede neuronial com suas sinapses, no cérebro. Com a diferença de que a rede fotonica seria planetaria. Entrou ai tambem antigos pensamentos sobre a possibilidade do corpo humano ter um campo magnetico talvez da mesma natureza do campo magnetico da Terra.

Muita imaginação, aparentemente descabidas. mas como o cerebro guardou isso e sonhou com isso? Como e porque ele representou a rede fotonica com a trepadeira? Porque ele foi buscar uma lembrança muito antiga na memoria que pensava já esquecida, ao trazer o turco para a cena? Na época do turco eu nem sequer imaginava estas coisas de predadores e presas. Isto me apareceu na mente apenas uns 20 anos depois do turco, quando vivi na selva amazonica. Entao como o cérebro ligou o conceito de predador com a personalidade conhecida do turco? E porque o predador buscou sua face de astuto felino e disse” devolução”?!

As soluções encontradas tiveram que preencher certos e requisitos fundamentais antes de serem aceitas. Elas tem que obedecer a formalidade da logica, ou seja, o teorema da logica formal. Portanto tem de ser racional, fazer sentido `a luz do mundo real que experimento. Ela tem que apresentar um parâmetro real, factual, existente em algum outro lugar da Natureza. Por exemplo, minha teoria do que existe no centro da galaxia ( diferente da teoria do buraco negro, mas não muito), encontrou vários parametros ocorrendo em outros lugares da natureza.

Mas são soluções surpreendentes. Sao testaveis cientificamente, porem, uma ciencia com métodos diferentes dos atuais praticados e ditados por uma  visão do mundo inédita. Se eu vou encontrar uma solução para o comando invisivel do inconsciente coletivo responsavel por manter a carga genética humana com estes 3 instintos animais, sera mais uma solução espetacular. Que abrira as portas para novas investigações, novas ideias. Por isso registro aqui o sonho, para continuar a pensar na tese me lembrando da rede da trepadeira, do predador,… e de algo que parece importante.

Porque devolução?! Estaria sendo sugerido que o método ideal para erradicar essa erva daninha que e esta rede fotonica causando a manutenção dos instintos, ‘e manda-la de volta de onde veio? Mas ela veio da galaxia como sistema fechado em si mesmo. La já existe o fenomeno predador/presa.

Uma ideia me surge agora. Outra tese desenvolvida e’ a da onda de luz universal se desfazendo em fotons na sua ultima frequencia e estes fotons esparsos retornando a recompor a onda de luz, porem, com energia negativa e luz escura. Retornando ao Big Bang, onde volta ser reemitida como luz clara. Seriam esta rede fotonica e mais estes instintos a zona escura em que estes fotons retornam? Isto seria devolução.

Material para continuar a pensar nesta tese…..

xxxx

Pesquisa:

( Dar uma relida na energia de Reich e similares. Lembrar de ” as nuvens de pensamento, nourees, de Pietro Ubaldi)

 

 

 

Formula da Matrix/DNA mais Metodo da Homeopatia: O Fim de Todos os Corpos Doentes?

sábado, agosto 6th, 2016

xxxxxx

Ha algum tempo eu vinha me fazendo uma questao: se desde que descobri a formula da Matrix/DNA, e suspeitei que a mente humana pode interagir com ela no espaco, construi um metodo de meditacao que visaria manter meu corpo saudavel. Bem isso foi a 35 anos, tenho feito a meditacao de vez em quando, e desde entao, nunca mais precisei tomar um comprimido sequer, pois simplesmente nao pego nem gripe. Ok, pode ser que me tornei um cara com sorte a 35 anos atras – porque antes tive um monte de doencas, desde as malarias na selva – e minha saude seja um fator de sorte, ao acaso. Mas,… por via das duvidas, de vez em quando dou uma meditacaozinha. A questao que passei a fazer foi: Se a Matrix/DNA e’ a formula que a Natureza usa para fazer sistemas naturais perfeitos, e se conseguissemos reproduzir esta formula em laboratorio, bastaria ingeri-la na agua, por exemplo, e todas as doencas acabariam, o corpo humano se tornaria um sistema trabalhando perfeitamente bem. Mas como nao tenho um laboratorio… o tempo vai passando e as ideias ficam apenas no projeto. Agora,…

Agora li o artigo mais claro e explicativo de como ‘e a teoria do metodo homeopata. E a coisa bateu em cheio com o meu projeto! Parece que os homeopatas tinham 50% do conhecimento total necessario para fazer o remedio milagroso e a formula da Matrix/DNA sao os outros 50% de conhecimento que faltava. Obviamente que fazendo a formula como uma substancia liquida, materia concreta, palpavel, digestivel, deve funcionar melhor ainda que botando a mente abstrata para cassar pedacos abstratos da formula abstrata no espaco. (obs.: eu sei que cassar e’ com c cedilha e tem muitas falhas de ortografia aqui, mas nao porque sou analfabeto total – so um pouquinho – acontece que meu computador, ou teclado, so fala ingles).

O artigo merece ser lido e vamos abrir aqui mais um capitulo para pesquisa:

Why and How Homeopathy Works – A Superficial Look at the Human Information System

http://aetherforce.com/why-and-how-homeopathy-works-a-superficial-look-at-the-human-information-system/

Meu comentario postado no artigo:

Louis Charles Morelli · 08/06/2016
Homeopathy is 50% of the total knowledge for building the drug for a perfect working human body. The other 50% is the knowledge derived by the universal formula for all natural systems, called Matrix/DNA. But, one group does not know the other. If someone has some interest, I will coming back here for a dialogue. Best wishes, great article…

Pesquisa:

Ver o que e’ Meyl’s Theory of Objectivity, quem ‘e Prof. Dr. Konstantin Meyl , o que e’ sua Scalar Waves in Medicine

Ver ” Tesla’s patent from 1900 titled “System of Transmission of Electrical Energy”.

Homeopathy is 50% of the total knowledge for building the drug for a perfect working human body. The other 50% is the knowledge derived by the universal formula for all natural systems, called Matrix/DNA. But, one group does not know the other. If someone has some interest, I will coming back here for a dialogue. Best wishes, great article…

 

A Causa Sistêmica da Obesidade

sexta-feira, março 18th, 2016

xxxx

O corpo não expulsa a massa adicionada pela alimentação, e, talvez, ainda continua requerendo mais. Segundo a formula da MatrixLight/DNA, o defeito pode estar no trecho entropico do circuito ou na função recicladora: ela estaria lenta demais ou não funcionando. E, evidentemente, o sistema esta’ aberto. Porque?

Vamos trazer a formula para ca’:

Circuíto Sistêmico ou "Software" extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

Circuíto Sistêmico ou “Software” extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

E a figura de sua representação mais funcional:

Matrix/DNA no DNA, na Célula, no Cosmos, e no Circuíto Elétrico

Matrix/DNA no DNA, na Célula, no Cosmos, e no Circuíto Elétrico

O corpo humano e` composto pela formula duas vezes: uma e’ o cérebro, a cabeça, e outra, e’ o resto, periferia de acessórios. A formula no cérebro e’ a do comando. Da identidade do sistema. Esta identidade, nos sistemas fechados, controla o perfeito funcionamento do circuito, mas no caso de sistema aberto, como e’ o humano, ele perde poderes neste controle.

(antes de continuar, trazer para ca o trecho do medico da rosacruz sobre retenção da massa. E preciso lembrar que a causa pode estar fora da area de F1, podendo ser, por exemplo, a glandula tireoide)

 

 

Anatomia do Sistema Reprodutor Masculino – Ótimo Video

sexta-feira, janeiro 15th, 2016

xxxx

A maioria dos homens morrem sem saber o que e’ próstata, ou o que tem dentro daqueles ovos, etc. Este video surpreende com uma complexidade existente que não imaginávamos.

Human Physiology – Functional Anatomy of the Male Reproductive System

https://www.youtube.com/watch?v=v22CjFYizi0

xxxx

E como não podia deixar de ser, publiquei um comentário no video:

Louis Charles Morelli – Jan – 15 – 2016

So, I have invented a contraceptive male method. Attach two ice’s stones at the scrotum, before sexual intercourse. The sperms will freeze and not go up. My mother said that I am a genius, she was pretty right!

Chocante! Medica Vira Viciada e Prostituta, Mendiga de Rua! O que Podemos Fazer

domingo, novembro 8th, 2015

xxxx

O video no link abaixo diz tudo:

https://www.facebook.com/chegandonahora/videos/1003044509717990/?fref=nf

E meu comentario com minha sugestao postado no Facebook:

 

Louis Charles MorelliLouis Charles Morelli – Nov – 08 – 2015
Em primeiro lugar, e’ preciso tirar essa mulher da rua, sem tira-la do crack, claro. Senão não tem quem a segura. A sociedade deve construir um ambiente adequado para viver e com laboratorio produzindo crack para os doentes internados.
Não?… Então arruma outra solução, agora, p…! Você que disse não, e’ responsável pelo que acontecer a ela na rua. A esperança e’ que neste ambiente se descubra a maneira dela deixar o crack.
Segundo: Não consigo entender como a medicina tao moderna ainda permite que meras substancias inanimadas, químicas, destruam seres humanos! Vírus ainda se entende, porque são objetos mil vezes mais complexos. Suspeito que estas drogas cortam o elo entre neurônios e consciência, expulsando esta. A neurologia não consegue descobrir como os neurônios e suas sinapses produzem os pensamentos, a mente. Nos temos que apoiar outro tipo de abordagem, como a que esta sendo sugerida pela Matrix/DNA cosmovisão. As milenares mortais doenças como câncer nunca serão eliminadas por este tipo de método cientifico reducionista em que se baseia a medicina ocidental, apesar de todo poderoso aparato que a tecnologia coloca a seu dispor. Porque estas doenças, e o vicio pelas drogas e’ um defeito de sistema, do ser como sistema total, que engloba as partes físicas mais a entidade abstrata dos sistemas, o qual inclusive contem detalhes do campo magnético do corpo.
O reducionismo separa as partes e assim não vê o conjunto, o sistema. O pensamento e abordagem sistêmica esta totalmente ignorado no meio acadêmico, e estamos pagando caro, com a nossa tortura perante inimigos tao absurdos como estes. Não? estou falando besteira? Você não vai apoiar? Não acha que este assunto merece todas as tentativas possíveis? Assim vamos para mais mil anos suportando o preço desta mentalidade tacanha…
E para não ficar só no papo como e’ a moda neste pais, vamos aproveitar a oportunidade e abrir já um abaixo-assinado para construir o Hospital do Crack e contratar um advogado para conseguir a liberação do laboratorio que sera vigiado pelo padre da catedral local. Quando tivermos algumas milhares de assinaturas, veremos quanto cada um pode contribuir para uma conta deste hospital. Eu darei minha parte. E o grupo pode tambem decidir se vamos montar um laboratorio para iniciar a pesquisa sistêmica.
Lista:
1) Luis Morello e-mail: austriak727@hotmail.com

Leite Faz bem para Crianças e Mal para Adultos? Veja porque na Historia da Evolução

sábado, agosto 8th, 2015

xxxxx

Tempos atras li um artigo informando que devido a lactose, o leite é bom alimento mas pode ser digerido apenas na infância, porem quando o corpo vai envelhecendo perde a capacidade de digerir a lactose e o leite prejudica o metabolismo, podendo até ser fatal ao criar placas de lactose nas veias, etc. Se bem me lembro existe até um documento cientifico onde cientistas informam que nos tempos primordiais dos primatas humanos o leite era ingerido apenas por filhotes e quando os adultos o faziam logo passavam mal, com desarranjos intestinais, etc. Com o passar do tempo, por exemplo, no Oriente Médio onde o pastoreio de ovelhas era dominante, muitas vezes a terra desértica e árida provocava a forme geral, e então os adultos eram obrigados a tomar o leite que estava disponível. Com o passar de milhares de anos fazendo isso, o corpo dos adultos foi sendo obrigado a se adaptar ao leite, talvez dirigindo a lactose para fora do estomago, mas hoje em dia essa lactose continua sendo um elemento de intoxicação do organismo, se o leite for tomado em elevadas doses.

Prometo que vou rebuscar o artigo e o ” scientific paper” e registra-lo aqui, pois é possivel que tenha muitos jovens e adultos se sentindo mal, com desarranjos intestinais, e talvez até ataque cardíaco, porque estariam sendo enganados por aquela velha cultura que começou com os pais donos de rebanhos impondo na cabeça dos filhos que deviam tomar muito leite. Mas o interessante (e por isso estou trazendo este assunto para o blog da Matrix/DNA Theory) é que os aspectos de dimensões profundas dos fenômenos naturais, tal como “campos eletro-magnéticos” nos levam a perceber uma interessante explicação que reforça a possibilidade do leite fazer mal aos adultos.

Que não vá o leitor acreditar nesta hipotética explicação a ponto de alterar seus hábitos alimentares, pois sou o primeiro humano no mundo a dizer isso e estou me baseando na leitura das formulas da Matrix/DNA, as quais tambem ainda são teóricas apenas. Mas esta explicação tem sentido, é um interessante exercício na aprendizagem da logica da Natureza. Leite é produzido pelo corpo da nubente na fase da gestação, no inicio de um novo corpo vivo. Depois do baby nascido e ter desenvolvido plenamente o aparelho digestivo para digerir os alimentos que vem do mundo externo, o corpo da mãe para de produzir leite. Então parece-me que a Natureza é taxativa aqui: ” Leite é um elemento que só deve existir e fazer sua função sistêmica nos primeiros tempos de um organismo, depois destes tempos iniciais, o leite deve desaparecer dos próximos passos evolutivos a seguir.”

Que a Natureza faz isso ninguem pode, racionalmente, contestar. Esta ai para todo mundo ver, os corpos das fêmeas humanas, param de produzir leite como nutriente para os filhotes. Alguem poderia alegar que na escala anterior da evolução, as vacas continuam a produzir leite a vida toda. Mas isto não é valido para humanos porque as vacas ruminam, possuem um aparelho digestivo apropriado para digerir a lactose e outras fibras vegetais que os humanos não mais possuem. Se a Natureza determina assim, quem somos nos para discordar e continuar a envolver o leite em nossos corpos depois da fase infantil? Algo do nosso comportamento não esta em sintonia com a Natureza do nosso corpo neste aspecto.

Mas um filosofo naturalista como eu que é “o eterno chato de galocha, que a tudo fica perguntando “porque?”, esta oportunidade não pode me escapar. Porque?!!! Teria sido apenas no pequeno lapso de tempo da evolução biológica na Terra que a Natureza Universal – que não se limita a essa natureza que vemos na Terra mas abrange o Universo inteiro – teria pela primeira vez em 13, 7 bilhões de anos, inventado, criado, esta determinação de uma elemento, uma substancia ou uma força física, entrar em cena por apenas alguns momentos, e então sair da cena? Logicamente que não, a Natureza é uma cadeia de causas e efeitos contínuos que vem desde o inicio deste Universo, ela não cria nada do nada no meio deste caminho e não temos visto nada vindo de fora desta Natureza para interferir nesta longa avalancha de causas e efeitos. Então temos que procurar na Historia Natural Universal anterior as origens dos sistemas biológicos como os corpos humanos, outra situação onde isto aconteceu e ali ver se podemos descobrir as suas causas. A saúde do corpo humano adulto é uma das nossas principais prioridades, claro, e por isso não podemos negligenciar qualquer abordagem que possa nos trazer mais informações sobre esta saúde.

Trazendo para a mesa as formulas e modelos que elaborei na selva amazônica, e consultando-os, rapidamente localizo nesta Historia Natural Universal outras fases da evolução cosmológica onde um elemento apenas entra no desenvolvimento de um novo sistema e rapidamente desaparece apos este sistema plenamente formado. E aqui começa a estranheza para os leitores desavisados sobre os estudos e conhecimentos atuais desta nova área de pesquisas que procura os elos e as completas formações dos sistemas naturais, incluindo os equivocadamente denominados de “não-vivos”. Pode ser uma linguagem e visão estranhas, mas ela é e sera sempre necessária para crescer o nosso entendimento do mundo em que existimos  da nossa existência nesse mundo.

Vamos falar do leite começando nossa historia a 13,7 bilhões de anos atras, quando os seres biológicos como as bactérias e humanos nem sonhavam existirem ainda, porem como somos sistemas naturais, nossos ancestrais sistemas naturais já estavam la, nas suas formas de morula, blástula, ou meros ” caroços” sem forma definida. Naqueles tempos, o espaço hoje ocupado por esse conglomerado de aglomerados de galaxias que denomina-se ” Universo” era praticamente vazio, contendo apenas a sua própria substancia, ou seja, a sua presença que o faz diferir do vácuo total ou nada absoluto. Essa substancia espacial já foi intuída desde a antiguidade e filósofos gregos a chamavam de “éter”, as ciências modernas a chamaram de campo de Higgs, ou bosons de Higgs, que seria a substancia que impregnaria a energia com massa, para dar origem a matéria densa e concreta. Hoje em dia as pesquisas e valiosos dados estão conduzindo os pesquisadores a suspeitarem de um novo nome: ” matéria escura, ou dark matter”, a qual parece existir de fato e preencher 95 % do espaço deste Universo.

Mas a matéria escura seria inerte, disforme, assim neste estado eternamente. Porem nos sabemos que no meio desta matéria escura existem coisas com movimentos, dinamismo, e formação de sistemas funcionais, os quais parecem  produtos de algum milagre ou criação sobrenatural. No estagio em que esta o desenvolvimento desta minha visão do mundo, os últimos resultados tem apontado um elemento que teria trazido e imprimido dinamismo nessa matéria inerte, e inclusive um dinamismo dirigido a formar os primeiros elementos da matéria concreta, como as partículas fundamentais e depois, a organização destas partículas nos primeiros sistemas. Este elemento seria uma especie de força que tem acompanhado a matéria em todas suas fases degenerativas onde ela emite-se para o espaço como radiação.

Para se ter uma ideia aproximada desta radiação, lembre de um exemplo bem vivo visto aqui e agora por nos: a erosão de rochas, que emitem, espalham no espaço ao redor o pó destas rochas que se desfazem. Pois o resultado da radiação é parecido com essa erosão, com a diferença que na radiação os fragmentos despendidos são mais energéticos que a poeira inerte. Então hoje temos instrumentos que revelam numa tela de computador ou medidor, os sinais desta radiação, inclusive dos sistemas primordiais, como os átomos. E’ com essa técnica que os cientistas estão datando a idade de rochas e estrelas e fosseis, usando a radiação do átomo de carbono nestes elementos, para dizer, por exemplo, que a Terra tem 4,5 bilhões de anos.  O que aparece na tela são como ondas e assim denominado de “espectro eletromagnético”. Para não ficar envolvendo a mente do leitor em teorias, vamos já trazer para cá uma imagem deste espectro, avisando que a figura abaixo foi elaborada ou acrescentada com as minhas conclusões tendo por base os modelos da Matrix/DNA: (ufa!, quanta coisa se precisa falar para explicar o … leite!).

Light - The Electric-Magnetic Spectrum by Matrix/DNA

Light – The Electric-Magnetic Spectrum by Matrix/DNA

Podemos ver no gráfico onde uma linha curva ( a senoide), produzida por uma fonte inicial que esta `a direita do gráfico onde se lê ” gamma-ray” avança mudando suas formas ate se desintegrar depois da radiação denominada “radio”. A cada diferente frequência corresponde uma cor que vai do violeta inicial até o vermelho final. No meio disso esta a cor verde onde se localiza a unica faixa que nossos olhos conseguem ver desta radiação, a região denominada de “visível”. E imediatamente quando falamos em “visível” deve nos vir `a mente a palavra “luz”, pois só existe visibilidade onde existe luz para clarear a escuridão, a qual seria o estado normal de um espaço cósmico preenchido apenas pela matéria escura.

Luz! Um dos mais intrigantes fenômenos da Natureza, tanto que fez os cérebros mais brilhantes da humanidade, como o de Einstein, focalizar sua atenção para tentar entende-la. Brincamos com a luz como os babies brincam com qualquer objeto a sua frente, inclusive se fosse uma cobra, pois os babies nada entendem de cobra como os adultos comuns nada entendem de luz. Na selva e a noite, solitário em minhas observações e meus porquês que só eram ouvidos pelos fantasmas espíritos da selva, a Luz se tornou um fator muito importante, e durante o dia, quando me ajoelhava a beira de pântanos com um microscópio do tempo de Galileo tentando ver os micro-organismos, a luz quente do Sol me batia tao forte na nuca, quase cozinhando os meus miolos, como se o Sol quisesse dizer: ” Ei, porque estas de joelhos e procurando no solo as origens da Vida, quando a causa destas origens esta acima da sua cabeça?! Ponha-se dignamente de pé’, e levante os olhos, homem! Es filhos da minha Natureza, a qual não joga dados enganando suas criaturas! Olhe para mim, eu sou a resposta que procuras, não existe Vida sem a minha energia e minha luz!”

Então uma onda de luz deve acompanhar esta sequencia de radiações vistas no espectro, suponho. Todas as cores juntas dão essa luz espacial branca que vemos, mas nossos olhos assim como os prismas decompõem estas ondas em suas frequências e assim vemos cores nos objetos. Não creio que as radiações produzem a luz, e suspeito que o conjunto entre radiação mais a luz é algo como o conjunto que faz funcionar nossos computadores, composto de um visível hardware e um invisível software, sendo que a luz seria este software natural. Pois ondas de luz emitidas no Big Bang  ( e talvez vindo de fora do ambiente universal de matéria escura) penetrava a matéria escura e fazia ali funcionar coisas como o software faz as peças metálicas do computador funcionarem e produzirem o que vemos nos monitores.

E’ preciso lembrar que a luz são ondas que carregam consigo, ou fazem manifestarem de si, uma pequena carga elétrica, assim como as ondas do mar carregam consigo as espumas na superfície. Então a luz, por ser quase abstrata, não pode por si manipular a substancia material da matéria escura, mas ela tem um corpo material que é sua carga elétrica, e através desta “ferramenta” a luz pode mexer com a matéria escura. Ora, no gráfico podes ver como a luz, ou a onda, se desenvolve mudando de forma, na sua vibração, no seu comprimento de micro-ondas, etc. Agora imagine que a sua carga elétrica seja modelada igual a luz, ou seja, ela tambem se desenvolve mudando de formas. Então quando a luz nos tempos primordiais penetrava a matéria escura, sua carga elétrica dividia regiões desta matéria na mesma sequencia de formas diferentes que ela própria apresenta. E depois quando estas diferentes porcões de matria escura dotada de energia elétrica se separavam, tendiam a se recombinarem na mesma sequencia se por acaso estas porcões se reencontrassem. Assim o avanço da luz se incorporou de materia para ser um avanço material concreto e quando estes pedaços de matéria eletrificadas se recompunham, estava recomposto uma especie de ondas da matéria.

Mas o que tem isso a ver com o frango,… quero dizer, com leite?! Espera que a coisa já vem… No gráfico acima uma imagem revelada nas telas de um medidor foram acrescidas de palavras como baby, criança, adulto, etc. Isto porque suspeitei um dia que a sequencia de vibrações energéticas de uma onda de luz seria igual a sequencia da energia de um corpo humano ao longo de sua vida. Pois bebes nascem altamente vibrantes, como acontece com a onda de luz logo apos seu nascimento a partir de uma fonte geradora. As crianças a seguir são inquietas, com energia para dar e vender, como ainda acontece na frequência Raios-X. Mas a energia de um corpo humano vai sempre decaindo em inquietação, vibração, de maneira que os adultos são quase estáticos, auto-controlados. Se a Natureza determinou que o leite apareça nas fases iniciais de um sistema natural, porque essa determinação nato teria vindo do que já acontecia desde s origens do Universo, onde as fases iniciais apresentam elementos que depois desaparecem dos sistemas?

Sugestão final: o leite, como substancia natural, também seu campo natural eletromagnético e vibra numa especifica frequência, muito próxima dos raios-X e dos raios gama. Por seu lado, o corpo humano apos a adolescência começa a vibrar em frequências cada vez mais lenta, menos fortes, diferentes da vibração do leite. E divergência de vibrações causam problemas no corpo humano. (Matrix/DNA Theory). Entendeu a minha teoria? Não vá parar de tomar leite por causa de uma teoria, mas fique de sobreaviso que existem neste mundo muito mais coisas do que nossa temporária cultura humana pode imaginar, e talvez seja bom refrear a quantidade de leite ingerido enquanto se ‘ jovem e entrando na vida adulta: o livre fluir do metabolismo em nossos corpos mexem com tudo, inclusive nosso estado de animo, e se algo prejudica este metabolismo, se não estamos conseguindo o máximo do nosso físico, talvez a explicação de uma das causas ( então de todas, claro), esteja na ingestão de leite e derivados como o queijo, etc.

E agora deixa-me tentar vender o meu peixe: estou numa fase da investigação do mundo pela Matrix/DNA onde esta me parecendo que todos os elementos, as substancias naturais e os sistemas naturais como os corpos humanos possuem uma realidade de fundo invisível que muito afeta nossas vidas e a esta realidade se chamaria de ” campos eletromagnéticos”. Imagine se isto for comprovado, quanto poderia nos ajudar inclusive na busca e uma solução definitiva para doenças como o câncer, diabete, etc. Por isso, porque e’ para seu bem e de nossas futuras gerações, que sugiro dares uma forcinha para nos nos manter nesta árdua investigação, mesmo que seja compartilhando, divulgando e falando das incríveis sugestões desta nova cosmovisão.  Mas não vá agora ficar pegando na geladeira a garrafa de cerveja ao invés da garrafa de leite se auto-justificando porque o Luis disse para fazer isto… faca o que manda sua intuição e ouça também os especialistas da medicina.

Pesquisa do Corpo Humano como Sistema da Matrix/DNA: Glandulas e Hormonios

terça-feira, março 3rd, 2015

xxxx

As glândulas se dividem em sistema endócrino e sistema ou glândulas exócrinas ….

Sistema Endócrino:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_end%C3%B3crino

Principais glândulas endócrinas. (Masculinas na esquerda, femininas na direita.) 1. Glândula pineal 2. Hipófise ou Pituitaria (?) 3. Tiroide 4. Timo 5. Glândula suprarrenal 6. Pâncreas 7. Ovário 8. Testículo.

À primeira vista, comparando-se a posição das glandulas com a fórmula da Matrix/DNA, nos seus aspectos de Luz e Sistema Material Fechado Perfeito, temos que:

Diagrama do Software de Um Sistema Fechado

Fórmula da Matrix/DNA como Sistema Fechado Perfeito

 

Light - The Electro-Magnetic Spectrum by Matrix/DNA

Light – The Electro-Magnetic Spectrum by Matrix/DNA

xxxx

Glândula Pineal = Função 1 = Gamma Ray>X-Ray

Glândula Hipófise ou Pituitaria (?) = Função 2 = X-Ray>Ultraviolet

Glândula Tiroide = Função 3 = Ultraviolet>Visible

Glândula Timo = Função 4 (ou 6?) = Visible>Infrared (ou Microwave>Radio?). Existe aqui um problema com a função sexual. O que significa que a partir daqui as glândulas x funções x vibração da luz podem estarem erradas )

Glândula Suprarrenal = Função 6 (?) = Microwave>Radio

Glândula Pancreas = Função 7 = Microwave>Radio

Glândulas Ovário = Função 5 ( ou 4?) = Infrared>Microwave

Obs: Faltam aqui as Glândulas Hipotálamo, Paratiroide… ( Devido diferenças entre Wikipedia Inglês e Português) 

 

 

Hormonios produzidos pelo Sistema Endócrino:

Glândula Pineal:

 

 Sistema Exócrino

List of exocrine glands:

È

Name(s) Location Product Structure
Apocrine sweat glands skin coiled tubular
Bartholin’s glands, Tiedmann’s glands, vulvovaginal glands vulvavagina
Bauhin’s glands, anterior lingual glands tongue, near tip nonserous or mixed
Brunner’s glands, duodenum mucous compound tubular
Bulbourethral glands, Cowper’s glands, Mery’s glands penis, base Pre-ejaculate
Ciaccio’s glands, accessory lacrimal glands eye
Cobelli’s glands esophagus, just above the cardia, in the mucosa mucous
Ebner’s glands tongue serous
Eccrine sweat glands skin coiled tubular
Esophageal glands esophagus mucous racemose
Exocrine pancreas pancreas serous tubulo-acinar
Fränkel’s glands vocal cords, below the edge
Gastric chief cell, Wasmann’s glands stomach serous
Glomus coccygeum, coccygeal gland, Luschka’s gland or gangliona coccyx, near the tip
Goblet cells digestive tractrespiratory tract mucous simple unicellular
Henle’s glands eyelids, in the conjuctiva tubular
Krause’s glands conjunctiva, middle portion mucous
Lieberkuhn’s glands intestines, surface of mucous membrane simple tubular
Littré’s glands, Morgagni’s glands spongy portion of the urethra racemose
Mammary gland breast compound tubulo-acinar
Meibomian gland eyelids sebaceous
Moll’s glands eyelids
Montgomery’s glands mammary areola sebaceous
Naboth’s glands cervix and os uteri mucous
Olfactory glands, Bowman’s glands noseolfactory region
Paneth cells small intestine serous
Gley’s glands, Sandstroem’s glands
Parotid gland mouth serous tubulo-alveolar
Peyer’s patches (or glands) ileumlymphatic glands
Prostate surrounds the urethra just below theurinary bladder
Pyloric glands stomach mucous simple branched tubular
Sebaceous gland skin sebum acinar – branched
Sublingual gland, Rivini’s gland mouth mucus (primarily) tubulo-alveolar
Submandibular gland mouth mixed (M+S) tubulo-alveolar
Sudoriparous glands, Boerhaave’s glands skin
Sigmund’s glands epitrochlear lymph nodes
Suzanne’s gland mouth, beneath the alveolingualgroove mucous
Weber’s glands tongue mucous tubular
Glands of Zeis eyelids, free edges sebaceous