Archive for the ‘Celula’ Category

Nova Matrix/DNA grande sugestão: como e porque os cromossomas se duplicam antes da célula se duplicar

sábado, março 3rd, 2018

xxxx

Descoberta inspirada quando assisto este video:

https://www.youtube.com/watch?v=qNliacSzFks

A partir do momento da fecundação uma primeira e unica célula-ovo se duplica, e depois estas duas se duplicam novamente em 4 células, e assim por diante… No final, as células do novo ser possuem a mesma totalidade de informações que as células de seus pais. Mas como uma informação pode ser multiplicada em bilhões de copias, se a natureza não tem maquinas copiadoras, nem um exercito de indivíduos levando a informação?!

As células resultantes de uma duplicação tem que terem os mesmos ingredientes. Creio que isso significa que antes de se multiplicar, a célula primeiro duplica internamente todos os ingredientes, pois uma nova célula sem eles não poderia cria-los do nada.

Isto significa que o principal ingrediente, o DNA dentro dos saquinhos cromossômicos, tem que se duplicarem. Mas quando se observa no microscópio o momento em que os cromossomas se separam em partes iguais e cada parte vai para uma extremidade do núcleo, surge um mistério, pois estava tudo misturado num único recipiente, então como cada copia sabe que deve ir para a esquerda ou para a direita? Como se formam as duas partes cada uma com exatamente apenas uma copia de cada?

No final do artigo esta a teoria descritiva do processo pela ciência. Ocorre que o processo da duplicação do DNA e’ ainda desconhecido porque o cromossomo desaparece `a vista do microscópio ótico enquanto acontece o processo. E a ciência continua descrevendo fatos observados como o surgimento de centrômeros e o que eles fazem, porem sem conhecer quem ou o que dirige os centrômeros a fazerem o que fazem. Então dou uma olhada na formula da Matrix/DNA para ver se dela posso extrair a explicação destes processos. E de fato surge uma, alias, bastante elegante e logica. Vou trazer a formula para cá para você ver se pega a solução:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Para lembrar, como a formula esta representada biologicamente como cada unidade de informação do DNA, vou citar alguns itens:

  1. A função 1 constrói a molécula de açúcar que fica na haste direita e a função 4 constrói a molécula de açúcar na haste esquerda. Isto significa que as quatro funções intermediarias localizadas no circuito esférico serão as 4 bases nitrogenadas. A função 5 que faz apenas a duplicação do sistema fica fora.
  2. vamos considerar que a metade do circuito que vai de F1 a F4 e’ a face esquerda e a outra metade que vai de F4 a F7 e’ a face direita.
  3. O circuito contem o fluxo de todas as informações do sistema e ele começa sempre em F1 e vai para a esquerda, no sentido horario. Quando chega a certo ponto ele constrói com suas informações, F2. Daqui continua construindo F3 e F4.
  4. Construiu a face esquerda mas o fluxo não para ai, continua, construindo F6, F7…

E apenas para esclarecer melhor, vou puxar a seguir a figura que explica o que eram as forças existentes na natureza antes das origens da vida, quando ainda o ultimo sistema mais evoluído ainda eram as galaxias, que mais tarde, nos sistemas biológicos, viriam a se tornarem os cromossomas X e Y:

 

Circuíto Sistêmico ou "Software" extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

Circuíto Sistêmico ou “Software” extraído da fórmula da Matrix/DNA, Revelando o aspecto Hermafrodita

Na figura acima temos o fluxo de informações correndo dentro do circuito esférico justamente funcionando com o nosso ciclo de vida, onde uma forma do corpo, digamos, a forma de jovem, que na formula seria F3, se transforma produzindo a forma de adulto, que na formula seria F4. Este fluxo representando o ciclo vital nasce em F1 e morre em F7, porem com o socorro que vem do ramo lateral iniciado em F4, o fluxo ressuscita e continua para F1, estabelecendo assim um processo de auto-reciclagem, que e’ o que da esta vida longa de bilhões de anos as galaxias. Mas alem do ciclo vital o que vemos na formula e’ exatamente um processo de reprodução sexual do sistema hermafrodita, quando o fluxo que corre na meia-face esquerda executa as mesmas funções dos cromossomas Y, masculinos, e o fluxo complete esférico executa as mesmas funções do cromossoma X, feminino.  Ao entender que o que esta dentro do cromossoma na célula ovo antes de iniciar a duplicação dos cromossomas e’ um sistema e hermafrodita, fica mais fácil perceber o que acontece naqueles breves momentos quando a Natureza apaga suas luzes e um cromossoma que antes era comprido e fino visto pelo microscópio óptico desaparece e retorna mudado para curto e grosso, como uma esfera ovalada…

Ora, vamos agora voltar para o problema de como essa formula poderia se duplicar em duas sendo a nova copia exatamente igual a primeiro, pois basta deixar de pensar na formula e pensar no DNA dos cromossomas, já que ele ‘e a formula materializada. O único fator que se exige para a nossa solução dar certo e’ que apesar de no microscópio se ver uma confusão de cromossomas, eles devem estar na verdade geometricamente dispostos como na formula, ou seja, a face inteira, com as unidades de informação ou nucleotídeos nas mesmas posições. Isto significa que naquela aparente massa sem forma, os cromossomas já estão em posições estratégicas, os do lado direito na direita, os do lado esquerdo, na esquerda. Então ocorre a divisão, e aqui vamos exigir um segundo fator: não sei como, mas a função 5 aparece e entra em ação, pois ela ‘e a responsável pela duplicação ou reprodução dos sistemas. Então a F5 sai de F4 e dirige-se a F1, marcando a linha divisória da face com uma diametral que a divide em duas metades.

( Ora, apos iniciar a busca de como a ciência explica esse processo, li que a certo momento surge o centríolo, o qual se duplica e cada copia vai para um polo oposto da célula. Entao surge o ” fuso equatorial” , uma linha como um diâmetro dividindo uma célula em duas metades iguais. isto imediatamente nos lembra a formula. O ramo lateral do circuito que sai de F4 e vai a F1. E isto sugere então que a F5 surge na formula de centríolos, e os dois polos da célula de alguma forma representam F1 e F4. Claro, a ciência não vê isso assim, porque ela não considera a formula. Dizem que antes da divisão iniciar, nem mesmo com o microscópio ótico se enxerga os cromossomas no núcleo. E antes da divisão celular iniciar começa um movimento no núcleo onde os cromossomas parecem mais grossos, e então aparecem visíveis ao microscópio. A ciência diz que os cromossomas se condensaram, que antes eram como linhas, as quais encurtaram e engrossaram na condensação. Então a ciência nada vê e não sabe como e’ o mecanismo da duplicação dos cromossomas, talvez ela tenha uma teoria. Mas o que fez o cromossoma ficar curto e engrossar? Ora, basta lembrar da formula. Dentro do cromossoma, existe o DNA, o qual ‘e uma pilha de nucleotídeos, cada par de nucleotídeos representa a formula, que seria esférica quando e’ sistema fechado, mas as suas duas pontas ( uma ponta que começa com F1 e a outra ponta onde termina F7) podem ser separadas e assim o circuito se torna uma linha, que seria a característica do sistema aberto. Se o cromossoma engordou pode ser porque já houve a separação das duas meias faces e cada qual ja construiu sua outra meia face. Mas a ciência nota que o cromossoma na forma de linha encurtou. Ora, e’ justamente isso que o processo em que nos baseamos na formula prevê: encurtou porque a linha que ia de F1 a F7 se dividiu em duas metades, estas ficaram lado a lado com um espaços entre elas. para isso acontecer e’ preciso que o contêiner – o envolucro cromossômico – fique mais grosso. Então estamos descobrindo e descrevendo o processo que ocorre quando o microscópio não vê. Como a coisa ainda esta meio nebulosa na minha cabeça, fica a duvida se no momento que o microscópio detecta o cromossoma grosso, dentro dele existem duas meias linhas separadas lado a lado ou se cada linha já reconstruiu sua outra metade, então ao invés de apenas uma vez a formula, já teríamos neste momento duas vezes a formula. Basta estudar mais as fases seguintes.)

Agora tudo se explica. Por exemplo, Francis e Crick descobriram que a base Adenina sempre se emparelha com a base Timina, enquanto a base Citozina apenas se emparelha com Guanina. Assim como sempre os cientistas observam de fora e descrevem o que veem, mas quase nunca conseguem explicar como e porque acontece o que veem. Porque A se emparelha com T e somente com T? Porque A nunca se emparelha com C nem com G? O que existe dentro destas bases que as fazem atuarem como casais monogami0cos, fieis, que nunca traem o parceiro? O que ha de comum e atrativo entre Adenina e Timina? Ninguem nunca explicou e acho que nem sequer se concentraram em questoes assim. Mas quando temos a formula da Matrix/DNA, estas questoes florescem e nos incomodam nos levando a investigar e sempre a formula termina por nos explicar o fenomeno.

Entao vamos a formula e observemos, por exemplo, F3, a qual tem sua representacao no DNA como uma das bases. Quando o fluxo corrente vem dentro do circuito e passa por F3 ele vai construir F4. Ja vimos que F4 e posiciona na haste do nucleo, torna-se um acucar e nao uma base. O proximo passo do fluxo e’ fazer a meia-face direita e e inicio constroi F6. Repare que o fluxo nunca poderia construir naquela posicao nem uma das outras tres funcoes que representam bases. Nao existe alternativa, naquela posicao sempre sera F6. Ora, quando as duas meias-faces se juntarem F3 e F6 ficarao alinhadas no mesmo plano. Nao descendo mais em detalhes que agora iriam estender muito este texto, lembro que o fluxo de F1 a F4 “sobe” na formula, e’ a energia no seu estado crescent, e’ a forma do corpo que nasceu como baby e vai crescer ate o final da juventude. E depois quando vai de F4 a F7 e a energia no seu estado decrescente, o corpo ficando idoso e minguando. Poderiamos dizer dai que a face esquerda tem a energia positive e a direita a energia negativa. E sabemos que cargas iguais se repelem, cargas contrarias se atraem. Pois F6 e’ justamente a carga negative em igual potencialidade em relacao a F3. Por isso A sempre se emparelha com e apenas com T.

E continuando a rodar o fluxo vamos ver tudo igual acontecendo com o par C-G. mas os cientistas nunca irao descobrir isso sem a formula e asim vao sempre torcer para ninguem lhes perguntar porque se formam estes casais monogamicos, pois nao sabem.

Outra grande questao tratada no video acima e’: ” se todas as bilhoes de celulas de um organism possuem o mesmo codigo genetico – ou seja, as sequencias de bases ATCGCGTA… – sao as mesmas em todas as celulas – como e’ que o DNA faz as celulas diferenciarem entre na funcao organica que vao executar, a posicao do corpo para onde vao, etc?! Como que uma celula se posiciona na ponta de um dedo e se modela apropriada para aquel posicao e funcao e nao vai, por exemplo, na posicao do figado, se modelando naquela posicao e funcao?! Se o codigo de instrucao para todas elas no DNA e’ sempre o mesmo? A ciencia descreve tudo isso, mas nao mexe nas causas, na origem e fonte deste comando, ignolra a pergunta “porque?” e se satisfaz em responder a pergunta “como? . Apenas a formula da Matrix/DNA nos estimula a teimar nesta pergunta e buscar a resposta, porque a formula sempre tem uma explicacao.

Observe na formula que um fluxo contendo a totalidade das informacoes do sistema ( do corpo ou organismo) corre dentro do circuito total esferico. Em posicoes alternadas o fluxo se detem e constroi uma pessa, que vai ser diferente das outras pessas. Ele para ali naquela posicao e constroi um unico tipo de pessa para aquela posicao porque o fluxo e’ movido pela forssa do ciclo vital. Entao esta forssa, no nosso corpo faz com que, quando atingimos uma forma certa para aquela faixa etaria, o o corpo vai na direcao certa e exata da proxima forma. Se o corpo e’ uma crianca, nao tem como ele ir na direcao da forma de adulto ou senil ou forma de girafa… ele vai na direcao exata da forma adolescente.

Outro fator a lembrar aqui e’ que a formula se compoe de pessas/funcoes alternadas por setas. As setas representam o fator tempo que se propaga como ondas, as pessas representam o fator espaco ou substancia especial que se fixa como particulas. Como esse detalhe seria reproduzido no corpo humano, na sequencia do DNA, para que tudo aconteca da forma especial devida e no tempo adequado? Simples: o fluxo de informacoes esferico foi transformado em proteinas. O fluxo foi dividido em 20.000 pedacos, trechos, e para cada trecho se produziu um a proteina especifica. E vamos mais longe, quando lembramos que grupos de nucleotideos do DNA trabalham em equipes, a cada grupo demos o nome de “genes”. Entao de alguma forma sao proteinas dentro das celulas ou fora delas que determinam a forma e a posicao para onde cada celula vai e como vai ser sua forma. Os genes servem para o commando final quando na construcao de um detalhe de maior complexidade, por exemplo, o olho humano, sao necessaries trechos do circuito que estao em posicoes distantes no fluxo e preciso ajunta-los numa equipe especializada numa fabricacao. Os genes juntam techos entre F2/F3 com trechos especificos entre F6/F7, por exemplo. Acho que esta perfeita e satisfatoriament elucidado mais este misterio, basta agora apenas trabalho de laboratorio para aprender detalhes.

Feito isso, tem inicio a divisão da célula, e cada copia vai ficar com uma metade do DNA, o qual e’ a formula. Ora, estas metades contem o fluxo em movimento: a metade esquerda o fluxo chega em F4 e como não vê F6, porque esta foi para a outra célula, não tem problema, e’ tarefa do fluxo construir a peça da função seguinte, e depois a seguinte, ate o fluxo chegar novamente a F1. Pronto, uma célula que na divisão começou com a metade esquerda do genoma já ficou com a face inteira; na outra copia da célula o fluxo que saiu de F6, passou por F7 e não encontrou F1, continua e faz F1, F2, F3. Pronto, também a segunda copia ficou com o genoma inteiro.

Bem, essa a teoria que me surgiu agora, mas e’ apenas uma hipótese, preciso antes ver o que diz a ciência.

( pesquisar duplicação dos cromossomas na divisão celular)  

( pesquisa parada na leitura de mitose, no wikipedia)

Mitocondrias: Video mostra sistema excretor

segunda-feira, janeiro 29th, 2018

xxxx

Video de pesquisa cientifica bem suscedida feita na USP sobre o sistema produtor de excrecao na mitochondria e o processo excretor. Abaixo copia do meu comentario postado no video do Facebook:

https://www.facebook.com/cienciausp/videos/674101269380752/

Louis Charles Morelli

Os intestinos de um antigo microorganismo que virou organela celular. Moleculas oxidantes sao as fezes no microorganismo, peroxirredoxina sao os prototipos evolucionarios das bacterias que hoje fazem este servico no intestino humano. Assim a evolucao sao como ondas em que as menores e mais simples se projetam `a frente tornando-se as maiores e mais complexas. Pena que os biologos ainda nao assimilaram isso e falham ao nao procurarem na evolucao cosmologica as ondas menores e mais simples que se projetaram a frente produzindo a origem da vida e da propria biologia. Pelo que sei apenas eu estou fazendo isso com a minha Teoria da Matriz Universal dos Sistemas Naturais. E isto significa extensao da tortura humana pelas doencas e o predominio da disciplina da Fisica no pensamento biologico quando a Natureza mostra que deveria ser o contrario.

A Bomba de sódio e potássio estava também escrita nas estrelas

terça-feira, janeiro 9th, 2018

xxxx

Para quem encara a serio a busca do conhecimento, não perde um detalhe apresentado pela Natureza, pois apenas ela tem as informações para o conhecimento solido que buscamos sobre a existência. E observa o detalhe, medita sobre o fenomeno, perguntando qual a causa que o cria, porque, para que, como?

A seguir temos um exemplo de detalhe que e’ otimo alimento para o intelecto do filosofo. Tente prestar atenção nos detalhes e depois nas perguntas que faco a seguir, vais cair de costa quando veres a solução que penso resolver o problema, mas se não concordares não tem problema, alias, o problema sera seu para resolver, eu já o resolvi para mim.

Na célula existe a chamada bomba de sódio e potássio. No tipo de bombeamento chamado de “transporte passivo facilitado”, existe fora da celula um nutriente com carga eletrica positiva ( sodio? potassio) e dentro da celula outro elemento com carga negativa (potassio sodio ) que a celula quer expulsar. Porem na membrana celular nao existem canais abertos para travessia destes elementos. Então, como se fosse um milagre, surge de dentro da celula uma molecula de ATP que vem e se encosta na membrana. Nesse encostar, um fosfato do ATP entra no espaço entre dois foliculos da membrana, fazendo suas pontas do lado interno se distanciarem, e as duas pontas externas se unirem. Com isso os dois folículos formam um cone, com a boca grande aberta para dentro mas com o vértice fora fechado.

E ainda por mais milagres, nenhum potassio que esta dentro da célula se move, porem os sodios se movem dirigindo-se para dentro da boca aberta e se acomodam em especies de cavernas que existem ao longo dos foliculos. Mas, ainda por outro milagre, os sodios nunca se alojam nas cavernas do foliculo a direita, somente nas cavernas do lado esquerdo. Em seguida o fosfato – sem se saber quem o manda fazer isso – sai do meio dos foliculos retornando para dentro da célula. Com isso a boca do cone interna se fecha e abre a externa. Então os sodios que estavam nas cavernas saem e passam pela boca aberta, saindo da célula.

Na entrada do potassio funciona ao contrario. Eles vem de fora, algo avisa o ATP que se dirige `a membrana, deixa um fosfato entre dois foliculos, os potassios entram na boca e se dirigem a cavernas do lado direito.

Fica mais claro e inteligivel se vemos a animação desta bomba em atividade no seguinte video:

TRANSPORTE ATIVO: Bomba de Sódio (Na+) e Potássio (K+) | Biologia com Samuel Cunha

Agora as perguntas:

Bem, quando vemos essa engenharia no video, ficamos aturdidos! Como, raios, isso apareceu?! Isso parece ter sido elaborado por uma inteligencia, não tem outra alternativa. Mas quem? Então, vamos dissecar as perguntas:

  1. Porque os sistemas – como a célula – possuem uma capa separando-os do mundo externo? Porque teve que existir a individualidade dentro deste Universo? Mas o mais importante aqui e’ notar que os sistemas por si mesmos podem trocar a polaridade de suas cargas elétricas internas e das  cargas externas ao seu redor. Entao quando o sistema esta necessitado de energia seu interior se apresenta negativo, ou mais descarregado que o meio externo. Chamamos a isso de fome, necessidade do sistema. Com isso ele parte para a ação contra o mundo externo tentando extorquir-lhe a energia que necessita. O curioso e’ no caso das sinapses visto no video que o sistema precisa mover uma carga quimica carregada dentro de si e para isso gera a sua volta um ambiente carregado, mas deixemos este detalhe para pensar em outra hora. No caso da expulsão do sodio, isto se assemelha ao defecar. Significaria que o sistema enxerga o sodio como massa inutil. Tambem neste caso parece que a massa se comporta como energeticamente carregada ( o que e’ um contra senso) e no exterior existe um campo criado negativamente. Em todo o caso, de onde a Natureza tirou a ideia para criar isso?!
  2. Ao chegar na membrana o ATP libera um fostato. Não qualquer outro atomo, tem que ser o fosfato. Quem acorda e desconecta o tal do fosfato?! E porque ele se dirige `a membrana e não vai para outra direcao qualquer? Como ele consegue afastar as duas pontas dos foliculos? Mas o que ele ganha com esse trabalhao todo? Porque ele iria fazer isso, com que objetivo? Parece os empregados de fabricas, fazem as tarefas rotineiras sem saber porque, para que. Mas empregados humanos são capazes de receber e executar ordens. Atomos se parecem com o sistema solar, e jamais um sistema solar vai se mover para uma extremidade da galaxia, deixar um planeta la e depois retornar ao mesmo lugar. Na celula viva isso acontece! Inclusive o sistema solar vai la abrir a porta para um planeta que esta batendo as portas da galaxia para entrar… Filósofos nasceram para sofrer porque as questões torturam-nos. E então o filosofo pergunta ao padre:
  3. – ” Onde e’ o inferno?”
  4. – ” E’ onde vao as pessoas que fazem esta pergunta…”
  5. – ” Mas isso nao e’ resposta.”
  6. – ” E quem te disse que o mundo determinou que não haja coisas sem respostas?”
  7. – ” Se houver coisas sem causas, ou seja, respostas, o filosofo esta acabado. Não deveria nem nascer…
  8. – ” Exato. Foi a exigência de respostas que levaram Adão e Eva a comerem do fruto que lhes traria estas respostas como conhecimento, respostas que não existem, e por isso os humanos sofrem, todas as crianças nascem curiosas, com essa herança filosófica condenada…”
  9.  – ” Entao temos que esquecer a filosofia e aceitar que tem coisas sem causas, ou seja, surgiram do nada…”
  10. – Não. Surgiram por milagres.  E se voce perguntar de onde Deus consegue tirar estes milagres, eu antes lhe respondo: “E’ um milagre”.
  11. – ” Raios, voce esta querendo me enrolar. Não mostrou o inferno para provar que isso existe, não mostrou alguma coisa surgindo do Nada, não mostrou o Nada, não mostra Deus e nem um milagre. Então essas coisas como inferno, milagre, o Nada,Deus, coisas sem respostas não passa de mero palavreado na sua boca. Voce acha que vou interromper minha busca baseado em palavras aleatórias humanas? Bye, bye… tenho muito trabalho a fazer… Ahhh, só mais uma coisa. Se eu estou no inferno porque faco estas perguntas, você esta compartilhando o mesmo mundo que eu, então você tambem esta no inferno sem fazer estas perguntas.  Não vês sua contradição?”
  12. – ” Pelo contrario, isto prova minha afirmação. Estou aqui pela filosofia errada dos nossos antepassados, mas enquanto voe continua doente insistindo no pecado, eu estou em processo de cura, saindo daqui e indo para o céu…”
  13. – ” Ceu? Olha o ceu ai encima. Quem com certeza vai para o céu somos nos, os científicos que por causa de nossa perguntas estamos construindo as naves espaciais para ir ao céu. Você cai a cavalo? Seja como for, céu e’ outra palavra deturpada sem sentido, que você nunca viu e não tem como provar a existência do seu mundo ajardinado imaginário. E impossivel a quem tem caninos deixar de ser carnivoro. Então os leões no céu não matam?!”
  14. – ‘ Os leões do paraiso não tem caninos”.
  15. – ” Ah, sim? E qual foi o dentista que veio de la afirmando isso?”
  16. – ” Outra pergunta que leva ao inferno…”
  17. – ” Eu sabia. Tambem não vais me dar o telefone e endereço deste dentista… que tambem não existe alem de sua imaginação, como tudo o mais que dizes. Definitivamente, tchau.”
  18. – ” Não se preocupe. Eu te perdoo, vou te levar um copo de água no fogo do inferno.”
  19. – ” Mais uma mentira. Ninguem pode dar agua a alguem no fogo pois a agua evapora antes…”

Raios, mas onde eu estava mesmo? Como sai fora do assunto!…. Ah… no fosfato.

Resumindo, esse pequenino mas assombroso detalhe da incrível complexidade que e’ uma célula, ao ser observado com mais atenção, vai se abrindo num leque de cada vez mais estonteantes detalhes. Então vou direto a explicação que encontrei para responder de onde a natureza tirou a ideia para fazer tudo isso. Vou puxar para cá para lembrar a simples mas mais complexa formula do mundo, a Matrix/DNA:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Então estamos vendo ai’ a formula para todos os sistemas naturais criados pela Natureza. Na posição da Função 1 existe um cone. Na forma de sistema fechado como esta a formula representando, o sistema não faz nenhuma troca com o mundo externo. Mesmo assim vemos que a massa degradada vinda de dentro do sistema entra no cone e sai do outro lado, enquanto tambem a energia com F4 entra no cone e sai. Nos sistemas abertos o cone pode apresentar este mecanismo de se inverter, ora abrindo a boca de um lado enquanto fecha a outra…

E’ preciso mais explicações?

E olhe que esta formula no aspecto de sistema astronomico já fazia isto bilhões de anos antes da vida – e portanto da célula e suas bombas de sódio/potássio – surgirem neste planeta. Agora sou obrigado a imitar o padre:

”  A BOMBA DE SÓDIO/POTÁSSIO JÁ ESTAVA ESCRITA NAS ESTRELAS” 

Sei que vou morrer sem nunca encontrar a verdadeira resposta a este fenômeno natural. Pois esta bomba que esta escrita nas estrelas veio escrita ou codificada naquela onda de luz que surgiu com o Big Bang. Luto para encontrar resposta para tudo que exista dentro do Universo, mas como não vou poder olhar la fora e nem ver o que existia antes do Big Bang, morro de cabeça erguida… E ai vem o padre me encher o saco de novo:

  • ” Estas vendo como você só fala besteira? Ninguem morre de cabeça erguida, todos os mortos morrem de cabeça deitada…”

 

Autofagia Celular: A Matrix/DNA explica mais este fenômeno como evidencia para a teoria?

domingo, dezembro 24th, 2017

xxxx

(ver este artigo)

Autofagia? Auto-reciclagem dos sistemas? Mais um mecanismo desconhecido que apenas a minha formula “Matrix/DNA” pode solucionar e tornar suas causas conhecidas.

http://neurosciencenews.com/autophagy-autoimmune-disease-8185/

Cellular Self Digestion Process Triggers Autoimmune Disease

neurons

In multiple sclerosis, the immune system attacks the myelin sheaths of the nerve fibres (white). NeuroscienceNews.com image is adapted from the University of Zurich news release.

 

Quem veio primeiro? Ninguem… chegaram juntos

sexta-feira, novembro 10th, 2017

xxxxx

DNA ou Proteina

Resposta obtida consultando a formula da Matrix/DNA

” Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha? Esta pergunta não faz sentido. Galinha ‘e o produto da evolução de alguma ave que veio antes dos repteis. No processo de transformação da ave ancestral, as mudanças foram lentas, graduais, não existe uma linha divisória exata entre as duas formas. O ovo sempre acompanhou a ave ancestral e a galinha, portanto tambem nao existe uma linha divisória, exata, entre o ovo ancestral e o atual. No caso do DNA e proteína a resposta e’ similar. Ambos vieram de LUCA – the Last Universal Common Ancestor. Acontece que LUCA nunca viveu na Terra ( nem mesmo existiu de fato). LUCA seria o sistema funcional que se obteria conectando os sete diferentes tipos de astros que existem na mesma sequencia temporal em que foram formados. A formação destes sete diferentes tipos foi obtida a partir de um corpo ou astro inicial, provavelmente as estrelas de gaz leve que resultaram da evolução da anterior nebulosa de átomos. Este corpo leve e quase transparente foi penetrado por uma onda de luz universal (proveniente ainda do Big Bang). Acontece que as ondas de luz universal são o resultado da radiação eletromagnética, a qual, verificada no espectro eletromagnético apresenta sete faixas diferentes, cada faixa tendo cor, vibração, intensidade para energia, especificas. Quando a onda recém emitida penetra tal estrela ela esta no estado inicial, como gamma ray, ou raios gama. A seguir ela se transforma para a próxima faixa, quando então a primeira se separa e com ela separa-se uma porcão da matéria que a circunda. Depois a segunda onda se separa e novamente, fica envolvida com a outra porcão da matéria que a circundava. Ora, como cada onda tem vibração e consistência própria, cada porcão de matéria terá se modelado nesta mesma consistência, de onde surgem sete corpos diferenciados entre si.

Estes corpos/astros separados no espaço contendo internamente uma especie de alma de luz ( o que restou da sua faixa especifica), que o modelou, lhe deu a forma, e’ o mesmo conjunto que pela evolução denominamos de “organismo mais seu DNA”.

Nas origens dos sistemas biológicos ( erroneamente chamados de “vivos”, pois tendo as mesmas propriedades expressadas ou em estado latente, os ancestrais astros tambem seriam “vivos”) chegaram a superfície da Terra ( pela luz estelar e pela radiação cósmica, como ainda vindo da radiação dos núcleos planetários), bits-informação de cada parte, cada detalhe dos sete astros. Aqui estes bits ( na forma de fótons) tendem a se juntarem com seus antigos vizinhos, e com isso formam “pedaços” do sistema-astro. Um destes pedaços na forma orgânica biológica são as proteínas, outro pedaço representa o núcleo do sistema, o que deu no DNA. As proteínas se referem a pequenos trechos do circuito esférico total da formula que era a “Matrix/DNA” astronomica. Então proteína e DNA se formaram lado a lado, como partes vindas de um único sistema. Depois de formado os pedaços, estes repetem o processo e se ligam num pacote inteiro, reproduzindo assim, biologicamente, o sistema astronomico – LUCA. O sistema resultante foi a primeira célula biológica. Então não faz sentido perguntar qual veio primeiro.

Ciclo de Krebs: Um Intermediario entre o building block da galaxia e o building block do DNA

domingo, outubro 1st, 2017

xxxx

Importante pesquisa a fazer. Material importante deste vídeo sugerindo ser o ciclo de krebs um dos precursores da vida. 

O ciclo de Krebs, ou ciclo do acido cítrico, existiu antes das origens da vida (antes do RNA, do DNA e das células), eles existem no fundo dos oceanos formados pelos ventos termais, em volta dos quais existem abundante vida primitiva. O ciclo começa com o encontro entre duas substancias as quais se juntam formando uma terceira molécula, Esta evolui para um quarto tipo de molécula, e assim por diante ate o ciclo fechar-se novamente. Parece a formula da Matrix. Acontece que as moléculas formadas neste ciclo interagem com o mundo exterior e produzem os elementos essenciais da vida: aminoacidos, sugars, ácidos nucleicos, ácidos gordos, cofatores. E enquanto o ciclo parece uma roda girando, ele produz ou libera energia que e’ estocada para formar ATP, a energia das células… tal como a F4 faz na formula.

A razao entre velocidades deste spin afeta tudo, desde o envelhecimento, o risco para cancer, o status da energia no organism,

So falta agora ver cada molecula do ciclo para confirmar que a razao porque ocorrem estas reacoes e’ imitar o processo do cilo vital.

Interessante ‘e que enquanto o normal nos seres vivos e’ o ciclo correndo no sentido horario, formando moleculas cada vez mais complexa (?), tem bacterias nas quais o ciclo corre em reverso. Sao melecuals anaerobicas que nao respiram oxigenio. Um dos diferentes resultados do ciclo em reverso e’ que, enquanto no ciclo horario o ciclo libera o produz energia, no reverso ele precisa de abastecimento de energia exterior. Dando as bacterias energia, elas sugam Co2 e hidrogenio e formam novas moleculas – que tambem sao os building blocks da vida.

E de onde estas iniciais substancias ( moleculas) que deram origem ao ciclo, vieram? Vem do acetyl-phosphate (acetyl- CoA), ou phosphate (fosfato ou fosforo?), o qual foi encontrado em quantidade nos meteoritos ( outra vez a F5)

O ciclo comeca com

xxxxxx

 

 

 

Ciclo Vital das Células: Oscilação do Núcleo

segunda-feira, setembro 11th, 2017

xxxx

http://www.alphr.com/science/1006968/internal-clock-is-discovered-in-a-living-human-cell

Internal clock is discovered in a living human cell

Sugestao da Matrix/DNA = Ele é produzido pelo circular de informação no circuito. Tal como acontece com uma onda de luz (a qual é a primeira ocorrência deste fenômeno no universo e desde o qual o fenômeno é repetido em todos os sistemas naturais), a vibração ou intensidade dos flashes cintilantes começa forte, na maior intensidade do circuito, e continua forte em crescente ate a F4, quando começa a decair porque começa a entropia.)

Matrix/DNA suggestion – It is produced by the flux of information in the circuit. As it happens with a light wave (which is the first occurrence of this phenomena in the Universe and from which the phenomena is repeated at natural systems), the vibration or intensity of the scintillating flashes starts strong at the highest intensity of the circuit and continues strong in increasing to the F4, when it begins to decay because entropy begins.)

The discovery may give insights into how and when diseases start – 11 Sep 2017

Cells dramatically change their shape and size during a lifetime. But this is the first time the changes have been seen over short time periods.

O ritmo da  cintilacao num  precise point of a cell in its life cycle…. During the lifetime of the cell, the amount the cell changes in shape during these ‘flickers’ also gets smaller. This means measuring the fluctuations can give away the age of the cell.

“However, with this discovery, which shows that the nucleus exhibits rapid fluctuations that decrease during the life cycle of the cell, we can enhance our knowledge of both healthy and diseased human cells.”

the nucleus of the living cells, and saw a part of it, known as the nuclear envelope, flickering over a period of a few seconds. 

(Este mecanismo de oscilacao do nucleo das celululas foi projetado nos organismos? De que forma os corpos de organismos sinalizariam estas pulsacoes?)

“This process can serve as an internal clock of the cell, telling you at what stage in the cell cycle the cell is,”

“We know that structural and functional errors of the nuclear envelope lead to a large number of developmental and inherited disorders, such as cardiomyopathy, muscular dystrophy, and cancer,” she said. “Illuminating the mechanics of nuclear shape fluctuations might contribute to efforts to understand the nuclear envelope in health and disease.”

xxxx

A proposito, eu postei esta resposta num debate:

God of War – Q1. what are the type of mathematical equations that describe the growth of organisms?

Matrix/DNA : – Lol, good! I am just coming back from reading the best scientific news today, it is related to “grow of organisms”, which is related to life’s cycles and here you have a little idea how the knowledge of Matrix/DNA models and formula works in parallel with official science and offers different interpretation for natural phenomena. The news is in the link:
http://www.alphr.com/science/1006968/internal-clock-is-discovered-in-a-living-human-cell
Please, read the article and come back to this post….
I never knew that cells’ nucleus are flickering. But, missing this knowledge was my fault, because my formula predicted it 30 years ago. My fault is due no enough time for analyzing all predictions from the formula, which must be millions. So, look what Matrix/DNA says now:
” This internal clock is produced by the flux of information in the systemic circuit. As it happens with a light wave (which is the first occurrence of this phenomena in the Universe and from which the phenomena is repeated at natural systems like cells), the vibration or intensity of the scintillating flashes starts strong at the highest intensity of the circuit and continues strong in increasing to the F4, when it begins to decay because entropy begins. It is merely the life’s cycle pathway.”
Since you don’t know how to analyzing the formula, I think you will not understand this says from Matrix/DNA, but my long time doing it ( 30 years), I am very practical doing it.
Where and when the researchers would have this interpretation, linking a reductive detail of a phenomena to the whole Cosmos, linking it with the first waves of light emitted at the Big Bang? When they will linking thermodynamics like entropy to this phenomena for having new glimpses how to control it and finding ways for avoiding the diseases they are looking for? That’s why I am here alerting that the current scientific method and scientists world view must be amplified for inserting the systemic method upon the reductive method, and how is the new kind of lab we are in needs just now.
Organisms grow and decay are very well represented by Matrix/DNA formula, which is not showed as mathematical equation but by software’s diagram because the dynamics of life are based on codes, genetics codes, and computational codes are not writing with mathematical equations. Now I will take my beer in commemoration of more one victory of my theory… Cheers…

Porque as celulas fazem tanto trabalho sem beneficios, pagamentos?

quarta-feira, abril 26th, 2017

xxxx

Interessante pergunta nos comentarios abaixo deste video suscitou nossa resposta, copiada abaixo:

Molecular Visualizations of DNA – Original High Quality Version

https://www.youtube.com/watch?v=OjPcT1uUZiE

Ben David Ben David – 3 years ago

The real question here is….why? What makes these cells DO what they DO? What if they decided not to form chromosomes one day. What is the reason these cells want to do this? I want a Vsauce video on that.
xxx

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 4/26/2017

Maybe epigenetics could answer that? It is obvious that cells did not created this things for itself, the cell alone do not need it for surviving. The order for creating these things came from outside the cell?
If so, it was something that need these things and jobs done. What? Who?
My personal method of investigation (comparative anatomy between living and non-living systems) suggested a surprising answer: it is this galaxy…
How? For what? How is merely entropy fragmenting the stars into bits-information and these bits joining at a planet surface try to reproduce the system where they came from, naturally and microscopically, applying nanotechnology. Like an adult human applies nanotechnology and is reduced to a microscopic genome.
The cell is a real and faithful reproduction of our galaxy, with some mutations due different environment, matter, water, etc.. The problem that humans are not seeing it is due they do not know how this galaxy works as a system, their theoretical model of galaxies are wrong.
But… why this galaxy wants to reproduce itself?
It doesn’t. It is a force that passing through it that leads to reproduction. This force is waves of light, coming since the Big Bang. A natural original wave of light seems a living thing. Its propagation is due the same force that makes your body to propagating into space time, growing and becoming old. We cal this force as ” life’s cycle”. This force makes your body be transformed into seven meaning shapes: blastulae, foetus, baby, kid, teenager,adult, senior,… cadaver. A wave of light has changed seven shapes as gamma rays, ultraviolet, radio waves,etc.
So, why cells do what they do? The answer is the same for why galaxies and atoms do what they do. The why comes with a wave of light at the Big Bang. And why light do it? Well, my method lead me till the last frontier of the universe and at the moment of the Big Bang. I stopped there. Since that light is coming beyond… I don’t know…
But, the universal history suggests a theory: that light is the genome of the thing that produced this egg universe for reproducing itself, naturally… What is the “thing”? I don’t know… What else we can see is that every living and counscious being in this Universe is a gene building the counciousness of the baby of that “thing”…
( if you want to see the models of cells, galaxies, atoms that fits this evolutionary lineage, google ” The Universal Matrix for Natural Systems and Life’s Cycles”.

Neurocientista Acredita que a Consciencia e’ Apenas uma Ilusao

terça-feira, abril 11th, 2017

xxxx

A grande maioria do povo brasileiro ainda não sabe o que se passa nos modernos apóstolos das nações ricas que proliferam nas universidades modelando as mentes da juventude. Um destes famosos e muito ativo na imprensa, e’ o cientista Daniel Dennet. Traduzo aqui uma entrevista que ele deu para a BBC ( BBC Radio 4’s The Life Scientific ) onde ele expõe completamente essa visão de mundo que caminha ao lado do poder mundial hoje. Porem, a seguir, escrevo a interpretação disso tudo sob a perspectiva de outra diferente visão do mundo que pode dar uma ideia de quanto podem estarem errados e como isso esta’ se tornando demasiado perigoso para a sobrevivência da humanidade que já vive na corda bamba. Boa leitura e perdão por alguns errinhos feitos `as pressas, com equipamento inadequado para português, etc.:

Brain

Image copyright Science Photo Library

O cientista cognitivo Daniel Dennet acredita que nossos cerebros sao maquinas, feitas de bilhoes de pequenos robots – nossos neuronios, ou celulas cerebrais.

Num infeliz memorandum escrito em 1965, o filosofo Hubert Dreyfus afirmou que humanos sempre iriam bater computadores no jogo de xadrez porque falta intuicao `as maquinas. Dennet discordou.

Poucos anos depois, Dreyfus se encontrou muito embaracado perdendo no check-mate para um computador.

E em maio de 1997, o computador da IBM, Azul Profundo, derrotou o campeao mundial de xadrez, Garry Kasparov.

Foram muitos os que ficaram infelizes com estes resultados e argumentaram que o jogo de xadrez seria um jogo com uma logica enfadonha. Que computadores não precisam de intuicao para ganhar. O alvo da competicao mudou em busca de outro jogo.

Daniel Dennet sempre acreditou que nossas mentes sao maquinas. Para a questao nao e’ se computadores pordem se tornarem humanos. E sim se humanos podem ser tao bons e sabios quanto computadores.

Numa entrevista para a BBC ( BBC Radio 4’s The Life Scientific ), Dennet disse que nao ha’ nada de especial sobre intuicao. ” Intuicao e’ simplesmente conhecer uma coisa sem conhecer como voce chegou nela”.

Daniel Dennett

Daniel Dennett acredita que nossas celulas cerebrais sao robots respondendo a sinais quimicos – Image copyright Maria Simons

Dennet lamenta que o filosofo Rene Descartes foi o responsavel por permanentemente poluir nosso pensamento sobre como pensar a respeito da mente humana.

Descartes nao poderia imaginar que uma maquina seria capaz de pensar, sentir, e imaginar. Tais talentos so podiam terem sido dados por Deus. Ele esteve escrevendo no seculo XVII, quando maquinas eram feitas de correias e ferro, nao CPUs e RAM, por isso nos devemos perdoa-lo.

Robots feitos de robots

Nossos cérebros sao feitos de uma centena de bilhoes de neuronios. Se você fosse contar todos os neuronios do seu cerebro na razao de um por segundo, você gastaria 3.000 anos!

Nossas mentes sao feitas de maquinas moleculares, mais conhecidas como celulas cerebrais. E se voce achar isto depressante entao a voce falta imaginacao, diz Dennet.

Kasparov v Deep Blue, 1997

Image copyright Getty Images O povo ficou chocado quando um computador derrotou o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov in 1997

“Voce conhece o poder de uma maquina feita com um trilhao de pessas em movimento?”, ele pergunta.

” Nao nao somos apenas robots”, ele diz. ” Nos somos robots, feito de robots que sao feitos de outros robots”.

Our brain cells are robots that respond to chemical signals. The motor proteins they create are robots. And so it goes on.

Nossas celulas cerebrais sao robots que respondem a sinais quimicos, apenas isso. As proteinas como motores que elas criam sao robots. E assim por diante.

Como a tela de um telefone

Auto-consciencia e’ real. Claro que e’. Nos experimentam os ela a cada dia. Mas para Daniel Dennet, consciencia nao e’ mais real que a tela de seu laptop ou seu telefone.

Os programadores que fazem estes aparelhos de telefones espertos chamam eles de ” ilusao de usuario”. E’ um pouco depreciativo, talvez, mas eles acertaram em cheio.

Pressionando os icones em nossos telefones nos faz sentir no controle. Nos sentimos que controlamos o heardware interno ao aparelho. mas o que nos fazemos com nossos dedos em nossos telefones e’ antes uma patetica contribuicao `a soma total das atividades do telefone. E, e’ claro, ele nunca diz a nos nada de como ele funciona.

A auto-consciencia humana e’ a mesma coisa, diz Dennet. ” Ela e’, para o cerebro, a ” ilusao do usuario”, dele mesmo.”

Ela parece real e importante para nos mas ela nao e’ de grande importancia. ”

O cerebro nao tem que entender como o cerebro funciona.

Não somos tao inteligentes como pensamos

Nos sabemos que nos evoluimos dos macacos. Nos sabemos que compartilhamos 99% do nosso DNA com chimpanzes.

Nos sabemos que alguns dos nossos comportamentos sao de natureza animal, ( geralmente os instintos dos quais nos nao nos orgulhamos). Nossas maiores qualidades especiais, nossa inteligencia, nossas intuições e criatividade, nos gostamos de pensar que vem de causas muito especiais.

Chimp digging with a tool

Nos humanos temos tradicionalmente enfatizado nossas diferencas do reino animal, mas nos somos nada mais que o resultado das experiencias evolucionarias – Image copyright ADAM JONES/SCIENCE PHOTO LIBRARY

Nossos cerebros, como nossos corpos, tem evoluido durante centenas de milhoes de anos. Eles sao o resultado de milhoes e milhoes de anos de perigosos “jogos de erro e julgamento” que totalizam nossas experiencias evolucionarias.

Desde uma perspectiva evolucionaria, nossa habilidade de pensar nao e’ diferente da nossa habilidade de fazer a digestao, diz Dennet.

Ambas estas atividades biologicas – fazer digestao e pensar – podem ser explicadas pela Selecao Natural da Teoria de Darwin, ffrequentemente descrita como a sobrevivencia do mais adaptado.

 

Julgamento e Erro

Nos evoluimos de uma incompreendida bacteria. Nossas mentes, com todos seus remarcaveis talentos, sao o resultado de uma infinidade de experiencias biologicas.

Nosso genio nao nos foi dado por Deus. Ele e’ o resultado de milhoes de anos de erros e julgamentos – para na proxima vez nao cometer o mesmo erro ou errar menos. Assim vamos acertando, evoluindo.

When a bacteria moves towards a food source, scientists don’t praise the bacteria for being clever. That would be highly unscientific. But when scientists describe thinking as a biological activity, they risk ridicule or outrage (depending on the company they keep).

” Quando uma bacteria se move na direcao de uma fonte de alimentos, nossos cientistas nao elogiam a bacteria por ser inteligente. Eles seriam demasiados anti-cientificos. Mas quando os cientistas descrevem o pensamento como uma atividade biologica, eles se arriscam a serem ridicularizados e blasfemados. Mas essa e’ a verdade”, diz Dennet.

Such fierce reductionism offends. How naïve to suggest that there is nothing more to the human mind than a bunch of neurons!

Esse afiado reducionismo ofende o orgulho dos humanos. Quao absurdo e’ sugerir que nao existe nada mais na mente humana do que um monte de neuronios!

Descartes grosseiramente subestimou as maquinas. Alan Turing colocou as coisas nos eixos. Ele previu que no final do seculo XX: ” O uso de palavras e da opiniao educada tera alterado tanto que uma pessoa sera capaz de falar de maquinas pensantes sem ser contraditorio”.

Computadores em 1960 nao eram tao bons no xadrez. Agora eles tocam saxofone como John Coltrane.

Nesta era digital dos supercomputadores e telefones espertos, certamente nao sera dificil imaginar como uma maquina feita de trilhoes de pessas auto-moventes pode ser exatemente um humano.

xxxx

Analise pela perspectiva da cosmovisão da Matrix/DNA

A Humanidade ja construiu varias civilizações poderosas – como a dos egípcios, dos babilônicos, dos romanos, etc – e todas caíram. Porque? Porque foram construídas tendo por base uma interpretação errada da realidade do mundo, o qual os pegou de surpresa. Agora temos mais um modelo de civilização, moderna, se assentando em cima de uma cosmovisão que se afirma a passos largos através das escolas e do poder. Tera’ a humanidade descoberto a verdadeira interpretação do mundo e com isso esta civilização não vai desaparecer, ou vai se transcender naturalmente?

Claro que não. Basta a dizer, primeiro, que nos ainda somos quase cegos, vemos e percebemos nos objetos e no mundo apenas uma faixa das sete faixas de organização da matéria mostrada pela luz visível. Segundo que esse nosso minusculo cérebro jamais seria capaz de processar as informações da verdade ultima de um mundo que não pode ter surgido por um “começo” mas também não pode estar existindo infinitamente sem ter tido um “começo”. Tem que existir uma terceira alternativa mas talvez nenhum tipo de cérebro sera capaz de entende-la. Nos não podemos ser fanáticos em nenhuma visão de mundo como estão sendo os camaradas de Daniel Bennet, se quisermos uma civilização que se transforme sem perecer antes.

Eu concordo com a comparação entre nos – todos os tipos de sistemas biológicos, de bactérias a humanos atuais – e maquinas. Porque os sistemas biológicos foram criados por uma maquina e vivem numa biosfera em estado de caos que aos poucos vai sendo modelada pela maquina envolvente para se tornar uma maquina biológica. Nos fomos criados por um sistema astronomico, estelar, que foi descrito quase corretamente pela mecânica Newtoniana, e este sistema foi produzido por outra maquina que ( aqui inicio a entrar com a cosmovisão da Matrix/DNA) alcançou o ultimo nível de mecanicismo possível na Natureza – esta Via Láctea. Não em termos de complexidade e parafernália de acessórios mas em termos de inteligencia para a melhor sobrevivência, a simples mas complicada maquina galáctica da’ de dez a zero em qualquer outra supermáquina que venha a ser criada. Basta ver o modelo dessa maquina neste website que você concordara comigo.

Mas nos, na forma de nosso ancestral longínquo – esta galaxia – cometemos ja naquela época, o mesmo erro de construir castelos de areia devido conhecimentos arrogantes que não são os conhecimentos da Natureza. A galaxia pensou que conhecia o mundo certo, pensou que sabia de todos os recursos do Universo, criou o Paraíso Eterno para si mesma e se encarnou neste paraíso. Mas ela desconhecia um recurso escondido nas mangas da Natureza, a força da entropia, que chega sorrateira, sutil, produz a degeneração e a morte final de qualquer pretendente a motor perpetuo.

Os sistemas biológicos, encabeçados pelo corpo humano e seu magnifico cérebro, estão ainda muito longe de conseguir o poder e a qualidade de existência da maquina perfeita que nos criou. Isso significa que ela vai nos fazer evoluir muito mais ainda e com isso Dennet ainda não contou: evoluem os supercomputadores, mas evoluem e surgem novos sensores cerebrais, o cérebro humano estará sempre na frente, mesmo que não esteja em termos de poder, digamos, militar.

Até o chimpanzé, concordo plenamente que fomos como robots. Somos 99% iguais, em termos de sistemas biológicos. Porem, a minha cosmovisão esta afirmando que na transição de chimpanzés para humanos houve mais uma surpresa da Natureza, mais uma força ou lei natural com a qual nossa ciadora não contava. Existia algo dentro dela mesmo que ela desconhecia. Ela já continha o potencial para ser sistema biológico, ela chegava a expressar as propriedades biológicas mascaradas de mecânica, na verdade ela não era como um supercomputador, ela era uma maquina-viva, e os nossos computadores, por não terem este elemento natural encriptado em seu ser, nunca poderao ser uma maquina-viva, por mais que sonhe o Dennet. Computadores nao foram feitos pelo DNA. As galaxias sim, pela formula universal que tomou a forma biológica de DNA.

Para explicar essa diferença infinita entre nos e os robots, devo tentar rebuscar uma analogia.

Na embriologia,  o corpo que sera humano, se torna consciente entre os 6 e 8 meses. Mas foi a base fisiológica daquele corpo, com seu cérebro, que criou a consciência por si mesmo, pela primeira vez na historia do universo? Não porque a consciência já existe fora de seu pequeno universo, sua bolsa embrionaria, e existe a muito tempo. Mas como então, se ela também não foi imposta de fora para dentro? Ora, a consciência já estava encriptada, em estado potencial, desde o momento inicial da fecundação, e ficou ali apenas em estado latente durante todos aqueles meses.

Sei que os Dennet da vida iriam me interromper aqui, irados. ” Mostre-nos, de a prova, de que ela esta nos genes. Quais genes? O fato e’ que qualquer cérebro ao chegar a um certo estagio evolutivo, produz auto-consciência, não que ele a tenha recebido por transmissão genética.”

E’ um caso a discutir penso eu. Isso quer dizer que todo corpo masculino ao chegar aos 18 anos produz bigodes, estes não são caracteres transmitidos? Mas porque então nunca vi nenhum filho de moreno produzir bigodes louros ou ruivos?

O fato é que genes são depositários de informações, porem para eles se moverem e executarem suas missões existe um comando de instruções, igual a um computador em que o hardware precisa de um software. A todo ano nasce uma nova geração de hardwares, mas não são os hardwares que produzem os softwares que os operam. Estes vem de fora, de uma mente que esta fora do hardware.

O fato é que a cosmovisão da Matrix/DNA pode explicar tudo o que existe no mundo que o Sr. Dennet conhece e sabe explicar, porem, organizando, conectando as coisas de uma maneira diferente, também logica e racional, e com isso a historia do mundo muda, o mundo adquire um significado diferente da cosmovisão do Sr. Dennet. Eu apliquei os mesmos mecanismos darwinianos que o Sr. Dennet aplicou para aprender a evolução a partir das bactérias e vir subindo ate chegar aos humanos, porem o fiz de forma reversa, do futuro para o passado, cheguei `as bactérias do mesmo jeito, mas não parei ai numa sopa sem vida qualquer. Das primeiras moléculas orgânicas Darwin me conduziu ao sistema solar, `a galaxia, a nebulosa primordial de átomos, cheguei também no Big Bang, e pude inclusive dar uma olhada na nevoa escura alem dele para ai suspeitar que Darwin continua funcionando.

Eu vi os astronômicos como uma maquina, vi os átomos como robots, mas todos eles tinham vida como os biológicos. A maquina que Dennet fez e esta aprimorando esta errada em relacao a maquina natural e por isso sua interpretação do cérebro também esta’. Se for falar de consciência então…

Os processos vitais que existem aqui no meio biológico não foram inventados pela Terra, e seus sistemas astronômicos. Eles traziam estes processos dentro de si sem se aperceberem dele como o embrião não percebeu que trazia em si a consciência desde o primeiro dia ate os 8 meses. Neste Universo esta ocorrendo um processo de reprodução genético-computacional da coisa desconhecida que gerou este universo. Não existe problema nenhum que para universos, o embrião que esta sendo gerado demore 13,8 bilhões de anos para manifestar a consciência que já existia la fora, dentro da cabeça de seus criadores. Pois o Universo para nos parece ter uma dimensão quase infinita, seu tamanho e’ inimaginável, mas também é seu tempo. O que são 13,8 bilhões de anos para nos, para o universo são seus 8 meses. E dai? Qual o problema?

A Matrix/DNA apresenta uma outra visão das bases da consciência quando ela detecta na totalidade das irradiações no espectro eletromagnético uma substancia que pode ser uma onda de luz que contem encriptada a formula para sistemas, inclusive para a consciência como sistema natural, mas isso é um assunto mais complexo.

A auto-consciência dormia nos átomos, sonhou com paraísos eternos  nas galaxias, começou a acordar nos sistemas biológicos como as plantas e animais primitivos, começou a despertar nos chimpanzés e veio a se levantar no homem. E dai? Qual o problema?

” O problema é que você não tem provas disso”.

Porem eu tenho muito mais fatos arrolados como evidencias do que você tem para sua interpretação do mundo. E você não me mostrou em cima da mesa nenhum neurônio atuando como robot, como seu supercomputador, por si só. Muito menos me mostrou emergindo deste robozinho algo parecido com auto-consciência.

Nossa civilização tem que ter um destino melhor que as anteriores. Vai ser tudo desmanchado, – a evolução não espera e não perdoa – mas podemos fazer disso uma transição muito menos dolorosa, e podemos nos mesmos, não outros reis e imperadores e servos, transcender para a nova civilização mais sincronizada com a que esta determinada a ser, não pela maquina galáctica, não pelo universo, mas por aquilo ou aquele que esta sendo reproduzido através de nos.

Sistema Imunológico: Como a Natureza o Inseriu nos Sistemas Biológicos?

sexta-feira, março 17th, 2017

xxxxx

Vídeo da batalha entre vírus e anticorpos. Mas antes de assistir…

A humanidade esta’ pagando um preço muito caro por ainda não ter entendido a Natureza. Milhões, bilhões de humanos continuam sendo barbaramente torturados por doenças absurdas sem que a nossa Ciência nada consiga fazer para salva-los. Mas a Ciência não tem culpa disso, ela oferece a visão e os instrumentos suficientes para esse entendimento da Natureza. A culpa esta sendo dos humanos, cuja racionalismo esta empacado pela mistica. Soma-se `a esta imaginação infantil criadora de fantasias que impede a humanidade sair de sua infância e entrar na fase adulta, os interesses mesquinhos materiais e a arrogância dos humanos que se apoderaram da Ciência. A Natureza se abre como um livro para o estudante humilde e bem intencionado, mas para entende-la é preciso uma razão muito naturalista e concentrada no esforço de aprender com admiração, pois nas suas profundezas a Natureza universal, que produziu átomos, galaxias, elefantes e humanos, é muito, mas muito complexa…

Um exemplo é a moda cientifica atual de procurar e delegar as doenças a genes, um pequeno amontoado de átomos. genes teriam propósitos, como o de dirigir organismos complexos a se reproduzirem, sendo que genes não possuem o menor resquício sequer de algum principio de sistema nervos, quanto mais inteligência para ter propósitos para o futuro…Assim nunca vão erradicar as doenças mortais que a milênios estão ai’, torturando e matando humanos. Enquanto isso, esta’ visível que os genes pertencem a um sistema – o DNA – e que agem por comandos deste sistema. Mas a inteligencia humana se desviou do foco em sistemas naturais a seculos, e sem conhecer algo de sistemas naturais não se vai nunca descobrir a causa destas doenças.

Temos aqui outro exemplo, um vídeo tecnicamente muito bem feito, porem, revelando um conhecimento superficial que jamais resolvera’ o mal que ele relata.

Não faça como todo mundo, tal como se estivessem assistindo uma batalha mas sem saber quais países estão guerreando, quais armas e meios de comunicação estão sendo aplicados, sem conhecer os generais e presidentes dos países, porque estão guerreando, etc… No final, você viu uma batalha, viu o território onde foi realizada, mas saiu sem saber mais nada. E você ouviu um narrador contando a batalha, sem explicar nada.

Lembre-se que células e vírus nem sistema nervoso possuem, quanto mais um cérebro, o qual seria necessário para explicar as operações complexas nesta batalha. No filme, uma simples célula, sai de um rio de sangue, sobre nas margens, atravessa um longo território, passa por milhares de outras células, e vai diretamente sobre uma célula, adentra-a e la dentro encontra o que saiu a buscar: vírus. Ora, nem macacos com cérebros conseguiriam fazer isso, talvez nem humanos sem aparelhos técnicos. Mas para ela se decidir a sair do rio, recebeu antes a visita de uma outra célula que lhe trouxe uma ordem de comando para fazer aquilo. Ora, células não poderiam se comunicarem desta maneira.

Então qual a causa desta batalha que se torna tao complexa apenas imitada por humanos inteligentes? A resposta é simples, porem desconhecida de todos os envolvidos nestas observações. Acontece que cada célula possui átomos e estes, elétrons. Estes elétrons são invadidos por partículas de luz, chamadas fótons, como estas que vem do sol. Estes fótons vieram de um sistema completo e funcional, muito simples (abaixo mostrarei a face deste sistema). O sistema de onde vieram foi fragmentado em seus bits-informação, registrados nestes fótons, cada fóton é uma informação que continua ativa, e quando se encontram em qualquer outro lugar, tendem a se enfileirarem numa sequencia ordenada que é a mesma sequencia de posições que estavam no sistema desfeito. E assim tentam reconstruir materialmente o hardware, a arquitetura física, do sistema de onde vieram. Se o sistema reconstruído é uma célula, ela vai contem uma rede de network formada por estes fótons dentro dos elétrons de suas organelas e demais substancias. Depois de construírem as células, estes fótons usam-nas para construir organismos, pois buscam repetir a incrível perfeição do sistema de onde vieram.

Você vai assistir uma batalha dentro de um organismo, entre células e vírus. Os vírus também não sabem o que fazem, eles jamais teriam a capacidade para sair de um meio formado de células para entrarem num rio de sangue e irem pescar diretamente apenas um tipo único exclusivo de peixe, chamado de célula CD4.

Tanto células como vírus estão aqui movendo-se sob o comando de uma entidade de um sistema, na forma de uma maquina quase perfeita. Cada tipo de célula ou vírus representa uma peça dessa maquina, e peças funcionam sem intenções, percepções, inteligencia. Elas não se movem por si mesmas, são movidas pela engrenagem, e determinadas a fazerem um tipo de movimento. Depois do vídeo vou apresentar o sistema de onde vieram as informações que compõem o quadro onde se realiza a batalha. Você vera que neste sistema, e a bilhões de anos atras, muito antes das origens de células e vírus, a peça representada pelos vírus são movidas de uma posição e dirigidas para um único local exato. Então a célula alvo dos vírus, representa naquele sistema, a peça que esta naquele local naquele momento.

Apenas conhecendo-se a formula dos sistemas naturais, a formação de sua identidade e capacidade de controle do todo interno, mais seu aspecto hardware/software, realmente se entende e conhece este processo complexo. A unica outra alternativa racional seria a de uma montagem inteligente, porem, tendo-se conhecimento da formula não se necessita desta alternativa… a não ser que a formula – que surgiu no meio desta Natureza impressa em ondas de luz desde o Big Bang – tenha sido criada com inteligencia alem deste Universo.

Bem, aqui esta a “alma” do sistema que criou vírus, células e organismos.

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Já foi detectado que os vírus são os representantes biológicos da função 5, ou F5. Produzidos em F4, se dirigem a F1. Então a célula alvo na corrente sanguínea esta’ representando F1. Os vários tipos de células que formam o sistema de defesa são peças formadas na sequencia desta formula pelo processo do ciclo vital. Então temos que identificar qual é F2, F3, e assim por diante. Quando o vídeo diz que a célula tal se dirige a outra célula tal e lhe passa uma informação é preciso entender que são representantes de duas funções vizinhas no circuito da formula. Uma célula, digamos, F2, se dirige apenas a F3, sem possibilidades de errar, pelo mesmo motivo que o ciclo vital faz com que a forma criança de um humano se dirija a forma de adolescente e esta a forma de adulto, pois não teria como um adolescente errar e ir para outra forma senão a de adulto.

Uma questão ainda não respondida pela Matrix/DNA. O nosso ancestral sistema astronomico, na sua forma de sistema fechado, não realizava qualquer troca com o mundo externo, portanto, devia ter um mecanismo impedindo invasores. Mas provavelmente se tratava apenas de um campo magnético, assim como o planeta Terra se defende. Existiria outro mais eficaz?

Porque senão existia, o sistema de imunidade biológica foi um salto demasiado grande na evolução… não vejo a base solida para dar esse salto. E como não vejo uma função sistêmica capaz de exercer esta função de defesa, suspeito que isto seja produto da entidade do sistema.

Observando o vídeo:

  1. A corrente sanguínea imita o circuito esférico da formula para sistemas. Enquanto no circuito trafega energia e fótons na forma de informação, na corrente sanguínea trafegam muitos elementos, como nutrientes, células, etc.
  2. A entrada de vírus na corrente seria como a entrada de meteoritos ou qualquer outro invasor dentro do circuito astronomico. Desde que o circuito é um corpo rolando no espaço/tempo, estes invasores também no sistema astronomico adentram o corpo do sistema.
  3. Porque os vírus atacam o Linfócito CD4 (pesquisar), e não os outros elementos? Porque atacam diretamente os policias, os soldados do organismo? O que os informa, ou como eles sabem que são os soldados e não os civis, os primeiros a serem eliminados? Porque vírus e linfócitos são opostos entre si? Ou seria uma relacao predador/presa? Tera’ o linfócito, e apenas ele, um tipo de nutriente preferido pelos vírus? ( Ver a composição atômica e molecular dos dois).
  4. Com a morte dos linfócitos, macrófagos são atraídos pelos vírus. O que produz os macrófagos e como sabem que tem vírus? Pesquisar ou rememorar o que são macrófagos. Morreu a infantaria, agora vem a policia montada.
  5. Macrófagos passam uma informação aos linfócitos CD4, os quais se ativam. Ora isto é uma network! Coisa da entidade do sistema. Mas o que significa passar informação e o que significa ficar ativado, a nível molecular?
  6. Linfócito CD4 informa linfócito B e CD8 para ficarem ativados… ( eles não possuem radio ou telefone, tem que ter mensageiro levando as mensagens em mãos). Isto esta’ parecendo mais uma repetição do ciclo vital. Seriam as varias formas de linfócitos produzidas na sequencia do ciclo vital?
  7. Linfócitos CD8 saem da circulação sanguínea… Sera’ que vão combater os vírus no local que entram para invadir?
  8. Hummm… vão para as células infectadas pelos vírus. Apenas quando os vírus entraram na corrente sanguínea alertaram o sistema de defesa. Quer dizer que este Sistema não capta quando as células são invadidas?
  9. Os CD8 matam as células infectadas com vírus! Bons médicos…
  10. Linfócito B vai ao gânglio para produzir anticorpos… O que são gânglios? Como eles se encaixam na formula da Matrix/DNA? Como esse linfócito sabe que tem de ir la? E os linfócitos já não são, em si mesmos, anticorpos?
  11. Linfócito B sai dos gânglios carregado de anticorpos… e volta para a corrente sanguínea. Hummm… fazendo o papel de RNA-mensageiro e RNA-transportador?
  12. Então foram ativados dois tipos de linfócitos: um tipo para matar as células infectadas, e outro para produzir anticorpos e atacarem os virus dentro da corrente sanguínea… Mas os anticorpos não matam os virus, apenas os cercam, neutralizando-os. Entao vem os macrofagos que comem os virus na corrente. FIM

Raios! O que significa “inteligencia”? Senão um método complexo de apresentar resultados? E não acabamos de assistir um método complexo apresentando resultados? Eximias estrategias militares. Qual a diferença entre o método destas pequenas criaturas e o método dos humanos? Então existe inteligencia no mundo microcósmico? E antes das origens do homem?  Seriam estas pequenas criaturas, células, vírus, inteligentes?

Tem algo desconhecido ai’. Tem uma inteligencia dentro deste meio ou atuando neste meio desde fora. Se estiver dentro do meio, significa que a Natureza é e sempre foi inteligente, mesmo antes das origens do homem. Então… o que é “Natureza”? Mas se tiver fora… Seria a tao sugerida face software que a Matrix/DNA esta’ sugerindo existir em todo hardware-sistema? Tambem natural, porem imperceptível aos nossos sentidos?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Pesquisa: (ver linfócitos,macrófitos,gânglios)

  1. Linfocito CD4:

 

Linfócito é um tipo de leucócito (glóbulo branco) presente no sangue. São produzidos pela medula óssea vermelha, através das células-tronco linfoides…

Obs: Bem,… então antes temos que ver o que é leucócito.

Os leucócitos, também conhecidos por glóbulos brancos, são um grupo de células diferenciadas a partir de células-tronco pluripotenciais oriundas da medula óssea e presentes no sangue.

Obs 1: medula óssea, base da produção do sistema imunológico, seria o campo do campo magnético?

Obs 2: as células troncos não devem serem diferenciadas, seriam as primeiras células formadas na fecundação. A partir delas começa a diferenciação celular mas veja no quadro seguinte algo bem interessante:

xxxx

Obs: As primeiras células não são diferenciadas entre si, portanto iguais – e que devem formar a morula – se diferenciam em apenas dois tipos de células, as quais são ainda indiferenciadas. Um tipo, a mieloide, é que vai se desdobrar nas muitas células diferenciadas que vão compor a estrutura sistêmica e funcional do organismo. Mas o outro tipo é o grande mistério. Ele parece surgir como um ramo lateral vindo de algo estranho `a estrutura. E’ a célula indiferenciada linfoide. A partir dela vai surgir vários tipos de células diferenciadas, mas todas tem como unica função a defesa do sistema. Isto parece uma nova invenção no Universo, o mecanismo de auto-defesa ( porem a Matrix diz que isto não pode acontecer, este Universo não pode produzir nova informação do nada). A não ser que…

Isto me lembra o planeta Terra. Ele foi formado por material visível – poeira gazes – formando uma mistura indiferenciada e esta vai produzir a estrutura do planeta, vai se diferenciar em rochas, água, etc. Afora isso, e depois de estruturado surge um segundo elemento, invisivel, que parece vir de fora da linhagem hereditaria solida dos astros: o campo magnetico. E este exerce a funcao de defesa do planeta.

Isto sugere que … A CELULA TRONCO TENHA UM CAMPO MAGNETICO…!!!

Ou uma substancia biologica que imite ou represente os campos magneticos?

Não gosto disso. Parece que estou descambando para a metafisica. Mas busco a verdade, esta esta’ com o Universo, e o Universo esta’ pouco se lixando para o que eu gosto ou não…

Bem,… em varias outras situações a formula tem sugerido que todos os sistemas naturais tem como contrapartida um campo magnético, inclusive sistemas vivos. O qual – e aqui avançando muito na especulação – poderia ser a “identidade do sistema”.

Devo continuar este estudo. Parei na Wikipedia vendo leucócitos e linfócitos…