Archive for the ‘Sexo estelar e biológico’ Category

A formacao de clitoris e penis pela formula da Matrix/DNA e o site “My Vagina”

quinta-feira, fevereiro 28th, 2019

xxxxx

A formula da Matrix/DNA explica claramente como se formam as formas masculina e feminina, dirigidas por ela e o processo do ciclo vital. Estas formações ficam mais claras na formula em estado de sistema fechado, quase-perfeita, que foi seu estagio evolutivo na forma astronômica. Quando a formula passou do ancestrrl astronomico para o inicial biologico, obviamente teve que adaptar o processo para as novas condicoes ambientais e características da nova materia. Mas como sempre notamos em todos os casos, a formula sempre mantem a funcao de suas partes e tenta ao máximo manter a mesma forma. Entao comparamos a F1 – que na formula corresponde ao feminino – ‘a formacao embrionária da parafernália feminina, e ao pesquisar informacoes no meio cientifico tivemos a surpresa de aprender que o clitoris não e como pensávamos – apenas uma glândula arredondada – e sim uma especie de cone com dois tentáculos, ou bracos. Justamente como se apresenta F1, que contem dois apêndices , um de entrada, antes do proprio órgão se formar, que nas galaxias trazem o material estelar, e outro de saida, que nas galaxias representam a emissão dos germes astrais. Vejamos a real forma do clitoris:

https://myvagina.com/the-clitoris-and-female-orgasm/

The clitoris and female orgasm

O clitoris e toda essa parte amarelada na figura. Observe-se a aparência de “garfo”.

 

The MRI of the Clitoris

E no desenho abaixo, o clitoris e’ a parte rosa.

 

Sketch - vaginal opening

Nesta pesquisa, ao cairmos num video do Youtube, constatamos outra semelhança muito notável. A apresentadora sabiamente divide o clitoris em quatro quadrantes e informa que deve-se aplicar o deslizamento do objeto excitador no quadrante superior esquerdo em relacao ao corpo da mulher. Ora, no espaco sideral, o cone que representava o clitoris comeca a ter vida quando inicia a girar no sentido horário, quer dizer, para a esquerda. Fica entao registradas estas informacoes aqui para dar continuidade a estas pesquisas do processo evolucionario. Link para o video no Youtube… apesar de que o video e’ um chute no saco, pois apesar do esforço e boa explicacao da especialista, o apresentador fala demais, coisas estupidas, atrapalhando tudo…

 

No céu, o espermatozoide também nada na direção do óvulo!

sábado, fevereiro 2nd, 2019

xxxx

Photo

,,, este quadro me lembra a incrível semelhança entre o mecanismo da fertilização no céu que da’ origem a uma nova estrela e o processo da fertilização que da origem a um novo humano. Mas apenas descobri isso porque a pesquisa me tinha sugerido que o elo intermediário entre a galaxia e o homem, a primeira célula viva também apresenta o mesmo processo envolvendo RNA, nucléolo, e DNA. Um pulsar com um gigantesco (e duro, de ferro) vulcão lembrando a genitália masculina emite um bólido de magma que ao cair no espaço sideral adquire a forma de cometa (a forma do espermatozoide). Caindo na linha espiral galáctica o cometa e dirigido em queda ao centro da galaxia onde existe uma bela e luminosa quasar, lembrando a beleza feminina.

No núcleo da galaxia, depois que o cometa passa o horizonte de eventos que se constitui no corpo da quasar, ele adentra um vórtice nuclear, representando a genitália feminina. Onde fica a rodopiar a ate ser fragmentado liberando a energia do magma que se mistura com a poeira estelar dentro do vórtice. Essa mistura de massa e energia se torna outro bólido que é expelido para a espiral galaxia agora fazendo o caminho inverso. Enquanto se distancia o germe de massa incandescente e coberta com camadas de poeira do horizonte de eventos, camadas que vão se tornaram as placas tectônicas tornando-se num planeta… e depois segue tornando-se o macho pulsar que depois na senilidade irrompe como uma estrela… O que significa que no centro da galaxia foi gerada uma nova estrela! Tudo igual! Se este meu modelo astronômico teórico estiver correto – já existe mutias evidencias que assim sugerem – descobrimos uma das maiores maravilhas da natureza… alem de aprendermos um novo significado para nossa existência.

Mas no céu também tem percalços, problemas. Se o pulsar volta-se de costas para o sistema, que e sua moradia, de costas para a quasar e ejacula… digo… emite o magma na direção oposta, para fora do sistema, ou este cometa se perdera’ no espaço como estes que passam por aqui, ou chegara numa outra quasar em outra galaxia… Traição! Por isso os homens são como são, esta’ na nossa natureza herdada dos céus… Mas com a consciência temos que mudar instintos que vieram dos ancestrais primitivos.  Afinal é isto que produz a diversificação de formas das galaxias, senão seriam todas exatamente iguais., pois como notastes, as galaxias são hermafroditas..  Por isso a primeira célula viva na Terra, era hermafrodita: linhagem paternal evolutiva direta! O mundo fica cada vez mais fascinante `a medida que vamos descobrindo seus segredos íntimos. Senão existe na natureza este mecanismo de emitir óvulos e esperma no espaço sideral, os peixes primitivos não teriam existido pois fazem a mesma coisa emitindo tudo ao léu na água do oceano. Incrível como se encontram e se fecundam!

Veja como isso acontece no céu por este desenho rude que desenhei sobre os joelhos com lápis e papel de embrulhar pão na selva amazônica, limpando o suor da face e enxotando aqueles vampirinhos piuns e carapanãs que me sugavam o sangue a ponto de queimar a pele… Mas valeu… a selva me torturou mas deu o maior tesouro do mundo… uma evolução no conhecimento… se eu acertei, ou ao menos um sonho lindo… se errei… Apenas o tempo com o  avanço da Ciência e Tecnologia nos poderá  dizer.

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA