Archive for the ‘Mente e Auto-Consciencia’ Category

Novas teorias da Mente: “The Passive frame Theory” e ” A Theory of Unconscious Thought”

terça-feira, agosto 7th, 2018

xxxxx

Quem sou mais Eu: o o fantasma invisível ou o visivel e materializado corpo?

Quem sou mais Eu: o fantasma invisível ou o visivel e materializado corpo?

A New Theory Suggests All Conscious Thoughts And Decisons Are Actually Made By Your Unsconsious

https://www.riseearth.com/2015/07/a-new-theory-suggests-all-conscious.html

The “Passive Frame Theory.”

Morsella suggests that the conscious does not do nearly as much as we thought. In fact, conscious thought is just a small fraction of what is happening in the brain. Instead, it is the unconscious that is doing everything for us, and we are completely unaware of it.

xxxx

A Theory of Unconscious Thought

https://www.researchgate.net/publication/263333942_A_Theory_of_Unconscious_Thought

( Requerido Full text e dito que receberei por e-mail: Contact details successfully shared – Well notify you at austriak727@hotmail.com when the authors provide the full-text. – pedido em 06/08/18)

We present a theory about human thought named the unconscious-thought theory (UTT). The theory is applicable to decision making, impression formation, attitude formation and change, problem solving, and creativity. It distinguishes between two modes of thought: unconscious and conscious. Unconscious thought and conscious thought have different characteristics, and these different characteristics make each mode preferable under different circumstances. For instance, contrary to popular belief, decisions about simple issues can be better tackled by conscious thought, whereas decisions about complex matters can be better approached with unconscious thought. The relations between the theory and decision strategies, and between the theory and intuition, are discussed. We end by discussing caveats and future directions. © 2006 Association for Psychological Science.
A Theory of Unconscious Thought | Request PDF. Available from: https://www.researchgate.net/publication/263333942_A_Theory_of_Unconscious_Thought [accessed Aug 06 2018].

 

Jornal da Teoria do Comportamento Social – Teorias da Mente

segunda-feira, agosto 6th, 2018

xxxxz

Journal for the Theory of Social Behaviour

https://www.researchgate.net/journal/0021-8308_Journal_for_the_Theory_of_Social_Behaviour

Truly interdisciplinary the Journal for the Theory of Social Behaviour publishes original theoretical and methodological articles that examine the links between social structures and human agency embedded in behavioural practices. Journal for the Theory of Social Behaviour is a high quality journal now in its fourth decade. The accessibility of content is an editorial priority and its literate and engaging style is acclaimed by readers world-wide in the fields of psychology sociology and philosophy.

Mente, autoconciencia: Interessantes abordagens

sábado, agosto 4th, 2018

xxxx

Nos comentarios do video ( os quais devem ser relidos) tem um interessante copiado abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=MuamjAyO1Vw

Electro-Cute 1 week ago – MJ ENERGY –

That is like with anything. You can’t observe causation, only correlation. What a materialist thinks is that the causation exists. The most fascinating part is not the mind it self. What is most fascinating is the consciousness. Is it the system in it self that is the consciousness? What stops our consciousness from leaking out of our mind? Why do we only experience our own mind and body and not the world around us? We have no scientific concept of consciousness. Anyway, science does not take away the amazingess of the mind.
The mind use to be defined with simple and dull concepts like soul or an ether. but the more we learn about the mind the more amazing it gets. If you want to introduce concepts like ether or stuff like that then you have to explain what that ether is in a meaningful way. Otherwise you have just said a word and are still as ignorant as before. It is okay to be ignorant. To fear ignorance and to lie to your self is only harmful to your self. When we talk about neurons and stuff like that we aren’t saying that there isn’t anything beyond that. Such discovery would just be very exciting. The difference is that we take our time and patience as scientists to make sure that our understanding is the best it can be.
When it comes to what we feel than most studies in to this shows that our brain works faster than our consciousness. It naturally takes 0.25 seconds for the mind to react to visual stimuli. But it takes far less time for your brain to handle that visual stimuli. When you are using your imagination then you are using your memory. The memory is stored signals similar that you have observed. There is fundamentally no difference between the signals sent from your memory and the signals sent from your senses except for the information that is sent by those signals.

Na morte do corpo, a bolha contendo o feto de auto-consciência retorna ‘a nuvem mental de Gaia?

quarta-feira, julho 18th, 2018

xxxx

Click na imagem para ver a animação:

Na morte a bolha de consciencia retorna a nuvem de Gaia

O Mistério da Auto-Consciência: o Fisicalismo, o Panpsiquismo, a Combinação de Mini-Consciências, Cosmopsiquismo/Idealismo ou Universal Reproducionismo da Matrix/DNA?

sábado, julho 7th, 2018

xxxx

https://hypescience.com/poderia-o-disturbio-de-personalidade-multipla-explicar-a-vida-o-universo-e-tudo-mais/comment-page-1/#comment-309846

Poderia o distúrbio de personalidade múltipla explicar a vida, o universo e tudo mais?

Meu comentario enviado a HypeScience (verificar se foi publicado):

Louis Morelli em Julho/07/2018

Todas estas complicadas e metafisicas suposições podem ser compiladas e resolvidas numa só racional e naturalista suposição: a de que neste Universo esta ocorrendo um mero processo de reprodução genética da coisa que o criou através de um Big Bang ( cujo evento e’ exatamente igual ao instante da fecundação que cria uma nova vida), a qual deve ser um sistema natural auto-consciente.
Um embrião de 8 meses já possui uma consciência enquanto dentro dele existem milhões de genes executando cada qual uma missão da qual devem ter alguma ofuscada consciência. Mas a coisa fica mais interessante quando descobrimos que os genes possuem como anatomia uma formula natural funcional igual a que se nota como formadora do cérebro, e desde que o cérebro e’ a estrutura da qual emerge a consciência, se deduz que a consciência esta sendo formada como uma nova forma de sistema natural e pela mesma formula.
Estas suposições emergiram como resultado dos meus cálculos e modelos teóricos elaborados pelo método da anatomia comparada entre todos os sistemas naturais conhecidos, de átomos a galaxias a cérebros. Como os modelos estão sugerindo que esta formula e’ constituída de fótons (biofótons) eu suspeito que o fenômeno da múltipla personalidade tem origem num defeito do “big bang” inicial de um indivíduo onde, ao invés de apenas uma copia da formula se manifestar, ao evento convergem varias copias ao mesmo tempo, consolidando algo como uma superposição quântica de camadas de luz, a qual se fixa durante a vida do individuo ( não admira que a DPI foi constatada laboratorialmente apenas em relacao a cegueira, que justamente envolve a luz).

Sei que resumir a coisa assim fica difícil de entender, para isso seria necessário dar uma olhada no meu website, nos modelos, na formula e nos métodos utilizados. Mas se temos um parâmetro real, físico, visível aqui perante nossos olhos, explicando a relacao de uma consciência sendo construída por múltiplas microscópicas consciências, para que vamos rebuscar teorias metafísicas? Estes exercícios filosóficos mentais são bonitos porem complicam, desviando a razão para uma área que cheira `a mistica desnecessariamente. Esta faltando a navalha de Occam para estes filósofos.

xxxx

Analise do texto e pesquisa dos links:

Distúrbio da personalidade múltipla – oficialmente conhecido como Distúrbio da Dissociativo de Identidade (DDI) – e’ uma condição na qual a psique dá origem a múltiplos centros de consciência operacionalmente separados, cada um com sua própria vida interior privada. Foi constatado laboratorialmente primeiro com a mulher que esporadicamente afirmava estar cega nada vendo apesar de ter os olhos normais e abertos, e o MRI constatou que a parte do cérebro relacionada com a visão estava inativa. Porem quando a mulher dizia estar vendo tudo, a mesma região estava ativa.

Realidade física e o problema difícil da consciência

De acordo com a visão metafísica dominante do fisicalismo (segundo a teoria do fisicalismo, todos os aspectos da realidade, inclusive estados mentais e afetivos, somente adquirem plena compreensibilidade e concretude se analisados como realidades físicas), a realidade é fundamentalmente constituída por coisas físicas externas e independentes da mente. Os estados mentais, por sua vez, devem ser explicáveis em termos dos parâmetros dos processos físicos no cérebro.

Um problema-chave do fisicalismo, no entanto, é sua incapacidade de compreender como nossa experiência subjetiva – como é sentir o calor do fogo, a vermelhidão de uma maçã, a amargura da decepção e assim por diante – poderia surgir de meros arranjos de coisas físicas.

O Problema difícil da consciência

Entidades físicas, como partículas subatômicas, possuem propriedades relacionais abstratas, como massa, spin, momentum e carga. Mas não há nada sobre essas propriedades, ou sobre a maneira como as partículas são organizadas em um cérebro, em termos das quais se pode deduzir como é o calor do fogo, a vermelhidão de uma maçã ou a amargura da decepção. Isso é conhecido como o “problema difícil da consciência”.

Panpsiquismo

Para contornar esse problema, alguns filósofos propuseram uma alternativa: essa experiência é inerente a toda entidade física fundamental na natureza. Sob esse ponto de vista, chamado “panpsiquismo constitutivo”, a matéria já tem experiência desde o início, não apenas quando se organiza na forma de cérebro. Até mesmo partículas subatômicas possuem alguma forma muito simples de consciência. Nossa própria consciência humana é, então, alegadamente constituída por uma combinação das vidas interiores subjetivas das inúmeras partículas físicas que compõem nosso sistema nervoso.

Problema de Combinação de Mini-Consciências

Como nada na ciência e na filosofia é muito fácil de ser explicado, o panpsiquismo constitutivo tem um problema crítico próprio: não há nenhuma maneira coerente de esclarecer como os pontos de vista subjetivos de várias partículas subatômicas poderiam se combinar para formar pontos de vista subjetivos de nível mais alto, como o meu e seu. Isso é chamado de “problema de combinação”.

Resposta da Matrix/DNA: Eles não se combinam, e sim se agregam pela evolução de um sistema inicial que foi fragmentado e volta a se reconstituir.  Exemplo: o genoma dos pais e’ um sistema dividido em duas copias diferenciadas que se fragmentam na fecundação para suas partículas genéticas se amalgamarem e tornarem-se um só sistema, igual ao anterior, com a maior complexidade emergida da mistura.

Cosmopsiquismo ou Idealismo

Uma forma de resolvê-lo é postular que, embora a consciência seja de fato fundamental por natureza, ela não é fragmentada como matéria. A ideia é estender a consciência para todo o tecido do espaço-tempo, em vez de limitá-la às partículas subatômicas individuais. Essa visão – chamada de “cosmopsiquismo” na filosofia moderna, mas que pode ser reduzida ao que classicamente tem sido chamado de “idealismo” – é que existe apenas uma consciência universal. O universo físico como um todo é a aparência extrínseca da vida interior universal, assim como o cérebro e o corpo vivos são a aparência extrínseca da vida interior de uma pessoa.

Resposta da Matrix/DNA: Na formação de um novo cérebro humano, emerge uma nova consciência sem conhecimento que e’ copia de uma existente consciência com conhecimento, a de seus pais, ou da especie humana. Porque não também em relacao ao sistema natural que esta se desenvolvendo dentro do Universo? Cada forma de vida em cada galaxia e’ uma nova consciência sem conhecimento que e’ copia de uma consciência com conhecimento do sistema antes e alem do Universo. Não se pode no entanto que pode-se estender esta consciência extra-universal a todo espaço-tempo existente, porque podem existir outros universos, populações de universos, cada qual com uma consciência distinta. E indo mais alem, pode ser que todas as distintas consciências de todos os universos sejam produzidas por uma consciência ainda superior a elas…  

Uma Unica Consciencia Universal se contradiz com as diferenciadas consciencias individuais?

Não é preciso ser um filósofo para perceber o problema óbvio dessa última ideia: as pessoas têm campos de experiência particulares e separados. Normalmente, não podemos ler os pensamentos de tudo que existe, nem estamos cientes do que está acontecendo no universo o tempo todo, certo? Seria bom, mas…

Portanto, para que o idealismo seja sustentável, é preciso explicar – pelo menos em princípio – como uma consciência universal dá origem a múltiplos centros de cognição privados, mas simultâneos, cada um com uma personalidade e senso de identidade distintos

Resposta da Matrix/DNA : Não existe esse problema quando entendemos que no Universo esta ocorrendo um processo de reprodução genética. Os genes são individualizados e separados na formação de um novo corpo enquanto o corpo não existe ainda no interior do universo ovular. Mas antes deste processo de embriologia eles se juntavam numa só consciência ( ou um casal de corpos de uma só especie) e depois do corpo formado voltam a ser uma consciência.

Solucao final academica: O DDI deve acontecer na relacao entre nossas consciências e a consciência universal. Os alter-egos

É aqui que entra a dissociação. Sabemos empiricamente que a consciência pode dar origem a muitos centros operacionalmente distintos de experiência simultânea, cada um com sua própria personalidade e senso de identidade.

Portanto, se algo análogo ao DDI acontece em um nível universal, uma única consciência universal poderia, como resultado, dar origem a muitos alter egos com vidas internas privadas, como a sua e a minha. Nesse caso, todos seríamos alter egos da consciência universal.

Se alguma forma de DDI universal acontece, os alter egos da consciência universal devem ter uma aparência extrínseca. Kastrup teoriza que essa aparência é a própria vida: os organismos metabolizadores são simplesmente o que os processos dissociativos de nível universal parecem.

Conforme ele explica ao portal Scientific American, o idealismo é uma visão tentadora da natureza da realidade, na medida em que elegantemente contorna dois problemas indiscutivelmente insolúveis: o problema difícil da consciência e o problema da combinação. A dissociação oferece um caminho para explicar como uma consciência universal pode se tornar muitas mentes individuais, proporcionando uma maneira coerente e empiricamente fundamentada de dar sentido à vida, ao universo e a tudo que existe.

xxxx

O artigo acima e’ traducao compilada de:

https://blogs.scientificamerican.com/observations/could-multiple-personality-disorder-explain-life-the-universe-and-everything/

Could Multiple Personality Disorder Explain Life, the Universe and Everything?

xxxx

Ver outros links nos dois artigos acima relacionados ao tema:

 

Psicologia Evolutiva: Pesquisa do estado atual da disciplina na area da Ciência Academica

domingo, julho 1st, 2018

xxxx

O artigo abaixo indica uma serie de links úteis:

Seria a psicologia evolutiva uma empreitada falha?

– Ver video : vídeo do Steven Pinker conversando com o Stephen Fry
Visto?
– Ver https://pt.wikipedia.org/wiki/Psicologia_evolucionista ( mas ver a parrte em ingles mais completa)
Visto?
– Ver https://en.wikipedia.org/wiki/Criticism_of_evolutionary_psychology
Visto?
xxxx
TED video talk show:

Human nature and the blank slate

pelo autor do livro:
The Blank Slate
Steven Pinker
Penguin (2003)
Louis Morelli posted on 7/02/18:

The Windows 10 is a “blank slate”? No, its structure is based on Windows 9 which came from Windows 8, etc. The analogy is due the living brain composed by hardware and software. Human embryology takes 7 months for DNA expressing consciousness, while the universal system’s embryology under evolution in this Universe takes 13,8 billion years for expressing universal consciousness. It was the activation of consciousness at humans brains that has hidden human nature and its animals’ inherited instincts, but, they are there.

This tendency of separating humans from its nature is in the same line with the tendency to separate cosmological evolution from biological evolution, which effects is that we can’t see the creators of life and the contents in the filled state (we see the hardware of all these systems, but not the software, which is a kind of systemic formula called Matrix/DNA).
There are no such separations, is suggesting the new theory of Matrix/DNA. Atoms systems and galaxies systems are our ancestrals like bacteria are, and monkeys cousins.

Like our first shapes as morula, blastula, fetus, did not express consciousness, but it was there in potential state, our more ancient ancestrals non-biological systems didn’t to. Animals instincts are evolution of atomic and astronomic forces, tendencies. All these things were passed on to the last evolved shape of this universal system under evolution, which here and now is the humans genetics and brains. Brains that are still building the fetus of universal consciousness. Ok, both are theories, searching comprovation…

xxxx

Optogenetics, Hologramas projetados no cérebro pela Luz: fazer pesquisa

terça-feira, junho 12th, 2018

xxxx

https://singularityhub.com/2018/05/09/holograms-can-now-program-brain-activity-are-fake-experiences-next/?utm_content=bufferbc13f&utm_medium=organicsocial&utm_source=facebook-hub&utm_campaign=buffer

Holograms Can Now Program Brain Activity—Are Fake Experiences Next?

Porque a meditacao oriental e’ uma farsa e uma estrategia predatoria que explora os egoistas

sexta-feira, fevereiro 2nd, 2018

xxxx

Porque a meditacao oriental e’ uma farsa e uma estrategia predatoria que explora os egoistas

Neste video o entrevistado coloca em palavras certeiras o que sempre suspeitei: a busca do nirvana individual pela meditacao “espiritualista” e’ uma expressao do ser egoista igual a busca dos cristaos judaicos de se aliarem ao poder de Deus, ao inves de voltarem-se para a busca da uniao com os filhos terrenos de Deus. E minha suspeita sempre me lembrou da miseria dos povos hindus e do Nepal, Tibet, que nunca obtiveram ajuda nenhuma do “poder iluminado” destes gurus.

O autor defende que quando o mestre guru induz o discipulo occidental ( geralmente alguem de influencia na opiniao publica) a se desligar de todos os problemas e realidades deste mundo dizendo que isso o conduzira a experimentar paraisos que nao sao deste mundo – o que e’ impossivel para o ser humano – e’ explorado pela KGB sovietica que utiliza estes “idiotas inocentes uteis” para desviar a atencao do publico do que esta sendo feito na realidade. Em outras palavras e’ uma especie de Matrix.

Eu pratico isolamento pensativo ( minha contra-definicao para meditacao) porque procure desenvolver os cinco sensors do meu cerebro no sentido de captar mais informacoes ocultas no micro e no macrocosmos. Mas inicio esta pratica com a intencao de me melhorar para melhoe enxergar os problemas da minha humanidade e assim encontrar ideias, solucoes, antes de solucoes para meus problemas, solucoes para os problemas de todos os humanos com problemas. Desde que minha particular infvestigacao me levou a supor a existencia da formula natural para todos os sistemas naturais e que essa formula primeiro se manifestou neste mundo na forma de uma onda de luz no captavel pelos nossos sentidos, meu isolamento pensativo inicia vendo imaginariamente o mundo real com todos seus problemas e essa formula permeando esse mundo toda caotica e fragmentada quando eu suponho que conheco a formula no seu estado perfeito que se expressada a pleno vigor aqui com ela se corrigiria os defeitos-problemas.  Em outras palavras eu retrato na mente a realidade imperfeita em que estao imersos os humanos e comparo estes pontos de imperfeicao com os pontos correspondentes na formula perfeita, para tentar encontrar maneiras de eliminar os pontos imperfeitos substituindo-os pelos pontos da formula, que sao perfeitos. Eu praticava o exercicio em isolamento pensativo aplicando a formula a meu proprio corpo imaginando que a formula perfeita podia ser por mim acessada mentalmente e ingerida de maneira que ela corrigiria e limparia as imperfeicoes dos sub-sistemas do meu corpo, como atomos, celulas, orgaos, cerebro, e o acontecimento de que enquanto pratiquei quase que diariamente este exercicio por 30 anos quando nunca tive sequer uma dor de cabeca e nunca precisei tomar sequer um comprimido apesar das rudes e precarias condicoes de vida e indisciplinas devido as atribulacoes nao foi suficiente para me fazer acreditar que meu exercicio realmente funcionava, o que me levou a falta de vontade e motivacao para continua-lo. Isto se deveu ao meu estudo mais aprofundado do cerebro `a luz dos dados fornecidos pela moderna neurociencia, de onde deduzi que nao tem como o cerebro limitado humano captar e dirigir os componentes ou substancias desta formula, principalmente porque eu nao posso ver os pontos imperfeitos nos sub-sistemas do meu corpo para corrigi-los.

Portanto nao e’ uma mediatacao em busca de meu nirvana, de meu orgasmo espiritual, de meu esperto e ladino salto elevado para me por em contacto com os deuses. Nao quero subir e nao suportaria subir e me manter nas alturas se meus amados humanos continuarem embaixo. Nao quero ser o escolhido de Deus enquanto ele pune meu irmaos.  Prfiro ficar embaixo com meus irmaos pecadores lutando contra qualquer deus castigador de humanos.

Entao sempre fui contra essa ladainha de que os mestres orientais conseguem ultrapassar umbrais e alcancarem iluminacao nao acessivel aos comuns dos mortais, nunca acreditei nisso, e o autor que pertenceu a KGB a qual colocou todo seu poder investigando estes gurus e que ele mesmo frequentou estes gurus como discipulo ao lado de celebridades ocidentais e viu todo o circo de farsas armado, vem confirmar o que sempre suspeitei.

Sou mente aberta `a possibilidade do que dizem os mediuns ter alguma verdade, sou aberto a possibilidade de que haja vida apos a morte mesmo porque na minha investigacao os meus modelos teoricos estao sugerindo que exista vida consciente apos a morte do corpo, mas como nao sei se existe ou nao, observo que os mediuns nao precisam de cursos e treinamentos pois eles nascem assim e isso pode ser uma mutacao genetica aprimorando a expressao de alguns dos sensors cerebrais. Todos os mediuns que conheci disseram nao saber como a mediunidade lhes acontece, nao tentam nunca fazer proselitos pois parece que sabem que os comuns nao sofreram a mutacao e portanto nunca iriam consegui-lo, que o fenomeno e’ inato e nao tem como provoca-lo. Bem ao contrario do que insinuam os mestres da mediatacao com seu aceno do alcance de uma dimensao iluminada para cerebros que simplesmente nao tem o aparato fisico  necessario para tal.

Importante ver o que diz o entrevistado sobre este assunto no video que esta na altura dos 48:00 minutos:

https://www.youtube.com/watch?v=y3qkf3bajd4

Traducao de algumas palavras do video:

” Este ‘e Maharishi, grande espiritual lider ou grande charlatao, depende do seu angulo de vista. Os Beetles e Mia Farrow foram seus discipulos e O KGB se interessou por este homem porque estas celebridades voltavam a seus paises fazendo justamente o tipo de propaganda que a KGB aprecia depois de fazer uma lavagem cerebral nestes idiotas uteis e impressiona-los com uma mentira. Meditar significa se isolar do corrente estado policito e social economico. O guru diz que meditar e’ se recolher numa bolha onde os problemas reais deixam de serem problemas e sao solucionados, entao dizem para o discipulo deixarem o barco navegar, para nao se envolverem no mundano. Isto e’ exatamente o que o que o governo sovietico quer dos Americanos, que desviem sua atencao dos fatos economicos e socio-politicos para dirigir a atencao ao mundo nao existente, ao “mundo dos nao-problemas”, das vibracoes cosmicas, etc.

Intuição não pode ser explicada?

quinta-feira, novembro 30th, 2017

xxxx

Nos debates internéticos (acabei de inventar mais essa palavra agora) alguns me prensam contra a parede perguntando como dei o salto entre as informações que eu tinha ao ponto de montar o modelo do building block astronomico. já tentei buscar na memória, mas isto aconteceu em situação de extremo estresse na selva (delirando com malária, etc.), entao nao me lembro das operações cerebrais feitas naqueles dias, nada encontro de papéis anotados… enfim, não me lembro. Mas na verdade nao preciso me esforçar em solucionar isto se posso usar o dizer de um cientista materialista famoso:

” A intuição e’ simplesmente saber algo sem saber como você chegou a esse algo” – Daniel Dennet

Esta explicado, ponto final, nao se fala mais nisso,… ora bolas!

Frase mencionada em:

A consciência é apenas uma ilusão?

Em uma entrevista para o programa de rádio The Life Scientific da BBC Radio 4 , Dennett diz que não há nada de especial em relação à intuição. “A intuição é simplesmente saber algo sem saber como você chegou a esse algo”.

Vida apos a morte? Livro e Filme

quinta-feira, julho 13th, 2017

xxxx

http://hypescience.com/porque-o-voce-no-pos-vida-nao-seria-realmente-voce/

Porque o “você” no pós-vida não seria realmente você

Filme: Em um filme da Netflix produzido em 2017, chamado The Discovery, o ator Robert Redford interpreta um cientista que prova que a vida após a morte é real.

Livro: livro de Michael Shermer (em inglês, tem o nome Heavens on Earth: The Scientific Search for Afterlife, Immortality and Utopia, pela editora Henry Holt)

Extratos:

Art. – Em segundo lugar, existe a suposição de que a cópia de conexões do cérebro – o diagrama de seus contatos neurais – carregada em um computador (como alguns cientistas sugerem), ou a ressurreição do eu físico em uma vida após a morte (como muitas religiões imaginam), trazem como resultado uma pessoa acordando de algo como um longo sono, em um laboratório ou no céu. Mas uma cópia das memórias de um indivíduo, de sua mente ou mesmo de sua alma não é o indivíduo. É uma cópia dele, como um gêmeo, e ninguém olha para um irmão igual a si e pensa: “oh, olhe eu ali”. Nem a duplicação nem a ressurreição podem instanciá-lo em outro plano de existência.

Matrix/DNA: Supomos que a consciência seja um diagrama no modelo da formula feito de fótons banhados numa substancia plásmica extra-dimensional. Esta dimensão não seria revelada nem pelas seis faixas invisíveis da luz ou seis estados vibratórios desconhecidos, mas sim uma oitava configuração que conteria as sete faixas e mais um grau de transcendência. O diagrama das conexões neurais é o estado presente da reflexão da mente na matéria porem, onde a matéria é dominante e a consciência recessiva. Na morte não ocorre nem duplicação nem ressurreição e sim um retorno da bolha ao seu oceano. Apenas não sei como seria mantida a individualidade dentro do oceano.

Art: – Cada um de nós é único no mundo e na história, geograficamente e cronologicamente. Nossos genomas e conexões não podem ser duplicados, então somos indivíduos atentos a consciência de nossa mortalidade e autoconsciência sobre o que isso significa. O que isso significa? A vida não é uma disputa temporária antes do grande show que vem a seguir: é nosso proscênio pessoal no drama do cosmos, aqui e agora.

Matrix/DNA: Todos os seres cujos corpos alcançaram a complexidade suficiente para alcançar o nível da consciência, mas ainda estão nos primeiros estágios deste processo, são genes meio-conscientes funcionando na construção da consciência universal final. cada gene e’ único pois apenas ele tem uma informação especifica que e’ uma fração da totalidade de informações para formar a consciência universal. Assim, humanos possuem suas cabeças na forma de ovo dentro do qual esta sendo gerado, ainda na forma fetal ou embrionaria, esta consciência universal. O cérebro apenas faz o papel de placenta e amnion.