Archive for the ‘Tecnologia e a Matriz’ Category

Quais os recursos atuais expandindo nossos sentidos para visao alem da luz visivel

domingo, agosto 27th, 2017

xxxx

Humanos sao praticamente cegos, em relacao `a totalidade da realidade. Vemos apenas, e sentimos apenas, as coisas refletidas pela faixa de luz visivel, enquanto as coisas das outras seis faixas continuam ignoradas. Estamos desenvolvendo alguma tecnologia que nos esta’ permitindo curtas e breves incursoes nas dimensoes vizinhas. Quais sao? A figura abaixo apontou algumas:

The Bullet Cluster

The Bullet Cluster is one example of a cosmic feature that indicates the presence of dark matter, a substance that doesn’t interact with light or with itself. The image combines X-ray and visible light images, as well as gravitational lensing data.

The Bullet Cluster is one example of a cosmic feature that indicates the presence of dark matter, a substance that doesn’t interact with light or with itself. The image combines X-ray and visible light images, as well as gravitational lensing data. Credit: X-ray: NASA/CXC/CfA/ M. Markevitch et al.; Lensing Map: NASA/STScI; ESO WFI; Magellan/U.Arizona/ D.Clowe et al. 
Optical: NASA/STScI; Magellan/U.Arizona/D.Clowe et al.

The Bullet Cluster

Quem vai decidir o destino da Humanidade: Tecnologia ou Meio-Ambiente?

segunda-feira, fevereiro 20th, 2017

xxxx

Voltem que nos f... tudo!

Voltem que nos f… tudo!

O Mar criou a Vida e com ela se contaminou `a sua morte

O Mar criou a Vida e com ela se contaminou `a sua morte

Is technology an evolution technology-stopper?

Is technology an evolution technology-stopper?

 

Do Macaco ao Big Brother

Do Macaco ao Big Brother

Debate.org

http://www.debate.org/debates/Technology-advancement-is-not-more-important-than-the-environment/1/comments/

Technology advancement is not more important than the environment

Posted by MatrixDNA  – 02/20/2017
MatrixDNA

The billionaires of high class – like Trump, the Rothchilds, etc. – never will agree with you. Why? The lions does not permit changing their rules and habits when governing their territories and sheeps. So, there are human beings whose genetics still are dominated by these instincts of big predator/middle predators/preys inherited from our ancestors animals, the proof is that all created social system till now mimics this division of power/classes we see in the jungle.

Big human predators of its own species believes that their star always is brilliant, the Universe and Nature are conspiring for them, God approves their existence as such. The problem is that they are funding the evolution of sciences and technology for to fit their best welfare. They are the natural selectors of science/technology evolution, not Nature, not the environment, not consciousness and its intelligence. Then, our technological evolution is biased, we only discover what we are looking for and not what the Universe would like we discovering. At Matrix/DNA worldview we are discovering that a whole new scientific and technological field exists, it should be better for synchronizing humans with their Nature, but we have exorcised those three instincts from our soul, then, we are not going to get the power for decisions.

Since that all big predators were extincts or are going towards their extinction, if humanity permits these humans guided by their reptilian complex continuing to decide our destiny – which is not the destiny of Nature, consciousness, the whole species will be destroyed by the environment. Yours choice

Motor perpetuo: O desejo Humano Inconsciente Que Vem desta Ancestral Via Lactea mas Proibido Pelo Universo

segunda-feira, janeiro 9th, 2017

xxxxx

Inspirado no artigo:

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

http://misteriosdomundo.org/10-tentativas-fascinantes-de-criar-movimento-perpetuo/

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

E’ o sonho inconsciente de muitos humanos existir num estado de movimento perpetuo, alias, este era o estado eterno na fábula do paraíso de Adão e Eva. Esta tendência humana vem do instinto herdado dos animais grandes predadores ( o paraíso do leão seria um inalterável grande território com as ovelhas pacíficas, em ordem eterna). Mas não foram os animais que inventaram esta tendência, ela vem de muito antes das origens da vida. Está na essência da matéria (massa mais energia) buscar ao infinito um estado de equilíbrio perpetuo eterno, cujo outro nome seria ” sistema fechado em si mesmo”.
E a matéria quase conseguiu isso quando se formaram os sistemas astronômicos. Pode-se ver na formula natural para todos os sistemas naturais e ciclos vitais ( acho que tem apenas no meu website) como funciona um sistema fechado, um motor quase perpetuo, pois funciona no mínimo 10 bilhões de anos, e e’ justamente o building block das galáxias. Ocorre que o Universo ( ou seja la quem o tenha criado) não admite nenhum sistema fechado eterno, então acima das galaxias veio a Lei de Clausius, a termodinâmica da entropia, pela qual partículas se desviam do circuito sistêmico deteriorando o sistema.
O segredo daquele motor perpetuo montado pela Natureza esta em que o fluxo de energia que carrega o movimento de repente se divide em dois sendo que sua energia-metade retorna a fonte do movimento para se encontrar com a massa degradada e reiniciar o ciclo. Alias o corpo humano faz isso quando em sua meia-idade destina uma cópia de si para recria-lo, perpetuando a especie.
Esta formula devera ser a base para instalar-mos um sistema de produção automático, perpetuo, livrando-nos do trabalho rotineiro escravo. Sua fonte será retroalimentada pela energia solar mais a reciclagem do lixo resultante da produção. Então implantaremos na Terra o paraíso do Éden que na verdade foi o estado de existência desta nossa ancestral que e’ a Via Láctea. Este sistema produtivo robotizado foi profetizado por Huxley no ” Admirável Mundo Novo” e Orwell com seu ” O Grande Irmão”. O problema, o risco que corremos, e’ não nos acomodar-mos como quer a matéria do nosso corpo e do corpo desta galáxia, em termos mentais, pois assim seríamos apenas mais uma peça robotizada do sistema com pretensão de gozar a vida eternamente nesta forma precária e incompleta que nos encontramos.

Motor Perpetuo: O Desejo Humano Proibido Pelo Universo

segunda-feira, janeiro 2nd, 2017

xxxx

Essa história de motor perpétuo tem muito mais a ver com a existência do mundo do que nossa vã filosofia imagina. Segundo o que sugere a cosmovisao da Matrix/DNA, existe a biosfera terrestre e nesta tragédia absurda justamente porque um ancestral nosso ( ou seja, nos mesmos em nossa pele antiga) escolheu tornar-se a si mesmo um sistema fechado ao mundo, ou seja, um motor perpétuo. Deparo-me com interessante artigo mostrando 10 videos de motores perpetuos inventados pela humanidade – a qual vê os motores, porém, nao reflete no que isso significa. Nem mesmo os religiosos judaicos-cristãos se apercebem que a paraíso imaginado na fábula de Adão e Eva era nada mais, nada menos, que um ambiente com movimento perpetuo eterno.

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

http://misteriosdomundo.org/10-tentativas-fascinantes-de-criar-movimento-perpetuo/

10 tentativas fascinantes de criar movimento perpétuo

E meu comentario postado no artigo:
Louis Charles Morelli · 1/1/2017

E’ o sonho inconsciente de muitos humanos existir num estado de movimento perpetuo, alias, este era o estado eterno na fábula do paraíso de Adão e Eva. Esta tendência humana vem do instinto herdado dos animais grandes predadores ( o paraíso do leão seria um inalterável grande território com as ovelhas pacíficas, em ordem eterna). Mas nao foram os animais que inventaram esta tendência, ela vem de muito antes das origens da vida. Está na essência da matéria (massa mais energia) buscar ao infinito um estado de equilibrio perpetuo eterno, cujo outro nome seria ” sistema fechado em si mesmo”.

E a matéria quase conseguiu isso quando se formaram os sistemas astronômicos. Pode-se ver na formula natural para todos os sistemas naturais e ciclos vitais ( acho que tem apenas no meu website) como funciona um sistema fechado, um motor quase perpetuo, pois funciona no mínimo 10 bilhões de anos, e e’ justamente o building block das galáxias. Ocorre que o Universo ( ou seja la quem o tenha criado) nao admite nenhum sistema fechado eterno, então acima das galaxias veio a Lei de Clausius, a termodinamica da entropia, pela qual particulas se desviam do circuito sistemico deteriorando o sistema.

O segredo daquele motor perpetuo montado pela Natureza esta em que o fluxo de energia que carrega o movimento de repente se divide em dois sendo que sua energia-metade retorna a fonte do movimento para se encontrar com a massa degradada e reiniciar o ciclo. Alias o corpo humano faz isso quando em sua meia-idade destina uma cópia de si para recria-lo, perpetuando a especie.


Esta formula devera ser a base para instalar-mos um sistema de producao automatico, perpetuo, livrando-nos do trabalho rotineiro escravo. Sua fonte será retroalimentada pela energia solar mais a reciclagem do lixo resultante da produção. Então implantaremos na Terra o paraíso do Eden que na verdade foi o estado de existência desta nossa ancestral que e’ a Via Lactea. Este sistema produtivo robotizado foi profetizado por Huxley no ” Admiravel Mundo Novo” e Orwell com seu ” O Grande Irmão”. O problema, o risco que corremos, e’ nao nos acomodar-mos como quer a matéria do nosso corpo e do corpo desta galáxia, em termos mentais, pois assim seríamos apenas mais uma peça robotizada do sistema com pretensão de gozar a vida eternamente nesta forma precaria e incompleta que nos encontramos

Tecnologia gerando o desemprego, debate entre experts, e a anormal sugestão da Matrix/DNA

sábado, julho 23rd, 2016

xxxxx

Estou impressionado sobre o que me tornei neste mundo. Por caso pego um debate na Internet entre os mais bem informados experts sobre um assunto de extrema importância, e entro no debate com uma abordagem e tipos de palavras, de idéias, que nenhum dos experts, nenhum humano jamais sequer pensou em pronunciar.

Eles todos estão analisando o problema humano sob a perspectiva de humanos e eu entro dizendo: ” Como estabelece o teorema de Godel, ” ninguem pode conhecer a verdade de um sistema, estando dentro do sistema”. Voces estão discutindo o que vai acontecer com o sistema social humano. Se vocês não tentarem ver o problema sob outra perspectiva que não a humana, Godel já explicou o porque todos vão errar. Este problema tem que ser abordado sob a perspectiva da genética-essência no humano e da perspectiva do sistema em que existimos, a Via Láctea. E com a minha formula da Matrix/DNA, nos podemos fazer isso.” E assim eu virei o assunto de cabeça para baixo e finalizei sugerindo uma solução, a qual, não sera possível de ser absorvida, assimilada pelos cérebros destes experts, pois eles estão hard-wired, configurados, diferente da maneira como meu cérebro esta.

A causa desta diferença foi que a minha vivencia na selva fez uma completa lavagem cerebral dos 15.000 anos da cultura humana e depois implantou a cultura da Natureza bruta, virgem. Para tanto ela me fez ir as galaxias e retornar – pois a Natureza não é apenas terrestre, ela é o Universo.

Agora fico eu desesperado porque a Humanidade vai seguir o conselho de seus gênios especialistas e não os meus. Porem, a minha visão de mundo esta’ prevendo que a Humanidade esta’ indo por um caminho suicida, ou pior ainda, o caminho do assassinato deste feto de consciência cósmica que nos estamos construindo aqui.  A minha unica esperança é a de que eu seja o único ou maior débil mental da humanidade e eles estejam certos, com a mente saudável e no caminho correto.

Para quem estiver interessado, veja o artigo com link abaixo, o debate, e o meu comentário postado, o qual copio abaixo (apesar de que acho que não terei criticas porque cheguei no debate muito atrasado, e parece que já terminou)

It’s No Myth: Robots and Artificial Intelligence Will Erase Jobs in Nearly Every Industry

http://singularityhub.com/2015/07/07/its-no-myth-robots-and-artificial-intelligence-will-erase-jobs-in-nearly-every-industry/#comment-198026

xxxx

Louis Charles Morelli· July/23/2016

The right prediction about this jobless world can not be made from a human perspective. As says Godel’s theorem: “Nobody inside a system can know the system”. The right prediction must be made from galactic plus genetic perspective. And it is possible for us to get these perspectives when we know the building block of both – the Matrix/DNA formula. So, let’s go:

The whole technology for getting a total automation system – as the human social system – is existent and grateful in Nature. It was applied for organizing atoms into a building block of astronomic systems – the most possible perfect machine. We can see its configuration and anatomy in the models of Matrix/DNA. It is enough for us learning how it works and mimicking it with our disponible mater. How to produce all things with terrestrial atoms is enough learning about the genetic version of this formula – a lateral base-pair of nucleotides.

But, the big human problem is the choice that we will need to make. We have two alternatives, two ways. One is the open door to our transcendence to a new more evolved shape; the other is an opened door to the “happy extinction”.

The bad choice already was made by us, when we were our ancient non-living ancestor: this Milk Way. It is the choice going to such automated world where humans became stupid pieces of a perfect machine – the whole terrestrial biosphere. It is the way towards the Brave New World under the Big Brother.

10 billion years ago, the matter in this universal region got its supreme goal: the most happy state of thermodynamical equilibrium. It got to be a perfect closed system. I have its entire description at my website. Food coming grateful to the mouth and the hermaphrodite shape turning on possible orgasmic pleasure 24 hours a day, eternally.

But, the Universe has more powerful laws than this galaxy, such the entropic mechanism, which does not permit eternity of a provisory evolutionary shape. Them, happened the Fall, the “bits-genes-information” of astronomic systems falls to planetary surface and lift up as opened biological systems, plants and animals. Here we are.

So, the automated world is unavoidable for getting to the two ways. The big hope we have now is about consciousness, which our ancestor never had. This new phenomena came from beyond the galaxy. We are just now 8 billion infant conscious genes trying to build an embryo of universal consciousness, but, the wrong choice can result in abortion. Or imprisonment of our still infant mind till the whole extinction of life in this planet.

So, the key is about the world view, which will determinate what humans will do with their free time. If we keep the instincts that came from animals, and before them – from this astronomic system – we will have a happy end, as a stupid robot. Matrix/DNA world view is suggesting how we can go to our transcendence, building this embryo called “the Gaia’s intelligent super-organism”. You choose your destiny.

Como o Naturalismo Filosófico tem Inspirado a Criação da Tecnologia

segunda-feira, novembro 23rd, 2015

xxxx

Os brasileiros em quase nada – ou mesmo em nada – tem participado na criação da enorme profusão de tecnologia que hoje eles mesmos estão usando. Neste particular, para povos que se esforçaram para resolver os problemas a uma vida mais fácil e agradável através da criação da tenologia, os brasileiros tem sido mais um peso a carregar que um sócio trabalhando lado a lado. A realidade e’ dura e faz parte das astucia brasileira nunca dize-la em publico para não ser “um chato que espanta as garotas para longe dele, ou que espanta os eleitores para outro adversário.” Mas porque acontece esta grande falha no caráter brasileiro? Porque os colonialistas de 500 anos atras e que ainda dominam o pais tudo fizeram para manter o povo brasileiro longe da historia dos povos que se desenvolvem, pois ai não haveria trabalhadores simples e submissos para a grande fazenda Brasil. Os jovens de hoje ( pois os adultos não tem mais jeito) que desejem alcançarem e se equiparem com os jovens dos países desenvolvidos, tem que unirem para mudar isso com urgência. E a primeira e indispensável medida ‘e que o curriculum educacional brasileiro seja equiparado ao curriculum educacional dos países que estimulam a inovação tecnologia na mente das crianças desde cedo. As amil,ias tambem tem responsabilidades em direcionar a mente das crianças neste sentido, e para tanto os jovens devem colaborar no sentido de que a mídia – que e’ a escola dos adultos hoje – se ocupe mais e mais deste tema. E abaixo vai outras providencias que são necessárias de imediato. O Brasil assim dormindo esta cavando eu tumulo assim como os nativos indígenas cavaram enquanto ficaram dormindo na selva e os europeus desenvolviam seus apetrechos tenológicos. Ou nunca vão aprender as lições da triste e dura realidade?

Um artigo recente do New York Times, pago e patrocinado pela GE trata justamente deste tema, por isso o divulgo aqui:

Biomimicry: O Brasil precisa disto tambem

wind farm

Quando nos resolver-mos todos os problemas `a nossa vida neste planeta, estaremos pronto para as aventuras espaciais no Cosmos, e um dia, nosso problema sera resolver-mos todos os problemas para a nossa vida no Universo. E depois dele… encontramos Deus que já tinha resolvido todos os problemas a nos perguntar porque criamos estes problemas…

Exatamente o que esta acontecendo na relacao entre Natureza e tecnologia Humana. A Natureza inventou milhões de fenômenos naturais para resolver problemas dentro Dela. Ai surgimos nos, os humanos, reclamando que a vida e’ muito difícil e tem muitos problemas a resolver que a Natureza nunca teve tais problemas e por isso não resolveu. Ledo engano. Pois humanos e’ Natureza – uma nova forma da Natureza, muito sofisticada, a primeira dotada de auto-consciência, mas nem por isso seriamos uma forma supernatural ou antinatural. Diferentes dos animais irracionais que se tornaram super-práticos nos seus modos de vida animalescos, nos temos que detectar na natureza o seu aspecto produtor dessa auto-consciência, para dele auferir-mos inspirações de tecnologias ideais para o ser natural composto de corpo físico e mais as novas necessidades intelectuais da auto-consciência. Com certeza a Natureza tem essa dimensão em seu recanto, esperando por nos.

Para tornar nossa vida menos difícil e ate prazerosa, criamos a tecnologia – um mundo paralelo de ferro, borracha, plásticos, motores, celulares – no qual nos assentamos mais confortáveis que nas pedras e troncos das selvas ou areia das praias, sob o sabor e desatinos de todas intempéries e escassez. Assim como Deus, os humanos podem criar novos mundos, ou ao menos, novas dimensões paralelas neste mundo.

Mas como?! Humanos não são mágicos como Deus, ninguem pode criar nada do nada. Ninguem pode fazer surgir alguma coisa totalmente nova na longa cadeia de causas e efeitos que vem desde o Big Bang. Se o fizesse teria sido um ato supernatural, trazendo para a Natureza algo que nunca esteve nela. Para fazer algo e’ preciso usar as informações que já existem nessa cadeia, ninguem pode criar novas informações vindas do Nada. Então como o homem esta’ ” criando” esta nova dimensão do mundo?

Ora, observando com cuidado suas criações, nada e’ novo, tudo foi copiado, e da Natureza. O planeta Terra, por exemplo, e’ o maior inventor entre nos e continua merecendo o Premio Nobel para inventores, nunca saindo do livro dos últimos recordes. So existem aviões no ar porque existiam antes pássaros a voar, inventados pela Terra.

Mas ainda temos zilhões de problemas a resolver, desde as tradicionais mortais doenças, as fúrias das intempéries climáticas, a diminuição de recursos naturais, a miséria em que vive muitos humanos, a escravidão ao trabalho forcado bruto e manual, etc. e etc. E nos não vamos criar nada novo para resolver isto. So vamos resolver aquilo que a natureza, em algum tempo e lugar, já resolveu, atestando que neste mundo material existiam informações disponiveis para faze-lo. O maximo de novo que podemos fazer e’ juntar de uma maneira que a natureza nunca precisou fazer, informações e mecanismos num mesmo ponto, produzindo algum artefato mais complexo do que os feitos pela natureza. Alias, isso fizemos quando começamos a imitar o cérebro numa maquina chamada de computador, mas ali inserimos algumas coisas que o cérebro humano não tem – porem, outras coisas ao seu redor, tem – e o cérebro eletro-mecânico feito por nos conseguiu uma maior complexidade em algumas direções, fazendo calculos mais rápido que a capacidade do cérebro natural.

Portanto, aqui não existem argumentos, boatos, fantasias: e’ botar os olhos na Natureza, cada vez mais profunda e mais distante, `a busca de mais informações, de mais soluções para problemas, de mais arquiteturas feitas pela natureza.

Nos estamos adiando nossas torturas e sofrimentos simplesmente porque ainda não fizemos uma coisa que seria a mais logica para quem tem um olho aberto: a instalação de oficinas e laboratórios públicos para experimentos individuais gratuitos. Em muitos momentos, quaisquer humanos estão assistindo algum fenômeno ao redor, tendo uma ideia ou principio de ideia, relacionando aquilo a algum aspecto da sua vida, e aqueles momentos são grandes oportunidades para a Humanidade, mais são desperdiçados devido a falta de tais locais públicos. Logo cresceria o numero de aficionados que ali frequentariam e trocariam ideias, muitos orientando os novos inspirados, etc. Como o exemplo de um funcionário de uma companhia fabricadora de aviões, que notou pequenas ” bombas” na superfície das barbatanas de baleias, anunciou isto no laboratorio da companhia, e logo as turbinas foram aprimoradas com bombas imitando as das baleias. Mas ele tinha acesso a um laboratorio… e e’ disso que todos precisam. E claro, e’ preciso pessoas com mentes despertas e compromissadas com a melhor vida dos humanos, pois de nada adianta a mocinha assistindo as baleias no aquário se sua mente esta preocupada em verificar se a  volta tem algum homem olhando sua nova mini-saia… A mente humana tem que sair dos instintos naturais imediatos se quiser ver e aprender os instinto da Natureza a níveis mais profundos e distantes. E para isso tem que haver educação nas famílias mas principalmente nas escolas.

A Humanidade imita a natureza não apenas na sua tecnologia, mas tambem na sua forma de organização social. Quando o sistema imunológica de um organismo detecta uma bactéria invasora nociva, ele imediatamente produz anti-corpos, enzimas, que se dirigem ao invasor para expulsa-lo, elimina-lo ou alguma outra maneira de tira-lo fora do organismo. Quando os sistema de governo de um pais deteta em seus radares um elemento causando perturbações no sistema imediatamente envia a policia para tirar o elemento do meio dos humanos. mesmo significado, mesmos mecanismos, diferentes arquiteturas, porque diferentes são os meio-ambientes, porque diferentes são os pontos no tempo e no espaço. Radares são imitações de sinais nervosos, policia e’ imitação de anti-corpos, nada novo debaixo do céu. Apenas estamos exteriorizando o que esta ocorrendo em nosso interior, para que assim assentemos o corpo mais confortável e saudável.

E então e’ neste momento que sinto a validade no meu esforço de chamar a atenção de mais humanos para a obra que estou realizando. A teoria da Matrix/DNA esta sugerindo a existência de centenas de novas tecnologias e soluções sociais para os nossos problemas atuais. Como não tenho, isoladamente, a menor condição de acesso a um laboratorio ou oficina mecânica, fica tudo parado no nível das palavras escritas. Vou citar apenas mais um exemplo de uma ideia ocorrendo justo agora quando leio o artigo do New York Times que estou anexando aqui. Diz ali que a posição dos cataventos numa linha de obtenção de eletricidade do vento numa fazenda são estudadas para imitar os movimentos turbilhonares que os pássaros criam no ar ao voarem na formação de V. parece que cada pássaro voa atras de outro aproveitando a energia que o outro criou e nao levou. Ou então aproveitando o vácuo turbilhonar criado pelo outro, onde o ar e’ menos resistente. Mas então me lembro que a formula da Matrix/DNA sugere que cometas se movem no espaço seguindo linhas magnéticas da espiral galaxia, as quais conduzem estes cometas ao núcleo do sistema. o lembrar-me disto imediatamente a minha mente sai da formula e das galaxias para retornar aos pássaros lembrando que eles se orientam em dimensões continentais, e pelo que parece, guiados pelas linhas magnéticas da Terra. Mas então… e se puséssemos os cataventos alinhados segundo uma linha magnética da Terra? Ou se num laboratorio colocando dois grandes imas lado a alado criando um campo magnético, conseguisse alinhar sinais de comunicação? Para melhorar a velocidade destas? Ou se…

Existe uma área do conhecimento criada a pouco tempo e ainda engatinhando porque não tem despertado a atenção devida, denominada ” biomimicry”. Existe um website de seus fundadores, já escrevi artigos a respeito mas tambem tenho me afastado de seus desenvolvimentos por falta de tempo. Isto tem que ser ressuscitado e inserido no curriculum escolar, e já!

Na continuidade desta pesquisa copio o artigo do New York Times para tentar traduzi-lo aqui e assim tentar fomentar este assunto tambem entre brasileiros. Qualquer esforço nesta área e nossas próximas gerações agradecerão, assim como agradecemos as gerações dos nossos pais toda vez que usamos um carro, um avião, um celular ou um ventilador que cria um agradável ambiente para nosso corpo mesmo no meio de um calor tórrido.

 

How Nature Is Inspiring
Our Industrial Future

http://paidpost.nytimes.com/ge/how-nature-is-inspiring-our-industrial-future.html

(artigo publicitario pago pela GE)

Inventors have long looked to nature for inspiration. Leonardo da Vinci and the Wright Brothers, for example, both examined birds to discover the secrets of human flight.

Inventores vem a longo tempo procurando na Natureza pra suas inspirações. Leonardo da Vinci e os irmãos Wright, por exemplo, ambos examinaram os pássaros para descobrirem os segredos para os voos dos humanos.

Today, scientists and engineers are looking beyond the mere physical forms of nature, however, to higher-level ideas about how biological systems work, evolve and interconnect.

Hoje, cientistas e engenheiros estão procurando alem das meras formas fisicas da natureza, seja como for, para mais elevados niveis de ideias sobre como sistemas biologicos funcionam, evoluem e se interagem.

A field known as bioinspiration, these discoveries are in turn solving some of technology’s greatest challenges.

“You can talk about it as a shift from biomorphic” — or physical shape — says Janine Benyus, author of “Biomimicry: Innovation Inspired by Nature” and co-founder of the Biomimicry Institute. “What you’re trying to do with biomimicry is extract design principles from nature.”

( a continuar)

A Ciencia Produz a Tecnologia ou a Tecnologia Desenvolve a Ciencia?

quarta-feira, outubro 28th, 2015

xxxxx

The Myth of Basic Science

Does scientific research drive innovation? Not very often, argues Matt Ridley: Technological evolution has a momentum of its own, and it has little to do with the abstractions of the lab

O universo tem mil faces, cada uma apropriada para o gosto de um fregues. Einstein morreu acreditando que o universo teria a forma cilindrica, os bibliocs que que este mundo de terra seria plano e teria o ceu como teto, O meu DNA no centro dos meus neuronios me fez chegar a face do Universo igualsinha a um DNA. Foi ai que percebi a armadilha, afinal os humanos deram a forma humana a Deus. Botei a materia e energia num grafico cartesiano, fiz rolar a evolucao desde sua partida no Big Bang ate chegar no mundo aqui e agora, obtive uma figura feita pelo restro da evolucao a qual deveria revelar os tracos, a forma do Universo, mas a figura dava chance para mil formas diferentes, dependendo do ponto no tempo e espaco onde se situa o observador. Acho que essa armadilha das mil faces deste universo faceiro tem o proposito de quebrar a arrogancia do homem que pensa que foi capaz de descobrir a verdade. A verdade dele se esvai junto com a face provada falsa com mais conhecimento.

Os pais fundadores da Ciencia Metodica, que se tornou globalmente oficial, tinham como proposito a busca do conhecimento sobre a vida, o universo e a mente. O metodo era simples: coloca-se sobre a mesa todos os fatos realmente comprovados, tenta-se conecta-los obtendo uma figura final, e entao arregaca-se as mangas e vai para o laboratorio tentar testar se esta figura resiste aos contras e/ou se produz os resultados que o mundo produziu. E aqui esta a grande utilidade das Ciencias, pois e’ ela quem testa e disprova as visoes de mundo criadas no passado e continua quebrando as faces do universo que ela mesmo produz.

Se a Ciencia foi realizada por este proposito, como ela poderia ter sido a alavanca da tecnologia, como os ateus propagam, ao se apegarem tanto as ciencias como sua aliada para combater o aliado dos outros, que seria Deus? Na verdade o laboratorio produziu quase nada da tecnologia que ai esta. O motor foi uma imiticao intuitive do corpo do cavalo, o automovel colocado no motor foi uma imitacao da carroca colocada no cavalo, e cada detalhe de motor e automovel foi desenvolvido pelo trabalhador construindo estas coisas, e nao envolvido na abstracao filosofica que requer a ciencia. Pelo contrario, a tecnologia e’ que possibilitou o desenvolvimento da Ciencia. Mas dizer isto, e’ pecado, a humanidade foi condicionada a acreditar no contrario. Agora vem alguem com um levantamento serio, com numeros, mostrando a realidade. Isto esta no artigo com o titulo acima, cujo link e’:

http://www.wsj.com/articles/the-myth-of-basic-science-1445613954

Isaac Newton (1642-1727) uses a prism to separate white light into the colors of the spectrum, watched by his Cambridge University roommate John Wickins, right, as rendered in an 1874 print.

Isaac Newton (1642-1727) uses a prism to separate white light into the colors of the spectrum, watched by his Cambridge University roommate John Wickins, right, as rendered in an 1874 print. Photo: Ann Ronan Pictures/Print Collector/Getty Images

 

 

 

A Ciencia e Tecnologia estao a serviço da força negra da Matrix. Artigo no New York Times Confirma Isso

quinta-feira, julho 23rd, 2015

xxxx

Recente pesquisa feita pela SBCP no Brasil revelou que o povo brasileiro acredita nas boas intenções da Ciência e da tecnologia e que elas produzem o bem para a Humanidade. Esta conclusão entra em conflito com o recente artigo no New York Times de que a tecnologia produzida até agora tem visado aumentar a riqueza de uma minoria de humanos e não a melhoria da Humanidade. Quem estará com a razão? Quando comparo os macacos e os nativos da selva se levantando ao nascer do sol, olhando para o dia e se espreguiçando, perguntando-se o que fara de seu dia, se vai se aventurar para o sul, para o norte, na terra ou na agua, com os bilhões de humanos civilizados se levantando sob o alarme do relógio, e já começando a correr todos com um destino determinado, que é  o trabalho em algum recinto fechado sem ver a luz do sol até o entardecer, sem opção nenhuma de escolha do que vai fazer de seu dia… acho que o New York Times esta certo. Não sei como viviam os camponeses chineses quase sem tecnologia e ciência alguma, mas eu não suportaria a vida do chinês de hoje quando os vejo nas fabricas de produção, com celular no bolso capaz de os conectarem a Internet.

Acho que não resta sombra de duvidas que a Ciência e tecnologia não apenas tem o poder de trazer a melhoria para a vida humana como elas são inquestionavelmente necessárias para que a Humanidade sobreviva por mais tempo. Mas também não resta duvida que as Ciências e tecnologias podem estarem nas mãos do bem ou do mal, em relação a Humanidade. Aqui esta o problema. E enquanto a Humanidade continuar a imitar o instinto herdado do seu passado animal quando as regras na selva ou no mar determinava a divisão dos bichos em relação ao poder em três classes sociais, e quem dominava as ferramentas do poder era a classe dos grandes predadores parasitas (consideradas como sendo o mal para a maioria dos bichos-presas), as ciências e tecnologias como ferramentas de poder continuarão nas mãos do mal para mim e os da minha classe social.

Uma ciência de uma espécie inteligente pode se desenvolver em duas ou mais direções diferentes. E’  a intenção intima, pessoal, dos que praticam a ciência que determina o que será, que tipo será, essa Ciência. Porque essa intenção vai inicialmente dirigir os olhos e a atenção do praticante de Ciência a ver nos objetos e no mundo ao redor apenas aquele aspecto dos objetos e do mundo que lhe seja conveniente. A partir dai estes detalhes convenientes do mundo vão retroalimentar a ciência na direção de continuar a ver apenas estes aspectos nos outros objetos. A Natureza pode ter 11 dimensões como esta sugerindo a teoria, mas assim nunca vamos passar apenas das três ou quatro dimensões que percebemos hoje. E isso não apenas em relação a evolução de espécies inteligentes, pois esse roteiro já vem desde os ancestrais irracionais. Animais muito primitivos e pequenos como os insetos possuíam os princípios de uma antena que captam detalhes do campo magnético dos corpos e do planeta, o que fornece um conhecimento mais holístico, mais sistêmico, e que pode ser a entrada numa quinta dimensão dos fenômenos naturais. Porem as necessidades da vida pratica, como a busca desesperada e obcecada por alimento e o medo/defesa dos predadores fizeram os herdeiros dos insetos cada vez menos atenciosos a detalhes do conhecimento holístico em favor da praticidade imediata na vida, desenvolvendo mais os sensores do paladar, do cheiro, da audição, que o sensor da antena a qual se atrofiou até o ponto de hoje ser uma pequena glândula escondida no centro do cérebro humano.  Parece que a Natureza queria que os seres vivos se desenvolvessem numa direção diferente quando os dotou de antenas, aos morcegos de radares, mas estes selecionaram outro tipo de conhecimento a que prestar atenção e assim desenvolveram suas habilidades apenas para as coisas referentes a esse conhecimento.

A busca do conhecimento pratico das coisas materiais da Natureza foi acirrada com o Iluminismo revoltado contra as fraquezas humanas perante as tragédias da natureza, como as enchentes e as pestes dizimadoras, que sempre haviam sido deixadas na responsabilidade de deuses que nunca cuidaram destas coisas com responsabilidade. O método cientifico implantado com planejamento metódico cuidadoso por filósofos como Sir Francis Bacon iniciou coletando e reunindo tudo o que se sabia de fato sobre quaisquer fenômenos e eventos naturais, para que dessa coletânea se tivesse uma melhor visão de como aumentar esse conhecimento.  Mas até aqui nota-se que a intenção intima dos pais fundadores do moderno método cientifico ocidental ao menos parecia ser a busca da melhoria de vida para humanos. Os filósofos nunca fizeram parte da classe social dos grandes predadores por isso não pensaram na ciência como poder para aumentar o seu poder em relação a outros humanos. Mas os leões que ficam se espreguiçando nas sombras da colina enquanto aguardam que lá embaixo no vale de relva verde as presas trabalhem de sol a sol transformando grama em suculenta carne, logo perceberam que os médios predadores estavam produzindo novas forças que conferem poder e trataram de se apoderarem dessa produção também. A partir dai, eles passaram a dirigir os caminhos que a ciência devia seguir, ou seja, de buscar e produzir mais forças de poder para eles, não para médios e presas, as quais era de seu interesse que permanecessem sempre fracas. Isto tudo hoje é a simples descrição do mundo humano moderno apenas travestido com mais elegância usando termos mais sofisticados, como lucro capitalista, regras do mercado, etc.

Quando desenvolvemos uma ciência oculta longe da vigilância dos grandes predadores como foi o caso da nova visão do mundo denominada Matrix/DNA, imediatamente se nota que os objetos e o mundo ao nosso redor tem escondido das nossas ciências coisas importantíssimas que estão afetando nossas vidas ou que poderiam facilmente serem descobertas e aplicadas para o bem dos humanos em geral. Por exemplo a formula da Matrix/DNA sugere como instalar um sistema produtivo dos itens que consumimos sem que tocássemos numa agulha em todo o processo desde a extração da matéria-prima até a chegada nos nossos micro-ondas e dai aos pratos nas nossas mesas, o que livraria a humanidade do trabalho escravo involuntário na produção grosseira e de rotina. Mas numa maquina produtiva totalmente desplanejada para funcionar de maneira que um dente torto de uma roda da engrenagem se encaixe perfeitamente na falta de dente da outra roda da mesma engrenagem, se nesta maquina colocarmos um parafuso perfeito, milimetricamente cronometrado, a maquina vai se estrebuchar toda ate expulsar esse parafuso para fora dela. Desta maneira, tudo o que se tem descoberto ou pensado de real ciência e tecnologia que vise o bem comum da humanidade em geral tem sido expulso, ocultado, como o nosso parafuso perfeito. Enquanto se financia a busca na natureza de mais conhecimento sobre mais mecanismos e processos naturais  que tem efeito negativo para a humanidade mas que se encaixa muito bem na maquina toda deformada e anti-humanidade.

Mas porque a humanidade segue por este caminho desumano? Bem primeiro porque já vimos, são as mazelas herdadas das nossas origens como filhos do caos que somos. Mas com o advento da auto-consciencia esta maldita herança já devia ter sido superada. Se não o foi é porque existe alguma outra força oculta atuando aqui. Esta força uma vez mais é revelada pela Matrix/DNA. Essa força vem de um nosso ancestral ainda mais poderoso que todos os bichos da selva, todos os grandes predadores de outrora e de agora, os quais foram também por ela produzidos. Essa forca vem do sistema natural que criou esta biosfera sem nenhuma intenção particular, o fez meramente obedecendo a natureza. Essa força que tem dirigido todos os elementos componentes dessa biosfera  a se tornarem no final uma reprodução da fonte sessa força. A qual é o sistema astronômico descrito pela mecânica newtoniana que nos envolve por todos os lados, modela o nosso ambiente e esta encriptado dentro da nossa genética, no nosso DNA. Não importa que aqui  o ambiente seja muito diferente do ambiente onde ela foi gestada, que os materiais sejam diferentes daqueles que ela foi feita… o que importa é  reproduzir a entidade, o significado de existência da maquina que nos criou e dirige nossa evolução, ou seja, o que importa é que no final a biosfera toda na superfície da Terra seja igual e funcione como uma maquina perfeita, mas estupida. Como se importasse que os filhos de Adão e Eva reproduzissem aqui aquele estupido e selvagem paraíso de onde caíram seus pais. E juntando a profecia de Aldous Huxley no seu Admirável Mundo Novo mais a profecia de Orwell no seu Grande Irmão, já temos previamente a descrição desta maquina futura, onde a espécie humana sera apenas mais uma de suas peças estupidificadas. Para isso é preciso dirigir a evolução cientifica e tecnológica no sentido da reprodução da maquina e não no sentido da autonomia, da soberania e liberdade e do bem estar da humanidade. Assim entendemos porque um ser dotado de autoconsciência se dirige a um destino contra ele mesmo.  A autoconsciência não esta sendo permitida a funcionar nesta maquina como não funcionaria o parafuso perfeito. Mantem-se assim o animalismo estupido porque a meta final é reproduzir a maquina estupida dentro do ventre de outra maquina estupida.

Mas se a autoconsciência tiver tempo de adquirir a consciência da existência do seu verdadeiro inimigo celeste, ainda existe uma forte esperança de um melhor destino para a Humanidade. E’ nessa luta que estou envolvido e nessa luta trato de buscar tudo o que seja evidencia para tentar convencer os irmãos e irmãs de espécie que essa inimiga existe e que seu objetivo esta em pleno andamento entre nos. O artigo do New York Times serve como mais uma evidencia por isso vai traduzido a seguir.

Silicon Valley is About Business, Not Change

http://www.nytimes.com/roomfordebate/2015/07/22/is-silicon-valley-saving-the-world-or-just-making-money/silicon-valley-is-about-business-not-change

by  Susie Cagle

Muitos dos recentes grandes sucessos de Silicon Valley não são realmente inovações tecnológicas, e sim mais ferramentas lucrativas para corporaçoes e seus grandes capitalistas. Será uma companhia uma ” tech company” se ela usa apps para smartphones para distribuir, aceitar pagamentos e organizar a logística de distribuição para seu próprio serviço de distribuição de seus produtos?

Inovação tecnológica indubitavelmente tem o potencial para melhorar a vida de pessoas nos USA e além dele, mas a indústria nos USA tem crescido de maneira a ofuscar, e mesmo evitar, verdadeiras inovações equitáveis, como lucro igualitário para todos, em favor do tradicional modelo do lucro capitalista.

A grande rede de interaçcao chmada de Internet era suposta permitir uma maior proporção de acesso do povo a riqueza global e abundancia, mas na realidade ela tem feito muito mais para concentrar o poder e a riqueza global nas mãos de uma minoria. Enquanto a tecnologia tem providenciado a infraestrutura para acionar e suportar novos diálogos entre indivíduos, ela não tem realmente mudado nada sobre como as redes são construídas e por quem são possuídas.

Por exemplo, nos temos as ferramentas e habilidades para interromper os monopólios de taxis  ao permitir motoristas da coletividade se conectarem diretamente com seus clientes – mas so invés, nos temos a Uber e a Lift, companhias que se tornaram multibilhoes dólares que nem oferecem benefícios para os motoristas, nem realmente dao a eles a real oportunidade para gerir seu próprio independente negocio.

Da mesma forma, nos temos as ferramentas e habilidades para construir plataformas de redes sociais sob domínio das coletividades – mas ao invés, nos temos Twitter e Facebook, os quais vigiam e comandam o que usuários podem ver de outros usuários e coletam informações pessoais para incrementar as suas vendas de anúncios.

Nos temos as ferramentas e habilidades para construir convenientes, amplamente acessíveis plataformas sem motivos para centralizar os lucros – mas nos não temos uma economia planejada para fazer isso. Por todas as supostas quebras de rançocas barreiras, a indústria tecnológica não tem desafiado muito a velha economia global. Pois, afinal, foi aquela velha economia do lucro para o grande capital que fertilizou o mundo da nova tecnologia, e ampliou o abismo entre aqueles que dirigem para a Uber e usam o Facebook e aqules que constroem e possuem a Uber e o Facebook.

Para as redes alcançarem seu verdadeiro potencial, elas necessitam ser desconectadas do sistema financeiro que mantem Silicon Valley em ebulição. Construir uma nova plataforma e’ ainda incrivelmente um intensivo recurso, mas o capital de risco requerido para financiar estes projetos e’ investido com a meta de fazer mais dinheiro, e não espalhar inovação para o bem comum.

As ferramentas tecnológicas possuem um tremendo potencial para contribuir para a sociedade, mas se todo esse poder permanece contido, concentrado, dentro de poucas corporações, aquelas mudanças sociais e econômicas, mesmo quando positivas, estarão primariamente a serviço de lucros privados para uns poucos. E com isto, dificilmente serão realmente tecnologias inovadoras para o lucro social.

xxxxxx

A seguir, meu comentario postado no NYT em resposta a um post de uma leitora:

Linda

TX Yesterday ( 7/26/2015)

Of course Silicon Valley is about business. Businesses are the fuels of economic activities in capitalist society, hence that of U.S. What does the author mean by the ‘society’? Elderly? Average income groups? Women? The author should clarify whom she thinks the tech companies should provide benefit for, IF the companies ‘should’ benefit those besides who are working hard every day to create something that is needed and wanted by the market. While I believe businesses can choose to have multiple of roles, its fundamental reason of existence is to generate profit for its shareholders.

Louis Charles Morelli

New York, NY – 7/27/2015 ( In reply to Linda)

 Everything wrong, Linda. I was born in the streets, only chance for working as slave doing the worst jobs and I am going to die as homeless, so, I know and felt in the skin the other side of the coin that you think you know but you don’t because you never felt it. Is it the fundamental reason of existence of Silicon Valley to generate profit for shareholders? If so, be sure, Nature will destroy the shareholders and this wild capitalist system because it is the natural law. It happened to dinosaurs and is happening with lions, eagles, wales, etc.

My ancestors once time were in the places and the Senate of the Roman Empire. Their behavior lead their future generations to the end of a black hole. You with this paradigm and hence, this behavior is going same way and I don’t understand how you can be happy knowing the final future of yours next generations. I think that you will not agree and is do not want to dispute yours victorious knowledge with someone that must have no knowledge at all. But if you want to continuing this discussion, fell free, you will listening to things that you never imagined before.

Isto foi o postado para caber nos limites das 1500 palavras, mas o post correto era para continuar assim…..

Any species that specializes in a way of living, accommodate as closed system in itself, close their doors to natural evolution, the brain’s evolution and grow only mechanistically, in size and fat. Then, Nature discard it. Silicon Valley is leading you to the Brave New World under the rules of a natural closed system which is performed by a Big Mother, or the Big Queen, like any insect society did it.

Shareholders have profits based on slaves doing cheap work, like me and the Chinese’s, etc. You believe that technology will lead to an end the fact that people are born without house, family, and some parasitic income provided by wild capitalism. Everybody will have family and the slaves will be replaced by machines, so, you justify yours current paradigm. But, have a big problem here.

Our Science and technology is not following the final target of natural evolution. They are funded in search of profit for those at the social power, limited by the mechanistic process. Meanwhile, we saw that Nature evolution went from the Physic`s mechanistically under structure in shape of atoms and astronomical system, but it did not accommodate here. This underground structure is merely like the skeleton of our bodies. Then nature continued by biological processes creating he soft meant and not stopping here, Nature went through neurological processes, which generated emotions, sentiments, self-conscience. Silicon Valley is not trespassing the mechanistic physical structure, it is not creating biology robots, computers and machines. Their software is a dead end because it is not made of those seven variables that we see in the DNA software for living things, which surpass the mechanistic fashion. As said Tesla, the present is yours, but the future is mine.

Fábricas Auto-Reprodutoras em Outros Planetas:Aplicações da Teoria da Matriz/DNA

quinta-feira, setembro 30th, 2010

Num congresso que custou 11,7 milhões de dólares, o ex-presidente Jimmy Carter quis saber tudo sôbre a idéia que rola entre os cientistas da NASA de se contruir um grande robot em cujo interior ajam fábricas, digamos por exemplo, fábricas de chassiz com matéria prima da … er… da LUA! E de Marte, Jupiter, etc.!

O robot estaria equipado para, com material lunar, ou marciano, extraído por ele mesmo, construir sósias de si mesmo e espalha-los por todo planeta. Para que? Ora, para espalhar as unidades de fabricas. Portanto bastaria uma fábrica inicial que ela seria a semente para um sem numero de fábricas iguais. E tudo isto sem o homem por a mão em nada! Ao homem apenas caberia ir lá buscar os produtos finais. Não vamos nem imaginar quais seriam as consequencias: as fabricas da Terra transferidas para outros planetas, acabaria a poluição aqui, os atuais empregados das fábricas ficariam em casa desempregados mas recebendo o salário de graça…

Foi inclusive elaborado um “paper” do tamanho de um livro contendo o projeto, que está publicado para livre leitura no website abaixo.

Mas o que sempre vai chamar a atenção da Matriz são palavras como auto-reciclagem, automação, auto-replicação, self-organization… Pois acho que ninguem mais possue a fórmula do mais perfeito, mais simples e de menor custo possivel sistema auto-replicador. Está certo que existe uma diferença entre a fábrica humana se reproduzindo em cópias e a fábrica natural astronomica que se reproduz reciclando sua própria matéria quando totalmente degradada. A fábrica da Matriz só faz uma cópia de si mesma e para fazê-lo ela precisa ser desfeita antes. Mas ela contem o software para se reproduzir e com alguma modificação ou alguns acréscimos esse software pode ser o cerne da fabrica humana. Portanto deixo aqui registrado o tema para quando tiver tempo ler todo o livro e ver o que pode ser feito à luz dos modêlos da Matriz. 

http://www.islandone.org/MMSG/aasm/AASMIndex.html

Advanced Automation for Space Missions

Tecnologia pela Matriz: Motor de Carro

terça-feira, novembro 3rd, 2009

O artigo “Motor a Vapor”, piblicado nesta mesma categoria, deve ser lido antes deste, o qual apenas será registrado pois não tenho tempo agora para desenvolvê-lo.

O propósito do motor de um carro é fazer o carro andar. Vamos traduzir isso na linguagem da Natureza. Mais exatamente na linguagem do espirito que jaz sob a Natureza, denominado aqui de Matriz. Para o carro se mover basta dota-lo de rodas e rodas auto-girantes (entendendo-se que elas giram movidas por alguma força que substitua cavalos e homens). Rodas girantes é um fenômeno que tem suas raízes nas órbitas dos sistemas naturais, nos quais existe um nucleo como eixo girante. ( como o nucleo do átomo ou o sol no sistema solar) . Como a natureza produz um nucleo que gira eternamente sobre si mesmo? No átomo, a particula pion indo do proton ao neutron faz esse trabalho num mecanismo que ainda não entendí muito bem, e se eu não entendí, ninguem mais, pois na cabeça de mais ninguem iria se passar esta idéia, enquanto ninguem mais conhece os modelos da Matriz. Suspeito que o mecanismo é o mesmo do motor a vapor quando o braço que sai do cilindro empurra a roda para a frente. O segredo do giro auto-sustentavel estaria na intercalada expressão entre face direita e face esquerda. No átomo, proton torna-se neutron e neutron torna-se proton, dependendo onde se encontra o pion. Em LUCA, o fluxo sistêmico que imita o pion, quando está percorrendo o lado esquerdo expressa este lado da face e portanto este lado da face imita o proton, enquanto o outro lado que não está sendo expressado imita o neutron. Pegou o espirito da coisa? Er… parece que desvendamos o mecanismo do giro auto-sustentável. Expressar uma face, ou um lado da face, significa por esse lado à frente. Porque? É o mesmo caso do atleta que sempre vence a maratona, mas era uma maratona em que ele era o unico, de um atleta só, pois não tem ninguem atras dele. Assim, se apenas um lado de uma face é expressado, ela vai estar sempre na frente. Quando o pion muda, passando a expressar a face direita, ele a situa na frente pelo mesmo motivo: não existe a face esquerda como concorrente. Assim uma roda gira: intercalando a expressão dos lados de uma face. Mas gira sem sair do lugar.

Bem, o que interessa é fazer uma roda girar por alguma maneira que não seja usando a força do homem, e essa roda deve mover-se e carregar um imóvel denominado “carro”. A Natureza deu a dica e o homem percebeu que através de valvulas ele pode imitar o vai-e-vem do pion. Assim, quando o vapor entra de um lado e empurra o pistão que empurra um ponto da roda situado à direita ou atras, para a frente e depois puxa esse mesmo ponto para traz afim de empurrar a parte de traz para a frente, é puro movimento pionico atômico.

Mas tem um problema. No espaço, rodas giram eternamente. Sistemas estelares, galaxias, e mesmo planetas tem esse movimento peculiar. Porem eles não se movem do lugar e muito menos transportam coisa alguma. Nós humanos precisávamos reproduzir estas esferas girantes, mas que movessem do lugar e transportassem carcaças. Como saímos dessa?

Por um golpe genial! As esferas celestes não se movem porque estão isoladas no espaço. Não estão apoiadas sobre coisa alguma. Mas se eu pusesse ( abram caminho para um cientista louco… e perigoso, pois posso alterar as coisas no céu)… se eu pusesse uma tábua embaixo do sistema solar… o sistema solar sairia caminhando. Ou melhor, rodando. Claro! Nem mesmo se a roda girante tivesse vontade própria, conseguiria-se impedir-se que ela se movesse sobre a tabua. Foi esse o golpe genial: botamos uma estrada em baixo da roda. E com isso inventamos o automovel! Tão simples! Me descabelo todo pensando porque não tive essa idéia antes do inventor, mesmo que Arquimedes já tivesse dado a pista com sua “dê-me uma tábua – digo – dê-me uma alavanca e moverei o mundo”. Quando ele disse mundo acho que ele pensava apenas no planeta, mal sabendo ele que poderia perfeitamente ter dito “moverei a galáxia”.   

O motor do carro consegue sua força queimando gazolina, produzindo vapor e movendo as rodas. O sistema natural fechado em si mesmo, representado pelo corpo de LUCA, queima a face direita para expressar a esquerda e assim manter o fluxo em movimento. Depois ele divide a face esquerda em energia e massa para que volte a expressa-la.  A roda gira eternamente. A Natureza fez isso e nosso unico acrescimo foi botar uma estrada embaixo da roda. Ou, em outras palavras, reproduzimos aqui na Terra e com nossos materiais, as rodas girantes que víamos no céu, porem, quando o fizemos, sem querer trouxe-mos as rodas girantes isoladas no espaço sideral para a superficie da Terra, a qual foi a tábua que faltava. A alavanca de Arquimedes.

Bem, daqui para a frente vamos analizar detalhe por detalhe do motor do carro sempre comparando com os modelos da Matriz para daí tentar obter idéias que aprimorem estes motores, ou inventem coisas novas ainda não imaginadas. Por ora, basta olhar o desenho do motor funcionando no website sugerido no artigo anterior e ir procurando qual parte do motor representa qual parte da matriz natural.