Archive for the ‘planeta’ Category

De planeta a pulsar, como se desenvolvem os vulcoes… e cometas

terça-feira, junho 5th, 2018

xxxx

Predicting How Fast Magma Is Building Below Yellowstone

https://www.msn.com/en-us/weather/topstories/predicting-how-fast-magma-is-building-below-yellowstone/ar-AAyfbJI?li=BBnbfcL&ocid=spartanntp

(varias novas informacoes sobre o que se sabe e novas teorias a respeito do nucleo e sua atividade produzindo magmas. O artigo acima da MSN leva ao paper abaixo:

Direct measurement of advective heat flux from several Yellowstone hot springs, Wyoming, USA

(paper com free PDF em 16 paginas. A minha pesquisa no PDF deve definir os termos tecnicos, etc.)

https://pubs.geoscienceworld.org/gsa/geosphere/article/531475/Direct-measurement-of-advective-heat-flux-from

water next to the ocean

© Provided by IBT Media

A Terra – Uma Criatura Viva. Bonito Video pela NASA porem, com um grave equivoco…

segunda-feira, outubro 23rd, 2017

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=zlqjz9OEhk0&lc=z12wdnjjypaespbxl04cdzcbjpjzh3kp224.1508662277159596

My comment posted in YouTube at 1023/2017

The signals of a living planet are not seen at its external appearance, like the first almost-living creature produced in this planet – viruses – has no external signals of life. The active nucleus and its surrounding layers are showing the same signals that a corn seed will show when inserted into the land and receiving water/sun’s light. Biological systems, (aka, life) were made by and inside these astronomic systems (stellar and galactic system) so, it is rational to think that all basic elements and life’s properties must be present in a very primordial shape in these systems. The current astronomical models are wrong that’s why you are not seeing the clear signals of primordial life in this planet. As planet’s nucleus we have the germ of new stars and if this Milk Way is old enough that would be formed by the first process of galactic formation, we will see in the next thousands years the big transformations as every living thing. By the way, the video is a brilliant art work and has a good message. Congratulations to NASA.

And…

My comment posted at 08/22/2017

So,… who says that life came from non-life? Or who needs magical gods for explaining life here? Earth is not a living creature as we understand “life”, but it is not non-life also. Any living being is a working system and Earth is not a system in itself, it is merely part of a system, called stellar system. System only comes from previous systems, there are no self-organizing systems. We can not making comparisons between systems as living beings with parts of systems, like Earth. So, is the stellar system, more “alive”? Has it all forces and elements for producing organic matter and biological systems? Where “life” came from? Thinking about this question, applying comparative anatomy between these systems, I elaborated Matrix/DNA Theory with the following explanation: No, a stellar system alone has no all forces and elements necessary for building biological systems, but a building block of galaxies has all forces, all elements, and the exactly anatomical configuration for reproducing itself – nannotechnologically – as the building blocks of DNA, a lateral base-pair of nucleotide. The evolution of these building blocks towards the fist cell system was due the new state of matter, water, and its production, organic chemistry. Earth alone, neither this stellar system are alive, but they are organs, or parts, of something half-alive… By the way, Earth, the Sun, this system and this galaxy are our ancestors like bacteria and monkeys are… ( this is merely, a theory, don’t forget it)

A Formacao do Planeta e a Origem da Vida

terça-feira, outubro 3rd, 2017

xxxx

(Artigo em construção: rever e anotar novidades)

32:32 – Termal vents (black smoker) resulta da constante movimentacao das placas tectonicas que provocam a penetracao da agua no interior do planeta reagindo com magma e sendo expelida como vapor negro, e nisso traz consigo informacoes matriciais do nucleo da Terra.

33:08 – Sulfite minerals – provindo das aguas profundas misturadas com magma, estes minerais tem a propriedade de catalizar reacoes quimicas que produzem moleculas primordiais da vida, o que confirma a nossa teoria matricial de que  os primeiros 50% da abiogenese foi dirigido por informacoes do nucleo planetario. Mas este fato chama atencao para outro aspecto matricial que estamos tentando desvendar. Parece que os elementos atomicos que formam as primeiras moleculas vitais possuem um estado vibracional/frequencia de onda especifico do espectro da onda de luz (traduzido em energia). Quando estao em ambientes dominados pelas outras seis faixas da onda estao instaveis, e assim nao podem formar mutuas conexoes duradouras entre si. Mas quando estao num ambiente dominado pela mesma faixa que a sua, se estabilizam e formam as conecoes. Entao, catalise seria isto: um elemento do ambiente externo de identidade igual dos elementos reagentes. E nisso vai bater a teoria matricial, pois o sulfite pertence ao nucleo planetario entao a uma das primeiras faixas de onda, enquanto a vida comeca por suas combinacoes iniciais que dizem respeito tambem as primeiras faixas de onda.

Planetas: Teorias da formação Pela Academia de Ciências e pela Matrix/DNA Theory

terça-feira, agosto 22nd, 2017

xxxx

A Short History of Planet Formation

https://www.youtube.com/watch?v=VAKSzsJcpQk

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – 8/22/2017

There are four ways for searching planet formation: 1) reductionist, is what Dr. Shahar is doing, first studying the basic Physics and Chemistry of it system’s components: 2) Systemic, which is comparisons between a system and the Matrix/DNA universal formula for systems, and making comparative anatomy between systems: 3) Trying to compose the history, from the past Big Bang to nowadays, and 4) From the future to the past, going from the final product today built by the forces and elements as a system and trying to know the reverse of its evolution, going towards the Big Bang. I am not well informed, I have knowledge of works being doing by Academic Science only by methods 1 and 3. So, I tried something about methods 2 and 4 and I got the Matrix/DNA astronomical models and theory. It results in a different general world view which affects the approaches to astronomic bodies formation. What will happen if academic researches tries methods 2 and 4? Maybe it will reduce time, money and sacrifices for getting the final knowledge.

Astronomia: Formação de Sistemas Astronômicos pelo Segundo Método

domingo, agosto 20th, 2017

xxxx

Assistindo ( link abaixo) a moderna teoria astronômica acadêmica sobre formação de sistemas estelares onde a estrela nasce primeiro que os planetas – tive uma ideia para explicar o segundo método da formação de sistemas astronômicos.

Depois de seu primeiro método de formação – que foi simbioses – a célula aprendeu a se replicar já adulta, meramente se multiplicando já pronta. Então porque este método não teria vindo do ancestral astronomico? Se sim, isto significa que depois do método da simbiose – que formou as primeiras galaxias ou o building block de galaxias – tanto sistemas estelares quanto galácticos aprenderam a se reciclarem já adultos, prontos. Então neste segundo método, realmente a teoria acadêmica está correta.

Isto encerra a pesquisa da Matrix/DNA sobre o segundo método na formação de sistemas astronômicos.

Porem ela não conhece ainda o primeiro método e isto desvirtua a interpretação do que são sistemas astronômicos em seguida desvia o conhecimento dos processos nas origens da vida e de seu significado, pois o primeiro método mostra sua face biológica, que obedeceram, na sua primeira geração, a formação de cada astro pelo processo do ciclo vital.

https://www.youtube.com/watch?v=VAKSzsJcpQk

Forma real e Feia do Planeta Terra: Mais um Chute no Nosso Ego

domingo, julho 30th, 2017

 

A forma solida real da Terra

xxxx

 

Que monstrengo e’ esse na figura? Pois e’ o nosso planeta real, solido, sem a cobertura da agua, a qual da’ a aparencia ilusoria de esfera quase perfeita. Asssim a cada novo conhecimento cientifico o ego humano vai sendo bombardeado e desfeito. Ja fomos expulsos do centro da Criacao, nosso planeta retirado do centro do Sistema solar e do Universo, depois Darwin nos reduziu a macacos, inclusive Freud derrubou o mito do anjo ao reveler em nos a besta fera.mas o que sugere a minha cosmovisao da Matrix/DNA, sobre tudo isso? Deixa-me consultar o mapa, as formulas, e tentar interpretar o mais certo possivel o que vejo. Deixemos a matrix falar:

Matrix/DNA: ” Ao nascer, todos cantam a beleza do baby humano. Porem, nos meses anteriores, quando estava na forma de uma bolota irregular chamada “morula”, ou depois na forma fetal parecendo um sapinho, o nascido baby nao era nada belo. O mesmo se pode dizer das flores e das estrelas. Planetas carregam em si, como seu nucleo, o germe de uma estrela, que um dia florescera como uma bela supernova. Tambem a consciencia universal passa por estas fases iniciais destituidas de beleza. Quando ainda fetal ou embrionaria, tal como se encontra hoje na fase humana, a consciencia ainda e’ dominada pelo cerebro fisico e suas herancas animalescas, seus instintos forjados no caos  e sua carnificina. mas um dia essa consciencia estara pronta para nascer, quando abrira seus proprios olhos para conhecer a substancia e forma de seu corpo. Todos os exemplos anteriores sao evidencias indicando que o baby ser’a muito mais belo.

Assinado: Matrix/DNA

… bem…, a Matrix esta sempre nos surpreendendo com uma perspectiva que nunca haviamos pensado antes. Quem a conhece pode mandar aos diabos as fantasias misticas que nos venderam falsas ilusoes sem respaldo na realidade e as evidencias que de fato podemos ver. Assim, o ser humilhado, pecador, rebaixado na vida pratica em nome de uma ilustracao fantasiosa de poder e beleza como destinados a serem o centro de tudo, mas somente podendo recolher as recompensas em outro mundo e apos a morte, a Matrix nos recupera um amor proprio jamais experimentado antes e nos proporciona uma indescritivel afirmacao de bem estar aqui e agora, fundamentando seus argumentos nao em fantasias magicas e sobrenaturais, mas em fatos cientificos e provados que podemos ver e conhecer aqui e agora. Nos somos pecadores sim, somos imperfeitos e moralmente feios, porem… ainda nao somos o que viemos para ser, e ja sabemos a beleza do que seremos quando finalmente vier o nosso real nascer.

De acordo com o modelo astronomico sugerido pela Matrix/DNA, a forma dos planetas deveriam mesmo serem irregulars, pois seus nucleos sao forjados na caldeira incandescente do vortices nuclear, e depois que ejetados, abortados, atravessam a zona do horizonte de eventos composta de poeira e rochas estelares, as quais sao agregadas aleatoriamente sobre a esfera nuclear, por isso a acertada previsao de formas futuras irregulares. E’ certo que o longo periodo de orbitas em torno de uma estrela pode lapidar as formas irregulars aproximando-as da forma esferica, porem isto em nada altera a mecanica celeste. Planetas ainda sao estagios embrionarios da estrela a nascer.

Halleluya! Mais um brinde `a Matrix – a carga genetica do nosso criador!

Para quem quiser mais informacoes sobre a figura:

Geóide: o inacreditável formato do planeta Terra

http://imagensdouniverso.blogspot.com/2014/10/geoide-o-inacreditavel-formato-do.html

 

Ooops! Nova Imagem de Jupiter Alerta Matrix/DNA Sobre a Equitativa Distribuicao de Fotons prevista pela Teoria

quarta-feira, maio 31st, 2017

xxx

Ha anos vem acontecendo o mesmo. Os academicos nao apenas sugerem suas teorias, mas afirmam-na como porta-vozes cientificos, e como estas teorias vao contra meus modelos, eu retruco com outra teoria e eles simplesmente ignoram. Mas entao a tecnologia se desenvolve e fornece cada vez instrumentos mais potentes na colecao de dados.  E quando os novos dados chegam sempre dizem como nesta noticia agora:

“We’re seeing a lot of our ideas were incorrect and maybe naïve,” Scott J. Bolton, the principal investigator of the Juno mission, said during a NASA news conference on Thursday.

Os modelos teoricos deles tem tantos remendos que minha admira que ainda nao perceberam que do modelo original nao resta mais nada. Enquanto isso, quando tenho tempo de analizar os novos dados e compara-los com meus modelos, descubro que estavam justamente previstos e mais, os novos dados me fazem perceber novos dados que ainda nao tinha observado. vejamos exemplos com as figuras abaixo:

https://www.nytimes.com/2017/05/25/science/nasa-juno-spacecraft-jupiter-storms.html?rref=collection%2Fsectioncollection%2Fscience&action=click&contentCollection=science&region=rank&module=package&version=highlights&contentPlacement=2&pgtype=sectionfront

NASA’s Jupiter Mission Reveals the ‘Brand-New and Unexpected’ (may,25,2017)

As faixas tipo listas de zebra bate com a nocao de aneis espiralados que a Matrix/DNA sugeriu na existencia de estruturas que dao o nascimento a estrelas. Veja neste meu modelo desenhado rusticamente a mao na selva amazonica:

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

Sistema-Elo Entre os Sistemas Naturais Não-Vivos e os Sistemas Biológicos

I can’t write a long text here explaining it, but at the …. oh, raios, eu estava escrevendo em portugues,… Eu nao posso escrever longos textos aqui para explicar mas o cone espiralado na rustica figura acima ‘e o berco de estrelas. E porque digo isso? Porque o meu modelo esta sugerindo que planetas que se encontram no estado em que Jupiter esta hoje, em milhoes ou bilhoes de anos acabam saindo do Sistema solar e se tornam novas estrelas, pois no seu nucleo cresce um germe estelar.

Mas nao e’ esse fato que levou a Matrix/DNA a comemorar a boa-nova. O fato e’ que os aneis que se ve na figura de Jupiter – em numero de seis – explica maravilhosamente uma questao que eu andava procurando e nao tinha acertado com uma solucao satisfatoria. a questao de como uma estrela emite todos os tipos de suas informacoes por radiacao em tao curto tempo como foi necessario para dirigir a criacao da vida na Terra. Com a existencia das faixas emitindo magneticamente ( como diz o artigo: strong magnetic fields), agora sei como todos os tipos de fotons chegam aqui ao mesmo tempo para se reunirem e reproduzirem o sistema de onde vieram usando atomos da Terra. Hallelluyah!

Assim, enquanto os academicos estao neste momento puxando os cabelos ao compararem os novos dados com seus modelos e verem que nada bate, eu estou vibrando com o acerto dos meus modelos… mais uma vez nos ultimos 30 anos de tantas vitorias igual a essa.

Vamos ao segundo fato usando a imagem abaixo que tambem foi obtida agora pela NASA:

Multiple images combined show Jupiter’s south pole, as seen by NASA’s Juno spacecraft from an altitude of 32,000 miles. The oval features are cyclones.

Ciclones? Justo o que desenhei a 30 anos atras? Vejamos outro desenho dos meus modelos:

O Ultimo Ancestral Não-Vivo e Inanimado

O Ultimo Ancestral Não-Vivo e Inanimado

Veja no desenho a figura que esta mais `a direita, cheia de pintas. Este o resultado do que meus calculos apontaram como sendo um pulsar. As pintas sao gigantescos vulcoes que tomam toda a superficie emitindo cometas. Jupiter esta no ponto de gigante e velho planeta se transformando em pulsar paara depois se tornar uma estrela, supernova. Diz ainda meus resultados que estes vulcoes vao se formando nos planetas novos devido aberturas que vao surgindo na crostra como valvulas de escape do material sob forte pressao resultante das reacoes produzidas pelo nucleo digerindo os atomos da crostra. mas como o planeta gira por rotacao e por translacao, o que se ve nestes gifgantes gasosos acima dos vulcoes que vao se formando e’ a lava e fumaca emitida na forma de cyclone, espiralados. Entao, estou dizendo que embaixo de cada cyclone deste, e produzindo estes ciclones, estao os vulcoes. Assim minha teoria se torna cientificamente testavel, pois chefgaremos um dia mais perto de Jupiter e descobriremos o que produz estes ciclones.

Enquanto isso vou continuar a ler o artigo para ver como eles explicam estes ciclones baseados nos modelos deles. yac,yac,yac…

Formacao e Evolucao do Campo Magnetico da Terra

domingo, março 12th, 2017

xxxx

Earth’s ancient magnetic field was significantly different than present day field, new work suggests

http://nashuavoice.us/content/57477-earths-ancient-magnetic-field-was-significantly-different-present

Submitted by Jeanne Rife on Mon, 06/27/2016 – 22:51

Earth's ancient magnetic field was significantly different than present day field, new work suggests

Vídeo Para Teoria da Formação da Terra: Viagem ao Centro da Terra

quarta-feira, setembro 7th, 2016

xxxxx

 

Uma Viagem ao Centro da Terra Dublado HD

E a causa que gera o campo magnético da Terra continua desconhecida.

 

A Historia de 4,5 Bilhoes de Anos da Terra, neste Vídeo, Revela o Sentido ou Não-Sentido da Nossa Existência? Veja a resposta da Matrix/DNA

terça-feira, setembro 6th, 2016

xxxx

Vídeo inesquecível de longa duração, narrando as muitas transformações porque passou a formação do planeta Terra, da Lua, mostrando principalmente como estamos por um fio em cima de uma bola de magma incandescente e como a vida aqui se mantem de forma tao fugaz. Apesar desta historia ser ainda uma teoria – a acadêmica – e diferenciar da nossa teoria da Matrix/DNA, e’ um filme e com muitos recursos técnicos, muito interessante para ver e repetir.

https://www.youtube.com/watch?v=MPATtHrY1AM

Construindo o Planeta Terra

E meu comentário postado no video:

Louis Charles Morelli Louis Charles Morelli – Set/06/2016

Este excelente filme narra uma teoria cuidadosamente elaborada em seculos de observações, cálculos, etc. mas existem varias falhas na teoria. A primeira ‘e isolar o calculo da formação da terra do sistema a que ela pertence, a Via Láctea. E quando observamos esta não vemos violência alguma, vemos o estado harmônico de ordem da natureza. E’ erro comum ao homem projetar o caos da sua biosfera aqui sobre seis modelos teóricos de sistemas estelares e galácticos, mas se esquecem de projetar a ordem destes sistemas para calcular esta formação do planeta.
Todas estas mudanças que parecem catastróficas sob a perspectiva humana seriam também catastróficas ao microbio assistindo as varias mudanças dos nossos corpos durante a embriogênese, de morula, a blástula, a feto, embrião. Então o que vemos aqui sugere que estas mudanças ocorreram dentro de uma especie de útero celeste, como sugere o modelo astronomico da Matrix/DNA.
Outra falha inexplicável nesta teoria e’ que esta Terra tal como a calcularam jamais teria as forças e elementos que mais tarde produziram os corpos dos primeiros seres vivos. Então estas forças e elementos caíram do céu ou foram inventadas pela primeira vez neste Universo por essa matéria bruta e estupida deste pequeno planetinha perdido na imensidão sideral? Oh,.. como’n, isto precisa de uma grande dose de ato de fé… Não seria mais logico supor que a extraordinária engenharia no processo da nossa embriogênese seja produto de um processo semelhante pelo qual passou o planeta que nos produziu?! Os materiais podem ser diferentes, o ambiente pode ser diferente, mas o significado do processo deve ser o mesmo, ou então houve magica. E isto e’ outra religião.
Mas o modelo da Matrix/DNA sugere onde estavam todas estas forças e elementos neste sistema astronomico que geraram fenômenos como metabolismo, ciclo vital, reprodução sexuada, etc. No entanto, parabéns pela qualidade técnica, pelo esforço em acertar, e pelo incentivo a nossa continua busca do conhecimento… o filme esta excelente, o conteúdo porem, não e’ um fato cientifico e nunca sera enquanto não se filmar por 4 bilhões de anos como se forma outro planeta. A falha gritante no vídeo esta em se esquecerem de avisar a toda momento que cada cena daquela ‘e uma “TEORIA”, como eu sempre aviso que a Matrix/DNA, por enquanto ‘e apenas uma teoria.

xxxxx

E outro comentário sobre o assunto:

A julgar pelo conteúdo dos comentários aqui: Assim como estes continentes emergem de oceanos, um fenômeno, uma questão, emerge na mente do humano no final do vídeo: “Qual o sentido da nossa existência?” Uma resposta o vídeo forneceu: ” Como todos estes animais que surgem e desaparecem sem sentido algum, sua existência não tem sentido algum. No próximo remexer deste planeta, sera’ sua vez e de todos seus edifícios serem enterrados.” Claro, isto suscita uma inconformidade com nosso ego, e por isso muitas alternativas fantasiosas são imaginadas e até acreditadas, para contornar essa inconformidade e nos manter a viver essa vida, a trabalhar, respeitar as leis sociais.
Mas se alcançamos o ponto de enviar veículos ao espaço e produzir computadores e a Internet, porque não somos capazes de produzir ou encontrar um habitat ou uma forma de vida cujas existências tenham ao menos uma duração mais longa, torcendo que ela nos conduza finalmente a produzir um sentido logico e aceitável, para a nossa existência?
Ao invés de Deus e todas estas outras teorias que geram fantasias para esquecer a nossa realidade, a Historia neste vídeo aponta firmemente numa direcao: o mundo é governado pelo Acaso Absoluto. Mas a Historia deste mundo é de 13,8 bilhões de anos e num espaço trilhões de vezes maior que o deste planeta e não apenas os 4,5 bilhões neste pequenino ponto perdido na imensidão cósmica. Então, que este sentido existencial extraído da Historia deste planeta pode indicar algo parecido para a Historia do mundo, é um salto temerário e confiar nele, é preciso um voto de fé, o que já sai fora do racional.
A Historia do mundo sugerida pelos meus modelos teóricos  que inclusive sugere uma diferente formação para este planeta do que esta versão no vídeo – sugere um sentido para nossa existência que apenas eu tenho defendido entre todos os humanos nascidos até hoje. A Historia deste mundo tem sido a historia das transformações e evolução, do simples para o mais complexo, de um único sistema natural. Ele surgiu como sistema atômico, evoluiu para sistema estelar, depois galáctico, depois celular e seu topo hoje aqui e agora é o sistema corpo humano. Por 13,8 bilhões de anos esse sistema e sua linhagem de herdeiros sobreviveu a todos os eventos ao acaso. E desde o primeiro átomo até o ultimo humano, todas as formas deste sistema manteve algo intimo, comum a todos, que é uma formula, a qual denomino de Matrix/DNA. Porque o nosso DNA veio dessa formula que esta’ na base da formação de cada átomo, de cada galaxia, colocando estes sistemas como nossos ancestrais tal como são as bactérias. Nos somos a primeira forma desta formula onde emerge isso que denominamos “auto-consciência”. Esta parece ser a nova forma deste sistema universal a transcender a existência humana. E quando fomos mais fundo na investigação desta formula universal, descobrimos que sua primeira aparição neste Universo foi na forma de uma onda de luz. No meu website explico como uma onda de luz é um sistema funcional em si mesmo, e se propaga pelo mesmo processo do código da vida. Por outro lado, observando como as sinapses elétricas nos pensamentos “parecem” gerar uma “nuvem luminosa dentro de um black hole”, e nesta luz ocultada ocorrem as operações da consciência, estamos apostando que a luz da origem volta no final de nossos tempos, porem, agora, auto-consciente. Ora, se eu fosse um Deus criador de um multiverso ( um mundo com uma infinidade de universos), bastaria criar essa forma de luz e lança-la a todos os cantos do espaço. Os átomos, as galaxias, os humanos, e a auto-consciência já estavam determinados a existirem por esta simples formula. Ou então, fazer tudo sem magicas, ao natural, bastando que o meu genoma fosse esta forma de luz. Assim este Universo nada mais seria do que um Ovo Cósmico onde estaria ocorrendo um processo natural genético de reprodução do ser ou da coisa desconhecida que gera universos. nesse contexto, todas estas mudanças e movimentos do planeta e da galaxia seriam as mesmas que ocorrem na placenta, ou seja, fazem parte da formação do embrião, e não são produtos do acaso, nem de outra forma de magica. E eu estou apostando mais nessa hipótese do que nas hipóteses de Deus Magico e Acaso Magico. Mas assim somos nos, cada um com sua teoria para iludir sua inconformidade com a historia da realidade que acabamos de assistir. Não se esquecendo que tambem a historia neste video é uma teoria, ainda.