Archive for the ‘Evolução’ Category

Alem de qualquer racional dúvida: Evolução veio das sequências do DNA

sábado, junho 22nd, 2019

xxxxx

Ler este paper:

Beyond Reasonable Doubt: Evolution from DNA Sequences

https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0069924

Evolucao: Existe ou não existe? Sim… e não…

quinta-feira, junho 6th, 2019

xxxx

Questao postada no Peaceful Science e minha resposta:

https://discourse.peacefulscience.org/t/is-evolution-possible/6461

Generally speaking, the goal for me is not to argue against evolution, but to explore the possibility of it; even if evolution is possible or indeed true, scientists simply expect it to be true, and do not teach it in a way that satisfies my need for a simple, understandable and gapless understanding of the subject. This enrages me. If there is a gap in the theory, theach the gap, dammit. If there is no gap, do not put a gap there by not explaining som concepts simply because you think that they are too difficult for the general public. So that’s my thinking.

Louis_Morelli – Junho,06/19

Jet, are you really motivated by the sake of pure knowledge or are you interested in the debate evolution x creationism and already have a preference?
If you are interested in the debate I am out. If in the curiosity about evolution or not evolution, I could continuing here.
There are other theories about the real natural phenomena of evolution, besides Darwinism. For instance, Matrix/DNA Theory. As something totally new that nobody else knows, ir is very complex, so, we need begin by picturing the world view that suggested this interpretation about evolution.

First of all, there is evolution for an observer standing inside the Universe and there is no evolution for an observer standing outside the Universe. In this Universe is occurring a universal process of reproduction, of the unknown thing that produced the Universe. All reproductive processes are composed by smalls steps, which are evolutionary steps. You see it at embryogenesis. So we really are watching a process of evolution, but when we arrive to the beginning – the Big Bang – or at the end, we discover that we were watching merely a process of reproduction.
How Matrix/DNA discovered it if we are inside? That’s a long history…

Debate evolução x inteligente design no Brasil e comentário da Matrix/DNA

quarta-feira, junho 5th, 2019

xxxxx

Neste vídeo inserimos nosso comentário copiado abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=-H-hZ1xyJbU

DEBATE IMPERDÍVEL Jovem Pan : Design (Eberlin) X Darwin (Fábio)

Comentário sob pseudônimo “Pablo Fonseca” em Junho – 5 – 19

Já está na hora do Brasil saber que nesse debate entrou uma terceira cosmovisão com diferente alternativa. Existe prévio design de todos os sistemas produzidos na natureza, desde o corpo humano ao primeiro átomo no Big Bang. Tudo ocorrendo naturalmente sem precisar de intervenção inteligente, como querem os materialistas. Porem, quando essa linhagem universal evolucionaria observa o momento e o alem do Big Bang, vê um gerador inteligente, com auto-consciência, como querem o pessoal do inteligente designer. Trata-se da Teoria da Matrix/DNA que apresenta modelos mostrando como o DNA biológico é meramente a continuidade de uma formula natural universal que existe também na essência de átomos e galaxias e suas origens coincidem com o Big Bang. O genoma de Deus? Assim os materialistas vão ganhar terreno nas escolas até a Ciência chegar no Big Bang porque os criacionistas tem a mente muito pequena e com isso imaginam um Deus demasiado pequeno e pobre em recursos inteligentes.

O debate evolução versus design inteligente e o ensino da evolução biológica (PDF)

terça-feira, junho 4th, 2019

xxxxx

Ler este importante PDF

O debate evolução versus design inteligente e o ensino da evolução biológica

https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/21430/1/SilviaReginaGroto_TESE.pdf

Olavo de Carvalho comenta Hawking e Darwin e a Matrix/DNA responde

terça-feira, junho 4th, 2019

xxxxx

Minha resposta, sob pseudônimo de Pablo Fonseca, vai copiada abaixo:

Hawkings foi desviado da Razão Universal devido sua doença ter interrompido seus sensores biológicos e substituídos pelos sensores mecânicos ligados a um cérebro eletromecânico que foi abduzido pelo sistema mecanicista astronômico que assim interpretou o Universo como uma maquina. Newton foi influenciado pelas teorias esotéricas as quais foram elaboradas por um cérebro humano recém formado e portanto virgem que era povoado por flashes da memoria dos nossos antepassados astronômicos e atômicos, portanto estas teorias sugeriam a verdadeira mecânica astronômica. Darwin não abordou a real evolução natural que é universal, apenas estudou a evolução biológica. Mecanismos vindos desde a evolução cosmológica, como entropia, auto-reciclagem que se torna perpetuação de especies biológicas, equilíbrio termodinâmico, que ainda atuam e se somam aos mecanismos de Darwin revelam que a evolução natural enquanto universal e muito mais complexa do que os darwinistas pensam que sabem. A nova cosmovisão chamada Matrix/DNA decifra este mundo natural de forma surpreendente e muito mais racionalmente natural.

Evolucao Reversa (Reverse Evolution):Importante PDF para no Livro justificar sensores de Austriak como semi-símio

terça-feira, maio 28th, 2019

xxxxx

http://www.usdbiology.com/porter/PDF’s/portertree03.pdf

Lost along the way: the significance of evolution in reverse

Megan L. Porter1 and Keith A. Crandall1,2

Genoma do tubarão branco é decodificado – com informacoes para Matrix/DNA

terça-feira, abril 23rd, 2019

xxxxx

https://www.pnas.org/content/116/10/4446

https://socientifica.com.br/2019/04/20/selecionamos-os-maiores-avancos-cientificos-de-2019-ate-agora/

Em 18 de fevereiro de 2019, cientistas anunciaram que terminaram a decodificar o genoma do tubarão branco (Carcharodon carcharias). Como o maior peixe predador da Terra, o sucesso evolutivo dos tubarões sugere uma riqueza de informações genéticas possíveis, desde o aumento da cicatrização de feridas até uma notável tolerância a danos no DNA. Ao dizer isso, não podemos perder de vista que os tubarões evoluíram do resto do reino animal há 400 milhões de anos, antes mesmo que os primeiros anfíbios aventureiros deixassem os oceanos para terra seca. As adaptações genéticas que esses animais vêm desenvolvendo contidas em seus DNA, que os cientistas agora decodificaram, oferecem muitas possibilidades no mundo da saúde e da medicina. Com toda essa informação genética, revelou o estudo, o grande tubarão branco tem um genoma 1,5 vezes maior do que o de humanos.

PNAS: Sharks show a limited repertoire of olfactory genes but an expanded vomeronasal (VR2) gene family, suggesting an alternative mechanism underlying their vaunted sense of smell. ( Qual pode ser um mecanismo alternativo do olfato comum maritimo?)

The 4.63-Gbp white shark genome contains 24,520 predicted genes, and has a repeat content of 58.5%

 

 

The Third Way: Criticas a Teoria da Evolução

sexta-feira, abril 19th, 2019

xxxxx

A descoberta deste movimento começou por este artigo:

https://evolutionnews.org/2014/05/a_group_of_darw/

A Group of Darwin-Skeptical Scientists Seeking a "Third Way" in Biology Have Launched a New Website; Welcome to Them!

A partir daqui começa a pesquisa ( no search do Google, no website Third Way e todos os itens com critica ‘a teoria)

xxxxx

Lendo:

https://thefederalist.com/2019/04/16/one-third-biologists-now-question-darwinism/

Why One-Third Of Biologists Now Question Darwinism

At its most specific level of the common descent of all life on earth from a single ancestor via undirected mutation and natural selection, many legitimately question evolutionary theory as it stands.

Matrix/DNA: O mais especifico nível “da comum descendência de toda a vida na Terra desde um simples e único ancestral via mutações não-dirigidas e seleção natural”, muitos cientistas questionam a teoria da evolução neste item.

Para nos não tem este problema pois a nossa teoria sugere que a evolução e dirigida e explica como.

 

xxxx

Expelled: No Intelligency Allowed (video)

xxxxxx

No lido ainda

NATURE:

Does evolutionary theory need a rethink?

https://www.nature.com/news/does-evolutionary-theory-need-a-rethink-1.16080

Paper com Controversia entre cientistas:

YES, URGENTLY — Kevin Laland and colleagues

NO, ALL IS WELL — Gregory A. Wray

“… extended evolutionary synthesis (EES),  is a new vision for to flesh out  structure, assumptions and predictions of evolutionary theory. In essence, this synthesis maintains that important drivers of evolution, ones that cannot be reduced to genes, must be woven into the very fabric of evolutionary theory. We hold that organisms are constructed in development, not simply ‘programmed’ to develop by genes. Living things do not evolve to fit into pre-existing environments, but co-construct and coevolve with their environments, in the process changing the structure of ecosystems.

Matrix/DNA: ” Organismos sao construidos durante seu desenvolvimento, nao simplesmente programados a desenvolver pelos genes. Seres vivos nao evoluem para se encaixarem em pre-existentes ambientes, mas co-constroem e se desenvolvem com seus ambientes, neste processo mudando a estrutura dos ecossistemas.

A nossa teoria aceita e preve isso. As mudancas no ambiente podem ser causadas por tres motivos: 1) Os sistemas astronomicos se desenvolvem pelo processo do ciclo vital, o qual vi mudando a forma do ambiente; 2) Fotons vindos de radiacao estelar ou cosmica podem penetrar eletrons dos atomos de seres vivos. Se novos fotons vem de camadas mais ou menos evoluidasdo que os atuais existentes aqui, podem mudar a estrutura dos ambientes; 3) Acao humana e de outros seres vivos. Ocorre a interacao entre os bits-informacao (fotons, ou pacotes deles) do meio ambiente e dos seres vivos, causando mutacoes enquanto o organismo esta sendo formado.

The number of biologists calling for change in how evolution is conceptualized is growing rapidly. Strong support comes from allied disciplines, particularly developmental biology, but also genomics, epigenetics, ecology and social science12. We contend that evolutionary biology needs revision if it is to benefit fully from these other disciplines. The data supporting our position gets stronger every day.

Yet the mere mention of the EES often evokes an emotional, even hostile, reaction among evolutionary biologists. Too often, vital discussions descend into acrimony, with accusations of muddle or misrepresentation. Perhaps haunted by the spectre of intelligent design, evolutionary biologists wish to show a united front to those hostile to science. Some might fear that they will receive less funding and recognition if outsiders — such as physiologists or developmental biologists — flood into their field. However, another factor is more important: many conventional evolutionary biologists study the processes that we claim are neglected, but they comprehend them very differently (see ‘No, all is well’). This is no storm in an academic tearoom, it is a struggle for the very soul of the discipline.

Matrix/DNA: Os motivos pelos quais os biologos evolucionistas conservadores reagem com irritacao a mudancas na teoria e a teorias alternativas podem ser: 1) porque estao alertados pelo espectro do Intelligent Designer e creem que devem se unirem fortemente contra aqules que sao hostis a ciencia; 2) Receiam que receberao menos fundos e reconhecimento dos que nao sao da area, como fisiologistas ou biologos desenvolvimentais, e estes podem invadirem sua área; 3) Muitos biologos evolucionistas estudam os processos que nos criticamos como negligenciados, mas eles compreendem estes processos de maneira diferente. Iso nao precisa ser uma tempestade dentro de uma sala de cha academica, mas e um emperramento para a intimadade da disciplina.

Por isso o ataque agressivo quando exponho a teoria da Matrix/DNA.

The core of current evolutionary theory was forged in the 1930s and 1940s. It combined natural selection, genetics and other fields into a consensus about how evolution occurs. This ‘modern synthesis’ allowed the evolutionary process to be described mathematically as frequencies of genetic variants in a population change over time — as, for instance, in the spread of genetic resistance to the myxoma virus in rabbits. In the decades since, evolutionary biology has incorporated developments consistent with the tenets of the modern synthesis. One such is ‘neutral theory’, which emphasizes random events in evolution. However, standard evolutionary theory (SET) largely retains the same assumptions as the original modern synthesis, which continues to channel how people think about evolution.

Matrix/DNA: A “Modern Synthesis foi elaborada nos anos 1930 e 1940. Com os novos dados depois de entao, foi mudada para a “SET – Standard Evolutionary Theory”. Mas a SET ainda mantem largamente as mesmas conclusoes da Modern Synthesis.

The story that SET tells is simple: new variation arises through random genetic mutation; inheritance occurs through DNA; and natural selection is the sole cause of adaptation, the process by which organisms become well-suited to their environments. In this view, the complexity of biological development — the changes that occur as an organism grows and ages — are of secondary, even minor, importance.

Entao a SET – a mais recente reconstrucao da teoria – defende que: 1) novas variacoes surgem atraves de mutacoes geneticas ao acaso (V de Variation); hereditariedade ocorre atraves do DNA (I de Inheritance); e, 3) Natural selecao e a unica causa da adaptacao, o processo pelo qual os organismos se tornam bem encaixados ou sintonizados aosseus ambientes.

Os cientistas insatisfeitos defendem que a complexidade do desenvolvimento biologico – as mudancas que ocorrem enquanto um organismo cresce e se torna mais idoso, sao desprezadas pela SET, como de secundaria importancia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma grande vantagem da Matrix/DNA sobre a evolução universal

segunda-feira, abril 15th, 2019

xxxxx

Vamos supor um filme documentário de uma hora sobre a historia do Universo.

Agora vamos dividir a fita deste filme em 60 pedaços, cada um correspondendo a um minuto do filme. Vamos chamar cada pedaço de “variável” ( no método científico, uma variável é um fato que pode mudar de acordo com os ambientes, circunstancias, etc. Por exemplo, cada uma das based do DNA é chamada de variável).

Então a fita está dividida em 60 variáveis. Agora vamos supor que você nunca viu o filme e eu lhe dou apenas 4 pedaços, 4 variáveis e peço para você montar o quebra-cabeças, ou seja, monte um filme igual ao original. Claro que você não vai conseguir, pois tendo apenas 4 minutos sendo cada um aleatório de diferentes partes, não pode dar ideia sobre o que é o filme inteiro. Depois de muito pensar você pode montar um filme em que se encaixe os 4 pedaços, e esta será sua “teoria” sobre o que deve ser o filme.

Quando fiz esta experiência, pensei que um pedaço mostrando uma supernova explodindo era um ovo sendo quebrado, que o campo gravitacional de uma estrela era a asa de uma galinha, e meu filme final ficou sendo a história da galinha e  o ovo. Nada tinha a ver com o filme original.

Assim é a teoria do Big Bang. Tendo apenas 4 variáveis ( a cosmic wave background, a curvatura da luz, a expansão do Universo, e… não me lembro agora a quarta ), tentaram montar o filme dinâmico da História do Universo. Estas 4 variáveis levaram-nos a uma hipotética origem começando com uma grande explosão, a história toda se desenrolando ao sabor do acaso, etc.

Sera que montaram algo parecido com a real Historia do Universo ou algo como a historia da galinha e  o ovo, que nada tem a ver?

Eu tentei montar este filme com um método diferente. Partindo do pressuposto que tudo o que o Universo produziu e que podemos conhecer de fato hoje, foi por uma longa cadeia de causas e efeitos de 13,8 bilhões de anos, sem nenhuma interferência sobrenatural, eu desenhei tudo isso que pude em pedaços de papel e espalhei-os sobre o terreiro de cimento onde meu avô secava e rastelava os grãos de café ao sol, aproveitando um periodo entre safras. Lá estava o desenho de uma mitocôndria, de um chifre de cavalo… quero dizer… de uma vaca, a folha da jabuticabeira, o rabo do esquilo perto do rabo do macaco, a segunda lei da termodinamica, o átomo de tungstênio, o coitado do rebaixado Plutão, a tal cosmic wave background, etc., e etc. Por cima contei uns 1.500 papeis. Continuei por semanas fazendo mais papeis, pois sempre lembrava de novos fatos, eventos, fenomenos naturais que eram importantes, influenciaram na historia, nao podiam ser esquecidos. La ia pelos 3.000 papeis…

Então andava no meio deste terreiro olhando para os papéis no piso. Aí peguei o rastelo do meu avô mais uma pá e carreguei todos estes papéis pondo na caixa de cimento vazia que estava ao lado do terreiro. Fiz uns cálculos, cheguei ao número seis, peguei giz e rabisquei o chão separando o terreiro em seis retângulos. Pequei tábuas velhas da casa que meu avô havia desmanchado e as fixei acima das linhas de giz fazendo seis caixas separadas. Eu não queria que o vento levasse os papéis de um retângulo para outro.

Então pegava da caixa de cimento um punhado de papéis e olhava um por um, se era átomo ou organela de célula, ou órgão de organismo, etc., e colocava em caixas específicas. Assim separei a evolução universal em seis quadros, seis momentos históricos. Aí chegou a vez das varinhas. Se na casa das organelas tinha a mitocôndria, com certeza ela veio da evolução de algum principio que tinha de estar em algum daqueles papeis que estavam na casa do estado do mundo antes de surgir as mitocôndrias. Obviamente este estado do mundo era composto por astros, galaxias. O que mais funcionava como uma mitocôndria no espaço sideral? O que tinha ali com cara de mitocôndria? E ribossomos… E achava o pulsar, funcionando igual mitocôndria, produzindo igual mitocôndria, então deve ser este o danado ancestral. Para fixar aquela conexão eu cortava uma varinha no tamanho da distância entre o pulsar numa casa e a mitocôndria na outra casa e deitava ali entre os dois a varinha. Acabei tendo uma rede, uma network complicada dos diabos, quase acabei com a mata do meu avô para conseguir as varinhas, enquanto depois do trabalho ele ia no terreiro ficava olhando aquilo curioso, mas ainda me incentivava.

Finalmente as varinhas deram a dinâmica ao filme, as figuras se tornaram ativas personagens e mudando de formas ao longo de toda a historia, entao montei o filme final, uma nova versão do filme da história do universo.

Se esta versão estiver mais correta que a versão do Big Bang deve-se ao fato que,  enquanto os teoristas do Big Bang começaram e fizeram o filme todo com apenas 4 variáveis, eu comecei com milhares de variáveis.

Apenas para citar um exemplo, hoje ainda a Teoria da Evolução ( mesmo depois de milhares de remendos feitos na teoria do Darwin) esta apresentando muitos buracos. Estes buracos não existem na minha teoria da evolução, eles foram preenchidos e explicados. isto porque Darwin montou a teoria com apenas três variáveis – Variação, Seleção e,  Hereditariedade – enquanto eu encontrei na evolução cosmológica mais 4 variáveis. Então montei a teoria com sete variáveis, em situação mais favorecida que Darwin.

Quanto menos variáveis você tiver, mais difícil será calcular o filme inteiro. Uma variável apenas a mais, já ajuda muito. Imagina milhares de variáveis a mais…

Agora, cá entre nos… quando nos conscientizamos da inimaginável imensidão deste Universo, com um trilhão de galáxias cada uma com 100 bilhões de estrelas, e tudo isso rodando durante 13,8 bilhões de anos, um tempo que cérebro nenhum consegue processar, eu pergunto: Quantas variáveis, quantas evidencias, serão necessárias para montar a real Historia deste Universo?

Eu chutaria umas cem bilhões de variáveis, apenas para calcular algo próximo da historia real. Por isso não posso acreditar na minha versão desta história, feita com apenas miseras 3,000 variáveis. O que não me entra na pchuluca da minha ideia e como estes caras, com apenas 4 variáveis, criaram tanta fé na sua versão desta história!

  • ” Mas… mas se não se pode acreditar em nenhuma versão da Historia do Universo, porque você botou tanto trabalho para fazer uma?”
  • ” Well… por dois motivos principais: Primeiro, justamente para me vacinar contra a fé, que fecha as mentes ‘a busca de mais conhecimentos, a criatividade, etc. Se fosse educado num ambiente acadêmico certamente esta teria entrado e dominado minha mente como uma doutrina, e tendo uma outra diferente versão, eu fico suspeitando sem ser doutrinado; Segundo porque as teorias tem ajudado muito no desenvolvimento do nosso conhecimento. Teorias sugerem, nos iluminam a fazer experiencias que sem elas nunca sequer imaginaríamos. Por exemplo, o Einstein teorizou que a luz distante de uma estrela deveria se curvar ao passar perto de um astro. Então alguns pesquisadores por causa dessa teoria montaram uma aparelhagem de observação numa eclipse solar e constaram a tal luz se encurvando. isto pode ter muitas aplicações em tecnologias, mas se não houvesse uma teoria, jamais teria sido descoberto. Outro caso foi a teoria de que deveria existir uma ressonância de fundo como uma especie de eco do Big Bang. Tipo de teoria que geralmente entra por um ouvido e sai pelo outro, não teria qualquer aplicação prática, mas é curiosa e isto fica memorizado na mente do leitor. Vai daí que certo dia engenheiros da telefônica estavam pesquisando as origens de ruídos nas linhas, detectaram um ruido vindo de longe… Se não tivessem lido a teoria, este ruido seria esquecido, como algo inevitável da natureza sem explicação, mas a teoria levantou e deu realce ao ruído, e aplicou-se a várias outras pesquisas e mais teorias, etc. Eu acho que não perdi meu tempo. Minha teoria geral esta falando de milhares de coisas que nunca se pensou e um dia uma destas coisas pode ajudar em mais um pequeno passo na grande senda conhecimento humano.

E se alguém tem curiosidade sobre como esta fé acadêmica esta funcionando, veja o vídeo no outro artigo seguinte.

 

 

As origens e evolucao da classe media

quarta-feira, abril 3rd, 2019

xxxxx

Evolucao?

Evolucao?

 

Se nos descendemos de lobos, porque entao ainda existem lobos?
Fico pensando nos primeiros humanos que iniciaram a domesticacao de lobos. Porque e para que fizeram isso? pensei numa explicacao, mas ano tenho certeza. Acho que foi puro instinto herdado dos animais se transformando em intelligences humana. Pois os lobos ajudavam e eram permitidos existirem pelos leoes, porque rondavam os limites do territorio do leao e assim suas presas ovelhas não iam long, não escapavam com medo dos lobos. Os humanos notaram essa ajuda quando criavam cabras e gado. E tiveram a ideia de que se os lobos se tornassem amigos, podiam fazer melhor seu trabalho de capatazes, e em paga sempre ganhariam da carne das ovelhas. ASSIM NASCEU A CLASSE MEDIA.
– PREDADORES