Arquivo para a ‘Doenças’ Categoria

Porque os Cruéis São Cruéis: Defeito no Cérebro, Neurologia Explica

quarta-feira, setembro | 25 | 2013

(Artigo ainda em Construção)

A neurological basis for the lack of empathy in psychopaths

Quando uma pessoa normal vê outra sendo torturada sob terrível dor, as imagens do cérebro mostram uma área sendo altamente ativada, e a isso – a sensibilidade de sentir a dor dos outros como se fosse nossa mesmo – se chama “empatia”. Mas indivíduos que estão presos por ter cometido crimes cruéis, mostram o cérebro nesta região sem qualquer alteração  Ate pelo contrario, o cérebro deles é ativado numa outra região ligada ao prazer! Monstros? Doentes mentais? Vou levar um para casa para estudar ele direitinho…

O assunto é muito interessante com valiosas informações sobre o que é e como funciona o cérebro,  tanto que vou copiar o artigo inteiro aqui para analisar tudo sob a ótica da formula da Matrix/DNA. Quero saber o que deu de errado na passagem ou involução do nosso ancestral sistema astronômico que é um sistema como uma maquina perfeita, ate chegar nessas anomalias do sistema cerebral. Talvez o jeito de consertar o cérebro destes caras é mesmo usando martelo, marreta e pé de cabra, para colocar algumas peças no lugar.

http://www.eurekalert.org/pub_releases/2013-09/f-anb092313.php

Public release date: 24-Sep-2013

Prof Jean Decety -Department of Psychology and Department of Psychiatry and Behavioral Neuroscience
University of Chicago, USA

Caption: This is response in the right amygdala across groups of low (L), medium (M) and high (H) psychopathy participants, when they adopted an imagine-self and an imagine-other affective perspective while viewing bodily injuries. Groupwise effects (bars at the bottom of the figure) are expanded to show the contribution of continuous PCL-R subscores on factor 1, which encompasses the emotional/interpersonal features of psychopathy.

- – - – - – - – - – - – - – - – - – - – -

When individuals with psychopathy imagine others in pain, brain areas necessary for feeling empathy and concern for others fail to become active and be connected to other important regions involved in affective processing and decision-making, reports a study published in the open-access journal Frontiers in Human Neuroscience.

Psychopathy is a personality disorder characterized by a lack of empathy and remorse, shallow affect, glibness, manipulation and callousness. Previous research indicates that the rate of psychopathy in prisons is around 23%, greater than the average population which is around 1%.

To better understand the neurological basis of empathy dysfunction in psychopaths, neuroscientists used functional magnetic resonance imaging (fMRI) on the brains of 121 inmates of a medium-security prison in the USA.

Participants were shown visual scenarios illustrating physical pain, such as a finger caught between a door, or a toe caught under a heavy object. They were by turns invited to imagine that this accident happened to themselves, or somebody else. They were also shown control images that did not depict any painful situation, for example a hand on a doorknob.

Participants were assessed with the widely used PCL-R, a diagnostic tool to identify their degree of psychopathic tendencies. Based on this assessment, the participants were then divided in three groups of approximately 40 individuals each: highly, moderately, and weakly psychopathic.

When highly psychopathic participants imagined pain to themselves, they showed a typical neural response within the brain regions involved in empathy for pain, including the anterior insula, the anterior midcingulate cortex, somatosensory cortex, and the right amygdala. The increase in brain activity in these regions was unusually pronounced, suggesting that psychopathic people are sensitive to the thought of pain.

But when participants imagined pain to others, these regions failed to become active in high psychopaths. Moreover, psychopaths showed an increased response in the ventral striatum, an area known to be involved in pleasure, when imagining others in pain.

This atypical activation combined with a negative functional connectivity between the insula and the ventromedial prefrontal cortex may suggest that individuals with high scores on psychopathy actually enjoyed imagining pain inflicted on others and did not care for them. The ventromedial prefrontal cortex is a region that plays a critical role in empathetic decision-making, such as caring for the wellbeing of others.

Taken together, this atypical pattern of activation and effective connectivity associated with perspective taking manipulations may inform intervention programs in a domain where therapeutic pessimism is more the rule than the exception. Altered connectivity may constitute novel targets for intervention. Imagining oneself in pain or in distress may trigger a stronger affective reaction than imagining what another person would feel, and this could be used with some psychopaths in cognitive-behavior therapies as a kick-starting technique, write the authors.

xxxxx

Pesquisa:

anterior insula

anterior midcingulate cortex

somatosensory cortex

right amygdala

ventral striatum

ventromedial prefrontal cortex

xxxxxxx

Anterior Insula

Cancer, Oncogenes: Brilhante Artigo do P.Z. Myers no Pharyingula

domingo, setembro | 22 | 2013

(Artigo sob construcao)

What are oncogenes?

http://scienceblogs.com/pharyngula/2013/09/21/16271/

Pharyngula

Posted by PZ Myers on September 21, 2013

 

http://scienceblogs.com/pharyngula/2013/09/21/16271/#comment-836408

New York City

September 22, 2013

Cancer is a problem of system’s identity and the solution lays on studying the evolutionary history of natural systems. At ” The Universal Matrix/DNA of Natural Systems and Life Cycles Theory” I have suggested a model of perfect closed system which must be the building block of this astronomic/atomic system that created biological systems like humans. As you can see in the formula, the ancestral creator of cell’s systems is not eternal because entropy, so it is fragmented, dying. But it recycles itself and this is the meaning of its existence, birth, death, birth. The final result and whole cancer process seems to me related and caused here. Observing the formula, the identity of that system searches thermodynamic equilibrium for its space/mass/particles aspect and maximum high speed for its time/energy/wave counterpart. The more high speed more recycling and pleasure, which is ancestral of sexual orgasm. Then, it must be something related to human body system’identity, a wrong psychological state. I had no time yet for studying this issue of cancer upon the Matrix/DNA formula, it becomes difficult because cells are opened systems derived from an initial closed system, but you can see a suggestion at my website’s home page how the formula driven the cholesterol circuit in wrong way. I know that mine seems a weird idea but, since that all approaches used till now did not get the elimination of cancer, I think any other approach must be considered.

Localizando a Formula da Matrix/DNA no Sistema Corpo Humano

segunda-feira, setembro | 16 | 2013

 

Mao pela Reflexologia e a Formula da Matrix

 

A Matrix primeiro criou o corpo biológico ao longo da evolução depois que a primeira célula se multiplicou e possibilitou a emergência dos multi-celulares. No meio destes corpos primitivos foi surgindo um sistema nervoso, o qual continha a identidade do sistema. Posteriormente deste sistema nervoso a Matrix criou um novo sistema mais complexo que é o cérebro. Cada órgão do corpo humano, localizado no tórax e quadris, deve corresponder a cada organela do sistema celular, assim como cada organela deve corresponder a cada grupo de moléculas que compõem a unidade de informação do DNA, que é um par horizontal de nucleotideos contendo as bases nitrogenadas e o açúcar nas hastes. E cada parte dessa unidade de informação corresponde a cada Função Universal Sistêmica na Formula da Matrix.

O problema agora é identificar no corpo humano qual órgão corresponde a qual função sistêmica. Como disse o grande Vaclav Havel ” a nossa Ciência conseguiu penetrar nos mais recônditos e microscópicos pontos do corpo humano, conhecemos muito sobre atomos, moleculas, células, órgãos… mas… no entanto, doenças milenares como o cancer, a diabete, etc., continuam a matar milhões de humanos. Isto deve ser porque algo esta nos escapando…” E na minha opinião o que esta faltando é o conhecimento do corpo como sistema, como um todo, pois parece-me que aquela identidade invisível dos sistemas que esta causando estas doenças. E se a teoria da Matrix/DNA estiver correta, com a sua formula temos uma grande oportunidade de finalmente alcançar este conhecimento. E eliminar estas doenças. Portanto o beneficio para a Humanidade seria gigantesco, o que justifica nosso esforço tentando qualquer possibilidade.

Na figura acima temos um quadro fornecido pela “reflexologia”, da qual nada sei, mas suspeito que se trata de algo feito com base na filosofia oriental, que relata coisas como chacras, pontos energéticos da acupuntura, etc. Se o mapa acima tiver fundamento, o nosso trabalho se torna facil. Observe, por exemplo que, se localizar-mos a F1 onde esta a figura uterina, a coisa começa a fazer sentido. O intestino bem acima realmente preenche a ideia da formula da Matriz com a F7, onde se depositam os dejetos do cadáver. A posição do coração vai bater exatamente na posição da F4 – pulsar, o órgão masculino que ejeta, bombeia, magmas vulcânicos, de onde pode ter vindo o coração como uma bomba ejetando o sangue.

Vou agora fazer uma pesquisa melhor do que é “reflexologia”, pois o mapa acima parece merecer credito.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Reflexoterapia

Reflexoterapia é a utilização terapêutica da Reflexologia. É uma técnica de tratamento por meio de estímulos em uma área reflexa. Reflexologia é o estudo das delimitações destas áreas, assim como as suas funções e ações diante das patologias humanas. É um dos recursos da medicina natural, holística, ou medicina complementar, antigamente conhecida como medicina alternativa, mas também considerado como Pseudociência. Em 2009 uma revisão sistemática de experimentos aleatórios controlados concluiu que “A melhor evidencia existente até o momento não demonstra que a reflexologia é eficaz no tratamento de qualquer condição médica”.

Do In, de origem japonesa, e o Tui Na, de origem chinesa, incluem princípios de Reflexoterapia como estes entre seus tratamentos. Não há consenso entre os reflexologistas sobre como a reflexologia deve funcionar, a idéia unificada é que algumas áreas no pé correspondem à áreas do corpo, e que manipulando-as pode melhorar a saúde através do “chi”. Uma suposta explicação é que a pressão recebida pelo pé (ou outra parte do corpo) pode enviar sinais que “equilibram” o sistema nervoso ou que liberam quimicas como a endorfina que reduz o stress e dores.2 Estas hipoteses são rejeitadas pela grande maioria da comunidade médica, a qual cita a falta de evidência científica e a bem estudada Teoria do Germe da Doença.

1. Pituitary 2. Neck 3. Side of head and Brain 4. Top of head and Brain 5. Sinus 6. Eye 7. Eustachian tube 8. Ear 9. Thyroid 10. Lung 11. Heart 12. Solar Plexus 13. Liver 14. Spleen 15. Stomach and Pancreas 16. Small Intestine 17. Colon 18. Bladder 19. Ureter tube 20. Kidney 21. Adrenal 22. Shoulder 23. Ovary/testes. 24. Sciatic Nerve

Ficheiro:Reflexology of the Hand.JPG

 

Áreas reflexas

As principais áreas reflexas trabalhadas são: as mãos (reflexo palmar); os pés (reflexo podal); as orelhas (reflexo auricular); a coluna (reflexo vertebral); a face (reflexo facial); e o crânio (reflexo cranial); a boca reflexo (bocal)

Nas mãos

O mesmo princípio se aplicaria às mãos. Nas mãos e nos pés, a região mais próxima à ponta dos dedos corresponderia à cabeça e a região mais próxima ao pulso e ao tornozelo à região do quadril.

Nos pés

Os praticantes desta técnica acreditam que existem pontos nos pés que refletem a situação da saúde do corpo humano por inteiro. Por isto, estimulam-se estas áreas para aliviar dores, distúrbios orgânicos, emocionais (leves) e de várias partes do corpo, gerando assim um grande equilíbrio corporal, da maneira mais simples possível.

Sir William Osler (n. 12 de Julho, 1849 – f. 29 de Dezembro, 1919) médico canadense, sendo um dos ícones da medicina moderna, chamado por vezes de “pai” dela, era um conhecedor e defensor da Reflexologia Podal, tendo um dia afirmado que: “Quando os nervos dos olhos e dos pés forem corretamente entendidos, haverá menos necessidade de intervenções cirúrgicas”

Críticas

A crítica mais comum contra a reflexologia é a falta de evidências para a afirmação de seus efeitos, ou de qualquer base científica ou demonstrativo para as suas teorias. Assim como outraspseudociências sem qualquer efeito provado além de placebo, se seus pacientes dependerem apenas dela ou até rejeitar tratamentos médicos efetivos, aumenta o risco de saúde do paciente.

A afirmação que a reflexologia pode manipular energia(Ki ou chi) sempre foi extremamente controversa, já que não há nenhuma evidência científica mostrando a existência desta energia(´Ki´, ´balanço de energia´,´estruturas cristalinas´ ou ´meridianos´) no corpo.

DEFINICOES DO TEXTO:

do-in serve-se dos mesmos pontos utilizados na acupuntura para tratar e prevenir distúrbios e enfermidades no corpo, restaurando, segundo os conceitos damedicina chinesa tradicional, o fluxo da energia Ki, onde esta tenha sofrido bloqueios ou desequilíbrios.

Tui Na 推拏 ou 推拿 (também grafado tuiná), é uma forma de massagem chinesa frequentemente utilizada junto com outras técnicas terapeuticas daMedicina Tradicional Chinesa, como a acupunturamoxabustãofitoterapia chinesa e qigong.

Qi (também grafado como ch’i na romanização Wade-Giles ou ki na romanização do japonês), é um conceito fundamental da cultura tradicional chinesa. O termo pode ser associado de um modo bem amplo ao conceito ocidental de energia: diferentes ideogramas com este mesmo som representam em chinês a energia dos alimentos, do ar e a energia pré-natal

xxxxxXXXXXX

Agora ver o mapa acima da mão ampliado. Procurar mais da imagens da mão no Google. Trazer para cá imagem do corpo humano mostrando localização e função dos órgãos.

 

Doenças mentais/Cultura Virtual: Síntese de Pesquisas, Artigos

domingo, junho | 23 | 2013

Por enquanto, minha interpretação das formulas da Matrix/DNA estão indicando que as doenças mentais são causadas pela imposição social de uma configuração cerebral no cérebro humano que naturalmente tenderia a criar sua própria configuração. Esta artificial configuração vem da cultura milenar virtual elaborada pelos dominantes para escravizar psicologicamente as massas e pela seleção e discriminação mecânica dos dados científicos obtidos apenas por sensores mecânicos, criando uma visão de mundo que pega a rodos, dominados e dominantes.

- – - – - – - -

Ver meu artigo aqui e debate sobre este artigo:

Mental Illness: It’s Not in Your Genes - http://bigthink.com/devil-in-the-data/mental-illness-its-not-in-your-genes

Autism, schizophrenia, Alzheimer’s, ADHD, alcoholism, depression, are ailments “known” to have major genetic components.

The problem is, many neuropsychiatric ailments that are assumed to have a major genetic component don’t seem to have one.

(Wikipedia) Mental disorder

1* Paragrafo (Pesquisa dos nomes e depois parte para 2* paragrafo)

mental disorder or psychiatric disorder is a psychological pattern or anomaly, potentially reflected in behavior, that is generally associated with distress (suffering, sofrimento), or disability, and which is not considered part of normal development in a person’s culture. Mental disorders are generally defined by a combination of how a person feelsactsthinks or perceives. This may be associated with particular regions or functions of the brain or rest of the nervous system, often in a social context. The recognition and understanding of mental health conditions have changed over time and across cultures and there are still variations in definition, assessment and classification, although standard guideline criteria are widely used. In many cases, there appears to be a continuum between mental health and mental illness, making diagnosis complex.[1] According to the World Health Organisation(WHO), over a third of people in most countries report problems at some time in their life which meet criteria for diagnosis of one or more of the common types of mental disorder.

2*Paragrafo

The causes of mental disorders are varied and in some cases unclear, and theories may incorporate findings from a range of fieldsServices are based in psychiatric hospitals or in the community, and assessments are carried out by psychiatristsclinical psychologists and clinical social workers, using various methods but often relying on observation and questioning. Clinical treatments are provided by various mental health professionalsPsychotherapy and psychiatric medication are two major treatment options, as are social interventions, peer support and self-help. In a minority of cases there might be involuntary detention or involuntary treatment, where legislation allows. Stigma and discrimination can add to the suffering and disability associated with mental disorders (or with being diagnosed or judged as having a mental disorder), leading to various social movements attempting to increase understanding and challenge social exclusion. Prevention is now appearing in some mental health strategies.

3* Paragrafo

Classifications

The definition and classification of mental disorders is a key issue for researchers as well as service providers and those who may be diagnosed. Most international clinical documents use the term mental “disorder”, while “illness” is also common. It has been noted that using the term “mental” (i.e., of the mind) is not necessarily meant to imply separateness from brain or body.

There are currently two widely established systems that classify mental disorders;

Both these list categories of disorder and provide standardized criteria for diagnosis. They have deliberately converged their codes in recent revisions so that the manuals are often broadly comparable, although significant differences remain. Other classification schemes may be used in non-western cultures, for example the Chinese Classification of Mental Disorders, and other manuals may be used by those of alternative theoretical persuasions, for example the Psychodynamic Diagnostic Manual. In general, mental disorders are classified separately from neurological disorderslearning disabilities or mental retardation.

Unlike the DSM and ICD, some approaches are not based on identifying distinct categories of disorder using dichotomous symptom profiles intended to separate the abnormal from the normal. There is significant scientific debate about the relative merits of categorical versus such non-categorical (or hybrid) schemes, also known as continuum or dimensional models. A spectrum approach may incorporate elements of both.

In the scientific and academic literature on the definition or classification of mental disorder, one extreme argues that it is entirely a matter of value judgements (including of what is normal) while another proposes that it is or could be entirely objective and scientific (including by reference to statistical norms).[3] Common hybrid views argue that the concept of mental disorder is objective even if only a “fuzzy prototype” that can never be precisely defined, or conversely that the concept always involves a mixture of scientific facts and subjective value judgments.[4] Although the diagnostic categories are referred to as ‘disorders’, they are presented as medical diseases, but are not validated in the same way as most medical diagnoses. Some neurologists argue that classification will only be reliable and valid when based on neurobiological features rather than clinical interview, while others suggest that the differing ideological and practical perspectives need to be better integrated.[5][6]

The DSM and ICD approach remains under attack both because of the implied causality model[7] and because some researchers believe it better to aim at underlying brain differences which can precede symptoms by many years.

Pesquisa: ICD-10 Chapter V: Mental and behavioural disorders - http://en.wikipedia.org/wiki/ICD-10_Chapter_V:_Mental_and_behavioural_disorders - The International Statistical Classification of Diseases and Related Health Problems 10th Revision (ICD-10) is a coding of diseases and signs, symptoms, abnormal findings, complaints, social circumstances and external causes of injury or diseases, as classified by the World Health Organization (WHO).[1] This page contains ICD-10 Chapter V: Mental and behavioural disorders.

(F00–F09) Organic, including symptomatic, mental disorders[edit]

 

4* Paragrafo:

- – - – - – -

Autism

 

Associação para Salvar Vidas no Amazonas Levando uma Planta, Artemisia Annua, e Ensinando a Fazer o Chá.

domingo, junho | 9 | 2013

Quem ai esta sabendo que existe uma substancia chamada “artemisinin”, constituinte de uma planta cujo nome cientifico é “artemisia annua”, que parece ser originaria da China onde se chama “qinghao”, e que esta sendo considerada a melhor prevenção e cura da malaria… Veja meu comentário abaixo postado num artigo da Discovery News.

Quem tem alguma informação no Brasil, como este pais esta lidando com isto, qual o nome desta planta em português, se esta planta pode ser produzida no Brasil, se o governo brasileiro esta levando esta planta e o ensino aos nativos da Amazonia de como fazer o chá…

Pois bem. Temos que verificar tudo isso, pois a malaria continua matando muita gente no Brasil. Eu quando estive no Amazonas peguei os dois tipos de malaria, a Falciparum e a Vivax, e posso dizer, é terrível! Estou vivo hoje não sei como! E não suporto a ideia de ver irmãos nossos, principalmente as crianças do Amazonas, sendo torturadas por esse flagelo. Qualquer minima coisa que possamos fazer para diminuir esse mal já sera uma grande ação humana. Vamos investigar isso, vamos pesquisar ai na Internet, vamos questionar os órgãos e funcionários públicos, onde tiver malaria tem que ter essa planta no quintal.

Ja dou aqui alguns links onde andei aprendendo isso:

Excellent Idea of the Day: Plants Fight Malaria

http://news.discovery.com/human/excellent-idea/wormwood-malaria-eid-121226.htm

NewsDiscovery –  EXCELLENT IDEA
DEC 26, 2012 03:00 AM ET // BY JESSE EMSPAK

Meu comentario postado no artigo:

TheMatrix/DNA

Como uma vitima da malaria na Amazônia, sou grato por Jesse estar trabalhando contra esta inimiga da Humanidade. Sua ideia me incentivou a lançar no meu website um convite para pessoas formarem uma associação para investigar urgente essa planta, o que os governos estão fazendo sobre ela, se existe possibilidade de planta-la no quintal de cada casa nas regiões afetadas e ensinar as famílias a fazerem dela um chá diário. Eu mesmo entraria na selva amazônica levando a planta aos nativos. Estive sete anos na selva fazendo pesquisas que resultou na formula teórica da Matrix/DNA a qual pode ajudar a compreender todos os fenômenos naturais, como agora vou pesquisar porque o vírus vai direto ao figado, qual a relação entre as células ou substancias do figado com o código genético do vírus. A formula da Matrix/DNA sugere uma nova visão sobre origem e função no ecossistema dos vírus, portanto temos a oportunidade de uma diferente abordagem do problema. A malaria é terrível. Eu peguei os dois tipos, Falciparum e Vivax, todos os dias a tarde a febre violenta me atacava, fiquei na selva onze dias apenas tomando liquido pois qualquer coisa que comia, vomitava fora, fui salvo graças a nativos que me levaram inconsciente para um hospital e apenas tres meses depois estava curado. Estou pesquisando essa planta e papers como este: Distribution of Artemisinin in Artemisia annua (PDF) pode ajudar a saber fazer o melhor chá das melhores partes da planta, e pesquisadores/cientistas como Jorge F.S.Ferreira, podem nos ajudar nessa missão  Realmente é muito triste entrar numa cabana de nativos na Amazônia e ver pessoas, inclusive crianças, definhando, sendo torturadas barbaramente por este vírus  morrendo aos poucos. Temos que fazer algo e urgente! Obrigado, Jesse…
Em Ingles:
As a victim of malaria in the Amazon, I am grateful for Jesse to be working against this enemy of mankind. His idea encouraged me to launch in my website an invitation for people to form an association to urgently investigate this plant, what governments are doing about it, if there is possibility to plant it in the backyard of every house in the affected areas and teach families to make it a daily tea. I even would go into the Amazon jungle leading this plant to the natives. I was seven years in the jungle doing research that resulted in the theoretical formula of the Matrix/DNA which can help us understand all natural phenomena, as I will now search for the cause that the virus goes straight to the liver, which are the relationship between the liver cells or substances with the genetic code of the virus. The formula of the Matrix/DNA suggests a new view on the origin and function of virus in the ecosystem, so, we have the opportunity for a different approach to the problem. Malaria is terrible. I picked up both types, Falciparum and Vivax, everyday afternoon the fever violently attacked me, I was in the jungle just about eleven days taking only liquid because coul not ate anything, and vomited out. I was saved thanks to the natives who took me to hospital unconscious and only three months after I was healed. I am researching this plant and papers like this: Distribution of Artemisinin in Artemisia annua (PDF), it may help to know to make the best tea of the best parts of the plant, and researchers/scientists like George F.S. Ferreira, can help us in this mission. Really is very sad when entering into a native hut on Amazon and see people, including children, languishing, being savagely tortured by this virus slowly dying. We have to do something urgently! Thanks, Jesse …
- – - – - – - – - – - – - – - – - – - -
Inicio desta Pesquisa:
- – - – - – - – - – - – - – - – - – - -
WIKIPEDIA
- – - – - – - – - – - – - – - – - – - – - -
Distribution of Artemisinin in Artemisia annua (PDF)

J.F.S. Ferreira and J. Janick. 1996. Distribution of artemisinin in Artemisia annua. p. 579-584. In: J. Janick (ed.), Progress in new crops. ASHS Press, Arlington, VA

- – - – - – - – - – - – - – -

Search Google por Jorge F.S. Ferreira ( portugues com varios papers publicados sobre estas pesquisas)

http://journalogy.net/Author/55211029

BRAZ J BIOL – Brazilian Journal of Biology
Publications: 1,067| Citation Count: 1,795 (Self-Citation: 16)
- – - – - – - – - – - – -

Minociclina (Cientistas descobrem a “pílula da desconfiança” contra mulheres bonitas)

sexta-feira, maio | 3 | 2013
Minocycline - Minociclina

Minocycline – Minociclina

 

http://hypescience.com/cientistas-descobrem-a-pilula-da-desconfianca-contra-mulheres-bonitas/

A noticia do link acima nos abriu uma nova hipótese para a Matrix/DNA ao observar-mos a formula da Minociclina ( um antibiotico). Cada hexagono atomico visto na formula é copia da formula para sistema fechado perfeito. Sendo a minoclina uma sequencia repetida de sistemas fechados, seria de se esperar que sua função, seu efeito, seja o de reforçar onde estiver a tendencia para sistema fechado.

Bem, a noticia revela que o homem que ingere minociclina torna-se mais racional a ponto de diminuir as chances de ele cair vitima do encanto de mulheres bonitas. A noticia apresenta sua fraca interpretação do porque isso acontece mas para quem conhece o mundo pela Matrix/DNA suspeita que a explicação é outra: a minociclina aumentaria o egoismo das pessoas, e com isso, os homens que a ingerem se fecham ao contacto e influencias externas. Seres humanos nasceram para serem sistemas físicos abertos, porem sob uma forca física material tentando dirigi-los para serem sistemas fechados, reproduzindo o grande ancestral criador. Como sistemas abertos tendem a se comunicarem e abrirem sua muralha de auto-defesa, ficando a merce de boas e mas influencias. Se a droga os altera na direção de sistemas fechados, não seria apenas contra mulheres bonitas que diminuíram relações e consequentemente o nível de confiança  mas com tudo e todos. Se na experiencia dos pesquisadores apareceu esse efeito em relação a mulheres bonitas foi porque a pesquisa foi induzida, pois colocou ade antemão o objeto “mulher bonita”, mas se tivesse colocado qualquer outro estereotipo humano, o resultado seria o mesmo.

Com isso, a Minociclina passa a ser objeto de nossa curiosidade assim como todas as formulas químicas que apresentem essa sequencia de hexagonos.

Comentario postado no artigo:

Seu comentário está aguardando a moderação.

Muitíssimo obrigado por este artigo! Ele me conduziu a uma grande descoberta: quem foi o criador do sistema imunológico biológico! Mas isto é outra historia agora.
Permita-me opinar que os cientistas estão tocando num importantíssimo segredo da Natureza relacionado a nossa saúde sem perceberem-no. Como resultado não conseguem explicar o mecanismo da minociclina e menos ainda o significado da microglia. E a explicação que estão fornecendo aqui esta equivocada. A formula química da minociclina é uma sequencia de anéis hexagonais (veja na Wikipedia). Anel hexagonal é a contraparte química da formula natural para sistemas fechados perfeitos. Isto significa que o antibiótico é uma forca química atuando no organismo que é um sistema aberto, forcando-o na direção de se tornar um sistema fechado. A característica deste sistema é o extremo egoismo, seu agente genético é o gene egoísta de Dawkins. Como prova, a minociclina é uma variante das tetraciclinas (quatro anéis hexagonais) que são produzidas por actinobacterias e eram consumidas pelos egípcios, o que sugere que era usada no embalsamento, tornando as células do cadáver fechadas e resistentes a desintegração. Mas a minociclina atua sobre as células microgliais que são células do sistema nervoso central produtoras do sistema imunológico, o qual é a característica principal dos sistemas fechados em si mesmos. Portanto o que a minociclina faz é fazer expressar com vigor o aspecto egoista do ser humano. Como resultado, a psique humana se torna fechada contra a influencia de qualquer agente externo, incluindo, outras pessoas. Então o nível de desconfiança de quem ingeriu o antibiótico aumenta. Os pesquisadores cometeram um erro, ou uma pesquisa incompleta. Eles induziram as cobaias a um resultado predeterminado por eles, quando colocaram como objeto alvo, as mulheres bonitas. Ora,se o nível de egoismo aumenta, o nível de rejeição e desconfiança aumenta em relação a tudo, sejam mulheres bonitas ou feias. Claro que apenas viram o efeito em relação ao objeto que eles anteciparam. Grato se divulgarem como esta trabalhando a cosmovisão da Matrix/DNA e disponho-me a qualquer pergunta. Publiquei dois artigos relacionados ao seu artigo no meu website. Abraços…

xxxx

E na sequencia dessa pesquisa:

Ver Wikipedia, Minoclina:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Minociclina 

seus efeitos adversos (tonturas e vertiges)

Isto ev indicacao que nossa teoria esteja certa. A minoclina atua a nivel mental pois ev a central que dirige as ttendencias do individuo. Calcula-se que o nivel mental foi hard-wired para se comportar como sistema aberto e uma interferencia de uma forca  do sistema fechado causaria disturbio mental tentando refazer a configuracao de combinacoes entre neuronios.

- O cloridrato de minociclina, também conhecido como minociclina, é um antibiótico do grupo das tetraciclinas

Tetraciclina

As Tetraciclinas são um grupo de antibióticos usados no tratamento das infecções bacterianas. Comprovou-se recentemente o consumo da tetraciclina por egípcios há mais de três mil anos. Após pesquisas, foi encontrada em cerveja produzida usando-se receita antiga dos egípcios.

Mais uma confirmacao da nossa teoria? Esta substancia deveria ser usada numa tecnica de embalsamento. A formula da Matrix para sistema fechado, quando penetra e se aloja dentro de algum sistema aberto como as celulas humanas, tenderiam a aumentar a vida destas celulas alem de corrigir suas perfeicoes de estrutura e funcionamento. Eu uso a tecnica de imaginar mentalmente o software dessa formula e conduzi-la a cada sub-sistema do meu corpo… o que ev algo muito metafisico e mistico, mas o fato ev que depois que a iniciei, a 30 anos atras nunca mais minha saude teve qualquer problema, nem mesmo gripe… Mas a informacao nao diz que egipcios usavam a substancia em embalsamentos, apenas que a consumiam em algum ingrediente com que faziam sua cerveja. E possivel que o ingrediente fosse algum vegetal, como folha de palma, e usassem-na para embalsamento tambem. Obtinham o embalsamento sem saberem ou conhecerem a substancia. Precisamos pesquisar que ingrediente de cerveja era esse.

- As tetraciclinas recebem essa denominação devido à sua estrutura química, formada por quatro anéis.

 

Tetracycline - Tetraciclina

Tetracycline – Tetraciclina

Mais uma pista para nossa teoria. A minociclina ev uma das variantes da tetraciclina cuja formula de 4 aneis hexagonais indicam uma forca para reforcar o aspecto sistema fechado perfeito.

- As tetraciclinas são antibióticos produzidos por diversas espécies de Streptomyces…A primeira tetraciclina foi descoberta no ano de 1948 e recebeu inicialmente o nome de aureomicina, em consequência da coloração dourada do fungo produtor;

Vamos ver mais abaixo que o produtor dessa substancia nao e um fungo e sim uma bacteria.

Bem, aqui vamos descer nas raizes primeiras do aparecimento dessa substancia no reino biologico, buscando alguma conexao com o sistema astronomico e LUCA. 

Streptomyces

… is the largest genus of Actinobacteria and the type genus of the family Streptomycetaceae.[1] Over 500 species of Streptomycesbacteria have been described.[2] As with the other Actinobacteria, streptomycetes are Gram-positive, and have genomes with high GC content.[3]Found predominantly in soil and decaying vegetation, most streptomycetes produce spores, and are noted for their distinct “earthy” odor that results from production of a volatile metabolitegeosmin.

Actinobacteria

…are a group of Gram-positive bacteria with high guanine and cytosine content in their DNA.[1][2] They can be terrestrial oraquatic.[3] Actinobacteria is one of the dominant bacterial phyla and contains one of the largest of bacterial genera, Streptomyces.[4] Analysis ofglutamine synthetase sequence has been suggested for phylogenetic analysis of Actinobacteria.

Actinobacteria é um filo de bactérias Gram-positivas conhecidas como actinomicetos ou actinobactérias. Estas bactérias têm organização filamentosa, muitas vezes ramificada. Dada sua semelhança com fungos e por produzirem, como estes, cadeias de esporos semelhantes a conídios, os Actinomicetos são com freqüência erroneamente classificados como tais. Ao contrário dos fungos, porém, são organismosprocarióticos em sua grande maioria aeróbios.

Os Actinomicetos ocorrem amplamente no solo, onde desempenham relevante papel biológico. Especialmente representantes do subgrupo dosestreptomicetos são muito comuns na terra. Entre estes, contam-se o Streptomyces griseus e o Streptomyces aureofaciens. Os representantes do gênero Streptomyces produzem importantes antibióticos, como a estreptomicina, sintetizada por S. griseus, a clorotetraciclina, sintetizada por S. aureofaciens, a terramicina, sintetizada por S. rimosus, entre muitos outros. Mais de oitenta antibióticos já foram obtidos de espécies do gêneroStreptomyces. Os representantes do gênero Frankia vivem em simbiose com as raízes de plantas superiores (por exemplo, da Casuarina sp.), onde levam à formação de nódulos, no interior dos quais ocorre fixação de nitrogênio.

Por fim, muitos Actinomicetos causam graves moléstias no homem e nos animais. Entre os patógenos, podemos mencionar o Mycobacterium tuberculosis, causador de tuberculose e o Mycobacterium leprae, causador da lepra. No gado, a actinomicose é causada por Actinomyces bovis.

Outros exemplos de Actinobactérias úteis ao homem são os representantes do gênero Bifidobacterium. Habitantes normais da flora intestinal, estas bactérias imóveis e anaeróbicas desempenham papel fundamental na regulação da atividade intestinal normal, principalmente em lactentes.

O fato destas bacterias causarem doencas – tuberculose, lepra – aumenta nosso interesse nesta pesquisa.

Actinobacteria-Actinomyces_israelii

Actinobacteria-Actinomyces_israelii

Deixa-me fazer uma pausa nessa direcao da pesquisa e retornar ao artigo, pois existe ali uma palavra que precisa ser investigada:

- … Estudos com animais já haviam mostrado que a minociclina inibe as atividades microgliais. Espera-se que o efeito demonstrado neste estudo lance uma nova luz no papel, ainda desconhecido, da microglia nas atividades mentais humanas.

Wikipedia:

Microglia are a type of glial cell that are the resident macrophages of the brain and spinal cord, and thus act as the first and main form of active immune defense in the central nervous system (CNS).

O queeeeee ????!!!!!!!!!!!!!

Como ?!!!

A minociclina atua a microglia que ev um tipo de celula que ev a primeira e principal forma da defesa imunologica do sistema nervoso central?!

Bomba! Bomba!

A lampadinha das ideias acendeu de novo la dentro do cocuruto!

Acabo de descobrir quem foi o criador do sistema imunologico! Era so fazer a conexao: egoismo, sistema fechado, cerrada auto-defesa… E…. aparece a imagem de LUCA!

Esta ai a origem astronomica do sistema imunologico: nas estrelas, a 10 bilhoes de anos atras! Estas celulas microgliais sao a personificacao biologica da identidade, da personalidade de LUCA.

Bem isso ev assunto para outro capitulo, vou abri-lo ja: Titulo do Artigo:

Bomba! Estou Descobrindo Quem foi o Criador do Sistema Imunologico de Defesa: o Selfish Gene de LUCA!

http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=5887

XXXX

Microglia are a type of glial cell that are the resident macrophages of the brain and spinal cord, and thus act as the first and main form of active immune defense in the central nervous system (CNS).

Microglia constitute 20% of the total glial cell population within the brain.[1] Microglia (and astrocytes) are distributed in large non-overlapping regions throughout the brain and spinal cord.[2][3] Microglia are constantly scavenging the CNS for plaques, damaged neurons and infectious agents.[4] The brain and spinal cord are considered “immune privileged” organs in that they are separated from the rest of the body by a series of endothelial cells known as the blood–brain barrier, which prevents most infections from reaching the vulnerable nervous tissue. In the case where infectious agents are directly introduced to the brain or cross the blood–brain barrier, microglial cells must react quickly to decrease inflammation and destroy the infectious agents before they damage the sensitive neural tissue. Due to the unavailability of antibodies from the rest of the body (few antibodies are small enough to cross the blood brain barrier), microglia must be able to recognize foreign bodies, swallow them, and act as antigen-presenting cells activating T-cells. Since this process must be done quickly to prevent potentially fatal damage, microglia are extremely sensitive to even small pathological changes in the CNS.[5] They achieve this sensitivity in part by having unique potassium channels that respond to even small changes in extracellular potassium.[4]

 

Bomba! Estou Descobrindo Quem foi o Criador do Sistema Imunologico de Defesa: o Selfish Gene de LUCA!

sexta-feira, maio | 3 | 2013

Sim! … Porque não pensei nisso antes?!!!

Pesquisando agora uma materia que nada tem a ver ( no meu artigo ao lado “Minociclina: Cientistas descobrem a “pílula da desconfiança” contra mulheres bonitas”) cheguei ao conhecimento da Microglia:

Wilipedia:

Microglia

are a type of glial cell that are the resident macrophages of the brain and spinal cord, and thus act as the first and main form of active immune defense in the central nervous system (CNS).

E a coisa toda faz muito sentido! Sempre foi uma pedra no meu sapato esse negocio de imuno-defesa biologica, pois eu não conseguia sequer pensar numa hipótese de como a matéria burra da Terra inventou isso, se o sistema astronomico em que a Terra esta nunca teve isso. Eu cheguei a olhar para a Matrix procurando algum mecanismo que poderia ter gerado isso mas nada encontrei. Raios, a resposta estava na cara! O meu erro foi olhar dentro da formula da Matrix, quando o mecanismo esta fora, na superficie, no circuito esférico, é o sistema todo, ou seja, é a identidade de LUCA como sistema fechado em si mesmo!

Assim como LUCA “se fechava o corpo contra maus olhados”, assim seus descendentes biológicos se fecham o corpo contra virus, bacterias e outros elementos nocivos.

Só poderia gerar uma auto-defesa quem conseguiu se fechar, se isolar do mundo e impedir que qualquer elemento externo entre dentro de si. Então .. também o sistema imunológico já estava escrito nas estrelas… não foi invenção da matéria burra da Terra sozinha… como vou provando que nada foi.

Mas agora tenho que voltar a pesquisa da Minociclina e parar essa pesquisa que de ser estendida ao infinito, pois este assunto de sistema imunológico é demasiado importante para a Humanidade!

Assim esta aberto mais um capitulo extenso de pesquisa que vai iniciar tendo a microglia como pista inicial.

XXXX

Vejamos onde me leva o português:

Os microgliócitos ou micróglia são as menores células da neuróglia. Possuem elevado poder fagocitário e representam uma variedade dos macrófagos que atuam na defesa do sistema nervoso. Os microgliócitos são capazes de reconhecer e fagocitar antígenos, aderindo proteínas do mesmo na sua membrana citoplasmática. Posteriormente, o microgliócito apresenta essas proteínas a outras células de defesa.

As células da glia, geralmente chamadas neuróglia, nevróglia ou simplesmente glia (grego para “cola”) ou gliócitos1 , são células não neuronais do sistema nervoso central que proporcionam suporte e nutrição aos neurónios. Geralmente arredondadas, no cérebro humano as células da glia são, aproximadamente, 10 vezes mais frequentes que os neurônios no corpo humano.2 Ao contrário do neurônio, que é amitótico, nas células gliais ocorre a mitose

 

Por décadas, neurocientistas acreditaram que os neurônios eram os responsáveis por toda a comunicação no cérebro e sistema nervoso e que as células gliais, embora nove vezes mais numerosas que os neurônios, apenas os alimentavam

Novas técnicas de imagem e instrumentos de “escuta” mostram que as células gliais se comunicam com os neurônios e umas com as outras sobre as mensagens trocadas pelas células nervosas. As células gliais são capazes de modificar esses sinais nas fendas sinápticas entre os neurônios e podem até mesmo influenciar o local da formação das sinapses.

Devido a essa proeza, as células gliais podem ser essenciais para o aprendizado e para a construção de lembranças, além de importantes na recuperação de lesões neurológicas. Experiências para provar isso estão em andamento.

Oligodendrócito é um tipo de célula da glia

Oligodendrócito é um tipo de célula da glia

Obs: Notar que as microglias nao sao as neuroglia, mas sim um tipo delas, menores em tamanho e especializadas em imunologia. 

Função

As principais funções das células da glia são cercar os neurônios, e mantê-los no seu lugar, fornecer nutrientes e oxigênio para os neurônios, isolar um neurônio do outro, destruir patógenos e remover neurônios mortos. Mantêm a homeostase, formam mielina e participam na transmissão de sinais no sistema nervoso.

As células de glia têm a importante função de produzir moléculas que modificam o crescimento de dendritos e axónios. Descobertas recentes no hipocampo e cerebelo indicam que também participam ativamente nas transmissões sinápticas, regulando a libertação de neurotransmissores ou libertando-os elas mesmas e libertando ATP que modela funções pré-sinápticas.

São cruciais na reparação de neurônios que sofreram danos: no sistema nervoso central a glia impede a reparação – os astrócitos alargam e proliferam de modo a produzirem mielina e moléculas que inibem o crescimento de um axónio lesado, no sistema nervoso periférico as células de Schwann promove a reparação regressando a estado de desenvolvimento mais jovem.

 

Cancer: Cogumelos – Registro para Pesquisa

sábado, abril | 20 | 2013

New Study Shows Effects of Medicinal Mushroom Extract on Pancreatic Cancer Cells

http://online.wsj.com/article/PR-CO-20130520-903344.html?mod=googlenews_wsj

Cogumelos nao fazem fotosintesis, se alimentam de materia organica. Possuem capacidade anti-viral. Isto pode significar que parar a evolucao antes da fotosintesis impede o organismo ce continuar recebendo fotons de LUCA – dentro dos quais pode vir o codigo para virus – re-organizndo seu codigo genetico de uma maneira que se torna anti-viral. Pesquisar isso.

1) Poria Triterpine Extract (PTE), a mixture of triterpines from Poria cocos, a medicinal mushroom used in traditional Asian medicine, suppress the proliferation of human pancreatic cancer cell lines.

- – - – - – - – - -

Wikipedia : Tem varias referencias a serem vistas

Wolfiporia extensa (Peck) Ginns (formerly known as Poria cocos F.A. Wolf) is a fungus in the Polyporaceae family. It is a wood-decay fungus but has a terrestrial growth habit. It is notable in the development of a large, long-lasting underground sclerotium that resembles a small coconut. This sclerotium (called “Tuckahoe”, or Indian bread) was used by Native Americans as a source of food in times of scarcity. It is also used as a medicinal mushroom inChinese medicine.[1]

Common names include hoelen, poria, tuckahoe, China root, fu ling (茯苓), and matsuhodo.

- – - – - – - – - – -

Plant Pathology (pdf) – Reler porque explica tudo sobre cogumelos.

http://nsdl.niscair.res.in/bitstream/123456789/599/1/mushroom+cultivation+-+Formatted.pdf

Poria cocos:
It is considered as mild sweet and bland. It is used to cure edema and clear febrile illness. The
cortex of sclerotium of this mushroom is used as a diuretic and a decoction for cough whereas
the internal white portion is used to relieve uneasiness arising from pregnancy and the heart
discomfort. The polysaccharides of this fungus such as spachyman and pachymaran exhibit
strong antitumor and immuno-modulatory activities. The low molecular weight tetracyclic
triterpenes have immuno-stimulating and antiviral activities.

Ciclo do Nitrogênio Desvendado Pela Matrix/DNA, tem Relação com Câncer?

quinta-feira, janeiro | 24 | 2013

E esta matéria veio de uma pesquisa em outra area : Ver Categoria Doenças – Câncer. Parece que Este ciclo tem algo com causas do cancer!

Click na Imagem:

Ciclo do Nitrogênio - Desenho deve ser refeito Adaptando-o à Matrix/DNA

Ciclo do Nitrogênio - Desenho deve ser refeito Adaptando-o à Matrix/DNA

Consertar isto que fiz por telemovel e inserí no Facebook no dia … Tenho que aumentar o tamanho aqui mesmo, E refazer tudo

Câncer: Pesquisa baseada na Diferente Cosmovisão da Matrix/DNA (2)

quinta-feira, janeiro | 24 | 2013

Artigo sendo lido:

‘Quadruple helix’ DNA seen in human cells

http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-21091066

Texto Importante:

But researchers tell the journal Nature Chemistry that the “quadruple helix” is also present in our cells, and in ways that might possibly relate to cancer.



U.S.A: Copyright Washington n. 000998487/2001-02-20 | Brasil: Reg. Dir. Autorais - Brasília n. 106.158/11-12-1995 | Louis Charles Morelli