Archive for the ‘economia’ Category

Os milhoes de sem-teto e trabalhador pobre na miseria na America

domingo, junho 9th, 2019

xxxx

The Working Poor and Homeless in the USA

https://www.youtube.com/watch?v=kSloUNWK45s&feature=share

Muito triste ver milhoes de compatriotas americanos nessa pobreza. Na minha anormal opiniao, a base de toda essa tragédia é uma so: errada visao do mundo. Enquanto acreditarem na fabula que os humanos vieram de Adão e Eva e não dos animais da selva não se conscientizarão que humanos trazem em si os tres instintos que são causas de toda essa tragédia: o instinto para grande predador, medio predador e presa. Esta situacao em que os ricos insaciáveis ficam mais ricos a custa dos pobres ficarem mais pobre ( relacao entre o valor do trabalho produtivo e o valor da agiotagem do capital) fé pura relacao predador x presa. Se todos os humanos caíssem na real, todos perceberiam que a maior necessidade para o bem de todos é ver em qual dos tres instintos esta sua psique modelada e fazer de tudo para auto-exorcizar-se dele. O s pobres que na maioria o são devido o instinto de presa tem que reconhecer que este instinto é tão pernicioso e maligno quanto os outros dois, pois ovelhas são os bichos mais egoistas que existem, vivem apenas para si so com os olhos dirigidos para a grama que estao pastando e nada querem saber do resto do mundo. Isto os impedem de descobrir que a salvação deles seria se associarem como familia, no trabalho, no consumo, na politica e tudo o mais. Jesus não aprovou esta familia nuclear e sim disse que a meta tem que ser a grande familia universal, esta é a sagrada familia para Ele. Entao quando o pobre arruma um emprego de sol a sol esta satisfeito porque sua indolência em não querer aprender o conhecimento geral estudando mesmo sozinho não lhe faz apreciar o tempo livre para estudar e asim não da valor ao seu tempo o qual da’ para o predador. E tendo seu emprego cega os olhos para os outros que não tem ou estao mal empregados, em nada os ajudando, nem nas suas reinvindicações politicas.  Assim parece ate que seu sofrimento vem para ver se se curam do demônio em si.

A louca caravana do capitalismo selvagem ( vídeo com dados atualizados)

quinta-feira, maio 23rd, 2019

xxxxx

One brutal sentence captures what a disaster money in America has become

https://www.businessinsider.com/bottom-half-of-americans-negative-net-worth-2019-5

  • This article was based on the research of the French economist Gabriel Zucman, a “wealth detective” who studies wealth inequality and finds the secret money stashes of the richest people.
  • “The bottom half of Americans combined have a negative net worth,” Ben Steverman wrote in a recent Bloomberg article.

E’ absurdo o que esta acontecendo com o outrora aceitável capitalismo que se tornou neste capitalismo selvagem. Dia a dia as duas classe mais ricas estão invadindo e assaltando a renda da classe pobre, desvalorizando o trabalho real produtivo e os sacrifícios humanos neste tipo de trabalho, de maneira que os jovens da classe pobre obrigados em suas necessidades não sentem a menor motivação para entrarem no trabalho com este salario que em nada vai lhes ajudar a progredirem. Por isso estão preferindo ficar parados e até se drogarem. Mas porque isso aconteceu? Culpa da classe pobre e coisas que lhes ocupam a cabeça, como as religiões. Neste vídeo e no livro destes autores se nota que logo apos o fim da segunda guerra, quando a economia começou a se assentar novamente, os pobres tiveram  melhor renda, o valor do seu trabalho compensava. Mas enquanto os pobres ocupavam seu tempo com outras coisas e nada com o seu planejamento economico, se recusavam a se unirem como classe social, os ricos se uniam atras de computadores especulando indices do mercado acionário, etc. e foram formando sua mafia de classe social, o que lhes permitiu aos poucos, sorrateiramente, irem se apoderando de todos os setores de alta rentabilidade e rebaixando o que pagavam aos pobres, numa clara intencao de manter o escravagismo de humanos. Esta atitude continua e cada vez mais agressiva, começando a tocar neste ponto de ruptura onde a reacao dos pobres comeca a se manifestar na forma de boicote ao mercado de trabalho. Hoje nos USA esta aumentando a procura por empregados mas estes estao cada vez mais escassos. Mas… como explicar psicologicamente as duas atitudes, a da classe no topo e a da classe na base? Para isso o humano tem que apagar da sua mente a visao do mundo que ele tem e trocar por outra. Esta outra exige que se retorne as origens da especie humana segundo o que sugerem os fatos naturais, ao inves da crença nas origens humanas criadas pela imaginação mística fantasiosa. Est nova visao naturalista mostra as origens humanas vindo dos animais das selvas e trazendo esta carga genetica animalizada como modeladora da psique em formacao. Ora, na selva o poder surge no meio do estado do caos e carnificina, e é dominado e exercido pela forssa e o tamanho corporal. A forssa criou os tres instintos genéticos, que são as tres classes sociais selvagens: os grandes predadores – como leoes, anacondas, crocodilos, etc – os medios predadores – como lobos, hienas, raposas – e as presas, como o gado em geral. Sendo esta genetica herdada pela espécie humana ela vai formar a psique e nesta inserir estas tres tendências. De maneira que esta psique abstrata tem modelada em si ou caninos abstratos dos grandes predadores, ou orelhas eretas dos medios predadores ou orelhas caídas das presas. Basta ver como leoes tratam seus domínios em seus territorios, como controlam os lobos e dominam os seus rebanhos de presas para entender a psique do 1% mais rico no sistema social capitalista selvagem. Basta ver como lobos e hienas rondam o domínio dos leoes fazendo-lhes o trabalho de evitar a fuga das presas e mante-las trabalhando dia e noite pata transformarem grama em suculenta carne, para entender a psique da classe media no capitalismo selvagem. E basta ver o comportamento das presas – como são igual as outras duas classes, a extrema expressao do egoismo individualista, como deixam seus filhotes para traz para serem comidos quando os predadores vem fazer a colheita, etc, para entender a psique dos orelhas caídas da classe baixa. Tudo isso é demasiado nojento, repugnante, pois cheira a animal, mesmo que tentem disfarçar o cheiro com perfumes e gravatas. Por outro lado, temos que buscar na Natureza e não nas religioes criadas pelos grandes predadores como estrategia de manipulação psiquico das presas, qual o sentido da vida, o significado da existencia do ser humano, a Natureza esta sugerindo. E quando fazemos esta busca, de súbito se realça um fenomeno natural de fundamental importancia no ser humano que não havia, nunca houve nos ancestrais animais: esse fenomeno que denominamos “auto-consciencia”, o qual ninguem tem ainda minima ideia do que seja, apenas sabemos que existe de fato. A auto-consciencia emergindo deste novo órgão criado apenas no cerebro humano que é o cortex cerebral, mostra para onde a Natureza esta conduzindo a especie humana. Para uma nova forma de sistema natural e com nova substancia material muito menos densa que a materia de osso e carne dos corpos fisicos. Muito distante da realidade animal. E`, sem sombra de duvida, algo novo transcendente, que visa descartar o que existe e existiu até agora, rumo a uma nova dimensao da realidade natural, talvez iluminada e revelada apenas pelas outras seis faixas da luz alem da única que vemos hoje, a chamada faixa da luz visivel. mas entao, quando percebemos esta novidade e o proposito desta Natureza, o que deduzimos como guia para nosso comportamento? Sim porque a qualquer coisa neste universo, qualquer forma de vida, apenas resta a alternativa de se sintonizar com o ritmo transformador e o propósito da Natureza, senao está  definitivamente descartado e eliminado, mesmo que essa eliminação demore 100 milhoes de anos, pois a Natureza atua na escala de tempo astronomico de bilhoes de anos, ela não tem a pressa que os humanos tem. Ora, o que devemos fazer está mais que obvio, claro: nos auto-exorcizar-mos dos tres instintos animalescos. Procurar outro tipo de sistema social, ou uma forma de organizacao social que não seja um sistema, refutar tudo o que visa fortalecer o sistema selvagem animalesco atual. Estes jovens sem saberem hoje o que fazer da vida, devem entender que os humanos nascem condenados a produzirem o que consomem porque nada cai do ceu por milagre, mas tem que procurarem formas de trabalho onde não são predadores-patroes nem presas-empregados e sim socios. Juntarem-se com qualquer de suas misérias de qualquer maneira e criarem por si as iniciativas de trabalho em grupo, boicotando o mercado atual. Ou isso ou… by… by… a Natureza não se preocupa, apenas suas transformações passa por cima, atropelando como fez com dinossauros e está fazendo com todas as formas de predadores e depois com o fim do suporte da vegetação na Terra, vai eliminar todas as especies de presas. Não tem como e nem porque pensar em qualquer outro tipo de sistema social dos que foram até agora criados pela humanidade, como a monarquia, o comunismo, o feudalismo, o capitalismo, etc. Não adianta tentar combater a classe no topo ou a classe na base. O foco tem que ser todo evento que revela a presence de algum dos tres instintos, são os instintos que devem ser criticados, boicotados, refutados. Tambem não se deve pensar em atacar alguma classe social ou algum sistema social, pois ataque, agressividade ou inercia é propriedades desses sistemas, e não se deve imita-los nunca. Mas tenha certeza que apenas exercendo a critica que visa o despertar deste atual encantamento animal vai lhe custar pois ela vai ferir emocionalmente o criticado que ainda se acha feito a imagem do divino, seja leao ou capivara. E` o preço a pagar para tentar salvar nossas futuras geracoes do extermínio total devido esta louca maneira de viver e competir atual. E manter-se informado como o sistema funciona socialmente, principalmente nos numeros macroeconômicos, e este guia neste artigo é uma boa fonte de informacao.

xxxxx

Pesquisa:

Googlar quem é Gabriel Zucman (the French economist Gabriel Zucman, a “wealth detective” who studies wealth inequality and finds the secret money stashes of the richest people.)

Ler: The world is facing an inequality crisis and there is no clear solution

– https://www.businessinsider.com/the-gap-between-the-richest-and-everyone-else-is-growing-2017-8

Porque os colonizadores de 500 anos ainda estão vivos no Brasil: os Memes

sábado, maio 11th, 2019

xxxx

Como a oligarquia colonialista portuguesa continua dominando o Brasil? O General Mourão disse numa palestra na maçonaria que “tem intelectuais que ainda acreditam que os problemas do Brasil se devem a domínio dos colonizadores… Ora, esse pessoal foi embora a 200 anos!” Ledo engano…

O general se esquece que existem os memes. São estes que mantem vivos e atuantes, dominando a economia, os colonizadores escravagistas. Memes são ideias que você tem e divulga publicamente e a ideia se alastra, torna-se repetida, as vezes de geração a geração. E alem dos memes existem sim ainda, os herdeiros dos antigos donos das capitanias hereditárias, que são os donos dos bancos, dos latifúndios, das mineradoras, das transmissoras da mídia, etc., ou seja, onde esta o grosso do lucro capitalista.

Como explicar que no Brasil um empresario ou latifundiário sabendo que os cálculos econômicos, como do DIEESE, concluem que para uma família de 4 pessoas ter suas necessidades básicas satisfeitas o salario minimo tem que ser R$ 3.980,00 reais, e ele paga apenas na base de R$ 1.000,00, condenando os filhos da família a viverem na miséria, e ainda assim se sentem como cidadãos de bem?! Eu sempre rejeitei ser empresario no Brasil mais por causa disso, não tenho estomago para fazer isso, mas se pagar o correto tem que fechar as portas porque os competidores não pagam.

Essa cultura atual, moderna, mimética, vem do tempo de colonia, quando os colonizadores repetiam os slogans maquiavelistas e falavam publicamente que a “plebe” existe apenas para trabalhar e comer para trabalhar mais, o dinheiro deixa com eles porque apenas eles sabem administra-lo. Pobre não precisa de dinheiro. E isso é a mesma escravidão imposta aos negros. Isso pegou no inconsciente dos que se tornaram classe media e inclusive atuou eficazmente como condicionador mental entre os próprios pobres com seus instintos de ovelha. Para completar veio as ideias, os memes, destas religiões de um livro que chamam de “escritura sagrada”, que por 5 vezes apoia a escravidão e que os últimos receberão seu pagamento no céu.

O Sr. Mourão deveria ler mais livros de Ciências, como do autor best-seller no primeiro mundo, Richard Dawkins, quem estudou a fundo este fenômeno e cunhou o nome “meme”. Sim, eles estão vivos, personalizados nas suas ideias que estão vivas.

(obs: assunto econômico fora de tópico para a Matrix/DNA que no entanto se interessa pelos memes em geral, um caso de evolução ou debilidade psíquica humana)

Salario minimo: O valor correto ao trabalho real não funciona com o capitalismo?

quarta-feira, maio 8th, 2019

xxxx

https://www.yahoo.com/news/post-apartheid-south-africa-inequality-still-display-093847300.html

Exigindo correcao do salario minimo:

South Africans feel the party can no longer coast on its legacy of fighting the brutal system of apartheid. Unemployment in the country of 56 million people soars past 25%. Half of South Africans are in households with per capita income of 1,149 rand ($90) or less a month, they wrote, with little chance to change their fortunes despite working hard as maids or security guards.

Exemplo contra correcao do salario minimo:

 Comentario em 5/7/19
Here’s a real world example of government trying to fix income inequality. American Samoa is a US Territory. In 2009, the Democrats pushed through an incremental hike in their minimum wage. They are American citizens, why shouldn’t hey receive just as much for their labor as every other American? Within three years, the Territorial Governor was on the floor of Congress, begging them to undo the damage. After the first incremental hikes in minimum wage, unemployment jumped from 4% to 25%. One of two tuna canning factories (their major industry) left and set up shop in SE Asia. With fewer ships traveling there to support the tuna industry, the cost of commercial products rose 25%. You never hear this concrete example of failure discussed, when raising the minimum wage is proposed as the harmless way to solve income inequality. Another example closer to home…Detroit…and Chicongo, Baltimore, St. Louis.
xxxx
OUTROS COMENTARIOS
5 hours ago
Then how would you fix the inequality? I think we should go back to the 50s. When unions were strong and the american dream was real.
XXXXX
Interessante comentario. Desigualdade é resultado da diferença de culturas ( ou seja, visao do mundo)
12 hours ago
You can not legislate economic equality. This is not a random distribution, but rather more like a long-term game. As with most games there are people who are better than others depending on what skills are needed. When attempting to identify large demographics, culture is often the base factor. Since legislating culture is not acceptable, you simply can’t legislate economic equality.

Georgismo: modelo econômico baseado na propriedade social da terra?

segunda-feira, abril 8th, 2019

xxxx

https://pt.wikipedia.org/wiki/Georgismo

georgismo, também chamado de geoísmo e imposto único, é uma filosofia econômica desenvolvida por Henry Georgeeconomista norte-americano (18391897), e que se funda num imposto único sobre a renda da terra.

No pensamento georgista, embora os indivíduos devam possuir o bem que produzem, o valor econômico derivado da terra deve pertencer igualmente a todos os membros da sociedade.

https://en.wikipedia.org/wiki/Georgism

 

O exorcismo dos predadores e presas: Bancos denunciados na America

quarta-feira, abril 3rd, 2019

xxxxx

Preciso terminar de ver este video (THE BANK FRAUD SILVER BULLET), ler este website ( ABOLISH THE BANKERS), ambos com links abaixo, e fazer a apropriada pesquisa. Parece-me um movimento de grande valor na causa sugerida pela Matrix/DNA world view, que e’ a de lutar para exorcizar da genetica e da psique coletiva da humanidade os instintos herdados dos animais irracionais, do maior predador, do medio predador, e da presa.

Pelo que entendi ate agora, os milhoes de americanos que tiveram suas casadas tomadas pelos bancos o fizeram ilegalmente porque, primeiro, que nenhum banqueiro nunca pôs um centavo de seu nos empréstimos que manobraram para os compradores, pois estes empréstimos foram feitos, na teoria, com dinheiro dos correntistas, dos proprios donos das casas, os quais, na verdade, são os verdadeiros bancos. Mas nem o dinheiro dos correntistas foi usado, este dinheiro vai para outros empréstimos em outros lugares. Os bancos inventaram um papel chamado “deposito colateral” e são estes papeis que servem como empréstimos aos compradores de casas. Não existe dinheiro, apenas um papel que e ilegal e nada vale, apenas vale entre os bancos, que trocam entre si estes papeis sabendo da falcatrua.

O movimento menciona ainda que a maioria destes bancos são estrangeiros e pela Constituicao, não poderiam estar agiotando, emprestando dinheiro ( que não existe de fato) na America, mas com isso estao se apoderando das propriedades dos Americanos.

Eu sinceramente não sei como um homem ou uma mulher qualquer da classe media alta para baixo vive concordando e se acomodando com isso, tirando de si e de seus familiares para dá-los como sacrifício no altar a predadores.  E’ preciso, e  principalmente no Brasil, que estes milhoes da classe media alta para baixo se unam, cada um colabore com  dez centavos, ( no Brasil são 180 milhoes nesta situacao, e apenas um milhão de pessoas, dando dez centavos, junta cem mil reais) e montem uma equipe com pessoas ( de preferencia de contadores formados em cursos e escolas simples escolhidos de suas proprias familias e de maneira alguma de familias fora do movimento), para fazerem uma devassa geral na producao e circulação do dinheiro, desde sua saida das maquinas impressoras do Banco Central, para onde vai esse dinheiro quando sai da maquina, como e quantas vezes os bancos e demais financeiras, companhias de seguro, etc., entram nesta circulação, porque o governo manda dinheiro a familias privadas banqueiras e não para bancos publicos onde os 200 milhoes são donos cada um com uma cota igual, etc. esta equipe entao deve se reunir com todos os povos de todas as cidades, bairros, e explicarem como a coisa esta’ funcionando.

Esse povo chega a ser irritante, vendendo seu trabalho, dias apos dias sem ver a luz do sol, quando deveriam se unirem, montarem suas unidades de producao e serem ócios ficando com todo produto de seu trabalho. Mas isto acontece porque o cerebro ainda tem o medo e o comodismo das presas, os quais paralisam e impedem estes cerebros de darem o próximo passo evolutivo, no qual o cerebro se ocupa com o mais longe, alem dos quintais da casa e do proprio umbigo, e assim passam a ver, a observar o sistema social que eles e seus vizinhos estao obedecendo, a questionar este sistema social, quem o criou, porque, com quais interesses, e porque alguem mais seno eles tem de criar o sistema social, as regras econômicas, politicas, judiciarias? Isto seria mal tambem pois entao, ao vez do regime dos predadores, teríamos o regime das presas, o qual e igualmente erradio, auto-suicida, anti-evolucionario. Mas deveríamos apoiar e incentivar tal movimento porque o outro lado do mal esta no pod e para expulsa-lo, e` preciso antes enfraquece-lo. Mas ao mesmo tempo que se os apoia, tem-se que mudar sua cabeca, para que não se transformem em predadores tambem no poder, ou não eternizem o poder das presas. E` quase impossivel fazer isso porque somos poucos, e quando penso nisso, tristemente chego a uma conclusão:

“Nada mais vai mudar a especie humana senao o despertar da vontade de mudanca brotando de dentro de cada individuo. Pelo que tenho observado desta Natureza, no meu curto tempo de existencia e com os poucos dados que tenho conhecimento, existe um processo natural de evolucao, que apresenta tendências, como partir do mais simples indo cada vez na direcao do mais complexo, e saindo do caos inicial como o fluxo da ordem, a qual, depois de estabelecido leva ‘a transformação, a transcendencia da forma das especies. Mas este processo de evolucao e muito lento par os apressados humanos, pois e um processo universal, astronomico, e opera na escala do tempo astronomico. Entao nada mais resta senao tentar acreditar que este processo existe, que ele e assim como o entendi, e aguardar com tolerância e muita paciência a Terra fazer suas mudancas em milhares ou milhoes de anos… mas enquanto for vivo vou estar lutando para acelerar este processo, vou estar combatendo estes instintos, vou estar incentivando as pessoas a se exorcizarem deles”

THE BANK FRAUD SILVER BULLET

https://www.youtube.com/watch?list=PLG2-R8lTSHwCJuLWnealSCsmWis17QGWr&v=rp2DwSxsGrA

Cooperativas do povo: Nos USA, bancos dos correntistas, cooperativas de produção, consumo e comercio

quinta-feira, março 21st, 2019

xxxxx

( continuar este artigo e assunto com links)

The Economy: Under New Ownership

How cooperatives are leading the way to empowered workers and healthy communities.

https://www.yesmagazine.org/issues/how-cooperatives-are-driving-the-new-economy/the-economy-under-new-ownership

Equal Exchange— an employee-owned cooperative. Its main business remains the fair trade coffee and chocolate the company started with in 1986. Since then, the company has flourished, and its mission remains supporting small farmer co-ops in developing countries and giving power to employees through ownership. I count myself lucky to be one of its few investors who are not worker-owners. Over more than 20 years, it has paid investors a steady and impressive average of 5 percent annually (these days, a coveted return).

Matrix/DNA: Ok, vamos estudar isso. Suponhamos que 200 trabalhadores e outros, de um mesmo bairro, decida montar uma cooperativa de consumo prevendo tambem producao. Tem que ver a papelada legal, alugar um barracao e ja ter garantido pelo menos seis meses de aluguel, comprar o primeiro caminhao de mercadorias (arroz, feijao, oleos, etc. e lavanderia produtos de higiene que agregam mais lucro). Entao: Aluguel (1.500,00 – mais internet=100,00, mais telefone=50,00, mais luz=150,00, mais agua=50,00. Total do aluguel = 1.850,00), vezes 6 meses (9.000,00, ou 11.100,00). Note-se que apenas o aluguel seria obrigatorio no inicio, o resto seria opcional. A papelada (Ong?… 2.000,00) mercadoria no caminhao (100.000,00). O comercio vai colocr no minimo 30% de lucro nos 100.000,00, o que sobretaxa 30.000,00. Entao custo inicial = 111.000,00. Dividido entre 200 socios: sao 555,00 para cada um.

Nao creio ser possivel, no Brasil. Nao vao aparecer 200 pessoas num bairro dispostas a investir este dinheiro. Talvez seria possivel se usassemos um arumento o qual vai exposto abaixo como primeira alternativa. Vamos agora ver uma segunda alternativa:

Vi dias atras num website de uma ONG que fizeram uma especie de caderneta ou lista que a dona de casa prende na parede e vai preenchendo dia a dia com os valores do que ela produz na horta, ou lavando roupa para fora, etc., e os valores que ela gasta em cada coisa domestica durante o dia. segundo o site a ciusa esta fazendo sucesso em comunidades pobres e preciso procurar o site para ver o modelo da lista. Porque vamos supor que eu pudesse fazer filantropia e tentasse montar estas cooperativas. A primeira providencia seria tentar convencer todas as familias de uma quadra, depois varias quadras vizinhas, depois o bairro inteiro, a por estas lists na parede e calcular quanto gastam mensalmente com cada produto, de arros a creme dental. Qual argumento usaria para incentivar a fazerem a lista?

” Vamos tentar ajudar voces montando aqui uma cooperativa de consumo que vai baratear seus gastos e fabricas pequenas que vao lhe render dinheiro, arrumar emprego para as pessoas do bairro e ate seus filhos. Se tudo der certo todos voces vao poder mandar esse emprego para as cucuias, serem donos de seu próprio trabalho, seu supermercado, suas fabricas, suas fazendas, etc.”

Entao suponha que ama familia apresentou a seguinte lista:

arroz = 50,00 por mes / feijao = 60,00, oleo = 12,00, sabao = 8,00, etc. isto seria considerado como “basico”, o resto, como mistura, carnes e verduras, cosmeticos, telefone, etc, nao vai ser considerado inicialmente. Suponha-se que  soma do basico resulte em 300,00/mes.

Claro que este valor vai variar de familia para familia, inclusive tem as pessoas vivendo so, etc. Mas entao somamos todos os valores de 200 familias vizinhas, e supomos que temos um valor de 300,00 x 200 = 60.000,00/mes. E pouco, nao da para comecar uma cooperativa de consumo, considerando-se os valores a pagar de aluguel, etc. Este valor de 60.000,00 inclui o lucro dos comerciantes, que no geral vamos calcular de 30%. Isto da 18.000,00 que retirados dos 60.000,00 fica 42.000,00, que e o que seria pago ao atacadista. Dividido os 18.000,00 por 200 daria 90,00 para cada socio de ecomomia mensal, mas deste valor teria que tirar no minimo uns 2.000,00 mensal que seria o custo minimo do armazem alugado com luz, telefone, agua, ( e mais para a frente vamos ver instalacoes, computador, internet, etc.).

Para montar este esquema os socios ou um filantropico teriam que desembolsar inicialmente: 42.000,00 para o atacadista,  + 6 meses de aluguel a 1.500,00, + algumas instalacoes como prateleiras, estrados, mesa, cadeiras, telefone fixo ou celular, mais agua/luz, + a papelada para legalizar a cooperativa ou ONG ( ou nao legaliza nada inicialmente?) o que daria aproximadamente uns 55 a 60.000,00. isto dividido entre os socios daria 300,00/mes para cada um, justo a quantia que gastariam sem cooperativa. Qual a vantagem? Do meu ponto de vista a vantagem seria total pois estaria se iniciando o maior empreendimento da vida destas pessoas, alem do que teriam um armazem para usar em outras atividades, como reunuoes buscando outras formas de parcerias, aniversarios, etc. mas nao se pode contar com essa visao num povo que vem a 500 anos sendo doutrinado para ser separado, individualista, egoista e sem calculos/planejamentos financeiros nem para o proximo mes. Mas vamos continuar nessa linha se suposicao. Tem outras coisas a serem consideradas:

  • como seriam feitos os pagamentos cada vez que um socio fizesse sua compra? Nao haveria pagamento, apenas anotacao numa caderneta da casa e na caderneta do socio.
  • Quem ficaria 10 horas por dia, 30 dias por mes, na casa? Ou os socios concordariam com certos horarios de abertura atendendidos voluntariamente por cada um? Ou um empregado a 2.000,00/mes, 40 horas semanais, o que daria 20,00/ mes para cada socio?  O empregado seria eleito como alguem desempregado das 200 familias? E quem ficaria a noite, nos sabados e domingos? Dois empregados em rodizio?
  • xxxxx ( Parei aqui) xxxxxx  

 

 

xxxxxx

Mas,…vamos voltar a explorar a primeira alternativa acima, onde 200 moradores de um bairro se associam com seu proprio capital e por si mesmos: Poderiamos usar o seguinte argumento:

“Você vai desembolsar agora 555,00 mas você tem como garantia 650,00 em mercadoria que pode sacar a medida que precisar, talvez serão 2 meses. Já tem um lucro de 95,00. Se por os 555,00 na poupança, a 0,4% ao mês, vais receber 2,00 por mês, então em 2 meses, seriam 4,00. Assim você ganha 95,00 – 4,00 = 91,00. Ainda ganha 91,00 reais. Por cima, tens o barracão pago por seis meses, para fazerem algum coisa nele. O importante de tudo e’ a experiencia, a tentativa de – se o projeto crescer – sair da pobreza, pois não tem limites para o crescimento. Amanha poderemos ter nossas fazendas e nossas fabricas produzindo estes produtos numa sociedade da cidade inteira, do Estado inteiro, do Brasil inteiro, ou ate’ do mundo inteiro. “

Mas vamos supor outros elementos que podem se agregarem aqui, para melhor, nunca se esquecendo que também podem ocorrer elementos para pior, como ratos no barracão, perda de arroz nas pesagens, etc.

Como os sócios vão embalar o que compram? Tem que levar sacolas, sacos de casa. Ja contribui para menas poluição do planeta. Quem vai ficar na cooperativa o dia todo, as vezes os sócios só podem ir comprar `a noite…? Em 200 familias sempre vai ter pessoas desocupadas, como aposentados, deficientes fisicos,  comunidade teria que levantar isso e fazer um horario de rodizio. Tambem pode se usar o recurso de as chaves ficarem com quem mora perto, e o comprador telefona antes avisando que vai. Hummm… duas ideias surgem aqui:

  • Vai ser preciso comprar algumas instalacoes, como duas balancas, uma grande e outra pequena, talvez prateleiras e estrados, mesa, cadeiras… Tambem seria necessario ter um telefone com numero da casa, o que implica no aumento do aluguel em 50,00. Nao incluimos isso no capital acima.
  • Como sera feito os pagamentos? Nao paga com dinheiro. Fica uma caderneta na cooperativa anotando todas as retiradas de todos os socios e cada socio tem sua caderneta.
  • Muito importante: comprar um computador e instalar internet. O que implicaria no aumento do aluguel em 100,00. A maioria dos pobres nao tem computador, internet apenas no celular. Entao a cooperativa ja comecaria a funcionar tambem como uma lan house. Os jovens e criancas seriam os maiores candidatos a usarem. Mas eles dificilmente tem o dinheiro para pagar as horas. Entao a casa faria um plano de tantas horas gratuitas para cada associado. Seria calculado das 8h da manha as 18h, 10 horas por dia ( supondo que mais alguem estaria na casa durante todas estas horas), 300 horas por mes, entao cada socio ( ou membros de sua familia) teria 1 hora e meia de graca por mes. Numa lista na parede – que seria copiada no cumputador – cada socio escreveria sua data e hora de uso. Nota: observe que mais a frente, no item internet, vamos deparar com problemas que vai mudar este calculo. Em que horas alguem da casa vai usar o computador para registrar a contabilidade da cooperativa? Isto seria preferencial e diminuiria as horas gratuitas para cada socio. Tambem teria que comprar uma impressora e papeis para imiprimir os balancos e pendurar na parede e depois para mandar uma copia para cada socio.
  • Mas aqui comecam a surgir um monte de ideias derivadas. Cada computador custa, digamos, 3.000,00. Dividido por 200 socios, da 15,00 cada um. A casa colocaria o segundo computador pra aluguel, a 2,00 por hora. Tanto para socios como nao-socios. O jovem que quer usar mais e tem 2,00 no bolso vai la’. Se alugar as 300 horas mensais vai dar 600,00 no primeiro mes, digamos 31 de abril. No segundo mes os socios poe mais 2.400,00 do bolso ( 12,00 cada um), que com os 600,00, compra outro terceiro computador. Este vai render mais 600,00 que no final do mes 31/maio, os dois computadores de aluguel rendem 1.200,00. Entao poe mais 1.800,00 ( 9,00 cada um) e compram outro computador. Agora a casa tem 4 computadores, um fixo gratuito para os socios e 3 para aluguel. 3 x 600,00 = 1.800,00, no terceiro mes, ou 31/junho. Alguns senões: os computadores nao vao estarem alugados todo o tempo, entao os 600,00/mes nao sao garantidos. Para cada novo computador tem que comprar uma mesa e uma cadeira. Mas… entao em 31 junho os socios poe mais 1.200,00 (6,00 cada um) que com 1.800,00… vem o quarto computador para aluguel. Bem, esse ramo da lan house seria algo paralelo, a renda nao seria muito previsivel, os computadores iriam ocupar espaco que talvez faltasse as mercadorias, etc. Mas temos que considerar que em 4 meses os socios vao ter 5 computadores pagos num valor de 15.000,00 quando de seus bolsos sairam apenas (15 + 12 + 9 + 6) = 42,00. Sao 5 computadores novos que se venderem por 2.000,00 cada fazem 10.000,00 que dividido da 50,00 cada um… mais as 6 horas ( 4 meses a 1,5 h = 6,00 h) de uso gratuito mais o uso do computador pela cooperativa. E aqui surge outro problema que nos obriga a voltar no inicio e recalcular uso do computador fixo e gastos com mais instalacoes (impressora) e papel.
  • Mas de tudo isso, vimos que da ideia inicial de um armazem apenas com mercadorias, já surgiu uma atividade anexa beneficiando os socios: a internet em computadores partilhados, uma lan house.
  • Um bar num barracão anexo ao armazém?

Predatorismo (vulgo capitalismo) com informações, estatísticas e tendencias sociais

quinta-feira, março 7th, 2019

xxxx

Absurdo como a mente do homem moderno urbano esta alienada da realidade. Um longo artigo de um repórter coxinha entrevistando ricos pretensiosamente falando de um assunto a que dão um nome: capitalismo. Nenhum pronunciamento ou menção de 90 % da população mundial que se encontra na escassez e escravizada. Uma simples palavra tem a pretensão de resumir o complexo mundo dos sistemas sociais, das relações entre humanos e destes para com os objetos da Natureza. Longo texto totalmente inútil porque não fala de objetos reais, da matéria que constitui o mundo. A unica utilidade e` que fornece importantes números, como as porcentagens do povo que aprova ou não aprova o predatorismo – diga-se, capitalismo, comunismo, feudalismo, monarquia, etc.

https://www.forbes.com/sites/randalllane/2019/3/4/reimagining-capitalism-how-the-greatest-system-ever-conceivedand-its-billionairesneed-to-change/#5f2912f664c8

Reimagining Capitalism: How The Greatest System Ever Conceived (And Its Billionaires) Need To Change

“Just 56% of Americans say they have a positive image of capitalism, according to a Gallup poll last summer, compared with 37% who said the same thing about socialism. In a Fox News pollduring the same period, 36% of adults approved of a shift in the U.S. “away from capitalism and more toward socialism”—a huge increase from 2012, when just 20% said so.”

Atuacao dos predadores humanos: o assalto aos bens sociais

quinta-feira, fevereiro 7th, 2019

xxxxx

A meu ver tem varias falhas no video se for pensado para educar, informar o povo iletrado, os jovens desinformados. Palavras abstratas como liberalismo, mercado, financeiro, etc, sem demonstrar os objetos reais e seus movimentos tornam a mensagem ineficaz. Citar que as culpas são dos homens que ocupavam cargos publicos, como os presidentes, e esconder os nomes das pessoas que pagavam estes laranjas, os que no fim lucraram com os assaltos nas privatizações. As pessoas assaltadas tem que lutarem contra as pessoas assaltantes, as quais tem que serem identificadas, e não contra palavras e conceitos abstratos, ideologias, etc.

Minerais: Todas as importações dos USA

sexta-feira, dezembro 7th, 2018

xxxx

How much does the US depend on imports for key minerals?

https://www.politifact.com/west-virginia/statements/2018/dec/03/joe-manchin/how-much-does-us-depend-imports-key-minerals/