Archive for fevereiro 26th, 2010

Antes de julgar a Teoria da Matriz/DNA Universal, leia isto

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010

(Categoria “Ciência Acadêmica” com os prós e contras. Ver artigos: 

1) A Verdade Desaparece pelo “Efeito Declinante” – The Truth Wears Off by the ” The Decline Effect”. 

2)  Lista dos descobridores independentes ridicularizados mas depois justificados.  

CLOSEMINDED SCIENCE 

 http://amasci.com/weird/wclose.html 

Examinando os aspectos negativos da dinâmica social da ciência.

Eu não tenho tempo para tal e nem estou interessado em discutir abstrações tais como se esta teoria é científica, mística, ou apenas empírica, se é ciência acadêmica ou se sou mais um lunático vendedor de óleo de serpente, se é possível ou impossível: estou atrás de fatos, apenas fatos e reais, devidamente comprovados, que sirvam para testar os modêlos. Mas ninguém me ajuda nesta tarefa, e não condeno a Humanidade por isto, porque os motivos de todos foram os meus mesmos motivos quando me deparei com os modêlos pelas primeiras vêzes. Mas passados 30 anos de testes e hoje com o acumulo de evidências a favor da teoria, sinto muito a falta de ajuda que poderia acelerar e diversificar êstes  testes. Quando utilizo argumentos baseados nesta teoria num debate qualquer pela Internet, a imediata reação dos intelectuais formados pela visão de mundo da Academia é ridicularizar, ironizar o argumento, afirmar que preciso estudar o argumento correto e então me fornecem links para documentos cientificos os quais estou cansado de estuda-los. Os fatos apresentados nestes documentos foram por mim utilizados para testar os modêlos, e concluí que, ou em nada se referem aos fenômenos naturais tratados nos modêlos, ou que re-enforçam aprovando os modêlos. Parece que os acadêmicos perderam seus freios sôbre suas faculdades mentais pelo ceticismo emanado de uma visão de mundo particular, e desde que é uma visào de mundo humana, certamente é temporária, sera completada ou alterada, não pode ser definitiva. Pois como explicar que alguém te interrompa quando inicias a apresentar um argumento te mandando consultar algo que nada tem a ver com seu argumento ou que comprove o seu argumento? Claro que há algo errado com tal sujeito, e o que tenho feito é parar o debate imediatamente, não vai me ajudar em nada a opinião de quem está raciocinando de forma não-natural. Não estou aqui para ser doutrinado em nenhuma doutrina ( quem descobre uma nova e inédita visão do mundo é porque não estava doutrinado em nenhuma das anteriores), mas sim para debater as diferentes interpretações sôbre um mesmo fato em busca da interpretação correta a qual endireita nossos caminhos e não nos leve a continuar quebrando dolorosamente a cara contra a parêde, como aconteceu que tôdos os impérios e civilizações construídos pelo homem caíram porque foram contruídas com visões equivocadas da realidade. Então encontrei uma obra que pensa brilhantemente êste vício mental que afeta tais sujeitos, com uma lista enorme de evidências provando que o vício produz malefícios, e como preciso dela para tentar despertar tão afoitos contestadores, vou deixa-la aqui registrado para sempre que necessário me socorrer dela. Trata-se inicialmente de um website intitulado:  CLOSEMINDED SCIENCE, pelo autor Bill Beauty, no enderêço:http://amasci.com/weird/wclose.htmlEu concordo que uma idéia nunca imaginada antes, nunca divulgada em lugar algum, que é contrária a outra idéia largamente divulgada, nos faça reagir negativamente contra ela. Mas a História apresenta uma lista interminável de casos de indivíduos que apresentaram a nova e estranha idéia, foram rechaçados pela reação negativa de tôdos, mas depois as evidências da realidade provaram que êle era o único que pensou certo e todos os outros pensaram errado. Claro que não tenho a presunção de ser inserido nesta lista, meu interêsse como disse antes são “os fatos”. O autor inicia dizendo: “O ceticismo é uma ferramenta preliminar da ciência. Mas nós seremos hipócritas se nós nunca dirigimos um olho céptico para o próprio ceticismo científico. Os comportamentos imperfeitos e errados estão livres para crescer sem limite, e o cepticismo não é imune a este problema. Descontrolada credulidade pode destruir a Ciência, mas a desenfreada descrença não é uma ameaça menor pois pode produzir uma polarização que lide apenas com um restrito aspecto dos fenômenos naturais, ridicularizando quaisquer idéias que ultrapassem estas fronteiras e que nunca foram experimentadas. O melhor é adotar uma trilha média entre a mentalidade totalmente fechada e a credulidade total.” “A mente gosta de uma idéia estranha tão pouco como o corpo gosta de uma proteína estranha e a resiste com energia similar. Talvez não seria demasiado fantástico dizer que uma idéia nova é o antígeno de mais rapidamente actuação conhecido à ciência. Se nós prestar-mos atenção, nós nos  encontraremos frequentemente nêste êrro em que nós começamos a discutir uma idéia nova mesmo antes que ela esteja indicada completamente.” – Wilfred Trotador, 1941 

Lista dos descobridores independentes ridicularizados mas depois justificados:  

  

·         Crick e Watson (ADN)  

Foram instruídos a abandonarem sua pesquisa, a universidade não disponilizava seus recursos principalmente depois que Pauling, que era um doutor academic, que estava fazendo a pesquisa mas com diferente abordagem, ridicularizou-os como “amadores que nada sabem”.  Como essa pesquisa não era laboratorial, no sentido de empregar utensílios e experiências laboratoriais, mas era mais uma pesquisa filosófica naturalista ( tentar conectar os fatos de novas maneiras até que uma faça sentido) Crick e Watson continuaram-na clandestinamente, ilicita mesmo de acôrdo com os regulamentos acadêmicos. Da mesma forma a Teoria da Evolução não surgiu de experimentação labotatorial mas sim por uma nova maneira de conectar os fatos. Mas também a Teoria da Matriz/DNA foi resultado do mesmo método.·         Baird, John L. (câmara de televisão) 

Quando o primeiro sistema de televisão foi demonstrado à sociedade real (cientistas britânicos,) escarnecedores ridicularizam-no. 

·         C.J. Doppler (efeito de Doppler)  

Propôs  uma teoria do efeito de Doppler ótico em 1842, mas foi oposicionado  amargamente por duas décadas porque não sua teoria coube com a física aceitada do tempo (contradisse a teoria Luminiferous do Aether). O Efeito Doppler foi provado finalmente para em 1868 em que  W. Huggins observou deslocamentos vermelhos e deslocamentos azuis em espectros estelares. Infelizmente isto era quinze anos depois que Doppler tinha morrido.  

E assim a lista continua. Se o leitor não quiser ir no site original e ver a tradução ainda mec6anica aqui, veja um nome e depois o procure nas definições abaixo.

Arrhenius (química do íon)  

Alfven, Hans (galáxia-escale a dinâmica do plasma)  

Bakker, dinossauros de Robert (rápido, warm-blooded)  

Bardeen & Brattain (transistor)  

Bretz J Harlen (geologia da idade de gelo)  

Chandrasekhar, Subrahmanyan (buracos negros em 1930)  

Chladni, Ernst (meteorito em 1800)  

Crick & Watson (ADN)  

Doppler (efeito de Doppler ótico)  

Povos, Robert L. (existência e importância do nanobacteria)  

Galvani (bioelectricidade)  

Harvey, William (circulação do sangue, 1628)  

Krebs (energia do ATP, ciclo de Krebs)  

Galileo (suportado o ponto de vista Copernican)  

Gauss, Karl F. (geometery nonEuclidean)  

Binning/Roher/Gimzewski (microscópio da exploração-escavação de um túnel)  

Goddard, Robert (navios de espaço rocket-powered)  

Goethe (teoria da cor da terra)  

Ouro, Thomas (depósitos non-biological profundos do petróleo)  

Ouro, Thomas (bactérias da mina profunda)  

Lister, J (sterilizing)  

T Maiman (laser)  

Os “conceitos que provaram que útil para requisitar coisas supor facilmente tão grande uma autoridade sobre nós, de que nós esquecemos sua origem terrestre e aceitamo-las como fatos unalterable. Tornam-se então etiquetados como “necessidades conceptuais,” etc. A estrada do progresso científico é obstruída freqüentemente por longos períodos por tais erros. “- Einstein  

Margulis, Lynn (organelles endosymbiotic)  

Mayer, Julius R. (a lei da conservação de energia)  

Marshall, B (úlceras causadas pelas bactérias, pelos piloros do helicobacter)  

McClintlock, Barbara (elementos, de “genes salto”, transposons genéticos móveis)  

Newlands, J. (tabela periódica do pre-Mendeleev)  

Nottebohm, F. (neurogenesis: os cérebros podem crescer os neurônios)  

Ohm, George S. (lei de ohm)  

Ovshinsky, Stanford R. (dispositivos de semicondutor amorfos)  

Pasteur, Louis (teoria de germe da doença)  

Prusiner, Stanley (existência dos prions, 1982)  

Rous, Peyton (cancro da causa dos vírus)  

Semmelweis, I. (mãos da lavagem dos cirurgiões, febre puerperal)  

Steen-McIntyre, Virgínia (villiage dos indianos dos E.U. do sudoeste, 300,000BC)  

Tesla, Nikola (ressonância elétrica da terra, ressonância de “Schumann”)  

Tesla, Nikola (motor de C.A. sem escova)  

Van’t Hoff de J H (as moléculas são 3D)  

Warren, Warren S (falha na teoria de MRI)  

Wegener, Alfred (tração continental)  

Wright, Wilbur & Orville (máquinas de vôo)  

Zwicky, Fritz (existência da matéria escura, 1933)  

Zweig, George (teoria do quark)  

“O estudo da história é um antídoto poderoso à arrogância contemporânea. Humbling para descobrir não uma vez quanto de nossas suposições simplistas, que nos parecem novos e plausíveis, foram testados antes, mas muitas vezes e em guisas inumeráveis; e descoberto para estar, a grande custo humano, completamente falso.” – Paul Johnson  

  

Arrhenius (química do íon)  

Sua idéia que os eletrólitos estão cheios de átomos carregados foi considerada louca. A teoria atômica era nova naquele tempo, e todos “soube” que os átomos eram indivisible (e daqui não poderiam perder ou ganhar nenhuma carga elétrica.) Por causa de sua idéia heretical, recebeu somente seu grau de universidade por uma margem muito estreita.  


 

Hans Alfven (galáxia-escale a dinâmica do plasma)  

Os astrónomos pensaram que a gravidade sozinho é importante em sistemas solares, nas galáxias, na idéia etc. Alfven que a física de plasma é de igual ou a maior importância à gravidade derided por décadas.  

 


 

  

Robert dinossauros de Bakker (rápido, warm-blooded)  

Todos sabe que os dinossauros são como monstro de Gila ou tartarugas grandes: grande, lento, e intolerante do frio. E são tudo monótonos verde-oliva colorido demasiado! :)  

   


 

  

Bardeen & Brattain (transistor)  

Ridiculed, mas sua saliência W. Shockley nixed sua idéia, e quando começaram a investigar, fêz-lhes o batente. Montaram o seu ponto-contatam a experiência em um carro rodado e continuaram. Poderiam shove o em um armário sempre que a saliência veio perto.  

   


 

  

J Harlen Bretz  

Décadas resistidas do escárnio como o laughingstock do mundo da geologia. Seu crime era insistir que as quantidades enormes de evidência mostraram que a paisagem do deserto do “scabland” do estado de Washington oriental tinha resistido uma catástrofe antiga: uma inundação de proporções staggering. Este era heresia imediato, desde a comunidade da geologia do tempo teve a opinião dogmático em uma posição “uniformitarian”, onde todas as mudanças devessem ocorrer incremental sobre escalas de tempo vastas. Bretz foi justificado nos anos 50. Citações: “Todos meus inimigos estão inoperantes, assim que eu tenho ninguém a regozijar-se sobre.”  

   


 

  

Subrahmanyan Chandrasekhar (buracos negros em 1930, squashed por Eddington)  

Chandra originou a teoria do buraco negro e publicou diversos papéis. Foi atacado viciously por seu senhor Arthur Eddington do colega do fim, e sua teoria foi desacreditada nos olhos da comunidade de pesquisa. Eram errados, e Eddington tomou aparentemente tal ação forte baseada em uma teoria incorreta do animal de estimação do seus próprios. Na extremidade Chandra não poderia mesmo levar a cabo uma carreira em Inglaterra, e moveu sua pesquisa para o U. de Chicago em 1937, trabalhando na obscuridade relativa por décadas. Outro redescobriram a teoria do buraco negro trinta anos mais tarde. Ganhou o prêmio 1983 de Nobel na física, reconhecimento principal somente cinqüênta anos. Nunca subestime a tendência deseguimento da comunidade da física, ou o poder do ridículo quando usado por povos da estatura tais como Eddington.  

  


 

Chladni (meteorito em 1800)  

A comunidade científica considerou meteorito na mesma maneira que os cientistas modernos consideram abducções do UFO e o fenômeno psíquico: as superstições catitas acreditaram somente por povos do camponês. Todos os relatórios de testemunha ocular foram descridos. Em um ponto o ridículo tornou-se tão intenso que muitos museus com os meteorito em suas coleções da geologia decidiram trash aquelas amostras valiosas. (O cepticismo às vezes hostil controla a realidade, e a evidência a mais forte é editada para conformar-se às descrenças do consenso.) Finalmente no 1800’s adiantado Ernst Chladni sentou realmente para baixo e inspecionou a evidência profissional, e encontrou que os meteorito reivindicados eram rochas conhecidas inteiramente desiguais da terra. Seu estudo mudou algumas mentes. Certas grandes quedas do meteoro foram testemunhadas ao mesmo tempo por cientistas, e a maioria que insistiu que somente os camponeses ignorantes viram nunca tais coisas shamed no silêncio. A maré da descrença desloc… contudo deste evento importante não é ensinada aos estudantes da ciência, e aquelas ignorantes de tal história repetem tais falhas repetidamente, como com a descrença hostil a respeito do relâmpago da esfera. 

 


 

  

Povos de Robert L. (existência e importância do nanobacteria)  

As bactérias descobertas com diâmetros distante abaixo de 200nM extensamente atual nas amostras minerais, capazes a ambas metabolizam metais e para criar encrustations do cálcio. Props seu grande papel na criação da rocha “metamórfica” e da corrosão diária do metal. Estas idéias foram rejeitadas com hostilidade porque o diâmetro bacteriano é demasiado pequeno incluir bastante material genético ou ribosomes, e parecem imunes às técnicas comuns da esterilização.  

   


 

  

Galvani (bioelectricidade)  

“Chamam-me o instrutor da dança das râs.”  

   


 

  

William Harvey (circulação do sangue)  

Sua descoberta da circulação de sangue causou a comunidade científica do momento de condená-lo ao ostracismo.  

   


 

  

Krebs (energia do ATP, ciclo de Krebs)  

   


 

  

Galileo (suportado o ponto de vista Copernican)  

Não era as autoridades da igreja que recusaram olhar através de seu telescópio. Era seus cientistas companheiros! Pensaram que isso usar um telescópio era uma perda de tempo, desde mesmo se viram a evidência para reivindicações de Galileo, ele poderia somente ser porque Galileo bewitched as.  

   


 

  

Gauss de Karl F. (geometery nonEuclidean)  

Manteve o segredo sua descoberta da geometria não-Euclidean por trinta anos por causa do medo do ridículo. O trabalho similar mais tarde publicado de Lobachevsky e ridiculed. Depois que a morte dos gauss seu trabalho foi publicada finalmente, mas mesmo então tomou décadas para Noneuclidean Geometery para virar matematicamente a opinião “pura” do grego do geometery, e para ganhar a aceitação entre os profissionais.  

   


 

  

Binning/Roher/Gimzewski (microscópio da exploração-escavação de um túnel)  

Inventado em 1982, outros cientistas de superfície recusaram acreditar que aquele átomo-escala a definição era possível, e as demonstrações do STM em 1985 estiveram encontradas ainda pela hostilidade, pelos gritos, e pelo riso dos especialistas no campo da microscopia. Seus descobridores ganharam o prêmio de Nobel em 1986, que foi distante em forçar uma mudança raramente rápida na atitude dos colegas.  

   


 

  

R. Goddard (navios de espaço rocket-powered)  

Goddard era relativamente obscuro até finais de 1944, quando aquelas fantasia repugnantes de Jules-Verne, os navios de espaço rocket-powered, chover começado para baixo em Londres durante WWII. (Pela analogia, imagine a consternação da comunidade científica se Iraque respondeu à tempestade de deserto com as frotas de UFOs de incandescência w/deathrays!) 

“O procedimento inteiro [do tiro sobe rapidamente no espaço]… apresenta a dificuldades de tão fundamental uma natureza, isso nós somos forçados a demitir essencialmente a noção como impraticável, apesar da apelação insistente do autor põr de lado prejudic e recordar a impossibilidade suposta do vôo do pesado-do que-ar antes que estêve realmente realizada.”
– Senhor Richard camionete der Riet Wooley, astrónomo britânico, revendo foguetes de P.E. Cleator “no espaço”, NATUREZA, março 14, 1936
 

“Esta idéia insensata do tiro na lua é um exemplo dos comprimentos absurdos a que a especialização vicioso carreg cientistas.” – A.W. Bickerton, físico, NZ, 1926  

   


 

  

Goethe (teoria da cor da terra)  

   


 

  

T. Ouro (depósitos non-biological profundos do petróleo)  

   


 

  

T. Ouro (micróbios da mina profunda)  

   


 

  

J. Lister (sterilizing)  

   


 

  

T. Maiman (laser)  

Ridiculed, mas sua saliência disse o No. a sua “idéia do maser ótico”. Maiman recebeu o financiamento somente depois a ameaça parar e levar a cabo o laser em sua garagem. Contudo, a pesquisa em curso era uma batalha, e seu financiamento foi puxado duas vezes.  

   


 

  

Lynn Margulis (organelles endosymbiotic)  

Em 1970 Margulis foi negado não somente o financiamento mas igualmente sujeitado ao escárnio intenso por revisores no NSF. “Eu fui girado lisa para baixo,” Margulis disse, e os oficiais das concessões adicionaram “que eu devo nunca se aplicar outra vez.” Os livros de texto citam hoje sua descoberta como o fato; as pilhas dessa planta e de animal são realmente as comunidades das bactérias de cooperação. Mas não fazem nenhuma menção das barreiras erigidas pela comunidade biológica de encontro a estas idéias novas. Mesmo as idéias de Margulis sobre a cooperação na evolução não são aceitadas hoje extensamente, e estão fazendo somente o progresso lento de encontro à suposição que a evolução envolve exclusivamente o egoismo absoluto e a competição pura.  

   


 

  

Julius R. Mayer (a lei da conservação de energia)  

O papel original de Mayer foi rejeitado insolente pelos jornais principais da física do tempo.  

   


 

  

B. Marshall (úlceras causadas pelas bactérias, pelos piloros do helicobacter)  

As úlceras estomacais são causadas pelo ácido. Todos os médicos souberam este. Marshall necessário aproximadamente?? anos para convencer o estabelecimento médico mudar sua opinião e aceitar que seu conhecimento confiável era errado; era nada mas um difundido acredita, e que as úlceras são realmente uma doença bacteriana 


 

B. McClintlock (elementos, de “genes salto”, transposons genéticos móveis)  

Ganhou o Nobel em 1984 após a resistência  de 32 anos em que foi ridicularizado e ignorado.  


 

J. Newlands (tabela periódica do pre-Mendeleev)  

   


 

  

Ohm de George S. (lei de ohm)  

A publicação inicial do ohm foi encontrada com ridículo e destituição. Seu trabalho foi chamado “um tecido da fantasia despida.” Aproximadamente dez anos passaram antes que os cientistas começaram a reconhecer sua grande importancia.  

   


 

  

Fernando Nottebohm  

Os cérebros do mamífero nunca crescem os neurônios novos após o nascimento? Nós somos dados um número do jogo de neurónios, e nós podemos somente matá-los mas não fazer novos? Após vinte anos como uma minoria ridiculed, o trabalho de Nottebohm com cérebros do songbird foi tomado finalmente seriamente, e os biólogos de hoje reconhecem agora que o dogma antiquíssimo era errado: os cérebros regeneram os neurônios após tudo. Até à data do final dos anos 90 a informação não alcangou ainda a maioria da comunidade biológica, nem o público geral.  

   


 

  

L. Pasteur (teoria de germe da doença)  

   


 

  

Prusiner, Stanley (existência dos prions, 1982)  

Prusiner resistiu a mofa dos colegas para sua teoria do prião que explicam a doença das vacas loucas, mas vidicated ganhando o Nobel.  

   


 

  

Stanford R. Ovshinsky (dispositivos de semicondutor amorfos)  

Os físicos “souberam” que as microplaquetas e os transistor poderiam somente ser feitos das fatias caras de semicondutor single-crystal ultra-puro. A invenção da descoberta de Ovshinsky de semicondutores transparentes foi atacada por físicos e ignorada então para mais do que uma década. (Quando a evidência contradisser a opinião do consenso, inspecionando que a evidência se transforma de algum modo uma perda de tempo.) Ovshinsky era falido e desprovido quando finalmente o japonês tomou o interesse e financiou seu trabalho. O resultado: a ciência nova da física amorfa do semicondutor, assim como a tecnologia de semicondutor thin-film barata (em particular célula solar amorfa, os componentes da fotocopiadora, e os CDROMS writeable vendidos por Afiado Inc.) fêz milhões para Japão um pouco do que para os E.U.  

   


 

  

Ignaz Semmelweis (os cirurgiões lavam as mãos, a febre puerperal)  

Semmelweis trouxe à comunidade médica a idéia que matavam um grande número mães novas trabalhando com as feridas festering na cirurgia, então ajudando imediatamente com nascimentos sem mesmo lavar entregam. Tal verdade era demasiado vergonhosa distante para uma comunidade dos peritos a aceitar, assim que foi ignorado. Semmelweis terminou finalmente acima em um hospital mental, e suas idéias travaram o fogo depois que tinha morrido.  

   


 

  

Virgínia Steen-McIntyre (encontrado esse os villiages indianos antigos datam a 300,000BC)  

Steen-McIntyre tropeçou inocente no heresia quando encontrou a evidência ampla que os estabelecimentos nativos no sudoeste dos EUA tinham 300.000 anos velhos. Isto danificou aqui a carreira, desde as datas aceitáveis ao arqueólogo que a comunidade é mais como 50,000BC.  

   


 

  

N. Tesla (ressonância elétrica da terra, chamada agora ressonância de “Schumann”)  

   


 

  

N. Tesla (motor de C.A. sem escova)  

Um motor de C.A. que faltasse escovas era provavelmente um exemplo de uma máquina do movimento perpétuo.  

   


 

  

Van’t Hoff de Jacobus Henricus (teoria das moléculas 3D)  

Como um recém-chegado relativo e desconhecido, foi atacado e ridiculed propor que uma estrutura 3D tetrahedral explicasse muitos problemas na química. Seus inimigos foram ràpida silenciosos, e finalmente seus modelos ridículos do cartão ganharam o primeiro prêmio de nobel na química (1901.)  

   


 

  

Alfred Wegener (tração continental)  

   


 

  

Peyton Rous (cancro da causa dos vírus)  

   


 

  

Warren S. Warren (falhas na teoria de MRI)  

Warren e sua equipe em Princeton seguiram para baixo uma anomalia magnética da ressonância e encontraram uma faceta nova à teoria de MRI: gire interações entre as moléculas distantes, incluindo efeitos deterministic do caos. Os colegas souberam que era errado, e advertido lhe que seus resultados loucos pôr em perigo sua carreira. Princeton prendeu um “assado”, uma apresentação falsa mean-spirited que zomba seu trabalho. Warren começou então a encontrar cancelamentos do financiamento. Após aproximadamente sete anos, a maré do ridículo girou e Warren foi justificado. Suas descobertas estão conduzindo mesmo às técnicas novas de MRI. Veja: NOTÍCIA da CIÊNCIA, janeiro 20 2001, V159 N3, da “controle rotação” (chamada de capa)  

  


 

Bros de Wright (máquinas de vôo)  

Após seu sucesso de Kitty Hawk, o Wrights voou sua máquina em campos abertos ao lado de uma linha de trilho ocupada em Dayton Ohio por quase um ano inteiro. As autoridades americanas recusaram vir aos programas demonstrativos, e o compartimento americano científico publicou histórias sobre “os irmãos de encontro.” Mesmo os jornais locais de Dayton nunca emitiram-nos um repórter (mas se queixe sobre todas as letras que recebiam dos “crazies locais” quem relatou muitos vôos.) Finalmente o Wrights embalou acima e moveu-se para Europa, onde causaram uma sensação de noite e venderam contratos dos aviões a France, a Alemanha, a Grâ Bretanha, etc.  

  


 

  

George Zweig (teoria do quark)  

Zweig publicou a teoria do quark no CERN em 1964 (chamando os “ás “), mas todos sabe que nenhuma partícula pode ter 1/3 de carga elétrica. Um pouco do que recebendo o reconhecimento, encontrou barreiras duras e foi acusado de ser um charlatan.  

   


 

  

Fritz Zwicky (matéria escura)

Sabido na comunidade de pesquisa do astro como “Fritz louco,” Zwicky investigou estatísticas da órbita de conjuntos galácticos em 1933 e concluiu que a maioria da massa teve uma fonte desconhecida invisível. Foi ignorado, demitido como um eccentric.