Archive for outubro 1st, 2011

Não Quer Aquêles Pensamentos Pentelhos? Tome Uma Pílula de Microglial

sábado, outubro 1st, 2011
Célula Microglial

Célula Microglial - é tôda essa coisa verde aí - caminhando dentro de seu cérebro!

O cérebro poderia ser visto como aquelas pesadas nuvens escuras com raios e relampejando contínuamente. Quando isso acontece à noite aqui na selva, corro a pegar a máquina fotográfica para bater fotos usando os clarões como flashs naturais… Mas é uma imagem que permanece 24 horas por dia e durante todo o tempo de sua existência, e dentro da sua cabeça! Na minha nem tanto porque só tem um neuronio funcionando… Mas na Matrix/DNA temos especial interêsse em buscar o conhecimento sõbre êstes raios e relampagos porque suspeitamos que a evolução vai fazer com que cada vez mais os clarões intercalados vão se fixando, até tudo se tornar uma esfera de luz fixa e pura: a mente. Você vai andar na rua emitindo luz pela cabeça como se sua cabeça fôsse uma lampada! ( e aqui dá para ter uma idéia como serão os E.Ts mais evoluídos que nós). Suspeitamos disso porque descobrimos que qualquer espectro da Luz contem o Código para um Ciclo Vital e foi a fórmula para criar todos os sistemas naturais. A mente de Luz pura será o retorno para antes da origem dêste mundo… Se somos os genes de um processo de reprodução ocorrendo dentro dêste Universo, nossos pais ex-machine são Luz pura… Por isso entro de corpo e alma nessa investigação: sinto que estou tocando os pés de Deus…

Luz - O Código do Ciclo Vital

As variações de ondas do espectro eletro-magnético de um raio de Luz contem o código para mover a matéria no sentido de constituir o Ciclo Vital – segundo minha primeira interpretação das fórmulas da Matrix/DNA. Seria a Luz o instrumento que Deus usa para criar Universos e Vida?!

Observe que a sequência das côres é a mesma do arco-íris e da figura da “aura com seus sete chakras”, conforme a crença oriental. Seria mera coincidência? Mas observe que a figura da aura com as duas serpentes de kundaline e os chakras entre elas é muito parecida com a figura do DNA, com suas duas hastes vivas e as bases no meio. Seria de fato existente a aura e seria ela uma grande imagem de DNA feito de Luz? Ou seria a Matrix Universal? O que você acha? Estamos investigando tôdas as hipóteses.

Veja acima sua faixa de idade e qual a côr/sintonia de onda que lhe é mais adequada agora.

Agora uma nova descoberta lança mais energia apimentada nessa nossa investigação, deixando-nos excitados. Ela está no artigo:

TheGuardian
Neurophilosophy MoConstand’s blog

http://www.guardian.co.uk/science/neurophilosophy/2011/aug/19/neuroscience-microglia-synapses

(Google isso. Raios,… alguem do WordPress me ensina rápido como colar links aqui pois não tenho tempo para procurar instruções?)

The brain treats unwanted synapses like invading microbes
Posted on 09.25 EDT

Traduzindo e resumindo:

O cérebro humano é um orgão de estonteante complexidade (só podia ser depois de 13,7 bilhões de anos de evolução!…), com centenas de bilhões de neuronios e células gliais formando algo como um quatrilhão de conexões, ou sinapses.

Com tantas sinapses/relampagos isto deve parecer uma tempestade! Mas aqui meu unico neuronio já tem uma pergunta:
– “É só tempestade? Não chove dentro do cérebro?!”
E aí meu próprio neuronio responde:
– “Quando a tempestade é muito forte, causa dor e chove sim, por isso, você solta lágrimas pelos olhos…”

Produzir estas conectividades é uma gigantesca tarefa, e o cérebro aplica uma quantidade de estratégias para se assegurar que o processo corra suave – para isso êle produz mais células do que necessita ativadas em cada momento, e estas excedentes, em turno, formam muitas mais sinapses do que as requeridas numa operação prática e urgente. Redundante conexões são então removidas num processo denominado “pruning”.

Até ontem nós sabíamos que pruning ocorre bem nos adultos. Mas exatamente como o cérebro descarta suas indesejadas conexões era desconhecido. Uma equipe de pesquisadores italianos estava comendo spaghetti… ooops… escorreguei numa conexão indesejada… Uma equipe de pesquisadores italianos estavam pesquisando e agora revelam o surpreendente mecanismo pelo qual pruning ocorre – êle é executado por células denominadas “microglia”, as quais patrulham o cérebro e cercam engolindo indesejadas sinapses como se estas fôssem micróbios invasores!

Bem, o dever está me chamando lá fora e tenho que parar a tradução do longo texto. Mas não saio sem antes registrar aqui a voz de meu inquieto neuronio.

Raios, até prova em contrário, o cérebro é uma grande porção de átomos. O que essa sôpa de átomos sem muito caldo entende de pensamentos, quais os bons e quais os ruins…?! Ok… podemos pensar que esse mecanismo só funciona para o sistema nervoso automatico, o qual não precisa de pensamentos, mas é feito com sinapses. Se assim for, quando existe um comando para a valvula do coração se abrir, apareceria uma conexão com uma célula excedente onde estaria registrada a informação “tire as calças”, que insistiria em se ativar e produzir uma sinapse, e automaticamente o cérebro a anularia porque para abrir uma valvula não se precisa tirar as calças. Mais ou menos por aí?

É como quando vou na missa e os adultos estão todos sérios rezando e eu tento fixar o pensamento em Jesus Cristo e rezar sériamente tambem, mas quando chega naquela hora do “… e não deixai-nos cair em tentação …” me vem na cabeça não sei de onde a imagem da minha vizinha quando a peguei pelada saindo do banheiro… uma conexão microbial invasora que não me deixa rezar sério. É por isso que na igreja vejo pessoas dando tapas na própria cabeça como se querendo matar uma môsca importuna? Agora já sei; vou carregar capsulas contendo célula microglial e toda vez que um pensamento pentelho… tomo uma pílula.

Diz o artigo que ” as microgliais sào relacionadas às células do sistema imunológico chamadas macrófagos, e executam similar função, formando a primeira linha de defesa contra invasores, como tambem realizando tarefas de faxina dentro de casa.”

A palavra “função” lembra “sistemas”, e para nós, mais exatamente a fórmula Matrix/DNA dos Sistemas Naturais. Observando a fórmula, deduzimos rápidamente que as miclogliais estão executando a Função 7. Então começamos a entender porque essa sôpa disforme de átomos chamada cérebro age como se fôsse um outro ser inteligente dentro de nós atuando separado e independente da nossa inteligência: está agindo como se fôsse inteligente: quem atua é aquela porção de informações que excede a soma das informações das partes, chamada “sistema”. É o software por trás do hardware, quer dizer, da sôpa…

( Tema para voltar, corrigir êrros digitação no texto, traduzir todo o artigo e pesquisar co-relações)

The Universal Matrix/DNA Described/Decoded

sábado, outubro 1st, 2011

Encontrada hoje mais uma versão da Teoria da Matrix. Por enquanto a ví apenas em 5 vídeos no Youtube, nada mais sei sôbre o autor e sua teoria.

(Mas como o vídeo é inglês, aqui vai uma dica: veja na base do vídeo as letras CC, clique nelas, vai aparecer “Captions” e “transcribe vídeo” : clique aí para poder ler o texto falado)

http://www.youtube.com/watch?v=zTaHASbWAU0&NR=1 – ( Google isso )

Link to the video: http://youtu.be/zTaHASbWAU0

A teoria de 5ST4RCREAM144 foi elaborada pela observação de que a maioria das formas naturais estáticas ao lance curto do olhar humano (a forma do céu, dos neuronios no cérebro, das folhagens de uma árvore, etc.) evidenciam a existência de uma fórmula padrão universal, como se fôsse uma espécie de sombra, de blueprint, a qual êle denomina de “Matrix”. E êle sugere que essas sombras denotam a existência de hologramas, ou seja, tôda as unidades em que a matéria se encontram organizadas em corpos ou objetos, ou rêdes, networks, de conexões entre objetos, seriam mera projeção de um pano de fundo constituído por um Universo Holográfico.

Então eu e o 5ST4RCREAM144 temos algo em comum: ou somos ambos loucos no mesmo grau da loucura, ou nossos cérebros foram préviamente hard-wireds para notarem e serem obsecados por padrões comuns de formas na Natureza. a maioria das pessoas passam a vida ao grosso acima dêstes detalhes das formas e quando alguem chama-lhes a tenção para notar isso fogem rapidamente sem quererem raciocinarr a respeito e afirmando que nada tem a ver. Eu respeito essa opinião e a considero como possivelmente a correta. Eu e o 5ST4R seríamos os errados. Mas ainda ninguem tem provas factuais e portanto sómente o tempo dirá quem foram os loucos.

Mas existe uma gritante diferença entre eu e o 5ST4R, a qual determinou o diferente resultado de nossas investigações. 5ST4R vive num país de primeiro mundo e parece ser rico, pois pode aplicar caros recursos para fazer vídeos. Eu fui menor abandonado num país de terceiro mundo e depois um mero macaco melhorado na selva amazônica de onde extraí os meus “padrões”, meu recurso para investigar era apenas lápis e papel, como mostra o desenho azul feito de cócoras e nos joelhos, na minha home-page sôbre o primeiro esboço da Matrix/DNA. Os nossos diferentes niveis de necessidade e revolta ou satisfação com a existência, fêz com que um fôsse mais espiritualista e buscasse algo mistico e sagrado nas formas estáticas sem muito compromisso com a urgencia de atuação pratica para mudar o mundo (bem no modêlo dos misticos e mestres contempladores orientais); o outro, desesperado, foi exclusivamente materialista, buscando formas de ação aqui e agora, por isso tendeu a ver a Matrix/DNA nas formas dinâmicas e materiais (mais no modêlo do cientista ocidental).

Mas o que manda o bom senso fazer agora? Quando existem as duas faces extremas de um mesmo e unico fenômeno, ou seja, quando se pode ver a dualidade universal manifestada na sua inteireza, temos a oportunidade de aplicar a sabedoria procurando e calculando qual é o ponto de equilibrio, o meio-têrmo, entre as duas. As duas são mentiras, se isoladas, mas são parters ínfimas da verdade quando unidas, sendo que a verdade final está na alternativa do meio. Então temos que por a alta espiritualidade holografica de 5ST4R numa folha sôbre a mesa ao lado de outra folha com a minha alta materialidade computacional, e tentar ver o que resulta como alternativa do meio. Pode ser que num extremo a Matrix seja hologramas, no outro extremo seja softwares, e no meio, a verdadeira “verdade”: LUZ.

Onde nós dois ficamos boiando. Terá que aparecer alguem mais evoluido para lidar com a LUZ. Ou alguem mais evoluído para provar que não existe nada disso. Como? Uma maneira seria apresentar em laboratório neuronios ou cérebros deformados que criassem apenas por si mesmo tôdas estas imagens de Matrixes. Eu não ficaria mais triste se constatar que sou débil mental; já fui tão reduzido na minha insignificancia que reduzir-me mais ainda, nenhum efeito mais danoso poderia produzir.

Para nós, agnósticos/naturalistas, tentamos raciocinar tuddo sôbre a Matrix/DNA como sendo composta de duas faces que se retroalimentam, mas usando como comparação algo que conhecemos materialisticamente – o computador. Então vemos a Matrix/DNA em têrmos de software (invisivel a ôlho nu), e hardware (concreto, palpavel).

Para quem não é naturalista/materialista, e sim místico, e tem necessidade de ver o divino ou sagrado em todas as coisas, pode estudar a Matrix/DNA e vê-la como o elo entre Deus e a Sua criação, ou seja, o tentáculo de Deus para atuar na matéria, se mudar seu ponto de referencia, vendo-a não através do computador, mas sim formada de matéria e holograma.

Agora, em nossas ultimas pesquisas fomos descobrir as origens da Matrix/DNA na forma da LUZ (ver artigos na categoria LUZ). Isso complica nossa cabeça já super-bombardeada de informações e conjecturas próprias tentando agarrar e conectar essa avalanche de massa de dados, e não conseguimos ainda digerir essa nova facêta da Matrix/DNA. Talvez a Matrix/DNA não seja, em sua essência ultima, nem software nem holograma, e sim, luz. Deus se manifestaria aqui usando a luz? Mas o que sabemos da luz, principalmente a natural? Quase tudo que temos hoje no estudo da luz vem da forma de raio laser, mas dêste criado no laboratório, portanto artificial.

Quanto ao assunto “reptilianos” que está em todo lugar na Internet hoje, e o fato de 5ST4R suspeitar que são verdadeiros, aprendí aqui algo importante que vai merecer uma pesquisa:

A Matrix/DNA apresenta duas fases evolutivas num ciclo da evolução: a primeira fase dos ovos botado fora, a face esquerda da Matrix/DNA, e a segunda fase, dos ovos mantidos dentro e protegidos, a face do tôpo da Matrix/DNA. Na evolução dos sistemas biológicos na Terra tivemos estas duas fases, sendo que a dos ovos botados fora e abandonados à própria sorte veio desde as primeiras formas de vida e chegou até os repteis; a segunda fase começou quando um réptil desenvolveu a parafernália para ser mamifero. ora, a face da matrix/DNA que era a líder no céu e caiu na Terra é a face de sistema fechado em si mesmo. Então é possível que a “mente” dela seja prenchida com valores da primeira fase, ou seja, daquela cujo corolário é a forma do réptil. A Matrix/DNA fechada no céu é aqui denominada LUCA e tem sua fotografia aqui revelada. E a tendencia de todos os genes-fótons que veio dela é reproduzir LUCA. O qual vemos a relação com o réptil. E aqui me surgiu uma suspeita que me pareceu gelar o sangue nas veias e arrepiar o corpo todo: será que LUCA tinha uma mente/software viva e existente, que tambem tivesse seus psico-genes-fótons, os quais se propagariam no espaço como os caídos na Terra, e formassem seres reptilianos, talvez de constituição fotonica, ou holografica? E estariam vivendo perto do nucleo da Terra para sugar sua energia matricial e nos dominando para nos encaminhar na direção de reproduzir-mos o corpo fisico de LUCA para que essa mente possa reincarnar? Meu Deus!

Isso faz muito sentido, tudo se conecta numa unica linha lógica! Mas será que este mundo nos reservaria tantas surpresas como a de uma dimensão invisivel convivendo aqui e agora conosco da qual não estejamos percebendo nada?! Não nos esqueçamos que na Terra, nós, humanos, estamos vivendo um sistema que não tem nada a ver com nosso “humanismo”. Será?!

xxxxxxx

Meus Comentários: ( http://www.youtube.com/all_comments?v=zTaHASbWAU0 )

5T4RS, Congratulations for thinking beyond the common man and thanks by suggesting another pathway for the search of the final thru. You must know my theory “The Universal Matrix/DNA of Nnatural Systems”. and the article (artigo, em português) “The Universal Matrix/DNA Described/Decoded” where I talk about your valious work. You have sugested new ways where I can find more evidences for my models, maybe you will find it also in my website. Let’s go working tohgether?

xxxxxxxx

@amyalewine: It is missing something in the Mandelbrot fractal for adjusting to a real living world: the universal fractal is a Matrix but it must be a system, and working, alive. I am suggestuing a model of it in my website. The phi number of sacred geometry, 1618, is the point of the systemic circuit where begins the process of replication, reproduction, of one fractal to another, the Matrix. The mind of the establishment has a bias towards the selfish face of the Matrix, the closed system.

Reptilianos e LUCA: Nova tese nasce como um estalo de “auê” !

sábado, outubro 1st, 2011

Quanto ao assunto “reptilianos” que está em todo lugar na Internet hoje, e o fato de 5ST4R suspeitar que são verdadeiros (Veja artigo “The Universal Matrix/DNA Described/Decoded”) , aprendí aqui algo importante que vai merecer uma pesquisa:

A nossa fórmula/software da Matrix/DNA apresenta duas fases evolutivas num ciclo da evolução: a primeira fase dos ovos botado fora, a face esquerda da Matrix/DNA, e a segunda fase, dos ovos mantidos dentro e protegidos, a face direita da Matrix/DNA.

Na evolução dos sistemas biológicos na Terra tivemos estas duas fases, sendo que a dos ovos botados fora e abandonados à própria sorte veio desde as primeiras formas de vida e chegou até os repteis; a segunda fase começou quando um réptil desenvolveu a parafernália para ser mamifero.

Ora, a face da Matrix/DNA que era a líder no céu e caiu na Terra é a face de sistema fechado em si mesmo. Então é conclusivo que a “mente/software” ainda primitiva dela fôsse prenchida com valores da primeira fase, ou seja, daquela cujo corolário é a forma do réptil.

A Matrix/DNA fechada no céu é aqui denominada LUCA e tem sua fotografia aqui revelada. E a tendencia de todos os genes-fótons que veio dela é reproduzir LUCA. Em cuja “fotografia” podemos ver sua relação com o réptil biológico.

E aqui me surgiu uma suspeita que me pareceu gelar o sangue nas veias e arrepiar o corpo todo: será que LUCA tinha uma mente/software viva e existente, que tambem tivesse seus psico-genes-fótons, os quais se propagariam no espaço como os caídos na Terra, e formassem seres reptilianos, talvez de constituição fotonica, ou holografica? E estariam vivendo perto do nucleo da Terra para sugar sua energia matricial de fotons novos e nos dominando para nos encaminhar na direção de reproduzir-mos o corpo fisico de LUCA para que essa mente possa reincarnar? Meu Deus!

Isso faz muito sentido, tudo se conecta numa unica linha lógica! Inclusive, quando os autores dos websites estão gritando aos quatro ventos que os reptilianos são mais poderosos tecnológicamente que nós: claro, a Matrix no céu alcançou a ultima forma como máquina automática perfeita, muito mais evoluida que nossa tecnologia atual.

Mas será que este mundo nos reservaria tantas surpresas como a de uma dimensão invisivel convivendo aqui e agora conosco da qual não estejamos percebendo nada?! Não nos esqueçamos que na Terra, nós, humanos, estamos vivendo um sistema que não tem nada a ver com nosso “humanismo”. Será?!