Archive for outubro 8th, 2011

Como ter o Conforto do Admirável Mundo Novo e Manter a Liberdade da Mente

sábado, outubro 8th, 2011

A minha interpretação particular dos modêlos da cosmovisão da Matrix/DNA foi a de que: estamos caminhando para um sistema no estilo do Admirável Mundo Novo, levados pelas fôrças naturais e nossa herança genética cósmica. Não me preocupa o aspecto fisico dêste sistema, e um quadro final onde o planeta esteja transformado num planeta ajardinado com a espécie humana em têrmos de corpo carnal perfeitamente instalada é tambem a nossa meta desejada. Porem esta interpretação me deixou muito preocupado a ponto de convencer-me a partir para a militancia porque em tal sistema a mente humana estaria no seu inferno mais horrivel, totalmente inativa e prisioneira para sempre na cela escura do cranio. Os seres humanos tornam-se apenas uma mera peça – a peça mais importante, porem uma peça – do sistema que reproduziria LUCA na Terra.

Então como conseguir a realização de duas metas tão conflitantes entre si? O Admiravel Mundo Novo ao mesmo tempo com uma mente livre para sua aventura no Cosmos continuando sua evoluçcão?

Acho que um dos grandes objetivos deve ser o de ir controlando a implantação do sistema novo sem que haja dentro da espécie humana, sub-grupos e dominios. Assim, todas as partes do sistema-humanidade permanecem livres e autonomas, como sistemas abertos. Se deixar-mos um grupo dominar toda a Humanidade, e este grupo estiver infiltrado e manipulado por LUCA, aí sim, estaremos perdidos.

Concentrando-me nêste objetivo chego à conclusão que “corporações”- sejam empresas multinacionais, ideologias como capitalismo ou comunismo, religiões, etc. – podem se tornar em “tôdas corporações do ramo reunidas numa só CORPORAÇÃO, jamais serão vencidas”. Ou seja: do jeito como estas corporações tendem a se fundirem em grupos cada vez menores porem mais potentes elas podem no fim se constituirem na cabeça do sistema-Humanidade. E aí estariamos perdidos para sempre, ou até a próxima onda entrópica expulsar-nos do nosso novo falso paraiso.

Em vista disso vou estudar com carinho – item por item – matérias como o site linkado abaixo:

Corrompa-me

Como Os Anonimos Podem Imitar o Macaco para Vencer o Adversário

sábado, outubro 8th, 2011

Êste macaco no vídeo deixa os tigres furiosos, mas o macaco não deve estar simplesmente brincando. Êle deve ter um motivo existencial, lógico, para fazer isto. Acho que aqui é uma competição pelo dominio do território e o macaco tenta expulsar os dominantes. E veja como os dominantes se afastam deixando o seu território livre!

Boicote, Denuncia e Vencimento pelo cansaço: as armas de um movimento pacifico fadado ao sucesso.

Mas é uma excelente táctica a ser imitada por um povo dominado enquanto não aparece uma oportunidade maior. O povo é eterno e inumerável, portanto ele pode se revisar na vigilia e nas investidas. Os dominantes em menor numero não podem imitar o fôlego do povo na vigilia. E os constantes ataques os levam ao stress, à perda de compostura, e finalmente ao seu desmoronamento. A estratégia aqui deve ser adicionada ao “boicote” e à publica difamação. A difamação visa levantar o maximo de informações dos adversarios para checar onde se encontram seus pontos fracos, seus calcanhares de Aquiles, os quais eles muitos os tem, desde que agem na penumbra sob o estigma da corrupção. E toda vez constatado algo deve-se procurar fazer o maximo alarde. Isso corrresponde às puxadas dos rabos dos tigres que o macaco faz. O boicote visa se informar sôbre todas as atividades em que os dominantes estão envolvidos, e pregar o boicote a todas. Por exemplo, não comprar os produtos de uma empresa ligada a eles de alguma forma.