Archive for agosto 2nd, 2012

Como Funciona o Design Misterioso Nêste Mundo

quinta-feira, agosto 2nd, 2012

Êste mundo complexo que aí está começou da simplicidade das particulas. Essa complexidade foi produto de algum desenho oculto ou mera sucessão de acasos fortuítos? Hoje  os homens se dividem em dois grandes grupos defensores de cada al.ternativa. Mas haveria apenas estas duas alternativas, extremamente opostas entre si? Não haveria uma terceira, oculta porque mais dificil de perceber, que reuniria os 50% de ac6ertos de cada uma e rejeitaria os 50% de êrros delas? Uma alternativa do equilibrio…   Como seria ela? Têm um desenho mas não tem um desenhador, o desenho está préviamente determinado mas ele se construirá através de suscessivos acasos ? Como poderia ser isso? Não tinha desenho nenhum , mas tambem os eventos ao acaso estão controlados pela maioria dos eventos sob um propósito, que não tem a intenção de construir um desenho final?  Cientificamente, ninguem sabe o que é o certo, ainda não se tem dados para provar nada. Mas cada ser humano tem o direito de escolher sua teoria preferida. Eu estou apostando na teoria que está sugerindo os modêlos da Matrix/DNA, que é meio-termista e é o seguinte:

Existiu um desenho arquitetural, ex-machine, que se desmanchou em suas informações como as particulas no Big Bang, as quais o estão reproduzindo.  Este desenho se refere a algo desconhecido, o qual tanto pode ser o pequeno átomo como concebido pelos físicos como pode ser um sistema natural inteligente. Então não existe propósito de desenho. Não existe desenhista. É a própria matéria do mundo através destas informações quem está desenhando, criando uma arquitetura, aumentando a complexidade. Mas… apesar de não existir o desenhista, êle é o próprio desenho. É o desenho que está sendo re-desenhado, mesmo que êle não o quisesse.

É dificil de entender? Mas todo embrião humano está na mesma situação. Ele é a espécie humana ( o desenho arquitetural) ele foi um desenho que se tornou informações em micro-particulas, estas informações o estão desenhando de novo, e ele não tem como evitar isso. O desenhador do embrião não está desenhando nada: é o pai que está na lavoura plantando batatas e a mãe que está no fôrno assando pão. Mas eles são os autores do desenho… sem o serem.

Prefiro esta teoria porque acho que uma teoria tem que estar de acordo com as leis naturais e o mundo que criou nossa Razão, portanto a teoria tem que ser racional, e para isso a teoria tem que apresentar um parametro factual conhecido aqui e agora. E não conheço outra teoria que faça isso.  A Teoria do Inteligente Designer pretende apresentar como parametro o fato que o homem produz desenhos inteligentes, um fenomeno conhecido por todos aqui e agora. Mas o que o homem faz não é natural no sentido de ser um mero produto da longa cadeia de causas e efeitos que já vem fluindo a 13,7 bilhões de anos. O homem utiliza elementos naturais para construir suas arquiteturas que ele desenha, mas sua umaginação vem de fora de ssa cadeia de causação, é como se um ser supernetural entrasse no meio da matéria e criasse estes desenhos unvasores da tranquilidade e lógica natural. E não existe comprovado nenhum fato ou evento em que se confirmou a apresença e atuação de algum ser supernatural construindo qualquer das coisas existentes na natureza complexa de hoje. Por isso não serve de paramentro racional.

Já os materialistas defendem que essa complexidade é produto do mero fluir daquela longa cadeia de causas e efeitos. O proceeso da contrução dessa complexidade foi lógico, racional. Porem as leis no inicio da cadeia poderiam serem outras e então existem mul possibilidades diferentes de mundos complexos. Temos 6esse aí por acaso, não porque tenha sido produzido pelo acaso, mas porque as leis iniciais são estas por acaso. Mas lhes falta mostrar uma outra gama de leis produzindo uma outra complexidade.  Nada disso existe conhecido na Natureza, portanto tambem não apresentam qualquer tipo de parametro.

Peça aos ID’s apresentarem a prova de sua teoria, o desenhador inteligente. Peçam aos materialistas apresentarem a prova de sua teoria, um universo diferente. Peçam a mim apresentar uma prova da minha teoria, e trago nos braços um bebê…

– “É… mas o bebê sxerviria de prova para os três…”

Não. Poderiam aprfesentar uma narrativa histórica cujo final fôsse o bebe. Mas os ID’s teriam que mostrar os pais fazendo e aplicando o desenho durante tôda a história de gestação do bebê, dentro do utero, para provar que é a mesma sua história. Os materialistas teriam que trazer outra coisa diferente do genoma e fazerem esse genoma repetir a mesma história da gestação do bebê dentro do utero.  E eu só preciso mostrar duas fotos, de dois bebês, o que foi o pai e o que foi a mãe no passado, mostrar como cresceram e como fizeram a contecer a mesma história do ultimo bebê dentro do utero.  Elementar…