Archive for novembro 5th, 2012

Ave que faz suas ferramentas e usa-as para conseguir alimento!(Cockatoo ‘Can Make Its Own Tools’)

segunda-feira, novembro 5th, 2012

Você já ouviu falar da cacatua? Então vai aí uma foto dela:

Cacatua branca

Cacatua (cockatoo)

Pois esta traquinas aí que pertence à familia dos espertos papagaios está nas manchetes cientificas. Ela foi flagrada cortando com o bico um pedaço de graveto de uma madeira. Em seguida pegou o pedaço cortado e se dirigiu à grade do viveiro. Enfiou o graveto pelos buracos da grade na direção de uma noz que estava fora, puxou a noz para dentro e jantou feliz da vida. O que mais surpreendeu os observadores é que o galho cortado estava na medida exata da distancia da noz à grade! Inacreditável? Pois veja-a no flagrante você tambem:

Cacatua pescando a janta  Image courtesy of University of Oxford

Cacatua pescando a janta Image courtesy of University of Oxford

Mas se quiseres mais assista o vídeo dela fazendo isso, cujo link está na pagina cientifica citada abaixo.

Wikipedia: As cacatuas têm uma expectativa de vida que varia de 30 a 75 anos. São aves extremamente dóceis e brincalhonas, se adquiridas em um cativeiro. Podem aprender a cantar e a falar. Podem atingir tamanhos que variam de 35 a 70 centímetros. O que torna a Cacatua particular é a sua crista, que levanta e abaixa, dependendo do seu estado de humor.

Outro aspecto a ter em conta é a inteligência destes bichos, aprendem com muita facilidade a abrir gaiolas, e a pegar em pequenos objetos como isqueiros, canetas, relógios, pulseiras, cordões, dentre outros, podendo representar um perigo para o animal. Portanto, é importante deixar estas pequenas coisas longe de seu alcance. Uma das formas de ultrapassar este problema é ter alguns brinquedos próprios para ela ou também lhe dar nozes ou castanhas para se entreter. Se se sentirem esquecidas ou abandonadas, tendem a arrancar as penas e a destruir tudo o que tenham à volta, sejam plantas, mobília, eletrodomésticos,e até mesmo roupas.

A noticia está em: ScienceDaily (Nov. 5, 2012)

Cockatoo ‘Can Make Its Own Tools’

http://www.sciencedaily.com/releases/2012/11/121105140203.htm?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+sciencedaily%2Ftop_news+%28ScienceDaily%3A+Top+News%29&utm_content=FaceBook

O que nos interessa mais aqui está sintetizado nesta frase do artigo: How the bird discovered how to make and use tools is unclear but shows how much we still don’t understand about the evolution of innovative behaviour and intelligence.

Qual a diferença entre a irracionalidade dos animais e a racionalidade humana? Existe realmente “irracionalidade”?  Qual é o ponto limitrofe entre a produção dos cérebros dos animais e a produção do cérebro humano? Inteligencia humana é o mesmo que auto-consciência? Auto-consciência apareceu vinda do sobrenatural sôbre a cabeça de algum macaco? Ou auto-consciência é uma forma adulta de uma propriedade que vinha evoluindo desde as amebas?

Os modêlos da Matrix/DNA Theory estão sugerindo o mesmo do antigo ditado oriental que diz:

” A alma dormia no átomo, sonhava na galáxia, começou a despertar na célula, acordou no animal e se levantou no Homem”!

Pois a Matrix sugere que nêste Universo vem evoluindo um unico sistema desde a época do Big Bang, mas que já possuía em si todos os principios que mais tarde afloraram nos seres vivos, que tal sistema é composto de hardware e software. O software seria o que denominamos de inteligência ou auto-consciência.

E a cacatua está sugerindo a mesma coisa! Mais uma evidencia para a Matrix.  E temos mais uma teoria graças à cacatua. Ela é originaria das Oceanias e algumas ilhas do Pacifico. Nestas ilhas penso que não se desenvolveram grandes animais, perigosos predadores, então as aves ali puderam evitar o tempo milenar que se perde tomando cuidados contra predadores. Êsse tempo de sobra do cérebro foi o que a tornou assim tão inteligente. E viva Darwin, viva a idéia da Evolução!

Origens da Vida pela Matrix/DNA: Bioquímicos desvendam mecanismos de origem e evolução da vida

segunda-feira, novembro 5th, 2012

Publicado por: Ciência Diária

Thursday, 19 January 2012

http://cienciadiaria.com.br/2012/01/19/bioquimicos-desvendam-mecanismos-de-origem-e-evolucao-da-vida/

Transcrição do artigo para anotações/análizes pela Matrix/DNA: (trechos em côr azul)

Imagem de um astro primordial com vulcões ativos

Imagem de um astro primordial com vulcões ativos

Canais de fluxo vulcânico hidrotermal oferecem um ambiente quimicamente exclusivo, que à primeira vista parece hostil à vida. Eles são definidos por fissuras na crosta terrestre, onde os fluxos de água carregando gases vulcânicos entram em contato com uma diversidade de minerais. E mais, é precisamente este ambiente extremo o lugar de onde poderiam ter surgido dois mecanismos que estão na origem de toda a vida: a multiplicação de biomoléculas (reprodução) e o surgimento de novas biomoléculas a partir de biomoléculas formadas antes (evolução).

Matrix/DNA: Nossos modêlos sugerem que 50% das informações para gerar sistemas biológicos vem dos nucleos planetários e os outros 50% vem de estrêlas, no nosso caso, Terra, Sol e possivelmente radiações/elementos vindos de outros sistemas estelares. Basta observar a fórmula/software da Matrix para ver isso: os 50% do planeta se referem ao lado esquerdo que é a fase metade inicial e os 50% da estrêla se referem ao lado direito que é a fase final do sistema.Fluxos vulcânicos compostos de gases são produzidos pelas reações nucleares e crescimento do nucleo planetário e tais fluxos tendem a alcançar a superficie procurando valvulas de escape, que são as fissuras na crostra. Mas se tais gases encontrassem apenas rochas na superficie – como acontece nos planetas onde não existe liquido –  nada formariam pois nestas os átomos estão amorfos, massificados, inertes. Por isso a maioria dos planetas do Universo não são boas searas para germinarem as sementes da Vida. É preciso lembrar que os sistemas astronomicos ( estelares e galácticos foram formados apenas pelos estados gasoso e sólido da matéria, sendo que o estado liquido surgiu posteriormente em planetas, creio que devido a estes serem formados por poeira estelar congelada (Função Matricial n.2 e 3) e com seus movimentos passarem por diversas temperaturas ambientes. Com a emergencia do estado liquido surge a quimica inorganica, e com a chegada dos fótons trazendo informações da Matrix, vindos dos nucleos planetários e das estrêlas, e penetrando os átomos em meio liquido cria a quimica orgânica. Porque? Porque para um átomo qualquer dar o empuxo na diração da formação de um novo sistema natural ( no nosso caso, a forma biológica) é preciso que êste átomo esteja possuido pela Matrix completa, que o sistema matricial se estabeleça e de maneira funcional, com o circuito sistêmico fluindo em sua plenitude. É preciso que o átomo contenha ( tenha sido penetrado, invadido) ao menos um fóton especifico a cada uma das seis funções do sistema. E justamente o unico átomo de numero atômico 6 ( que contem o numero de particulas exato igual ao numero de funções da Matrix) é o átomo de carbono. Por isso tudo começou pelo carbono, êle se colocou no centro das fórmulas de todos os aminoácidos requeridos pelas moléculas da Vida.

Mas mesmo assim, tendo o carbono na superficie terrestre, não seria suficiente para o próximo passo evolutivo se a matrix estivesse reproduzida dentro de um átomo o qual estivesse no meio dos átomos fortememente arraigados em formações rochosas, em estado eterno de equilibrio termo-dinâmico. O que você poderia fazer para sobreviver se estivesse isolado em meio às areias do deserto? É preciso aos fótons matriciais dentro do carbono “sentirem” a presença de outros fótons matriciais nos átomos ao seu redor. O que acontece com os imigrantes chineses, coreanos, mexicanos, em New York ou São Paulo? Podem terem vindos por diferentes rotas em diferentes transportes, mas quando se encontram dão seu jeito de morarem juntos, constituindo os bairros de Chinnaton em New York e da Liberdade em São Paulo.Esta tendencia de imigrantes se juntarem em novos locais já era praticada bilhões de anos atrás por particulas de luz na estéril superficie terrestre.

Aconteceu então que o estado liqido da matéria, principalmente a àgua, fluindo pelas rochas arrancou delas ártomos e or re-organizou em novas formas, principalmente a denominada “estrutura cristalina”, uma caracteristica particular da matéria que está na base do que se denomina “minerais”. Diz-se então que tais minerais foram os “catalizadores”. O que é um catalizador?

Wikipédia: Catalisador é toda e qualquer substância que acelera uma reação, diminuindo a energia de ativação, diminuindo a energia do complexo ativado, sem ser consumido, durante o processo. Um catalisador normalmente promove um caminho (mecanismo) molecular diferente para a reação. Por exemplo, hidrogêniooxigênio gasosos são virtualmente inertes à temperatura ambiente, mas reagem rapidamente quando expostos à platina, que por sua vez, é o catalisador da reação.

Energia de ativação é a energia inicial necessária para que uma reação aconteça.

Para ocorrer uma reação química entre duas substâncias orgânicas que estão na mesma solução é preciso fornecer uma certa quantidade de energia, geralmente na forma de calor, que favoreça o encontro e a colisão entre elas. A energia também é necessária para romper ligações químicas existentes entre os átomos de cada substância, favorecendo, assim, a ocorrência de outras ligações químicas e a síntese de uma nova substância a partir de duas iniciais.

Portanto, as rochas tambem recebiam os fótons irradiados pelo sol, mas por estarem seus átomos fortemente conectados em sólidos, e suas particulas internas não estarem possuidas na medida exata da fórmula matricial, quanto mais calor os atingissem nada os fariam desconectarem-se e re-conectarem-se em novos modêlos, e acabariam indo direto para a forma de cinzas. O artigo cita hidrogênio e oxigênio como exemplos de átomos inertes. Hidrogênio tem numero atômico 1, apenas um próton e um elétron, aqui a Matrix nada pode fazer. Ela apenas usa hidrogênio como tijolos para construir pontes entre átomos e moléculas. Oxigênio tem numero atômico 8, portanto, duas particulas a mais do que as necessárias e suficientes para a Matrix se instalar, e o excesso de duas particulas faz com que a face direita, terminal, se expresse dominantemente sufocando a expressão da face esquerda. Como a face direita contem em si o principio entrópico da degeneração, da morte, para a Matrix o oxigênio já está morrendo no momento em que cada uma de suas particulas é incorporada pelos fótons. Mas na sua esperteza infinita foi aqui que a Matrix, quando viu a água composta de H2O, deu o próximo salto evolutivo: ela tinha o agente da morte para as rochas que se tinham autoproclamado imortais, reduzindo as rochas em seus fragmentos atômicos e tinha os tijolos para confeccionar as pontes entre êstes fragmentos atômicos em novos tipos de compostos materias. Por exemplo assim ela formou a platina, numero atômico 78, a qual pode ser usada em diversos modelos como a platina na perna como implante para poder adiantar mais o tratamento e recuperação da perna ou da coluna. Porque a platina faz isso? Ela fornece a condição, a velocidade exata para que os imigrantes que estão numa margem de uma cicatriz encontrem e se encham de amores pelos seus conterraneos imigrantes que estão na outra margem, e assim se aproximam e constroem fortes laços de amizade duradoura: as cicatrizes desaparecem, os ossos se unem. Bendita platina! Se não fôsse alguem como ela presente na superficie terrestre a bilhões de anos atrás, os imigrantes de ambas as margens reagiriam com rancor disp;itando teritórios e se lançariam velozes uns contra os outros, o que para nós, em têrmos humanos, significa guerra. Então os átomos que a Matrix tinha invadido com seus fótons (carbono, nitrogênio, oxigênio, todos com numeros atômicos próximos ao numero 6 ideal, e mais a ponte hidrogênio…) precisava estarem em cima de um agente catalizador, que fôsse maleável para permitir a combinação amigavel entre êstes átomos de diversas origens para formarem as moléculas de aminoácidos, assim como o solo apropriado da América possibilitou os arranjos e pacifica conexão de diversas etnias, diversos bairros, em uma unica cidade, como as maravilhosas e hospitaleiras metrópoles de New York e São Paulo.

Quando os primeiros aminoácidos mais simples já continham quatro átomos conectados na mesma sequencia da face esquerda da Matrix, estava preparado o ambiente para aceitar e acolher os fótons da Função 5, que é a função replicadora, reprodutora, ao mesmo tempo que é a função onde se encontra o ponto do circuito sistêmico que dá a medida 1,618…, o numero Phi, o místicamente chamado “numero da sagrada geometria” porque de fato é a função que reproduz a face esquerda na sua cópia direita, a função da perfeita simetria (ver nêste website o apaixonado artigo que fiz quando descobrí isso, referente ao numero Phi). E é nesta ação de replicação que pode ocorrer os “êrros” de transcrição rsesponsáveis pelas mutações ao acaso. Se a mutação estiver dentro do esquema evolucionario da Matrix ela é selecionada e conservada como benéfica, senão, é deletada nas próximas gerações. Mas se não houver uma mitação benéfica ao acaso, a Matrix força a entrada do próximo fóton da sequencia através de agentes catalizadores como a platina. E assim, como diz o artigo: “o lugar de onde poderiam ter surgido dois mecanismos que estão na origem de toda a vida: a multiplicação de biomoléculas (reprodução) e o surgimento de novas biomoléculas a partir de biomoléculas formadas antes (evolução).”

Voltemos ao artigo:

No início desse encadeamento de reações – que levou, eventualmente, à formação de formas de vida celulares – há apenas alguns aminoácidos que são formados a partir de gases vulcânicos pela catálise mineral. Semelhante a uma pedra de dominó que desencadeia uma avalanche, as biomoléculas primeiras estimulam não somente sua própria síntese, mas também a produção de biomoléculas inteiramente novas. “Dessa maneira, a vida começa pela necessidade de acordo com leis pré-estabelecidas de química e em uma direção predeterminada”, declara Günter Wächtershäuser, professor de bioquímica evolutiva na Universidade de Regensburg, Alemanha. Ele desenvolveu, teoricamente, o mecanismo de um metabolismo de auto geração. Faltava uma demonstração experimental.

Agora, os bioquímico Claudia Huber e Wolfgang Eisenreich, do Departamento de Química da Universidade Tecnológica de Munique (TUM), Alemanha, em estreita colaboração com Wächtershäuser, demonstraram experimentalmente a possibilidade de um mecanismo de auto estimulação. Um catalisador constituído por compostos de metais de transição de níquel, cobalto ou ferro tem o papel principal nestas reações. Ele fornece não somente a formação das biomoléculas primeiras, como também inicia o encadeamento de reações. O motivo: biomoléculas apenas recentemente formadas a partir de gases vulcânicos ocupam o centro do catalisador de metal de transição para permitir reações químicas adicionais que formam biomoléculas inteiramente novas. “Este acoplamento entre o catalisador e um produto de reação orgânica é o primeiro passo”, explica Wächtershäuser. “A vida surge se, posteriormente, uma cascata inteira de mais encaixes se realiza, e esta vida primordial eventualmente leva à formação de material genético e da primeira célula”.

Matrix/DNA: “Esplêndido! Wächtershäuser captou intuitivamente, segrêdos profundos da Natureza. Não é possível a Vida surgir na forma de poucos átomos que se juntaram ao acaso e por sí só tivessem empreendido o esfôrço de sobrevivencia, multiplicação e evolução. Basta observar e calcular o que um átomo pode fazer, seus limites, para entender isso. Precisava tambem um ambiente préviamente desenhado para isso ocorrer. E esta evidência, este requisito racional, é oportunísticamente explorado pelo time criacionista do Inteligente Designer, como mais um indicio de irredutivel complexidade.  Esta cascata de diferentes peças, que se encaixaram tão bem entre si, só se explica de duas maneiras: 1) ou houve uma inteligência coordenando isso, ou, 2) as diferentes peças vieram de um unico sistema existente anterior e em outro lugar, com a tendencia de se auto reagruparem devido aos antigos laços de conexão, vindos de um unico corpo, um unico ancestral: LUCA. Eu vejo mais evidencias apontando para a segunda solução, uma solução simplesmente naturalista, o que não descarta a hipótese de que inclusive LUCA e o Universo inteiro tenha sido antes “inteligentemente” desenhado.”

Os cientistas simularam em seus experimentos as condições dos canais de fluxo vulcânico-hidrotermais e estabeleceram um sistema aquoso organometálico que produz um conjunto inteiro de biomoléculas diferentes, entre elas os aminoácidos glicina e alanina. Aqui a fonte de carbono foi fornecida por um composto de ciano e o agente redutor por monóxido de carbono. Compostos de níquel acabaram sendo os catalisadores mais eficazes nestas experiências. Os cientistas, em seguida, adicionaram os produtos glicina e alanina em outro sistema, o que gerou novamente duas novas biomoléculas. O resultado: os dois aminoácidos aumentaram a produtividade do segundo sistema em um fator de cinco.

Matrix/DNA: É bom lembrar aqui que no meio cientifico se diz que ” em princípio, existe níquel no núcleo da Terra”. Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%ADquel

Em experimentos futuros, os cientistas pretendem recriar as condições dos sistemas vulcânico-hidrotermais, onde a vida poderia ter surgido bilhões de anos atrás. “Para este propósito, simularemos, em primeiro lugar, certas fases no desenvolvimento de um sistema de fluxo vulcânico-hidrotermal para determinar parâmetros essenciais”, explica Wächtershäuser. “Só depois poderemos fazer uma construção racional de um reator de fluxo”.

Matrix/DNA: ” Caro Dr. Wächtershäuser. Eu gostaria de ser alguem na vida que tivesse uma voz possível para alcança-lo. O reator de fluxo já foi teóricamente desenhado, já existe aqui nêste website, bastaria agora traduzir o desenho na forma de software com elementos materiais na forma de hardware. Se soubesses disso, algum dinheiro e seu precioso tempo seria economizado. E a Humanidade precisa que seu tempo seja economizado, pois o empregas heróicamente em seu beneficio.”

Os resultados do experimento mostraram que uma origem e evolução da vida em água quente de canais de fluxo vulcânico são viáveis. Os resultados revelam vantagens dessa teoria em comparação com outras abordagens. Dentro dos canais de fluxo, a temperatura, pressão e PH mudam ao longo do caminho e, assim, um espectro gradual de condições é oferecido, o que é apropriado para todas as fases da evolução primitiva até à formação de material genético (DNA/RNA).

A propriedade mais importante do sistema é sua autonomia: essa noção é oposta àquela de uma sopa primordial fria, ou de um primeiro metabolismo ocorrido aleatoriamente, ou ainda, de um acúmulo de componentes essenciais durante milhares de anos. Assim que a primeira pedra do domino é derrubada, as outras caem em sequência. A origem da vida continua ao longo de trajetórias definidas, pré-estabelecidas por regras de química – um processo quimicamente determinado dando origem à árvore de todas as formas de vida.

Matrix/DNA: ” O planeta Terra contem em si tôdas as informações necessarias e suficientes do sistema astronomico primordial, com tôdos seus tipos de corpos astronomicos, assim como um ser humano, seja qual for o momento de sua vida, na forma de um adolescente ou um adulto, contem no seu DNA tôdas as informações do ciclo vital, das outras formas de seu corpo. Mas assim como no adolescente são fortemente expressados os genes correspondentes à primeira fase da vida, enquanto os referentes à fase terminal se mantem recessivos como potencial latente a serem expressados no futuro, assim são as informações dispostas nêste planeta. A primeira pedra do dominó foi o átomo de carbono invadido por seis diferentes fótons e em cima de um mineral contendo dezenas de cópias dêstes mesmos fótons. O sistema autiono era astronomico, a Terra dentro do sistema estelar e êste dentro do sistema galáctico… todos sendo apenas as diferentes formas de um unico corpo, um unico sistema universal, contendo uma unica Matrix/DNA. A sôpa primordial não era fria, mas sim regurgitante de agentes ávidos por informarem, darem a forma da Vida à matéria inerte. Êles constituiam uma espécie de semente que nadava naquela sôpa. Sinto muito, mas não foi um processo quimicamente determinado: a quimica já fazia parte de um processo determinado a nível mais amplo”.

XXX

Comentário postado no artigo do Ciência Diária:

Diz o artigo: “A origem da vida continua ao longo de trajetórias definidas, pré-estabelecidas por regras de química”.
Pelo que sei, a evolução cosmológica primeiro produziu os sistemas astronomicos apenas com os estados sólido e gasoso da matéria, sob as regras da Física, do eletro-magnetismo. Processos quimicos só devem ocorrer onde existe tambem o estado liquido, o qual emerge nas superficies de astros como os planetas. Se isto for correto, antes das regras da quimica, as regras da evolução biológica já existiam, nos seus primórdios físicos. A quimica seria consequencia, e não a causa. Portanto, naquela sopa primordial deviam existir os agentes primordiais, os quais, segundo a teoria da Matrix/DNA, são os fótons provindos inclusive do nucleo terrestre via fluxos vulcânicos. Agradeço pelo artigo e convido a uma ver uma descrição detalhada dêle pela versão da Matrix/DNA, no meu artigo “Origens da Vida pela Matrix/DNA: Bioquímicos desvendam mecanismos de origem e evolução da vida” via Google. Parabéns.

Diz o artigo: “A origem da vida continua ao longo de trajetórias definidas, pré-estabelecidas por regras de química”.
Pelo que sei, a evolução cosmológica primeiro produziu os sistemas astronomicos apenas com os estados sólido e gasoso da matéria, sob as regras da Física, do eletro-magnetismo. Processos quimicos só devem ocorrer onde existe tambem o estado liquido, o qual emerge nas superficies de astros como os planetas. Se isto for correto, antes das regras da quimica, as regras da evolução biológica já existiam, nos seus primórdios físicos. A quimica seria consequencia, e não a causa. Portanto, naquela sopa primordial deviam existir os agentes primordiais, os quais, segundo a teoria da Matrix/DNA, são os fótons provindos inclusive do nucleo terrestre via fluxos vulcânicos. Agradeço pelo artigo e convido a uma ver uma descrição detalhada dêle pela versão da Matrix/DNA, no meu artigo “Origens da Vida pela Matrix/DNA: Bioquímicos desvendam mecanismos de origem e evolução da vida” via Google. Parabéns.