Archive for novembro 28th, 2012

Mensagem/E-mail enviada pela Matrix/DNA ao LNA – Laboratório Nacional de Astrofísica em 28/11/12

quarta-feira, novembro 28th, 2012

O método simples da anatomia comparada entre sistemas naturais vivos (biosfera,célula, organismos,plantas) e não-vivos (particulas, átomos,galaxias), aplicado por sete anos na selva amazonica observando a atmo e biosfera, identificando sistemas e suas conexões, me levou inesperadamente à questões astronômicas. Os resultados sugerem a existência de um sistema-link evolucionario entre vivos e não-vivos e propõe um modêlo, um sistema astronomico. Acontece que o modêlo não parece racional em vista do atual conhecimento e teorias astronomicas, porem, após 30 anos confrontando suas previsões com fatos reais e principalmente fenômenos biológicos tem insistido que o modêlo é real, e tenho um website onde estou expondo as evidencias ( The Universal Matrix/DNA of Natural Systems and Life Cycles ). Para testar êste modêlo cosmológico estou com o mesmo problema da teoria da evolução biológica ao procurar os fósseis transicionais que confirmariam a teoria; meu modêlo requer que se encontre formas de astros transitionais para confirmar sua versão da evolução cosmológica. Apenas acompanhando no possivel o fornecimento de imagens publicadas dia-a-dia não será suficiente. A observação deveria ser dirigida pela teoria. Para ilustrar, a mesma teoria sugere uma interpretação sôbre lightwaves e desde que o observatório não dispõe da capacidade de observação nas sete frequencias,o modêlo sugere onde no cosmos deve estar localizada a região correspondente a cada frequencia. Por ultimo aviso que a compreensivel primeira impressão de se estar perante uma teoria sem nexo seria amenizada se conhecendo as milhares de evidencias já reunidas e ouvindo a explicação que a simples observação dos modêlos não fornece. A dificuldade é ampliada devido ao seguinte detalhe: “assim como a formação da primeira célula se deu pelo gradual desenvolvimento de moléculas separadas que se tornaram organelas e por simbiose se agruparam como sistema celular, não mais é repetida na formação das células posteriores, tendo estas aprendido o simples processo de multiplicaçào por divisão, assim tambem esta teoria sugere se deu com a formação da(s) primeira galáxia(s) original(is): as modernas se reciclam. Portanto êste detalhe sugere que o modêlo estaria perdido desde que o sistema não mais existiria, porem creio haver meios de remediar isto. Sendo um mero filósofo naturalista empreendendo uma pesquisa precária de recursos e não afiliado/apoiado por nenhuma instituição, mas sendo brasileiro atualmente residente nos USA cuja nacionalidade/idioma dificulta-me as coisas por aqui, apreciaria e agradeceria imensamente qualquer critica/sugestão de pessoas que estão integradas e melhor informadas nas instituições sociais. Nome: Luis Carlos Morello (brasileiro) e Louis Charles Morelli (americano). E-mail: austriak727@hotmail.com

Sala de Imprensa ( Tira-dúvidas com um astronomo.)

Contato: mabans@lna.br
MCT/LNA – Divulgação e Ensino- 2003

Grande! Audiobooks na Malhação É Esperança da Salvação da Mente Humana!

quarta-feira, novembro 28th, 2012

The Wall Street Journal

As vendas de audioboolks cresceram 13% no ultimo ano, e qual o segrêdo?  Na atual moda do culto do corpo, onde se gasta várias horas por dia em academias de malhação ou correndo no parque, pessoas estão usando microfones de ouvido ligados a players ditando palavras de livros!  Bem… estaria aí uma oportunidade para eu fazer algum  bom e salvador money, desde que sou o unico homem no mundo com a mensagem humanista e estimulante que se extrai da cosmovisão da Matrix/DNA Theory, mas… estou de mãos atadas para tudo devido ainda ser escravo do trabalho rotineiro forçado. Nem faço idéia como se fazem êstes audiobooks. Mas o assunto interessa à Matrix/DNA porque os modêlos estão sugerindo uma situação preocupante: se as fôrças que dominam os átomos que compõem a biosfera e os corpos/cérebros humanos se imporem às abstratas fôrças que devem vir do sistema superior que nos deu a auto-consciência, a Humanidade estará perdida, se tornará um sistema fechado em si mesmo, um galho da árvore da evolução que sai do tronco, seca e se extingue, descartado pela Evolução. Nossa mente se tornará cada vez mais materialista, consumista, viciada nos jogos e prazeres proporcionados por um mundo ajardinado e facil devido o automatismo da tecnologia, e assim caminharemos para o horrivel Admiravel Mundo Novo, governado pela Grande Rainha, como qualquer sociedade automatizada de furmigas e abelhas. O culto do corpo é um dos caminhos para êsse terrível destino. Porem, como muitos estão condenados a um trabalho ou estudo sedentário, exercicicos fisicos e corrida no parque se fazem necessarios. Então como resolver o paradoxo, desde que enquanto se malha na academia, o cérebro fica desnutrido de uteis informações trazendo o real conhecimento da real natureza e mundo em que existimos?

AUDIOBOOKS! Grande solução. Isto é… dependerá do tipo de livro que a pessoa escolher. Nada util trará a leitura ou “ouvidura” ( ai…ai… escorreguei na maionése) de novelas, romances populares, pregações religiosas, etc. Nem estes livros de auto-ajuda elaborados pelos homens vendedores de óleo-dos-milagres. Vou copiar o artigo para depois retornar, ler inteiro, e extrair o que for util:

http://online.wsj.com/article/SB10001424127887323353204578129202490992958.html?mod=e2tw

What Makes Dickens a Lousy Running Buddy?

By JEREMY OLSHAN

  • HEALTH & WELLNESS
  • Updated November 27, 2012, 3:45 p.m. ET

While it’s true that a Stephen King book can make hearts race, churning through “The Shining” generally doesn’t qualify as a cardiovascular workout. Not in print, anyway.

So what about listening to an audiobook version of the horror classic during a run? Joe Flood, for one, says the spoken word imbues him with an inexplicable desire to keep going.

Dark Matter: Noticias Sugerem Que Ela Não Existe. Qual é a Placenta do Universo, pela Matrix/DNA Theory?

quarta-feira, novembro 28th, 2012

O controvertido criaciomista website de Eric Hovind, “Creation Today”, aproveita mais uma oportunidade para criticar as teorias cientificas, apelando para o quase mitológico tema da matéria e/ou energia escura que teria de estar existindo como 86% da matéria do Universo segundo indica os calculos matematicos da teoria do Big Bang. Êstes temas cosmológicos nãom deveriam tomar nosso tempo dentro da matrix/DNA, desde que os modêlos estão sugerindo mil experimentos e testes que podem produzir resultados práticos uteis à humanidade aqui e agora. Mas desde que estou ainda sósinho nesta empreitada gigantesca e de mãos atadas, nada podendo fazer por enquanto, fico acompanhando todas as noticias que de alguma maneira se relatam à cosmovisão da Matrix/DNA. Os modêlos sugerem que dentro dêste Universo está ocorrendo um simples processo de reprodução genética/computacional do sistema que gerou 6este Universo. Se usto estiver correto. é de seesperar que o Universo contenha a matéria ou substancia correspondente á palacenta e ao liquido amniótico. Seria o éter dos alquimistas?  A monada de Leibniz? Não faço idéia, por isso nos chamou a atenção esse assunto da “dark matter”: pode ser ela? E por isso – para usar o tempo agora – registro êste artigo contendo informações sôbre experimentos cientificos e por ser a versão do ponto de vista que tenta negar sua existência apenas para espetar os ateus.

WE CAN’T SEE DARK MATTER

http://www.creationtoday.org/we-cant-see-dark-matter/

CREATION TODAY. ORG