Archive for setembro, 2013

Pensando Agora: Deus, Anjos, e Cientistas, Não Podem Intervir nas Violências Que Observam

domingo, setembro 29th, 2013

Um dos maiores motivos que levam humanos ao ateísmo ou a revolta contra Deus são as cenas de horror de predadores devorando vitimas. Ao tomar conhecimento destes eventos inflama-se a nossa indignação, ódio mesmo contra o predador, de maneira que se estiver-mos presente na cena e com poder de força nas mãos, não resistiríamos a intervir eliminando o predador. Mataríamos o leão e sentiriamos conforto ao ver a ovelha sair livre e salva. Mas quando a religião diz que existe um Deus e ate espiritos superiores como anjos, nos assistindo e vendo tudo o que acontece na Terra, e como somos educados, condicionados, desde crianças a crer nisso, nossa indignação volta-se contra estas invisíveis entidades: porque não atuam para salvar as vitimas? Como podem assistir passivamente tais cenas de horror?! A resposta logica é: estas entidades, estes deuses, não existem, ou se existem, estão muito longe daqui, nada nos assiste. Assim se chega ao ateísmo.

Mas estive pensando agora nas milhões ou bilhões de bactérias unicelulares que existem dentro do meu corpo e a mim não pertencem. Ou seja, cada bactéria tem sua existência própria sem que meu cérebro as esteja controlando, dirigindo. Elas são autônomas para se moverem e fazerem o que quiserem dentro do meu corpo , desde que possam faze-lo. Existem as enzimas, que são moléculas maiores, complexas, cuja função é atacar, destroçar, dividir em pedaços, devorar os pedaços, das moleculas menores, como o sódio, a molécula de água, o açúcar, etc. E existem os humanos que são os profissionais químicos, que usam os microscópios, assistindo tais cenas. Estas cenas nas dimensões microscópicas tem o mesmo significado das cenas nas dimensões maiores onde vemos as feras atacando e devorando ovelhas, ou ate mesmo, humanos psicopatas torturando e destroçando corpos humanos. Tem o mesmo significado pela perspectiva da Natureza, não pela nossa perspectiva humana. As enzimas são as feras do mundo químico microscópico, e as pequenas moleculas de açúcar, água, são as ovelhas neste mundo. Então porque os químicos – os quais possuem poder, armas, para de repente aniquilar uma enzima que esta atacando uma molécula indefesa – não atuam? Porque se mantem impassíveis? Porque não possuem sentimentos humanos? Porque não sentem inflamar a indignação, o ódio, que sentimos quando vemos o predador devorando uma vitima? Porque Deus não chegou e atacou o sequestrador que manteve por dez anos três meninas sob tortura no porão de sua casa? Apenas com um mover de dedo Ele poderia ter salvo as meninas desde o inicio, evitando que fossem torturadas por dez anos, e Ele nada fez! Eu, você, certamente teria arrebentado esse monstro facínora. Mas Deus e os químicos assistem passivamente e não apenas nada fazem para salvar as vitimas, ate concordam e deixam acontecer!

Mas o que aconteceria se um quimico resolvesse atacar e eliminar todas as enzimas de um corpo humano? O corpo pararia de funcionar imediatamente, morreria. O corpo humano apenas pode existir se for baseado em eventos em que existam predadores imolando vitimas. Esta é uma ideia estupida, mas verdadeira. Se existe Deus, ele teria que ser um tipo de consciência tão diferente da nossa como é a diferença entre a consciência de um químico e a consciência de uma das bactérias dentro do nosso corpo que ficam esperando nos ingerirmos alimentos na forma de pequenas moleculas para caírem em cima delas devorando-as. Uma consciência tão diferente e tão distante da nossa, a qual, agora, percebo que não consigo entender. E entenderia muito menos se provassem que um Deus foi o “intelligent designer” desse mundo com estas cenas de horror. Qualquer engenheiro humano teria sentimentos para desenhar tudo sem a necessidade de apelar para estas cenas de horror. Se existe Deus, sua mente sera totalmente diferente da mente dos humanos.

O que aconteceria com nosso corpo se eliminássemos todas as predadoras enzimas, para salvar todas as moléculas-ovelhas? O que seria da biosfera – e neste momento me lembro da selvageria que assisti durante sete anos na selva amazônica – se eu tivesse saído com uma metralhadora em punho matando todos os predadores, desde os jaguares aos crocodilos, as aranhas, os escorpiões, amebas e virus? A biosfera definharia imediatamente e a superfície do planeta voltaria a ser o deserto que era antes das origens da vida? Provavelmente sim.

Então – e esta é uma conclusão da qual não tem como escapar-mos – a vida depende da existência do horror. Do chorar, gritar e ranger de dentes de vitimas. A vida depende da existência da dor, do sacrifício. Então a vida é uma entidade maligna. E não tem como escapar disso. Ela só existe onde existe o mal. E nos humanos, somos esta vida, que depende da existência do maligno para continuar a existir.

E agora a pergunta suprema, fatal: porque tem de ser assim? Porque encarnamos, sendo os representantes desta entidade maligna? Porque não podemos existir se exorcisar-mos do nosso corpo esta forca maligna? Não tem como dar meias voltas e acreditar que esta conclusão acima esta errada. Que nos somos uma forca maligna, nosso corpo é uma forca predadora, que causa choro, gritos, e ranger de dentes em outros corpos materiais, como as plantas, os animais inferiores a nos, etc. E ainda bem que Deus não é um químico humano sentimentalista, pois viria aqui nos eliminar a todos.

Mas esta conclusão não me faz pensar apenas em Deus, esta ideia fantasmagórica. Me faz lembrar que pela logica devem existir muitas outras consciências no Universo superiores a inteligencia humana, que elas devem ter a capacidade de assistir o que acontece aqui, e a conclusão que elas não são consciências com sentimentos como a consciência humana. Devem ter outro nível de propriedades as quais não conseguimos sequer imaginar. Mas este é o futuro reservado a nossa consciência atual, ao caminhar-mos os caminhos da evolução.

Com estes pensamentos nesta tarde de domingo, minhas reflexões a partir de agora mudam um pouco seu rumo. Tenho que incluir estas conclusões nas minhas reflexões sempre que pensar e refletir nas existências das coisas. Vai diminuir munha auto-estima por certo. Vou me ver mais culpado ainda de ser o que sou. Talvez seja bom: vou me esforçar em me distanciar do que sou fisicamente, desejando ser apenas uma existência mental, espiritual. Mas certamente isto sera mal para meu corpo carnal, diminuira munha capacidade para sobreviver e conquistar melhorias de acomodação física.

Químicos portando marretas em punho matando com ódio todas as enzimas e bactérias predadoras dentro dos corpos humanos… é isso que os ateus exigem ver um Deus fazendo para que lhes seja provado e se lhes torne aceitável a existência de Deus. Ou seja… os ateus exigem que Deus os mate para depois acreditarem que Ele existe! As vezes sou ateu, penso como ateu, principalmente quando tomo conhecimento de eventos onde acontecem estas cenas de horror. Mas algo tem estado errado nas minhas conclusões, as quais me levaram a este estado de ateu. Não que eu vá aceitar a convivência deste mundo de horrores, com a ideia de  um Deus criador bondoso, segundo o que a perspectiva humana entende por ” sentimentos”. Algo esta errado nessa historia toda.

A cosmovisão da Matrix/DNA tem uma sugestão que serviria como explicação logica. Ela esta sugerindo que somos produto de uma longa linhagem evolucionaria que começou no Big Bang, que passou pelas formas ancestrais de sistemas não vivos, como os átomos, os estelares, as galaxias, passou pelas bactérias, pelos repteis, pelos macacos e chegou agora em nossos corpos. Ela esta sugerindo que este sistema único quando estava ainda na forma de astronômico já tinha livre-arbítrio apesar de não ser consciente, e que escolheu errado ao se tornar um sistema fechado em si mesmo, cortando relações com o resto do mundo. Esta forma de tijolinho, de “building block” dos sistemas atômicos e astronômicos, contem todos os símbolos descritos na Bíblia: a serpente, a arvore, a maçã,  Adao e Eva, o paraíso, e os processos, como a escolha do caminho errado por Eva, a queda, o renascimento na Terra como ser rastejante e escravo da busca do seu alimento pelo suor de seu rosto. Todos estes símbolos podem ser vistos metaforicamente no corpo funcional da galaxia como um sistema em equilíbrio termodinâmico, perfeitamente compreensível cientificamente, o que me causou a grande surpresa e necessidade de explicar como os antigos analfabetos tiveram essa ideia. Se isto for verdade, a Vida não teria sido criada por Deus, e sim por nos mesmos, na forma de nossos ancestrais. Então isto eximiria Deus de culpa no que esta acontecendo, na nossa existência no meio de um mundo de dores e horrores, pois nos desenhamos a nossa existência, nos somos os criadores disso tudo. Mas ainda assim, eu jamais ficaria impassível vendo um filho meu sendo devorado por uma fera. Ainda assim não posso aceitar a ideia de Deus tal como sugerida pelas religiões. Ainda assim fico neste estado inconfortável de ignorância, precisando, necessitando, uma explicação mais logica.

Os químicos humanos não sentem o menor remorso ao permitirem uma enzima devorando uma pequena molécula indefesa, e seria absurdo que o sentissem, mas os quimicos humanos não foram os criadores deste mundo com predadores e vitimas. Eles inclusive são incapazes de empatia para com as moléculas vitimas, não podem ter a menor consciência de suas dores. Talvez seja esta a relação entre nos – no papel destas pequenas moléculas – e nossos deuses – no papel de químicos humanos? Nossos deuses não estão conscientes de nossas dores porque eles nada em a verem com a criação e a existência dos seres vivos, biológicos ?!

Tem mais um detalhe importante a considerar aqui. A Matrix/DNA tem sugerido que toda vez que a Natureza cria uma nova forma do sistema universal, esta forma passa por duas fases, dois estágios na sua evolução. A primeira fase é quando o sistema nasce como ovos botados fora e abandonados a própria sorte, sujeito a predadores, as intempéries, aos horrores do mundo. E a segunda fase é a dos ovos mantido dentro, quando são protegidos e alimentados ate alcançarem sua maturidade. Mas a formula da Matrix/DNA mostra que a primeira fase é ilusória, na realidade existe mas não existe, porque na verdade, os ovos nunca saíram de dentro do sistema. Eles estão sujeitos aos acasos, mas são acasos contido dentro de um sistema muito maior que eles. O sistema maior garante que, aconteça o que acontecer, os ovos abandonados se tornarão indivíduos com garantia de alcançarem a maturidade. Foi assim com as sementes de estrelas produzidas nos núcleos das galaxias, foi assim com os sistemas biológicos quando eram ainda repteis botando ovos fora e depois quando se tornaram mamíferos mantendo os ovos dentro. Todos os indivíduos fizeram parte de um sistema maior, chamado de sistema biológico.  E a mesma formula esta sugerindo que somos compostos de hardware e software, assim como são nossos computadores, com a diferença que nos somos feitos de bits-informação vivos. O nosso aspecto software vem evoluindo desde átomos, galaxias, passando por animais irracionais, e parece estar abortando, nascendo agora, dentro destes ovos biológicos que são as cabeças humanas. Se a auto-consciência é uma nova forma mais evoluída do software do sistema que começou a existir no Big Bang, isto indica que também a auto-consciência deve obedecer a lei das duas fases. Portanto, agora estaríamos na fase dos ovos botados fora, abandonados a nossa própria sorte… e azar. Mas como sugere a formula, na verdade, temos garantido que alcançaremos a maturidade, ou seja, que o nosso aspecto de software, esta coisa que chamamos de nossa mente, ou auto-consciência, ou ainda os misticos chamam de alma, espirito, seja la o que for que quiserem, tem uma existência já contando 13, 7 bilhões de anos e provavelmente muitos bilhões ainda pela frente… independente da existência de hardwares temporários vivos ou não. Só me resta continuar buscando com energia e determinação algum fato real, natural, que prove a existência da formula da Matrix/DNA e ir tentando assimilar a ideia de que nossa existência seja realmente como ela esta sugerindo. Se for assim, o que devo fazer agora, como planejar minha vida?

Este o tema para refletir neste final de semana. Depois acrescentarei aqui minhas conclusões.

sábado, setembro 28th, 2013

DO YOU REALLY WANT REVOLUTION?

7 de Agosto de 2009 às 23:09

All outward forms of change brought about by wars, revolutions, reformations, laws and ideologies have failed completely to change the basic nature of man and therefore of society. As human beings living in this monstrously ugly world, let us ask ourselves, can this society, based on competition, brutality and fear, come to an end? Not as an intellectual conception, not as a hope, but as an actual fact, so that the mind is made fresh, new and innocent and can bring about a different world altogether? It can only happen, I think, if each one of us recognizes the central fact that we, as individuals, as human beings, in whatever part of the world we happen to live or whatever culture we happen to belong to, are totally responsible for the whole state of the world.

We are each one of us responsible for every war because of the aggressiveness of our own lives, because of our nationalism, our selfishness, our gods, our prejudices, our ideals, all of which divide us. And only when we realize, not intellectually but actually, as actually as we would recognize that we are hungry or in pain, that you and I are responsible for all this existing chaos, for all the misery throughout the entire world because we have contributed to it in our daily lives and are part of this monstrous society with its wars, divisions, its ugliness, brutality and greed— only then will we act.

But what can a human being do—what can you and I do—to create a completely different society? We are asking ourselves a very serious question. Is there anything to be done at all? What can we do? Can you and I, then, bring about in ourselves without any outside influence, without any persuasion, without any fear of punishment—can we bring about in the very essence of our being a total revolution, a psychological mutation, so that we are no longer brutal, violent, competitive,anxious, fearful,greedy, envious and all the rest of the manifestations of our nature which have built up the rotten society in which we live our daily lives?

 

A man who says, ‘I want to change, tell me how to’, seems very earnest, very serious, but he is not. He wants an authority that he hopes will bring about order in him. But can authority ever bring about inward order? Order imposed from without must always breed disorder.

You may see the truth of this intellectually but can you actually apply it so that your mind no longer projects any authority, the authority of a book, a teacher, a wife or husband, a parent, a friend or of society? Because we have always functioned within the pattern of a formula, the formula becomes the ideology and the authority; but the moment you really see that the question, ‘How can I change?’ sets up a new authority, you have finished with authority for ever.

What we are now going to do, therefore, is to learn about ourselves, not according to me or to some analyst or philosopher—because if we learn about ourselves according to someone else, we learn about them, not ourselves— we are going to learn what we actually are.

Having realized that we can depend on no outside authority in bringing about a total revolution within the structure of our own psyche, there is the immensely greater difficulty of rejecting our own inward authority, the authority of our own particular little experiences and accumulated opinions, knowledge, ideas and ideals. You had an experience yesterday which taught you something and what it taught you becomes a new authority—and that authority of yesterday is as destructive as the authority of a thousand years. To understand ourselves needs no authority either of yesterday or of a thousand years because we are living things, always moving, flowing and never resting. When we look at ourselves with the dead authority of yesterday we will fail to understand the living movement and the beauty and quality of that movement.

To be free of all authority, of your own and that of another, is to die to everything of yesterday, so that your mind is always fresh, always young, innocent, full of vigour and passion.

It is only in that state that one learns and observes. And for this a great deal of awareness is required, actual awareness of what is going on inside yourself, with¬out correcting it or telling it what it should or, should not be, because the moment you correct it you have established another authority, a censor.

So now we are going to investigate ourselves together— not one person explaining while you read, agreeing or disagreeing with him as you follow the words on the page, but taking a journey together, a journey of discovery into the most secret corners of our minds. And to take such a journey we must travel light; we cannot be burdened with opinions, prejudices and conclusions—all that old furniture we have collected for the last two thousand years and more. Forget all you know about yourself; forget all you have ever thought about yourself; we are going to start as if we knew nothing.

It rained last night heavily, and now the skies are beginning to clear; it is a new fresh day. Let us meet that fresh day as if it were the only day. Let us start on our journey together with all the remembrance of yesterday left behind —and begin to understand ourselves for the first time .

 

Freedon from The Know . – Krishanamurti

 

 

http://www.thezeitgeistmovement.com/

 

========================================

In this there is no teacher; no pupil…there is no leader. There is no guru. There is no master, no savior…You yourself are the teacher and the pupil; you are the master, you are the guru, you are the leader. You are everything! And… to understand is to transform what is.  Krishnamurti

 

A ONU no Aquecimento Global e a Visão da Matrix/DNA

sexta-feira, setembro 27th, 2013

( Publicado no meu Facebook em:

https://www.facebook.com/TheMatrixDNA?ref=tn_tnmn

Como afeta a vida do humano a noticia que ele é o causador do aquecimento global? Como afetaria a sua mente o medico dizendo que seu mal estar físico vai piorar gravemente se você não conter seus vícios, parar com as noitadas, não fazer dieta? Certa vez, aos 24 anos, eu estava totalmente sem auto-controle: trabalhava numa posição super estressante (supervisor nas operações do Metro de Sao Paulo, fazendo universidade e ao mesmo tempo ainda trabalhando na minha própria empresa, de maneira que não tinha hora para comer, as vezes dormia desmaiado no carpete do escritório. Comecei a sentir fortes dores de estomago e o medico disse que se não mudasse de vida, ia ter uma ulcera gástrica. Não mudei, fui para cirurgia perder metade do estomago e perder tudo o que tinha ganho em 8 anos. É justamente a situação agora com a a ONU tendo um paciente formado pela Humanidade e mais a extensão de seu corpo que é o planeta conectado a ela. Ou vá buscar forças não sei onde para se disciplinar ou a Natureza terá que intervir com uma cirurgia dolorosa com risco de vida.
Isto pode ate ser bom, no final das contas. Tem-se que desacelerar a dominância da existência e dinamismo fisico, sobrando espaço e tempo para recuperar e ativar a existência mental. Hoje a mente se encontra dominada e usada pelo fisico, ela esta sendo aplicada apenas no aspecto materialista da existência. Não se trata de ir para o outro extremo, fazendo como os monges do Tibet, anulando-se a existência materialista e viver apenas o mental buscando o Nirvana, que é uma atitude egoísta tambem. Trata-se de estabelecer o equilíbrio da evolução entre o fisico materialista e o físico cósmico, universal, mental. Ideia ironizada e risível para os que estão nos poderes econômicos, militares, politicos e para a grande massa na correria da sua sobrevivência aqui e agora. Mas quero vê-los como vão manter o riso na hora de enfrentar o planeta expulsando de si esta forma de vida que se tornou um virus maligno lhe adoecendo. Quero ver que tipo de poder e força vão acionar contra o planeta para domina-lo como costumam dominar animais, humanos e vegetação. Temos que imediatamente aplicar leis severas contra a produção de mais humanos contendo o crescimento populacional, temos que desacelerar a ambição desmedida das corporações, temos que conter as orgias dos ricos, temos que diminuir o bombardeio da mídia com informações consumistas e orgíacas dirigidas as massas, temos todos que estabelecer pausas na vida materialista e empregar algum bom tempo na atividade mental baseada n filosofia naturalista, não nas religiões misticas, pois a mente se manterá saudável apenas se aprender os detalhes mínimos da Natureza e se ajustar a uma existência na mesma sintonia do ritmo e comportamento da Natureza. Alias, isto pé tudo em que se resume a nova visão do mundo denominada, Matrix/DNA. Acompanhe o website pois a cada dia trata de um detalhe, um fenômeno da Natureza abordado como nunca antes e nenhum outro lugar, pela perspectiva sistêmica, ao contrario da perspectiva reducionista das Ciências e mistica das religiões. Participe, arrume seu tempo, não tens outra alternativa racional senão a de também te ocupares deste assinto do planeta adoecendo, de assumires tua parte na responsabilidade como causador(a) desta doença que para nos sera fatal. O diagnostico foi lançado pela ONU, ignore-o como eu ignorei o diagnostico do medico…De que adianta construir belas casas, um patrimônio, se o desregular do planeta vai destruir tudo, como eu perdi tudo o que ganhei na louca correria do trabalho desenfreado? Certamente ou vais perder a vida e tudo o que estas a construir nesta louca correria orgíaca e desenfreada, no seu total desprezo para com o aspecto universal, cósmico, de sua existência. E aqueles que geram filhos hoje sem antes ter estabelecido sua militância social contra a indisciplina da sociedade, para mim são loucos. Claro que as próximas gerações vão pagar com choro e ranger de dentes os nossos erros agora. Claro que nossos herdeiros vão chorar nosso estupido fracasso ao invés de cantarem nosso sucesso. Mas ainda ha tempo, se te inscreveres aqui numa associação para obrigar a tomada das medidas necessárias e esperar que a maioria das pessoas do mundo façam o mesmo. Ao menos você poderá dizer: ” bem, eu fiz a minha parte, eu me ofereci para o trabalho e a luta, mas se não querem, nada mais posso fazer…”

Resposta do Joao Vidotti

João Vidotti Parabéns pelo texto, e pela consciência, mas acho que a humanidade é como aquele ratinho de laboratório, que só aprende que não pode encostar no fio depois de levar muitos choques. Infelizmente, os primeiros afetados com o aquecimento global e toda a devastação da natureza são os pobres, que não tem muita atitude em relação a esta causa, pois se pararem de trabalhar, morrem. Já os ricos, grandes causadores disso tudo, donos de mega empresas, com mega contratos já firmados, ainda pensam assim: o que? aquecimento global? liga pra secretária e pede pra compra mais condicionadores de ar, pronto, resolvido o problema.

Minha Resposta ao Vidotti 

A culpa é e começa com os pobres, eu penso. No inicio da Humanidade todos eram pobres, portanto são os pobres que produzem os ricos, e os sustentam em suas existencias. Não adianta focar nossa militancia tentando mudar a mente dos ricos, pois mesmo uma militancia radical terrorista que viesse eliminando os riscos nada resolveria, desde que os pobres estariam sempre fornecendo mais e mais ricos para ocuparem o lugar dos atuais, na mesma mentalidade. O foco deve ser encima dos pobres, mudar suas mentes. Tudo o que os pobres acreditam é de onde extraem seus comportamentos na vida, e estas crenças são produzidas pelas suas interpretações da realidade misturadas com os instintos herdados dos nossos ancestrais animais gerados na biosfera em estado caótico. Temos que atacar os dois aspectos dos pobres: suas misticas religiosas e suas imitações das leis que regem o mundo dos animais, seus instintos primários.  Acontece que a mente que interpreta ainda esta sob evolução, ainda é quase recém-nascida. Toda mente infantil como criança interpreta os objetos ao seu redor numa aura impregnada de magica, levada pela imaginação, por isso crianças tem amigos invisiveis com quem conversam, etc. Por isso pobres inventaram as religiões com amigos invisiveis no céu. Mas os pais vão eliminando esta imaginação ao educar com a realidade, por isso acredito que é possivel mudar a mente da grande massa dos pobres pela educação baseada nos fatos e fenômenos naturais. Ser este educador exige grande sacrificio e desprendimento pois seras perseguido, odiado pelos pobres, e mais ainda pelos ricos, ninguem gosta do que chamam de “chato de galocha”. Acrescente-se a este problema o fato de que nos nem ninguem tem certeza que a sua interpretação da realidade seja correta, por isso nos tornamos timidos ao ministrar a educação baseada em nossa interpretação. Mas tambem o fato é que conhecemos mais fenomenos naturais que os pobres conhecem e temos estudado-os mais profundamente, então temos uma base para apoiar nossa firmeza nessa educação, e aguentar as reações contrarias. Não adianta criticar os ricos e politicos corruptos, pois a fonte deles vem de baixo, na mente naturalmente corrupta que reina na base da piramide social. Assim eu penso e posso estar errado.

Porque a Psicologia esta Corrompendo seus Estudantes e Futuros Profissionais?

quinta-feira, setembro 26th, 2013

Posso estar errado e sendo duro demais apenas com uns enquanto todos os outros estão também errando, mas como trabalhador braçal que apenas me submeto ao trabalho braçal porque tenho esperanças que essa humanidade que estamos sustentando com nosso trabalho duro evolua e consiga melhores condições de existência, não posso deixar de ficar indignado com o que eu mesmo vejo nas chamadas “republicas de estudantes” vizinhas a minha casa no Brasil. Estas cenas me dizem que estou sendo otário, que meu sacrifício esta sendo inutilizado. Por isso postei o seguinte comentário na reportagem que tem o link e titulo anexo ( e quem entende que estou errado que venha debater detalhe por detalhe):

Festa em república termina em confusão em Londrina

http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3–766-20130921

Louis Charles Morelli ·  Comentador principal · Queens

Os lavradores (não os donos das terras) estão trabalhando duro produzindo a comida para os estudantes, os pedreiros e carpinteiros estão construindo os prédios das escolas, com a crença de que a psicologia vai melhorar o funcionamento mental da especie humana. Estes estudantes tem por obrigação e dever moral combater energicamente tudo o que altera ou prejudica o natural e produtivo funcionamento da mente humana. Qualquer tipo de substancia que produz estados alterados da mente deve ser banido, combatido, denunciado, imediatamente, por estes que são sustentados para administrarem essa área especifica da saúde humana. Portanto qualquer estudante que estava na festa e viu qualquer indicio de droga, seja maconha ou uso excessivo de álcool e não denunciou chamando a policia imediatamente é um traidor da especie humana. A psicologia foi criada para encontrar meios que eliminem as causas de perturbação da ordem publica, detetando os comportamentos doentios que causam estas perturbações, portanto qualquer estudante que percebeu que o barulho e movimentação da festa estrava entrando nas casas dos vizinhos e não atuou para interromper o ruido, não terá capacidade para exercer a profissão porque não entendeu o que é sua profissão. A moderna psicologia ainda quase nada sabe dos processos psicológicos e quase nada tem feito para eliminar os defeitos dos processos mentais,(prova disso são as cadeias cada vez mais cheias e a continuidade do caráter corrupto na nação como regra geral) tem muito trabalho a fazer, muita coisa a descobrir, mas assim, com a corrupção dos processos psicológicos já presentes na mente dos que deveriam combate-los… vamos parar de fornecer o produto de nosso árduo trabalho para quem não quer pagar o troco e acabar com essa disciplina…?

Como as ultimas Descobertas Cientificas estão Bagunçando o Coreto dentro do nosso Cocuruto

quarta-feira, setembro 25th, 2013

Os cérebros humanos que estão no topo da evolução estão sendo bombardeados duramente pela Natureza. A cada semana novas descobertas mudam alguma coisa da visão do mundo que tinham na semana passada e isso nos causa aquela estranha sensação da insuportável leveza do ser, como disse Humberto Eco. De repente se descobre mil outros planetas no Universo, o que significa que aqueles pontinhos brilhantes que sempre vimos no nosso céu e a que chamamos de “estrelas”, não estão sozinhas, todas estão rodeadas de astros como os nossos planetas estão em volta desta estrela-Sol. Claro que nesse ponto a primeira ideia que surge é a de que “tem que existir muitas outras formas de vida no Universo”. Mas na semana seguinte se descobre que existem planetas solitários, vagando no espaço interestelar sem estarem aprisionados na orbita de alguma estrela. E isto é um chute no saco da teoria acadêmica sobre origens e formações de planetas, ela vai ter que ser mudada.

Desde a seculos sempre se acreditou que cada ser humano tem uma personalidade distinta, um corpo diferente de todos os demais, porque a crença era a de que cada ser humano tem um especifico genoma, ou seja um unico código da vida encerrado em seu DNA. Isto foi amplamente usado pelas areas juridicas para apontar criminosos, pais genéticos, etc., baseando-se que cada um tenha seu DNA. Agora se descobre que isso não é verdade, que uma unica pessoa tem células com diferentes genomas, diferentes DNA. Trata-se de mais uma revolução em nossos pensamentos, muito do que acreditamos e muitas atitudes baseadas nestas crenças terão que mudar.

A dez anos atras telescópios na Terra e no espaço afirmaram que existe metano na atmosfera de Marte. Ora metano foi um ingrediente na formação das primeiras formas de vida, mas como ele some depois de certa idade dos planetas, e a partir dai são os seres vivos que produzem o metano que vai para a atmosfera, isso indicava que em Marte teria vida. A Nasa ficou alvoroçada, conseguiu o dinheiro e partiu para botar o robô Curiosity na superficie de Marte em busca de vida. E quase um ano depois de tanto procurar o Curiosity informa que não existe metano em Marte… Mas se ele estava la a pouco tempo atras porque não esta agora? Os nossos telescópios mentiram para nos? De qualquer forma isto foi um banho de água fria que caiu em cima do pessoal da NASA, uma noticia deprimente que ela teve que anunciar mesmo que isso venha no prejuízo dela, pois muitos financiadores curiosos em busca da vida em Marte vão retirar seu apoio. Que a NASA esqueça Marte e se volte para outros lugares promissores, como as luas de Júpiter.

Sempre pensamos que o que constitui nosso corpo a nós  pertence. Então todas as células que formam nosso corpo teria vindo da diferenciação de uma unica célula inicial formada pela fusão de um espermatozoide com um ovulo. Mentira! Estivemos por seculos totalmente errados. Fomos descobrir que a maioria, talvez 90% das células em nossos corpos são pequenos animaizinhos que não nos pertencem, as tais bactérias. Nossos corpo não é um sistema único, e sim um ecossistema, como é esta biosfera que nos cerca locupletada de especies de vidas diferentes. Somos um ecossistema ambulante. E carregando tudo isso, dirigindo tudo isso, esta um cérebro no comando…

Por falar em cérebro, sempre nos perguntamos como podem existirem estes psicopatas que sentem prazer em ver outras pessoas gritando de dor. Assassinos que esquartejam pessoas e animais vivos. A crença popular é a de que existem demônios invisíveis que se apoderam dos cérebros e das almas de tais indivíduos, portanto tem que mata-los para exorcizar tais demônios, a qual é uma crença fabricada convenientemente, já que a intenção e desejo oculto do crente é  se livrar destas ameaças. Agora pesquisadores dotados de MRI, aquela filmadora que filma os movimentos energéticos nas conexões dos neurônios dentro do cérebro descobriram que as pessoas normais, quando sentem em si mesmas as dores que outros estão sentindo, ao que se chama “empatia”, ativam uma região do cérebro, chamada anterior insula. Mas os psicopatas não tem essa região ativada, até pelo contrario, quando torturam alguém é ativada a região do cérebro ligada aos sentimentos de prazer. O problema agora mudou de angulo. Seria a personalidade consciente do individuo que determina qual região sera ativada, ou seria a operação do cérebro como sistema nu e cru, inconsciente, que determina a personalidade do individuo? Ninguem pode responder com certeza, não existe base cientifica para nenhuma das alternativas. Então fica a questão: sera correto aplicar a violência como resposta da sociedade sobre criminosos? Mas e se o individuo nasceu com o cérebro deformado, é um doente mental? Seria o mesmo que matar todos os aleijados de nascença?

Semana passada um cientista publicou um “paper” declarando ter encontrado formas de vida simples em pedaços de rochas que vagam no espaço em volta da Terra. Raios! Agora a briga esta deflagrada: estes micróbios desceram ou subiram? Ou seja: teriam sido formados em outros astros e emitidos ao espaço na direção da Terra, ou teriam sido formados na superficie da Terra e emitidos para o espaço? Ou ainda, uma hipótese que parece mais esdruxula, mas cientificamente não pode ser descartada: estes bichinhos se formam na nossa estratosfera…?

Muitas outras descobertas bombásticas estão vindo de todos os lados, desde a dimensão microscópica quântica até a dimensão astronômica, cada vez mais profunda do espaço habitado por matérias e energias escuras. Sim, se antes acreditávamos que só existe a luz branca, clara, luminosa, que clareia a escuridão inerte do Universo, descobrimos que existe sua contraria, a energia que escurece a brancura luminosa do Universo. Agora não sabemos mais se o Universo é preto ou é branco! E a coisa é tao simples que me faz bater a cabeça contra a parede por não ter pensado nisso antes: desde que tudo que se expande depois se contrai, se uma onda de energia parte de uma fonte e se espalha no espaço na forma de luz branca, ela deveria retornar do espaço na direção da fonte na forma de luz negra… Mas dai, se no Universo tudo vem do passado em direção ao futuro, do simples em direção ao complexo, carregado pelas ondas de luz branca que vai avançando invadindo as regiões escuras, quando estas ondas voltam, se colapsando, elas devem vir do futuro em direção ao passado, do complexo em direção a singularidade absoluta… e bota ai a nossa cuca sendo fundida, colapsada, mais uma vez… pois não tem como imaginar um mundo assim… e o pior… esse parece ser o mundo real!

Mas a Natureza esta mesmo a fim de bagunçar quando bota a boca no trombone sob o pomposo nome ” The Universal Matrix/DNA”. Trata-se de uma nova interpretação de todos os fenômenos naturais e eventos do mundo real que vira de ponta cabeça todas as interpretações acreditadas por todos os povos de todos os tempos. Por exemplo, ela diz – mostrando modelos, gráficos e formulas – que nunca houve origens da Vida, já que todos os sistemas naturais antigos, e ditos “não-vivos” apresentam todas as propriedades dos seres vivos, portanto, se dizemos que os sistemas biológicos são seres vivos, então teremos que dizer que os nossos ancestrais sistemas atômicos e astronomicos tambem são vivos… Mais: ela diz que o DNA não é nenhum código genético, e sim mera pilha de copias derivadas de um único sistema, o qual pé tambem o tijolinho básico de átomos e galaxias… Em outras palavras ela esta dizendo que todos os sistemas tem uma Matrix e o DNA é apenas mais uma de suas formas adaptadas as condições da Terra. Entre outras sugestões surpreendentes ela apresenta uma formula de sistema natural perfeito como um motor perpetuo dizendo que esta é a face desta galaxia, mas como tal sistema é fechado em si mesmo, ele é a máxima expressão do egoismo, por isso as galaxias são atacadas pelo Universo com sua arma chamada entropia e da queda destas galaxias surgem os biológicos como nos… que herdamos esse egoismo na forma dos nossos “genes egoístas”. E então vem o papa dos ateus, Richard Dawkins, declarando guerra aos nossos genes egoístas. Ta todo mundo ficando louco? Não seria de admirar depois que um dos maiores físicos de nome Lawrence Krauss estar vendendo pra burro o best-seller ” Something from Nothing”, provando por A+B (claro, pelo mesmo método que os religiosos provam por A+B que tudo foi criado por Deus – um método que em inglês se chama “circular reasoning” ) que do Nada surgiu tudo o que ai esta…

Sera intenção da Natureza nos deixar loucos? Porque ela nos bombardeia dessa maneira? Ou sera culpa nossa que a estamos invadindo na sua intimidade  e ela não gosta disso? Sera mesmo que o conhecimento de tudo, do bem e do mal, nos seria eternamente proibido? Mas se for, eu não quero sobreviver, nem existir, como escravo da ignorância. Vou enfrentar o bombardeio de pé, ate não aguentar mais e cair, ou então até retornar com a tocha da vitoria como fez Prometeu ao alcançar o trono de Zeus no pico do Monte Olimpo. As vezes me pergunto se não sera mais sábio o homem comum que se mantem alheio a esse bombardeio, sentado no sofá, assistindo futebol e novela enquanto come pipoca. Mas o gado também é tao feliz existindo limitado dentro de um pasto cercado com cercas de arame farpado desde que contenha boa relva e água com sombra fresca, que o boi sai correndo atras de nos quando invadimos seu território. Porem, eu não consigo pensar como gado, esse é o problema, mesmo tendo comida em fartura, sombra e água fresca, não consigo suportar a cerca proibindo sair la fora em busca do conhecimento sobre o que sou, de onde vim, para onde vou, o que estou fazendo aqui, o que significa aquelas bilhões de estrelas la no alto, o que tem no núcleo da Terra, como são os genes dentro do meu DNA, porque os Higgs bosons se formam do campo de Higgs…?! Ja disse alguem que o inferno é sempre reinventado por quem se faz estas perguntas, mas tal inferno não é feito de fogo e diabinhos e sim de bombardeios da Natureza. sob fogo cerrado mesmo…

No final, estou vibrando no meio desse bombardeio, porque estou ansioso para saber qual sera o resultado dele. O que vai acontecer em nosso cérebro cujas conexões e operações estão sendo totalmente desfeitas e refeitas de outra maneira?! Como sera o novo homem, o que ele fara da sua vida, que tipo de mudanças no mundo ele produzira… se sair vivo dessa vez?!

XXXXXXXXXXXX

Enviado como sugestão de publicação a:

http://www.folhaweb.com.br/? – FolhaWeb > procurar resposta no hotmail.

http://www1.folha.uol.com.br/falecomafolha/obrigado.shtml – Folha de S. Paulo

Pergunto se lhes interessa publicar artigos como sugerido neste link: http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=6671
sob titulo ” Como as ultimas Descobertas Cientificas estão Bagunçando o Coreto dentro do nosso Cocuruto”.
Resultado de sete anos na selva amazônica aplicando um novo método de pesquisa, a Teoria da Matrix/DNA de minha autoria é uma nova e totalmente visão do mundo onde a nova interpretação de todos os fenômenos e eventos naturais possibilitam as milhares de teses inéditas que já estão no website e de nenhuma outra forma tem sido divulgados, as quais posso transformar em artigos para leitura popular, sempre acatando sugestões da sua linha editorial. Não estarei cobrando nada, meu interesse é divulgar este trabalho. Vivendo mais em New York agora, tenho participado dos debates aqui nos principais meios de comunicação como o New York Times, Fox News, Pharyngula, etc. e o assunto tem provocado mais de um milhão de visitas de estudantes do mundo todo ao website, mesmo sem qualquer divulgação. A espera de alguma resposta, gratos… Louis.

Porque os Cruéis São Cruéis: Defeito no Cérebro, Neurologia Explica

quarta-feira, setembro 25th, 2013

(Artigo ainda em Construção)

A neurological basis for the lack of empathy in psychopaths

Quando uma pessoa normal vê outra sendo torturada sob terrível dor, as imagens do cérebro mostram uma área sendo altamente ativada, e a isso – a sensibilidade de sentir a dor dos outros como se fosse nossa mesmo – se chama “empatia”. Mas indivíduos que estão presos por ter cometido crimes cruéis, mostram o cérebro nesta região sem qualquer alteração  Ate pelo contrario, o cérebro deles é ativado numa outra região ligada ao prazer! Monstros? Doentes mentais? Vou levar um para casa para estudar ele direitinho…

O assunto é muito interessante com valiosas informações sobre o que é e como funciona o cérebro,  tanto que vou copiar o artigo inteiro aqui para analisar tudo sob a ótica da formula da Matrix/DNA. Quero saber o que deu de errado na passagem ou involução do nosso ancestral sistema astronômico que é um sistema como uma maquina perfeita, ate chegar nessas anomalias do sistema cerebral. Talvez o jeito de consertar o cérebro destes caras é mesmo usando martelo, marreta e pé de cabra, para colocar algumas peças no lugar.

http://www.eurekalert.org/pub_releases/2013-09/f-anb092313.php

Public release date: 24-Sep-2013

Prof Jean Decety -Department of Psychology and Department of Psychiatry and Behavioral Neuroscience
University of Chicago, USA

Caption: This is response in the right amygdala across groups of low (L), medium (M) and high (H) psychopathy participants, when they adopted an imagine-self and an imagine-other affective perspective while viewing bodily injuries. Groupwise effects (bars at the bottom of the figure) are expanded to show the contribution of continuous PCL-R subscores on factor 1, which encompasses the emotional/interpersonal features of psychopathy.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

When individuals with psychopathy imagine others in pain, brain areas necessary for feeling empathy and concern for others fail to become active and be connected to other important regions involved in affective processing and decision-making, reports a study published in the open-access journal Frontiers in Human Neuroscience.

Psychopathy is a personality disorder characterized by a lack of empathy and remorse, shallow affect, glibness, manipulation and callousness. Previous research indicates that the rate of psychopathy in prisons is around 23%, greater than the average population which is around 1%.

To better understand the neurological basis of empathy dysfunction in psychopaths, neuroscientists used functional magnetic resonance imaging (fMRI) on the brains of 121 inmates of a medium-security prison in the USA.

Participants were shown visual scenarios illustrating physical pain, such as a finger caught between a door, or a toe caught under a heavy object. They were by turns invited to imagine that this accident happened to themselves, or somebody else. They were also shown control images that did not depict any painful situation, for example a hand on a doorknob.

Participants were assessed with the widely used PCL-R, a diagnostic tool to identify their degree of psychopathic tendencies. Based on this assessment, the participants were then divided in three groups of approximately 40 individuals each: highly, moderately, and weakly psychopathic.

When highly psychopathic participants imagined pain to themselves, they showed a typical neural response within the brain regions involved in empathy for pain, including the anterior insula, the anterior midcingulate cortex, somatosensory cortex, and the right amygdala. The increase in brain activity in these regions was unusually pronounced, suggesting that psychopathic people are sensitive to the thought of pain.

But when participants imagined pain to others, these regions failed to become active in high psychopaths. Moreover, psychopaths showed an increased response in the ventral striatum, an area known to be involved in pleasure, when imagining others in pain.

This atypical activation combined with a negative functional connectivity between the insula and the ventromedial prefrontal cortex may suggest that individuals with high scores on psychopathy actually enjoyed imagining pain inflicted on others and did not care for them. The ventromedial prefrontal cortex is a region that plays a critical role in empathetic decision-making, such as caring for the wellbeing of others.

Taken together, this atypical pattern of activation and effective connectivity associated with perspective taking manipulations may inform intervention programs in a domain where therapeutic pessimism is more the rule than the exception. Altered connectivity may constitute novel targets for intervention. Imagining oneself in pain or in distress may trigger a stronger affective reaction than imagining what another person would feel, and this could be used with some psychopaths in cognitive-behavior therapies as a kick-starting technique, write the authors.

xxxxx

Pesquisa:

anterior insula

anterior midcingulate cortex

somatosensory cortex

right amygdala

ventral striatum

ventromedial prefrontal cortex

xxxxxxx

Anterior Insula

Livro Imperdível para Ler: Evolucao da Consciência – Roger Penrose

quarta-feira, setembro 25th, 2013

Consciousness and the Universe: Quantum Physics, Evolution, Brain & Mind

http://www.amazon.com/dp/0982955200?tag=cosmology07-20&camp=14573&creative=327641&linkCode=as1&creativeASIN=0982955200&adid=1C57PPXZD4B0AQWA00FG&

Is consciousness an epiphenomenal happenstance of this particular universe? Or does the very concept of a universe depend upon its presence? Does consciousness merely perceive reality, or does reality depend upon it? Did consciousness simply emerge as an effect of evolution? Or was it, in some sense, always “out there” in the world? These questions and more, are addressed in this special edition.

Morar em Trailers: Comum nos USA mas Bom Investimento Desconhecido no Brasil. Porque?

terça-feira, setembro 24th, 2013

Oak Haven Community Park

Mobile home

Feliz é a tartaruga que, apesar de muito pesada, deu seu jeito de viver livre como uma borboleta ao levar sua casa nas costas para pousar quando quiser e viver onde lhe apetecer.   Uma vez eu tinha uma tartaruga amiga no Rio Amazonas, coloquei o nome nela de Marilyn, pus uma etiqueta nas costas dela escrito assim ” Eu sou a Marilyn e estou com a cosmovisão da Matrix/DNA”. E quando fui em Belem no litoral levei a Marilyn para conhecer as águas do mar, mas a danada ficou tao excitada que desapareceu mar adentro e eu perdi a Marilyn. Cinco anos depois eu estava dormindo estendido numa praia na Florida quando senti uns beijos doces e molhados na minha cacunda, levantei apavorado e quando olhei… era a Marilyn… ainda com a etiqueta nas costas! Ela tinha atravessado o oceano! Mas ai senti uns trocos frios de ferro me agarrando, acordei do sonho, a imagem da Marilyn desapareceu e me dei conta da situação: o caminhão de lixo estava me pegando e jogando dentro da caçamba. Brincadeiras a parte, vamos voltar ao nosso assunto. Veja o artigo neste link:

BBC NEWS MAGAZINE

Why do so many Americans live in mobile homes?

http://www.bbc.co.uk/news/magazine-24135022

23 September 2013

Cerca de 20 milhões de americanos vivem nos chamados “mobile home” ou “casas moveis”, e não tenho visto isso no Brasil. Porque essa diferença? A primeira resposta que me veio a mente seria que obter uma casa fixa ou pagar aluguel de uma casa fixa seria mais barato no Brasil que nos USA, mas vendo este artigo se percebe que isto não é verdade, pois a diferença de salario torna mais fácil obter casa fixa em muitos estados do USA. É preciso notar que a maioria dos idosos e os já aposentados gostariam de viver em chácaras ao invés dos grandes centros populosos. Mas quem pode comprar uma casa numa chácara no Brasil? Então o trailer seria uma ótima solução. Deveria ter imobiliárias fazendo lotes grandes destes sítios e fazendas retirados das cidades, por preços razoáveis. Então eu poria um trailer nessa terra e devagar iria comprando material para construção fazendo extensões do trailer, um dia eu poderia retirar o trailer e ficaria uma casa prontinha para viver! Enquanto isso também iria trabalhando a terra, fazendo a horta, o jardim, quem sabe criando galinhas e ate alguns porquinhos… De outra maneira nunca vou ter minha chácara. Porque não se faz isso no Brasil? Sera que não tem fabricas de trailer-casas, ou o preço é exagerado? Nos USA se compra um bom trailer preparado como casa, com dois ou três quartos, por 10.000,00 ou 16.000,00 dólares. Vamos juntar uma turma e criar uma companhia (sociedade anonima) para fabricar os trailers e comprar terras fazendo os lotes para chácaras, com infra-estrutura de água, eletricidade. etc? Basta ajuntar mil pessoas com 1000,00 reais cada uma que daria para começar?  Eu vou estudar com carinho essa matéria porque pretendo me aposentar nos USA e não vai dar para comprar uma casa como quero ( bem simples, sem luxo e nem supérfluos, pequena, mas com bastante quintal, para fazer uma grande garagem onde ter minha mecânica e laboratório para desenvolver minhas ideias e teorias, espaço  para plantar minha horta e fruteiras, estar agachado mexendo com a terra no chão para sentir e recordar munha condição de ser natural ao invés deste ser artificial que sou nas grandes cidades onde todo o solo esta escondido embaixo de tapetes de asfalto e cimento, e para poder levantar de manha ir embaixo de arvores e me espreguiçar gostosamente absorvendo o ar puro da Natureza e agradecer por mais um dia o sentimento de liberdade…). E parece que este sonho não esta muito distante pois vejo no artigo que tem lugares razoáveis para viver onde a terra custa 2.500,00 dólares! (não sei quanta terra, etc., mas vou investigar). Neste artigo que fica aqui registrado tem muita informação e talvez eu faca isso no Brasil também, já que meu sonho é ter um é aqui e outro la partilhando minhas duas pátrias irmas e queridas ( aos diabos a Dilma e o Obama brigando por causa de mixarias como espionagem, etc. o que interessa é que existem muitas ameaças, cobiças e competição de povos de outras racas e quanto mais a America toda, os três continentes, se unirem, melhor para todos nos).

Nunca me esqueço da inteligencia e esperteza cabocla do Brasil caipira que vi, por exemplo, na Amazônia, com um cara chamado Natal. Conheci ele quando estava num caminhão pau-de-arara indo de Maraba para Serra Pelada, la pelos idos de 1980.  Ele ia conhecer o garimpo e tinha projetos de vender cachorro quente. Pouco tempo depois o O Natal chegou com um pequeno trailer montado como lanchonete para cachorro quente e xis-salada e o botou ao lado da maior mina de ouro do Brasil onde já tinha uns 50.000 homens! Começou a vender cachorro pra burro mas no segundo dia veio o fiscal da coordenação federal perguntando o que era aquilo, o Natal mostrou uma licença obtida em Maraba, chorou para o fiscal assim: ” Oh, moço, eu só to vendendo uns cachorrinhos pra acabar as salsichas que sobrou da festa em Maraba, não fais isso comigo não porque tenho seis barrigudinhus esperando pelo leite em casa… Oia aqui, experimenta este cachorro que é de graça pro sinhô, veja só o capricho… ” O fiscal comeu o sanduíche e deixou ficar mais uns dias e depois voltou. O Natal tinha feito uma extensão nos fundos do trailer com madeiras de caixas e calhas de alumínio e o fiscal ficou furioso: ” Mas que?! Ao invés de tirar o trailer daqui você ainda esta construindo?!” – ” Oh, patrãozinho, ainda não acabo as “sarsixas” e precisava bota um refrigerador para fora e dar espaço aqui dentro… ah… por falar nisso tenho preparado para o sinhô leva uma especiaria da casa qui só eu sei fazer, oia aqui, já ta embrulhadinho pro sinhô… Ah, se precisa pagar alguma multa não precisa nem fazer o papel eu pago já e depois o sinhô fais o papel se quiser..” Esta é a maneira do brasileiro corromper os funcionários públicos, mas vai la… Bem, 3 semanas depois o Natal ainda estava la, mas com uma área maior construída atras, inclusive banheiro, e amigo do fiscal. Uns meses depois o Natal numa noite e na surdina retirou o trailer debaixo, ficou o prédio construído e a lanchonete se firmou para sempre no terreno, que agora é dele! Mas ai ele gostou da ideia e repetiu a mesma historia levando o trailer para uma praça publica em Parauapebas, e depois fez isto em Maraba… e se ninguém segurar ele logo vai ter uma rede de McDonald,s tipicamente brasileira nas principais praças dos Brasil. Chega com um trailer de mansinho, vai fazendo umas extensãozinha aqui, outra la, e quando o pessoal acordar é tarde demais… Eu estou tendo a ideia de chegar naquelas áreas publicas e vazias perto dos aeroportos e requerer um espaço para fazer pequenos cemitérios privados… pé uma utilidade publica que ajuda os federais a evitar invasão de favelas. Depois de sete anos, retiro os ossos dos cadáveres e ponho um estacionamento privado… e fico rico! Tambem sou brasileiro esperto, uai!

Tem outra alternativa que estou analisando, trata-se do ” Projeto Arca de Noé “. O seguinte: existem estes containners de ferro usados pelos navios para transporte de cargas. Sao verdadeiras caixas de ferro totalmente lacradas e quando fechadas nada entra, nem água. Tenho visto oficinas mecânicas começarem botando um containner desse num patio e terminarem com uma construção parecendo um galpão. Num caso de catástrofe climática, nada haveria de mais seguro senão uma casa montada dentro de um containner. No caso de enchente a casa poderia ficar flutuando, sendo levada pela correnteza, enquanto as crianças  dentro ficaria jogando ping-pong… os velhos dormindo sossegado, apesar de que passada a tormenta poderiam acordar em alto mar ou numa ilha deserta… Furacão? Pode arrastar o trailer, bate-lo contra qualquer coisa, as pessoas dentro enroladas em sacos almofadados iriam se divertir pra valer… Nos USA se pode comprar um containner grande, de 40 pés (?),  por ate 2.000,00 dólares e acho que chegaria no Brasil por uns 5 mil dolares, … e seria bom para agricultores armazenar alimentos contra ratos, etc.?  Para botar chassis e rodas num containner, abrir janelas, etc., seria fácil mas fica ainda para se ver o problema do clima. Aqui, precisa ar condicionado, pois as paredes de metal no calor esquenta muito e no frio gela demais, mas o clima tropical do Brasil sempre é uma dadiva.

Ah… antes de terminar quero pedir um favor: se alguém ver a Marilyn por ai por favor, me avise… já a coloquei na lista dos desaparecidos do FBI mas ate agora nada…

XXXXX

Comentario enviado ao Ajuda Comunitaria esperando aprovacao para ser publicado.

Morar em Trailers: Comum nos USA mas Bom Investimento Desconhecido no Brasil. Porque? – See more at: http://theuniversalmatrix.com/pt-br/artigos/?p=6659#sthash.E11Hgp8q.dpuf

 

Origem da Vida pode ter vindo de Marte – Dr. Steven Benner

segunda-feira, setembro 23rd, 2013

(Artigo em construcao e pesquisa)

Steven Benner

Steven Benner

Lendo agora:

Alien Microbes in Comets? A Tempting Science

http://www.ffame.org/ATemptingScience/

Posted by  on 11 September 2013, 4:33 pm

XXXXXXX

Earth life ‘may have come from Mars’

http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-23872765

The first question is, did life start out as RNA? If the answer is no — and some scientists believe that to be the case — then they have to grapple with a different set of challenges to explain the origin of life.

For scientists who do accept an RNA-based origin of life, however, they need to find chemistry to produce it. Dr. Benner has one hypothesis. If scientists don’t like it, then it’s up to them to find an alternative — which other scientists are indeed doing.

And if you accept Dr. Benner’s chemistry, then you have to find a place with oxygen and dry land where it can unfold. If the early Earth doesn’t meet those standards, then we have to look elsewhere.

“That’s the logic that drives you to Mars,” said Dr. Benner.

Dr. Hazen, for one, is taking Dr. Benner up on the challenge to find evidence to test our ideas about the origin of life. He is now studying 3.8-billion-year-old rocks from Greenland, inside which are boron-laden minerals. If the boron once existed as borate in deserts — something Dr. Hazen doubts — then it may have left some clues behind in the rocks.

“I want to prove myself wrong before somebody else does,” said Dr. Hazen.

If Dr. Hazen’s research bears fruit, then Dr. Benner will happily abandon the idea that our ancestors started out on the Red Planet. “Then I have all the deserts I need. I don’t have to go to Mars,” he said.

The atmosphere of early Mars also shows signs of having contained oxygen, enabling molybdate to form. With a supply of both borate and molybdate, Mars might have been a favorable place for RNA to emerge, and for life to start. A giant impact on the Red Planet could then have kicked up microbe-laden rocks, which later fell to Earth.

Just this June, some more evidence emerged that supports this idea. Studying a meteorite from Mars, scientists at the University of Hawaii reported that it contained high levels of boron, a component of borate.

 

XXXXXX

Pesquisa:

Borates are the name for a large number of boron-containing oxyanions. The term “borates” may also more loosely refer to chemical compounds which contain borate anions. Larger borates are composed of trigonal planar BO3 or tetrahedral BO4 structural units, joined together via shared oxygen atoms[1] and may be cyclic or linear in structure. Boron most often occurs in nature as borates, such as borate minerals and borosilicates.

Under acid conditions boric acid undergoes condensation reactions to form polymeric oxyanions:

Boron is a chemical element with symbol B and atomic number 5 , which is classed as a metalloid, is not found naturally on Earth. Boron is similar to carbon in its capability to form stable covalently bonded molecular networks. Because boron is produced entirely by cosmic ray spallation and not by stellar nucleosynthesis,[8] it is a low-abundance element in both the solar system and the Earth’s crust. Boron is concentrated on Earth by the water-solubility of its more common naturally occurring compounds, the borate minerals. These are mined industrially as evaporites, such as borax andkernite.

Electron shells of boron (2, 3)

An oxyanion or oxoanion is a chemical compound with the generic formula AxOyz (where A represents a chemical element and O represents an oxygen atom). Oxoanions are formed by a large majority of the chemical elements.[1] The formulae of simple oxoanions are determined by the octet rule. The structures of condensed oxoanions can be rationalized in terms of AOnpolyhedral units with sharing of corners or edges between polyhedra. The phosphate and polyphosphate esters AMPADP and ATP are important in biology.

Molybdate – Structure of molybdate

In chemistry a molybdate is a compound containing an oxoanion with molybdenum in its highest oxidation state of 6. Molybdenum can form a very large range of such oxoanions which can be discrete structures or polymeric extended structures, although the latter are only found in the solid state. Molybdate only forms in the presence of oxygen. The atmosphere of the early Earth appears to have been nearly oxygen-free

Molybdenum is a Group 6 chemical element with the symbol Mo and atomic number 42.  Molybdenum does not occur naturally as a free metal on Earth, but rather in various oxidation states in minerals. The free element, which is a silvery metal with a gray cast, has the sixth-highest melting point of any element. Molybdenum is the 54th most abundant element in the Earth’s crust and the 25th most abundant element in the oceans, with an average of 10 parts per billion; it is the 42nd most abundant element in the Universe.

Electron shells of molybdenum (2, 8, 18, 13, 1)

Biochemistry[edit source | editbeta]

The most important role of the molybdenum in living organisms is as a metal heteroatom at the active site in certain enzymes.[54] In nitrogen fixation in certain bacteria, the nitrogenase enzyme, which is involved in the terminal step of reducing molecular nitrogen, usually contains molybdenum in the active site (though replacement of Mo with iron or vanadium is also known). The structure of the catalytic center of the enzyme is similar to that in iron-sulfur proteins: it incorporates a Fe4S3 and multiple MoFe3S3 clusters.[55]

In 2008, evidence was reported that a scarcity of molybdenum in the Earth’s early oceans was a limiting factor for nearly two billion years in the further evolution of eukaryotic life (which includes all plants and animals) as eukaryotes cannot fix nitrogen, and must therefore acquire most of their oxidized nitrogen suitable for making organic nitrogen compounds, or the organics themselves (like proteins) from prokaryotic bacteria.[56][57][58] The scarcity of molybdenum resulted from the relative lack of oxygen in the early ocean. Most molybdenum compounds have low solubility in water, but the molybdate ion MoO42− is soluble and forms when molybdenum-containing minerals are in contact with oxygen and water. Once oxygen made by early life appeared in seawater, it helped dissolve molybdenum into soluble molybdate from minerals on the sea bottom, making it available for the first time to nitrogen-fixing bacteria, and allowing them to provide more fixed usable nitrogen compounds for higher forms of life. In 2013, Steven Benner suggested it was possible that boron and molybdenum catalyzed the production of RNA on Mars with life being transported to Earth via a meteorite around 3 billion years ago.[59]

Skeletal structure of a molybdopterin with a single molybdenum atom bound to both of the thiolate groups

The molybdenum cofactor (pictured) is composed of a molybdenum-free organic complex called molybdopterin, which has bound an oxidized molybdenum atom through adjacent sulfur (or occasionally selenium) atoms.

Although oxygen once promoted nitrogen fixation via making molybdenum available in water, it also directly poisons nitrogenase enzymes. Thus, in Earth’s ancient history, after oxygen arrived in large quantities in Earth’s air and water, organisms that continued to fix nitrogen in aerobic conditions were required to isolate and protect their nitrogen-fixing enzymes in heterocysts, or similar structures protecting them from too much oxygen. This structural isolation of nitrogen fixation reactions from oxygen in aerobic organisms continues to the present.

Though molybdenum forms compounds with various organic molecules, including carbohydrates and amino acids, it is transported throughout the human body as MoO42−.[60] At least 50 molybdenum-containing enzymes were known by 2002, mostly in bacteria, and their number is increasing with every year;[61][62] those enzymes include aldehyde oxidasesulfite oxidase and xanthine oxidase.[5] In some animals, and in humans, the oxidation ofxanthine to uric acid, a process of purine catabolism, is catalyzed by xanthine oxidase, a molybdenum-containing enzyme. The activity of xanthine oxidase is directly proportional to the amount of molybdenum in the body. However, an extremely high concentration of molybdenum reverses the trend and can act as an inhibitor in both purine catabolism and other processes. Molybdenum concentrations also affect protein synthesismetabolism and growth.[60]

In animals and plants a tricyclic compound called molybdopterin (which, despite the name, contains no molybdenum) is reacted with molybdate to form a complete molybdenum-containing cofactor called molybdenum cofactor. Save for the phylogenetically-ancient molybdenum nitrogenases discussed above, which fix nitrogen in some bacteria and cyanobacteria, all molybdenum-using enzymes so far identified in nature use the molybdenum cofactor.[63] Molybdenum enzymes in plants and animals catalyze the oxidation and sometimes reduction of certain small molecules, as part of the regulation of nitrogensulfur and carbon cycles.[64]

Cancer, Oncogenes: Brilhante Artigo do P.Z. Myers no Pharyingula

domingo, setembro 22nd, 2013

(Artigo sob construcao)

What are oncogenes?

http://scienceblogs.com/pharyngula/2013/09/21/16271/

Pharyngula

Posted by PZ Myers on September 21, 2013

 

http://scienceblogs.com/pharyngula/2013/09/21/16271/#comment-836408

New York City

September 22, 2013

Cancer is a problem of system’s identity and the solution lays on studying the evolutionary history of natural systems. At ” The Universal Matrix/DNA of Natural Systems and Life Cycles Theory” I have suggested a model of perfect closed system which must be the building block of this astronomic/atomic system that created biological systems like humans. As you can see in the formula, the ancestral creator of cell’s systems is not eternal because entropy, so it is fragmented, dying. But it recycles itself and this is the meaning of its existence, birth, death, birth. The final result and whole cancer process seems to me related and caused here. Observing the formula, the identity of that system searches thermodynamic equilibrium for its space/mass/particles aspect and maximum high speed for its time/energy/wave counterpart. The more high speed more recycling and pleasure, which is ancestral of sexual orgasm. Then, it must be something related to human body system’identity, a wrong psychological state. I had no time yet for studying this issue of cancer upon the Matrix/DNA formula, it becomes difficult because cells are opened systems derived from an initial closed system, but you can see a suggestion at my website’s home page how the formula driven the cholesterol circuit in wrong way. I know that mine seems a weird idea but, since that all approaches used till now did not get the elimination of cancer, I think any other approach must be considered.