Archive for setembro 9th, 2013

Checksum no DNA e no Cosmos?! Como e Porque Vivemos numa Matrix da Realidade Simulada

segunda-feira, setembro 9th, 2013

Checksum discovered in DNA: More evidence of Simulation Theory?

http://www.abovetopsecret.com/forum/thread832446/pg5

Tentando ligar a Natureza Universal com uma Metafisica atraves da Matematica como se esta tenha sido o metodo usado pelo metafisico para criar o nosso mundo material. O recurso do checksum corrigiria todos os desvios garantindo que a evolucao de dirija a um objetivo predeterminado. Muitos topicos novos a conhecer e pesquisar aqui. (Obs: nao estou podendo registrar uma conta devido e-mail errado. Tentar com outro IP)

Topic started on 20-4-2012 @ 11:24 PM by FlySolo

” Binary, zeros and ones, Phi, the Golden Ratio, Fibonacci sequence, PI, oh how I wish I could fully understand it all. But what does it all mean? Why do these numerical patterns continue to be discovered in the laws of physics right down to the fiber of our core being, DNA?”

PESQUISA: 

SIMULATION THEORY

Wikipedia: Simulated reality is the hypothesis that reality could be simulated—for example by computer simulation—to a degree indistinguishable from “true” reality, and may in fact be such a simulation. It could contain conscious minds which may or may not be fully aware that they are living inside a simulation.

Artigo pela Matrix:

A palavra “simulação” quando aplicada ao intelectual estudo da existência humana, foi corrompida, adquiriu novo significado, principalmente depois do filme ” Matrix”, de maneira que os jovens aprendizes encontram dificuldades para entender o que seria essa suposta simulação da realidade natural. Precisamos recuperar o inicial significado da palavra porque de fato existimos dentro de uma simulação, uma corrupção da realidade natural, mas sem que esta corrupção tenha sido causada por forças ocultas, pois a simulação é uma propriedade intrínseca a realidade natural, ela pode ser produzida pela própria Natureza, e este é o caso da simulação que estamos vivendo.

Como  e porque a Natureza criaria situações mentirosas, ilusionistas, dentro dela mesma, e qual o final resultado deste truque natural, como ele esta afetando nossas vidas?

Eu acho que esta fora de duvidas que o nosso mundo – tenha sido criado por alguma entidade divina ou pelo mero acaso – sempre mostrou desde o inicio que ele esta estruturado no que denominamos “super-simetria”, ou seja, num dualismo dos extremos. Este dualismo é o responsável por ver-mos todos os fenômenos naturais em dois estados diferentes, opostos entre si. No tocante ao fenômeno natural que chamamos de “temperatura”, se existe o super-quente, tem que existir o super-frio; se existe o comprido, tem que existir o curto; se existe o sexo feminino, tem que existir o masculino,…  e assim são todos, mas todos mesmo, os fenômenos naturais. Existe um outro processo na Natureza que ninguém pode ter duvidas também: estes dois extremos entram em conflitos entre si, criam o fenômeno da dominância e recessividade, dos dominantes e dominados, e as vezes entram em equilíbrio termo-dinâmico quando as forças opostas são iguais, e nestes estados de equilíbrio, se fundem, tornam-se um só, o qual se torna por sua vez, uma nova forma na Natureza, uma nova substancia, um novo corpo, assim como quando dois corpos humanos de sexos diferentes se unem e geram um novo corpo ao qual denominamos de ” baby”. Estamos de acordo que existem realmente estas coisas denominadas ” dualismo”, conflitos entre opostos, equilíbrio e geração de terceiras formas? Então vamos prosseguir…

As origens naturais da simulação

No tocante a este problema da simulação da realidade num plano separado da realidade estrutural do mundo, ela é causada pelo dualismo que existe no fenômeno denominado “sistema natural”.  A Natureza tem uma força dentro dela que faz com que a matéria – inicialmente espalhada, sem forma, e no estado de massa e/ou energia se movendo de forma caótica – se condense formando “corpos materiais”, e depois essa força faz com que estes corpos sejam diferentes uns dos outros, e depois conecta estes corpos entre si numa certa sequencia que no final se torna um sistema dinâmico, funcional. Assim foi criada  a primeira célula viva, pela simbiose entre diferentes moléculas e organelas, e assim foram criadas as primeiras galaxias pela simbiose entre os sete diferentes tipos de astros no céu. Os humanos aprenderam a imitar este método da Natureza:  extraímos minério de ferro, borracha, etc. e fazemos diferentes peças com estas substancias e depois conectamos estas peças entre si ate conseguir-mos um sistema funcional, na forma de um automóvel, um avião, um computador, etc. Pois bem… Acontece que os sistemas feitos pela Natureza também estão sujeitos ao dualismo universal, por isso podem ser ” sistemas abertos”, ou seus opostos, que são os sistemas fechados em si mesmos. Mas estes dois tipos de sistemas são dois estados proibidos pela Natureza, assim como ela tem proibido ate agora que qualquer um dos opostos domine o Universo. Se não fosse esta proibição, por exemplo, o estado de super-quente ou super-frio teria dominado o Universo e estagnado tudo, ou destruído tudo. O estado de sistema aberto total é proibido de vencer e se instalar no Universo porque um sistema neste estado não se controla a si próprio e desaparece por total dissipação, desmanchando-se totalmente; por sua vez, o estado de sistema fechado em si mesmo, também perde seu auto-controle, e se ele dominasse o Universo, se tornaria uma arquitetura eterna, paralisando a evolução natural numa forma provisoria, primitiva. O nosso problema como humanos é que herdamos essa força da Natureza, cujo progresso sem nosso auto-controle é proibido e punido pela Natureza.

Então, a Natureza tinha um problema. Sua meta suprema é a evolução (ao menos é a unica explicação racional que posso extrair de todos os fenômenos naturais que conheço e do porque vejo meu próprio corpo surgindo como uma massa disforme chamada morula, e vai evoluindo para blástula, feto, embrião, ate chegar neste carcamano velho e burro que aqui esta escrevendo isso para ele mesmo tentar organizar suas ideias e curar um pouco sua burrice). Se a meta suprema da existência deste mundo material é a evolução, partindo da simplicidade para construir arquiteturas, sistemas, cada vez mais complexos, então a Natureza não tinha outra alternativa senão obter a evolução através da criação de sistemas. Mas qualquer sistema material já trás em si embutido um principio de auto-corrupção, que é a tendência a ser sistema fechado ou aberto. A Natureza precisa então criar sistemas, mas antes disso, criar um processo corretor, dirigente, que impeça os sistemas de alcançarem seu desejo final, porque este desejo não interessa a Natureza. Alguém aqui já ouviu falar no “checksum”, que seria uma propriedade do DNA corrigir suas copias erradas por mutações casuais, e que agora alguns físicos geniais estão maravilhados porque estão suspeitando que o checksum também existe no Cosmos inteiro, dentro de equações da String Theory, o qual impediria que a evolução se desvie de um caminho pre-determinado – assim como o DNA e o ambiente intra-uterino tentam impedir que seja abortado uma forma fetal provisoria  ao inves de nascer um bebe humano?  Bem, isto tudo é ainda teorias, mas servem aqui para ampliar nossos horizontes mentais. Porem, como funciona este instrumento corretor dos sistemas da Natureza?

Ora, todo sistema natural obedece a dinâmica, ao processo, denominado “ciclo vital”. Todo sistema nasce, cresce, amadurece, degenera e desaparece. Em que fase do ciclo vital de um sistema você aplicaria o elemento que impeça sua tendencia natural, de se tornar sistema fechado ou aberto ao extremo? Pense num sistema, como uma arvore, por exemplo. Ora, bem no meio da fase em que o sistema esta amadurecendo. Você derruba a fruta madura, amarela da arvore, antes que ela apodreça. Assim ela pode apodrecer no solo, mas a sua semente não seguira o processo da degeneração, ela estacionou na forma de amadurecimento e assim ela foi novamente plantada, ela vai se transferir para um sistema novinho em folha, no qual ela não poderá instalar seu sonho de sistema aberto ou fechado. Tu ta pensando que a natureza é burra como este velho aqui?! Num é não!

Acontece então que todo sistema natural amadurece, e então entre em deterioração, degeneração, ate desaparecer. Mas esta fase de degeneração depois do amadurecimento não esta em sintonia com a realidade da Natureza, a qual nunca amadureceu ainda, nunca entrou em degeneração total. Vemos degeneração de sistemas dentro da Natureza, mas não degeneração da Natureza total, do Universo. Ate pode ser que esta degeneração total esteja ocorrendo, mas não é isto que sugerem as evidencias que conheço agora. Medições sugerem que o Universo esta se expandindo, aqui na Terra vejo a cada dia alguns humanos se tornando cada vez mais complexos.

Então, de repente, um sistema natural esta caminhando num sentido contrario ao que a Natureza esta caminhando. O sistema tende a ser sistema fechado ou totalmente aberto, enquanto a Natureza demonstra que ate agora ela nunca foi e não é nem sistema fechado nem totalmente aberto, dissipativo. O sistema depois de amadurecido só tem uma alternativa a seguir: sua deterioração e morte. A Natureza nunca demonstrou que esta seguindo esta alternativa. Existe portanto uma dessintonia entre a realidade dentro de um sistema e a realidade fora do sistema. A esta dessintonia o intelecto humano, que já a percebeu intuitivamente, esta chamando de ” SIMULAÇÃO”.  Mataste a charada?

Estas a perceber que estas coisas de que andam falando desde os velhos e sentados filósofos gregos, como a caverna das sombras do Platão, ou a realidade ilusória do sonho de Buda, e que ate um filme fizeram, denominado “Matrix”, não tem nada de metafisico, nada de sobrenatural, nenhum plano de extraterrestres tentando nos escravizar? Como corpos naturais somos sistemas naturais, e como tais, temos a tendencia a caminhar numa direção diferente da que a Natureza esta caminhando, por isso, quando criamos nossos sistemas sociais – estes que regulamentam como cada um de nos deve se comportar socialmente – criamos sistemas corretos para curtos prazos, mas errados em relação a longo prazo. Como temos a tendencia a conservar o conforto adquirido pelo sistema que criamos, extrapolamos o curto prazo em que eles corretamente  se aplicam, e ai entramos em conflito com o mundo, que é uma força muito mais poderosa.  A Natureza avança criando ambientes, situações, para seus sistemas ideais, sempre se transformando,  e nesse ponto, um sistema que se mantem depois de seu tempo, é um sistema de realidade simulada, falsa. destinado a ser destruído pela Natureza, que seja por meteoritos caindo do céu ou por aquecimento global, ou ainda por pestes e vírus mortais… ou por nos mesmos, quando funciona antes o nosso instrumento de auto-cura.

Corpos humanos são sistemas naturais que emergiram das selvas, as quais são componentes desta biosfera caótica que emergiu na superfície deste planeta. Estes corpos humanos cortaram fora a selva, fizeram terraplanagem acertando os relevos dos terrenos, cobriram o solo com camadas de asfalto e/ou vegetação conveniente, construíram cidades de cimento e se instalaram dentro destas cidades. Vivem atualmente não num ambiente desenvolvimento naturalmente pelas forças naturais, mas num ambiente transformado pelas suas tendencias. Como o homem é produto do meio, e desde que o meio atual é produto do homem, as novas gerações cada vez mais vão se distanciando do caminho que a Natureza esta seguindo. Imagine isso num gráfico cartesiano, onde a linha da evolução do homem se torna uma linha obliqua enquanto a linha da evolução natural permanece uma reta horizontal. O espaço entre as duas linhas, que esta aumentando em distancias entre si, é o espaço onde estamos construindo um mundo simulado, é onde esta a simulação, o reino da Matrix. Todas estas cidades de blocos de cimento, estas ruas ocupadas por motores e maquinas moventes, este solo coberto por um tapete de asfalto e cimento, sera, certamente, removido, destruído, pela Natureza. A não ser que acordamos a tempo, controlemos este instinto de “Matrix”, dentro de nos, esta pecaminosa tendencia de ser extremados sistemas fechados ou abertos,e consertamos o erro, enquanto a linha evolutiva da Natureza ainda nos fornece algum tempo.

 

Dos trogloditas na caverna foi criado um novo sistema, denominado “sistema familiar”. Todo ser humano responsável, consciente, sociável, mantenedor do equilíbrio social, defende com unhas e dentes a instituição familiar. Esta forma de família é denominada nos meios intelectuais de “família nuclear”, pois ela tem sido o centro, o alicerce, o núcleo, de todos os tipos de sistemas sociais inventados pelos humanos ate agora, desde o feudalismo ao capitalismo, ou comunismo, etc. Longe de mim pensar em eliminar este costume das pessoas em constituírem a família nuclear. Mas…

De repente apareceu um plebeu que ganhava a vida como qualquer carpinteiro mas que tinha umas ideias esquisitas. Uma destas ideias era justamente a de que tem algo errado com o sistema familiar nuclear. Este algo errado impediria o que para ele era seu sonho: um mundo em que todos os pais e mães fossem seus pais e mães, em que todos os irmãos e irmas fossem seus irmãos e irmas… E ele chamou esse novo mundo de seus sonhos de ” sagrada família universal”. Seria uma forma nova de sistema familiar, social. Ele representou o estado da fruta madura que tenta sua auto-cura antes de caminhar para sua degeneração. Em outras palavras, o filosofo plebeu acreditou que, contra todas as nossas melhores intenções, o que pensamos ser a unica e melhor forma de existir-mos… esta errada. Mesmo para mim, que desde ao nascer fui deserdado de qualquer pedaço de chão e escravizado pelas famílias nucleares, isto não me parece bom, não consigo digerir esta ideia, não consigo ver nenhuma melhor alternativa para manter a sociedade dos humanos senão mantendo a família nuclear. Mas esta minha dificuldade estaria no fato de que, como sistema natural que sou, tenho uma tendencia corrupta em relação a tendencia da realidade natural. Que sociedades estruturadas em cima de elementos que tendem a se perpetuarem e alcançarem o estado de sistema fechado em si mesmo, são sociedades simuladoras da realidade natural, mas que não são a realidade natural… e nunca o serão. Se insistir-mos, vamos degenerar, a Humanidade vai desaparecer, a Natureza vai retornar aos macacos e recomeçar aqui tudo de novo.

Uma das minhas missões aqui nesta vida que impus a mim mesmo, depois que elegi a visão de mundo da Matrix/DNA como a mais racional, é criticar para mudar os inúmeros conceitos errados que povoam a mente moderna derivados ou criados por esta cultura humana, a qual é virtual, pois os conceitos, as definições, as interpretações, não se aplicam a realidade natural. Isto porque eu quero ter a certeza que esta Humanidade da qual faço parte, tenha um futuro, não desapareça simplesmente e de forma dolorosa, anulando todos os esforços que fiz para mudar a vida absurda que tenho vivido. Você precisa entender que a partir do momento que criamos uma direção diferente da que a natureza continua seguindo, fomos obrigados a ” errar” de proposito em todas as nossas interpretações dos fenômenos naturais, daqueles que já conhecíamos e daqueles que estamos descobrindo. Nossas Ciências se tornaram a nossa fatal armadilha e estamos enfiando esse erro, esse pecado, na cabeça de nossas crianças dentro da educação familiar e dentro das escolas. Se o mundo é redondo e corpos humanos não são plantados no solo, não existem mão direita e mão esquerda, isto é conceito errado, mas então os dominantes puxam a sardinha para sua brasa se dizendo direitistas enquanto aos outros se referem como esquerdistas porque perceberam que uma mão – a qual resolveram chamar de ” direita” – é mais esperta e produtiva que a outra. Cria-se uma cadeia de erros, isto é a cultura virtual, isto é um mundo mental artificial, nos mesmos criamos a nossa “Matrix”.  Acho que já esta na hora de saber-mos o suficiente da realidade natural para nos auto-corrigirmos em nossas tendencias puramente materiais, que se tornaram em nossos instintos animalescos, dar-mos oportunidade para se desenvolva aqui a nova forma de sistema natural que a Natureza esta construindo dentro das nossas cabeças, esta coisa chamada ” mente”, ou “auto-consciência”. Não adianta espernear, não adianta rebuscar justificativas falsas, não adianta tentar ser-mos “espertos”, de nada vai adiantar o uso da força com policias e exércitos: a realidade natural não concorda com nossos sonhos, nossos desejos atuais, e ela sempre venceu, e se preciso, ela nos derrotara, como faz inexoravelmente com todo fruto maduro que foi separado da arvore da evolução. Acho que deu para elucidar de uma vez por todas aqui este problema da simulação da realidade em que estamos vivendo.

Joias colhidas nos Comentarios: 

reply posted on 21-4-2012 @ 03:09 PM by MrXYZ (pag.5)

reply to <a,href=”http://www.abovetopsecret.com/forum/thread832446/pg5#pid13955464″ target=”_blank” rel=”nofollow”>post by MESSAGEFROMTHESTARS
Again: Math is simply what we humans use to express things in an ordered manor. Just because we use the same approach to build computers doesn’t mean nature or the universe is somehow automatically designed by some creator. Math is a tool we humans use, nothing more…