Archive for agosto, 2014

Evolução Biológica É Impossivel… Afirmam Criacionistas. Matrix/DNA Theory Sugere que Não…

domingo, agosto 31st, 2014

E aqui vamos nós de novo. O debate entre metade do mundo intelectual modcerno e a outra metade nunca termina. Surge agora uma voz no meio, com uma terceira visão, entrando no meio do debate. Agora são 3 faccões. Veja o ultimo exemplo deste debate, aqui:

EVOLUTION IS BIOLOGICALLY IMPOSSIBLE

 

http://scienceblogs.com/pharyngula/2014/08/30/friday-cephalopod-dumbo-doesnt-do-them-justice/#comments

xxxxx

Louis Charles Morelli

New York – USA

August 30, 2014

The “design” is identified: the natural universal formula that is hidden under all natural systems – from atoms to galaxies to human beings. This formula is itself under evolution, its first appearance in this “Universe” was in shape of light waves containing the code for life, and its last shape here and know is the DNA. This design has worked in this Universe without applying any kind of intelligence. And the whole Universe have its entire Natural History re-written from this formula perspective, we have the knowledge of the product, which launches solid bases for calculating what is the producer. it is a natural conscious system. Which self-reproduces by natural genetic process. The Universe is like a placenta, inside it is occurring a natural normal process of reproduction of the thing that generated it. Again, no intelligence, no planing, applied for origins of Universes. If you want call that “thing”, that ex-machine “conscious natural system”, as God, feel free for doing it, but, you must know, the power of this “God” in relation to any living creature is proportional to the power of a pregnant woman in relation to her fetus. If you want to know the formula and the shape of that originals light waves, google “The Universal Matrix/DNA Formula for Natural Systems and Life’s Cycles Theory”. Yes, a terrestrial simple soup can generates life, if the bits-information as photons from that formula are inserted in it.

Vídeo de Astronauta com Crianças sobre a Ameaça dos Asteroides e a Sugestão da Matrix/DNA

sexta-feira, agosto 29th, 2014

xxxxxx

Neste vídeo, o astronauta Michael Fincke faz perguntas a crianças de 4 a 6 anos, e obtem respostas muito inteligentes. Como pode a mente de uma criança se deslocar imaginariamente ao espaço sideral, ter uma visão de asteróides caindo na direção da Terra, sentir que precisa encontrar uma solução para evitar a tragédia, e se lembrar que nós capturamos vacas a laço, para usar a mesma técnica com os meteoros?!

The Mission is Simple: Asteroid

https://www.youtube.com/watch?v=jwQM9IRTAuw

Pessoas comuns, normais, quando observam outras pessoas, velhos, crianças, sexos opostos, de pronto se concentram nos aspectos materiais, como a aparência, roupas, e daí se questionam se a pessoa tem ou não dinheiro, se é filho de rico ou pobre, etc… Nós, filósofos naturalistas, de pronto, tentamos entrar fundo em seus corpos, indo diretamente ao DNA e tentando desvendar a gênese da pessoa e qual a influencia daquele único tipo de DNA na sociedade e no mundo. Em seguida ficamos ouvindo e fazendo perguntas para saber qual o conteúdo e o que pensa a mente dentro dos corpos. Por isso, a minha primeira questão acima ao assistir a esse vídeo foi essa: como explicar essa maravilha de associações que a mente de uma criança consegue fazer, quando sabemos que seus cérebros ainda estão humanamente incompletos ( o ser humano apenas manifesta a glândula pineal, no centro do cérebro, aos sete anos)!

Diz a lenda moderna cientifica baseada na sua equivocadamente visão do mundo, que a espécie inteira dos animais gigantes, como os dinossauros, foram extintos por acidente, pela casualidade, na queda de um gigantesco meteoro sobre a terra, 60 milhões de anos atrás. Agora, os poderosos olhos espaciais tem capturado a visão de muitos meteoros vagando nas nossas vizinhanças, e aquela equivocada possibilidade dos fim dos dinossauros, deixam a elite intelectual rica do planeta, preocupada: isto pode acontecer conosco tambem, a qualquer momento. Então lá se vai uma parte das economias humanas gasta na busca e desenvolvimento de tecnologias para fazer o que os dinossauros não fizeram: ter armas, poder, para detectar a tempo, atacar e eliminar estes meteoros no espaço. Está certo: uma pessoa previdente pode se salvar e outra que não seja, perecer. Mas…

Sugere a fórmula da minha “Matrix/DNA Theory” que a extinção dos dinossauros foi determinada pelos erros dos dinossauros, ao escolherem um modo de vida em que se desenvolve o físico apenas esquecendo totalmente o desenvolvimento do intelecto quando uma espécie cresce demais, passa dos limites de encaixe no meio-ambiente, se acomoda numa situação confortável, torna-se um sistema fechado sobre si mesmo, super-egoísta, e assim tenta eternizar uma forma provisória da evolução, interrompendo, fechando suas portas à sua evolução. Este é o mal embutido na ideologia dos “conservadores”, os ricos que formam estes partidos políticos e mafias para conservarem o “status quo”. tais espécies saem fora do tronco da arvore da evolução, na forma de galhos, os quais tem um limite de de crescimento menor que o crescimento do tronco, e tem apenas um destino: se secam, e se extinguem, pois foram descartados pela evolução natural. E a Humanidade está indo por este caminho… se emergências arrojadas como a nova cosmovisão que é a Matrix/DNA não for entendida e praticada a tempo. A natureza não se apressa, em funciona em termos da escala do tempo astronômico, portanto ela deixa estas espécies sobreviveram até por milhões de anos, mas de uma forma ou outra, as transformações evolutivas que vão ocorrendo no todo natural acabará eliminando a espécie. Pode até ocorrer que nesse tempo realmente eventos ao acaso faça o trabalho no lugar da natureza, como poderia ter ocorrido a queda do tal meteoro. Mas… eu particularmente não preciso apelar para magias da cuasalidade, assim como vou explicando todos os eventos e fenômenos naturais pela simples lógica da razão natural sem ter que apelar pela visão imaginaria do dedo de um Deus interferindo aqui. Os dinossauros cavaram sua sepultura, mas isto interessa à cultura virtual dos predadores humanos que dominam o curriculum escolar, a esconder debaixo da equivocada explicação da evolução natural pela incompleta Teoria Darwinista.

Afinal, existe realmente a ameaça da queda de meteoros e é sensato investir economias do duro trabalho humano na pesquisa e desenvolvimento da Ciência e Tecnologia para tentar evitar essa ameaça? O que sugere a Matrix/DNA Theory?

Sim, existe a ameaça, apesar do estabelecido balanço magnético/gravitacional dentro de um sistema astronômico, porque meteoros são partículas astronômicas demasiado minusculas em relação ao tamanho do sistema astronômico e desenvolvem excessivas velocidades, o que as possibilitam passarem indefensáveis dentro do sistema. Isto sugere que se houver um meteoro que ultrapasse certo limite de tamanho ele será imobilizado pelas fôrças internas do sistema, que funcionam como o ancestral do sistema de defesa imunológica dos sistemas biológicos, como o corpo humano. Então inexiste a possibilidade de que a superfície terrestre inteira seja abalada por um meteoro, a Vida nunca será aqui extinta por isso. Mas podem causar tragédias locais. Portanto está aprovado este empreendimento, de tal maneira que eu doarei o dólar que me sobrar no final do mês para a continuidade deste trabalho. Mas…

É preciso debater entre a população que sustenta o projeto como deve ser o método deste projeto. Misseis baseados na superfície terrestre com poder de alcançar o espaço sideral e dirigidos a atacar estes meteoros? Ou misseis baseados em estações espaciais, satélites, etc.?

Antes de dar nossa opinião, como sempre, estendemos o mapa contendo a fórmula da Matrix/DNA sobre a mesa, e prescrutamos a natureza, se ela não problema semelhante antes, e como ela o resolveu. E assim de pronto focamos nossa atenção em F1, o vórtice nuclear central. Aí está como ela resolveu o problema, a 10 bilhões de anos atrás. E depois vemos como essa  função universal – F1 – desenvolveu sua ferramenta para se executar num sistema mais evoluído, a célula viva. E vemos então que na superfície dessa existem receptores, que capturam e eliminam invasores antes que a penetrem. E imediatamente então nossa mente percebe que a solução tem que partir das estações espaciais, como a atual estação que já temos em órbita. Estas estações pairando na superfície da estratosfera terrestre repetem a image dos receptores pairando na superfície da membrana celular, depois de repetir a cena dos vórtices galácticos. De certa maneira, o rodamoinho cósmico envolvendo os detritos inter-estelares se parece com um laço capturando uma vaca. Foi a criança quem confirmou a tese da Matrix/DNA: ” é por aqui o caminho a seguir”!

A seguir, a cópia de meu comentário postado no vídeo e outros sites divulgando este vídeo:

 

When we have a new problem, we must search in Nature, because Nature has solved all problems against its evolution. About this problem, Nature solved it 10 billions years ago: building a spatial vortex that attracts and captures blocks of rocks and dust of died stars. You can see it in the natural formula for natural systems, at “The Universal Matrix/DNA For Natural Systems Theory”. So, on the future, our planet will be surrounded by spatial stations containing these “receptors” for planet defense. Like cells have their surface’s receptors for self-defense, capturing viruses…

xxxx

Pesquisa da Matrix/DNA:

1) Como está a atual tecnologia contra asteroides?

2) Qual a diferença de definição entre as palavras “asteroide” e “meteoro”?

Por a Bicicleta na Horizontal… E sair voando nela! ( Veja Video)… Porque não tive essa idéia antes?

quinta-feira, agosto 28th, 2014

Antes de ler esse artigo, veja este vídeo ( mas volte aqui pois este artigo tem excelentes novas lições para aprender sobre a Natureza):

The World’s First Hoverbike Could Revolutionize the Drone Industry (Mehta Websolution)

https://www.youtube.com/watch?v=mNkLjv–q7Y

Os aros da roda de uma bicicleta podem tornarem-se como as hélices do helicóptero, empurrando o ar para baixo, gerando uma cama de ar, e… voar.basta tirar a bicicleta da sua posição normal, vertical, pô-la na horizontal, fazer umas modificações, acrescentar um motor… Imagine o quanto nossa vida teria sido facilitada se alguém tivesse feito isso antes. No minimo, nossas cidades teriam sido desenhadas e desenvolvidas diferente do absurdo que são estas cidades de hoje. Num rápido passeio o agricultor teria uma visão total de cima das suas plantações. A maioria das pessoas que morreram afogadas, ou quando apanhadas em enchentes, teriam sido salvas pelos próprios moradores locais. Sim, a vida teria sido melhor do que foi, e tudo isso só porque não pusemos a mente a trabalhar no lugar certo. Ela estava assistindo futebol ou telenovelas, na cama fazendo sexo, ou raptada pela cerveja, sempre vagabundeando por aí. O tema deste website – fornecendo a fonte para mil novas idéias como essa – causa pavor, pois tem que se concentrar e ler duro, o autor é um “chato”… e assim ninguém lê isso aqui, e assim, sozinho, não consigo os recursos para desenvolver as idéias que emanam destas descobertas.

A Natureza contem muitos mecanismos e processos, e cada vez que descobrimos mais um destes mecanismos, produzimos uma imitação tecnológica. Não existe tecnologia humana que não tenha já antes sido “criada” pela natureza. Nós não criamos nada, nós copiamos tudo. Então quando surge uma nova “invenção” humana, corro a buscar na fórmula natural da Matrix/DNA e na sua História natural Universal, onde e quando a Natureza já aplicava aquela tecnologia. E sempre encontro a resposta. A qual sempre fornece mais idéias para melhorar aquela tecnologia.  Mas, quem me conhece sabe que nasci pelado e sem um naco de terra, e assim as famílias cristãs das cidades por onde passei sempre viram a oportunidade em mim de ter mais uma mão de obra escrava para fazer aqueles serviços que eles não querem fazer e não querem pagar valores proporcionais às rendas que ganham. Então, se fico na cidade tenho que trabalhar duro para arrumar o dinheiro para pagar o quarto da pensão à noite e o jantar, senão quiser ir dormir no mato e comer pão com banana. geralmente escapo para a selva, mas lá não tem como levar as ferramentas. Sem um galpão para uma oficina mecânica, um laboratório, todas estas idéias vão comigo para o tumulo. Não tem problema, não tenho um passarinho para dar de comer, esse mundo não é meu, quando puder, volto para a selva, onde minha mente fica livre para ter orgasmos mentais cada vez que descubro mais uma das estonteantes peripécias desta Natureza.

Onde a Natureza aplicou o mecanismo de rodas com raios na horizontal para ficar boiando no ar? Ora, isto já se descobre rapidamente, bastando dar uma olhada na fórmula natural para sistemas naturais, a “minha” amada Matrix/DNA. deixa-me trazê-la para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Mas para ver melhor ainda essa bicicleta voadora natural, deixa-me trazer para cá o desenho rustico feito na selva, que contem encoberta, esta fórmula:

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Onde está o mecanismo aplicado na bicicleta voadora?

Observe F1 na fórmula, que corresponde ao vórtice turbilhonar no desenho. É um rodamoinho, uma espiral formada de linhas de fôrça, que ficam girando na horizontal, mantendo o sistema boiando no espaço sideral. Pronto! Fácil, não?

Mas não se para por aqui. A fórmula deve fornecer mais idéias de como melhorar, como incrementar a bicicleta voadora vista no vídeo.

Eu notei ainda na selva, há 30 anos atrás, que esta roda cósmica foi o principio nas estrelas que mais tarde serviu de projeto para a natureza desenvolver a boca dos sistemas biológicos, até chegar neste tipo de boca humana ( também o nariz, com seus dois buracos e exata função respiratória está encoberto na fórmula, mas o nariz é outra história). Ora, a função do cone astronômico é ingerir a massa interestelar misturada com a energia vinda nos cometas, mistura-las internamente, e produzir as bolotas, emitindo-as para fora, as quais são germes de novas estrelas. No sistema celular este mecanismo todo está dentro do núcleo, onde o DNA ( após um pedido feito pelo sistema e trazido como mensagem pelo RNA), capta os átomos selecionados, mistura-os, dá-lhes uma forma, produzindo proteínas… e mandando-as para o espaço intracelular.

Então, em outras palavras, há 10 bilhões de anos atrás a Natureza produzia um sistema que tinha uma boca, comia, triturava os grandes pedaços de alimento pelo processo de jogar uns contra os outros, despedaçando-os cada vez mais, mas que fazia tambem o papel de uma “boca feminina”, que gerava novos bebês. Porque nessa massa e nessa energia estavam ocultos os fótons-genes para produzir estrelas.

Assim, existem no minimo duas maneiras para se “mastigar” alimentos. Uma, fazendo uma roda horizontal no espaço sideral utilizando linhas do campo magnético, gerando algo parecido com um “liquidificador”. Outra, é transformando esta boca adaptada para as condições nas superficies de planetas e nas dimensões menores, microcósmicas. Basta virar a roda da horizontal para a vertical, separa-la em duas metades iguais, porem, fazer com que uma metade seja fixa e a outra movente, repetindo o mesmo movimento que as linhas magnéticas fazem no espaço sideral. isso a natureza conseguiu fazer desenvolvendo o que chamamos de “maxilares”, colocados na metade de baixo da boca.

Você ainda duvida? Ok… leve sua mão à sua boca e segure firme o lábio superior. Agora mastigue o ar. Perceba que sua mão não se move. Agora segure firme o lábio inferior. Perceba como sua mão se move. Como cético que sou ( só acredito vendo), e sempre desconfiado que a Matrix está querendo me enganar, eu não acreditei nisso e fui tirar a prova. Prendi meu lábio inferior numa morsa, atarrachei bem até não aguentar mais a dor do apêrto, aí enfiei as unhas por baixo dos dentes superiores e tentei levantar a boca para mastigar o ar. ~Botei força prá car… alho,  e não consegui levantar minha cabeça de burro empacado. Tentei usar alicate, o macaco de levantar o carro… e nada. Assim cientificamente, provei mais uma das minhas teorias.

É simplesmente estonteante…, de uma beleza incomparável…, produzindo na mente orgasmos a nível cósmico…, quando descobrimos estes truques evolucionários da grande mestra e mamãe Natureza. Que engenheira genial. Em outra ocasião, ela precisava aplicar o mesmo mecanismo, mas desta vez, ao invés do corpo-cone ficar pairando no ar, ela queria que o corpo se movesse no espaço, adquirisse velocidade, etc. Então ela botou seu cocuruto a trabalhar, e o que ela inventou? Pegou o mecanismo das forças na forma de linhas magnéticas do cone do espaço sideral, imitou-as na forma de matéria biológica, conservou-as na vertical, para empurrar o ar para a frente e para trás na horizontal… e se saiu com estas coisas que chamamos de “asas”. Os passarinhos ficaram felizes da vida…

Mas o homem às vezes não é tão burro no seu nível de subconsciência ( só é muito burro no seu nível de super-consciência) e tambem deu seu jeito de aplicar este processo evolucionário na forma de tecnologia mecânica: observe as rodas dentadas de qualquer engrenagem de maquinas, como algumas estão na horizontal, para fazer girar outras que ficam na vertical, etc. isto se deve aquelas intuições que de repente pipocam numa cabeça, dando a impressão que Deus ou Santa Bárbara está sussurrando um ideia para dar uma ajudazinha, mas que na verdade é o nosso DNA emitindo imagens internas de coisas estranhas nunca vistas no mundo externo, porque este passado evolucionário cósmico está todo registrado naquelas regiões do DNA a que alguns não- amantes da mãe natureza chamam de DNA-lixo… Fazer o que? A arrogância os cegam…

A arrogância dos que foram criados em famílias e protegidos/alimentados dentro de um lar, faz com que, quando chegam na selva, assumem o ar de superioridade, botam suas maquinas a trabalhar e destroem a selva. Se tivessem nascido e sido criados como eu, o tempo todo ouvindo falar que “você é um moleque sujo de rua”, “você não é nada”, “veja se se enxerga”, etc., teriam reduzido a arrogância natural e aprendido a serem ao menos um pouco humildes, e teriam chegado na selva quietinhos, com o rabo entre as pernas, sabendo-se incapaz de ali sobreviver perante as forças descomunais dos espíritos da selva, e teriam aberto os ouvidos para ouvir e prestar atenção nos sussurros dos movimentos na selva, para aprender e descobrir um montão de coisas novas. Que não se descobre em laboratórios com ar condicionado. Mas…paciência, fazer o que? A Natureza sempre defendeu e sempre defenderá o seu projeto evolucionário, passando por cima de todos que se opõem como obstaculo ao seu caminhar. Cadê os dinossauros? Cadê as grande e poderosas civilizações dos faraós egípcios, dos imperadores romanos? Um dia se perguntará tambem: “Cadê a grande e poderosa civilização dos bilionários do século 21? Dos torcedores de futebol e assistidoras de telenovelas? “… se eles não acordarem rápido para a visão de mundo revelada pela Matrix/DNA que veio lá do meio das selvas,  ouvi-la, e começar a consertar o que ela está mandando consertar.

A bicicleta voadora do vídeo acima é uma visão animadora, espetacular. este pessoal que está concentrando o cérebro no seu tempo livre na busca de trazer o projeto para a realidade são verdadeiros heróis da Humanidade. Um brinde de todo coração a eles! Ela é possível de se tornar real aqui, porque ela já estava desenhada nas estrelas!

Mas… e quanto as idéias fornecidas pela fórmula da Matrix/DNA para incrementar, melhorar a bicicleta voadora e obter dela mais utilidades para a vida humana? para isso temos que voltar a observar a fórmula. E logo percebemos que a roda cósmica está circundada por uma “carga”de poeira estelar. Se esta roda se mover no espaço sideral, ela “carregará”essa carga junto com ela. ma observe que a carga sideral tambem tem seu motor próprio. Trata-se do cadáver estelar em F7. Então, começa a despontar a visão de uma grande bicicleta voadora carregando uma carga, um novo tipo de transporte aéreo de cargas grandes e pesadas, movida por dois motores… etc. Isto se tornará realidade no futuro. Pois tambem já foi desenhado nas estrelas. Bem vindos a bordo do submarino espacial.

( Raios… só agora quando terminei o artigo e levantei da cadeira percebi que ainda carrego a morsa presa e pendurada no lábio inferior… Essa gamação pela natureza está me deixando cada dia mais maluco… Socorrooooooo!)

Vídeo-Aula Excelente Para Atualização Sobre Psicologia Social, Comunicação e Sociologia

quinta-feira, agosto 28th, 2014

xxxxx

Opinião Pública como você nunca viu

http://vimeo.com/65688241

 

As Causas Antes das Origens da Vida, do ID, da Libido,do Ego, e da Consciência

quinta-feira, agosto 28th, 2014

Freud, o pai da psicanalise, foi quem melhor identificou os efeitos de certas fôrças naturais que vem desde o Big Bang entrando na formação e evolução dos sistemas biológicos, ou seja, seres vivos. Descobriu ele que uma criança recém nascida não tem ainda uma psique, e nesse estado ele a chamou de ID. Ela é apenas uma energia, que tem como único objetivo, o prazer, à qual ele chamou de “libido” . Mas os demais indivíduos existentes não podem absorver um individuo assim, então eles impõem limitações à criança. O conjunto destes indivíduos, Freud disse, chama-se “a civilização”. Assim está criado um ponto de tensão entre a energia do prazer e a civilização. Ora, a civilização é mais forte que o individuo, então ele terá que se imiscuir no meio da civilização auto-controlando-se na sua pratica de prazer toda vez que pressentir que haverá contra-reação, punição. Assim o que não tinha psique, cria internamente um conjunto de medições, comparações, balanceamentos, avanços e regressos, etc. , o qual será sua psique, que Freud chamou de “Ego”. O Ego é força centrípeta ou seja, redutora do amplo a um ponto ( um ponto de poder sobre o externo a este ponto para usar o externo ao seu prazer) , e tambem centrifuga, ou seja, parte de um ponto para ampliar-se no espaço ( para conquistar mais prazer). O Ego é sua inteligencia, seu conhecimento, sua opinião, suas preferencias, ou seja, é tudo o que você pensa.

Não sei ou não me lembro quando lia algo de Freud, como ele tratou a questão da consciência, qual o nome que lhe deu. Então o que vou dizer da consciência aqui é minha opinião. Repare que o Ego não possui a propriedade da empatia, ou seja, ele é incapaz de se colocar no lugar do outro e sentir o que o outro sente, pois isso não lhe trás prazer algum. Então a consciência começou a surgir quando sobre o Ego começou a aparecer a empatia. Consciência é aquela energia que não precisa da civilização limitadora, pois ela própria entende a necessidade de limites e se impõe seus limites.

Sabendo-se que a matéria, o Universo inteiro é composto de massa e energia, pergunto: “Porque esta energia que é a criança recém-nascida não é a energia do Universo?” A pergunta não faz muito sentido, parece óbvio que a criança recém nascida é ainda a mesma energia que compõe o Universo. Então, se é assim, pergunto: “O que fez essa energia sedenta de prazer e que tem como único objetivo o prazer, antes das origens da Vida?”

A resposta sensata só pode ser uma: avançou sempre buscando mais e mais prazer.

Mas sabemos que a anergia mais a massa do Universo construíram os chamados sistemas naturais. Primeiro as partículas ( que já são sistemas em si), depois os átomos, as galaxias… Mas sabemos tambem que a energia é o elemento movente, ativo, enquanto a massa é o elemento inerte, passivo. Ora se a energia é o elemento movente, ela sozinha tinha a tendencia que viria a construir sistemas. A energia, sozinha, sem a massa, foi quem inventou a Evolução, a qual nada mais é que sucessivas transformações de um sistema inicial em sistemas cada vez mais complexos ( para obter cada vez mais prazer). Tanto que não existe sistema que não tenha dinâmica interna, um fluxo ou circuito de energia. Partes sem energia as conectando são coisas separadas, não são sistemas.

Porque a energia então construiu sistemas? A resposta só pode ser uma: porque usa os sistemas para obter mais e maior prazer.

Mas sabemos tambem que a tendencia da massa é se eternizar no estado de repouso absoluto. E quanto aos sistemas naturais – segundo a Teoria da Termodinâmica – o objetivo supremo é alcançar o estado de equilíbrio termodinâmico, onde massa e energia cedem 50% cada e recebem 50% cada, numa espécie de contrato social.

Ora, nós descobrimos a fórmula para sistema fechado em si mesmo, o qual é o sistema mais perfeito possível. E depois descobrimos que todos os sistemas naturais tem essa fórmula como template, considerando que a própria fórmula veio evoluindo junto com a evolução do sistema inicial. Mas quando fomos ver como seria a contraparte materializada desta fórmula no seu estado de perfeição ultima, descobrimos que o resultado é exatamente o modelo das galaxias originais. Simples: quando a energia e a massa encontraram o jeito de realizar seu contrato social, quando entraram em equilíbrio termodinâmico que estaria destino a permanecer assim por toda a eternidade, massa e energia estava dentro de uma galaxia, elas se modelaram como uma galaxia.

A forma de sistema fechado em si mesmo é a suprema manifestação do egoísmo – o que imediatamente nos lembra o nome “ego” de Freud. Então a pergunta agora é: “Sabendo-se que a forma de sistema biológico foi criada dentro da galaxia e pela galaxia, ( pois se alguém souber de algum elemento ou força que constitui um ser vivo que tenha vindo de fora da galaxia, traga-o e ganhará o Premio Nobel) , porque um sistema que chegou ao máximo da perfeição e tinha a pretensão de se eternizar nessa forma, criou ou se transformou, num novo sistema?! E ainda mais complexo que ele mesmo? A energia traiu a massa e rompeu o contrato social? Ou vice-versa…

E porque o ego da galaxia reapareceu na forma do sistema chamado “humano”?

Bem… esta pergunta me deixou na selva muitas noites sem dormir, tinha que partir atrás da resposta. O mesmo modelo do building block das galaxias é o meno modelo do building block do DNA – um par lateral de nucleotídeos. Mas antes ainda do DNA, o modelo da face esquerda do building block da galaxia é o mesmo modelo do nucleotídeo solteiro que faz a pilha do RNA. E depois o mesmo modelo emerge em seu resplendor como template, fôrma, do primeiro sistema celular funcional e completo, ou seja, o primeiro de fato ser vivo. Esta constatação indica obviamente que houve novamente a presença do processo da evolução, ou seja, uma continuidade evolutiva entre evolução cosmológica e evolução biológica. E quem gosta da evolução é a energia, não a massa.

Por isso passei a observar inquiridoramente a energia do sol batendo nos átomos inertes da lama dos pântanos na superfície da Terra. Afinal de contas é uma energia que vem de um sistema astronômico sem a qual a Vida não existiria, não daria um passo sequer. Assim cheguei aos fótons, e destes, à “Luz”, para descobrir que, antes das galaxias, antes dos átomos e das partículas, uma onda de luz original emitida por um Big bang já continha em si, a fórmula para sistemas naturais.

Os fótons do Sol, da radiação cósmica e dos que vem do núcleo da Terra, são bits-informação do sistema galáctico original, e como tal, trabalham como genes. A maior diferença com os genes biológicos é apenas uma causa no processo evolutivo: enquanto os genes biológicos são transmitidos do criador para a cria encerrados dentro de um envelope cromossômico, e assim produzem apenas uma forma de sistema, à imagem e semelhança do criador – os genes astronômicos são dispersos livres no tempo e no espaço, e juntam-se aos pedaços, em múltiplas diferentes combinações, o que produz a enorme diversidade de formas das crias.

Ora, estes genes astronômicos estão aqui com o propósito ultimo de reproduzir o sistema celeste de onde vieram. E aquele sistema celeste foi a máxima expressão do… Ego.  O ego da energia somado ao ego da massa que pode ser resumido no Ego Material.

Mas o Ego que reinou um dia dentro do Universo, foi atacado por uma força externa, não se sabe vinda de onde. Uma força que se mede pela entropia e que é o principio da degeneração, que leva à morte dos sistemas. Por isso o sistema perfeito celeste que se auto-prometeu eternidade, de repente caiu, e foi obrigado a produzir mais um novo sistema, o biológico, o qual, tinha que emergir como sistema aberto, para reencetar a evolução. Não houve traição entre eles, não houve quebra do contrato social. O que me parece é que houve uma traição da energia em relação à luz original. Pois nela a fórmula não admite uma interrupção da evolução enquanto… a própria luz não se auto-reproduzir, ou reproduzir quem a emitiu, … na forma de auto-consciência. Daqui veio aquela fôrça da entropia, que acabou com a festa orgíaca nos céus. O Ego humano é tão autentico filho do ego celeste que chega a ter lapsos de memória vendo imagens do passado naquela espécie de paraíso celeste, e devido a estas miragens escreve metáforas como a Queda do Paraíso, Adão ( energia) e Eva ( massa), e etc. Estás entendendo agora o que é essa auto-consciência ainda embrionaria que está gestando em sua cabeça-ovo?

Mil aplausos para o Freud… ele foi realmente genial. E ele me ajudou a montar este quebra-cabeças que é maior que o Universo!

Menstruação/Ejaculação: Entendendo-as Por uma Nova Perspectiva

quarta-feira, agosto 27th, 2014

Este artigo e pesquisa é baseado no artigo publicado em:

Fôlha de São Paulo

http://darwinedeus.blogfolha.uol.com.br/2014/08/05/bodas-de-sangue/

Essa equivocada tendencia da filosofia cientifica moderna em projetar os valores humanos desta época, como a violência e a competição, em todos os fenômenos naturais, esta causando, entre muitos malefícios, o emperramento da nossa medicina. As disfunções do organismo e as grandes doenças tradicionais continuam matando e torturando sem que a medicina as elimine atacando o mal pela raiz porque a atual visão do mundo está equivocada e assim não percebem as causas fundamentais de tais distúrbios. As mulheres, por exemplo, vão continuar ainda por algum tempo sofrendo as disfunções da menstruação e inclusive uma TPM que não tem razão de ser, não aconteceria se elas soubessem a verdadeira realidade do mundo e significado das coisas. E agora chegam ao absurdo de quererem jogar as mães contra os fetos que gestam, como se fetos tivessem culpa, ou tivessem autonomia de ação, preferencias, etc. Por isso insisto em artigos como esse, que alias, me ajudam em mais temas para mais pesquisas. Veja abaixo minha primeira abordagem num comentário que ainda tentarei postar na Folha:

Bodas de sangue

POR RLOPES

05/08/14  16:44

Por que as mulheres menstruam, afinal de contas? As moças que sofrem com esse incômodo mensal, bem como as variações de humor que podem acompanhar o período imediatamente anterior a ele (a célebre TPM), sem falar nos membros do sexo masculino que convivem com elas, certamente já se fizeram essa pergunta angustiada inúmeras vezes. Acontece que, até onde sabemos, a menstruação é um dos detalhes mais interessantes da biologia humana quando se trata de explicar certos mecanismos-chave da evolução.

A começar, claro, pelo fato de que esse negócio de ter as “regras” mensais (como dizia a sua bisavó) é relativamente raro entre mamíferos. É basicamente coisa de primatas de grande porte como nós e alguns morcegos, entre outros bichos. E parece ter relação direta com o tipo especial de placenta que caracteriza a gravidez humana.

Ah, a placenta! Essa maravilhosa bolsa protetora que a mamãe produz para aconchegar seu bebezinho ao longo de nove meses! Né?

Mentira, excelso leitor. Quem produz a placenta é o organismo do próprio feto. E, em espécies  como a nossa, ela não se comporta de um jeito propriamente fofinho.

ESQUEMA MAFIOSO

Digo isso porque a placenta dos primatas de grande porte é um tecido altamente invasivo, comportando-se de maneiras que lembram o funcionamento de um tumor (inclusive do ponto de vista dos detalhes moleculares, como os genes que se ativam ao longo desse processo).

Para ser mais específico, a placenta dos fetos humanos é capaz de rasgar as paredes do endométrio (o revestimento interno do útero) e cravar seus dentes (metaforicamente, é claro) nas artérias que estão por baixo dele, fazendo com que os vasos sanguíneos passem a desviar seu conteúdo diretamente para o futuro bebê. É tipo um “gato” biológico. Além disso, o feto é capaz de usar estratégias mais insidiosas, como a manipulação hormonal direta do organismo da mãe graças à conexão sanguínea entre os dois. Não é impossível que mães de meninos, embora sejam (óbvio) mulheres, carreguem células com o cromossomo Y, a célebre marca genética da masculinidade, em seu organismo. Isso porque células derivadas de seus bebês ainda circulam pelo corpo delas mesmo vários anos após a gravidez.

É aqui que, do ponto de vista da biologia evolutiva, a coisa começa a ficar interessante. Sei que isso vai soar um pouco cínico, mas há excelentes razões para acharmos que existe um conflito de interesses fundamental entre mães, pais e bebês. Assim como crianças às vezes abusam da boa vontade dos genitores e fazem birra querendo mais brinquedos/chocolates/videogames do que os pais conseguem bancar sem ir à bancarrota, fetos também podem “querer” demais do organismo da mãe (entre muitas aspas, claro, porque fazem isso sem a menor consciência do que estão fazendo). Acabam manipulando de forma agressiva demais o organismo da grávida, desencadeando, por exemplo, problemas como pressão alta e diabetes, justamente por serem “gulosos”.

Do ponto de vista do feto, escangalhar a saúde da mãe, desde que ele receba muitos nutrientes para virar um bebezão grande e saudável, “vale a pena”. Curiosamente, em geral, essas situações parecem ter ligação com a ativação desenfreada de genes legados ao feto pelo pai (lembre-se de que todos nós temos duas cópias de cada gene, uma vinda do pai e a outra, da mãe). É claro que, de novo, pelo lado paterno, o “interesse” inconsciente, do ponto de vista genético, é produzir um bebê altamente saudável, enquanto a saúde da mãe, em si, não importa tanto.

Finalmente, é preciso considerar o ponto de vista da mãe, importantíssimo, claro: não vale a pena perder a saúde por conta de um único bebê se ela ainda tem chances de se reproduzir outras vezes no futuro. Fica armado o cenário, portanto, para o cabo-de-guerra — o que nos leva, finalmente, à menstruação.

FAXINA

Diante da necessidade da mãe de não ser manipulada a esmo por fetos gulosos e egoístas, o mínimo que ela pode fazer é realizar uma “triagem” rigorosa (de novo, óbvio, totalmente inconsciente e de natureza bioquímica) da qualidade dos embriões que podem se implantar em seu útero. Ocorre que a primeira “linha de defesa” é o próprio endométrio — o qual, diferentemente do que a gente poderia imaginar, é um lugar RUIM para a implantação dos embriões. Para eles, conseguir se fixar no útero costuma ser justamente DIFÍCIL porque o endométrio lhes impõe uma série de circunstâncias inóspitas. Só os fortes aguentam o tranco.

A treta, porém, é pior ainda do que o parágrafo acima dá a entender. Nessa luta para barrar embriões meia-boca, o endométrio se tornou um lugar pobremente abastecido por vasos sanguíneos, dificultando a implantação embrionária. Por outro lado, esse mesmo fato faz com que a área seja relativamente pouco sujeita a “ordens” hormonais por parte do organismo da mãe, o que poderia deixá-la mais vulnerável a infecções e também à influência bioquímica de embriões malandrinhos. O pior cenário, do ponto de vista reprodutivo/evolutivo, seria um embrião sem potencial de desenvolvimento, que ficasse preso ao endométrio, semimorto, sugando nutrientes da mulher e impedindo a coitada de ter uma gravidez realmente viável.

A solução radical para esse dilema: raspar o tacho — literalmente. Raspa-se totalmente o endométrio toda vez que não existirem sinais inequívocos de que uma gestação viável está em curso. Daí o que nós chamamos de menstruação — uma forma “sangrenta” de controle de qualidade para um processo que, por mais fofo que seja em teoria, também tem seus momentos sanguinolentos por natureza.

xxxxx

Comentario de um leitor a observar:

Leo Barci

4 semanas atrás

Parece me estranho as afirmações do ultimo paragrafo . Quando a mulher esta no período ovulatório , o endométrio , encontra se espessado e riquíssimo em vasos sanguíneos e ao contrario ele é altamente sensível ao ataque hormonal . quando ocorre a fecundação , a célula ovo que estimula o antes corpo luteo a se manter ativo ( agora corpo albicans ) , para a produção de Progesterona que vai manter ativo esse endométrio ate que se forme a placenta , essa sim , responsável pela produção de progesterona que ira manter todo esse esquema ate o final da gestação .

xxxx

Meu Comentario postado na Folha de São Paulo:

…….

Era para ser assim o comentario, porem o limite de palavras impediu:

Vejamos isto por uma diferente perspectiva:

Por que as mulheres menstruam ? Pelo mesmo motivo do porque os homens ejaculam: efeito do processo de degeneração entrópica de todos os sistemas naturais, e o corpo humano é um sistema natural. Se as mães e a medicina moderna entenderem isso, o tratamento das anormalidades será mais fácil e eficiente. Óbvio que os fenômenos menstruação/ejaculação são produtos da Evolução, porem a Evolução não foi inventada pela primeira vez pela matéria estupida deste planetinha perdido na imensidão cósmica; a Evolução é universal e para entende-la é preciso conectar evolução biológica à sua ancestral evolução cosmológica, e em se fazendo isso, descobrimos que existem mais mecanismos no processo do que os meros três descobertos por Darwin.  E vai mudar essa perspectiva de guerra/competição entre feto e organismo da mãe.  Menstruação/Ejaculação são sim, mecanismos de limpeza do corpo-sistema, mas isso vem da termodinâmica dos sistemas desde as origens do Universo e não foi criado pelos mamíferos. E nunca vamos entender as verdadeiras relações entre feto/corpo da mãe/influencia do pai se não observar-mos a fórmula universal para sistemas naturais e as formas dos sistemas nossos ancestrais que ela veio desenvolvendo. E à primeira vista, esta fórmula já sugere algumas novidades neste tema da menstruação/ejaculação ( mas nada será entendido senão tiveres a fórmula da Matrix/DNA à vista):

1) O que produz a placenta não é apenas o organismo do feto, mas sim a placenta se forma como resultado de um novo estado do corpo materno produzido pela fecundação de um óvulo, que altera o sistema inteiro, portanto é o sistema neste estado e mais o feto que produz a placenta. Vemos melhor como isto ocorre se observar-mos o que acontecia num nosso ancestral que conseguiu ser um sistema perfeito, que foram as galaxias originais. A placenta em tal sistema era/é o horizonte de eventos que se forma em torno do núcleo-ovo do sistema, e se forma  devido ã chegada ali da massa degradada de estrelas mortas, chamada “poeira estelar”. Nesta zona emergem os novos germes de novas estrelas, os quais são cobertos por essa massa, a qual vai constituir a reserva de nutrientes quando começar as reações nucleares da estrela, e no novo germe essa massa/placenta se torna as camadas geológicas.  Mas para que o sistema produza um novo germe estelar é preciso que um pulsar ( o macho do sistema) emita cometas ( os cromossomas Y do Cosmos), na direção do núcleo-ovo, ou seja, que o sistema adquira o estado de “gravidez”. Então a placenta se forma quando surge um germe, o que dá a ilusão de que é o germe que produz a placenta. Mas se não houvesse o germe com seus receptores de massa, nào se produziria a placenta, o que, de certa forma, valida a tese de que o germe produz a placenta… “tambem”. resumindo, a placenta surge pelo feed-back entre os organismos da mãe e do feto. Se existir conflitos gerando anomalias será devido ao desequilíbrio nesse feed-back.

2) As regras mensais apareceram apenas nos mamíferos ( e não nas espécies anteriores aos répteis) porque no mamífero começa na evolução biológica a segunda fase do processo de evolução dos sistemas naturais. A primeira fase é a “dos ovos botados fora e a prole abandonada à própria sorte”, a segunda fase é a “dos ovos mantidos e protegidos dentro do sistema”. Novamente, no nossos ancestral sistema galáctico isto pode ser melhor entendido. Todo novo germe estelar é ejectado do núcleo-ovo central para o espaço sideral, porem, como o espaço sideral está dentro do sistema, o germe cai na órbita de uma sua estrela onde é gestado, nutrido, até tornar-se nova estrela. No sistema humano, o óvulo fecundado cai no útero, que representa o espaço sideral, e sofre das intempéries do ambiente inóspito, mas se lograr exito, se a massa à volta agregar-se a ele, ele passa a orbitar de maneira segura até seu “segundo” nascimento. Entender isso nos levará a corrigir antes as condições intra-uterinas.

3) A placenta não é um tecido invasivo pois ela é composta do produto interno da entropia do sistema (organismo da mãe) e se forma porque o germe absorve esse produto porque ele contem os nutrientes para se tornar um embrião. O destino normal da matéria degradada pela entropia é ser expelido pelo corpo. No sistema celular, o lisossoma faz isto, no sistema corpo-humano é principalmente o fígado que faz isso, no sistema galáctico é o cadáver estelar que faz isso. Se não for expelida, ela pode se tornar um tumor, ou no caso do cérebro, em plaquetas em volta de neurônios causando o Alzheimer.

3)… 4)… Infelizmente não tenho espaço aqui para continuar isso. A fórmula da Matrix/DNA pode ser vista googlando “A Matriz/DNA Universal dos Sistemas naturais e Ciclos Vitais”.

xxxxxxx

E trazendo a fórmula para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

A “placenta” se forma na função F2, e seus componentes vem desde F7. Enquanto o feto é F2 e vem desde F1. No desenho rustico abaixo isto pode ser melhor visualizado:

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Estás vendo o germe – aquelas bolinhas amarelas saindo do vórtice – no meio da poeira estelar? Aí está se formando o ancestral astronômico do que mais tarde se tornaria a “placenta”. Em seguida o germe cresce pela agregação da poeira ao seu corpo, e quando a energia de uma estrela despertar este germe ( o qual então estará no estado de núcleo de um planeta), o germe começa as reações nucleares como esta que produz a luz do Sol, porque o núcleo vai comendo a placenta, ou seja, suas camadas geológicas, de dentro para fora. Come porque esta massa degradada contem átomos que contem elétrons que contem energia que é o que o novo ser precisa.

xxxxx

Pesquisa da Matrix/DNA:

1) Telométrio:

Obs: Verificar este comentario do telométrio: – Leo Barci: Parece me estranho as afirmações do ultimo paragrafo . Quando a mulher esta no período ovulatório , o endométrio , encontra se espessado e riquíssimo em vasos sanguíneos e ao contrario ele é altamente sensível ao ataque hormonal . quando ocorre a fecundação , a célula ovo que estimula o antes corpo luteo a se manter ativo ( agora corpo albicans ) , para a produção de Progesterona que vai manter ativo esse endométrio ate que se forme a placenta , essa sim , responsável pela produção de progesterona que ira manter todo esse esquema ate o final da gestação .

 

Idéia Para Aposentadoria: Levar todas as Non-profit Americanas para o Brasil e Demais Associações Daqui

quarta-feira, agosto 27th, 2014

Uma idéia de salutar atividade. Devo começar me insecrevendo como membro em todas estas instituições que for encontrando na Internet.

1) Se inscrever no:

http://www.heartmath.org/ 

Desconstruindo Esta Cultura Milenar Virtual da Face Negra da Matrix: O Feed-back que Produz o Povo Como Consumidor Moderno

terça-feira, agosto 26th, 2014

A mentalidade dos humanos tendentes a grande predadores criam negócios sob a filosofia “forneça ao povo o que o povo quer”. O povo quer comer carne, então tem-se que desenvolver a mais eficiente e barata tecnologia para produzir hamburguer em massa. O povo quer sexo e violência, então que Hollywood produza filmes nestes termos. As mulheres querem satisfazerem seus instintos, sexo na forma de romance é sua pedida, então desenvolva-se a telenovela.

Se um produto que satisfaz o desejo do povo estiver contra a evolução natural, as leis naturais, ou contra o código moral, isto não é nosso problema – assim creem os grandes predadores humanos de hoje. Somos minoria dentro do “povo”, não vamos tentar mudar “o povo”, temos que fornecer ao povo o melhor que precisam para produzirem mais,  e disso extraímos a nossa vantagem, que é, na colheita, amealhar a maior quantidade de dinheiro possível, a qual é a nossa necessidade como minoria. Se houver algum pecado nisso, o pecado é do povo, não  nosso, pois apenas servimos o povo, o povo é quem manda. Se a Natureza um dia mostrar que estivemos errados, se ela revoltar-se e vingar-se, ela vai atacar o povo, que é o culpado. Nós, que não tivemos culpa nisso, estaremos resguardados pelo poder do nosso dinheiro, que nos proporciona tecnologia de auto-defesa, teremos chance de aguentar as intempéries e sobreviver a elas, mesmo que o povo pereça.

Concordo que é uma forma racional de pensar. Eles não são Deus, o cuidado do povo e do planeta cabe a Deus, não a eles. E esta forma de pensar gera a “auto-justificação”, que suporta com a razão o seu status social, a sua qualidade de vida. Esta “auto-justificação entorpece a “auto-consciência”, mas isto não é assunto deles, nem acreditam que isto exista, pois predadores ainda não desenvolveram esta propriedade natural. Alguns se escudam na ala cientifica ateísta que afirma que não existe conciencia mente, apenas o que existe é o cérebro; e alguns acreditam na mistica de que suas estrelas brilham e para sempre, porque são escolhidos por deus para dirigir a grande massa de pecadores.

O problema é que, quando tentamos identificar estes grandes predadores, dando nomes aos bois, caímos em umas poucas famílias, de longa tradição. Os Rockefellers, os Rothschild, as 13 famílias que dividiram entre si o Brasil em 13 fazendas denominadas “capitanias hereditárias”,  etc.  É como constatou um repórter ao investigar a industria moderna do alimento: nas prateleiras do supermercado existem centenas de marcas diferentes, mas quando se vai rastrear estas marcas, a quem pertencem de fato, chega-se a 4 conglomerados, os quais pertencem a estas famílias. E assim são todos os outros grandes negócios, grandes corporações multinacionais. O problema continua quando vamos estudar a História Humana, pois vemos que estas famílias já existiam poderosas antes do inicio da Era Industrial. Ora a era industrial foi causada por um súbito salto evolutivo ( ou uma mutação genética para pior?) da mente humana causado por uma reviravolta na interpretação do mundo natural. Isto começou com Copérnico descobrindo que não é a Terra, mas sim o Sol o centro do sistema astronômico em que existimos, depois prosseguiu com Darwin, etc. Esta nova visão do mundo revelou ao homem uma enormidade de mecanismos e processos que foram “inventados” pela Natureza para resolver seus problemas na sua trajetória evolutiva, e descobriu-se que estes mecanismos e processos naturais podem serem imitados pelo homem na forma de tecnologia. Estas famílias se apoderaram deste conhecimento e portanto da tecnologia, mas mais importante, tomaram a direção das escolas que antes pertencia aos grupos religiosos, para modelarem as mentes dos estudantes nesta nova visão do mundo.

Então aí está o problema. O refugio àquela “auto-justificação” é um jogo ladino subconsciente para o predador se manter espraiando à sombra na colina e de vez em quando descendo à campina para fazer sua colheita dentre as presas. Na verdade não existe fundamento natural para esta auto-justificação. Pois o povo quer isto e aquilo, então estas famílias acreditam que estão fazendo a missão divina de servir o povo, mas acontece que quem criou a mentalidade deste povo que quer, foram eles mesmos. Um processo de feed-back, retro-alimentação.

 

A cosmovisão centrada no Darwinismo ( que não traduz a realidade da evolução natural, pois desconhece a maioria dos mecanismos que dirigem a evolução natural, como bem mostra a Matrix/DNA Theory) tem o efeito de retardar o processo da evolução natural investido sobre a espécie humana porque esta cosmovisão reforça a genética herdada do reino animal, retardando o caminho evolutivo rumo a transcendência da espécie, ao distanciamento do reino animal. O mais claro exemplo disso é a forma de todos os sistemas sociais atuais, quer seja o capitalismo ou o comunismo ou o socialismo escandinavo, etc.: a sociedade é dividida entre as classes alta, média e baixa, assim como na selva os animais são divididos entre grandes predadores, médios predadores e presas.  Todos os valores humanos atuais ( a preferencia pela carne, a corrida às academia de culto ao corpo físico, a competição apelando pelos meios disponíveis, etc.) são valores desenvolvidos, projetados, pelos mecanismos Darwinistas que explicam a seleção natural dentre as espécies. Então essa aculturação que emana dos bancos escolares, intrinsecamente arraigada às matérias nos curriculuns escolares, na forma de grandes teorias ensinadas como verdades absolutas já estabelecidas cientificamente,  produzem os gostos e preferencias da espécie humana moderna, enquanto o trabalho da espécie humana retroalimenta estas escolas. O feitiço continua a trabalhar a favor dos feiticeiros, que têm um nome: são aquelas grandes famílias tradicionais.

Porem o Darwinismo esconde, varre para baixo do tapete, muitas coisas constatadas numa observação mais acurada de como tem trabalhado a Natureza. Por exemplo, ele esconde o fato de que todas as espécies que foram selecionadas pela seleção natural, que cresceram em poder e dominaram temporariamente os seus habitats, se tornaram como galhos que saíram do tronco da arvore da evolução, para secarem e se extinguirem. Onde estão os dinossauros, os gorilas, os leões, as anacondas, senhores dos continentes da Terra? Onde estão as grandes águias, o condor, o gavião-real, senhores dos ares da Terra? Onde estão as grandes baleias, os grandes tubarões, os grandes monstros marinhos, que se constituíram nos senhores deste habitat ainda não tão invadido pelos humanos? A maioria desapareceu e os outros estão a caminho da sua extinção.

Então que tipo de seleção natural é esta que leva seus selecionados a lugar nenhum?! Só os grandes predadores humanos modernos ainda não perceberam isto, e qual será seu destino. Oh, não, com eles a História Natural não se repetirá, pois eles são selecionados por Deus…  Aí está a base movediça daquela falsa auto-justificação.

Mas este artigo não é endereçado aos grandes predadores, ele não visa tocar a inteligencia deles e apelar para que mudem enquanto há tempo para se salvarem, pois não temos tais ilusões, contra a fôrça da genética que domina ainda um intelecto não existe tratamento eficaz. Quando conselheiros preocupados diziam às famílias e reis imperiais da frança que deviam refrear suas longas festas orgíacas e prestar atenção, administrar o pais, pois o povo faminto lá fora estava ficando cada vez mais agitado e perigoso, o rei respondia-lhes: “Temos noção disto, sabemos que nossos pescoços irão parar na guilhotina, mas o que podemos fazer? Estamos viciados nisso, é-nos impossível vencer nossos vícios.” O mesmo responderiam estas famílias hoje, sendo porem, o maior de seus vicios, nem tantos as suas orgias luxuriosas consumistas, mas sim o jogo nos cassinos de Wall Street e todas as outras “bolsas de valores”. Você já conheceu um viciado no jogo? Ele sente prazer quando ganha, pois isto reafirma sua segurança com uma ilógica sensação de superior selecionado, e sente um prazer intimo sadomasoquista quando perde, pois seu inconsciente parece saber que tem débito moral a pagar, e as perdas são pagamentos para perdão dos seus pecados.

Este artigo “teria” a intenção de se dirigir ao povo. Tentar mostrar-lhe que o enganaram na escola. Que precisa saber disso e tentar por todos os meios corrigir este engano enquanto ainda há tempo. Pois todas as presas que também se acomodaram num modo de vida, terminam por se extinguirem. Também estão indo a lugar nenhum. Mas este artigo não tem a pretensão de se dirigir ao povo, pois a equivocada cosmovisão está tão arraigada em suas entranhas que o povo se tornou cego e surdo para o mundo real. Se fossem os engravatados  e belos atores ou as belas perfumadas madames mandados pelas famílias dos grandes predadores a levantar esta bandeira, o povo prestaria atenção e poderia até ser tocado a nível mais profundo. Não somos tão ingênuos como o personagem da parábola bíblica, chamado Jesus Cristo. Pensar que um pobre e esfarrapado pode fazer sua voz suplantar os silenciosos condicionamentos nos bancos dos templos escolares  e os bonecos da midia televisiva, é caminhar para a cruz e nos últimos minutos preguntar: “Pai, por que me abandonastes?” Enquanto o próprio povo está pedindo sua crucificação.

Este artigo então é dirigido a um numero muito reduzido de inteligencias que sei existir e estão espalhados por este mundo afora. Que não tiveram tempo ou oportunidade para pensar neste tema e perceber este mecanismo de feed-back que explica o que se passa na mente de grandes predadores e presas da espécie humana moderna.

Pagamos Monstros Humanos Para Torturarem Animais! Temos que Mudar, Já!

terça-feira, agosto 26th, 2014

Meet Your Meat- Pigs- Peta.org

https://www.youtube.com/watch?v=xtLuqOHrovM&oref=https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DxtLuqOHrovM&has_verified=1

xxxx

Não é aconselhável criticar erros das pessoas perante elas, nem ficar trazendo lembranças das coisas ruins neste mundo, pois estas pessoas começam por tacha-lo de “chato” e se afastam de ti. Por isso, sugerir que assistam o vídeo com link acima, não é ponto a favor da Matrix/DNA. É terrível, penetra fundo na alma como uma flecha envenenada, e se não somos masoquistas, para que sofrer de graça, se podemos evitar assistir o vídeo. O vídeo revela o que realmente está acontecendo justo agora com os animais (aqui trata-se de suínos) que amanhã estará em nossos pratos. É inacreditável como podem existirem seres humanos tão cruéis, mas o pior é que, ao invés de encarcera-los ou de alguma maneira, expulsa-los de uma sociedade que almeja sua evolução e transcendência, somos nós que os suportamos e incentivamos para que sejam assim e continuem.

É menos cruel o que manda matar do que o que mata apertando o gatilho? Qual o mais cruel: o que manda torturar ou o torturador? O fato é ambos são cruéis, e isto significa: nós somos cruéis. E ainda tem os que rezam a um Deus se esquecendo que Deus está vendo como ele ou ela é cruel, está vendo como ele ou ela está pagando, mandando matar e torturar os mais fracos animais. Acham que enganam seu Deus e acreditam que estão nas boas graças de seu Deus… é muita ignorância e hipocrisia nos seres humanos. Não nos outros apenas, em nós, eu e você.

A minha geração ainda é do tempo que assistimos como os porcos e vacas viviam nas fazendas. Como vemos no final deste video, os animais viviam soltos, até brincavam, tinham uma vida razoável. Sabíamos que um dia aqueles animais seriam colocados num caminhão e levados ao matadouro. Neste já ninguem entrava, aí começava a cultura Matrix virtual que domina hoje a mente humana, escondendo a realidade de todos os fenomenos naturais e nos ensinando o que é falso.

Mas hoje a fazenda de criação destes animais foi escondida desta nova geração, eles não9 fazem a minima idéia do que acontece com avida destes animais, apenas os vê em pedaços já cozidos no prato. Porque a criação de animais foi transferida dos criadores individuais, nossos pais e avôs, para os donos das grandes corporações, os quais, só chegam a ocupar esta posição porque ainda têm o cérebro dominado pela herança genética que veio dos animais, mais especificamente dos animais grandes predadores. Por isso são ladinos no aproveitamento das falhas morais e legislativas dos sistemas sociais, ladinos como as feras se aproveitando das regras nas selvas erigidas pela face de caos da Natureza. E estes são os “monstros” maiores.

A fazenda moderna de criação de animais tem como único objetivo supremo, o lucro, venha por que meio vier. Os animais são mantidos numa caixa de metal justamente desenhada apenas para caber o corpo deles, pois é preciso aproveitar melhor o espaço e gastar menos com material. Assim mantidos por toda vida, sem verem a luz do sol e sem respirar o ar puro dos campos de outrora. E para dar mais lucro é preciso torturar os animais, como vemos no video. Mas sou eu e você, quando compramos as mercadorias destes monstros, que damos a ordem inicial para estas monstruosidades.

O que podemos fazer para mudar isso? Nada de atitudes drásticas, como a de cortar abruptamente “o comer estes animais”. Isto seria utopia, estaríamos batendo no vazio. Isto está na nossa Natureza, na Natureza que nos fêz aplicando sua face negra, o seu estado caótico. Amanhã quando eu chegar no restaurante não vou resistir ao cheiro e aparência suculenta da costeleta de porco e não vou de maneira alguma pensar antes no que realmente significa aquelas costeletas, automaticamente vou mandar pesa-las e entregar os dólares que levam a ordem para continuarem a tortura e matança.

Como diz um post na Internet, o corpo humano não necessita comer carne pois as mesmas proteínas e outros elementos são fornecidos em outros alimentos. Portanto, o nosso problema é que somos “viciados”, como quem é viciado em cigarros, ou em jogos, etc.  Talvez a Natureza nos forneça uma informação que pode se constituir na fôrça que precisamos para largar este vicio. Estou falando de uma suspeita que está nascendo dentro da Matrix/DNA Theory, a qual é o seguinte:

Doenças como o câncer estão se alastrando como uma epidemia na espécie humana enquanto nossas Ciências ainda não fazem a minima ideia de qual a causa e portanto não podem elimina-las. mas como não descobriram a causa se hoje nossas ciências conseguiram penetrar as mais profundas realidades físicas do corpo humano, ao nível das partículas dentro dos átomos? Uma ideia que surge então é de que a causa não é puramente física, não pode ser detectada por nossos instrumentos científicos. Então a Matrix/DNA vem sugerindo que a causa está ao nível da identidade dos sistemas. Resumindo: todo sistema é formado por partes – o sistema corpo humano é formado por órgãos e outras substancias. A soma das informações de todos estes elementos, mais a soma das novas informações devido as conexões entre estes elementos, se torna uma “identidade dos sistema”, a qual paira num nível superior ao sistema, mas de onde o dirige e controla. Um exemplo é a mente humana em relação ao corpo humano. Mas sugere ainda a Matrix/DNA que esta identidade tem uma expressão física sutil, ao nível da luz original. Ela seria formada pelos fótons – partículas de luz – que penetram os átomos, penetram os elétrons dentro destes átomos, mas estabelecem conexões entre si no corpo todo, formando uma rede, um corpo sutil dentro do corpo físico. Pois bem…

Vamos repetir aqui o que sugere um leitor num post na Internet:  “…  Animal has their own thoughts when they are suffering they have anger, fear such negative emotions that will stay in their flesh and effect human body when you consume it “- Animais tem seus próprios pensamentos e quando eles estão sofrendo, eles sentem raiva, mêdo, e tais negativas emoções ficam nas suas carnes e afetam o corpo humano quando você consome ela”. “… The plant… entire planet is alive they all have energy and will reflect by yours.” Desde as plantas… o planeta inteiro é vivo e eles todos tem energia e será refletida por sua energia”.

É possível que toda essa energia negativa que estamos ingerindo ao comer tanta carne esteja destruindo as nossas redes energéticas internas, a nossa identidade de sistema pode perder o controle… é possível que isto seja a causa ou uma contribuição para a causa do câncer…

Mas porque então o câncer pega umas pessoas e outras não? Porque tem pessoas cuja rede energética interna tem maior semelhança de configuração com a rede interna destes animais, o que daria numa super-posição de energias, um emparelhamento, mas como a energia do animal está transfigurada pelo estado negativo, e ela vem em maior constância e força que a energia interna de tais pessoas, esta seria facilmente deformada também. Lembra-te da “superposição”, observada nos fenômenos quânticos?

Mas isto por enquanto é uma teoria, apenas.

Poderíamos participar de movimentos como o que fez o vídeo, denominado “PETA – Pessoas para o Tratamento Ético aos Animais”, e fundar em nossas cidades um ramo deste movimento. Ainda não me informei sobre como pretendem isso, pois calculo que qualquer mudança nestas fazendas modernas, encareceria demasiado o produto nos açougues, alem de exigir mais terras que já faltam aos humanos para produzir toda a carne para esta super-população. Eu não entenderia porque cada uma destas religiões, nas suas igrejas, não trazem temas como este para informação e discussão, e a necessária criação na sua área de uma filial do Peta, se já não soubesse o porque, como expliquei acima.

O fato que nos resta é que antes de nos ocultar esta realidade, como o cisne escondendo a cabeça na areia, precisamos conhece-la e ter em mente que ela existe. Penso que isto vai, subjetivamente, diminuindo nossa fobia por carne, nos tornando cada vez mais vegetarianos e “frutíferos”. E o simples conhecimento deste vídeo já nos desperta para a possibilidade de que podemos começar fazendo alguma coisa, como a inscrição e militância no Peta. Eu, por exemplo, estou indo daqui para a procura do seu website e ver se posso inscrever.

XXXX

Artigos sobre o tema:

pig-escape12-650x927 (1)

 

Hopeful Pig Escapes Caged Truck On The Way To The Slaughter House

http://www.collective-evolution.com/2014/06/12/hopeful-pig-escapes-caged-truck-on-the-way-to-the-slaughter-house-see-how-her-story-ends/

 

xxxxx

Informações Uteis: 

Post na Internet:

This is one of the reasons why my whole family is now vegetarian, for a few months now. I wasn’t aware of any of this during my childhood or teen years. It all comes down to education. Now I understand and see animals as living beings with feelings and emotions just like us humans. To think all these animals are sliced open and have their blood drained as their hearts are still beating… Imagine how would that feel, if someone did that to you? We have no reason to eat other animals. Thank you for this article. Although sad, we need to help educate the global population, so they can finally see what is happening behind closed doors, and so they can make a choice.

evanbeezy

Dang, I just want them to be able to live decent lives and be killed humanely. People don’t need to eat nearly as much meat as we do now. If we could get people to at least realize that meat is unnecessary to the body and get them out of the protein delusion animals would probably be well off if the avg person ate say 1/5 the amount of meat than they did. Some people just really don’t care though.

we cherish and thank for the vegs and fruit and also there is a different between animal and plant. I think you misunderstood, go google “Buddha” and see what this word means. Animal has their own thoughts when they are suffering they have anger, fear such negative emotions that will stay in their flesh and effect human body when you consume it. and u do not need nutrition from them. In ancient even stones we will say it is alive. The plant… entire planet is alive they all have energy and will reflect by yours. It is easy to understand, when u don’t feel good get a healthy rose smell it and breath your breathe out to it.

 

Cancer: Isto é Real, Uma Epidemia Matando mais que o Ebola, Portando tens que Saber Disto Aqui

segunda-feira, agosto 25th, 2014

Esta doença é milenar e nossa “ciência” nunca conseguiu a eficiente “vacina” para elimina-la de uma vez por todas, nem mesmo sabe apontar a causa da doença. O que está acontecendo? Existe alguma força natural mas invisivel ou imperceptível aos nossos sentidos atuando aqui, debaixo dos nossos narizes, e pior, dentro dos nossos corpos, uma fôrça inimiga terrorista pior que o Al Kaeda? Se nossa ciência não tem sido a arma ideal para nossa defesa, temos que urgentemente procurar outras alternativas, o fato é que temos de contra-atacar aqui e agora, rápido, pois esta tragédia está a cada dia aumentando.

Procurando me informar sobre isto, me deparo com as informações de que existem varias pessoas atuando nesta batalha, procurando alternativos métodos de cura, nos quais acreditam. Se por aqui está o caminho da esperança, devemos gastar algum do nosso precioso tempo verificando estes grupos alternativos, comparando-os, analizando suas propostas, conhecendo suas “evidencias” e afirmados resultados, para ver se escolhemos um ou alguns e damos nosso suporte aqui e agora, pois este mal pode nos pegar tambem, ou a algum dos nossos entes mais queridos. Então, para facilitar a vida dos meus leitores, abro este capitulo tentando trazer para cá todas estas correntes alternativas e ao mesmo tempo apresentando para testes, a alternativa sugestão que vem da minha própria especifica visão da natureza, a chamada “Matrix/DNA Theory”. Então… vamos lá, primeiro com a lista:

1) A alternativa da Matrix/DNA Theory:

A causa do câncer é relacionada ao fenômeno natural chamado “sistema”. Ou seja, não existe uma causa localizada num ponto do corpo nem vinda de um agente externo, mas sim é resultado do corpo humano como “sistema”, o qual é definido brevemente como: a soma das informações de cada parte – cada órgão e cada substancia do corpo – mais as informações criadas pelas conexões e interações entre estas partes, cria uma identidade sistêmica total, invisível e imperceptível aos nossos sentidos. Essa identidade de sistema, baseada no fluxo de informações total que corre nos circuitos internos do sistema, de alguma maneira está sendo desregulada, atormentada, estressada, por alguma ou algumas fôrças, internas ou externas, de maneira que o normal funcionando do sistema é mudado, gerando locais de dispersão e degeneração. As nossas ciências tradicionais não tem detectado a causa fundamental justamente porque ela tem se baseado no método reducionista e ignorado totalmente a busca de conhecimento dos sistemas naturais. A Matrix/DNA Theory é por enquanto a unica alternativa que tem apresentado um modelo teórico de sistema natural, e uma das poucas atividades humana que continua pesquisando a perspectiva dos fenômenos naturais sob a visão de sistemas.  Desde que a entidade do sistema-corpo-humano é a mente humana, a qual é estudada pela psicologia, suspeitamos que na psicologia do ser humano se oculta a causa fundamental do câncer. Esta pode ser a força invisível que desce ao nível atômico do corpo, ao nível molecular, biológico, químico, celular, produzindo a anomalia. Infelizmente não temos tido tempo e recursos para desenvolver uma pesquisa baseada neste diferente novo método.

A visão de sistemas tem sugerido uma nova técnica para atacar estas doenças tradicionais. Por exemplo, veja na home page deste website a figura da causa do mal colesterol. O Alzheimer é visto como tendo suas placas formadas em volta de neurônios, desconectando-os dos outros, pelo simples processo da entropia de sistemas, o que sugere um tipo diferente de tratamento.

Alem das sugestões de tratamentos práticos, esta teoria sugere a remota possibilidade, quase metafisica, de que é possível um método de meditação que pode evitar ou até limpar o corpo destes tumores. Esta possibilidade não é ilógica, se lembrar-mos que a causa da doença é relacionada à entidade total do sistema, a qual, no ser humano é denominada de “mente” , e como sabemos que a mente, apesar de invisível, quase metafisica, tem na realidade uma força que atua na matéria ordinária – por exemplo o comando mental para mover uma mão – é possível que consigamos acionar esta força mental ao menos para atuar dentro do nosso corpo, até o nível de partículas atômicas. Mas para isso funcionar teríamos que conhecer o verdadeiro mapa resultante das conexões entre os fótons que estão dentro de cada elétron do nosso corpo. Este mapa seria uma espécie de “aura”. Tendo este mapa em mente, seria possível orientar a mente para atuar nele. Na Matrix/DNA Theory existe um mapa calculado disso tudo, o qual tem sido utilizado experimentalmente por este autor, na forma de técnica de meditação, mas como sempre falta o danado do tempo, tambem tenho falhado nesse desenvolvimento e pratica. O fato é que acerca de 30 anos, desde que elaborei este mapa e enquanto o pratiquei, nunca foi necessário tomar um comprimido sequer, nem mesmo tendo dores de cabeça, apesar de uma vida de alto risco onde não tenho tido oportunidade de respeitar as regras básicas de saúde.  Mera coincidência ou o método realmente funciona? Ainda não sei, mas, portanto, permanece esta pesquisa.

MERA HIPÓTESE ATUAL: 

Como diz um post na Internet, o corpo humano não necessita comer carne pois as mesmas proteínas e outros elementos são fornecidos em outros alimentos. Portanto, o nosso problema é que somos “viciados”, como quem é viciado em cigarros, ou em jogos, etc.  Talvez a Natureza nos forneça uma informação que pode se constituir na fôrça que precisamos para largar este vicio. Estou falando de uma suspeita que está nascendo dentro da Matrix/DNA Theory, a qual é o seguinte:

Doenças como o câncer estão se alastrando como uma epidemia na espécie humana enquanto nossas Ciências ainda não fazem a minima ideia de qual a causa e portanto não podem elimina-las. Mas como – pergunto –  não descobriram a causa se hoje nossas ciências conseguiram penetrar as mais profundas realidades físicas do corpo humano, ao nível das partículas dentro dos átomos? A primeira resposta que vem à mente já foi publicada pelo grande intelectual e presidente da Checoslovaquia, Vaclav Havel: “… todo nosso conhecimento do corpo humano foi obtido pelo método reducionista faltando ainda por completo aplicar o método que entenda o corpo como sistema…”.  Mas outra ideia que surge então é de que a causa não é puramente física, não pode ser detectada por nossos instrumentos científicos. Então a Matrix/DNA vem sugerindo que a causa está ao nível da identidade dos sistemas. Resumindo: todo sistema é formado por partes – o sistema corpo humano é formado por órgãos e outras substancias. A soma das informações de todos estes elementos, mais a soma das novas informações devido as conexões entre estes elementos, se torna uma “identidade dos sistema”, a qual paira num nível superior ao sistema, mas de onde o dirige e controla. Um exemplo é a mente humana em relação ao corpo humano. Mas sugere ainda a Matrix/DNA que esta identidade tem uma expressão física sutil, ao nível da luz original. Ela seria formada pelos fótons – partículas de luz – que penetram os átomos, penetram os elétrons dentro destes átomos, mas estabelecem conexões entre si no corpo todo, formando uma rede, um corpo sutil dentro do corpo físico. Pois bem…

Vamos repetir aqui o que sugere um leitor num post na Internet:  “…  Animal has their own thoughts when they are suffering they have anger, fear such negative emotions that will stay in their flesh and effect human body when you consume it “- Animais tem seus próprios pensamentos e quando eles estão sofrendo (como agora, enquanto vivem torturados nas modernas fazendas de criação e morrem torturados), eles sentem raiva, mêdo, e tais negativas emoções ficam nas suas carnes e afetam o corpo humano quando você consome ela”. “… The plant… entire planet is alive they all have energy and will reflect by yours.” Desde as plantas… o planeta inteiro é vivo e eles todos tem energia e será refletida por sua energia”.

É possível que toda essa energia negativa que estamos ingerindo ao comer tanta carne esteja destruindo as nossas redes energéticas internas, a nossa identidade de sistema pode perder o controle… é possível que isto seja a causa ou uma contribuição para a causa do câncer… Uma possível descoberta de algum fato que de repente reforce a teoria sobre a Matrix/DNA seria a informação correta fornecida pela Natureza para conhecer-mos a causa do câncer e até a técnica para elimina-lo.

Mas porque então o câncer pega umas pessoas e outras não? Porque tem pessoas cuja rede energética interna tem maior semelhança de configuração com a rede interna destes animais, o que daria numa super-posição de energias, um emparelhamento, mas como a energia do animal está transfigurada pelo estado negativo, e ela vem em maior constância e força que a energia interna de tais pessoas, esta seria facilmente deformada também. Lembra-te da “superposição”, observada nos fenômenos quânticos? ( Ver aqui o vídeo sobre as conexões entre eletrons no DNA, por ondas… que está em outro artigo em algum lugar neste website)

Mas isto por enquanto é uma HIPÓTESE, apenas. No entanto, esta hipótese se baseia em mais outras hipóteses sugeridas pela Matrix/DNA e preciso aqui mencionar mais uma. A existência de tumores malignos significa que a energia entrópica saiu fora do circuito energético em algum ponto do circuito na face direita da fórmula. Ora, os corpos humanos por serem sistemas, deveriam morrer imediatamente logo após o término do trabalho de todos seus genes, ou seja, pela idade dos 16 ou 18 anos. Pois até esta idade a energia está em crescente, formando a face esquerda da Matrix, e quando passa de F4, a energia despenca em entropia. Felizmente o corpo humano não morre neste ponto devido ser um sistema aberto, enquanto a fórmula retrata um sistema fechado. Por ser um sistema aberto, ele continua a absorver energia nova do ambiente, o que atenua a perda de energia estrutural para a entropia. Assim o corpo consegue se arrastar vivo por mais 40, 80 anos. Mas se houver a superposição ao nível quântico, de fótons, e a identidade do sistema perder o controle de pontos do circuito na face direita, abrindo válvulas de escape, a energia entrópica flui em maior quantidade e mais rapidamente por estes pontos, causando a nível físico, a morte das células em tais pontos e a profusão destas células…

Então, uma maneira de “segurar” ou interromper a proliferação dos tumores, seria reforçar a estrutura da rede energética interna, o que significa, restabelecer o poder de controle à identidade do sistema. Mas este reforço só poderia vir com os fótons, os quais nossas ciências não possuem o menor conhecimento de como manipula-los. Eles estão pululando em todos os lugares ao nosso redor, onde haja espaço penetrado pela energia solar e radiação cósmica. Estão divididos em sete espécies diferentes, ou seja, com frequências e vibrações ( portanto, informações) diferentes. Por outro lado, a nossa identidade de sistema é composta de fótons. Ela seria capaz de absorvê-los, seleciona-los, enviar cada qual para sua especifica região na sua rede. Mas no humano ela ainda está no estado de embrião, nem sequer abriu seus próprios olhos (a terceira visão), para ver seu próprio corpo. Mas tendo o mapa desta sua rede energética tal como elaboramos tendo por base a fórmula da Matrix, é possível que já,  em técnicas de meditação, consigamos um positivo efeito, um reforço dela. Como quando a mãe gravida ingere uma medicina ou um alimento para reforçar a saúde do embrião. Eu tenho praticado esta meditação ( muito complexa por sinal) e talvez isto seja a causa dos meus já 30 anos sem nunca ter sentido nem dor de cabeça. E isto explicaria alguns fatos que estão acontecendo comigo, os quais não devo revelar por enquanto.

Mas isto é apenas hipótese, por enquanto. Tentarei de alguma maneira arrumar tempo e  me dedicar mais a esta pesquisa… ( Ver em um artigo neste website sobre a glândula pineal)

Post publicado emhttp://www.collective-evolution.com/topic/hi-i-got-cancer-help/#post-62597

TheMatrixDNA – August, 27 – 2014

Hi… Purplekev ( sorry by my poor English):
There is a possibility that you could control the development of this disease. There is a new theory based on natural systems that is investigating cancer by new approach. The suggestion is: Cancer is not a local eruption, neither caused by external agents.It’s bad function of the human body’s identity as a whole system, and it happens – first – at the energetic template of any natural system. For understanding it is necessary to know the Matrix/DNA natural formula for all natural systems.It is very complex issue due you have not known this new world view, but, a little effort and you can understand it, and practicing it by yourself. Only for a quick look: All electrons of all atoms of yours body contains photons coming from sun and cosmic radiation and all these photons are connected composing the Matrix/DNA’s formula. Yours brain controls the whole body at the level of electrical impulses/muscles because it is structured over the same formula. But, the modern way of life is making that the human body is bombarded by bad copies of this formula, which are aligned side by side with the body’s template ( a kind of quantum super-position) and the result is that yours good original formula gets the errors of the invasors. Normally, the brain controls the entropic force but occurring this invasion it opens holes inside the systemic flow of energy and the entropic matter ( free radicals) falls into neighbours cells, killing them and spreading around. The bad copies are coming inside lots of things from this modern industrial environment, but, principally, from food.The meat you are eating is coming from animals that are tortured during all their life and are tortured when killed, which negative emotional state is projected into theirs energetic template, inserted into their DNA, and we are eating this DNA. Normally our brain could control it, but the modern stress and our modern emotional state weaks the brain’s control. The possibility for doing a treatment is that yours brain produces yours mind, and the mind is a new shape of natural system at the level of this photonic template. So, trying to apply yours mind for fixing the points of disfunction of the body’s template is very difficult, but maybe you can get it, because I suspect that I had the same problem 10 years ago and I got success doing it. I don’t know if it worked, or if was merely coincidence, so, someone else need repeating the experience.By the way, the Matrix/DNA world view is suggesting a new meaning for human existence that is very hopefully, which can avoid ours psychological negative emotional state due stress, etc., and only this advantage is good because devolves to yours brain the control of yours immune system.If you want know more, try goggling “The Universal Matrix/DNA for Natural Systems and Life’s Cycles Theory”

2) “Cell Forte with IP6″ 

From one post saw in Internet: Search “Cell Forte with IP6″ its a deep immune system booster and I have personally witnessed several miracles because of this. I could give you a very long list. But all one needs to do is read the many reviews out there and it speaks for itself. Best of luck with your illness.

3) The Hippocrates Institute (San Diego, CA) or the Gerson Institute (Tijuana, Mexico) 

From one post saw in Internet: I would try looking up and contacting the Hippocrates Institute (San Diego, CA) or the Gerson Institute (Tijuana, Mexico). They offer highly effective alternative therapies that aim to build up your immune system, detoxify and heal. Both focus on the importance of large amounts of fresh green juices in helping to regain health. You cannot be harmed by these treatments and most likely you will experience great benefit.

4) Photodynamic therapy & GcMAF

5)  Dr. Mark Sircus “Sodium Bicarbonate: Nature’s Unique First Aid Remedy”

Organic Bitter Apricot Kernel Capsules

Sodium Bicarbonate: Nature’s Unique First Aid Remedy
Sold by Amazon EU S.a.r.L.

Cancer is a Fungus Paperback – 1 Jan 2007

by T Simoncini (Author

http://www.medicalcannabis.com/ and http://www.collective-evolution.com/.

6) Dr Rosie Daniel in Bath UK – http://www.healthcreation.co.uk/drrosydaniel

7) Dr Patrick Kingsley UK – https://www.facebook.com/drpatrickkingsley

8) http://www.thenewmedicine.info/

9) http://www.thenewmedicine.info/index.php?option=com_content&view=article&id=107&Itemid=154

From one post saw in Internet: I highly recommend this book and following his protocols/advice/dietary etc:

10) http://www.youtube.com/watch?v=Qv8yxuv6e1w

From one post saw in Internet: for some reason it won’t let me put much info on here about Rick Simpson or his web address tried to put it on here for you kept deleting it, no idea why!…

11) http://www.endalldisease.com/cancer/

From one post saw in Internet: This is very helpful.There are fifteen cancer cures.Try this

12) Dr Otto Warburg

From one post saw in Internet: There are many alternative cures for cancer, and several posts by others point to some of them. For your edification and understanding I suggest googling “Dr Otto Warburg” and “hydrogen peroxide therapy”.

13) hydrogen peroxide therapy