Warning: Missing argument 1 for ShareThisShareButtons\Button_Widget::__construct(), called in /home/theunive/public_html/pt-br/artigos/wp-includes/class-wp-widget-factory.php on line 43 and defined in /home/theunive/public_html/pt-br/artigos/wp-content/plugins/sharethis-share-buttons/php/class-button-widget.php on line 29

Warning: Illegal offset type in /home/theunive/public_html/pt-br/artigos/wp-includes/class-wp-widget-factory.php on line 43

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/theunive/public_html/pt-br/artigos/wp-content/plugins/sharethis-share-buttons/php/class-button-widget.php:29) in /home/theunive/public_html/pt-br/artigos/wp-content/plugins/disable-xml-rpc-pingback/disable-xml-rpc-pingback.php on line 51
9 « outubro « 2014 « The Universal Matrix/DNA – Artigos

Archive for outubro 9th, 2014

Ébola! A Fórmula da Matrix/DNA sugere: Procurem um Meteórito na Região do Ébola River

quinta-feira, outubro 9th, 2014

O Ebola é um dos principais assuntos do momento e eu tenho uma teoria a respeito que ninguém mais tem, por isso é bom me ouvirem, experimentarem o que estou sugerindo, antes que possa ser tarde demais. Três recentes artigos ( dois no New York Times e um no Huffington Post) me fizeram lembrar imediatamente da antiga sugestão desde a selva amazônica há 30 anos atras sobre o que é e como se originam os vírus.

O pior é que se minha teoria estiver certa, isto significa que a comunidade cientifica jamais irá ganhar a luta contra vírus, porque ela desconhece a causa fundamental da origem e comportamentos dos vírus, a não ser que tomem conhecimento da sugestão da Matrix/DNA e resolvam investiga-la. O atual entendimento da comunidade cientifica do que é vida, sistemas biológicos como vírus e humanos, está muito distante da realidade e isto afasta-os de descobrir as soluções definitivas. Ficam assim combatendo vírus como quem fica podando os galhos doentes enquanto cada galho podado é substituído por novo galho doente, porque a doença está na raiz da arvore. Enquanto isso milhões de seres humanos continuam sendo torturados e mortos por estes minúsculos facínoras.

Veja abaixo o meu post escrito às pressas e postado no Huffington, tentando chamar atenção e iniciar um dialogo. Mas tal dialogo só pode avançar se ambas as partes se limitarem a apresentar fatos comprovados como base de seus argumentos, e não ficar discutindo teorias e conceitos abstratos que fazem parte importante da cultura e visão de mundo propagada através das universidades.Depois do post puxo para cá a fórmula da Matrix e explico na medida que o tempo agora me permitir, os fundamentos da teoria sobre os vírus como o Ebola.

Ebola: Still No Time to Lose

http://www.huffingtonpost.com/peter-piot/ebola-still-no-time-to-lo_b_5952062.html?utm_hp_ref=tw

Louis Charles Morelli ·  Top Commenter · Works at Self employed
My suggestion: Search around the Ebola River any trace of recently failed meteors. Ask to natives if they saw, read, something about. My suggestion is due the models of Matrix/DNA Theory suggesting that the meanings of viruses existence, origins, and the functions of viruses at any natural system like this biological biosphere, is equal the function of comets/meteors in relation to astronomical systems and equal to RNA in relation to living cellular systems. Some data from this article is suggesting evidences for this theory: like the “shot of energy”applied at that hospital: the origins of virus at this biosphere is related to vibrational states of systems, which means a specific strong frequency at the electromagnetic spectrum. The invisible vibrational state of pregnant woman’s body is altered by the strong vibrational state of the embryo, which synchronizes with the vibrational state of those viruses. So, the strong attraction for those viruses towards pregnant woman or anyone with high dose of calcium gluconate.If this theory could be right, there is a slice of meteor spreading energy that creates spontaneously viruses at Ebola regions. And if these theoretical models are right, those people living at that Russia region recently invaded by a meteor need be investigated urgently.This issue is very complex and only one trained by the knowledge of Matrix/DNA formula have more detailed explanations. By the way, I think that any possible solution that can add for us to fight this global treat must be applied.

xxxx

http://www.nytimes.com/roomfordebate/2014/10/02/how-to-stop-the-spread-of-ebola/much-more-vigorous-government-response-to-ebola-is-needed

Louis Charles Morelli

New York, NY 

Is necessary understanding that the current world view academic model has not been victorious on the war against virus, so, we need a different view and approach. The different world view of Matrix/DNA Theory suggests that virus is the common expression of a systemic universal function at any natural system… like this biosphere and human’s bodies. Virus is the expression of Function 5 that you can see at the matrix formula of natural systems. This function, at the level of cell system, is performed by RNA ( mass level) and ATP ( energetic level). At the level of astronomical systems, this function is performed by comets. I have not detected yet which is the agent of F5 at biosphere systemic level. But, the fact that comets are the carriers for information for producing virus ( and we have found several kind of organic molecules at meteors) and knowing that comets can be fragmented into meteors, which commonly falls at Earth, meteors can be the first source for viruses. The cost for human kind is high, so, any suggestion must be tested. Here our suggestion is: ask to the natives of Ebola River region if they saw something falling from the sky in the last 30 or 50 years. If so, where it fells? maybe the source for Ebola is there, irradiating to any living molecule around it.

xxxxx

Virus: Origens, causa criadora, funções nos sistemas naturais:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Quando comecei a ler assuntos sobre algumas doenças causadas por virus, uma informação era comum: vírus são hibernantes ( como não-vivos), fora de sistemas celulares e se despertam dentro de células, quando então passam a se reproduzirem aceleradamente e assim “explodem” a célula, disseminando-se às células vizinhas. E quando tinha encontrado a formula da Matrix, esta informação imediatamente me lembrou que na fórmula existe algo, uma de suas peças, que faz na formula exatamente o que vírus fazem na célula. Trata-se da F5.  A F5 é a função sistêmica que produz cometas no céu, RNA nas células, e quando trata da inter-conexão entre sistemas, é a responsável pela reprodução dos sistemas.

Desde que essa formula é repetida na unidade fundamental de informação do DNA ( um par lateral de nucleotídeos), e depois repetida num especifico grupo de genes, isto significa que o DNA – se expressar aquele grupo de genes – pode gerar vírus. Ou seja, nós podemos criar vírus dentro do nosso próprio corpo.

Mas para que o DNA expresse tal grupo de genes é preciso um estimulo externo, o qual pode ser um pedido do RNA, ou um especifico estado vibracional de uma onda de energia externa. Vamos então imediatamente trazer para cá tambem a nossa versão do que é na realidade uma onda de luz conforme sugerida por essa formula ( estou com dificuldades técnicas aqui para trazer uma melhor figura. Clique nela talvez melhore.) :

Light - The Electro-Magnetic Spectrum

 

Bem, vemos na figura que F5 corresponde ao trecho entre microwave e infrared. Isto significa, a grosso modo, que o estado vibracional dos vírus como sistemas deriva desta frequência da onda de luz/energia. Por isso estou supondo no post acima que os vírus  são atraídos por quaisquer outros sistemas no mesmo estado vibracional. Acontece que o corpo de uma mulher adulta vibra como F5, na mesma sintonia do vírus,  o corpo do embrião dentro de uma mulher gravida vibra como F1.  Ora F1 é o estado da onda recém  emitida por uma fonte, portanto, uma elevada frequência, alto estado vibracional, assim deve ser o estado da energia de um embrião, um baby. É o estado que abre brechas para origens, porque é relacionado à função feminina criadora da formula. Então não existiria ocasião mais propicia para vírus  ser atraídos e penetrar o sistema todo. O corpo do embrião derruba as defesas do auto-imune sistema do corpo da mulher.

Talvez eu esteja fazendo o carro atropelar os bois devido a pressa pois estou atrasado para ir ao trabalho. Isto merece reflexão mais pausada.

Mas a fórmula sugere que meteóritos, resultantes da fragmentação de cometas, tem todo o potencial para carregar as informações químicas para produzir vírus – se o meteórito cair em ambiente que contenha os complementos para a gestação dos vírus. O que deve haver de sobra na ainda primitiva região africana do Ebola River. Portanto é possível que, em algum lugar daquela região exista um ou mais fragmentos de meteoritos irradiando unidades de fotons que, se reunidos dentro de um sistema biológico, como o corpo de um animal, se reunem e recompõe a parte do sistema de onde vieram- este sistema solar e galáctico. Novamente lembro que devo estar sendo precipitado, pois preciso antes rever tudo o que aprendí sobre a fórmula, ondas de luz, fótons, etc. Inclusive procurar neste website o artigo onde escreví esta teoria dos virus.

Como eu disse no post ao Huffington Post, esse assunto do Ebola é demasiado preocupante e toda possibilidade que qualquer humano levantar, por mais esdruxula que pareça à nossa preferida visão de mundo – deve ser considerada e experimentada.

Devo voltar aqui para esmiuçar isto após o trabalho.