Archive for abril 11th, 2015

Para pensar neste final de semana: A ameaça que afeta os bancos escolares

sábado, abril 11th, 2015

xxx

Veja no meu comentário abaixo postado sob este artigo do João Carlos, o porque estou vindo a publico e porque insistindo com uma mensagem que parece estranha a todo mundo que não teve a experiencia de vida que tive na selva amazônica. O assunto é sério porque estamos falando de visões do mundo, cosmovisões, e são estas que fundamentam as origens e desenvolvimento das civilizações. Se todas as civilizações anteirores ruíram é porque foram fundamentadas em equivocadas interpretação do mundo gerando errados sentido e significado da existencia. Se voce não quer seus filhos, netos e próximas gerações enfrentando o inferno de mais uma decadência de civilizaçãso, tente ajudar e atuar agora, pois a Natureza só atua impondo uma cirurgia corretora dolorosa se o vivente se deixar tornar doente por ter negligenciado o caminho da autocura. Se nós nos corrigir-mos enquanto há tempo, isso não vai evitar que essa civilização se transforme em outra, mas vai possibilitar uma transição indolor.

 Após ler o comentário abaixo, sugiro ler este link para entender um pouco do problema:

O Universo está acelerando?… Não tão depressa…

http://scienceblogs.com.br/chivononpo/2015/04/o-universo-esta-acelerando-nao-tao-depressa/#comments

 

Louis Charles Morelli ·  Top Commenter · Works at Self employed

Este artigo é um indicio de que quase tudo na atual teoria cosmológica preferida pelo curriculum educacional de todas as escolas tende a mudar. É absurda a repetição nos tempos atuais da arrogância das autoridades da idade Média responsáveis pelos curriculuns educacionais e peer-review; a mesma maneira que o modelo de Copérnico revirou de ponta cabeça o modelo defendido pelas autoridades “cientificas” a época, o modelo cosmológico atual poderá ser totalmente desfigurado. A ponto de quando acreditamos que buracos negros surgem de estrelas mortas na verdade são os buracos negros que geram novas estrelas, tudo ao contrário. Eu estou enfrentando o problema desta arrogância porque existindo fora da Academia e aplicando um método jamais pensado e aplicado, cheguei a um diferente modelo cosmológico, há 30 anos atrás, ao qual denominei Teoria da Matrix/DNA (A Matriz Universal dos Sistemas Naturais). Desde então tenho notado que dezenas de previsões foram acertadas e já reúno milhares de artigos-evidencias sobre este modelo em meu website. Mas basta entrar em qualquer discussão dominada por pessoas cujo intelecto foi doutrinado pela visão de mundo acadêmica sugerindo que a nova imagem obtida pelo Hubble, ou o novo dado medido pode estar sugerindo outra coisa diferente da exposta pelos autores dos artigos e a reação é a mesma da Idade Média.
Como apontado no seu artigo, basta o observador mudar seu local no tempo/espaço ou rever um fenômeno por uma diferente faixa de luz da normal visível, e o fenômeno observado obriga a uma mudança na anterior interpretação. Diferentes modelos teóricos vindos de fora da Academia e por outros métodos que não o cientifico reducionista são como observar os mesmos fenômenos sob um diferente angulo, e obter uma diferente interpretação. Geralmente esta pode ser mais acurada que a da Academia, se o autor estranho tambem conhece a teoria acadêmica. Mas a arrogância e os interesses ideológicos e financeiros inconfessáveis aos quais os cientistas e membros da Academia tambem estão sujeitos provocam esta reação negativista e entorpecedora da evolução do conhecimento. Se o Senhor não foi definitivamente doutrinado pela visão de mundo acadêmica, sabe que ela vai mudar e mantem a mente aberta para outras possibilidades, e ainda não tem mais interesses pessoais maiores que o interesse pela boa saúde mental dos seus filhos e nossas futuras gerações, o Senhor deveria se informar sobre os modelos que existem mas estão sendo boicotados pela ideologia reinante.

Por exemplo, a Matrix/DNA sugere que não existe e nunca existiu “explosão de supernovas”. E não se pode em sã consciência refutar esta sugestão enquanto ninguém provar com filmagens que está ocorrendo uma explosão destas para que outras pessoas o testemunhem. O que existe, segundo estes modelos, é o colapsar da camada externa de um pulsar que libera o núcleo antes escondido cuja energia radiada e luminosidade surge e se expande no espaço sideral. Claro que eu tambem não pude ainda provar mostrando tal evento para outras pessoas, mas não se deve eleger outra não provada e ignorar esta. Bem… o Senhor sabe o que faz da sua vida, a responsabilidade futura tambem será sua… Abraços…

Origens da Vida: Coletânea de Artigos, Teorias

sábado, abril 11th, 2015

xxxx

Small Molecule Interactions Were Central To The Origin Of Life

http://www.sciencedaily.com/releases/2006/05/060517001538.htm

Robert Shapiro (NYU, New York University), critica a teoria da espontânea auto-replicação do RNA como sendo um ” stupendously improbable accident,” e sugere uma idéia bem próxima ao conceito da Matrix/DNA Theory:

Instead, Shapiro introduces the idea of a “driver” reaction, linked to a free energy source, that helps convert an unorganized mixture into a organized, self-regulated metabolic network.

“If we wish a more plausible origin of life, then we must work with the assumption that life began, somehow, among one of the mixtures of simple organic molecules that are produced by abiotic processes,” writes Shapiro. “Nature will be instructing us, rather than we attempting to impose our schemes onto it.”

Reference: Robert Shapiro “Small Molecule Interactions Were Central to the Origin of Life.” The Quarterly Review of Biology, June 2006.

Nota da Matrix/DNA: Só falta a Shapiro conhecer a fórmula da Matrix/DNA e o modelo do sistema astronomico que emite esta livre energia contendo todas as informações do sistema dirigindo as reações químicas para se organizarem num sistema à sua imagem, funcionalidade  e semelhança, como foi o primeiro sistema celular vivo completo. 

xxxx

Molecular fossil: Crystal structure shows how RNA, one of biology’s oldest catalysts, is made

http://www.sciencedaily.com/releases/2010/11/101114161935.htm

Date: December 17, 2010 – Source: Northwestern University

Um pedaço de RNA colado a uma pequena proteina forma o RNase P, o qual sempre que encontra outra molécula de RNA grosseira que não tem função na célula liga-se a ela e corta sempre no mesmo lugar, tornando o RNA funcional. Quanto a nós da Matrix/DNA, que consideramos ser o RNA o representante biológico da face esquerda da fórmula, constituido de 4 particulas-funções, e tem a função principal de reproduzir o sistema, realmente não teria função interna numa célula, já que esta se multiplica por divisão celular a nivel de DNA. Mas se cortado em pedaços, contendo uma ou até três particulas-funções, o RNA deve executar uma função poderosa, até mesmo maior que de qualquer proteina, pois ele estará representando um trecho grande do circuito. Agora devemos pesquisar mais isso.

The structure shows that once RNase P recognizes tRNA, it docks and, assisted by metal ions, cuts one chemical bond. This matures the tRNA, producing a smaller RNA molecule that now can contribute to fundamental processes in the cell. The RNA-based enzyme does this over and over, cutting each tRNA in exactly the same place every time.

xxxx

Searching for the origins of life… and our future

http://www.bbc.com/news/technology-15618759

xxxx

THE DISCOVERY OF RIBOZYMES

http://exploringorigins.org/ribozymes.html#

xxxxx

Origin of Life Studies…

http://www.asa3.org/ASA/topics/Origin%20of%20Life/index.html

xxxx

What Do We Know About the Origin of Life?

http://asa3.org/zine/?p=354

xxxx

Simons Collaboration on the Origins of Life: Jack Szostak

https://www.simonsfoundation.org/funding/funding-opportunities/life-sciences/collaboration-on-the-origins-of-life-investigator-award/simons-collaboration-on-the-origins-of-life-jack-szostak/

xxxx

Earth-bound asteroids carried ever-evolving, life-starting organic compounds

http://www.eurekalert.org/pub_releases/2011-06/uoa-eac060811.php

xxxx

The mystery of life solved? Study reveals how primordial DNA may have spontaneously appeared 4 billion years ago

Read more: http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3029169/The-mystery-life-solved-Study-reveals-primordial-DNA-spontaneously-appeared-4-billion-years-ago.html#ixzz3Wz9lrXg2

xxxx

Suzan Mazur interviews an origin of life society president ( David Deamer )

http://sandwalk.blogspot.com.br/2015/01/a-physiologist-thinks-about-evolution.html

xxxx

 

Estratégia Para Transformar a Humanidade: Do Atual Herdado Animalismo para A Transcendência à Pós-Humanos

sábado, abril 11th, 2015

xxx

Tema inspirado na busca da Construtora THA chegando ao judeu Samuel Zell 

 

Cada um interpreta o mundo à sua maneira, e cada interpretação gera uma ideologia, ou seja,  uma teoria utópica para consertar o que se acha que está errado em relação ao status de vida que se almeja. Isto significa que nós temos hoje 8 bilhões de modelos de sociedade desejada. Mas pode-se unir  estas 8  bilhões de ideologias em poucos grupos, ao procurar agrupa-las por semelhanças. Assim como  unimos 100 milhões de pessoas e as chamamos de japoneses porque são todas diferentes entre si em um pequeno detalhe mas possuem um grande denominador comum.

Portanto eu tenho uma individual forma de interpretar o mundo, a ideologia daí decorrente, e um imaginado utópico sistema social onde eu gostaria de existir. Para meu azar nunca encontrei nenhum outro ser humano morto que  tenha deixado escrito sua ideologia e nem algum vivo hoje cuja ideologia se aproxime da minha. Isto porque ninguem mais teve as incomuns experiencias de vida que eu tive, principalmente a de ser um filósofo naturalista vivendo isolado na selva amazônica por sete anos de onde eu extraí imaginariamente o que acredito ser o significado e sentido da existência deste mundo. Minha ideologia é baseada na cosmovisão da Matrix/DNA, uma fórmula construída teóricamente do que penso ter visto: a alma de todos os sistemas naturais – de átomos a galaxias a mentes humanas – que consiste na identidade produzida pelo fluxo de energia/informação que produz e conecta todas as partes dos sistemas e corre como um circuito elétrico interno aos sistemas.

Esta fórmula sugere uma completa  História Natural Universal e dessa História se extrai  um significado e um sentido da existência deste Universo, e da nossa existência como humanos dentro dele. Essa História sugere que antes de ser a história dos 13,7 bilhões de anos deste Universo, ela é a história de um sistema natural que  surgiu com i Big Bang e vem evoluindo nestes 13,7 bilhões de anos devido este sistema obedecer o mesmo processo do ciclo vital que  move nosso corpo ao longo do seu tempo de existência, transformando-o em novas formas, amadurecendo-o, levando-o à degeneração e morte do seu aspecto partícula neste universo enquanto complexificando o seu aspecto onda a qual tende a sair fora do universo e retornar à dimensão que existia antes ou ainda existe alem deste Universo… para lá talvez se tornar partícula e continuando esse infinito ciclo.

 

Bem,… essa história conta que esse sistema se desencaminhou do sentido pré-determinado para ele quando estava numa das formas que foram as ancestrais dos humanos, tornando-se um sistema termodinâmico fechado em si mesmo e ameaçando interromper sua evolução, o que resultou numa queda e retorno para consertar o erro antes e reencetar a marcha da evolução. Por essa história nós somos hoje 8 bilhões de frações iguais mas de qualidades diferentes de um grande êrro, assim aqui colocadas para se auto-defrontarem e auto-aprenderem a corrigir esse erro em si. Esse erro tem permeado todas as formas biólogicas deste sistema na Terra e quiça em vários outros mundos onde ele deve tambem existir biologicamente ou não, por meio do que chamamos de gene egoísta. A espécie humana herdou isso dos animais irracionais na forma dos intintos automaticos animalescos e essa genética ainda domina nossos comportamentos. Por isso todos os modelos de sistemas sociais até hoje criados por humanos imita as regras selvagens da divisão entre grandes predadores ( o 1% de parasitas que apenas fazem “negócios”), os médios predadores ( 9% das  classes média e alta) e as presas ( os 90% que constitue a massa).

Esses tipos de sistemas sociais (  como o monarquismo, feudalismo, comunismo burocrático e capitalismo selvagem) são males necessários e inevitáveis onde as frações portadoras de um detalhe particular do grande erro se  defrontam e aprendem a se auto-odiarem, para sim terminarem por odiar o erro inteiro na espécie. Portanto, seria mais  racional  que um observador consciente do estado humano atual se limitasse a deixar o barco rolar porque as águas vão leva-lo a um destino pré-determinado onde o gene egoísta não mais  existirá. Seria não racional se revoltar pelo martírio das presas ou tomar nojo dos sanguinários predadores pois a fórmula da Matrix/DNA está sugerindo existir uma alternância de papéis em cada personalidade incarnada no humano, assim como a alternância entre os aspectos onda e partícula destes sistemas naturais, apesar de que ela não explica como funciona este processo.

Ao humano que conheceu esta forma de interpretar o mundo e nela acredita por ter visto maior lógica e racionalidade nela que em todas as outras, restaria a procura de sobreviver sem pertencer a nenhum dos três grupos e ao mesmo tempo tentando participar da evolução do pensamento humano sempre intervindo quando um comportamento possa ser criticado com fundamentos em algum fato natural comprovado cientificamente. Foi o que tentei fazer ao escapulir para a selva tentando sobreviver como vegetariano isolado  mas tecnológicamente equipado com a Internet para interferir eletronicamente nas ocasiões possíveis ocorrendo na civilização.

Mas a mesma fórmula da Matrix/DNA tem sugerido que este ainda não é o comportamento ideal do observador consciente deste estado. Ela está sugerindo que a genética do gene egoísta da errada ancestral pode se reproduzir na Terra através da biosfera e da espécie humana, e isto pode levar à extinção da espécie humana, como levou ao descartamento  da ancestral. Então o observador consciente tem que atuar com mais energia aqui e agora. Não mais deixando as águas rolarem ao sabor das leis naturais.

É preciso combater o instinto predador dos predadores e o instinto massificante das presas. Um representa o aspecto energia e o outro o aspecto massa da matéria e não se pode deixar nenhum se estabelecer no domínio, pois a forma transcendental surge de um balanço entre as duas formas como uma terceira entidade-filha um grau mais evoluída. E para fazer isso é  preciso antes estudar o caráter, a personalidade destes grupos. Vamos então listar e analizar aqui espécimens de cada grupo.

A) Grupo dos Grandes Predadores:

1) ( investigação iniciada pela atenção atraída pela atividade predatória  das grandes construtoras ( THA e Rossi) em Londrina).

‘I’m the fastest No in the west’

http://www.ft.com/cms/s/0/91895848-c64a-11e1-b57e-00144feabdc0.html#axzz3WvG44cFQ

Horizontal Gene Transfer (HGT) Foi Previsto Pela Matrix/DNA há 30 Anos Atrás

sábado, abril 11th, 2015

xxxx

No meio acadêmico sempre se pensou que não teria como passar genes de uma espécie para outra com a qual ela não se cruza. Mas ainda na selva há 30 anos atrás descobri uma fórmula para sistemas naturais pela qual, em dadas circunstancias como foi o evento das origens da vida na Terra, informações não apenas podem como devem passar de um sistema a outro. E isto incluía os sistemas naturais denominados seres vivos. tempos depois o meio acadêmico descobriu o fenômeno da transferência horizontal de genes, ou seja, alem dos genes serem passados de gerações a gerações, verticalmente, eles tambem se movem entre os genomas de distantes espécies. Exemplos incluem a absorção de bactéria por outra espécie ( isto foi como a mitocondria foi originada, uma teoria sugerida por Lynn Margulis; e estas mitocondrias, que eram antes bacterias livres, contribuiram com seus genes para os absorventes organismos); a transferencia de genes pigmentais de fungos para afídeos, os quais deram aos afídeos a cor  vermelha que muito os ajudam a se esconderem dos predadores; e a transferencia de várias enzimas de bactérias para insetos, as quais ajudaram os insetos a usarem novas plantas como alimento.

Segundo a história da evolução sugerida pela Matrix/DNA, as sementes da vida espalhadas largamente no Cosmos não são transmitidas para superfícies de planetas encerradas em um envoltório como são os genomas biológicos contidos dentro de uma membrana. Espermatozóides e óvulos são transmitidos completos e por inteiro, por isso só podem gerar uma forma de ser vivo, a forma da espécie emissora. Mas o primeiro “genoma” não  veio de um sistema biológico como os seres vivos na Terra, e sim do sistema astronomico ao qual a Terra pertence. Este genoma é liberado pela radiação de energia de estrelas como o Sol e pela radiação dos núcleos de planetas como a Terra, mas são fragmentados em seus menores bits-informação no espaço sideral e através de longos  tempos. Vizinhos fragmentos que se encontram em um ponto na superfície de um planeta se juntam em pequenos pacotes de informações, depois estes pacotes se juntam a outros pacotes, e como são pedaços de um sistema vivo, podem funcionar como pequenos pacotes, sendo esta a causa da grande diversidade da vida na Terra. Muitos pacotes apresentam brechas, lacunas, em seus DNA’s, as quais podem serem preenchidas se houver contacto com outro DNA ou RNA que contenha aquelas informações faltantes.  A fórmula da Matrix/DNA sugeriu que esta transferência horizontal de genes ocorreria em larga escala nas origens da vida e nas espécies mais simples, como nos procariotas unicelulares. Depois esta transferência se tornaria cada vez mais rara, porem podia perpassar todo o reino vegetal e animal até chegar no gorila, e isto porque a semente astronômica para sistemas biológicos só poderia gerar como ápice evolucionário uma maquina tão eficiente quanto a ancestral mas limitada a ela, o que não inclui os humanos. Com o genoma humano é ainda um sistema aberto, se houver HGT deve ser deléterio, piorando o genoma. Esta previsão vem ao encontro da teoria de alguns cientistas sugerindo que os alimentos transgênicos e outros tipos emparelhamento de genomas podem ser inclusive uma causa de canceres.

Muito tempo depois da selva, por volta do ano 2.ooo, tomei conhecimento que a primeira descoberta de HGT entre virus se deu em Seattle, em 1951; e em 1959 descobriu-se no Japão a HGT entre bactérias, o que era responsavel pela resistencia bacteriana aos antibióticos. Porem, a primeira suspeita de que HGT tambem estaria ocorrendo entre organismos complexos multicelulares ou eucariotas, data de 2005, anunciado por Bapteste et al., e se não me engano tambem por Lake e Rivera em 2007 quando disseram que “…adicional evidencias sugerem que a transferencia de genes pode tambem ser um importante mecanismo evolucionario na evolução dos protistas”.

A propósito, menciono aqui um artigo recente bem esclarecedor do tema:

 How often do genes move between distantly related species?

https://whyevolutionistrue.wordpress.com/2015/04/10/how-often-do-genes-move-between-distantly-related-species/#respond

E meu comentario postado naquele artigo ( o qual ninguem ali vai entender nada… mas… é meu dever fazê-lo): 

( Verificar se foi publicado). 

HGT from the RNA-world to gorillas was first suggested by the evolutionary model of Matrix/DNA Theory 30 years ago. The model suggests a formula containing all informations coming from the prebiotic world that works as sidereal seeds of life but alike biological genoma, these seeds are fragmented into its smallest bits-information which are spreaded in space and time. When these bits meets at any point that has the necessary conditions, like some planetary surfaces, they have the tendency of joining again in the equal sequence they were formed, making smaller packets of informations that can works as non-complete systems and this is the reason of diversity of life from a unique genoma. These packets maybe contains gaps due missing the right bits, which can be find at another packets, which produces HGT.  It must happens from initial organic molecules to gorillas, stopping here due gorillas are the evolutionary limit possible by those informations. If it happens with humans, like by transgenic food or meat consumption, HGT must be deleterious and the cause of several diseases, like cancer. At least, this is what is suggesting Matrix/DNA Theory.