Archive for abril 6th, 2016

Mente Errada>Corpo Doente>Biologia em Caos>Galaxia Errada>Galaxia Doente>Mecanica em Caos>Universo Errado>…Lucifer?!

quarta-feira, abril 6th, 2016

xxxxx

Deus não esta assistindo o que acontece no mundo dos vivos, não sente os horrores nas torturas dos vivos, porque Deus não e’ deste mundo, Ele existe num mundo separado e nada tem a ver com isso aqui… Este mundo aqui foi criado pelo sei “filho prodigo” que não estava feliz no paraíso divino porque não era o Deus, o qual eram seu pai e sua mãe, e por isso avisou que iria sair e viajar para terras longínquas e criar o seu mundo onde ele seria Deus. Esse filho chama-se Lucifer, o filho da Luz, que nada tem a ver com os diabos humanos que não existem. Deus, o Pai e a Mae, se entristeceram mas tinham que respeitar a vontade e livre-arbítrio do filho e apesar de saberem que ‘e impossível criar um mundo melhor do que criaram, tiveram que ver seu filho amado partir, criar e desmanchar mundos, um atras do outro, ate que já esquecido do mundo dos pais, criasse um mundo igualzinho, se assentaria como Deus e depois mesmo assim, sentir que não era feliz, que faltava algo, algo como uns pais a quem amar e sentir conforto, então ele criou os pais e pediu-lhes para sentarem-se no trono a seu lado, a sua direita e esquerda. Apenas assim foi feliz para a eternidade, enquanto no aposento de dormir dos pais e na calada da noite se ouviu a seguinte conversa:

  • ” Agora nosso filho e’ feliz… Mas tanto trabalho, tanto sofrimento, para fazer exatamente aquilo que ele tinha de graça…”
  • ” Psiu… nunca deixe-o ouvir isso. Deixe-o sem recordar as memorias de vidas passadas, do paraíso que vivia, dos pais que tinha…”
  • – ” E tem… pois ele não sabe que quando redesenhou o nosso mundo simplesmente os dois paralelos iguais se fundiram, E neste paralelo estávamos nos dois, e quando ele pensa que nos criou… na verdade apenas retornou para nossa casa. Deixe-o pensar que e’ Deus, já que nos não pensamos que somos deuses, isso de nada nos serviria. O importante e’ que todos estamos iguais como antes dele partir, agora ele esta’ feliz totalmente… e tudo se ajeitou.”

Um agnóstico como eu não gosta e não admite perder tempo com metafisicas, misticismos, mas a insistência dos humanos ao meu redor em repetirem a exaustão suas superstições, me torna incapaz de resistir a fazer uma incursão rápida no campo da metafisica e buscar coloca-la dentro de uma logica que me satisfaça o meu racional, e assim me evita ficar buscando explicações toda vez que me assediam fazendo perguntas metafisicas. Então busquei e encontrei uma logica metafisica que inclua deuses, diabos, paraísos e infernos, tudo ajeitado para caber dentro do meu racional. E assim surgiu a fabula acima. Ainda não vou acreditar nesta fabula porque sei que o meu cérebro humano não pode saber o que existe alem das fronteiras deste universo perceptível a estes meus primitivos sensores cerebrais… mas e’ uma logica errada e primitiva proporcional ao meu estado evolucionário primitivo. Esta’ tudo em casa, eu estou em paz com o mundo assim – todo errado porque construído por mim mesmo, um cara ainda todo errado – mas continuando a trabalhar incansavelmente, tentando desmanchar tudo o que ai esta, porque esta’ tudo errado, e em cima disso tentar outro modelo de mundo, ate que um dia vou construir o mundo que me satisfaça plenamente. E ai chamo meus adorados pais, e  entrego este mundo de graça para eles e digo: ” Por favor, eu não quero ser Deus. E’ muito triste, solitário, ser sozinho no mundo. mesmo rodeado de servos, pois seria o único da minha especie, não teria um semelhante com quem nem conversar.  Por favor sejam meus deuses,  pois confio em que me amam como eu vos amo, eu me ajoelho a seus pês e imploro que fiquem…”

Este povo que imagina e crê na existência de um deus único, não se conscientiza da sua maldade, a obrigar tal deus existir sob tal sofrimento. Bem,… considerando-se que o caráter deste povo criou um Jesus Cristo para tortura-lo e sacrifica-lo na cruz  assim se sentir melhor, aliviado… como a fera que mata, sacia-se, e depois vai descansar aliviada,… tudo se pode esperar. Se viemos das selvas não e surpresa que projetemos nosso caráter da herança felina na construção de nossos mártires e deuses.

Mas ainda assim não me deixo enganar assim, crendo que sou um poco de virtudes e um bom filho arrependido, dos deuses, e que daria tudo por eles, etc. Não me deixo enganar porque sei que isto e’ produto egoísta de um ego psicológico, uma outra versão do mesmo caráter desviado daqueles que criam deuses para descarregarem nele seus venenos internos inconfessáveis. E’ projeção dos meus traumas de infância. Eu perdi os pais aos 2 ou 3 anos de idade, cai’ no mundo sem nada e por isso fui escravizado ate’ pelas famílias ditas cristãs, com isso apesar de ser macho e duro na queda, de ter tido a coragem de fugir da senzala para viver solitário na selva enfrentado feras e matando o escorpião que me picou na canela, em silencio chorei todas as noites a falta dos pais que teriam no minimo me livrado da escravidão,  e com isso projeto este trauma de infância na minha metafisica criada por mim mesmo, pondo como foco central a sonhada existência dos pais. O meu mundo metafisico ideal e’ projeção de um tipo especifico de experiencia de vida, outra pessoa com outra experiência diferente deve criar para si um outro tipo de mundo ideal com outra historia logica que satisfaça seu diferente racional. Assim, toda vez que saio na rua e preciso tomar uma decisão, minha metafisica e’ esquecida, reduzida a zero e volto a ser o macaco melhorado agnóstico analisando os fatos de forma fria, calculista, real como e’ a realidade do mundo a minha volta. Este mundo real onde tem escorpiões traiçoeiros tentando me inocular seus venenos, inclusive estes venenos religiosos que visam entorpecer minha mente e me tornar escravo dócil, contra os quais tenho que me manter vigilante e armado como um guerreiro, porque acredito que deva defender a sobrevivência da minha existência porque acredito que a minha existência tem como objetivo supremo o desmanche deste mundo errado e a construção de um mundo melhor porque acredito que um dia vou conseguir acertar e fazer o paraíso onde terei meus pais… e assim percebo que no final de todas as contas, um agnóstico que não acredita e odeia a metafisica, também e’ uma mentira, so existe em função da sua própria metafisica. tanto e’ que ai atras eu repeti três vezes ” eu acredito porque acredito”… ora um agnóstico real e de fibra não acredita em nada, mas este não existe senão já teria se suicidado.

Raios, eu não consigo me entender… Mas aceito que eu não consiga me entender porque eu sou um cérebro primitivo, porem mesmo assim sou a coisa mais complexa que conheço neste Universo porem que não pode querer ou acreditar que tem uma logica impecável porque esta so’ poderia ser alcançada por um cérebro que botasse sua cabeça para fora deste universo e vendo la fora, descobrisse a final Verdade. Eu não tenho apenas que desmanchar mundos e fazer outros, eu tenho que me desmanchar a mim mesmo e fazer outros de mim, melhores e mais lógicos, mais racionais, mais de acordo com a Verdade Ultima… o que significa que eu estou todo errado, igual ao mundo.

Assim, eu tenho que desmanchar, que ” debunkar” a minha cosmovisão, a teoria da MatrixLight/DNA. Tenho que encontrar o fato, as evidências que a desmanchem, ela existe para ser desmanchada, em parte ou na sua totalidade, e por isso fico pensando nela, testando ela e falando nela para os outros, para ver se alguém aponta o fato que a derrube, assim como eu aponto os fatos que derrubam as metafisicas dos outros senão eles não me ajudam a desmanchar este mundo e fazer outro melhor. Derrubam para mim, porque para eles, os fatos apresentados não derrubam suas metafisicas, me parece que eles não querem se desmancharem e se refazerem, talvez acreditam que já são o máximo e conhecem a Verdade Ultima?…

Mas então vamos abandonar a metafisica introdutória  e entrar no assunto do titulo deste artigo, que e’ mais um inicio de mais uma tese a desenvolver.

Quando um sistema natural se fecha em si mesmo, e’-lhe impossível manter todas as partículas de energia/informação fluindo certeiras dentro de seus canis sistêmicos internos. Isto porque estas partículas são sub-sistemas que por sua vez querem ser independentes. No sistema corpo humano chamamos estas partículas de ” radicais livres”. Então o sistema existe e parece que dentro de uma ordem controlada, aos poucos e sorrateiramente partículas vão escapando dos canais e entrando para dentro do corpo, de outras partes, outros órgãos. Isto começa a desestabilizar estes órgãos, aparece o que se denomina “doença”, ou falha mecânica no sistema. A medida a que órgãos pioram, o sistema inteiro enfraquece a vigilância e controle e então cada vez mais partículas vão escapando do seus canal de escravidão como corrente continua, e vão se dispersando no espaço a volta. Isto e’ o principio do caos, da degeneração e morte de um sistema fechado em si mesmo. Eu conheci a selva, que ainda mantem as imagens das origens da vida, e la’ vi que reina o caos, portanto sei que este mundo biológico, ou seja, a Vida, e’ produto do caos… e neste sistema estelar, cuja estrela se chama Sol. Mas quando analiso o estado atual deste sistema solar ainda vejo a mecânica celeste Newtoniana funcionando e tão bem como um relógio. Então sou obrigado a sentir que este sistema estelar esta’ sendo invadido por partículas desregradas vindas de um sistema fechado maior, que e’ a galaxia. Se a galaxia esta’ em caos e’ porque fez a coisa errada de se tornar um sistema fechado em si mesma. Mas ainda talvez não. Talvez ela ainda tente por si mesma funcionar como um relógio. Talvez ela esteja sendo invadida por partículas degradadas vindas de um sistema maior, que a contem, denominado Universo. Se for assim, o sistema que produziu o Universo esta errado em si mesmo…

Se isto tudo estiver correto, o Universo esta doente. Se esta’ doente e’ porque foi feito como mundo errado. Se foi feito como mundo errado, seu desenhador inteligente ou não e’ tão inteligente ou e’ um incapaz de fazer mundos mais perfeitos. E se assim for… procuro o significado racional nisso tudo dentro dos limites empíricos e científicos, não encontro, e então deixo minha mente vagabundear na metafisica como fazem a maioria dos humanos, e me saio com a metafisica acima. Entendeu porque um assunto pretendendo ser racional, cientifico, começou apelando pela heresia da metafisica? Entendeu, meu irmão de sangue espiritual e ideias erradas em Lucifer? Mas tem nada não, vamos aguentar o tranco, porque vamos retornar ao nosso paraíso, e seremos felizes para sempre… juntos com nossos saudosos pais. Bola pra’ frente…

Assinado: “The Voice of The Everything Wrong” (A voz do Todo Errado) …