Archive for fevereiro, 2017

Mensagem da Matrix/DNA aos Comunistas e Exorcizados

terça-feira, fevereiro 28th, 2017

xxxx

Este filme ( com link abaixo) deveria ser visto por todos que querem mudar o mundo, principalmente comunistas, socialistas. Iniciar uma militância escrita/verbal revolucionária dentro do atual sistema capitalista e’ ingenuidade, causa perdida e um erro fatal, cujo fim e’ a tortura ate’ a morte. Eu aprendi isso a duras penas na selva amazônica, quando liderei meus alunos e mais 3.000 homens na militância para evitar que corporações tomassem a mina de Serra Pelada de seus donos, os garimpeiros. Planejamos a operação de maneira que não se praticasse nenhuma violência e não se ficasse exposto a todos ardis de violência usados pelos inimigos. Mas os meus homens, no poder, se embriagaram e tornaram-se incontroláveis. O difícil não e’ começar e sim o cessar a estupidez de erros atras de erros.
Então, essa militância tipo coxinha que começa pela denúncia e desafios na Internet sempre alcança os radicais que principiam a militância de fato, violenta. E e’ justamente isto que mais satisfaz os dominantes no poder, leões adoram a oportunidade de aplicarem suas forças e ver carnificina.
Então, sempre acontece como neste filme: famílias de classe media são visitadas na calada da noite pelos torturadores e o jovem coxinha militante que estava sendo espionado na Internet e’ retirado da cama, vai para o porão da tortura e nunca mais volta.
O revolucionário tem, antes de tudo, entender a real psique do dominante. Esta e’ herdada da carga genética que vem dos animais, com seus instintos animalescos, e eles trazem o tipo predador. estude, observe os leões no seu território para entender os dominantes do sistema competitivo capitalista. selvagem de hoje.E para entender a psique de seus policiais, torturadores, capatazes de todos os tipos, estude e observe os médios predadores, como os lobos que fazem incursões no território dos leões para se alimentarem das sobras das presas.
Cutucar, criticar, desafiar, os leões sem ter misseis, drones, canhões, etc., e’ atitude de burro, e’ pedir para ser torturado e morto. Assim foi com a guerrilha do Araguaia, com o MR8, com Marighela, com Tiradentes, Jesus Cristo e etc.
Existe um único método: obter primeiro um poder financeiro, formando uma mafia porque vais combater uma mafia.Sociedade anonima adquirindo terras para subsistência e industrialização, formação de cooperativas de consumo e produção, e boicotes econômicos de todo tipo, dentro da lei. Uma ciência e tecnologia baseada na visão de sistemas como e’ a Matrix/DNA Theory, pela qual tanto se destrói como se constrói qualquer sistema automatizado, sem dar um tiro.
Mas tudo isso sera’ o que aprendeu Che Guevara nos seus últimos minutos de vida, quando um camponês que ele lutou para salvar do capitalismo criticou-o dizendo que não queria ser salvo ( veja o filme : “A Causa Perdida”.
Os homens tem a psique dominada pelo que esta no complexo reptiliano antes do que esta no cortex cerebral. Ali se alojam os três instintos animalescos e dar o comunismo para as presas e’ tao errado como dar o capitalismo para os predadores. A evolução natural tende a exorcizar estes instintos mas ela e’ lenta, conta-se aos milhares de anos, porem, enquanto estes instintos não forem exorcizados, e’ causa perdida ter ideologias. Por isso, ninguém vai mudar o mundo, a não ser que tivesse ajuda de extra-terrestres, inclusive operando a nível genético.
A maioria dos militantes comunistas de hoje são iguais aos que fundaram o PT e eu aprendi isso porque participei disso mas sai quando percebi o obvio: não são exorcizados desejando a justiça cósmica na Terra mas sim presas que nasceram com mutação para médios predadores, lobos e raposas com pretensão de desbancar os leões e tomarem seu lugar. E tudo fica na mesma.
para os exorcizados só existe uma atitude sensata: unirem-se para obterem poder econômico. Ensinar as presas a fazer as associações econômicas na produção e consumo para se libertarem do emprego escravagista. Ensinar o boicote, desde a bancos a culto de celebridades globais. Mas antes de tudo, conduzir os libertos a uma nova visão de mundo que seja antidoto contra estes genes animalescos e suas ideologias. Uma visão de mundo como a Matrix/DNA.
Agora assista o filme e relembre como funciona de fato a realidade. Senão vocês vão terem seu Pinochet no Brasil. E depois suas mães vão cruzarem nas ruas com os torturadores e assassinos de seus filhos a passearem tranquilamente. Porque estes filhos não entenderam antes como funciona esta Natureza.

Nostalgia da Luz

http://www.ustream.tv/recorded/26976695

Como a Matemática salta entre os diferentes estados da luz

segunda-feira, fevereiro 27th, 2017

xxxx

Antes, os fenômenos pertinentes a relatividade geral de Einstein eram vistos separadamente dos fenômenos pertinentes ao electromagnetismo. Então Kaluza teve uma ideia. Experimentou adicionar uma nova dimensão imaginada (falava-se apenas em três dimensões, Einstein sugeriu que o tempo seria uma quarta dimensão. Então se e’, Kaluza adicionou a quinta dimensão pensando que era a quarta e sem ter ideia do que ela significaria), para calcular as equações de Einstein. E para sua surpresa, surgiram espontaneamente as equações de Maxwell, que descreviam o magnetismo (ver historia de Kaluza no link abaixo). Kaluza escreveu para Einstein que incentivou-o a publicar sua teoria, em 1921.

Quando eu calculei num gráfico cartesiano os passos dados pela evolução universal, desde o instante zero do Big Bang até o momento presente e aqui, deu como resultado que a evolução é curva, e não linear. Isto é logico e racional, pois a evolução de um tipo de sistema, partindo de um ponto, encurvando-se ate retornar ao ponto de partida, significa que o sistema evolui até seu máximo e se transformou, transcendendo-se. Então, o sistema universal que começou como uma partícula, se tornou átomo, depois galaxia, depois célula, depois cérebro, depois embrião de super consciência, e esta’ indo para seu fim, significa que todas estas formas materiais do sistema funcionaram como a placenta que se descarta e dela nasce uma transcendente forma: a superconsciência.

Suspeitei também que se a evolução for realmente curva – se os resultados no meu gráfico estiverem corretos – e sabendo-se que a evolução da matemática é linear, então chegaria a um ponto que a matemática sairia fora do caminho da realidade para se perder no reino da imaginação. Assim como a imaginação sai da realidade quando produz as misticas religiosas. Pois enquanto a linha da evolução vai se encurvando, a linha da matemática que começou paralela a essa linha, continua reta e assim, perde o bonde da realidade. De fato – penso eu que não sou matemático – acho que os matemáticos tem produzido toneladas de cálculos e equações que se tornam papeis amassados e jogados no lixo porque não encontram aplicação pratica.

Mas acontece em muitos casos que um calculo e equações que não encontram tradição pratica agora, passado um tempo, despontam acertando com a realidade. exemplos clássicos pode ser a teoria na matemática da curvatura da luz, de Einstein, que depois mais tarde foi comprovada por um experimento, a ideia da antimatéria de Dirac, até a quântica de Plank. Isto significa que a reta linear da matemática que saiu momentaneamente da sintonia com a linha curva da evolução, de alguma maneira, também se encurvou e retornou a se emparelhar com a evolução, re-embarcando no bonde la na frente.

Esquisito! Porque isso acontece? Como? Como encurvar a logica linear da matemática? A resposta esta na… luz!

Nos somos quase cegos, mudos, surdos, insensíveis. Pois o mundo total se expressa na sua inteireza apenas quando e’ observado por uma visão que vê as sete frequências do espectro eletromagnético, cujo conjunto eu digo que é ( mas posso estar errado) uma onda de luz natural. Não luz estelar, que é uma segunda forma mais grosseira da luz, e sim aquela ou aquelas ondas de luz emitidas com o Big Bang. E nesta figura esta a interpretação de uma onda de luz segundo a Matrix/DNA:

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

São sete faixas de luz necessárias para se ver qualquer objeto material na sua inteireza, mesmo que seja uma pedra. Porem, nos só vemos uma faixa – a chamada faixa da luz visível – por enquanto. Ajudados por alguns instrumentos tecnológicos que funcionam como extensões da nossa visão biológica, vemos sombras, contornos, de algumas coisas, mostradas pelas duas faixas vizinhas, a da direita e a da esquerda. Mas não percebemos esta alguma coisa apenas em relacao a visão, estes objetos nos estão ajudando a sentir o tato, a ouvir estas coisas também. Estamos percebendo diferentes estados vibratórios dos objetos, ainda ocultos aos nossos cinco sentidos. Então nossa inteligencia se ocupa destas sombras e contornos e elabora teorias. Sobre o que existe nas dimensões das faixas vizinhas.

Um dos métodos de elaborar estas teorias avançadas é justamente a matemática. Existem outros, tal como o que apliquei para elaborar a teoria geral da Matrix/DNA, que é uma tateação cega dos aspectos biológicos invisíveis dos objetos. Se estas teorias não alcançam a evolução do conhecimento humano até chegar onde elas chegaram, la’ na frente, os autores morrem sem saber se são validas ou não. Se algum novo conhecimento prova que os cálculos da teoria estão errados, ela vai para o lixo. Mas se algum experimento ou descoberta nova lembra equações teóricas, a matemática retorna a pauta do dia. Então, de alguma maneira, o autor da equação adicionou algo novo na sua teoria, algo inusitado, fora da linha normal do pensamento escolar, algo que encurvou a matemática. Acho que a ideia maluca do Dirac sobre raiz quadrada negativa, ou do Einstein de que a energia é apenas massa acelerada, deve ser exemplos destas adições encurvadoras, que fazem a matemática dar um salto saindo da realidade aqui e agora, mas entrando no reino abstrato da imaginação humana, para se retornar a realidade anos, ou seculos depois,

Então, a ideia do Kaluza seria mais um exemplo disso. Quando ele publicou suas equações, ninguém lhe prestou muita atenção, principalmente porque na época as cabeças pensantes do ramo estavam interessadas na teoria quântica. As equações de Kazula foram retiradas das prateleiras dos porões empoeirados das bibliotecas quando emergiu a teoria das cordas. Pois aqui Kazula se encaixava na realidade – ao menos na realidade provável sugerida pela teoria das cordas. mas o que acho mais admirável em Kaluza é que ele foi o primeiro humano a pensar – ao menos o primeiro a publicar este pensamento – que o nosso mundo seja composto de mais dimensões do que as três que ordinariamente percebemos. Ora, ele estava prevendo o que agora descubro estar embutido na onda original da luz.

A ideia de Kaluza era arrojada e bizarra na época, mas apenas isso, pois parecia não ter nada a ver com o mundo em volta de nos. Mas esta particular ideia – embora ainda não sabemos se esta certa ou errada – teve um enorme impacto na Física do ultimo seculo e continua a guiar muito da pesquisa de ponta.

Dentro destas sete faixas da luz, existe a divisão em sete micro-faixas, penso eu. Então, a percepção de fenômenos como a gravitação universal, a curvatura da luz, etc., mais atinentes a relatividade geral, seria uma destas microfaixas.  E o electromagnetismo estaria numa outra microfaixa, não vizinha da relatividade. O que Kaluza fez foram as equações pertinentes a microfaixa situada como elo entre as duas. Sensacional. Assim como o meu método me levou a produzir o modelo teórico do elo entre a evolução cosmológica e a biológica.

Nos temos que fazer todos os esforços possíveis para acelerar o desenvolvimento dos nossos cinco sensores naturais e fazer emergir mais alguns. Exemplo clássico é a antena externas dos insetos capaz de detectar algo dos campos magnéticos que no nosso cérebro esta atrofiada no interior do cérebro a ponto de se tornar um mero caroco – a glândula pineal. Temos que continuar a forçar o desenvolvimento tecnológico dos instrumento s de percepção, como Galileo fez ao pegar o instrumento óptico mais potente da época – uma simples luneta – e ficar polindo, engrossando, experimentando, na tentativa de aumentar o poder da lente. A recompensa vem, como veio para ele, ao ser o primeiro homem da historia a ver coisas no céu que seus vizinhos jamais imaginaram. E temos que respeitar e guardar qualquer nova equação, por mais absurda que seja, nunca deita-la ao lixo, pois ela pode estar cem anos a nossa frente, e com ela, podemos reduzir estes cem a cinquenta. As vezes a matemática rígida é tao saltitante como uma cabrita. Mas estes saltos são ótimos para acelerar a evolução da nossa vindoura superconsciência.

https://en.wikipedia.org/wiki/Theodor_Kaluza

 

 

Software Computacional: Importante Informacao

segunda-feira, fevereiro 27th, 2017

xxxx

Entendendo a relacao entre software e hardware. Como e’ e como funciona. Como se transportam pensamentos humanos transformados em processadores e memorias, para dentro da materia da maquina.

Portugues:

Um chip (modular… ?) feito de três camadas, como um sanduíche: a camada de cima, reusavel, e’ feita de partículas condutoras de eletricidade diretamente imprimidas sobre uma folha de polietileno. A camada de baixo, e’ uma usável câmara de silicone desenhada para segurar e manter fluidos biológicos. Uma fina e isolante barreira separa a eletrônica de cima da câmara de baixo.

Ingles:

The new chip, dubbed FINP chip, is a modular, three-layered sandwich: the top reusable layer is made of commercially available conductive particles directly printed onto a flexible polyethylene sheet. The bottom layer is a disposable silicone chamber designed to hold biological fluids. A thin insulating barrier separates the top electronics from the chamber.

Obtido em ( este artigo esta bem escrito e informativo para se entender melhor como e’ a tecnologia atual compitacional e por isso vai copiado abaixo para traduzir e rememorar):

https://singularityhub.com/2017/02/19/one-cent-lab-on-a-chip-can-detect-cancer-and-infections/?utm_content=buffere7983&utm_medium=social&utm_source=facebook-hub&utm_campaign=buffer

This One-Cent Lab-on-a-Chip Can Diagnose Cancer and Infections

Medical diagnostics often feels like magic to me. With just a few drops of blood, doctors can quickly decipher a patient’s general health status—are biomarker levels in range? Are there telltale signs of infection? Are the patient’s cells healthy, or have some quietly mutated into cancerous time bombs?

Diagnósticos médicos frequentemente parecem mágicos, para mim. Com justas poucas gotas de sangue, doutores podem rapidamente decifrarem rapidamente o estado de saúde de um paciente – estão marcar biológicas `a vista? Existem indicações de infecção? Estão as células do paciente saudáveis, ou algumas mutaram para bombas cancerosas?

(continuar tradução)

Behind that magical facade, however, diagnostics lives and breathes technology. Most lab tests rely heavily on specialized machinery and teams of technicians to ensure they’re done safely and correctly. It’s a pricey endeavor: even the most basic equipment—a centrifuge that separates different components of the blood, for example—can cost several thousands of dollars, a price tag far beyond what developing countries can afford.

Without access to cheaper options, many countries stricken by HIV or malaria are severely handicapped in their battles against insurgent epidemics. For them, modern diagnostics might as well be magic.

Now, a team of Stanford engineers has figured out a cheaper alternative. A study published in Proceedings of the National Academy of Sciences describes a small, reusable microchip that can diagnose multiple diseases.

Here’s the kicker: each chip is made by standard inkjet printing, requires just 20 minutes to assemble, and the cost? A single penny.

“To the best of our knowledge, such a platform with similar functionalities, cost and advantages has not yet been reported,” the team, led by Dr. Ronald Davis, concluded in their paper.

“[This] is really a breakthrough,” says Dr. Eric Topol at the Scripps Translational Science Institute (not involved in the study). “And I don’t use that word too liberally.”

Diagnostics: from physical labs to lab-on-a-chip

When a disease like HIV or malaria strikes, not every cell in the body is infected. In order to get an accurate readout, scientists often first try to isolate the culprit cells.

Since diseased cells are usually a much smaller population than healthy cells, scientists often need to tag them with a special marker in order for the machines to reliably pick them out—kind of like sticking a reflective sticker on a night-time cyclist for more visibility. This step is long and tough: not all target cells get tagged with the marker, and sometimes the marker itself can change the properties of a cell, which disrupts subsequent readouts.

About 15 years ago, scientists began exploring the possibility of simplifying—and miniaturizing—the whole process. Most cells and biomolecules have distinctive properties—size, shape, density and electronic charges, to name a few. Exploiting these properties, scientists made dozens of specialized sensors that only capture bioparticles with a particular property.

When combined with microfluidics, a technology that deals with small amounts of liquid, the sensors were about to isolate blood cells, sequester bacteria, or grab onto various proteins and DNA molecules from droplets of blood and other biological samples—and the first lab-on-a-chip devices were born.

Almost immediately, global health advocates realized the potential of these portable diagnostic wonders for helping poor, developing countries. But they were tough to make.

“[These] platforms often require access to a clean room, sophisticated equipment, and highly trained personnel to perform…manufacturing procedures,” says study author Dr. Rahim Esfandyarpour to Singularity Hub. “This entire procedure can take several days or weeks.”

The flexible inkjet-nanoparticle-printed biochip

To circumvent these problems, Davis’s team turned to a surprising manufacturing device: an ink-jet printer, similar to the one you probably have at your workplace.

The new chip, dubbed FINP chip, is a modular, three-layered sandwich: the top reusable layer is made of commercially available conductive particles directly printed onto a flexible polyethylene sheet. The bottom layer is a disposable silicone chamber designed to hold biological fluids. A thin insulating barrier separates the top electronics from the chamber.

Making the chip is an easy two-step process.

First, users can use any vector-drawing software—for example, Adobe Illustrator—to draw a customized electronic configuration. Because different configurations can be used for different diagnostic purposes, this step tailors the chip to a user’s exact needs.

Next, using any inkjet printer, the drawn electronic pattern is printed onto a cheap, plastic-like sheet, and plopped onto single-use chambers that can be supplied to the user in bulk.

Just like 3D printing, these designs may eventually be downloadable, allowing anyone with a printer to produce their own biochips when needed.

“Production only takes 20 minutes,” says Esfandyarpour.

Similar to previous microchips, the FINP chip isolates cells and biomolecules based on their intrinsic electrical properties. As proof-of-concept, the team designed a chip with two types of chambers: one that isolates cells, and one that analyzes them. They then ran the device through a series of experiments to validate the chip.

In one test, the team showed that the device could efficiently capture breast cancer cells from a fluid sample. Similar to most biomolecules like proteins and DNA, cancer cells have a unique surface charge. By manipulating the electronic field, researchers were able to steer the cancer cells toward a specific chamber on the chip and trap them there, away from all the other cell types.

Since the ability to pick out rare circulating tumor cells can increase our understanding of cancer metastasis, the device could help us detect early spread and potentially save lives, especially in developing countries, the authors explain.

In another experiment, the team wanted to see if the chip could be used to accurately count the number of cells in a given sample. Immune cell counts are often used to diagnose infectious diseases like tuberculosis and malaria, and traditionally done with a technique called flow cytometry that can cost $100,000 for the equipment alone. The penny chip performed just as well.

Democratizing diagnostics

The FNIP chip is the latest win for frugal science—a field that’s bringing cheap, portable and reliable tools to doctors anywhere in the world.

You’ve probably heard of some previous designs: a foldable microscope that costs just 50 cents, or a paper centrifuge that doesn’t require electricity.

Davis and his team are now working hard to get their chip ready for commercialization.

“Any platform for diagnostics or other biomedical applications must go through several testing, validation and optimization paths before commercialization, and we’ll take and follow it very seriously,” says Esfandyarpour.

But the team is optimistic that their device can make a difference.

“[We believe] this work will enable greater individual access to… diagnostic applications in resource-poor and developing countries,” says Davis.

Quantum Mechanics: Excelente Video/Debate Informativo

sábado, fevereiro 25th, 2017

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=h9MS9i-CdfY

Debate com a Matrix/DNA no Science/AAAS

quarta-feira, fevereiro 22nd, 2017

xxxx

Earliest mollusk probably looked like a spiky slug

http://www.sciencemag.org/news/2017/02/earliest-mollusk-probably-looked-spiky-slug

Avatar

A tree mimics exactly the shape of Milk Way because it was created by this galaxy. A cell system also has the same number of organelles as the number of different astronomic bodies. And there is more: each organelle performs same systemic function as each astronomic system. But, we can see it only when we know the universal Matrix/DNA formula that built all natural systems. So, for a better understand about the first mollusc shape and functions we must have on the table the matrix formula and the exactly model of the building blocks of our creator, this astronomic system – both are at my website… but still it is a theory..

Apophenia

Correlations without causation

Endurance of stable shapes i.e celestial bodies are spherical due to their gravity, just like there is a limited number of shapes in organisms that provide practicality and durability. But this doesn’t connect the two systems in any way.

Avatar

No, Kotsios, there is no apophenia here. It is perceiving meaningful patterns (the common at genetic inheritances) within not random data, but within data as evolutionary links. Yours scholar world view does not see these patterns because learned to be blind to the connection between cosmological and biological evolution. So, there is a big hole in their wiring of neurons.
You does not see the correlation because yours causation (origins of life) is not the first causation (origins of the universe).
If this astronomic system (Milk Way) does not connect with the first biological systems, what and who created biological systems: Some supernatural forces and elements coming from outside the materialistic realm of this galaxy? And remember: such parent, such offspring, no matter the differences of environments and big mutations. By the way, if you do not know my theoretical astronomic model and the explanation how it fits exactly as the unit of information of the DNA, you never will accept that we were created by stellar system and not by dust of stars…

All you did, was to replace a supernatural creator with the Milky Way.
Celestial organisation is based on gravity.
Biological organisation is based on chemistry.

Gravity is very weak to act on the molecular level and chemistry requires much more proximity than the celestial distances allow.

There is no connection between the origins of the two systems, besides their existence in the same universe

Avatar

No creators, it is all about our ancestrals. Galaxies,atoms, are our ancestrals.
The human body pressure and homeostasis acts over organs and flows, it is also to weak at atomic and molecular levels. But was not gravity neither body pressure that organized matter into systems. You are missing the essence, the code, which is the formula at my website.

Organic chemistry emerged with a new state of matter – the liquid – which was not existent at galaxies’ formation. But, chemistry alone, leads matter to eternal equilibrium, never to compose working systems.

Th new planetary surface environment, different from the space, and new state of matter caused the big mutations in biological systems. While our direct astronomic ancestor was a closed system, we happened to be opened systems.
If you believe there are no connections between the system you live inside and was here producing your past ancestors and the system you are, you need to appeal to a mystic agent, like a magical randomness.. or magical supernaturals. We do need such jumps of imaginations anymore..

You forgot about prions, viruses, RNA based life, etc.

You forgot that there are known reasons for the shapes of bodies in space, and, organ functions, etc…and that they do not share reasons.

Saying “Astronomic system” and “function” assumes things that are entirely unsupported by any evidence whatsoever.

😀

You are seeing patterns that are not there.

😀

You are also calling a “feeling” a “theory”.

In science, a theory is an explanation that has been tested, to falsify it, and passed the tests…and so forth,

…..not merely what a stoner says after seeing a Bohr Diagram and thinking…wow, that looks like our solar system!

Avatar

No TJ, I did not forget these things, all them were hardly and perfect inserted in the same evolutionary lineage, from this astronomic system to complex biological organisms. Nature has used a unique formula for all biological systems (DNA) because Nature has used a unique formula for “all” natural systems since the beginning of this Universe. I can’t believe you can not understand this obligatory evolutionary detail. If all galaxies are similar like all biological systems, it is because all galaxies has a common essence like DNA. Same for all species of atoms systems. The evolutionary tree does not begins with archaea, fungus, but, with atoms. That’s why we can find all biological properties (metabolism,sexual reproduction,life’s cycles,etc) at atoms ( as electromagnetic fashion) and astronomic systems ( as mechanic fashion), expressed or not due evolutionary phases.
If you can’t see the evolutionary sequitur from a galaxy to a cell system you will need some mystical belief, like “spontaneous origins of life by chance”…
There is a universal evolution of a unique system in this 13,8 billion years, so, since it is a unique evolutionary lineage, must have repetitive universal patterns among all shapes of this universal natural system.
Science took the name ” theory” from philosophy (the Greeks coined the word). I am using the word in its real meaning and science is not the owner of this word

Fractal Dragon Curve: Como os fotons astronômicos criaram a vida…?

terça-feira, fevereiro 21st, 2017

xxxx

Esta é uma simulação de computador que tentaria mostrar como os fótons cósmicos ( vindos do Sol, do núcleo terrestre e possivelmente de outras regiões da galaxia), que trouxeram os bits-informação da formula Matrix/DNA para criar sistemas, e que adentraram os elétrons dos átomos na superfície terrestre, assumindo o comendo dentro dos átomos para guia-los a novos tipos de combinações e criarem a matéria orgânica. No ponto abaixo representado pelas figuras seria o momento que estariam sendo criados macromoléculas, como o DNA. Cada traco representa um fóton, portanto cada quadrado com 4 tracos representam a parte variável da formula formada pelas 4 funções intermediarias (F2, F4,F6 e F7), que atuam como genótipos.

Recursive construction of the curve

Finalmente na tela do monitor aparece esta imagem em movimento, a qual é um fractal.

Dragon curve animation.gif

este tipo de fractal é conhecido matematicamente como Heighway Dragon Curve.

Isto tudo é obtido com uma equação em programação que começa assim:

It can be written as a Lindenmayer system with

  • angle 90°
  • initial string FX
  • string rewriting rules
    • XX+YF+
    • Y ↦ −FXY.

That can be described this way : Starting from a base segment, replace each segment by 2 segments with a right angle and with a rotation of 45°

(Por isso matematicos estao encontrando uma correlacao entre o mecanismo de autocorrecao do DNA com a logica matematica e percebendo similares com a dragon curve, como cita o artigo em

http://cosmicfingerprints.com/mathematics-of-dna/

Mais assunto para pesquisar…

O que e’ Lindenmayer system ?

https://en.wikipedia.org/wiki/L-system

Origins

‘Weeds’, generated using an L-system in 3D.

As a biologist, Lindenmayer worked with yeast and filamentous fungi and studied the growth patterns of various types of algae, such as the cyanobacteria Anabaena catenula. Originally the L-systems were devised to provide a formal description of the development of such simple multicellular organisms, and to illustrate the neighbourhood relationships between plant cells. Later on, this system was extended to describe higher plants and complex branching structures

An L-system or Lindenmayer system is a parallel rewriting system and a type of formal grammar. An L-system consists of an alphabet of symbols that can be used to make strings, a collection of production rules that expand each symbol into some larger string of symbols, an initial “axiom” string from which to begin construction, and a mechanism for translating the generated strings into geometric structures. L-systems were introduced and developed in 1968 by Aristid Lindenmayer, a Hungarian theoretical biologist and botanist at the University of Utrecht. Lindenmayer used L-systems to describe the behaviour of plant cells and to model the growth processes of plant development. L-systems have also been used to model the morphology of a variety of organisms[1] and can be used to generate self-similar fractals such as iterated function systems.

(continuar estudando…)

DNA/RNA – Triplex Codons – Problema para Matrix/DNA Resolver.

terça-feira, fevereiro 21st, 2017

xxxx

Esta imagem tanto mostra RNA como qualquer das hastes do DNA

Tenho acreditado que a formula da Matrix fechada vinda da astronomia se insere no DNA na seguinte maneira:

Esta é a formula da Matrix:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

xxx

E este é um pedaço do DNA:

 

Image result for DNA

Como a formula esta’ inserida no DNA:

A formula tem 6 partes, ou 6 funcoes, denominadas F. E F1 e F4 sao a base e o topo da formula, estão exatamente em posições opostas, e a formula é cortada em duas meias-faces pelo circuito F5. Ora, esta imagem da formula se encaixa perfeitamente na imagem do DNA quando deitamos a formula e F1 e F4 se tornam os açúcares (os losangos azuis) pendurados nas duas hastes laterais, sobrando os 4 Fs entre eles que se encaixam perfeitamente na posição de 4 bases como se ve na imagem. Cada açúcar está ligado a uma base nitrogenada e a este conjunto acucar + base se da o nome de nucleotide. Entao a formula seria composta por 4 nucleotides alinhados tanto vertical como horizontalmente. Não importa que para 4 nucleotídeos existam 4 açúcares, enquanto a formula indica que so’ existam dois: pois na verdade dois açúcares de uma mesma haste sao sempre iguais e diferentes dos dois da outra haste, por quiralidade. Portanto, dois açúcares repetidos tem como significado final um açúcar, uma função sistêmica.

Assim tenho me dado por satisfeito entendendo que a unidade fundamental de informação do DNA não é um nucleotídeo nem um par lateral de nucleotídeo, mas sim, dois pares laterais.

Porem, temos um problema a resolver. A questão do triplex, ou codão, (codon), que podemos ver na primeira figura. O codão é uma seção contendo uma sequência de 3 nucleotídeos da mesma haste. A Ciencia dividiu assim a haste de 3 em 3 porque foi encontrado que o DNA aplica esta sequencia de 3 nucleotides para fazer cada aminoacido. Por que a formula fez o DNA para fazer os tijolinhos básicos dos trechos do circuito da formula – denominados proteínas – dessa maneira?

Então notamos que tomando um codon, temos seis nucleotideos. E seis sao as funcoes que completam a formula ( a função 5 apenas tem a função de reproduzir estas unidades de informação, ou seja, reproduzir os sistemas). Sera possivel entao que a formula esteja inserida como codon e nao como tenho descrito acima? Fica esquisito porque os açúcares nao estariam nas duas posicoes tl como na formula. Existe uma ressalva. A formula tal como esta representada é apenas para sistema fechado e o DNA é sistema aberto como todos os sistemas vivos, biologicos. Então nesta mutação de fechado para aberto a formula torna-se plastica, podendo adquirir outra forma mas sempre mantendo a estrutura de seis funções sistêmicas.

Existem muitos detalhes a considerar para resolver este problema, e no assunto ” A Matematica do DNA” podemos notar um deles e até ser ajuda para resolve-lo. Tambem tem-se que considerar a diferenca entre fenotipo e genotipo.

Fica em aberto este capitulo…

Quem vai decidir o destino da Humanidade: Tecnologia ou Meio-Ambiente?

segunda-feira, fevereiro 20th, 2017

xxxx

Voltem que nos f... tudo!

Voltem que nos f… tudo!

O Mar criou a Vida e com ela se contaminou `a sua morte

O Mar criou a Vida e com ela se contaminou `a sua morte

Is technology an evolution technology-stopper?

Is technology an evolution technology-stopper?

 

Do Macaco ao Big Brother

Do Macaco ao Big Brother

Debate.org

http://www.debate.org/debates/Technology-advancement-is-not-more-important-than-the-environment/1/comments/

Technology advancement is not more important than the environment

Posted by MatrixDNA  – 02/20/2017
MatrixDNA

The billionaires of high class – like Trump, the Rothchilds, etc. – never will agree with you. Why? The lions does not permit changing their rules and habits when governing their territories and sheeps. So, there are human beings whose genetics still are dominated by these instincts of big predator/middle predators/preys inherited from our ancestors animals, the proof is that all created social system till now mimics this division of power/classes we see in the jungle.

Big human predators of its own species believes that their star always is brilliant, the Universe and Nature are conspiring for them, God approves their existence as such. The problem is that they are funding the evolution of sciences and technology for to fit their best welfare. They are the natural selectors of science/technology evolution, not Nature, not the environment, not consciousness and its intelligence. Then, our technological evolution is biased, we only discover what we are looking for and not what the Universe would like we discovering. At Matrix/DNA worldview we are discovering that a whole new scientific and technological field exists, it should be better for synchronizing humans with their Nature, but we have exorcised those three instincts from our soul, then, we are not going to get the power for decisions.

Since that all big predators were extincts or are going towards their extinction, if humanity permits these humans guided by their reptilian complex continuing to decide our destiny – which is not the destiny of Nature, consciousness, the whole species will be destroyed by the environment. Yours choice

Humanos estão evoluindo ou nao? – Forum do Debate.Org

segunda-feira, fevereiro 20th, 2017

xxxx

DEBATE.ORG. ( Username: MatrixDNA – Pela conta Twitter – mesmo password)

http://www.debate.org/debates/Humans-are-still-Evolving/1/comments/

Humans are still Evolving ?

Poste by: Pro

Em: 02/14/2017 – Category: Sciences

Now this debate will obviously have to begin with the pre supposition that Evolution is true and accurate, something I do not even believe to be an opinion at this point due to the massive amount of evidence backing it, but that is besides the point.

It is my belief that human beings are still evolving and are still going through a Darwanistic process of evolution, just changed due to our changes of the environment

Please if you are to join state that you accept the challenge and post your opening argument

Rules:
1. No personal attacks or ad homs (attacking the person rather than the argument)

That’s it

I look forward to your reply

 

Posted by MatrixDNA –  fev/02/20/2017

Evolution is a natural real process but the Darwinian ( and even Neo Darwinism and the Modern Synthesis) interpretations are wrong or in fault. Earth has not created the process of Evolution, it is a universal process and Darwinian interpretation is only about biological evolution which is only about the last 3 billion years. So, for really understanding Evolution we need include Cosmological Evolution ( about the first 10 billion years) and its mechanisms, like thermodynamic entropy, etc.. In the hierarchy of natural systems, since this solar and galactic systems are above biological systems, these ones are being affected by those, and darwinian interpretation are not seeing them.

The human physical machine is not the most evolved natural system. Chimps were, but the most evolved till now are our ancestrals galactic systems. It was/is a perfect working mechanic machine. As our ancestral, its “DNA” is encrypted into our DNA ( the wrong called junk-DNA). And biological system is evolving/growing in the womb of this galaxy, in shape of the whole Earth biosphere, the final baby must be a reproductive system’s shape of this creator.

So, the natural tendency is to transform the whole biosphere into a perfect machine, described by Newtonian mechanisms. All species, included humans, are going to be pieces of this machine. Stupid pieces, like in the brave New World under the Big Brother.

But,… beyond this creator galaxy, there is the creator Universe. Hierarchically, the Universe affects the galaxy and of course, this biosphere. This universal influence has made changes in this reproductive process, big mutations, due new states of matter – the liquid state creating organic chemistry and a kind of light/plasma creating consciousness – two things that galaxies don’t have.

We were created by this immediate astronomic system for being eternally machines’ pieces, but, we can accept this destiny or we can evolve using consciousness. (See Matrix/DNA Evolution Theory)

Simetria, Supersimetria: As profundezas do misterio supremo

sábado, fevereiro 18th, 2017

xxxx

Porque a Natureza cega produz arquiteturas simétricas?! Para que? Como? De onde ela tirou essa ideia? Por que sempre temos dois olhos e não um só, ou 3, 5? Porque um situado exatamente na mesma altura e posição do outro? Claro que a simetria não existe produzida pelo acaso. Ela é uma lei fixa, a natureza determina que ela existe e proíbe outras alternativas. Se não fosse isso, se dependesse do livre fluir dos movimentos, corpos, objetos, os animais teriam vários olhos. Olhos atras da cabeça seria de extrema utilidade. nos desejamos ele com fervor, mas a natureza impede. Temos que obedecer sua determinação a respeito de simetria. Porque?

Mas… pensando melhor,… não existe simetria em tudo. O lado de trás da cabeça humana não é igual, não é simétrico, ao lado da frente. O dorso da mão não é igual a palma.

Pelo que sei, os físicos têm uma visão de um mundo simétrico. Se existe a partícula X tem que existir sua partícula X1. E simetria é interpretada pelos humanos como “beleza”. Ela nos é agradável. Não será então que os físicos montaram uma visão de mundo errada, baseado em que tudo é simétrico, porque procuramos apenas o que nos é agradável? Quando somos defrontados com o desagradável, foi ele que veio a nos, sempre; nos nunca vamos procurar o desagradável, o feio.

Ou talvez apenas detectamos  o que é simétrico devido nosso antropomorfismo, ou seja, nos nos projetamos sobre aquilo que buscamos. Nossa face é simétrica, nossas pernas são simétricas, nos somos simétricos, então selecionamos do mundo o que é simétrico e ignoramos o que não é?

Pode ser, porem, não foi nos que nos fizemos, e sim a Natureza. Então, porque ela nos fez simétricos?

Segundo a minha cosmovisão, que tem como ponta de lança a formula da Matrix/DNA a simetria foi criada pela Natureza por dois métodos. Assim como a célula: a primeira célula foi criada por simbiose entre elementos separados entre si; e então depois de criada a primeira por simbiose, elas aprenderam a auto-reprodução, e a segunda fase então é reprodução. Simetria também. Pra entender vamos puxar a formula para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

A formula é simétrica. Ela tem duas meias faces, divididas por F5. Toda vez que a formula montou um sistema novo ela pegou um corpo existente, aplicou-lhe a força do ciclo vital, esta transformou o corpo em outras formas e funções, comportamentos, propriedades, diferentes, depois juntou estas formas diferentes num só novo corpo que funcionou como um sistema.

Então nessa fase a simetria foi criada pelo fluxo que corre no circuito esférico. De F1 a F4, a energia e o corpo estão crescendo. Quando parte de F4 começa a entropia, a energia e o corpo entra em decrescimento, degeneração. Mas o fluxo cria o trecho de F5 a F7 a imagem e semelhança do que foi criado pelo trecho de F1 a F4.  S face da esquerda é copiada como face da direita. E o resultado é simétrico.

Foi quando percebi isso que desvendei a razão da existência do número Phi, ou da chamada “sagrada geometria”. medindo-se o circuito esférico do sistema, quando chegamos ao centro da linha F5, encontramos 1,618… Ai tudo se esclarece: F5 é a função da reprodução da face esquerda em face direita, nada tem de misteriosos ou sobrenatural nesse numero.

Depois desta fase o corpo aprende a se reproduzir e a simetria surge espontaneamente toda vez que ele se reproduz.

Mas porque a formula produz simetria? Ela podia descambar de F4 para outras direções criando coisas diferentes de maneira que não se encaixariam face esquerda e direita.

Creio que isso se responde com um duas explicações. primeiro, o postulado universal da Matrix/DNA: neste universo esta’ ocorrendo um processo de reprodução genética do universo ou seja la’ o que o criou. Ora, tudo o que é criado geneticamente é baseado num processo que denominamos de sexual e mesmo que o elemento seja hermafrodita ou assexuado, essa criacao depende da fusão de duas partes simétricas. Por isso então a simetria seria uma constante universo, porem apenas emerge em eventos de criacao.

A segunda explicação estaria nos baloes de Yukawa. A matéria existe devido pipocar nesta dimensão uma bolha que surge como um ponto e morre como bolha e outra que surge como bolha e morre como um ponto. A simetria já esta toda ai, surgindo junto com a origem do Universo, ou da matéria.

Mas os físicos tem outras ideias sobre simetria. Então estou abrindo mais este capítulo para pesquisar e registrar tudo o que conseguir aprender sobre a ideia deles e o que eles tem conseguido de dados e teorias a respeito.