Archive for fevereiro 1st, 2017

Mensagem da Matrix/DNA: Nao se Reduza a Um Ponto, Nem se Dissipe Como Uma Nuvem, Mantenha-se Sempre no Centro

quarta-feira, fevereiro 1st, 2017

xxxx

Descobri isso agora pensando num funcionário com quem fizemos um trabalho a pouco.
Existem dois tipos de pessoas em relacao a mente. Uma e’ uma espiral que começa com um ponto no cérebro e a espiral tende a se expandir no ambiente externo até se desmanchar. O outro tipo e’ exatamente a espiral em sentido oposto que começa de uma nuvem rotativa no ambiente externo e a espiral vai se colapsando ate se tornar um ponto no cérebro. Saber isto pode ser muito útil quando estamos numa situação qualquer como a do trabalho que acabamos de fazer, ou no relacionamento com alguém do sexo oposto. Eu e o funcionário somos exatamente os opostos… então entendi o comportamento dele mas como ele não sabe disso, não entendeu e sentiu-se desconfortável com o meu.
 
Alias, este aspecto da nossa existência é muito importante, está’ a afetar-nos muito mais do que imaginamos. Pois tudo o que apareceu neste nosso Universo veio em dose dupla, a famosa dicotomia, a dualidade dos opostos. Se existe o calor tem que existir o frio, se existe o masculino tem que existir o feminino, e assim por diante. E de tudo o que apareceu nesta Natureza universal, só permaneceram existindo aquelas dualidades que se fundiram depois de se guerrearem, e na fusão, alcançaram o ponto do equilíbrio, ou do meio termo, quando então os dois tornados um produziram um terceiro, que veio mais evoluído que os dois anteriores.
Então aprendemos que em nenhum aspecto do dualismo será inteligente ser extremista, manter sua tendência oposta ao seu par que unicamente e’ um inimigo,um competidor, querendo ser seu dominante. Pela herança da sua natureza, que vem de um lado dualista desde as origens do Universo, o homem tende a ser a espiral que começa como uma nuvem fora do cérebro, a qual se torna o estímulo de um pensamento que vai se colapsando, entrando no corpo todo, até, como dizemos, focar sua atenção exclusivamente no seu umbigo. E pela tendência natural oposta, a mulher tende a começar focalizada no seu umbigo e dai a espiral se expande saindo do corpo, revolvendo o ambiente imediato ao redor, e dependendo da sua evolução mental, ela pode continuar se expandindo no mundo externo, até o caso raro onde as mulheres dirigem sua atenção para o macro e o microcosmo – que são as realidades mais distantes dos nossos cinco sentidos – e onde começa a filosofia. Uma prova disso esta no inicio da civilização, quando o homem assumiu o comportamento de ser caçador, guerreiro se aventurando longe da casa de onde sai, enquanto a mulher assumiu o comportamento de se fixar dentro da casa e desejar transforma-la no seu paraíso. Mas claro, esta espiral se relaciona com outra, que pertence `a dualidade “tendência a evoluir- tendência a se acomodar”, a qual ainda depende das condições materiais de nascimento das pessoas, por isso, existem homens com sua espiral normal tendente a extroverter-se menor que algumas mulheres com sua espiral tendente a introverter-se.
Eu disse acima ” desde as origens do Universo” porque é assim que no espaço inicialmente vazio, contendo apenas a substancia inerte espacial, deste nosso mundo, surge as fantasmas e semi-material manifestações. Elas surgem pipocando por todos os lados, dividias em dois grupos. Um grupo surge como um pequeno ponto cresce se enchendo de energia, espiralizando-se como que dentro de uma bolha, e cresce ate estourar, por excesso de energia; o outro grupo exatamente igual na forma (que da origem ao fenótipo genético) do primeiro, mas com sentido e tendencia exatamente oposta, surge da nuvem energizada do estouro da primeira e rotativamente vai se colapsando formando uma espiral como que dentro de uma bolha, perdendo energia, reduzindo-se ate desaparecer na forma de um ponto.
 
Este e’ o grande segredo dentro dos núcleos dos átomos, os tijolinhos fundamentais de toda a matéria existente. Quem descobriu foi o físico japonês Hideki Yukawa, que ganhou o Premio Nobel. Chama-se “a cola nuclear”, ou “força forte” que liga prótons a nêutrons. O próton esta’ cheio de energia, e o nêutron nada tem de energia. Então o próton irradia sua energia na forma de um sinal/partícula denominado píon, na direcao do neutro. O próton vai esvaziando e o nêutron vai se enchendo. Então os dois iriam morrer porque o nêutron iria explodir por excesso de energia e o próton iria implodir pela falta. Mas quando passa do meio da quantidade de energia – quando o próton se tornou nêutron e o nêutron se tornou próton – antes que explodam o agora próton passa a devolver a energia ao agora nêutron. E assim se acasalam, formando uma especie de gangorra em equilíbrio eterno, e gracas a esta gangorra nos existimos. Tanto que se conseguíssemos introduzir uma lamina entre todos os prótons e nêutrons do mundo material, o Universo imediatamente desapareceria tornando-se uma nuvem de luz!
 
Prótons e nêutrons formaram um casal, um par de sócios, e por isso conseguiram viver mais que os 17 bilionésimos de segundo que viviam como espiral e firmaram sua existência. Desta união surgiram os elétrons, então formou-se a primeira ancestral de nossas famílias que temos hoje: no lar nuclear, dentro da casa, esta o casal tranquilo ligados eternamente, e la’ fora, no quintal, nas sete orbitas eletrônicas, brincam as crianças,, quer dizer, os elétrons peraltas, que não param de correr.
 
Torna-se para os humanos um problema muito serio esta diferença de tendencia dos opostos, pois dai nascem todos os nossos conflitos mútuos. Surge a dualidade predador/presa, comunista/capitalista, a deísta/ateísta, a machista/feminista, etc. Mas sempre foi assim quando a Natureza criou uma nova forma de sistema, seja o atômico, o astronomico, o biológico vital, etc. No principio é o caos gerado por estes conflitos entre opostos. Uma guerra entre dominantes e dominados que vão se alternando nestas posições, Se esta guerra continua por muito tempo enquanto outras condições do ambiente a volta vão mudando, o par entre conflito pode perecer para sempre. O mundo devia ser metade anti-matéria, os cientistas estão procurando ela em todos os cantos, mas ela sumiu. E possível que tenha sido uma dualidade que nunca conseguiu se fundir. Mas se os opostos começam a se entenderem, a se aproximarem sem violências, tem inicio o fluxo da ordem que se projeta no ambiente a volta gerando um pequeno paraíso para os dois.
 
A espiral (ou bolha, como queira) que tende a se extroverter, tende a se expandir até não mais conseguir se manter estruturada e assim se dissipa. E chamado de sistema aberto. A outra espiral tende a ser um ponto cada vez mais minusculo até desaparecer. Era um sistema fechado em si mesmo. As duas tendem ao egocentrismo, ao egoismo, ao extremo. Assim é o predador, o leão, sistema aberto, e a presa, a ovelha, sistema fechado. A sabedoria consiste em exorcizar esta tendencia extremista nos dois casos. Um tem 50% das verdades do mundo e 50% das mentiras, o outro, vive-versa. Então a sabedoria esta’ nos dois cederem-se naqueles 50% que estão errados, aceitando e absorvendo do outro os seus 50% do certo. Quem age com essa sabedoria e’ o tolerante, o paciente, o sociável; quem teima em manter seu caráter herdado natural rígido sera sempre o extremista, o fundamentalista.
 
E todos estes vão para sua extinção, como foram os dinossauros, os leões reis dos continentes, as baleias rainhas dos mares, as águias rainhas dos ares, e pode ir a humanidade, rainha da modernidade…
Nunca se una nem a comunistas nem a capitalistas, são causas perdidas, assim determina as leis naturais. Não se una a deístas nem ateístas. Se existe Deus não vai Lhe interessar que o fique adorando, mas sim que sejas um braço aberto para abracar e ajudar Seus outros filhos…