Archive for junho, 2017

A Psicologia Distanciando-se do Metodo Cientifico, da Natureza e da Matrix/DNA

segunda-feira, junho 26th, 2017

xxxx

Construcionismo social: uma crítica epistemológica

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2004000100008

A seguir tem esta continuacao:

https://universoracionalista.org/pos-modernismo-e-politica-cientifica-na-psicologia-contemporanea-uma-revisao-critica/

Pós-modernismo e política científica na psicologia contemporânea: uma revisão crítica

(reler e pesquisar)

Cenas de Rua Imitando as Cenas das Selvas e seus Animais, com Mensagem da Matrix/DNA

segunda-feira, junho 26th, 2017

xxxx

Este artigo mereceu um comentario da Matrix/DNA Theory postado no MSN. Veja o comentario abaixo e o link:

Susan Boyle assaulted, harassed by gang of 15 youths

http://www.msn.com/en-us/music/celebrity/susan-boyle-assaulted-harassed-by-gang-of-15-youths/ar-BBDaZNO?li=BBmkt5R&ocid=spartanntp

 

Susan Boyle attends the BBC Sports Personality Of The Year event in Glasgow, Scotland on Dec. 14, 2014.

06/26/2017
An elephant surrounded and harassed by wolves. This is the human species rules as projection of the jungle rules. The medium predators and the big prey. Why the predators acting this way? At the jungle the cause is only food, at human “civilization” it is about economics, money. People here talking about liberals, conservatives… these is the luxurious and abstract humans culture/concepts hidden the real reality. Which are the big predators – the lions, the owners of the territory? At human civilization must be the aristocrats. The elephant ( here is Susan Boyle) has no other preys elephants for helping her? Oh, no, the preys are individualist, due the selfish gene. They never knows how to apply their force in groups.
The unique solution? Exorcising from the genetics and from the psyches built by this animalist genetics, these instincts for big predators, medium predators, and preys. How to do it? Well… one way is just what I am doing: remembering that these people still keeps acting like their non-ration al ancestors. The other way is fighting for changing the actual animalist world view showing a transcendent world view, like Matrix/DNA Theory, where we have a second genetic process: we are 8 billion half/conscious genes building the embryo of Gaia’s consciousness. Every person understanding this, self-exorcizes these animals’ instincts inheritance.

Carbono: Nova tese da Matrix/DNA

sexta-feira, junho 23rd, 2017

xxxx

Um aspecto do Carbono que eu ainda nao havia reparado e’ o fato dele ter um limite de ligacao com outros. Este limite estabelecido e’ as ligacoes com no maximo 4 outros atomos. Átomos formam moléculas compartilhando elétrons. O carbono tem quatro elétrons que pode compartilhar com outros átomos.

Imediatamente a formula da Matrix aponta:  4 sao as funcoes universais intermediarias (F2,F3,F6 e F7).

Desde que o carbono tem seis eletrons, isto significa que sobram duas que nunca se ligam – as quais provavelmente devem ser as ditas funcoes sexuais, ou seja, F1 e F4.

Segundo a Matrix, dentro dos eletrons estao os fotons-genes que vem do ancestral astronomico. Os atomos selecionados naturalmente para formarem um sistema biologico sera tao mais importante quanto mais proximo estiver da formula da Matrix, ou seja, que tenha um numero de eletrons mais proximo de seis, e que cada um destes 6 eletrons esteja ocupado por um dos seis diferentes fotons-genes. Se tiver mais eletrons que seis, pode ter os seis fotons-genes, porem sera mais dificil para os fotons controlarem a maquinaria total do atomo e conseguirem a network matricial combinando-se com exatos outros atomos que dupliquem mais complexamente a formula, como foi requerido na evolucao biologica.

E isto faz enorme sentido logico. No building block do DNA – que tem seis moleculas  as quatro moleculas com funcoes ligantes sao as bases. Estas sao as variaveis abertas ao meio externo, que trabalham, travam relacoes com externos, obtem assim mais informacoes externas, e toda essa funcionalidade e’ enviada aos dois acucares nas hastes, para serem registradas, memorizadas. A Matrix diz que as quatro funcoes intermediarias funcionam como genotipo, enquanto as duas fixas nas hastes seria o fenotipo.

Entao preciso desenhar o atomo de carbono colocando os nomes das funcoes nas seis particulas, claro, sendo que das quatro ainda nao sei qual e’ qual. Tambem nao sei qual acucar da haste executa F1 ou F4.

A partir daqui devo novamente puxar as formulas quimicas dos aminoacidos, para acompanhar a sequencia de suas origens e ver se capto mais alguma informacao que leve `a identificacao mais precisa.

O artigo com link abaixo traz uma figura surpreendente do carbono: exatamente na forma em tres dimensoes de como deve ser a formula da Matrix:

molecule-800x684

Esta molécula de carbono em forma de pirâmide e’ o cation hexametilbenzeno, C6(CH3)62+,  que contradiz uma das lições básicas de química que aprendemos na escola e foi descoberta agora. Ela contém um átomo de carbono que se liga a seis outros átomos em vez dos quatro que nos foi dito para os quais o carbono está limitado.

xxxx

Na continuidade desta pesquisa devo puxar para ca’ as formulas quimicas dos aminoacidos para tentar captar a logica evolucionaria na origem da vida. Devo tambem reler o artigo e procurer o paper, estudando os nomes tecnicos, etc.

Artigo:

http://socientifica.com.br/2017/01/carbono-visto-em-ligacao-com-seis-outros-atomos-pela-primeira-vez/

Carbono visto em ligação com seis outros átomos pela primeira vez

 No artigo tem dois comentarios criticando o fanatismo pelas teorias que vem bem a calhar na minha argumentacao na defesa da Matrix/DNA:
Imagem

“O medo do carbono com 6 ligações e uma preguiça epistemológica que eu tenho de alguns cientistas
Saiu a famigerada notícia do carbono com 6 ligações e vi alguns dos meus alunos e colegas de química orgânica desesperados achando que o mundo tinha acabado e que a orgânica iria ser transformada
Alguns orgânicos com palpitação no coração correram para ver o artigo original e dormiram tranquilos ao perceber que a valência do carbono continuava 4 e que o índice por átomo de carbono não excede 1! (Neste composto está em torno de 0,54). A regra do octeto não foi violada! UfA!

Fico feliz e acho importante que os químicos tenham a paciência de ir no artigo original e esclarecer as coisas, mas parece assustador esse desespero epistemológico de manter o carbono com valência 4 e achar que se achássemos um carbono com valência 6 toda a ciência iria mudar! Não iria! A Ciência resiste, coloca como um único caso, uma exceção da regra e seguiria feliz da vida fazendo seus experimentos e suas composições pensando no carbono com 4 ligações. Lá no futuro, talvez,alguma coisa mudasse quando os outros exemplos se avolumassem.
Esse desespero epistemológico se reflete no ensino. Bastou um erro no laboratório e os resultados aconteceram diferente do esperado, que os alunos precisam apagar pontos, forjar dados, uma vez tem que dar o que a teoria previu, porque tem que seguir a regra! O professor não discute isso! Naturaliza as teorias! ( Justo o que venho denunciando: teorias, como abiogenesis, Big Bang, ainda sao teorias, porem os livros escolares estao passando aos alunos que elas ja sao verdades sacramentadas.) 
No fim das contas, é só a tentativa humana de apreender o real, com medo que a realidade surpreenda. Não foi dessa vez que o carbono teve sua valência alterada. Mas, que tal abrir a cabeça para essa realidade e discutir isso na sala de aula? Que tal, como exercício, colocar, de vez em quando, as explicações do mundo em suspensão e não ficar desesperado quando aparecer um fato supostamente novo! Que tal lembrar que a prática é critério de verdade e podemos não ter apreendido o mundo direito ainda.. Que tal discutir epistemologia…”

Imagem

Boa tarde Diógenes. Como químico e mestre em ciências percebo que os modelos científicos estão sempre em um constante devir, fato esperado, pois a Química é uma Ciência baseada em modelos que surgiram para explicar evidências experimentais. É exatamente a não certeza da verdade que torna a Química uma Ciência fascinante. O problema é que muitos químicos veem a Química baseando-se no modelo filosófico positivista, o que é um equívoco! Bachelard e Marco Antonio Moreira, teóricos do conhecimento, enfatizam a não certeza do conhecimento das Ciências.

E a seguir o meu comentario que foi publicado no artigo:

Imagem

Porque, dentre todos os tipos de atomos, justamente o Carbono foi selecionado naturalmente para iniciar a quimica organica e ser o pilar dos sistemas biologicos? A Teoria da Matrix/DNA tem uma explicacao que os quimicos nao vao entender, muito menos tentar entende-la. Os comentarios lucidos aqui do Luciano e do Victor ilustram bem a situacao de uma visao do mundo diferente da academica desta era. A cosmovisao denominada Matrix/DNA sugere um modelo teorico do que seria um elo entre a evolucao cosmologica e a biologica. Pronto!… Dizer isto para os academicos ja seria uma blasfemia da pseudociencia. Mas continuemos…
O elo e’ formado por sete diferentes tipos de astros, compondo um functional sistema astronomico. Portanto, o tao procurado LUCA – the Last Universal Common Ancestor – nunca existiu na superficie da Terra, e sim seria o building block desta galaxia que foi a real geradora da vida aqui e a gerou dentro dela. Em seguida a teoria descobriu que deste sistema astronomico se pode extrair uma formula natural, e esta formula esta presente em todos os sistemas naturais conhecidos, de atomos a galaxias, a celulas, etc. ( ver uma das representacoes da formula na figura abaixo). O mais surpreendente e’ que esta  simples mas super-complexa formula nas suas entrelinhas, tambem esta presente como o building block do… DNA! A conclusao e’ imediata: o DNA nao e’ apenas o denominador comum e criador de todos os seres vivos, mas tambem de todos os sistemas nao-vivos da evolucao cosmologica. Como ele muda de material em cada fase evolutiva, o que existe entao ‘e uma Matrix universal. DNA e’ apenas a sua forma quimico-biologica.
Acontece que esta formula e’ composta de seis funcoes sistemicas, mais uma setima que e’ responsavel por sua reproducao. Entao o que gerou a primeira celula completa viva foram bits-informacao decorrentes da entropia e fragmentacao galactica, irradiada pela luz de estrelas, reacoes nucleares dos nucleos de planetas, e radiacao cosmica. Como descobriu-se que esta formula apareceu junto com o Big Bang como as simples ondas de luz natural, deduz-se que estes bits-informacao sao fotons. Estes fotons-genes alcancam a superficie de planetas, adentram seus atomos, penetram nos eletrons e assume a maquinaria do atomo assim como viruses fazem numa celula. Com sorte, se reunir num atomo seis fotons, cada um representando uma das seis funcoes sistemicas, este atomo vai ser uma copia fiel da formula Matrix/DNA. E qual o atomo tem o numero atomico seis? Carbono. Esta a razao porque foi selecionado.
Na formula tem 4 funcoes que sao flexiveis, operantes abertas ao mundo externo, funcionam como variaveis; e duas funcoes que sao fixas, servindo mais como memoria registrando o resultado das operacoes das quarto variaveis. No building block do DNA, as duas fixas sao os dois acucares das hastes ( responsaveis pelo fenotipo), e as quatro variaveis sao as bases, responsabeis pelo genotipo. A setima funcao e’ executada esporadicamente pela uracila.
Entao porque em situacoes normais o carbono esta limitado a quatro liogacoes com outros atomos? Porque apenas 4 eletrons tem os fotons genotipicos variaveis.
Surprendeu-me com alegria a nova formula com seis ligacoes porque o carbono https://uploads.disquscdn.com/images/964cfccd7de1aa646f69466701e71c0623f15ec0f1111d2839c25587c28882dd.jpg esta ali na forma de 3 dimensoes exatamente como e’ a Matrix quando representada por algoritmos, como num diagrama de software. Isto sugere que devemos prestart atencao as condicoes extremas inusitadas criadas no laboratorio, porque podem ser exatamente as condicoes iniciais da Terra nas origens da vida. Se alguem tiver interesse na Teoria da Matrix/DNA, que foi desenvolvida por mim, quando estudava sistemas naturais e suas conexoes formando a biosfera na selva amazonica, digite: http://theuniversalmatrix.com E um abraco bem brasileiro ao Diogenes ( elogiavel trabalho o difundir a Ciencia no Brasil ) e todos que venham a ler isto…

Miniatura

xxxx

Referências:

  1. American Chemical Society, Six bonds to carbon: Confirmed (volume 94, n. 49, p. 13, 19 de dezembro de 2016). <http://cen.acs.org/articles/94/i49/Six-bonds-carbon-Confirmed.html?type=paidArticleContent>
  2. Site da New Scientist. “Carbon seen bonding with six other atoms for the first time”, de Rebecca Boyle. Acesso em 11 de janeiro de 2017; matéria publicada também na versão impressa da revista New Scientist (issue 3108, 14 january de 2017).
  3. PaperCrystal Structure Determination of the Pentagonal-Pyramidal Hexamethylbenzene Dication C6(CH3)62+”, DOI: 10.1002/anie.201608795.
  4. Site da ScienceNews. “Carbon can exceed four-bond limit” <https://www.sciencenews.org/article/carbon-can-exceed-four-bond-limit>. Acesso em 11 de janeiro de 2017.

 

 

O Grande Erro dos Perfeccionistas

quinta-feira, junho 22nd, 2017

xxxx

(Artigo em construcao, pois falta correcao ortografica do teclado ingles, etc.)

Se alguem tivesse me ensinado isto na juventude, minha vida teria sido melhor. Portanto, se algum jovem com tendencia a perfeccionista ler e entender isto, estarei realizado.

Sempre quando me perguntaram como cumprimento normal, ” Como vai, tudo bem?”, eu sempre respondi: ” Nao, para mim esta tudo errado. Mas se para voces esta bem assim, que seja.”

Isto porque criei em minha mente imagens ou padroes de perfeicao para cada detalhe do mundo, e todos os detalhes estao fora destes padroes. Por exemplo, tenho uma imagem de um sistema social formado na minha mente onde todos os humanos seriam muito mais felizes do que em todos os sistemas sociais já produzidos pela humanidade. Então se alguém diz que para ele/ela esta’ tudo bem, penso comigo como essa pessoa pode ser tao insensível, tao desumana, se esquecendo que neste momento tem bilhões de humanos sendo torturados em suas existências absurdas, milhões de escravos chineses neste momento dentro das fabricas sem verem a luz do sol o dia todo… Ate a poucos anos atras sempre me viram e me definiram, ainda na escola, como “velho”, e muitas mulheres sussurraram “e’ muito serio, eu, hein…”. Quanto perdi da vida por isso!

A duras penas acabei descobrindo recentemente que a perfeição e’ proibida na Natureza e existe uma justificativa racional para isso.

Quando falam em capitalismo, democracia, comunismo, etc. – estas palavras que significam abstracoes que na realidade nunca existiram, pois no final todos estes sistemas são projecoes das regras dos animais na selvas – eu recordo minha imagem de perfeicao para um sistema social: ” Todos os problemas destes sistemas tem inicio na questao da divisao das terras. Deveria existir um estudo de quanto existente de terra agriculturavel, aguada, classificadas em nioveis A,B,C. Devia ser calculado qual o tamanho da terra de primeira categoria que um ser humano necessita para residir e  sobreviver trabalhando so’ com suas proprias maos. E um controle populacional de maneira que so poderia nascer um individuo se houvesse antes sua cota de terra garantida. terra nao poderia ser comercializada, doada, tomada. Em cada comunidade de terras deveria ter um pedaco calculado para os vizinhos fazerem sociedades e instalarem fabricas, servicos publicos, etc., tudo feito por eles. Apenas desta maneira o ser humano nasceria livre para escolher seu destino ( claro,dentro dos limites humanos), apenas assim ele poderia escolher se viveria apenas para si, se iria ser empregado de outro, etc..”

E ai’ me perguntaram: ” Ok, mas isso no mundo atual e’ impossivel. Entao o que voce sugere?”

Ao pensar nisto, mais uma vez a realidade bateu dura: ” De fato, a perfeição e’ impossivel. Comecamos tudo errado, avancamos demais errando, agora nao da’ mais para retornar e recomecar do certo. O que sugiro e’ que tenhamos esta imagem da perfeicao na mente e tentemos sempre intervir nas disputas sociais tentando aproximar o quadro atual do quadro perfeito, porem, adaptando-o ao presente imperfeito.”

Em outro exemplo, descobri a formula natural para se fazer um sistema natural perfeito, a formula da Matrix/DNA. Quem ve a formula e ve a descricao, percebe que nao existe defeito. Ela e’ uma maquina perfeita, eterna, e para a “mente do sistema”, o corpo do sistema ‘e exatamente como um paraiso do Eden. E’ o moto continuo, perpetuo.

Mas na verdade nao existe nenhum sistema natural configurado por esta formula. Por alguns anos pensei que existia – seria o building block das galaxias. pela primeira vez no Universo a materia teria alcancado seu sonho supremo – o de existir em perfeito equilibrio termodinamico, mantendo eternamente seu potencial inicial energetico portanto sem precisar se mover para nada, em estado orgamisco 24 horas por dia, ja que o sistema seria hermafrodita, curtindo a si mesmo eternamente. Neste estagio a formula mostrou as origens dos sete tipos de astros existentes, desde quasares a planetas a estrelas, etc. mas o sistema na verdade era a historia de um unico corpo se modificando e funcionando pela forsa do ciclo vital, todas as pescas do sistema era na verdade um so corpo, entao, o sistema apenas existe abstratamente, nao fisicamente. Neste estado a formula seria um sistema fechado em si mesmo, cortando relacoes com tudo o mais no mundo.

Bem, acontece que este sistema – ou melhor, este corpo girando como seu proprio sistema – caiu, devido a uma forsa universal medida pela entropia. E caiu na superficie de planetas como a Terra de onde se levantou como ” vida”, ou seja, sistemas biologicos. mas como sistemas vivos, a formula se abriu, por isso somos sistemas abertos em relacao com o mundo externo.

Entao o que importa nesta histopria e’ que mesmo no pico evolucionario da materia, nunca se atingiu o ponto da perfeicao.

Ao cair na Terra o sistema celeste se desmanchou caoticamente, criou esta bisofera em estado de caos, e deste caos vieram os humanos. Somos filhos, ou herdeiros, do caos. Claro, assim nunca poderiamos ter iniciado as civilizacoes da forma mais correta e perfeita possivel.

Mas quando percebemos que o ponto maximo da perfeicao torna-se um sitema fechado em si mesmo, e’ que tambem descobrimos que a proibicao natural `a perfeicao absoluta tem um proposito espetacularmente racional. Sistemas fechados encontram sua zona extrema de conforto maximo, se acomodam nela de maneira que interrompem sua propria evolucao. Por exemplo, se os macacos tivessem construido na Terra um sistema baseado nesta formula, o qual seria seu verdadeiro paraiso, a evolucao teria estagnado numa forma provisoria da evolucao, e sabemos disso hoje porque sabemos que o macaco tinha a oportunidade de se transcender tornando-se humano consciente. Se os macacos tivessem alcancado a perfeicao num modo de existencia, a humanidade jamais existiria.

Apenas aprendendo estas licoes ja muito tarde na vida, passei a relachar, a rir com os amigos quando riem dos defeitos e miseria dos outros, a levar o mundo com a barriga e estar preparado para qualquer tragedia possível no estado de caos.

Mas claro, sempre vou militar na direcao da busca de consertar estes erros absurdos que desta absurda condição de existência da maioria humana. O segredo esta em prever antes onde estara o ponto de perfeição, em que diraecao ele esta, para ir, ao mesmo tempo, buscando outra direcao onde haja visualizacoes de evolucao e transcendencia.

 

 

 

 

O Principio da Incerteza de Heisenberg, Explicado Segundo a Matrix/DNA

quarta-feira, junho 21st, 2017

xxxx

http://socientifica.com.br/2017/02/o-que-e-o-principio-da-incerteza-de-heisenberg/

O que é o Princípio da Incerteza de Heisenberg?

Imagem

Hey, Diogenes! Voce ja pensou que se um alienigena que nada sabe de humanos tentar a forma e a idade de um corpo humano ao mesmo tempo ele nao vai conseguir devido a incerteza de Heisenberg? Eu tive essa ideia baseada na minha Teoria Geral da Matrix/DNA que, entre outras novidades, une a evolucao cosmologica `a evolucao biologica apopntando que as duas evolucoes nada mais sao quie a evolucao de um unico sistema natural, que no passado esteve na forma de atomo, depois galaxia, depois sistema cellular, hoje esta na forma de sistema-corpo humano. Tanto no caso da particular como no do corpo humano tudo se explica pela forca conhecida como ciclo vital. Esta forca e’ o que faz o corpo numano mudar de formas durante uma vida. Entao suponha que o alienigena queira  obter a forma fisica do corpo ( que ocupa uma posicao no espaco) e a idade ou tempo de existencia desse corpo ( que e’ a medida da velocidade que esse corpo se move em relacao ao tempo). Se ele focar um corpo humano fixando-o na lente, ele tera a forma, porem nao tera como dizer o tempo de existencia, ou como ele se move, calculando sua idade desde o nascimento ate agora). Se ele tiver como fixar o tempo do corpo, passando numa tela em um minuto o corpo desde seu nascimento ate o momento presente, ele nao vera a forma do corpo nem uma posicao fixa no espaco, mas apenas um risco veloz.
Pois bem. Quando a Matrix/DNA indica que particulas foramnossas ancestrais mais remotas, ela esta inferindo que particulas existem tambem sob a forca do ciclo vital. Isto significa que elas mudam de forma ao longo de sua existencia. Ora, quando Heisenberg tenta fixar a particular para medir, ele esta medindo sua forma mas nao obtem seu tempo. E vice-versa.
Alem disso, esta teoria me fez construir uma formula universal para sistemas naturais, ou seja, a formula de todos os sistemas naturais, ja que todos sao apenas o mesmo. E nao tem como representar esta formula se nao entender-mos que o sistema se apresenta ora como particula – quando vemos sua forma e posicao no espaco – e seu tempo se apresenta como onda.
Enfim, parece que as estranhezas da quantica apenas existem para os fisicos que nao perceberam que estao lidando  Quando elescom coisas que tem vida e portanto, processos biologicos. Quando eles aplicarem os processos biologicos sobre estas estranhezas elas se tornarao perfeitamente inteligiveis, previsiveis. Abracos… ( se tiver curiosidade em ver algo da Matrix/DNA, veja http://theuniversalmatrix.com

Replicação do DNA Filmada e Surpreende as Teorias Cientificas

terça-feira, junho 20th, 2017

xxxx

Original paper:

http://www.cell.com/cell/fulltext/S0092-8674(17)30634-7?_returnURL=http%3A%2F%2Flinkinghub.elsevier.com%2Fretrieve%2Fpii%2FS0092867417306347%3Fshowall%3Dtrue

Noticia em Ingles:

http://www.sciencealert.com/dna-replication-has-been-filmed-for-the-first-time-and-it-s-stranger-than-we-thought

Noticia em Portugues:

http://hypescience.com/replicacao-do-dna-foi-filmada-pela-primeira-vez-e-nao-e-bem-como-esperavamos/

Replicação do DNA foi filmada e não é bem como os livros da escola descreviam

Replicação do DNA foi filmada e não é bem como os livros da escola descreviam

xxxx

ENZIMAS DE REPLICAÇÃO DO DNA

Esta materia com video vem do Facebook, Soubiomais:

https://www.facebook.com/Soubiomais/videos/692919990915863/

Enzyme Helicase – e’ quem vem de fora e inicia o processo da replicacao do DNA

 

#BiologiaMolecular

No processo de replicação do DNA várias enzimas estão envolvidas, como a DNA-polimerase, helicases, proteínas SSB, ligases, topoisomerases e primase. Aqui estão algumas.

As helicases são enzimas com função de quebrar as pontes de hidrogênio entre as bases, para que as duas fitas de DNA se separem. Essa separação é essencial para que a forquilha de replicação se movimente.

A primase é a enzima que sintetiza os primers (iniciadores), que são pequenas sequências de RNA, a partir de um molde de DNA. Em eucariotos, a atividade da primase está localizada como componente da DNA-polimerase.

A DNA-polimerase é a enzima que faz a síntese de uma nova fita de DNA. Ela possui a capacidade de adicionar nucleotídeos na extremidade 3’OH de uma região pareada do DNA, fazendo com que a cadeia se estenda no sentido 5’→3’.

A polimerase δ é responsável pela replicação do genoma nuclear, enquanto a polimerase α está envolvida na síntese do primer para o início da replicação e na formação dos Fragmentos de Okazaki. As polimerases β e ε participam dos processos de síntese durante a reparação do DNA. E a polimerase é responsável pela replicação de DNA mitochondrial.

Ver agora a replicacao do RNA, que, Segundo me parece, foi a primeira vez que uma molecula se replicou.

XNA replication

 

  

Religião: Boa definição para uma consciência superior

segunda-feira, junho 19th, 2017

xxxx

“… a deism of the sort that Thomas Jefferson advocated (“While reason, mainly in the form of arguments to design, assures us that there is a God, there is no room either for any supernatural revelation of that God or for any transactions between that God and individual human beings”).”

I only would change the words:

…. assures us that there is most evolved than us conscious beings, there is no room either for any supernatural revelation of any superior conscious being or for any transactions between any superior conscious being and individual human beings.”

Origem e Evolução da Razão e Moral Social

segunda-feira, junho 19th, 2017

xxxx

Inspirado no artigo:

Why Facts Don’t Change Our Minds

Porque os Fatos não mudam nossas Crenças

http://www.newyorker.com/magazine/2017/02/27/why-facts-dont-change-our-minds

( A principio e sem ler o artigo, parece-me que defendem aqui a teoria de que a razão teria sido originada quando os humanos passaram a formar as sociedades tribais, para que os indivíduos conseguissem auto-cooperação. pela teoria da Matrix/DNA, “razão” e’ o atual estagio evolucionário do que na formula da Matrix significa a identidade do sistema buscando equilíbrio interno e depois, nos sistemas biológicos, expandindo do equilíbrio interno para a busca do equilíbrio externo. Falta a disciplina acadêmica de Psicologia buscar as raízes da psicologia na evolução dos nossos ancestrais desde a evolução cosmológica. Mas vamos estudar o artigo, o paper que gerou o artigo, e depois concluímos…

Copiado para traduzir:

The vaunted human capacity for reason may have more to do with winning arguments than with thinking straight.

A alardeada capacidade humana de possuir a Razão pode ter mais a ver com ganhar nos argumentos que pensar o certo.

In 1975, researchers at Stanford invited a group of undergraduates to take part in a study about suicide. They were presented with pairs of suicide notes. In each pair, one note had been composed by a random individual, the other by a person who had subsequently taken his own life. The students were then asked to distinguish between the genuine notes and the fake ones.

‎Em 1975, os pesquisadores de Stanford convidaram um grupo de estudantes para participar de um estudo sobre o suicídio. A eles foram apresentadas pares de notas de suicídio. Em cada par, uma nota tinha sido composta por um indivíduo aleatório, o outro por uma pessoa que posteriormente tinha tirado sua própria vida. Aos alunos foi pedido então que distinguissem entre as notas genuínas e as falsas.

Some students discovered that they had a genius for the task. Out of twenty-five pairs of notes, they correctly identified the real one twenty-four times. Others discovered that they were hopeless. They identified the real note in only ten instances.

‎Alguns estudantes descobriram que tinham um gênio para a tarefa. De vinte e cinco pares de notas, identificaram corretamente a real 24 vezes. Outros descobriram que não tinham esta capacidade. Eles identificaram a nota real em apenas dez instâncias.

As is often the case with psychological studies, the whole setup was a put-on. Though half the notes were indeed genuine—they’d been obtained from the Los Angeles County coroner’s office—the scores were fictitious. The students who’d been told they were almost always right were, on average, no more discerning than those who had been told they were mostly wrong.

Como é frequentemente o caso com estudos psicológicos, toda a configuração foi uma colocação. Embora a metade das notas fosse realmente genuína – eles foram obtidos no escritório do forense do condado de Los Angeles – as pontuações eram fictícias. Os estudantes que tinham sido informados de que quase sempre estavam certos eram, em média, mais discernentes do que aqueles que tinham sido informados de que eles estavam na maior parte errados.

In the second phase of the study, the deception was revealed. The students were told that the real point of the experiment was to gauge their responses to thinking they were right or wrong. (This, it turned out, was also a deception.) Finally, the students were asked to estimate how many suicide notes they had actually categorized correctly, and how many they thought an average student would get right.

Na segunda fase do estudo, o engano foi revelado. Os alunos foram informados de que o ponto real do experimento era avaliar suas respostas ao pensar que estavam certos ou errados. (Isso, se descobriu depois, foi um engano). Por fim, os alunos foram convidados a estimar quantos números de suicídio categorizaram corretamente, e quantos pensavam que um aluno comum conseguiria o correto.

 

Como e porque os Humanos inventaram o fantasma ” Deus Magico e Perfeito”

sexta-feira, junho 16th, 2017

xxxx

O Deus desse nosso Universo perceptivel nao e’ um “ser perfeito”, e “magico todo-poderoso”, como o definem os crentes apelando ao argumento ontologico (explicado abaixo). O gerador ( e nao criador, pois a palavra criacao nao cabe aqui) deste Universo perceptivel e’ um ser extra-universal, com uma auto-conciencia madura, enquanto a nossa e’ ainda embrionaria. Porem ele e’ totalmente natural, um Sistema auto-consciente natural, que gera universos e vida pelo processo natural genetico, assim como nos geramos ovos e neles os nossos filhos. Deus gera universos para se reproduzir, como nos nos reproduzimos. Sem magicas e sem total poder sobre suas geracoes, como os pais nao tem poder total sobre o que fazem os genes que constroem seus filhos.

Bem, isso ‘e o que estao sugerindo os modelos teoricos da Matrix/DNSA Theory. E isso entra em conflito com a crenca deista supernatural. Entao devo procurer explicar onde esta o erro nos adversaries.

Acontece que – representando a vida na Terra – somos herdeiros diretos desta galaxia que nos cerca, ela foi nossa ancestral e hoje o fossil desse ancestral. E quando estavamos na forma deste nosso ancestral cometemos um erro imperdoavel para as leis naturais. Decidimos ser Sistema fechado em si mesmo. Fizemos de nosso corpo a maquina mais perfeita possivel de existir, um complet0 eden paradisiaco, e nele nos fechamos cortando relacoes com todo o resto do mundo, esperando viver assim em gozo por toda eternidade. Interrompemos nossa evolucao. E nos demos o nome de “Via Lactea”.

Mas galaxias nao sao as maiores estruturas do mundo. Acima delas tem os universos, que, inclusive, as contem. E o Universo possui um recurso contra esta rebeliao, chamada de “Lei de Clausius” a qual provoca a degeneracao e morte de tudo que entrar por este caminho errado. esta lei esta descrita no Segundo principio da termodinamica e seu processso e’ medido pela entropia.

Com isso, nos, na pele do nosso ancestral, caimos, fragmentados em milhares, bilhoes, como sistemas abertos a evolucao, tendo que recomecar tudo de novo. Mas enquanto ainda estamos nessa fase inicial, somos mais reproduzidos como filhos da galaxia que filhos do deus extra-universal e com isso herdamos e ainda mantemos a tendencia aquele erro colossal, de ser perfeito na forma de eden paradiasiaco mecanizado. Devido a esta tendencia oculta, claro, ao imaginar-mos um deus, o imaginamos 1`a imagem do nosso sonho supremos, ou seja, a de um ser perfeito, unico, todo-poderoso, etc.

Deus nao e’ assim ( e apenas isso explica estes 50% de pessimo desenho desta natureza, da existencia de caos, carnificina, torturas, etc.). Deus e’ um ser superior a nos como os pais sao superiors ao feto do filho que a mae traz na barriga, mas nao e’ magico capaz de fazer aparecer um aviao do nada.

Argumento ontológico ( Wikipedia)

Um argumento ontológico é qualquer argumento que defende a existência de Deus através da ideia de que Ele é obrigatoriamente um ser perfeito e, portanto, deve existir. Os critérios para a classificação de argumentos ontológicos não são exatos e amplamente aceitos, mas eles geralmente partem da definição de Deus e chegam à conclusão de que a sua existência é necessária e certa. Esse tipo de argumento é unicamente um raciocínio a priori e faz pouca ou nenhuma referência a posteriori, de cunho empírico.

Acredita-se que o primeiro argumento ontológico foi proposto pelo teólogo Anselmo de Cantuária. Anselmo definiu Deus como sendo a maior coisa que a mente humana pode conceber e defendeu que, se o maior ser possível existe na imaginação, ele também deve existir na realidade. Ele colocou em seu argumento que uma das características de tal ser, o maior e melhor que se pode imaginar, é a existência. No século XVII, o filósofo René Descartes propôs argumento similar. Descartes publicou diversas variações de seu argumento, cada uma centrada na ideia de que a existência de Deus é imediatamente deduzida de uma ideia “clara e nítida” de um ser supremo e perfeito. No início do século XVIII, o matemático Gottfried Leibniz retoma as ideias de Descartes para tentar provar que uma “supremacia perfeita” é um conceito coerente. ( cont. a ler)

Alan Sokal e o descarrilamento da Ciencia do seculo XX

sexta-feira, junho 16th, 2017

xxxx

https://universoracionalista.org/alan-sokal-o-pior-inimigo-da-ciencia-nao-e-deus-sao-os-politicos-e-a-propaganda/

Alan Sokal: “O pior inimigo da Ciência não é Deus; são os políticos e a propaganda”

Sokal demonstra arrogancia quando afirma porque acredita que as Ciencias Humanas seja o metodo correto na busca do conhecimento. Entao ele diz: ” As ciências usam as observações, os experimentos e a reflexão racional sobre dados empíricos, métodos que os seres humanos devem usar para chegar a um conhecimento confiável.”

Ocorre que a Ciencia Humana nunca agiu assim. Ela sempre foi antromorfizada e dirigida por ideologias e interesses monetarios e poder. Por exemplo, existem algumas experiencias e observacoes que servem como fatos empiricos confiaveis para induzirem a reflexao racional a concluir que existe evolucao biologica, ao contrario da crenca de que algum deus magico teria criado as especies prontas. Por outro lado outros tantos fatos conduzem a reflexao racional a concluir que houve ou ainda exista a evolucao cosmologica ( desde as particulas para atomos para galaxias).

Pois bem: se houve evolucaoo desde o ano zero (Big Bang) ate’ a completa formacao dos sistemas astronomicos `a 10 bilhoes de anos atras, e a seguir houve a evolucao biologica nos ultimos 3,5 bilhoes de anos, o que deve a reflexao raxional concluir? Que existe uma evolucao unica iuniversal. Claro.
No entanto, e nunca vou entender o porque, separaram as duas evolucoes de maneira que o ultimo topo da evolucao cosmologica nao pode ser o ancestral direto do primeiro ser biologico. Quebraram a evolucao universal em dois blocos sem nenhuma conexao entre si, e no vazio do meio, deu no que deu, criaram uma mistica, tal como fizeram as religioes. A mistica do Deus Acaso magico Absoluto. Capaz de criar humanos e auto-consciencia a partir de uma material insossa, disforme, estupida, de um pequeno planeta perdido na imensidao cosmica.

Claro que a reflexao racional saiu voandop pela janela  nesse caso. Entao inventaram um acaso construtor da extraordinaria engenharia que vemos perante nossos olhos aqui, e continuaram baseando-se nessa mistica para inventor a forca basilar da evolucao que sempre comecaria por uma mutacao ao acaso.
bastou-me manter a reflexao racional para descobrir que o modelo teoorico astronomico esta errado e por isso a busca pelo processo da origem da vida esta’ emperrada no item ” condicoes iniciais”. Nos ultimos dias alegam que ainda nao chegaram la’ somente porque ainda nao descobriram qual era o estado do mundo quando a vida apareceu, ou seja, as tais condicoes iniciais. Com os meus modelos astronomicos ( claro, tambem teoricos) a concepcao do mundo tomou outro rumo, as duas evolucoes tornaram-se uma unica e as premissas para a evolucao biologica foram encontradas no ultimo topo da evolucao cosmologica. inclusive encontramos o elo evolucionario entre uma galaxia e um primeiro ser vivo, ou seja, um sistema celular completo e functional.

Entao vem a pior consequencia deste comportamento ideologico insano que tanto esta prejudicando a maioria dos humanos que pode nos levar a total extincao. A visao de mundo errada e’ financiada e apenas experiencias ditadas por essa visao sao feitas. As doencas milenares continuam sem solucao e matando, 90% da populacao mundial continua sendo escravizada no trabalho rotineiro absurdo e as conquistas da Ciencia nao os alcanca, em nada esta’ melhorando suas vidas. A minha visao de mundo denominada Matrx/DNA Theory esta sugerindo calhamacos de novas experiencias cientificas sobre estas areas que mais torturam a humanidade, porem, nao existem vontade nem financiamentos para tais experiencias. Com isso, a Ciencia retroalimenta uma ideologia saindo fora daquela sua meta designada pelos pais fundadores do Iluminismo. Sokal nunca sequer pensou nisso que estou dizendo, por isso ele vem a publico afirmando com conviccao algo que os resultados sendo observados contrariam plenamente.