Archive for setembro 21st, 2017

Genética, Epigenética, e Doenças: Informativo vídeo e interpretação da Matrix/DNA

quinta-feira, setembro 21st, 2017

xxxxx

https://www.youtube.com/watch?v=SHpfkNRscOc&lc=z23ced0h2yj1ypfvlacdp433shjl2dlcct3a3dcqy

u1w03c010c.1506022611622122

(Comentarios postados no video Youtube)”

Louis Charles Morelli – +- 09/13/2017

How the genotype gives rise to the phenotype? Intuitively we know the mechanisms and processes doing it, and why it occurs in this way. The genotype is configured as a complete working system, and we know its anatomy. The whole organism (phenotype) is again a system and configured equally to the genotype. The base guanine in a group of genes makes a function X that will be the function of a cell organelle (same system again) which will be the function of the organism’s organ. It is a non-living fractal inside half-living fractal inside full living fractal. We learned this secret key after discovering the universal formula for all natural systems, the Matrix/DNA. It works like the propagation of waves from a nuclear wave, and evolution makes it as waves of increasing complexity. But why at genetics occurs this complexity’s increasing? The answer is the environment (epigenetics), pulling the wave because the environment – the Earth biosphere – is another system made by the same formula. So, the full living fractal – the organism – is inside the astronomical fractal, which is the formula at its most perfect state, pulling the organism towards its perfection. Our problem now is how to observe, how to prove it, scientifically? Research must be focused on biophotons. They are the first universal occurrence of this formula which is encrypted into a wave of light. But these biophotons that invades the organisms’ electrons and creates networks mimicking the formula are very hard to be observed with our more most powerful scientific instruments. We need to develop the technology of these instruments now.

xxxxx

Anna K – 2 hours ago

You say what?

Louis C. Morelli – 09/21/2017

I know that for those ignoring the Matrix/DNA formula is difficult to understand the text above, very bad translated. And resume of something very complex difficulties the understanding. Trying to write the first phrase in other words: The group of genes composing the genotype is modelled as a quasi-system by the system called “building blocks of DNA”: a lateral and horizontal pairs of nucleotides, which is a working system, configured as the formula. The genotype is not a complete working system because is an opened formula composed by small systems that are diversified, as different copies of the building blocks. When a unicellular organism – which is a working system again modelled by the formula ( as larger projection of the building blocks) – multiplies into diversified cells, each diversified cell has its specific difference which is a small detail of a region of the original cell. In this way, the new cells aggregated to the original cell composes a new system (organism) which them, is merely an amplification of the original cell with some mutations, where organelles becomes organs. Living fractal inside living fractal. The new organism shows a phenotype that is the result of two forces: one coming from inside (from genotype) and other coming from exterior world ( which is a second phenotype because the external environment is modelled, built, by the same Matrix/DNA formula. So, the set of organism and external environment contains two layers of phenotype. The inside phenotype suffers modification in shapes and organs functions due the necessary adaptation to the second phenotype, which is composed by different matter. Now if I go re-writing the other phrases, we need a whole book. The meaning difference between our different approaches is about the difference between reductionist approach/systemic approach > which is not very well developed and practiced by scholars’ academy. I don’t see any problem about how the genotype gives risen to phenotype. If an organism was born handicapped or any phenotypic defect, is because the genotype as a system has these defects, it is also handicapped. Knowing the formula and with this systemic approach we could fix genetically these defects before giving birth to others handicappeds. Cheers…

Uma possibilidade de contacto com consciências superiores?

quinta-feira, setembro 21st, 2017

xxxx

Mensagem Extraterrestre para a humanidade: “VOCES QUEREM O CONTATO?”

Posted by  on 20/09/2017

https://thoth3126.com.br/mensagem-extraterrestre-para-a-humanidade-voces-querem-o-contato/#comment-103121

Penso que um assunto como esse não importa se acreditamos ou não, a primeira e inevitável atitude e’ apenas confirmar o que sabemos existir ( inteligencias superiores `a nossa) e o que temos desejado a muito tempo que essas inteligencias já tivessem feito. Mas explico melhor nos dois comentários copiados abaixo. A segunda atitude e’ passar o texto para a frente, com os recursos que temos a mão.

Louis Charles Morelli – comentário enviado para moderação em Set/21/2017

Precisamos de contacto com consciências mais elevadas que a nossa, pois se e’ mais elevada, podemos confiar que realmente tem consciência. Porem, suspeito que isto assim nunca vai funcionar. Como saberão da mensagem 90% da humanidade escravizada e semi-analfabeta quando a maioria nem computador/internet tem? O que dizer de 1 bilhão de chineses e outro tanto de hindus, paquistaneses, etc.? Nunca conseguiríamos os 51%. E as crianças, surdos/mudos, etc., que são mais 30 ou 40%? So funcionaria se os que decidissem crer piamente na mensagem se dedicasse com energia na divulgação, inclusive imprimindo a mensagem e indo de porta em porta a partir do primeiro vizinho. Se o entrevistado concordar com o chamado, anotar nome e endereço, pedindo-lhe para assinar um pequeno texto sobre o chamado. E enviar sua lista para uma central de controle colhendo todos os nomes/endereços confeccionando mapas de todos os lugares para saber qual endereço não foi visitado. Ou se faz com energia e determinação aqui e agora ou esquece-se. A minha suspeita e’ que estes mensageiros podem ter dois problemas: 1) não tem poder militar para combater quem esta no poder aqui; 2) Esta impedido pelas leis da evolução natural de atuar aqui. Esperar que escravos escolham sim ou não, não faz sentido, desde que escravo não tem livre arbítrio e não sabe se existe algo mais ou o que existe alem da cerca de arame farpado instalada pelo poder atual. Eu por exemplo nasci na condição de escravo e passei a vida toda em lugares que não queria estar e fazendo o que não queria fazer, e não teria outra alternativa senão o suicídio, portanto, nunca tive livre-arbitrio. Se tem consciência elevada e com maior poder vendo isso e nada faz esta errada porque lei natural se obedece quando as criaturas tem livre-arbítrio. Senão primeiro salva-se-as da escravidão, coloca-as em posição de exercer o livre-arbítrio e então se pede decisões de escolha. Se Jesus Cristo foi verdade, a lição e’ que seu jeito suave a 2.000 anos não adiantou nada ate agora. Alguém discorda?

xxxx

Louis Charles Morelli – comentário enviado para moderação em Set/21/2017

Eu não consigo entender os argumentos de não-intervenção imediata assim como não entendo o que querem pessoas como mensageiros espiritas e nem mesmo o que queria Cristo. Nada disso nunca funcionou por uma razão simples e me admira que não saibam dela. Vou explicar:

Independente da existência ou não de um possível “Eu” espiritual, os humanos são constituídos de um embrião de consciência sendo gestado numa cabeça-ovo cujo amnion e placenta e’ o cérebro e seu resto de corpo. O cérebro foi herdado pela evolução do corpo físico animal e ele domina o conjunto humano ainda hoje. Os animais vieram de uma biosfera caótica, horrenda, onde impera a carnificina, basta passar uns meses na selva bruta para constatar isto. Dos filhos do caos não tem como esperar senão o caráter do salve-se quem puder e por qualquer meio disponível, senão, a morte. O pior dessa herança e’ o gene egoísta que produz os 3 instintos que determinam a divisão do poder: instinto para grande predador ( leões, tubarões, águias), para médio predador (lobos, raposas) e presas. Todos os sistemas sociais criados pela humanidade ate agora imita as regras dos animais, seja monarquia, comunismo, capitalismo. Todos tem a aristocracia ( grande predador), classe media e o povão, escravos, com todas as características do vegetariano selvagem: egoísta, individualista, inerte, incapaz de unir para expressar força para enfrentar as duas classes.

Ora, Os predadores humanos tem a psique modelada pelos genes, possuem caninos abstratos, e sem a posse de grande território e ovelhas, eles morrem. Nunca vão sair do poder. E se algum poder maior os destronar, o instinto de presa fara a massa escravizada acabar com a vegetação e crescer em população o que determina sua extinção. Então não existe solução?
O embrião de consciência ainda nem abriu seus olhos próprios de ver sua dimensão, nem sabe como e’ a forma de seu corpo ou de que substancia e’ feito. Ele não tem nem discernimento nem poder para dirigir este cérebro. Se deixar por conta da humanidade apenas a boa gestação ate o nascimento da consciência poderia eliminar os três instintos animalizados, mas isso demoraria milhares de anos e seria provável que a humanidade desaparecesse antes. Existiria uma remota possibilidade: ao menos 51% dos humanos se auto-exorcizarem destes instintos, como creio que eu o consegui, não apenas pela maneira como me comporto mas pelo simples fato de detectar suas existências aqui e agora. Mas para fazer isso, pessoas que me conhecem souberam definir bem: “Você não e’ humano. Parece uma maquina pensante, e só.” Mas se eu tivesse o poder de alguma inteligencia extraterrestre, eu aplicaria um plano para levar as pessoas a se motivarem a auto-exorcização. Por isso, não entendo porque estas inteligencias que, com certeza existem e sabem disso aqui, não atuam com esse plano. Algum comentário?