Archive for março 28th, 2018

Como os pobres criam a própria pobreza: o bloqueio mental do instinto de presa.

quarta-feira, março 28th, 2018

xxxxx

No excelente artigo deste link:

https://www.uol/noticias/especiais/usina-reforma-agraria.htm#cidades-de-sem-terra

Tem este inicio:

” As margens da BR-104, entre as cidades de Branquinha e União dos Palmares (na zona da mata de Alagoas), mudaram. Os quilômetros de plantações de cana-de-açúcar que eram a marca da imponência do grupo João Lyra não existem mais. Co…

– Veja mais em https://www.uol/noticias/especiais/usina-reforma-agraria.htm#tematico-1?cmpid=copiaecola

Tendo por base a cosmovisão da Matrix/DNA, e nossa analise publicada no Facebook e copiada abaixo, percebemos que existe um bloqueio intrínseco `a psique do pobre que o impede de sair de sua condição existencial. `A primeira vista sou levado a supor que tal bloqueio e’ causado pela herança da psique modelada pela herdada genética que veio de um antepassado sistema natural fechado em si mesmo, o que significa dominante atuação do gene egoísta. Isto nos conduz a buscar a solução por um novo prisma, o qual ainda não esta sugerindo a solução, e por isto registramos o fato aqui abrindo mais esta linha de pesquisa.

Comentário postado no Facebook:

‘Cidades’ de sem-terra 

Na mesma linha do filme ” O Mecanismo”, que coincidiu com o mecanismo da minha formula que venho pregando a 30 anos, esta noticia revela como funciona o mecanismo nas suas origens rurais, e qual a causa do bloqueio psíquico que impede os pobres a darem o salto evolutivo necessário para saírem do ciclo da miséria.

Notaram nesta noticia porque os próprios pobres criam a própria pobreza? Repartiram as terras, plantaram… ate ai tudo bem, todos são iguais, ninguém com mais privilégios que outros, nenhum indicio de divisão por classes sociais. Mas ai um deles já parou de trabalhar e com dinheiro vindo de outro lugar montou a “mercearia” do lugar. Pronto, já fud… tudo!

Manifestou-se um com o instinto para parasita predador e não correram a interromper seu crescimento. Porque não impediram, porque não boicotaram, porque não juntaram os mesmos centavos de cada um e não fizeram uma barraca para inicio da cooperativa de consumo? Na própria foto ai em cima já esta delineado o inicio da cooperativa, eles estão de cara com a solução fundamental para seu futuro, estão olhando para ela, mas estão cegos, não a enxergam! E porque não estão se juntando nas horas livres planejando como iniciar a industrialização dos alimentos, oficina de costura, o concerto de sapatos, visando no futuro fabricarem suas roupas, sapatos? Ja’ estão botando no fogo amostras de solos, rochas, da região, para ver se tem algum minério ou metal?

_Não, nada disso, vão segurar sua terra com unhas e dentes, vão comer a plantação e fazer festas de fim de semana com churrasco dos porcos, e tentarem cercar fechando a cidade ao mundo, pois estão de barriga cheia, se juntando em pares e se comendo, felizes, e creem, para toda eternidade…

_Mas foi esse o roteiro inicial rural em todos os tempos e quase todas as cidades do Brasil, cujo resultado esta ai para todo mundo ver: mais de cem milhões de pobres, semi-analfabetos, sem qualquer evolução tecnológica, cientifica, em condições de terceiro mundo. Claro, agora a produção chega ao limite da terra mas a população cresce, as novas gerações são expulsas para serem imigrantes na mão de obra escrava.

_Mas ainda o que acho pior de tudo e’ a total ausência dos intelectuais do Brasil, principalmente dos que se dizem “esquerdistas” ( já que os direitistas querem justamente este roteiro e os escravos que isto lhes fornece) porque não estão nestes acampamentos protestando contra a mercearia, chamando o povo para ouvir o que eles tem a fazer agora? Ah… sei… isso não e’ problema deles. Ali só querem os votos desta massa de eleitores, para poderem ir para o ar condicionado e a vida boa da burocracia na capital…

_Então como eliminar este “mecanismo perpetuo da miséria”? Olhando assim me parece que a unica maneira seria a força transformadora e demolidora do mecanismo nascendo de dentro do própria mecanismo, de dentro das pessoas pobres que la estão agora. mas eu não conheço nenhuma exemplo na Historia onde isto tenha ocorrido. Tem ocorrido sim, o surgimento de dentro destas populações alguém com ideia diferente, mas sempre foi no estilo do “predador solitário”, visando unicamente o própria umbigo, como o caso do mercearista, que pode ser uma futura rede de supermercados esperando como isca os filhos destes lavradores para trabalharem como seus escravos. Temos que descobrir se não existe alguma maneira de, vindo de fora, sutil e ocultamente, inocular o estimulo que penetre o inconsciente coletivo desta população e faça emergir a força…