Archive for maio 24th, 2018

A Zona do Desconforto

quinta-feira, maio 24th, 2018

xxxxx

Estupidez mental por conveniência causada pela herança animal do instinto predador faz com que pessoas ricas e “direitistas” acreditem que “ser pobre e’ uma opção”, porque pobre se apega a uma “zona de conforto”. Dai a crença de que a missão do rico “direitista” e’ fazer algum esforço no sentido de aplicar seu capital para gerar emprego, que e’ o que pobre quer para se estabilizar na sua zona de conforto. Nada mais imbecil, porem, isto serve como inconsciente auto-justificação para continuar a ser o vampiro sugador da energia e posses das presas.

Um minimo de esforço para se auto-analisar em suas crenças, faria estas pessoas logo perceberem que:

  • ” Espera ai’… se sabemos que tudo neste mundo vem `as duplas, se existe o positivo tem que existir o negativo, então se existe a “zona de conforto” tem que existir a “zona de desconforto”. Isto implica que dentre os pobres esta tendo ao menos alguns que estão nesta zona de desconforto. Considerando os três efeitos desta lei natural da dualidade oposta, pode acontecer, ou 1) o equilíbrio total entre os dois opostos, onde exatamente dividida a população em duas partes uma estaria na zona de conforto e a outra metade na zona de desconforto; ou, 2) O polo da zona de conforto estaria dominante, significando que todos os pobres ou ao menos a maioria estaria na sua zona de conforto; ou, 3) O polo da zona de desconforto estaria dominante e todos os pobres ou ao menos a maioria estaria na zona de desconforto. Ora, se existe pobre na zona de desconforto, então pobreza não e’ uma opção para eles, devem estarem sendo torturados e dispostos inclusive a uma revolução ou ao ataque as minhas posses.

Bastaria este minimo lampejo da moral em uma consciencia cosmica para o individuo desinfetar de seus neuronios esta falacia pre-fabricada pela educacao cultural vinda dos pais e do curriculum escolar dos ricos, e nunca mais repetir esta asneira de que ‘ser pobre e’ uma opcao”, pois tem que existir o “pobre sem opcao”, e tem que procurar saber se este nao e’ o caso da mioria em tal momento historico. “Bastaria”, se a evolucao ja’ tiver distanciado bastante o humano do seu passado animalizado, porque os caninos abs

( a continuar)