Archive for junho 19th, 2018

Teoria dos Sistemas Aplicada a varios campos praticos. Para ler.

terça-feira, junho 19th, 2018

xxxx

https://professorsauloalmeida.files.wordpress.com/2015/07/ts-renatorochalieber.pdf

Aos radicais e fundamentalistas cientificistas: nao existem bases factuais para um entendimento da existencia.

terça-feira, junho 19th, 2018

xxxx

Tendo sido todas as observações astronômicas, fenomênicas, mensurações, contagens, teoremas, teorias, formulações e colocações inteligíveis da ciência baseados no empirismo dos últimos 10.000 anos, isso não seria pouco para se assegurar as suas veracidades e aplicação geral pelo Universo (durante todo tempo e espaço)?

Quem já leu sobre a história da ciência, sabe que foi crível a colocação de a Terra ter 100.000 anos de existência e o Universo só 1 milhão deles ao fim do séc. XIX! Quem ve uma foto recente do Universo por um aparelho possante como Hubble, nao pode evitar a sensacao que vem da conscientizacao da nossa pequenez e do quanto pouco podemos saber por enquanto. O espaco se perde na imensidao de galaxias em galaxias sem fim, e sendo logico concluir que nenhuma galaxia e’ igual a outra, que cada uma tem um aspecto diferente que revela mais algum detalhe da natureza universal, portanto, para conhecer esta totalidade, teriamos que conhecer antes galaxia por galaxia.

Sem detalhar aqui o fato que nossos sensores que captam os fatos sao limitados e poucos, captando apenas um setimo da realidade do mundo, aquela faixa que se refere `a luz visivel, e sem detalhar o fato de que a desconhecido dark matter parece compor 95% da realidade que nos e’ desconhecido, concluimos que loucos sao aqueles que vociferam com radicalismo arrogante qualquer que seja sua visao ou entendimento do mundo. temos que nos concientizar que quase nada sabemos para nos incentivar a buscar mais conhecimento com animo.

O princípio acadêmico que julga e pondera nao apenas os fatos conhecidos e realmente provados, mas tambem as teorias e hipoteses, tendo por base aprovar apenas as teorias que sejam sequencias calculadas a partir do conhecimento academico, refutando como “pseudociencias” todas as demais, não seria um modelo ultrapassado? Pois lida com apenas a parte conhecida, descartando a maior parte, ou seja, a desconhecida na razão de 1 para o infinito?