Archive for setembro, 2018

Galaxia com gas da periferia colapsando para o nucleo, evidencia para os modelos da Matrix/DNA

domingo, setembro 30th, 2018

xxxx

https://en.wikipedia.org/wiki/Cyclic_group#/media/File:Hubble2005-01-barred-spiral-galaxy-NGC1300.jpg

Hubble2005-01-barred-spiral-galaxy-NGC1300.jpg

Barred spiral galaxy NGC 1300 photographed by Hubble telescope. In the core of the larger spiral structure of NGC 1300, the nucleus shows its own extraordinary and distinct “grand-design” spiral structure that is about 3,300 light-years (1 kiloparsec) long. Only galaxies with large-scale bars appear to have these grand-design inner disks — a spiral within a spiral. Models suggest that the gas in a bar can be funneled inwards, and then spiral into the center through the grand-design disk, where it can potentially fuel a central black hole. NGC 1300 is not known to have an active nucleus, however, indicating either that there is no black hole, or that it is not accreting matter. The image was constructed from exposures taken in September 2004 by the Advanced Camera for Surveys onboard Hubble in four filters. Starlight and dust are seen in blue, visible, and infrared light. Bright star clusters are highlighted in red by their associated emission from glowing hydrogen gas. Due to the galaxy’s large size, two adjacent pointings of the telescope were necessary to cover the extent of the spiral arms. The galaxy lies roughly 69 million light-years away (21 megaparsecs) in the direction of the constellation Eridanus.

xxxx

Pelos modelos teóricos da Matrix/DNA, os building blocks dos sistemas astronomicos, quando atingem a ultima metade da vida, tem sua periferia colapsando internamente na direcao do centro, ou nucleo. Como esta constatado nesta galáxia. Resta saber se:

  • as propriedades do building block se projetam como propriedades das galaxias. Provavelmente sim, haja visto que num caso similar, as propriedades da celula original se auto-projetam como propriedades do organismo.
  • Se esta galáxia e’ de primeira ou segunda geracao. Na segunda geracao o processo de formacao e’ diferente da primeira, assim como todas as celulas posteriores tiveram formacao por um processo diferente da celula original.
  • Se tem uma espiral dentro da outra pode ser uma extensão evolucionaria do aspecto também sugerido pelo modelos da formacao de particulas nas origens do Universo em que as particulas surgem como turbilhoes em dois grupos – um girando a direita e outro a esquerda – e com sua propagação se tornam dois vortices, um crescendo a partir de um ponto e o outro decrescendo a partir da aureola externa para se tornar um ponto. Assim, talvez esta galáxia seja resultado ou da fusão de duas galaxias ou ela esta sedimentando os dois tempos de formacao num so tempo.

Grandes cientistas de ontem eram filósofos também: Comunicadores da Ciência de Hoje são contra a Filosofia

sábado, setembro 29th, 2018

xxxx

https://www.facebook.com/jswilkins/posts/10155664860895796?__tn__=-R

e debatido no Pharyngula:

https://freethoughtblogs.com/pharyngula/2018/09/29/that-wilkins-guy-loves-to-rub-it-in/#comments

Harvard University, essencialmente e’ Liberal

sábado, setembro 29th, 2018

xxxxx

https://features.thecrimson.com/2018/freshman-survey/lifestyle/

Liberais – 64 %

Conservadores – 12 %

Agnósticos batem religiosos e ateus na Harvard University

sábado, setembro 29th, 2018

xxxxx

https://features.thecrimson.com/2018/freshman-survey/lifestyle/

Agnosticos – 22,3%

Catholics –  20,0 %

Atheists – 16,0%

Razao Humana Atual: Ate onde ela e’ racional?

sábado, setembro 29th, 2018

xxxx

https://www.huffpostbrasil.com/2018/03/18/o-seu-cerebro-nao-e-tao-racional-quanto-parece-a-influencia-dos-vieses-cognitivos_a_23386054/

O seu cérebro não é tão racional quanto parece: A influência dos vieses cognitivos

Fabiano Moulin, especialista em neurologia da cognição, comenta sobre as evoluções – e trapaças – do nosso cérebro.

” É difícil aceitar, mas talvez o seu cérebro não seja tão racional assim quanto você pensa. Há, pelo menos, 200 vieses cognitivos que influenciam quem somos, o que decidimos e por que reagimos de certas maneiras. “O nosso cérebro não busca a perfeição, ele busca a suficiência. E para isso, temos os vieses, que são espécies de atalhos criados pelo cérebro para otimizar e facilitar os nossos processos”,

Matrix/DNA: Por exemplo, se os cerebros humanos buscassem a perfeição moral, não haveria essa divisao entre ricos e pobres, patroes e empregados, as terras seriam inicialmente divididas em partes iguais. Mas a perfeição lembra que para ela se estabelecer como sistema social, todo humano tem que produzir o que vai consumir, pois nada cai do ceu, e para escapar desse trabalho forcado os humanos mais fortes criam atalhos pavimentados com argumentos não fundamentados em fatos. Entao o cerebro humano não busca apenas a suficiência, mas tambem a melhor acomodação e o maior prazer.

xxxx

3 tipos de viés para você entender a sua mente

Viés da conformidade: Esse viés nos leva ao “pensamento de manada”. Mesmo que a decisão do grupo seja diferente da minha, eu tendo a acompanhá-lo.

Viés da confirmação: É a nossa tendência de buscar informações ou interpretá-las de uma forma que confirme nossas concepções ou crenças pré-existentes.

Viés de ancoramento: A nossa tendência é sempre a de confiar em nossas primeiras impressões, daí os estereótipos e preconceitos

xxxx

Luz

sábado, setembro 29th, 2018

xxxx

https://www.huffpostbrasil.com/2018/03/18/o-seu-cerebro-nao-e-tao-racional-quanto-parece-a-influencia-dos-vieses-cognitivos_a_23386054/

O seu cérebro não é tão racional quanto parece: A influência dos vieses cognitivos

Fabiano Moulin, especialista em neurologia da cognição, comenta sobre as evoluções – e trapaças – do nosso cérebro

Cerebro e a Luz

Cerebro e a Luz

” O nosso comportamento, a nossa construção de realidade tem que ser suficiente para que permita a nossa sobrevivência – alimentação, socialização etc. Exatamente para facilitar isso, ou seja, para otimizar os processos, é que existem atalhos e curto circuitos que o cérebro cria. São os vieses.”

xxxx

” A percepção que eu tenho do mundo é construída. Você está sentada na sua cadeira e está observando o mundo. Mas na verdade você não está vendo “o mundo”. O seu cérebro está transformando uma determinada frequência de ondas eletromagnéticas, que é o quanto a gente consegue enxergar, em um código neural e, a partir disso, é que ele constrói essa realidade. Se você pegar um outro animal que enxerga uma outra frequência de onda, o cérebro dele vai processar outro mundo diferente.”

xxxx

Já é possível criar novos sentidos. Um pesquisador desenvolveu um sensor de tato, mas que vibra de acordo com a fala das pessoas. Ele colocou esse sensor em pessoas surdas. A partir da vibração cutânea, as pessoas começaram a compreender as mensagens que as pessoas estavam querendo dizer verbalmente. O olho, o ouvido, o nariz e a boca são apenas algumas das maneiras que o cérebro tem para interagir com o ambiente e construir uma realidade. A gente não pode esquecer que isso é uma construção.

xxxx

Eletricidade: Historia Cientifica Fantástica, em Vídeo

sábado, setembro 29th, 2018

xxxx

https://www.youtube.com/watch?v=Gtp51eZkwoI

Shock and Awe: The Story of Electricity — Jim Al-Khalili BBC Horizon

Mudanca no paradigma da Psicologia: a consciencia foi criada com a linguagem, mas a linguagem genetica criou a linguagem do cerebro, nao a consciencia.

quinta-feira, setembro 27th, 2018

xxxx

Lembro-me da noite que eu estava numa mesa de bar com 12 pessoas, todos recém-formados em psicologia. Em dado momento fiz uma pergunta sobre qual seria a origem da consciencia e todos foram unanimes em responder que a consciencia, ou os pensamentos, são pura linguagem. O que quer dizer que quando os primatas começaram a inventar a linguagem comecou a se firmarem os pensamentos contínuos, e isso e’ a consciencia.

Pensei um pouco na proposta e não gostei dela – ela esta’ contra o que meus mapas e modelos teóricos do mundo estao sugerindo: os sistemas naturais, de atomos a corpos humanos, sempre foram constituídos de hardware e software. Consciencia e’ uma evolucao, ou melhor, o despertar, a expressao desse software.

Entao, claro, procurei erros no paradigma da Psicologia. E pensei nos genes, trabalhando, construindo um edifício, o embrião. Devem se comunicarem, ou entao obedecerem a um comando central, para cada qual entrar na obra no momento certo com a substancia certa. Os biólogos dizem que existem sinais movendo-se dentro do DNA como imput/output, entra/sai, fecha/abre, etc. Inclusive estao descobrindo que muitos destes sinais ativandos genes vem do outrora chamado DNA-lixo.

Mas o que são estes sinais, independentes de onde vem? E’ um tipo de comunicação, mesmo que com outra forma de energia, som, química. E’ um tipo de comunicação, e a linguagem humana e’ um tipo de comunicação.

Mas quem veio primeiro? A linguagem da genetica que fez o cerebro humano ou a linguagem humana feita depois pelo cerebro? Claro, a linguagem na forma genetica.

Mas se os genes ja tinham inventado a linguagem, nem por isso ficaram auto-conscientes. O que lança duvidas ‘a teoria de que a linguagem reproduzida ( e não inventada) pelo cerebro fez surgir a autoconsciência.

Bem, o fato e’ que os doze ficaram me olhando de forma esquisita quando indaguei, questionei e expliquei a teoria da linguagem genetica que me surgiu naquela hora. Não sei o que pensaram, mas claro, logo afugentaram minha fala, pois eu era analfabeto e estava contestando seus professores. Nao adiantou eu pedir maior explicacao de como impregnar um pedaço de materia com linguagem faz de repente a materia ter pensamentos contínuos… e autoconsciência! Não adiantou eu pedir para apontarem onde mais na Natureza detectaram um fato igual, um parâmetro natural real, conhecido, comprovado, que nos possa certificar de que a natureza e’ capaz de aplicar esse tipo de criacao. A cerveja foi buscada com rapidez e o tilintar dos copos desviou o assunto para as piadas do cotidiano.

So’ eu fiquei serio com um grilo na cuca. Não e’ possivel que um individuo apenas esteja certo e 12 aqui presentes, mais milhares la’ fora que constituem o corpo acadêmico, estejam errados. Mas, diabos, onde estou errando,…  que não percebo?

E’ certo que o que levou o individuo que raciocina de forma anormal, naquela mesa, a contestar a crença geral, foi que o individuo anormal tem como visao de mundo algo bem diferente da visao de mundo dos psicologos. Senão não teria surgido a duvida. E e’ fato que nenhuma das duas visões do mundo pode ser comprovada cientificamente, por enquanto. No entanto, uma das duas tem que estar mais proxima da verdade. Portanto, a teroia escolhida sera uma questao de preferencia, ou opiniao pessoal. Mas cabe ao pessoal da Psicologia provar que a linguagem humana foi a primeira linguagem surgida no mundo, pois não seria uma auto-projecao da linguagem genetica. E por todas cargas d’agua, eu não vou aceitar essa teoria sem provas, vao ter que me mostrar onde esta cortado o cordao umbilical entre a linguagem humana e a linguagem genetica.

Ou entao provarem que não existe linguagem genetica. mas e’ fato comum na Biologia se referirem a um “comando de instruções” no DNA. Se existem instruções, existe uma especie de linguagem. Ou não?!

Eu sou analfabeto em relacao a moderna Ciencia da Psicologia, mas… com’on… isto não significa que não seja capaz de refletir um pouco… os doutores da Psicologia caíram no meu conceito enquanto não derem uma explicacao mais racional para seu paradigma.

Ainda existem clarividentes? Porque a humanidade nao agarra estas oportunidades?

quarta-feira, setembro 26th, 2018

xxxx

Assunto obtido em:

https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20180922001710AAWqKKw

Meu professor de educação física disse que é vidente, será verdade?

Ele sempre acerta quem vai marcar gol, quem vai cair, quem vai tossir…etc, achei ultra-interessante!!! Isso pode ser vdd? Tem hora que ele fica imóvel e respira ofegante (é quando ele tem as visões),tem hora que ele perde os sentidos e acaba tendo um leve desmaio,hoje ele disse que uma jovem da minha cidade ia morrer, e ela morreu!!!! Achei incrivel. Como ele faz isso? É perigoso pra ele?
Meu comentario/resposta postado em 26/set/18

A comunidade deveria imediatamente atuar. Testar cientificamente se realmente os fenomenos acontecem. Jamais permitindo testes que prejudiquem o individuo, deviam fazer todo tipo de MRI, radiologia das sinapses, etc. Se ele desmaia, poderiam descobrir uma disfunção e fixa-la antes que se agrave. Absurdo que deixem escapar tal oportunidade de conhecimento. De inicio e’ racionalmente impossivel saber de um futuro que não aconteceu e nada garante o que acontecera’, a não ser que estamos sendo enganados e exista nesse mundo muito mais que sabemos. Algo nele estaria acelerado numa escala de tempo a mais que a nossa normal natural escala de tempo, que o permita ir ‘a frente? Como!? Entao não existe sucessão dos eventos e tudo sempre aconteceu num mesmo instante presente? Entao porque para nos o tempo apresenta essa sequencia e nessa velocidade? Existe algum sensor cerebral capaz de perceber o futuro? Se sim, esse individuo e’ uma oportunidade para localiza-lo, e verificar porque nos outros humanos ele esta atrofiado, como reativa-lo? O maior problema nosso e’ que somos demasiados egoistas e negligentes, por isso não temos sociedades nem mesmo comunitárias fortemente unidas para atuar nestas emergências e com o desejo evolutivo para faze-lo. Poderíamos estar dez mil anos na frente e com muita melhor qualidade de vida…

Tipos de sistemas. Definições oficiais x definições da Matrix/DNA

quarta-feira, setembro 26th, 2018

xxxxxx

Fuente: https://www.tiposde.org/general/727-sistemas/#ixzz5SAz350su

Se entiende bajo el término sistema a un conjunto de elementos que están relacionadas entre sí para alcanzar algún determinado objetivo.

Matrix/DNA: Errado. Qual o objetivo a alcançar pelo sistema solar ? creio que o problema aqui é misturar sistema fechado com aberto. Apenas sistemas abertos tem objetivos futuros, alem do objetivo comum que e’ o de manter-se existente. Sistemas fechados, ou quase fechados, como o solar, não tem objetivos, a não ser o que define sua própria existência, que e’ “existir”.

 Pueden clasificarse tomando en cuenta diversos criterios, algunos de ellos son los siguientes:

– Según la relación que establecen con el médio ambiente:

Sistemas cerrados: se caracterizan por su hermetismo, que hace que no ocasionen ningún intercambio con el ambiente que se encuentra a su alrededor, por lo que no se ven afectados por el mismo.  Esto hace que tampoco los sistemas ejerzan influencia alguna en el medio ambiente que los rodea. Los sistemas cerrados entonces, se caracterizan por poseer un comportamiento totalmente programado y determinado y la materia y energía que intercambian con el ambiente que los rodea es mínima.

Matrix/DNA: Portanto, não existe, ou é impossível existir. Sistema fechado perfeito não faz intercambio algum, nem de matéria ou energia minima, se existisse seria um buraco negro no espaço e tempo, impenetrável, imperceptível. Temos a formula da Matrix/DNA para sistema fechado perfeito, mas ela não representa sistema nenhum existente, apenas é útil para revelar onde estão as imperfeições dos sistemas existentes. Segundo nossos cálculos, se a massa, ou matéria universal, conseguisse ser totalmente dominante sobre a energia e a luz, ela tenderia ao completo equilíbrio termodinâmico, e se tendo partes internas, ela se acomodaria nisto que seria um sistema fechado completo. Quando a matéria se sobrepujou como dominante na forma de sistemas estelares, tentou se fechar por completo e gerou o building block das galaxias, o qual, na impossibilidade da energia interna ser totalmente dominada e tornar-se estaticamente eterno, desenvolveu  auto-reciclagem, o qual enganaria a morte por toda eternidade. Mas mesmo assim provou ser impossível existir infinitamente porque a Natureza Universal não o permite e aciona a Lei de Clausius, a segunda lei da termodinâmica, que faz com que o sistema não pereça ou diminua sua quantidade, porem, diminua sua qualidade, até seu desfazimento.

Exemplo: Sistemas solar e galáctico, quase fechados.

Sistemas abiertos: estos sí establecen intercambios con el medio ambiente que los rodea. Para lograr esto se valen de salidas y entradas por medio de las que intercambian, de manera constante, energía y materia con el medio ambiente. Este vínculo que se establece hace que los sistemas abiertos deban ser sumamente adaptativos a las cualidades del ambiente del cual dependen, sino es así, no logran la supervivencia. Esta dependencia con lo ajeno hace que no puedan existir de forma aislada y que deban adaptarse por medio de la organización y del aprendizaje a los cambios externos.

Matrix/DNA: Correto.

Exemplo: sistemas biológicos 

– Según su constitución:

Sistemas conceptuales: están constituidos por conceptos que son ajenos a la realidad y que resultan meramente abstractos.

Exemplo: sistemas religiosos

Sistemas físicos: los elementos que los componen, en cambio, son concretos y palpables, es decir que se los puede captar por medio del tacto.

Exemplo: sistema ecológico, ou biosfera terrestre

– Según su origen:

Sistemas artificiales: se caracterizan por ser producto de la creación humana, por lo que dependen de la presencia de otros para poder existir.

Exemplo: automóvel, navio

Sistemas naturales: estos en cambio, no dependen de la mano de obra del hombre para originarse.

Matrix/DNA: Errado. Nenhum sistema natural origina-se, por si próprio. Sistemas vem de outros sistemas. E não existem “sistemas naturais”. Existe apenas um sistema natural universal, o qual vem desde o Big Bang se transformando. Então o que existem são diferenciadas formas do sistema natural universal. E o primeiro sistema a existir, a primeira forma manifestada nesta Natureza, deste sistema universal foi uma onda de luz original, a qual não se sabe se veio de fonte natural ou não.

Exemplo: um átomo, um canguru.

– Según su movimiento:

Sistemas dinámicos: estos sistemas se caracterizan por presentar movimiento.

Sistemas estáticos: como su nombre indica, carecen de movimiento alguno.

Matrix/DNA – Isto não faz sentido. O problema é que os autores oficiais nunca apresentaram a mim um exemplo qualquer. Um sistema estático, seja natural ou mesmo artificial, seria um cadáver, um morto, não mais um sistema. talvez devêssemos considerar o vírus em estado potencial latente. Mas, segundo nossa definição, sistema tem que ser uma arquitetura completa e funcional, contendo as funções sistêmicas universais. No vírus, parece faltar uma parte, que ele obtém ao ser injetado ou se injetar numa célula. Apenas então pode ser visto como sistema.

Mas se um vírus pode, por si só, quando fora da célula e portanto não vivo, se “injetar”, isso significa que algo nele esta funcionando. Pois como ele perceberia a presença de uma célula. Portanto, em primeira mão, nos parece que é a célula que convida o vírus, lançando um estimulo que o desperta, o liga como numa tomada de parede. Como um estimulo sexual pode despertar um pênis adormecido. Restaria digerir esta informação de como e porque uma célula convida um assassino ou se oferece a ser assassinada.

Talvez o ancestral da célula explique isso. Nele, quem faz a função de sinal movente é o cometa, o qual se move não por algum movimento interno mas sim levado pela dinâmica do sistema onde ele existe. Acontece que o sistema envolvente sempre o leva a penetrar o núcleo do building block, sem que o núcleo seja o autor do estimulo dinamizador. Estaria explicado como vírus e célula se tocam. E’ ao se tocarem que o vírus desperta mesmo sem ser um sistema. Isto acontece – como analogia – quando uma semente é introduzida no solo e tocada pela água. Esta faz a semente inchar, e a água leva para dentro alguns nutrientes e mais os fótons da energia solar…? O que então despertaria o germe adormecido.

Mas no toque, não acredito que a célula injete algo dentro do vírus. Ficamos sem uma conclusão, infelizmente, porque desvendar o que ocorre na relacao entre vírus e célula é para nos uma questão de vida ou morte.

Exemplo: ? 

– Según la complejidad de los elementos que los conforman:

Sistemas complejos: se caracterizan por estar compuestos por una serie de subsistemas, lo que vuelve difícil la tarea de identificar los distintos elementos que los componen.

Exemplo: o corpo humano

Sistemas simples: a diferencia de los anteriores, éstos no cuentan con subsistemas, lo que permite identificar fácilmente a los elementos constitutivos de los mismos.

Exemplo: Poderíamos indicar os átomos, que são os sistemas mais simples conhecidos, porem, mesmo assim ainda nos falta esclarecer se as super-partículas já não eram sistemas, formados de partes, as quais seriam os quarks, etc. para nos o único sistema simples no sentido que não possui nenhum subsistema, é a onda de luz.

– Según su naturaleza:

Sistemas inertes: carece de vida alguna.

Matrix/DNA: Bem… aqui entramos na velha questão… o que os humanos definem por “vida”? Se átomos e galaxias são ancestrais dos sistemas biológicos, expressam algumas propriedades dos sistemas biológicos, qual a diferença, porque uns são vivos e outros não? Eu estou esperando um exemplo de sistema inerte, que não seja um morto ou um carro desligado, os quais, neste estado não são sistemas.

Sistemas vivos: estos, en cambio, si poseen vida.

Fuente: https://www.tiposde.org/general/727-sistemas/#ixzz5SAz350su