Archive for outubro 18th, 2018

Imagens incríveis de mitose em microscopia de contraste de fase indicam a entidade dos sistemas

quinta-feira, outubro 18th, 2018

xxxx

https://www.facebook.com/Soubiomais/videos/178277339719849/

Para quem não vai a escola apenas atras de objetivos materiais mas também mentais:

Pensar que cada átomo participante desta cena – esteja ele compondo o que for com outros átomos, seja uma organela, um cromossoma – está atuando por si mesmo repetindo um movimento direcionado a algum objetivo, não faz sentido. Mas resumindo ao ultimo, é isso que acredita o cientista que acredita que genes tem motivos futuros, como buscar sua máxima reprodução. Ora, genes nada mais são que um especifico punhado de átomos, como poderiam prever o futuro?! Esta forma de acreditar é efeito do método reducionista, que é a grande Ciência aplicada pela metade. A mim está obvio que existe um comando de instruções vindo do todo que é um sistema natural. A soma de informações de todas as partes de um sistema, mais as informações das interações entre estas partes e o meio externo, gera um terceiro elemento no sistema, algo que, no nível de nosso conhecimento atual, parece ser invisível, abstrato. E essa entidade como uma maestra de uma orquestra que está movendo isso tudo e tao coordenadamente. Por isso estou insistindo: o próximo grande salto evolutivo ‘a espera dos novos cientistas está no nível do pensamento sistêmico, a outra metade da Ciência. E não se entende sobre sistemas se não conhecer a formula que descobri inserida como entidade em todos os sistemas naturais, a Matrix/DNA.  Ignorar isso é escolher ficar fora da nova onda.

 

Como uma analogia torna racional a crença numa super consciência cósmica

quinta-feira, outubro 18th, 2018

xxxx

ver video:

https://www.facebook.com/DailyMail/videos/2606282076056044/

O pelicano não podia comer nem beber… tinha o longo bico enrolado e imobilizado por uma linha de anzol. Assistindo este vídeo me despertou uma nova ideia.
Imagine o mundo das aves, animais e plantas, na selva sem humanos. O pelicano conhece um mundo sem consciência, nada ali tem essa coisa que ele não sabe existir. Então ele tem um problema que as simples forças naturais determinam que não tem outro destino senão morrer de fome e sede. Aceitando isso obrigatoriamente ele só tem que esperar chegar a agonia da morte. Porém, eis que de repente, um animal grande e desconhecido surge e a ele agarra. percebeu que antes de morrer por inanição será comido vivo. Esta ‘e a lei natural. Mas o animal desconhecido o agarra de forma estranha, e começa a mexer no seu longo bico, na coisa que ia lhe matar. E o animal estranho mexe e mexe enquanto o mantem preso. De repente ele percebe que a coisa que o ia matar não esta mais ali. E de repente percebe que seu corpo está livre na frente do animal desconhecido. Ele aproveita imediatamente a oportunidade e escapa. Enquanto isso vai estonteado, pois o que era morte certa determinada pelos elementos naturais, transformou-se em livre fluir da vida!
Nós sabemos que dentro daquele “grande animal desconhecido” existe algo mais, a qual denominamos “consciência”. Se ela não existe no mundo do pelicano, ela apareceu como um milagre e contra todas as forças da natureza, operou um milagre. Por esse ponto de vista, milagres existem. E isso me faz a mente voar longe, pensando no que será possível a uma super consciência cósmica – se tal coisa existir – fazer, por métodos naturais, e que nós, por não saber que ele existiria, concluiremos ter sido milagres.
Então, o pelicano nos faz descobrir que uma imaginada super consciência cósmica pode ser real, porque para ele e no mundo dele, havia uma sem seu conhecimento. Ninguém tem provas de que o mesmo não aconteça com nosso mundo humano. Considerando que tal coisa exista, resta a pergunta fundamental relacionada ao que no interessa: terá esta super consciência cósmica, a mesma vontade consciente com humanos e seu mundo, que nos humanos, tivemos com o pelicano e seu mundo ?
Isto e’ o que temos de investigar agora, cientificamente.