Archive for dezembro, 2018

DNA + RNA = Proteína / Luz Universal + Mente = Recurso para uma função sistêmica

segunda-feira, dezembro 31st, 2018

xxxx

Nova ideia de como deve funcionar nossa relação com o “Genoma de Deus”.

Sabemos que o DNA pode ser visualizado como uma fita com informações gravadas. O RNA pode ser visualizado como uma fita menor com partes ou trechos das informações no DNA.

Quando uma célula ou substancia do corpo necessita de algo, sua necessidade se materializa na forma de um RNA contendo o pedido na forma de código químico. E então ela emite o RNA  que se dirige ao DNA, o rei sentado no trono nuclear da célula. O RNA percorre ao longo da fita do DNA até achar o trecho que lhe corresponde. Então o pedido funde-se com a dadiva, e deste “acasalamento” nasce uma proteína. A proteína então vai para um local executar sua função.

Sabemos ainda que a molécula química do DNA obedece a um comando de instruções. Podemos supor que a molécula química é o hardware, e o comando é o software. Provavelmente – de acordo com meus modelos – o comando é constituído de fótons, partículas de luz, cada um com uma informação.

De onde veio tudo isto?! Esta extraordinária engenharia super complexa?!

De onde a Natureza tirou essa ideia ?! Onde estavam e quais eram as forças e os elementos naturais no estado do mundo antes das origens da Vida, que a Natureza usou para montar esse esquema fantástico?!

Qual elemento no Universo antes das origens da vida tinha os mecanismos e processos para fazer isso, ao menos em um estagio evolucionário inferior?

Tive agora uma ideia para responder estas questões pensando no mecanismo entre DNA, RNA, proteínas.

Existe a luz original universal, com suas sete ondas diferenciadas, cada onda tem propriedades e uma especie de personalidade própria diferente das outras seis. Deve existir uma grande onda universal, do mesmo tamanho ou maior que o Universo, que banha, penetra, se propaga, no meio da dark matter.

Essa onda de luz tem em sua anatomia as informações que inoculam o processo do ciclo vital na matéria. Então ela funciona como a longa fita do DNA.

Deve ter algo no mundo que funcione como o RNA.

E deve ter algo que tenha necessidades e a capacidade de solicitar recursos a luz universal emitindo uma especie de RNA.

Quando esse algo necessitado consegue fazer seu RNA – seu pedido – se fundir com o trecho certo da luz universal, recebe a proteína, ou seja, a ferramenta pra produzir o recurso necessário.

Como a luz universal original existe desde as origens do Universo, esta ai onde a Natureza encontrou e utilizou o mecanismo que depois aplicou ao criar os sistemas biológicos, no nível molecular do código genético, ou seja, criar a Vida.

Cheque-mate!

Esta ideia me surgiu agora, mas ela não veio por acaso, pela sorte, e nem estive pensando nesta forma de ver o DNA por acaso. Acontece que ha’ dias, semanas, tenho ocupado o cérebro, em minhas meditações, buscando melhor compreender a formula dos sistemas naturais – o Genoma de Deus – buscando desvendar como a luz original fazendo o papel de comando de instruções esta’ presente e opera a formula. Isto porque preciso urgente, antes de morrer, encontrar algum meio de aplicar na pratica toda a minha cosmovisão, aplicar a formula, para produzir algo em beneficio da melhoria da vida humana.

Então essa ideia seguiu um método, o mesmo método aplicado em todas as outras milhares de vezes em que encontrei as milhares de soluções para elaborar a grande teoria.

E posso supor, racionalmente o seguinte:

Eu sou o algo necessitado, que esta a fazer um pedido ‘a luz universal, ao Genoma de Deus. As semanas de perguntas mentais focalizando mentalmente esta luz podem ser os pensamentos que funcionam como o RNA. Talvez o pedido da minha mente, na forma de pensamento, seja o RNA no grande esquema cósmico.

Mas meu pensamento teria que ter um pedido codificado com o mesmo código existindo em certo trecho da luz universal, para que se funda e obtenha uma “proteína”.

A proteína seria uma intuição ou uma voz na forma de um sinal desconhecido, trazendo a orientação, o comando, as instruções de como construir uma objeto material para resolver a minha necessidade. Na verdade seria nada mais nada menos que uma comunicação entre a onda de luz cósmica e a onda de luz entranhada no meu DNA que executa a função de comando de instruções. Assim, a instrução passada pela luz cósmica para o meu DNA que esta alojado no centro dos meus neurônios, aflora ‘a mente, normalmente.

O fato verdadeiro, comprovado para mim, é que centenas ou milhares de vezes as soluções afloraram na minha mente, geralmente de manhã, depois de passar muitas noites meditando um problema relacionado a grande teoria, ou cosmovisão. E tenho ficado surpreso e sem entender como a solução surgiu de repente numa bela manhã, muitas vezes quando eu estava fazendo algum trabalho braçal, sem estar pensando no problema. A intuição surge de repente, vinda do nada, quando então procuro imediatamente uma maneira de anota-la para não esquece-la, e refletir nela mais tarde com tempo. Como fiz e estou fazendo hoje, com esta ideia e esta solução. Não encontrei ainda outra explicação racional para o como as minhas intuições são produzidas pelo ou no meu cérebro.

Bem… A minha questão, o meu pedido, foi a explicação de como funciona a emissão, execução e recepção de um pedido. Obtive uma explicação. Não posso acreditar nela porque não a vi, não a toquei, sou como São Tomás, tenho que ver e tocar para crer. Mas também não sou mente fechada, não vou jogar essa explicação no lixo. Vou trabalha-la, experimenta-la, testa-la, nem sei ainda como, mas tenho umas ideias.

Não podemos ser mentes fechadas, pois para a luz universal, mentes fechadas são como blocos de concreto, de rochas. A luz bate tentando penetra-la e trabalhar seu interior mas não consegue, a pedra é dura, a luz bate, reflete de volta. Ser mente fechada é ter a cabeça dura. Talvez até alguma inteligencia extraterrestre superior esteja querendo te ajudar te inserindo uma solução na sua mente, mas se você fechou sua crença para esta possibilidade,… perdeste uma grande oportunidade.

Esse tema me lembrar ainda dos religiosos com suas rezas. As orações seriam o RNA enviado a Deus, com um pedido. Porem sabemos que a maioria das orações não surtem efeito, e as vezes, até acontece o contrario. Desconfio que isso se deve ao fato de que o crente nada conhece dessa luz universal, do Genoma de Deus, e por isso faz uma equivocada ideia de Deus. Do DNA.

Então acontece que a mensagem codificada no RNA, ou seja – o conteúdo do pedido de uma oração – não bate com nenhum trecho codificado no DNA, na luz universal.

Temos muito trabalho ‘a frente, buscando como sera o código para se comunicar com a luz, o comando universal de instruções, o Deus a quem se dirigem as orações. E buscar como deve ser emitido o pedido. E saber como ser bom entendedor ao receber a resposta.

 

 

 

Circuito sistêmico da conexão entre os intestinos e o cérebro

sexta-feira, dezembro 14th, 2018

xxxxx

http://socientifica.com.br/2018/12/seu-intestino-esta-diretamente-conectado-ao-seu-cerebro-por-meio-de-um-circuito-de-neuronios/

Circuito da conexão dos intestinos com o cérebro

Seu intestino está diretamente conectado ao seu cérebro por meio de um circuito de neurônios

Estudo revela que o intestino tem uma conexão muito mais direta com o cérebro através de um circuito neural que permite transmitir sinais em meros segundos.

O céu não é escuro, é iluminado, nós que somos quase cegos a luzes mais fortes (ver vídeo)

quinta-feira, dezembro 13th, 2018

xxxxx

Trata-se de uma descoberta extraordinária!… Da próxima vez que olhar para o céu noturno sem Lua e vir as estrelas, imagine o brilho invisível do hidrogénio, os primeiros blocos constituintes do Universo, a iluminar todo o céu noturno.

Minha teoria: Com o Big Bang, uma onda de luz se expandiu no meio da substancia que preenchia o espaço onde hoje é o Universo, a matéria escura. Nesta expansão ocorreu fricção, atrito, da luz com a matéria, e dessa fricção resultou a energia que conhecemos. Da onda, e principalmente no fim da onda, emergem suas partículas, os fótons. Estes formam com a matéria escura as primeiras partículas elementares “quase fantasmas” como os quarks. Com estas surgem prótons, nêutrons e elétrons. Os fótons emigram procurando corpos mais densos em que “encarnar”, preferivelmente os elétrons. Mas tem um grande segredo nisso tudo, segundo minha teoria. Notei que uma onda de luz total, universal, como a que vemos resultando de todas as setes radiações do espectro eletromagnético, se expande no espaço/tempo pelo mesmo método que um ser vivo ” se expande no espaço/tempo”, repetindo a mesma sequencia de formas de um corpo vivo com suas formas de sete diferentes faixas de frequências. Isto significa que a onda de luz primordial, emitida na origem do Universo, continha em si encriptado o processo do ciclo vital, o qual e’ o código que da a vida a matéria. Assim descobri o cerne da minha teoria, que é a formula natural universal a que denominei Matrix/DNA, a qual estou descobrindo ser o principio criador de todos os sistemas naturais, o “template” sobre o qual estão montadas a célula, os building blocks das galaxias, o átomo, e ate os building blocks do DNA. Fantástico, esta formula de luz era uma especie de genoma “natural” vindo do antes e alem deste Universo! ( a formula esta no meu website). Alguém contesta? Porque?

(Obs: Pesquisar o que e Radiacao de Lyman-alfa) 

http://www.astropt.org/2018/12/13/um-universo-resplandecente/

Um Universo resplandecente

Pesquisa:

Radiacao de Lyman-alfa

Fotons formam uma Aura?

terça-feira, dezembro 11th, 2018

xxxx

Os fótons adentram átomos e os conduzem a se conectarem na forma da molécula do DNA. Entre os fótons de uma célula e de outra, emerge uma ponte, na forma de uma sinapse. Logo sete átomos estão conectados por estas pontes. Assim, o building block do Dna contem uma rede de fótons que configuram a formula da Matrix/DNA. Com sete átomos.

Mas e quando o ser unicelular se tornou multicelular?

Primeiro, supomos que o unicelular aprendeu a se dividir multiplicando-se. Então os fótons dentro de uma célula, agora unidos em maior grupo formando a formula, produziram uma ponte com o outro grupo de fótons da célula vizinha. Logo, ao invés dos sete átomos anteriores, surge a mesma configuração com sete células. Teria sido o primeiro micro-organismo, com sete células.

Mas este micro-organismo multicelular deveria ter uma nova rede de fótons configurados como a formula.

Hoje, um organismo muito maior e complexo como um corpo humano deve ter essa segunda rede. Fractal dentro de fractal. Essa segunda rede seria a aura intuída pelos clarividentes.

Ela pode ser a entidade emergente dos sistemas no ser humano, pode ate ser o ego, ou a mente. Consciência é outra coisa alem e fora desta linhagem do ego, da mente.

Então, tenho mais uma razão para retornar e continuar com a meditação buscando essa segunda rede e a perfeição da formula que traz para manter a perfeição da saúde no corpo.

E continuar pensando e desenvolvendo esta tese.

Este e’ seu cerebro com parasitas influenciando comportamentos humanos

segunda-feira, dezembro 10th, 2018

xxxxx

Porque ler este livro: (Comprado, lendo)

(critico): “I believe this field of science will be huge, but at the time the amount of data is not enough to make any claim. McAuliffe is a talented writer and I hope I’ll see in few years a more reliable book in this subject by her.”

Portanto e um campo novo e junto com simbiose, parasitismos pode ser decifrado pela formula Matrix/DNA, entao posso encontrar detalhes onde posso oferecer teorias para pesquisas.

https://www.amazon.com/This-Your-Brain-Parasites-Manipulate/dp/0544947258/ref=cm_cr_arp_d_pdt_img_top?ie=UTF8

 

McAuliffe clearly is a remarkable writer and researcher. The content of this book, however, is not as impressive as her writing skills.
The first chapters were great and provided lots of information to support that parasites manipulate lesser organisms like roaches.
The chapters about human/parasites interaction were very speculative. There is a lot of “maybe, might, and may”. She cites real scientists and their claims that parasites MAY affect human behavior, but there is not real data to support those statements. In science, you need numbers, large numbers, for a study to have some validity. She didn’t provide numbers in most studies, which reduces credibility in the results. Also, the nature of the mentioned studies is unreliable. You can’t conclude there is a correlation between parasites infection and the likelihood of a risky behavior, when there are much much more variables to consider.
I believe this field of science will be huge, but at the time the amount of data is not enough to make any claim. McAuliffe is a talented writer and I hope I’ll see in few years a more reliable book in this subject by her.

A luz tocando e influenciando a matéria na iris do olho

domingo, dezembro 9th, 2018

xxxxx

Temos sensores que captam e sentem a substancia quase abstrata da luz. Porem não temos a capacidade de ver um grupo de partículas de luz ( os fótons) compondo a formula da Matrix/DNA, a qual esta em todo lugar nos organismos.

Como superar esta deficiência? Treinando ou esforçando nossos sensores naturais, depois que conhecemos a formula e sabemos que ela existe? Ou apenas pela tecnologia?

Impressionante vídeo revelando os efeitos da luz na iris humana.

https://www.facebook.com/Soubiomais/videos/227347058165552/?t=53

Debate entre as cosmovisoes da Matrix/DNA e da comunidade academica oficial

sábado, dezembro 8th, 2018

xxxx

Enviei um comentário/desafio bastante logo, copiado abaixo a este artigo do AstroPT ( o qual ainda aguarda moderacao ou não entrou):

http://www.astropt.org/2018/12/08/mas-a-ciencia-nao-explica-tudo/comment-page-1/#comment-1623467

“Mas a ciência não explica tudo!”

Mas voce sabe que a Ciencia não explica tudo, qual seu ponto aqui? E voce sabe que a atividade cientifica tem causado grandes prejuízos ‘a humanidade, porque tem sido financiada pelas oligarquias que se apossam da sua producao tecnologica, principalmente com intuito de lucro privado e dominância militar e com isso tem atrapalhado a evolucao da maioria.  Porque entao não embasar cada frase sua em fatos reais ou nas teorias cientificas, assim aos que voce denuncia como pseudociencia possam se defender debatendo, e aos que não concordam com as teorias possam refuta-las?
Ok, eu tenho uma visao de mundo, construída pelo metodo da filosofia naturalista, mas toda vez que cito alguma tese ou teoria desta visao, os cientificistas vem refutar com agressividade. Mas refutam minhas teorias com suas teorias, e não com fatos reais, não tem como mantê-los nos fatos. Os meus modelos teóricos sobre os sistemas atômicos, sistemas astronomicos, sobre o sistema que e’ a unidade fundamental de informacao do DNA, sobre a teoria da evolucao, o funcionamento do sistema cerebral, e vários outros modelos ha’ 30 anos vem sendo confirmados com evidencias e previsões acertadas, mas são diferentes dos modelos teóricos sobre estes tópicos. Porque?
Não se trata de aplicar métodos práticos de investigação diferentes ou de apresentar dados desconhecidos pelos dois teóricos, mas sim de metodo diferente no interpretar estes fatos e elaborar os modelos teóricos. A comunidade acadêmica aplica na elaboração de suas teorias a mesma perspectiva reducionista enquanto eu aplico o metodo sistêmico.
Gostaria de entabular um debate entre o que eu denomino a sua pseuda-visao do mundo ( supondo que voce seja cientificista como entendi no video) e o que voce vai denominar com a minha “pseudociencia”. Entao vou jogar alguns tópicos onde nossas teorias diferem, se voce se interessar vamos entabular um debate:
1) A sua teoria da evolucao não explica muitos fatos reais porque esta incompleta. Voce aplica apenas tres variáveis na formula VSH – Variação, Seleção, Hereditariedade. Na minha teoria existem mais quatro variáveis alem destas tres que vem da evolucao cosmologica e tem influenciado nas transformações das especies;
2) Nunca houve “origens da vida” nem neste planeta nem dentro deste Universo, e muito menos a vida emergiu apenas dos ingredientes da materia inorgânica. Existe um principio vital que ao mesmo tempo e’ uma forssa natural que se pode representar por uma formula que organizou a materia primordial em um sistema natural a 13 bilhoes de anos atras e este sistema carregando este principio evoluiu para a forma de sistemas biologicos como os corpos humanos. Nos temos a formula;
3) O DNA nada tem de “codigo genetico” e esta sendo interpretado muito equivocadamente, razao pela qual ainda não eliminamos as doencas milenares mortais. O DNA nada mais e’ que o conjunto de copias diferenciadas de um unico sistema o qual e’ sua unidade fundamental de informacao, o seu building block, e esta unidade não e’ um nucleotídeo como pensam;
4) Nao existe separação entre Evolucao Cosmologica ( de 10 bilhoes de anos, desde as particulas aos sistemas astronomicos), e a Evolucao Biologica ( nos ultimos 3,8 bilhoes de anos), pois existe um elo evolucionario entre os dois blocos, e temos o modelo teorico deste elo;
5) A comunidade acadêmica ( que não pratica o naturalismo mais e sim uma ideologia que se apossou dos recursos cientificos e limitou o campo de investigações) nada sabe sobre sistemas naturais e posso escrever uma enciclopédia com os detalhes que não sabem. E’ impossivel sequer ter nocao do que e’ um sistema natural sem conhecer a forssa que flui na Natureza como uma matriz universal que pode ser representada como uma formula. Como todos os objetos ou fenomenos naturais pertencem a seus específicos sistemas, são constituídos por sistemas menores eu os influenciam e são envolvidos por sistemas maiores que tambem os influenciam, a ignorância sobre sistemas naturais tem o efeito de produzir equivocadas interpretacoes sobre estes fenomenos.
Ok. Por favor, observe que nos cinco itens eu citei fatos reais: DNA, atomos, galaxias, especies, etc. Voce não pode refutar estas teses com suas convicções oriundas da visao de mundo da comunidade acadêmica ( teoria não invalida teoria ), pode apenas debater as nossas diferentes interpretacoes sobre fatos reais. Tambem não adianta como e’ usual citar um quilo de papers e mandar o oponente estuda-los, pois muitas vezes eu ja conheco os papers ou analises sobre eles e isto motivaria que eu citasse outro quilo de meus escritos para voce estudar. Voce descreve os seus argumentos que voce extraiu dos papers.
Qual meu interesse neste debate? Duas cabecas com diferentes experiencias de vida, diferentes informacoes, etc, e` sempre melhor que uma. Quanto mais melhor. Como eu sou cético, agnóstico, e tenho certeza que cerebros humanos não tem a capacidade para processar todas as informacoes da Verdade Ultima, sei que minha visao de mundo esta aquém da “teoria do tudo” e apenas com mais informacoes de fatos reais posso desenvolve-la, e como venho testando-a ha 30 anos contra fatos reais e outras teorias, talvez me apontes algo que eu não saiba ou não tenha pensado adequadamente. Vamos la’? ( obs: erros de ortografia deve-se a que uso teclado em ingles). Abraços …  Louis Morelli

Minerais: Todas as importações dos USA

sexta-feira, dezembro 7th, 2018

xxxx

How much does the US depend on imports for key minerals?

https://www.politifact.com/west-virginia/statements/2018/dec/03/joe-manchin/how-much-does-us-depend-imports-key-minerals/

Teoria da Evolução: Site da Berkeley – Understanding Evolution

quinta-feira, dezembro 6th, 2018

xxxx

https://evolution.berkeley.edu/evolibrary/home.php

Understanding Evolution: your one-stop source for information on evolution

xxxxx

The History of Evolutionary Thought

Just as life has a history, science has a history. Understanding the history of evolutionary thinking illuminates the nature of science.

In this section, you will see how study in four disciplinary areas — Earth’s history, life’s history, mechanisms of evolution, and development and genetics — has contributed to our current understanding of evolution.

Teoria da Evolução: Grupo de Professores induzidos por Richard Dawkins

quinta-feira, dezembro 6th, 2018

xxxx

TEACHER INSTITUTE FOR EVOLUTIONARY SCIENCE (TIES)

https://www.richarddawkins.net/ties/

Teacher Institute for Evolutionary Science (TIES)

https://www.facebook.com/RDFRSTIES/

Mission: To provide middle school teachers the tools they need to effectively teach evolution and answer its critics based on new Next Generation Science Standards.