Archive for fevereiro, 2019

A Retroalimentacao Cientifica Reducionista Impedindo a Ampliacao do Conhecimento Alem do Debilmente Perceptivel

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxx

Uma frase de Bill & Melinda Gates Foundation e’ fundamental:

“We like to think of data as being objective, but the answers we get are often shaped by the questions we ask. When those questions are biased, the data is too.”

Esta frase esta no link:

https://www.gatesnotes.com/2019-Annual-Letter?WT.mc_id=02_12_2019_04_AL2019_MG-FB_&WT.tsrc=MGFB&WT.mc_id=20190212130700_AL2019_MG-FB&WT.tsrc=MGFB&linkId=63501570

As questões dos atuais financiadores da pesquisa cientifica – capitalistas privados e seus “governos” – aos cientistas ‘e comumente “o que pode dar mais lucro, ou, como vamo lucrar com isso?”

Nao e` a questao que estava na mente dos fundadores do metodo cientifico, os pais do Iluminismo. Sua meta era erradicar as crencas produzidas por equivocadas e mal intenionadas interpretacoes da Natureza visando a dominacao de ovelhas e lobos pelos leoes, para tirar o grosso da humanidade da miseria e debilidade vital em que encontram. Entao suas questoes eram diferentes: “Qual o beneficio dessa pesquisa para a humanidade como um todo, ou o que devemos pesquisar para beneficiar resolvendo os atuais problemas da maioria da humanidade?”

Sao duas intencoes modelando questoes que buscam dois tipos diferente do conhecimento.

Mesmo a questao dos pais fundadores nao era a mais nobre, sob a perspectiva de uma possivel existente consciencia cosmica. Enfase em beneficiar a maioria da populacao – os 51%, ou mais – significa beneficiar e reinforcar a tendencia na acomodação termodinâmica inerte do instinto das massas, das presas, ja que estas são sempre a maioria em numeros. Iriamos todos no rumo da extincao da mesma forma. E beneficiar a “humanidade” seria conduzi-la a outro destino suicida, ja que a humanidade e uma forma provisória da evolucao que tem de ser transformada em nova forma, superior. Portanto o conhecimento buscado por essa questao iria sempre afastar de nos o nosso ponto de transcendencia dessa humanidade.

Entao qual seria a questao com a intencao mais sabia, para conduzir mais sabiamente a humanidade ao destino de se aproximar e se tornar cada vez mais a consciencia cosmica?

A ” Como essa pesquisa pode nos levar a transcendencia do conhecimento atual” ?

Acho que tambem não, porque viveríamos mais como espíritos que homens, enquanto ainda somos homens e portanto, tendo que sobreviver na biosfera da Terra, com a melhor tecnologia possivel.

A meu ver, a questao mais sabia seria aquela cuja intencao seja a de corrigir o limitador conhecimento produzido pelo metodo cientifico reducionista, principalmente buscando como inserir o fenomeno da luz natural nas pesquisas, sejam da Fisica, da Quimica, da Biologia, da Medicina e da Producao Economica. Nos temos que acelerar a evolucao dos nossos sensores naturais e instrumentos cientificos que por enquanto apenas captam a faixa da luz visivel, para realizar incursões nas outras seis faixas e suas novas dimensoes naturais. Isto aumenta o custo para o financiador, adia o prazo dos resultados, ou seja, os atuais não participarão, entao e’ preciso buscar outras formas de se autofinanciar estas pesquisas. A Ciencia cooperativista comunitaria? Nao sera facil pois teria que ser feita a revelia e reacao negativa agressiva do “governo”, ja que iria contra a supremacia dos produtos e interesses dos capitalistas e das ditaduras comunistas.

A questao com a intencao sabia tem que passar sim, pela busca da instalacao do paraiso num planeta ajardinado, e isto e` possivel instalando um sistema de producao/consumo fechado em si mesmo na configuracao da formula natural para sistemas fechados. Mas como isto levaria ao pior destino, a estupidez do zumbi sem permitir o acesso da substancia da consciencia cosmica, sera preciso uma outra questao antes. A questao sobre a atual visao do mundo e dos valores humanos que dela sao extraidos. Uma nova visao do mundo que enfatize os valores do estado pos-transcendencia pode manter em constante atividade inquiridora do ser confortavelmente suportado por uma ambiente ideal.

Entao como responder a Bill e Melinda Gates?

” Por favor, nos informe sobre qual metodo e quais as questoes que seu dinheiro vai dirigir a busca de “dados”. Para detectar como sua intencao e` “biased”, qual intencao ela encobre. Para que possamos debater esta intencao. As vezes, quando se tem fe absoluta que escolhemos a melhor intencao para o beneficio dos pobres e da humanidade, essa intencao pode estar conduzindo a humanidade a piores destinos.”  

Mas o fato importante aqui e` registrar a frase de Bill & Melinda Gates, pois ela desmascara o que equivocadamente esta sendo considerada como a sagrada Ciencia. 

 

 

Desconstrucao da Cultura Tradicional Predatoria: “Armandinho”,… um Aliado?

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxxx

Alexandre Beck, com suas tirinhas do “Armandinho”. Uma aguda perspicácia pelas hipocrisias praticadas pelas pessoas em geral, uma coragem de afrontar os poderosos nas suas hipocrisias – como os militares, os medicos, etc –  denunciando-as na forma de desenhos, tirinhas, tentando impregna-las com o humor para captar atencao. Com isso esta sendo ameaçado e atacado agressivamente pelos militantes destes poderes, mas continua determinado a continuar. Merece nosso acompanhamento e algum suporte, pois isto ajuda na missão de auto-exorcizar os tres instintos animalescos da psique humana.

https://revistatrip.uol.com.br/trip/o-pai-do-armandinho-o-menino-de-cabelo-azul-que-reflete-sobre-arte-a-politica-e-direitos-humanos?

O pai do menino de cabelo azul

“Uma amiga feminista negra me ensinou o que é o sentimento de uma mãe ao ensinar seu filho negro a se comportar na frente de agentes de segurança: não correr, não fazer movimentos suspeitos. Não imaginava essas reações negativas, negando a realidade, afinal eu já tinha publicado outras tiras mais ‘complicadas’ para um leitor conservador”

Matrix/DNA: Claro que isso é fato, é realidade. O que leva uma psique a se irritar e tentar evitar que a realidade seja dita e lembrada dentre o povo? O instinto predador na sua voraz obsessão de manter sua ordem no seu territorio, entre lobos e presas. E o leao fica ainda mais preocupado quando um discurso pode conduzir os lobos – seus capatazes na manutenção da ordem – a refletirem no que estao de fato fazendo, e como lobos são mais fracos que leoes na ideologia, isto pode balançar o comando.  Entao existe uma patrulha predadora vigiando e se manifestando. Como isso retarda a evolucao humana, é preciso buscar uma estratégia para minimizar os efeitos e poderes dessa patrulha. Sem confronta-la diretamente, claro, pois não se cutuca leao com vara curta.  

“Se todo mundo encarasse o mundo como uma criança, tudo seria mais simples. Nós precisamos aprender, ninguém nasce pronto. Sou da filosofia, área inquisitiva por excelência, e ainda assim demorei para me dar conta: nós não notamos nossos privilégios e, ao mesmo tempo, nossos obstáculos para entender o outro”, acrescenta Janyne.

Matrix/DNA: Investir algum tempo do intelecto imaginando-se uma crianca observando o comportamento das pessoas, perguntando-se curiosamente “porque” agem desta maneira, é uma boa estrategia para captar as hipocrisias da cultura predadora e do instinto da presa.

xxxx

Com poucas imagens e pouquíssimo texto, Alexandre leva o leitor a perceber diversas coisas e ainda retira dele um bom sorriso que vem junto com o pensamento: e não é verdade?”

xxxx

“Eu me considero afortunado, de verdade. A vida passa muito rápido, sempre digo. Então, a gente deve fazer da vida algo que possa trazer um bem para o mundo. Não viver uma vida egoísta, mesquinha, porque daqui pouco a gente vai embora. Fazer do mundo um lugar um pouquinho mais justo e humano. É o mínimo.”

xxxx

( Pesquisar no Google: Alexandre Beck Armandinho. Tem canal no Youtube. Para estudar apoio e contacto)

 

Climate change: greenhouse gas emissions by sector

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxxx

Green House Gaz Emission by Sector

BILL & MELINDA GATES FOUNDATION:

” … It’s not realistic to think that people will simply stop using fertilizer, running cargo ships, building offices, or flying airplanes. Nor is it fair to ask developing countries to curtail their growth for the sake of everyone else. For example, for many people in low- and middle-income countries, cattle are an essential source of income and nutrients.

Part of the solution is to invest in innovation in all five sectors so we can do these things without destroying the climate. We need breakthrough inventions in each of the grand challenges…”

https://www.gatesnotes.com/2019-Annual-Letter?WT.mc_id=02_12_2019_04_AL2019_MG-FB_&WT.tsrc=MGFB&WT.mc_id=20190212130700_AL2019_MG-FB&WT.tsrc=MGFB&linkId=63501570

Sobre a Educacao nas Universidades

quarta-feira, fevereiro 20th, 2019

xxxx

A universidade moderna confere o privilégio de discordar apenas aos que foram testados e classificados como potenciais homens de dinheiro ou detentores de poder. Ninguém recebe um centavo dos fundos fiscais para formar-se nas horas vagas ou para educar outros, a não ser que possa comprová-lo por um certificado. As escolas escolhem para os estágios seguintes aqueles que, nos primeiros estágios do jogo, provaram ser bons investimentos para a ordem estabelecida. Tendo o monopólio, tanto dos recursos de aprendizagem, quanto da atribuição de funções sociais, a universidade escolhe o descobridor e o dissidente potencial. Todo título sempre deixa uma indelével etiqueta no currículo de seu consumidor. Os formados por universidade se enquadram apenas num mundo que coloca etiquetas comerciais em suas cabeças, dando-lhes, assim, a faculdade de definir o grau de expectativa na sua sociedade. Em todos os países, a quantidade consumida pelos formados em universidades fixa o padrão dos demais. Se quiserem parecer civilizados, devem aspirar ao estilo de vida dos formados em universidades.” (Sociedade Sem Escolas, Ivan Ilich)

The Shot Caller – Predador sob Estudo/Analise pela Matrix/DNA

terça-feira, fevereiro 19th, 2019

xxxx

Grande oportunidade para os adeptos da Matrix/DNA desenvolvendo sua missão de erradicar o instinto de predador do planeta. Vou correndo comprar o livro.

https://patch.com/new-york/riverhead/once-violent-gang-leader-shares-brutal-truth-we-were-predators

Once Violent Gang Leader Shares Brutal Truth: ‘We Were Predators’

Brutal truths about gang life: “These guys would wring your neck and then have a cup of soup right after taking you out. We were predators.”

By Lisa Finn, Patch Staff  | Updated 

Musicas Apreciadas na Matrix/DNA

sábado, fevereiro 16th, 2019

xxxxx

GENESIS

Mama

xxxxx

PHILL COLLINS – IN THE AIR TONIGHT

 

xxxxx

Rivers of Babylon

“Rivers of Babylon”, inspirada no Salmo 137, foi composta pelos jamaicanos Brent Dowe e Trevor McNaughton, da banda The Melodians ( veja o video abaixo), penso que comparando a escravidão negra no Caribe com a escravidão dos hebreus na Babilônia. Foi gravada pela primeira vez em 1969.  Ganhou projeção no filme de 1972 The Harder They Come, que apresentou o cantor Jimmy Cliff ao mundo e contribuiu para a projeção internacional do “reggae”.

A versão em estilo discoteca de 1978 do grupo “Boney M” deu grande popularidade à canção. “Babilônia” assume, no contexto da canção, o sentido de opressão, falta de liberdade, seja ela de cunho político, cultural ou espiritual, e como tal empregado nos movimentos anti-racistas e anticoloniais, caso desta canção caribenha. Na cultura estadunidense, onde a canção causou grande impacto, este salmo possui uma tradição de uso político, figurando no primeiro livro publicado naquele país, numa canção patriótica de William Billings quando da Independência, passando por discurso do abolicionista Frederick Douglass até ressurgir na canção de 1969 de The Melodians e então em muitas outras, em vários estilos (gospel, disco, country, etc).

O filme que revelou a canção foi ainda o primeiro longa-metragem realizado na Jamaica, e o sucesso da obra projetou seu diretor, Perry Henzell. Por sua composição ainda na década de 1960 é considerada como “proto-reggae”.

Salmos 137

1 – Junto aos rios da Babilônia nós nos sentamos e choramos com saudade de Sião.

2 – Ali, nos salgueiros penduramos as nossas harpas;

3 – ali os nossos captores pediam-nos canções, os nossos opressores exigiam canções alegres, dizendo: “Cantem para nós uma das canções de Sião! ”

4 –  Como poderíamos cantar as canções do Senhor numa terra estrangeira?

5 – Que a minha mão direita definhe, ó Jerusalém, se eu me esquecer de ti!

6 – Que a língua se me grude ao céu da boca, se eu não me lembrar de ti, e não considerar Jerusalém a minha maior alegria!

7 – Lembra-te, Senhor, dos edomitas e do que fizeram quando Jerusalém foi destruída, pois gritavam: “Arrasem-na! Arrasem-na até aos alicerces! ”

8 –  Ó cidade de Babilônia, destinada à destruição, feliz aquele que lhe retribuir o mal que você nos fez! 9 Feliz aquele que pegar os seus filhos e os despedaçar contra a rocha!

A musica orinal de autores jamaicanos – The Melodians – em 1969, :

xxxxxxxxx

Alan Parsons – Live In Madrid (2004) Complete Concert

Alan Parsons foi um dos engenheiros de som do “The Dark Side of the Moon”. Musica de sua autoria de mais sucesso e’  “Sirius / Eye In The Sky”, a de numero doze aos 59:35 minutos do video.

“The eye in the sky” , que foi inspirada no Grande Irmao, de Orwell.

Proibir ou permitir a posse de armas? Sugestão da Matrix/DNA

sexta-feira, fevereiro 15th, 2019

xxxxx

Se a proibição e a permissão de armas, ambas produzem violência – como USA e Brasil – qual a solução, a terceira alternativa? O que existe de meio-termo entre proibir e permitir? Ou uma terceira alternativa que seja fruto da fusão destas duas? Alguns se precipitarão em deduzir que não existe terceira alternativa, outros farão sugestões. Na minha sugestão não existe alternativa imediata, pois o problema não esta’ nas armas e sim na psique de quem vive uma experiencia anormal e aperta o gatilho. A solução pertence a evolução natural produzindo uma psique mais elevada, mas a Natureza é astronômica, seu tempo é muito lento em relação ao tempo dos humanos. Mas assim como podemos acelerar o processo de extinção da vida neste planeta que esta’ naturalmente prosseguindo em ritmo lento determinado pela Natureza, podemos acelerar a evolução da psique humana, buscando métodos para exorcizar desta psique o instinto a predador que herdamos dos animais quando deles herdamos este hardware físico. Pois os humanos com instinto de presa não apertam os gatilhos. Este sistema social econômico que incentiva a competição – que é o paraíso dos predadores – ao invés da cooperação altruísta, não vai permitir-nos acelerar essa exorcização. Pois não conte para isso com a maioria, dominada ainda pelos instintos a predador ou presa. Apenas a identificação e reunião dos já exorcizados pode iniciar e alimentar um movimento visando esta aceleração, mas terão que se oporem a este sistema preferido pela maioria . A maioria continuara’ pagando o preço por apreciar se subjugar aos seus instintos enquanto acredita que o apertar do gatilho nunca lhe dominara a psique, apenas aos outros. Esta situação imita o passado quando ao invés de computadores com software existiam apenas maquinas de calcular a manivela. As mentes dominadas pela psique animalesca são as maquinas a manivela nas quais ainda não entrou o software que vem de uma consciência externa. Como mente que ja possui um feto da consciência suprema, estou me alistando como voluntario numa associação com mentes em igual estado evolutivo para planejar-mos esta aceleração

Luz na Formula da Matrix/DNA

quinta-feira, fevereiro 14th, 2019

xxxx

 

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

 

MatrixDNA as Light Wave MatrixDNA as Light Wave 2

Humor na Matrix/DNA

terça-feira, fevereiro 12th, 2019

xxxx

Momento existencial...

Mensagens da Matrix/DNA

terça-feira, fevereiro 12th, 2019
xxxx

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

louischarlesmorelli

E e’ facil entender, burro ou burra e’ quem faz o contrario, impedindo, atrapalhando, vampirizando ou tendo prazer na inferioridade dos outros. Somos 8 bilhoes de genes semi-conscientes construindo uma reproducao da suprema consciencia. Cada humano tem uma cabeca-ovo contendo um cerebro-placenta germinando numa bolha uma parte do futuro baby, o qual sera a síntese de todos. Cada um e uma mensagem, uma informacao única e indispensável na grande obra. Se apenas um não cumprir sua missão, ou porque não quis ou porque foi atrapalhado, nasceremos com um aleijao. Burrice total. Va, meu irmão, minha irmã, voe o mais alto possivel, assim, ao inves de eu parar, descer, para te dar a mão e te levantar, voce sera sempre o estimulo para eu subir e voar tambem… Mas que não se confunda voo material com voo mental…