Archive for maio 6th, 2019

Qual e’ o significado da vida?

segunda-feira, maio 6th, 2019

xxxxx

Inspirado no artigo ( ver sugestões de livros para ler):

Por que consumo só, não sacia? Desejo, felicidade e a busca de significado em nossa vida

http://www.fashionbubbles.com/comportamento/o-busca-de-significado-em-nossa-vida-e-a-cura-psiquica/

 

Somos 8 bilhões de genes semi-conscientes construindo junto com mais trilhões de genes semi-conscientes espalhados universo afora um feto de auto-consciência. Neste Universo esta’ ocorrendo um processo de reprodução genética/computacional quântica do desconhecido elemento extra-universal que produziu o Big Bang num ato de fecundação. Para buscar o meu sentido da vida não aceitei humanos intermediários entre meu corpo e os fatos conhecidos do mundo externo. Assim descobri um elo evolucionário entre a evolução biológica e a evolução cosmológica, o qual me orientou a calcular numa só linhagem evolutiva ate as origens primeiras deste mundo material. Acontece que o elo que veio do estado do mundo no momento das origens da vida esta encriptado no DNA como sua unidade fundamental de informação e esta encriptado nas ondas de luz primordiais resultantes do Big Bang, portanto essa Matrix/DNA é uma especie de genoma do sistema criador. Corpos carnais com nossos instintos animais morrem, egos que vem dos ancestrais cosmológicos trazendo as tendencias mecanicistas, se dissipam, mas o feto que trazemos em gestação e que já conta 13,8 bilhões de anos e quase nada influi ainda vai em frente até o dia do Big Birth. Entendendo que somos genes, cada qual portador de uma informação unica, especifica, intransferível e indestrutível, e que o inteligente é cumprir sua missão e ajudar facilitando a todos os os outros genes a cumprirem as suas, pois dependemos delas, é a melhor fonte de valores morais e motivação para a vida que pode existir. Se queres fazer sua própria investigação veja como funciona um método, em meu website.

A ilusão da auto-consciência por Dan Dennett e resposta da Matrix/DNA

segunda-feira, maio 6th, 2019

xxxxx

Dan Dennett|

Louis Morelli

Posted at 5/6/19

There is no consciousness only if in relation to this metaphysical materialist worldview. The real naturalist philosopher has learned that in this Universe is occurring a genetic/computational process of reproduction of the unknown thing that triggered the Big Bang. And all facts are suggesting that the unknown thing is a natural system, but, conscious. We are 8 billion half-conscious genes building a small characteristic of a big cosmic conscious baby, together with trillions genes-brothers at all universe. So, our heads are like eggs, our brain is the placenta, our consciousness is merely a fetus yet. It is sleeping, has no own eyes to see neither its substance, neither its shape.

These illusions comes from a body composed with hardware and software, which is the ego – the intermediary substance composed by sinapses and holographic clouds between the brain and the fetus, which has no own eyes also. Sometimes the ego can wake up the fetus saying “Did you see that? We need action…” – “Oh… yes? This is good… or, bad”. And the fetus falls sleeping again.

This natural software is coming side by side with hardwares since the Big Bang. It is the new property that emerges from any natural system as the sum of all parts informations plus the informations from interactions among parts and from the parts with external world. An abstract identity of systems. Like the Windows in Bill mind it has evolved like our computers, a feedback process producing evolution.

A fetus can not know the shapes and the world of its parents, so, our fetus of consciousness. Trying to define it is delusion. What matters is to know that we, while being this fetus, will survive when the hardware will be replaced, like the windows is in the Bill’s mind resisting to several generations of hardwares. Instead metaphysical materialism, be exclusive naturalist and when asking things like consciousness, watch Nature how it does things here and now, in this case, any embriogenesis.

Crise da visao do mundo que alimenta a criatividade intelectual, fartura na criatividade mecanicista

segunda-feira, maio 6th, 2019

xxxxx

Cite um livro atual que seja uma obra-prima.

Cite um filme que seja uma obra-prima.

Cite uma música que seja uma obra-prima.

Cite um líder da juventude (brasileira ou mundial).

Cite uma poesia atual que seja uma obra-prima.

As gerações XYZ acabaram com tudo. São vazias e, não tendo talento algum, resolveram desconstruir tudo.

Estas falhas sugerem crise nas fontes criativas de uma visão de mundo voltada para o mundo emotivo humano. Enquanto a fartura criativa de novas tecnologias indicam o caminho do desumano robotizado e estupido Admirável Mundo Novo. E’ a dominância da genética herdada da maquina newtoniana que gerou a vida aqui.

Esta indo mal, a ameaça é terrível, para os cósmicos. A solução seria um forte empurrão externo numa nova visão do mundo voltada para o humanismo, exatamente como e’ a Matrix/DNA.