O que faz os animais enterrarem seus ovos? A Matriz/DNA explica

“…like crocodiles and other reptiles, pterosaurs probably buried their eggs, rather than incubating them by sitting on them, as birds do.”

…êste é um trecho do artigo abaixo:

New York Times

Science

http://www.nytimes.com/2011/01/25/science/25obegg.html?_r=1&ref=science

Observatory

How to Tell Fossil’s Sex? Well, the Egg Is a Clue

Então, pela metodologia de investigação da Teoria da Matriz/DNA, desponta imediatamente a questão:

– “De onde um animal irracional, inclusive de sangue frio, tirou a idéia de enterrar seus ovos?! E as aves, de onde tiraram a idéia de chocarem ovos?!

Resposta da Matriz/DNA:

Primeiro é preciso lembrar o que é evolução, do ponto de vista do Universo: meras fases intermediárias de um final processo de reprodução genética, reprodução do sistema natural que produziu este Universo. Portanto existe uma fôrça na matéria que faz parte do corpo em desenvolvimento ainda na forma de feto ou embrião da coisa que está sendo reproduzida aqui, que dirige essa matéria para um plano final. Esta fôrça está no que denominamos Matriz Universal, cuja forma biológica é o RNA/DNA.

Então, quem está conduzindo o réptil a adotar comportamentos em relação a ovos é a Matriz/DNA dentro de seu corpo. O réptil não tem inteligência para prever futuro de algo que nem faz mais parte de seu corpo, não tem o menor motivo para proteger ovos já que isso não o faz achar alimento nem o ajuda a caçar, ou escapar de predadores. Ao contrário, se eles estiverem com muita fome, comem seus própios ovos. Êsse comportamento não é produzido pela cabeça do réptil, mas sim, pelos seus genes.

Mas a Matriz/DNA nunca pode inventar algo totalmente novo do nada. O Universo não cria informações do nada. Êle só pode fazer aquilo para o qual êle tem informações, recebidas antes de sua origem. Então êsse mecanismo de enterrar ovos tem que ter tido seus principios em formas menos evoluidas nos ancestrais anteriores, inclusive os não-animados. Algum mecanismo no sistema atômico terá que ser identificado como precursor, protótipo. Também nos sistemas astronomicos.

Ora temos a forma da Matriz quando ela elaborou os sistemas astronomicos, estelares e galacticos. Então vamos ao quadro de LUCA ( o Ultimo Ancestral não-biológico de todos os seres vivos), e ao quadro de sua “alma”, ou seja, do diagrama de software que representa sua dinamica sistêmica interna. E ali de imediato encontramos o mecanismo:

Lembre-se que quem possuía os protótipos de mecanismos como botar os ovos era a Função 1, a qual representava a função feminina. Esta função quando foi convocada a fazer sua parte na montagem do sistema astronomico construiu um vórtice, e o posicionou como nucleo do sistema. A fêmea era a rainha. Mas o vórtice está rodeado de detritos do cadaver estelar, detritos compostos por poeira, rocha, etc. Quando o vórtice emite o “ovo”, que é entregue à Função 2, o ovo cai no meio do cinturão de poeira e detritos. Fica ali enterrado.

É preciso dizer mais?

As aves por seu lado apresentam o comportamento de “chocar” os ovos. Ora, o protótipo desse mecanismo no ancestral sistema astronomico está bem visível: no sistema estelar, a estrela acolhe seus rebentos planetas debaixo de suas longas asas constituidas do manto gravitacional… enquanto eles são incubados antes de se tornarem as novas estrêlas.

E lembramos que continuamos precisando de mais exemplos de fenômenos naturais para pesquisar suas causas remotas. Abraços…

                                                                                                    Louis Morelli

Tags: , , , , ,