OS RITUAIS DE SACRIFÍCIOS RELIGIOSOS REVELAM A NATUREZA ANIMALESCA DOS CORPOS CARNAIS HUMANOS.

xxxx

(Postado no Facebook em 11(Nov.)/01/2016)

Em que estive pensando hoje enquanto estava no trabalho? Nisto que resultou em mais uma descoberta que nunca ninguém sequer imaginou:
 
OS RITUAIS DE SACRIFÍCIOS RELIGIOSOS REVELAM A NATUREZA ANIMALESCA DOS CORPOS CARNAIS HUMANOS.
 
Qual a explicação para uma comunidade levar ao altar um dos seus jovens e apunha-lo oferecendo-o como sacrifício a fantasmas criados pela sua imaginação? Imaginação,… aqui esta’ a metade da chave do mistério. Imaginação e’ maior na infância, toda criança tem amigos invisíveis e fantasmas com quem conversam e esta propriedade individual se projeta no coletivo, então, em termos de humanidade, na sua infância também existe o imaginário coletivo muito forte que cria os deuses fantasmas poderosos e falantes.
 
Mas os cérebros humanos daquelas comunidades primitivas ainda recém-vinda dos ancestrais animais fez prevalecer neste imaginário as leis e regras da vida animal ( tanto assim que os primeiros deuses eram representados por animais). Podemos observar que este tipo de sacrifício e’ executado pelas ovelhas de um rebanho quando doam aos leões seus jovens para serem devorados.
 
Existe uma simbiose entre os leões e as ovelhas. Estas são incapazes de existirem por si próprias porque a quantidade de médios predadores (lobos, raposas, cobras, crocodilos,etc.) dizimariam a manada inteira rapidamente.
 
No entanto, quando estão num território dominado por leões, os médios predadores não as podem alcançar. Assim a manada sobrevive. Quando os leões vem cobrar seu preço, buscar suas vitimas, as ovelhas adultas escapam porque correm mais, deixando para trás as jovens. Assim, simbolicamente, doam seus jovens em sacrifício aos seus protetores e apenas assim a manada consegue continuar existindo. Ora este instinto com esta memoria ainda esta’ forte na carga genética humana, aqueles traumas mais marcantes marcaram os genes que mais tarde com a evolução serão os construtores dos cérebros humanos. Então, os instintos humanos são a outra metade da chave do mistério.
Assim me ocorreu a suspeita agora, de que, os sacerdotes das organizações terroristas árabes, estejam atuando, sem o saberem, neste nível profundo de psique para convencer os suicidas-bombas. Estes seriam indivíduos extremamente dominados pela genética da ovelha, a ponto de os jovens se dirigirem para serem imolados crendo que os leões fantasmas vão lhes fornecer relva verde eterna no paraíso. Os lideres terroristas estariam aplicando um método que foi desenvolvido através dos milênios dentre suas tribos que se assemelha as técnicas de condicionamento de Pavlov, aquele que hipnotizava cães com estímulos falsos. Pois e’ necessário um condicionamento psíquico muito forte  e uma vitima com consciência muito fraca para se conseguir que um individuo seja voluntario a se explodir a si próprio.
 
Então – e agora buscando a utilidade desta descoberta para mostrar que não se trata de mera cultura inútil – entendemos agora melhor algo que nossa inteligencia não consegue aceitar, ou seja, por exemplo, porque escravos ( como ainda são os pobres assalariados) continuam a gerar prole sabendo que seus filhos vão cair nas garras dos patroes. Aquele que como eu percebeu ainda na adolescência que a sociedade humana imita ainda as regras da selva e a explicação para isso só pode ser a presença dos instintos dos animais nas regras sociais humanas, resiste a todas as tentações carnais, a todas condenações sociais, e recusa-se com veemência a gerar carne fresca para abastecer o sistema.
 
Eu não entendia ate ontem o porque dos outros escravos ao meu lado caminharem de cabeça baixa sem nenhuma resistência para gerarem vitimas aos predadores. Desmascarar a verdade insistindo em revela-la aos cabeças-baixas não os mudara de repente, mas os faz ao menos começarem a irem para este ritual com as cabeças mais erguidas, sabendo, ou não se esquecendo que estão agindo errado, e assim, aos poucos, vamos exorcizar estes instintos animalescos da Humanidade se o planeta ate’ la’ ainda estiver nos suportando aqui.
 
Afinal, a educação e crescimento da consciência ( este fenômeno que – segundo a formula da minha teoria esta sugerindo – veio de outra linhagem evolutiva diferente da linhagem do corpo carnal), já nos conduziu ao ponto em que o coletivo se proibiu de imolar sacrifícios a fantasmas. Agora falta a esta consciência maior maturidade para proibir-se a imolar sacrifícios para as entidades reais de carne e osso que existem ao nosso lado.

Tags: , , ,