Porque não podemos doar `a Humanidade, o poder tecnológico sobre a matéria e energia

xxxx

” Se você conhece e tem poder para manipular galaxias, e, como dissestes, gostas da especie humana, porque não nos cede o conhecimento e poder apenas suficiente para resolver-mos nossos problemas atuais?” – perguntei eu ao sacerdote que se dizia incorporado por Lúcifer, e que este seria um “espirito da Luz”.

” Porque a humanidade não esta’ preparada. Se eu lhes desse esse poder,  a primeira coisa que fariam seria parar o sol ao meio-dia, para ter claridade por 24 horas, para ter mais tempo para ganhar mais dinheiro…”

Esse dialogo de fato aconteceu quando fui convidado por uma seita de misticos estranhos a um ritual no alto da montanha de Serra Pelada – a maior mina de ouro a céu aberto do mundo, na selva amazônica, para onde afluíram 80.000 homens, em 1986. O restante da conversa parece coisa de outro mundo, quando o incorporado explicou o significado da existência e dos eventos ocorrendo em Serra Pelada e no planeta em geral, mas não vamos nos alongar nisso agora porque este não é o objetivo deste artigo.

Quero aqui lembrar que eu descobri uma formula natural poderosíssima que poderia mudar totalmente a nossa existência – se a formula passar no teste e realmente funcionar. Tenho divulgado-a neste website sob o nome de formula da Matrix/DNA, mas ninguém ainda conseguiu captar o possível poder da formula porque ninguém aprendeu a pensar a formula, como eu apos 35 anos observando-a e estudando-a.

Mas todas as possibilidades de fantástico poder que tenho visualizado na formula, nenhuma é no sentido de destruir, matar, que poderia ter interesse militar. Todas as inúmeras fantásticas possibilidades são apenas em beneficio, para o bem do homem.

Nada produzi de pratico porque qualquer destas possibilidades demandam a aplicação de recursos materiais que eu, sozinho nesta empresa, não possuo. Mas vamos dizer que de repente eu ganhasse uma boa soma na loteria e trabalhasse essa formula obtendo o real poder de transformar a vida da humanidade, para o bem. Infelizmente eu teria que manter tudo isso em segredo, não doar nada para ninguém. Porque? Lúcifer acima me fez perceber o erro que eu faria, pois o que seria para o bem, poderia tornar-se terrivelmente mal para a humanidade.

E’ preciso antes entender e aceitar a triste realidade que o corpo carnal e mesmo o cérebro humano veio da evolução de animais irracionais e nas selvas. Portanto os instintos animais ainda dominam nossa carga genética, e não tem como exorcizar esse animalismo do ser humano repentinamente. Por exemplo, o animalesco comportamento de matar animais e come-los, nunca vai desaparecer enquanto ainda tiver-mos os dentes caninos. Apenas a Natureza, a evolução, e o tempo, poderão fazer essa transformação, mesmo que Jesus Cristo venha a Terra cem vezes repetir seu discurso educativo visando a transcendentalidade da auto-consciência humana.

Um destes principais instintos – e o que determina que a humanidade ainda não pode ter o poder sobre a matéria e energia – fica bastante visível e evidente quando pensamos sobre todos os tipos de sistemas sociais criados na historia da humanidade ate hoje. Todos eles (seja o tribalismo, o feudalismo, o comunismo, o capitalismo, etc.) apresentam o mesmo padrão estrutural. As regras ou leis sociais geram sistemas em que o poder maior pertença a uma aristocracia ou alta classe, um resto de poder menor e’ concedido a classe media, e em terceiro a classe baixa sem poder algum. Porque em continentes e eras tao distantes entre si seus povos apresentam sempre o mesmo padrão? Qual então foi a base da origem deste padrão?

Meus sete anos na selva amazônica me forneceu a resposta límpida e clara. Os animais também apresentam a mesma divisão de poderes, as mesmas regras sociais. Assim temos os grandes predadores, os médios predadores, e as presas.

Ora, sabemos que nestes sistemas, como ainda acontece nos sistemas atuais, 85% ou mais da população vive torturada sob o equilíbrio da miséria. Se dessemos o poder a humanidade hoje de controlar a matéria e energia do sistema solar, e portanto a facilidade de sanar todos os problemas destes 85% dos povos, nada seria solucionado que não fosse conveniente ao vampirismo da classe dominante, e um poder ainda mair se concentraria nas mãos da classe dominante. Enquanto temos caninos vamos matar animais e comer carne, enquanto este instinto de predador existir, os predadores não saberão existir sem as presas. E apenas poderão existir as presas enquanto elas forem mais fracas e dependentes dos predadores, o que tem sido obtido pela escassez ou ciclo da miséria.

Obviamente que muitas soluções seriam repassadas aos cerca de 7.5 bilhões de humanos das classes baixas. A cura das doenças tradicionais mortais, a liberação do trabalho escravo rotineiro, etc. A tortura e maleficio as classes baixas viriam por outro lado, talvez pior ainda. O modelo social iria na direcao do Admirável Mundo Novo de Huxley, sob o domínio do Grande Irmão, de Orwell. O paraíso para os corpos humanos seria implantado na Terra, o qual seria recuperado e transformado num planeta ajardinado.

Mas se a minha formula tem fornecido explicações inusitadas, jamais imaginadas, para todos os fenômenos e eventos reais, naturais, e novos significados de existências destes fenômenos naturais como é o próprio ser humano, é a sua sugestão de qual é a razão “cósmica” da existência da humanidade, a que mais indica o despreparo da humanidade para manipular esse poder. A cosmovisão da Matrix/DNA sugere que este Universo perceptível aos nossos sensores nada mais é que uma especie de placenta onde esta’ ocorrendo um processo genético de reprodução, a embriogênese de um ser auto-consciente. E sendo o homem um dos agentes dotados de um principio de auto-consciência significa que os seres humanos são genes construindo este embrião. Então a essência da existência humana e’ sua mente, sua auto-consciência, o resto todo sera descartável junto com a placenta.

Mas o paraíso terrestre do grande Irmão seria exatamente o aborto assassino e prematuro deste embrião. Neste paraíso não existiria lugar para a auto-consciência, já que ele seria o reino da estupidez total , o coroamento da prevalência daqueles instintos irracionais herdados dos animais. E o controle deste poder iria catapultar a especie humana ao espaço sideral, exportando todo o luxo poluidor, e a malignidade destes instintos para planetas com formas de vida mais primitivas. Cada homem é um gene, uma informação genética que nada nem ninguém mais tem neste Universo, então ele precisa ser livre para trabalhar sua missão cósmica, ou seja, sua consciência precisa ser livre. Todo o resto de sua existência atual são meros acessórios. E doar o poder a humanidade significa que os grandes predadores não abririam mão de seu instinto canino e os 85% seriam assassinados, abortados fora, em sua essência existencial.

Eu vou voltar a selva amazônica, preciso dar continuidade a alguns tópicos que apenas a natureza virgem da selva pode solucionar. E desta vez levarei alguns instrumentos, alguns recursos materiais mais poderosos. Mas seu conseguir algum resultado efetivo, ele servira apenas para a minha satisfação pessoal, a minha declaração de que “Vim, vi, e venci”, porque ele ficara como segredo enterrado na selva. O único tipo de resultado que eu traria para o seio da civilização e tentaria aplica-lo, seria algo relacionado a aceleração do exorcismo destes instintos da carga genética humana. Se eu não puder fazer algo em beneficio da minha especie e da grande meta desta nossa existência, que eu seja morto antes que faça algo em prejuízo desta especie e daquele ou daquilo que gerou este Universo. Isto não e’ complexo de Messias, e’ apenas aquele raciocínio logico de todo ser humano, pelo qual não fazemos algo que sera’ ruim para nos mesmos.

 

Tags: , ,