Mensagem da Matrix/DNA em Dezembro de 2017

xxxxx

Inicialmente escrita no facebook em:

https://www.facebook.com/TheMatrixDNA

Uma das grandes desvantagens do tipo de sonhos que você criou para si próprio(a) e’ que ele te faz ficar demasiadamente pesado(a) e esse peso vai te absorvendo por completo. Você quer uma casa só para ti e isso e’ um grande peso a sustentar, e não sendo rico(a), são mais horas obrigadas a suportar o trabalho árduo não-voluntário, portanto, escravo. Você quer um carro só para ti, sua ambição por mais e mais objetos não se sacia nunca, e assim a carga vai se tornando cada vez mais pesada, e tens que sustenta-la. Assim você vai cada vez mais se colapsando internamente para dentro do seu ego, individualismo e torna-se totalmente inútil para quem precisar algo de ti, mesmo que seja um minuto de companhia, pois nunca terás tempo para o que não produza o dinheiro que cada vez mais necessitas. Quem está apanhado nessa arapuca não o percebe, porém, quem como eu, tento escapar dela, quero cada vez ser mais leve, me despojando o mais possível de toda a parafernália de objetos, evitando cada vez mais assumir compromissos financeiros com coisas materiais que exijam minha atenção e tempo, e `a medida que isso vai crescendo vou me exteriorizando, cada vez mais procurando compromissos sociais, para satisfações além do meu umbigo. cada um vive como quer e não sou eu – um reles cego que nada sabe – que vou dar pitecos diretos na vida de outros, mas nada me impede de na minha pagina divulgar o bem que vou descobrindo para mim. Estou muito melhor agora do que quando vivia como a maioria e tinha o mesmo tipo de sonho. Uma sociedade humana onde o patrimônio fosse social ao invés de individual, seria muito mais inteligente. Para que estamos escravizando milhões de irmãos chineses que passam 12 horas a dois dólares para fabricarem 8 bilhões de tesouras porque cada humano quer a sua tesoura só para si? Para ficar a maior parte de tempo na gaveta encostada? Porque cada casa tem que ter dúzias de garfos, colheres, onde muitas vezes têm duas ou três pessoas, para ficar inúteis na gaveta? Quanto material virgem da terra está sendo retirado, queimado, poluindo, para fazer estas tesouras, colheres, inúteis? Mas claro, para tal sociedade seria antes necessário `as pessoas entenderem que não deve haver “sistema social”. Onde tem sistema tem choro e ranger de dentes, ate’ mesmo entre átomos e galáxias. Sistemas implicam na necessidade de hierarquias, dominantes e dominados, líderes e liderados, predadores e presas. Ao criar sistemas sociais não tem como escapar de faze-los ou capitalista, ou comunista, ou monarquista, ou seja, tudo errado se nossa meta e’ a felicidade igual para todos os irmãos e irmãs em espécie. Mas um convivência entre humanos sem sistema e’ necessário que cada um seja educado numa diferente interpretação do mundo, diferente de todas ate agora conhecidas por vocês. Uma interpretação mostrando a realidade: a Natureza, aqui e agora, esta investindo tudo numa meta evolutiva – a gestação, nutrição e desenvolvimento do embrião de consciência que está separado em 8 bilhões de porções sendo carregadas em cada cabeça humana. Portanto somos 8 bilhões de genes semi-conscientes trabalhando para construir este embrião que ainda nem abriu seus próprios olhos de ver seu corpo e de qual substância e’ feito. Oito bilhões de informações únicas, específicas, 8 bilhões de missões naturais e quem sabe, divinas, todas mortalmente necessárias, pois se uma apenas for prejudicada em sua vida, em sua missão, o embrião que conterá todos nos em uma só vida, nascera com algum aleijão. Por acreditar nisso que procuro desviar as satisfações supérfluas de mim, que se me tornam um peso, para investir-me o mais possível na missão da espécie. As 8 bilhões de tesouras, de garfos de carros de mansões, não vão trazer a felicidade a todos porque a natureza sugada será estéril e não mais poderá suportar a vida aqui, tornando os dias das nossas queridas futuras gerações em verdadeiros martírios. Mas, como eu disse, sou ainda tão cego que não consigo ver nada do que e’ iluminado e revelado nas outras seis faixas da luz do espectro eletromagnético, sou tão insensível ainda que não consigo captar mais que os poucos objetos organizados nesta minima faixa de vibração da matéria, e meu cérebro e’ tão pequenino que jamais conseguiria processar as informações da verdade dessa imensidão cósmica, portanto, nunca me ouças, nunca se deixe impressionar pelas narrativas de meu sonho. Apenas queria por último acrescentar mais algo do que penso e talvez não tenhas percebido. La’ fora existem humanos ainda com fortes instintos para grandes predadores. Leões possuem caninos para devorar presas, precisam dominar vastos territórios, precisam de um sistema social onde se garantam pela hierarquia, para manter sob controle os lobos e raposas, e tudo isso para manter as ovelhas trabalhando o máximo possível transformando o pasto em suculenta carne. Você está sendo obrigado a cada vez mais trabalhar para instalar pesos num território que na verdade não e’ seu. Você está sendo instigado a cada vez mais exigir trabalho dos escravos. Mas para quem, na verdade, você está existindo? Porém, mesmo que você concordasse comigo que estas desviado da sua verdadeira felicidade, entenderias que nada podes mudar porque o mundo e’ assim, contra a força maior não tem como reagir, tu não es culpado da existência de predadores e escravos…etc. Mas quando dizes que o mundo e’ assim, e eu digo que não, não e’ assim, o mundo quer que você seja um gene trabalhando sua missão universal, que você evolua a porco de consciência que carregas em ti, e que o mundo ao qual você se refere não e’ o mundo real feito pela natureza, mas sim feito por humanos, e humanos com instinto predador – nós estamos em caminhos separados. No entanto, tu não me magoas, pois sei que sou um cego a não enxergar onde vai dar o meu caminho, portanto prefiro que sigas o teu, se isto tem faz sentir melhor. Apenas saiba que se as coisas se complicarem aí, porque a Natureza comece reclamar e reagir demais, enquanto por aqui as coisas não estejam tão complicadas, as portas do meu caminho estarão sempre abertas para ti… não para seguires atrás de mim, não para seres prisioneiro(a) no caminho de outros, mas lado a lado, pois aqui neste caminho não existem líderes, aqui ninguém e’ mais que eu, e que a minha atual temporária visão do mundo… Deixo `a sua disposição o mapa para encontrar o caminho que sigo, o qual pode ser visto na homepage do meu website.

Mas saindo da filosofia e retornando ao mundo real aqui e agora, então o que deveria procurar aquele que não quer ser nem muito pesado e nem muito leve? Simples: comece a procurar maneiras de convidar a família, os vizinhos, ao amigos da cidade, do mundo, a constituírem unidades de consumo conjunto e produção dos artigos básicos que consomem, criando as tais sociedades anonimas. Dependendo do numero de convites aceitos, ate vinte reais da para começar alguma coisa, e depois, o progresso pode continuar movido por este impulso inicial. Simples assim. Boicote seus predadores, estenda os limites da sua família nuclear para a amplitude daquela família universal onde ” todas as mães são minhas mães, todos irmãos são meus irmãos…”, mas famílias que tem uma meta real, concreta, que se torne uma força cada vez mais poderosa.

Vou lhe contar um segredo. Tenho um amigo, do coração, pois me salvou a vida uma vez e sempre me convida para sua casa, portanto, sempre procurarei retribuir como um irmão. Acontece que ele e’ muito rico, eu, muito pobre. Porém, acontece também que nunca tenho vontade de usar o que ele tem, nem mesmo o seu precioso tempo, eu já’ não consigo usar tudo do pouco que tenho. E acontece que quase todos os dias ele está me chamando a sua casa, e eu muitas vezes impossibilitado de ir, pois tenho muito trabalho a fazer. Acontece que ele vive só, e tem desconfiança dos velhos vizinhos, a de que querem dele apenas usarem o que ele tem. Não aguenta ler um livro, não gosta de televisão, de nenhum assunto intelectual, apenas rememorar todos os dias as mesmas histórias onde ele venceu uma competição no ramo dos negócios, ou quando uma situação tendeu a violência e ele ainda venceu. E sinto pena ao vê-lo sempre estressado, triste, irritado. Então de que adiantou o grande patrimônio individual separado? Sinto muito confessar, mas me vejo em melhor situação que ele, mesmo sem grande patrimônio material, porem com meu patrimônio mental a me proporcionar orgasmos fantástico a cada momento que aprendo mais e mais coisas novas vou descobrindo… Eu não tenho histórias de vitórias em competições, sempre fui um perdedor, e mesmo que eu intimamente soubesse como ganhar um caso, optei por empatar, e satisfazer a minha consciência. não sou o espelho da verdade em que alguém deva se mirar, apenas relato uma realidade para que se despertem a questionarem o que estão fazendo…, quero idosos felizes e não tristes. Não quero ser o espelho porque ainda não sei como será o dia do amanhã, onde talvez o meu estado de perdedor possa me custar caro, e para ele, seu estado de vencedor, pode pagar e lhe proporcionar tempo melhor. Ate agora me “parece” que a Natureza tem conspirado a meu favor, fazem 40 anos que não preciso tomar um comprimido nem para uma ressaca, sinto-me sempre com vibrante energia, mas isso não e’ suficiente para eu dar conselhos, pois também observo que a Natureza parece ter conspirado para o lado dos predadores. Quem sabe para onde a Natureza- que e’ este inteiro Universo – esta’ indo? Acho que nem Ela mesmo o saiba…

As estrelas são nossas ancestrais, como o são as bactérias, que ainda existem aos milhões prestando trabalho a nós dentro dos nossos corpos… As estrelas tiveram uma vida ditada pela Natureza, cumpriram sua missão, chegaram ao seu final quando produziram os elementos que hoje constituem os nossos corpos. Assim não apenas transferiram para nos as partes de seus corpos, mas também a sua alma, na forma do ancestral do DNA, e hoje, plantadas la’ no céu nos miram esperançosas, torcendo por nos, para que continuemos a carregar suas almas rumo ao supremo destino. Além disso elas fizeram as estruturas da nossa morada, ela nos cedeu o seu rebento, e hoje a nossa estrela mais perto e’ como a mãe atarefada em alimentar seu rebento com seu néctar luminoso e mante-lo protegido dentro das suas amplas asas gravitacionais. Assim também estou torcendo para que sejas iluminado(a) a seguir o caminho mais sábio, seja o seu ou qualquer outro, pois sinto que a minha alma apenas se realizará na sua plenitude se você cumprir a sua grande missão. Então,… muitas boas sortes…

Certa vez a Natureza não favoreceu o caminho do grande dono do território e sim o caminho da sua pequena presa. Ela castigou e destruiu o grande dinossauro, enquanto voltou-se no tempo e contraiu o espaço para focalizar o pequeno e desajeitado cianodonte, quando então sobre ele Ela aplicou toda sua força, todos os recursos da sua evolução, e o fez transcender-se para a forma de mamífero que seria a vitoriosa a herdar a Terra. E parece que não foi apenas daquela vez. Para que destino estão indo os grandes reis da selva, os leões. as anacondas, os gorilas? E quanto aos grandes reis dos mares, como as baleias, os tubarões? Mas e quanto aos grandes reis dos ares, como a águia, o condor? Tens visto muitos deles em algum lugar? Mas apesar da rainha não querer que saiba deste seu vergonhosos segredo, as pequenas lagartixas ainda do tempo dos dinossauros continuam em grande numero nas selvas, inclusive saltitando no teto do palácio londrino da rainha, para o desespero dela. Portanto, a tendencia da Natureza – para que lado ela tende e conspira – e’ imperscrutável, não tem como saber. Estou desconfiado que – pelo menos aqui nestas perdidas regiões do Universo – ela fica balançando entre as duas opções. Pois ela conspirou e favoreceu meu amigo ate nossa meia idade, enquanto ela me foi dura, me testou de todas as maneiras. Mas depois da meia idade – e se o nível de satisfação na vida e’ o que vale – ela mudou, a meu favor, e contra o caminho dele. Então seria este o segredo? Penso que ainda não, pois observo que existem muitos como o presidente Trump, o presidente Temer, etc., que nasceram ricos, favorecidos, e na velhice continuam a ganhar. Então, sinto muito, mais uma vez a minha ignorância em nada pode lhe ajudar. Talvez estejamos sós e abandonados quando temos que decidir isso, então, apenas nos resta consultar a nossa intuição. O que me leva a concluir que preciso trabalhar mais nos estudos sobre esta Natureza, preciso conhecer mais dela, enquanto o meu amigo rico nem sequer pensa nestas coisas, não tem estes problemas a ocupar-lhe a vida. Quem está melhor, quem finalmente venceu mais? Quando comparo nos dois, logo digo que estou melhor, eu não suportaria estar no seu lugar. Mas tenho certeza que se perguntarem a ele, ele dirá que ele está muito melhor, não suportaria estar em meu lugar. Engraçado, não? Se você tiver alguma evidência melhor, por favor, me ensine.

Oh… me desculpe, mas preciso de mais umas linhas ainda, se e’ que alguém conseguiu me ler ate aqui. Acho que encontrei a grande solução final. O ideal seria o indivíduo que tivesse ambos, o patrimônio real, material do meu amigo, e o patrimônio tangível, talvez abstrato, no nível mental, que acredito ter. tal indivíduo estaria super-atarefado mas muito feliz podendo desenvolver os projetos sociais que tenho em mente e não posso faze-los. Raios, acho que acabei de definir um casal: Bill e Melinda Gates? Então a Natureza também tende para esta terceira opção? Vou já me empenhar em tentar desvendar quais as forças e elementos que Ela emprega nesta opção, para agarrar-me a ela com unhas e dentes, e se descobrir, prometo que lhe aviso.

Ate já’ vislumbro o ponto de partida nesta nova pesquisa. As ondas de luz universal, invisível, formadas pelas irradiações das sete faixas eletromagnéticas, contém todas as partes de um sistema completo, mas elas não se configuram como sistema, por dois motivos. Primeiro porque suas extremidades inicial e final não estão ligadas entre si, não formando um corpo fechado; segundo porque elas são atravessadas pelos raios de uma infinidade de outras ondas, e ao mesmo tempo, ela está muito difusa porque ela mesmo atravessa outra infinidade de ondas convergentes. Opa…. Já comecei a descobrir algo muito curioso: a explicação do porque alguns homens conseguem criar gigantescas companhias. Ser difuso em si mesmo significa não ser egocêntrico, individualista, puxando tudo que tem valor para si, e sim, tentando entrar na vida dos outros, o que implica que para isso tem-se que conhecer mais e mais dos outros, a desenvolver o dom da empatia. E’ o movimento natural conhecido como “força centrífuga”, uma fuga do seu centro, em contraposição `a forca contraria, centrípeta. Mas para alguém ser assim, e’ preciso que ele tenha uma terceira meta, suprema, algo que transcenda tanto a ele como os outros a quem ele tenta conhecer. Assim como eu tento fazer no meu website criando a categoria chamada ” a Grande Causa Transcendental da Humanidade”, a qual me surgiu depois que penso ter descoberto aquelas figuras do ” O Código Cósmico Humano e a Formula da Matrix/DNA”. Ora, mas não e’ justamente isso que indivíduos como Henry Ford, Bill Gates, Steve Jobs, etc., fizeram ao criarem a Ford, a Microsoft, a Apple? Estas companhias, algo em que investiram suas vidas e todas suas energias, foram a meta transcendental em que acreditaram. Fizeram exatamente e justamente imitar, reproduzir, o que existe no mundo da luz! Alguém vai logo contestar dizendo que a natureza não poderia apoiar essas companhias multinacionais que muitas vezes prejudicam principalmente os povos do terceiro mundo, e tal. Certo, mas também sei que muitos dos grandes iluminados que fundaram novas filosofias saudáveis com toda boa intenção, foram deturpados e traídos pelos seus discípulos que não tinham a mesma grandeza de intenção e desviaram as filosofias para religiões e ideologias. A culpa pode não ser do Gates, do Ford, e sim de quem assumiu a sua direcao depois deles.

Ponto final, papo encerrado, as ondas de luz universais venceram: vou agora tentar modelar o meu caminho tando esta nova intuição em mente. Abraços…

 

Tags: , ,