A dança do DNA: mais uma esplêndida descoberta prevista e explicada pela formula da Matrix/DNAd

xxxx

APRENDENDO A EXTRAORDINÁRIA ENGENHARIA DA NATUREZA

Baseado no artigo:

Dynamic DNA dance identified with new CRISPR/Cas9-based labeling

http://med.stanford.edu/news/all-news/2018/02/dynamic-dna-dance-identified-with-new-crispr-cas9-based-labeling.html

Meu comentario postado no Facebook em fev/09/18

Imagine que você precise amarrar o cadarço do sapato, e está em pé. Obvio que voce nao vai curvar a coluna tentando levar as mãos ao pe. Então sua mente entra em cena para planejar e mover seu corpo. De alguma maneira, seja sentado ou com os pés em cima de algum patamar, você vai dobrar as pernas. Quer dizer, você vai puxar os pés para mais perto das mãos. Pois bem..

Cientistas descobriram agora que o DNA faz a mesmíssima coisa quando vai produzir uma proteína mas uma parte do código está num local dele e outra parte esta longe. Ele se rebola, dança, puxa a parte distante para perto… Foi mais uma daquelas descobertas que deixou os cientistas boquiabertos, porque nunca tinham imaginado que o DNA faz isso e o mistério de como partes distantes do DNA se ligam tem gasto muito tempo em estudos e experiências.

Aqui na Matrix/DNA visão do mundo, estou comemorando mais uma conquista. Pois minha teoria previa isso e sugeria uma explicação. Esta os cientistas não pensaram ainda.

Ao contrario da crença geral de que o DNA seria um código genético, tenho dito que não e’, e sim uma mera pilha de cópias diferenciadas de um único sistema. Mas aí vem a segunda parte que os cientistas desconhecem: todos os sistemas naturais, de atomos a galaxias a building blocks ou tijolinhos do DNA, foram feitos por uma mesma e única formula natural. A qual eu montei e denominei “Matrix/DNA”.

Acontece que essa formula, quando comparada e colocada como template ou forma de fundo de qualquer sistema natural, nos abre um leque imenso de descobertas sobre o que na realidade são os sistemas naturais. Ela me levou a descobertas de arrepiar os cabelos, por exemplo, a percepção pela primeira vez no mundo de que uma mao humana mostra exatamente o enredo da história da nossa vida: a palma representa a fonte da criacao como a barriga de uma mulher grávida, o dedo mindinho representa o corpo na forma de baby, o outro a forma de criança ate o polegar encurvado representar o velhinho idoso. Mas isto nao e’ mero acaso: a formula dos sistemas foi feita com um único corpo sendo modificado pela força do ciclo vital, então cada forma diferente se torna uma parte funcional que depois o circuito se fecha e assim surge um sistema perfeito, vivo! E para fazer as mãos, a natureza forneceu uma cópia da mesma formula. As sociedades de abelhas e formigas que funcionam de forma engrenada e automática se encaixam perfeitamente nos seus mínimos detalhes quando as comparo com a formula. E assim por diante, a cada dia vou descobrindo que milhões de coisas na Natureza agora se explicam maravilhosamente.

Mas o que tem a ver a formula da Matrix/DNA com a danca do DNA descoberta agora?

Ora, uma outra revelação da formula e’ que todo sistema natural cria sua própria identidade. E’ uma entidade abstrata, oculta aos nossos sentidos, mas que pode ser percebida ao se observar os efeitos internos e externos, e as historias dos sistemas. Esta entidade emerge como o conjunto de informações do sistema, ou seja, a soma das informações de cada parte do sistema, mais as informações das interconexões destas partes e as relações externas. Dois exemplos fáceis são a mente no cérebro e o software no seu computador, o qual, por não ser um sistema-hardware natural, não pode criar sua própria personalidade.

E então, alem do DNA ser uma pilha de cópias diferenciadas de um sistema, quando ele se torna uma individualidade, estas regiões de cópias passam a serem suas partes e no seu todo ele se torna tambem um sistema. A forma de seu sistema e’ uma projeção evolutiva do sistema que e’ seu building block. Entao, novamente a Matrix/DNA…

Voltando-nos agora para os cientistas que ate hoje nao sairam do laboratorio pois estão embasbacados observando o que descobriram, eu perguntaria a eles qual a forssa, a causa, que move o DNA a se mover e dançar assim de maneira a executar uma obra, específica?! Pois na realidade – ignorando-se os segredos nas entrelinhas – o DNA nada mais e’ que uma porção de átomos conectados entre si ao que se denomina de molécula. Ora, atomos e moleculas nao tem inteligencia alguma para executarem nada previamente planejado. Muito menos poderiam prever o futuro, pois fazer algo desejado e’ prever de antemão a imagem do objeto que se vai fazer. Claro, os cientistas não tem a menor explicação e vão sempre responder do mesmo jeito: “Bem,… e’ isso que acontece. e’ isso que vemos acontecer – a dança – apenas isso que sabemos e agora vamos procurar utilidades práticas nessa descoberta”. A Ciencia descreve fenomenos e eventos, separados entre si. Quem busca causas, razões e tenta conectar os fenômenos para obter um quadro geral, sao os filósofos naturalistas, como eu. A ciência vê um aborígene ou um pássaro movendo-se numa espécie de dança e para por aí, emitindo um postulado: ” Eles se movem dancando”. E este comportamento e’ aleatório, não faz sentido. Apenas quem vê o conjunto e busca mais a fundo porque eles dançam vão perceber que a dança tem um motivo prático, logico, que e’ seduzir um possível parceiro sexual.

O que esta movendo o DNA a se contorcer, dobrar-se, e’ sua “mente”, sua entidade personalizada como sistema natural. Claro que sendo uma arquitetura muito simples, um arranjo molecular de átomos, e’ uma entidade sem qualquer consciência, sem inteligência para planejar projetos futuros. ‘E uma entidade um grau mais evoluída do que a entidade do planeta Terra, que mantem todo este sistema complicado funcionando numa equilibrada homeostase, gerando furacoes para corrigir indesejadas compressões, blocos de gelo num lugar para diminuir uma tórrida e perigosa temperatura em outro lugar, essa nossa sagrada sabedoria da mãe Terra a qual denominamos de Deusa Gaia. Mas mesmo assim, tanto Gaia quanto a entidade do DNA são queridas ancestrais do que hoje se tornou a prodigiosa mente humana. Uma linhagem evolucionária da qual a Matrix/DNA está aqui apontando com firmeza, emergiu la’ nas origens do Universo junto com o Big Bang.

Porém, o conhecimento deste mundo todo novo revelado por essa formula me leva ja’ a planejar mais um passo de pesquisas além da descoberta de hoje. Pois como a entidade do DNA “sabe” que la no meio da célula, ou na corrente sanguínea além da célula, ou la no fígado do organismo, esta precisando de uma especifica proteina, dentre as mais de 20.000 existentes?! Ora, não pode saber, ele mal poderia saber o que acontece dentro de seu casulo nucleico. Entao de onde parte o inicio do projeto, quem ou o que notifica o DNA do projeto a fazer? Esta questão me apareceu apenas agora, então corro para o oráculo da fórmula mais uma vez. E a resposta surge clara, limpida, obvia! Ora, o DNA criou um organismo, o corpo humano, que e’ um sistema e portanto tem uma entidade. Isso ai nada mais e’ que um papo, uma conversa entre entidades ocultas ocorrendo dentro do nosso corpo! Penso que a entidade organica que se ocupa disso nao seja a mente, e sim a entidade do sistema nervoso secundario que cuida de todas as tarefas rotineiras automaticamente, como a respiração. A mente e’ outra forma mais evoluída vinda destas entidades antigas e internas, ela e’ entidade de um novo sistema mil vezes mais complexo, denominado cérebro.

Então agora surge a questão que me levaria correndo ao laboratorio de seu tivesse acesso a algum: como a entidade do organismo se comunica com cada entidade de cada DNA?! E olha: descobrir isso pode ser um duro golpe eliminando a maioria das doenças com causas sistemicas, como diabetes, cancer, etc. Oxala’ alguem que seja alguem de fato e não apenas um mero meio-macaco melhorado recém vindo da selva resolva ressuscitar a abandonada ciencia dos sistemas, descubra a formula, aprenda a entender estas descobertas e com acesso ao meio acadêmico conduza as pesquisas que tanta tortura humana de hoje pode eliminar para sempre.

 

 

Tags: , , ,