Ciencia no Brasil: Números atuais do ataque anti-cientifico da aristocracia colonialista

xxxx

Realmente se constata tristemente que não existe nenhuma inteligencia superior do bem defendendo a Humanidade da ação de um poder superior do mal. A evolução avança por ciclos que se iniciam pela presença de dois opostos em conflito, caminha a vitoria e dominação pelo oposto A, o qual se esvazia e da lugar `a dominação pelo oposto B, quando então os dois opostos aprendem que suas ideologias não produzem o mundo ideal mas sim os infernos. E no caos os dois opostos em cinzas se levantam juntos, irmanados, num terceiro elemento que se encaminha a transcendência da forma. E este ciclo se divide em grande quantidade de ciclos menores, revelando esta alternância entre A e B domo dominantes ou dominados. Pois apos um breve e fraco levantar-se da chamada “esquerda” no planeta inteiro, esvaiu-se seus sete anos de vacas gordas e recentemente vimos um novo levante da chamada “direita extremista”, basta ver Trump nos USA, Temer no Brasil, etc.

Mas isto não poderia acontecer agora no Brasil pois coloca em risco o destino e mesmo a extinção de seu povo. A estrategia de dominação da extrema direita nos USA para pelo fortalecimento da Ciência e sua Tecnologia, enquanto no Brasil a extrema direita com ranço colonialista tem a estrategia oposta, que e’ a de manter o pais ruralista impedindo a pratica da pesquisa cientifica e inovação tecnológica. Como resultado vemos o ataque brutal deste novo ciclo no poder sobre alguns avanços realizados pelo governo anterior na Ciência e Tecnologia, a começar pela extinção do Ministério das Ciências e tecnologia e corte no orçamento em mais de 50%! O artigo com link abaixo mostra os números e fornece mais informações sobre tal ataque, e meu comentário postado no artigo e copiado abaixo mostra o que pensamos sobre o caso:

https://universoracionalista.org/governo-temer-a-destruicao-da-ciencia-brasileira/?utm_medium=botao&utm_source=ur&utm_campaign=onesignal

Governo Temer: A destruição da ciência brasileira

E meu comentário enviado em fev/17/18 ( aguardando moderação):

Estão indo na contramão da evolução natural que esta nestes tempos e neste planeta investindo tudo na nutrição e desenvolvimento do feto de uma nova forma do sistema natural universal, a qual denominamos de “consciência”. E todas as especies que interromperam sua evolução acomodando-se num modo especializado de existência tornaram-se sistemas fechados em si mesmos e foram condenados `a extinção. A mente ou consciência, seja o nome que se quiser dar ao conjunto dos pensamentos produzidos pelas sinapses, se alimentam de informações, porem não da maioria das informações que humanos se interessam mas sim informações sobre fenômenos e eventos naturais, pois trata-se de projetar o mundo natural como estrutura solida do sistema mental. E estas informações tem nas Ciências seu melhor método de aquisição. Somos 8 bilhões de genes semi-conscientes com a missão de construir este feto/embrião mas as atracões mundanas e a o gosto pela inercia do equilíbrio termodinâmico herdado dos sistemas simples ancestrais podem nos desviar desta direcao exigida pela Natureza. Indivíduos humanos que ainda mantem forte os instintos herdados dos animais, tais como o instinto a predadores com o qual se identificam claramente o Sr. Temer jamais poderiam ter poder negativo sobre esta missão atacando seu carro-chefe, a Ciência. Senão desejamos para nossa especie o destino de dinossauros, leões, gorilas, e sim manter-nos no mesmo ritmo e desígnio em que avança a Natureza, temos que lutar com energia contra estes trogloditas. Ao chegar do Líbano comerciante, a família do Temer procurou ladinamente se encostar na aristocracia que foi ao Líbano chamar imigrantes para fazerem o comercio aqui e com isso se tornaram apenas continuadores da doutrina que determinava aos brasileiros apenas as produções agrícolas e extratoras, com isso interrompendo a evolução de 180 milhões de cérebros. Ele mal colocou as mãos no poder e tratou de executar a doutrina anti-naturalista de seus patroes.

Tags: , ,